Trilhos da Serra de Sintra: mapas de percursos pedestres e rotas GPS

0
2034
trilhos da serra de sintra

Situada a pouco mais de 30 quilómetros de Lisboa, a Serra de Sintra é incontestavelmente um pequeno paraíso para todos os amantes da natureza e das caminhadas com percursos pedestres devidamente marcados. Já há alguns anos que somos assíduos “clientes” e podemos afirmar sem rodeios que os trilhos da Serra de Sintra são a nossa escolha de eleição para caminhadas.

É na Serra de Sintra que nos costumamos preparar para as viagens que exigem longas caminhadas, como o Caminho de Santiago, os Parques Naturais dos EUA e a Patagónia.

Neste artigo vamos partilhar os nossos trilhos da Serra de Sintra favoritos. Ambos os percursos pedestres são circulares, passam por alguns dos pontos mais emblemáticos da Serra e podem ser feitos por toda a família.

percurso pedestre serra de sintra

Trilhos da Serra de Sintra: principais pontos de interesse, fotografias dos percursos pedestres, mapas e download/descarga de ficheiros em formato GPX / KML para Google Earth, GPS e Smartphone

Podem visualizar ambos os percursos pedestres no Google Maps e efetuar o download/descarga grátis dos mapas, percursos e rotas de ambos os Trilhos da Serra de Sintra em formato GPX / KML para utilizarem no Google Earth, no vosso aparelho de GPS ou no smartphone.

Trilho da Peninha e Anta Adrenunes

Distância: 13,2 km

Circular: Sim

Dificuldade Técnica: Moderada

Este é provavelmente o nosso trilho da Serra de Sintra favorito. Como já referimos o percurso pedestre que sugerimos é circular, com início e fim no parque de estacionamento do Convento dos Capuchos (gratuito).

Os principais pontos de interesse deste percurso pedestre são a Anta Adrenunes, a Peninha e o Alto da Memória. Garantimos que as vistas sobre o atlântico da Anta Adrenunes e da Peninha valem cada gota de suor derramado. A maior parte do trilho é feita por estrada de terra batida (estradão) mas existem alguns pequenos troços “off-road” que são um pouco mais exigentes daí termos classificado o trilho como tendo dificuldade moderada.

Fotografias do Percurso Pedestre

Anta Adrenunes
Anta Adrenunes
Subida à Peninha
Subida à Peninha
Peninha
Peninha
Vista da Peninha
As fantásticas vistas da Peninha
Alto da Memória
Alto da Memória

Mapa do Trilho da Peninha e Anta Adrenunes

Trilho da Barragem do Rio de Mula e Pedra Amarela

Distância: 13,6 km

Circular: Sim

Dificuldade Técnica: Baixa

Este é o segundo trilho da Serra de Sintra que mais gostamos de percorrer. Este percurso pedestre também começa e termina no parque de estacionamento do Convento dos Capuchos mas desta feita seguimos noutra direção.

Este trilho atravessa outra zona da Serra de Sintra e tem como principais pontos de interesse a barragem do Rio de Mula, a zona da Pedra Amarela, a Pedra Monge e o Alto da Memória (ponto de interesse que partilha com o Trilho da Peninha).

O trilho é praticamente todo feito por estrada de terra batida, daí o termos classificado de dificuldade baixa. A parte mais rasgadinha é a longa subida entre a Barragem do Rio de Mula e a Pedra Monge. Apesar de longa é de salientar que o terreno é bom e o declive é pouco acentuado.

Fotografias do Percurso Pedestre

Vista da Barragem do Rio de Mula
Vista da Barragem do Rio de Mula
Barragem do Rio de Mula
Barragem do Rio de Mula
Subida para a Pedra Monge passando pela Pedra Amarela
Subida para a Pedra Monge passando pela Pedra Amarela
Posto de Vigia
Posto de Vigia
Pedra Monge
Pedra Monge

Mapa do Trilho da Barragem do Rio de Mula e Pedra Amarela

COMPARTILHAR
Artigo anteriorEstocolmo: Guia, Roteiro e Dicas de Viagem
Próximo artigoBagagem em avião: tudo o que precisa saber
Anabela e Alexandre (linguista e economista), apaixonados um pelo outro e pelas viagens. Juntaram as letras e os números e criaram Vagamundos - Blog de Viagens onde partilham as suas errâncias pelo mundo e motivam todos a viajar. Autores independentes dos livros Caminho do Amor e Rostos do Oriente. Aproveitam qualquer desculpa para vaguear pelo mundo. Viveram na Alemanha, Dinamarca e EUA. Praticam trekking e lounging, alternadamente. Gostam de sujar cozinhas e conversar até altas horas. Uma vez por ano fingem que tocam djambé.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here