Cruzeiro – 15 dicas para poupar dinheiro

0
3048
cruzeiro

Se está a pensar em desistir da ideia de fazer um cruzeiro só porque tem receio de que os custos extra da viagem ultrapassem o seu orçamento disponível, saiba que há forma de contornar os obstáculos financeiros, sim. Não queremos que deixe de reservar o seu cruzeiro… nem permitimos que passe as suas férias em alto mar preocupado com os gastos, porque é possível poupar num cruzeiro e vamos ajudá-lo a perceber como.

Por um lado, e não obstante os turistas serem cada vez mais exigentes (apesar de muitas vezes não terem um orçamento proporcional), as companhias e agências de viagens lançam constantemente propostas bastante acessíveis de forma a proporcionar aos seus clientes umas férias de qualidade a baixo custo. Por outro lado, mesmo que não encontre nenhuma pechincha pode conhecer agora as 15 dicas essenciais para conseguir poupar dinheiro no seu cruzeiro. Vamos a elas?

cruzeiros

15 Dicas para fazer um Cruzeiro Low Cost

1. Melhores ofertas

Use e abuse da Internet para comparar os preços dos cruzeiros para um mesmo itinerário, verificando valores quer nas companhias de cruzeiro quer nas agências de viagens. Faça-o com bastante antecedência de forma a conseguir as cabines mais baratas. Nesse processo esteja particularmente atento às novidades, visitando os sites das companhias e agências de viagens com regularidade e subscrevendo newsletters e lendo blogues do setor.

2. Itinerário

Para começar, escolha um itinerário curto. Existem cruzeiros de 3 a 5 dias a excelentes preços que podem perfeitamente ir ao encontro das suas expetativas e aguçar-lhe o gosto para mais tarde repetir a experiência num itinerário mais longo. Outra alternativa é optar por um cruzeiro desde Lisboa, sempre poupa mais um euros evitando voo para o porto de embarque.

3. Destino

Se não for muito exigente a nível de itinerário, opte por um destino menos popular onde será mais fácil encontrar um cruzeiro em conta. Os destinos mais populares, não obstante serem alvos de promoções, são também aqueles que esgotam com maior facilidade, por isso pondere a hipótese de passar as suas férias num destino menos conhecido e vai ver que consegue preços em conta… e uma viagem mais calma e relaxante.

4. Época

Se tiver disponibilidade temporal, faça o seu cruzeiro em época baixa, seja qual for o destino. Além do valor que é obviamente mais em conta do que em época alta, nos meses com menor procura as ofertas costumam ser imperdíveis, muitas vezes metade do preço que lhe custaria a viagem em época alta!

5. Cabine

Como sabe, há várias opções disponíveis no que toca a cabines no navio e uma das melhores formas de poupar dinheiro numa viagem é optar por um quarto mais em conta, apenas com uma pequena janela ou mesmo interno, por exemplo, em vez de escolher uma suite com varanda. Só que para isso, atenção, tem de reservar cedo, muito cedo, porque as opções de cabines mais baratas esgotam com facilidade.

6. Tudo incluído

Opte por um cruzeiro com tudo incluído porque assim não terá surpresas (ou sustos!), ou seja, não terá de pagar praticamente nada a mais durante as férias, no que toca a diversão, comida e bebida a bordo.

7. Excursões

Não faça as excursões pagas do cruzeiro no destino que o navio atraca. Prefira descobrir a zona por conta própria, recorrendo a operadores turísticos locais. Fica mais barato e pode ser igualmente divertido e enriquecedor. Nesse sentido, algum tempo antes da viagem, deve começar a investigar e verificar as opções a nível de excursões em terra nos pontos de paragem do navio. Há sempre um leque satisfatório, e mais em conta, de passeios disponíveis, com ou sem guia, seja de táxi, tuk tuk, jipe, bicicleta, a pé…

8. Bebidas alcoólicas

Nada de bebidas alcoólicas a bordo. E este conselho não é propriamente para evitar que apanhe uma bebedeira a bordo mas sim para evitar gastos supérfluos. É que as bebidas alcoólicas são dos itens mais caros num navio, por isso, se conseguir, resista e recorra apenas ao serviço all inclusive do cruzeiro que inclui água, chá gelado e refrescos durante as refeições. Se preferir, verifique se a sua linha de cruzeiro permite que leve álcool para bordo, pois algumas companhias deixam os passageiros levar duas garrafas de vinho ou de espumante. Se duas garrafas de vinho lhe parecem pouco pode averiguar se vale a pena comprar um pacote de bebidas alcoólicas antecipadamente. É outra forma de poupar dinheiro a bordo sem deixar de beber. Muitas companhias de cruzeiros oferecem pacotes de bebidas com tudo incluído mas, convenhamos, estes pacotes só são compensatórios para passageiros que estejam a pensar consumir mais de cinco bebidas alcoólicas por dia. Faça contas!

9. Restaurantes

Não frequente restaurantes da especialidade. E este conselho não diz respeito à qualidade da comida mas sim ao preço que lhe vão cobrar pela refeição. Não se esqueça que a sua tarifa inclui o acesso à sala de jantar e ao buffet durante todo o dia, por isso se resolver variar e experimentar outro restaurante a bordo do navio terá de pagar um custo extra.

10. Chamadas telefónicas e Internet

Evite as chamadas telefónicas e a Internet no navio. O preço desses serviços a bordo é bastante elevado e inversamente proporcional à sua qualidade, pois a Internet é muito lenta. Previna-se e veja antecipadamente com a sua operadora quais os planos de comunicação internacional mais convenientes. Em último caso, envie sms´s em lugar de efetuar chamadas. É sempre a poupar!

11. Serviços de SPA

Os serviços de SPA são outra das ofertas com custos extra de que pode abdicar, correto? Os valores são extremamente elevados, por isso deixe as massagens e os serviços de beleza para quando estiver de regresso. Se sabe que não vai resistir, então compre com antecedência, antes de embarcar, para obter valores mais competitivos.

12. Casinos

Se quer poupar dinheiro, evitar os casinos no navio é uma regra de ouro. Mais do que uma tentação, os casinos no navio podem-se tornar num vício diário e na ânsia de ganhar algum dinheiro pode acabar por perder uma fortuna. Não arrisque.

13. Lojas

Fuja das lojas dos cruzeiros a sete pés! Todos os produtos à venda a bordo são bem mais caros: seja perfumes, relógios, roupas ou até medicamentos! Se estiver de olho num artigo, opte por aguardar pelos últimos dias a bordo para o adquirir porque nessa altura já conseguiu avaliar o que realmente precisa e pode aproveitar as promoções de última hora.

14. Gorjetas

Não pague gorjetas duas vezes. Muitas companhias já incluem no preço do pacote as gratificações para bartenders e demais membros da tripulação, por isso informe-se sobre o que tem efetivamente a pagar.

15. Fotos

Evite as fotos dos cruzeiros, aquelas que começam logo à entrada e que por constrangimento ou euforia não consegue resistir… ou consegue? É que se evitar comprar as fotos da praxe do navio, tiradas nas escalas e em alguns eventos, leva uns euros consideráveis a mais para casa. Em alternativa use a sua camara fotográfica ou smartphone para captar para a posteridades esses momentos. E sorria!

E estas são apenas 15 formas de poupar dinheiro a bordo. Juntas, permitem a qualquer passageiro aproveitar as férias para se divertir em lugar de andar para trás e para frente no navio a usufruir de extras e a culpabilizar-se com os custos

Autor Convidado

Artigo escrito em exclusivo para o VagaMundos.pt por Nuno Ribeiro, Editor e Fundador do Blog dos Cruzeiros onde, desde 2009, partilha as suas viagens e experiências a bordo de navios de cruzeiro.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorVisitar Roma – o melhor de Roma num Roteiro de 2 dias
Próximo artigoBelezas Naturais da América do Sul
Anabela e Alexandre (linguista e economista), apaixonados um pelo outro e pelas viagens. Juntaram as letras e os números e criaram Vagamundos - Blog de Viagens onde partilham as suas errâncias pelo mundo e motivam todos a viajar. Autores independentes dos livros Caminho do Amor e Rostos do Oriente. Aproveitam qualquer desculpa para vaguear pelo mundo. Viveram na Alemanha, Dinamarca e EUA. Praticam trekking e lounging, alternadamente. Gostam de sujar cozinhas e conversar até altas horas. Uma vez por ano fingem que tocam djambé.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here