Chinatown de Boston

7
20

Hoje, bem agasalhados, enchemo-nos de coragem e fomos para a rua enfrentar os 10 graus negativos que os termómetros liam. Com o vento, mais pareciam uns 20 graus negativos! Fomos de metro até à South Station para conhecermos mais um bairro histórico de Boston: a Chinatown. O Portão de entrada no bairro asiático, o paifang, deu-nos passagem e nem os leões Foo, seus guardiões, nos vedaram a entrada.

Já por aqui tínhamos andado na véspera do Ano Novo à procura de um sítio para jantar. Acabámos num restaurante japonês pois tudo estava a abarrotar. “Vamos ao sushi”, pensámos nós. Mas a panela de água quente a espreitar na mesa dizia-nos que estávamos prestes a ter uma lição de gastronomia. É que os alimentos vieram crus para a mesa e fomos nós mesmos que os cozinhamos na água quente! Acabámos por adorar a experiência e ficou a vontade de voltar ao Shabu-Zen.

Mas voltando às ruas da Chinatown que desde 1880 vem atraindo os imigrantes asiáticos a este bairro. Porta sim, porta sim existe um restaurante, um cabeleireiro, uma padaria, uma loja de conveniência… enfim, encontramos aqui de tudo! Os letreiros amontoam-se dando um colorido castiço às ruas.

Se não fossem os letreiros escritos em mandarim a denunciar as fronteiras deste bairro histórico, talvez as cabines telefónicas conseguissem alertar algum visitante mais distraído!

Chegada a hora do almoço, escolhemos o Jade Garden para a primeira prova de comida chinesa em Boston. À entrada estão aquários com peixe e marisco vivo, o que dá alguma segurança aos clientes quanto à frescura dos alimentos.

Vaca com molho de ostras, frango com vegetais e uma dose de arroz frito com camarões, os pratos eram tão bem servidos que saímos do restaurante a rebolar.

E como o ano novo chinês está para breve, a Chinatown de Boston “ain’t seen the last of us!”

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCopley Square
Próximo artigoPortugal em Boston
Anabela e Alexandre (linguista e economista), apaixonados um pelo outro e pelas viagens. Juntaram as letras e os números e criaram Vagamundos - Blog de Viagens onde partilham as suas errâncias pelo mundo e motivam todos a viajar. Autores independentes dos livros Caminho do Amor e Rostos do Oriente. Aproveitam qualquer desculpa para vaguear pelo mundo. Viveram na Alemanha, Dinamarca e EUA. Praticam trekking e lounging, alternadamente. Gostam de sujar cozinhas e conversar até altas horas. Uma vez por ano fingem que tocam djambé.

7 COMENTÁRIOS

  1. Estes dois VagaMundos não páram!!!:))) Estive a ler as V/ últimas crónicas desde a V/ chegada a Boston e pelo que li, pelo menos no início foi bastante 'atribulada' digamos assim… mas, parece-me que agora já está a correr melhor…
    Peço desde já desculpa pela minha ausência aqui pelas V/ crónicas, mas, andei um pouco ausente da blogosfera…
    Quanto a esta crónica, só tenho a dizer que gostei bastante e que louvo a V/ coragem pela vontade em conhecer e em conseguir ir à 'procura do mundo fora de casa' mesmo quando as temperaturas são tão baixas…!

    Desejos de bom fim de semana aos dois VagaMundos!
    Beijinhos,
    AA

  2. Hola Almudena. Gracias. Bom de saber que gostaste 🙂
    Besos

    Olá Marta. Ela vem crua para a mesa mas depois nos cozinhamos. É um conceito engracado e estava saboroso 🙂
    Beijinhos

    Hola Aledys. We expect to return there very soon for the chinese new year celebration 🙂 And again we will share the experience.
    Besos

    Olá Existe um Olhar. Bem vindo às cronicas. Esperamos que continue a gostar de viajar connosco.
    Abraco

    Olá Alexandrina. É muito bom ter-te de volta. Nos bem sabemos que nem sempre se consegue ter tempo para a blogosfera. Connosco é o mesmo. Quanto à chegada a Boston foi de facto bem atribulado mas agora as coisas estao a estabilizar. Quem nao quer estabilizar é o bom tempo o que nos tem impedido de fazer maiores exploracoes pela cidade. De vez em quando lá ganhamos coragem mas quando os termometros marcam abaixo dos -10… perdemos a dita 🙂
    Beijinhos

    Olá Valentim. E estava mesmo muito boa. Temos gostado muito da comida asiatica por aqui. Muita e boa escolha. Na Dinamarca é que deixava muito a desejar 🙂
    Abraco

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here