Siem Reap – Guia e Dicas de Viagem

11
233
siem-reap

O motivo pelo qual milhares de pessoas visitam Siem Reap está longe de ser pela cidade em si. A razão da visita deve-se ao facto de Siem Reap ser, sem sombra de dúvidas, a base perfeita para visitar o maravilhoso complexo arqueológico de Angkor, do qual Angkor Wat é figura de cartaz, e o Tonle Sap, o lago que representa a maior extensão de água doce do sudeste asiático. Por isso não esperem encontrar na simpática cidade de Siem Reap o verdadeiro Camboja mas sim a “porta” para duas das maiores atracções turísticas do país.

Siem Reap
Fish Massage – uma massagem diferente sempre presente em Siem Reap

E não duvidem que Siem Reap tem tudo aquilo de que o viajante precisa: alojamento para todos os gostos, bons restaurantes e cafés com grande diversidade gastronómica, animação, dezenas de mercados que vendem de tudo um pouco e claro uma oferta gigantesca de opções para se visitar os templos de Angkor e o Tonle Sap (desde os tours organizados ao aluguer de bicicletas e motas para uma exploração a 100% independente).

De seguida vamos dar-vos a conhecer quais foram as nossas opções e deixar algumas dicas de viagem tiradas da nossa experiência.

De onde viemos

Viemos de Bangkok por meios terrestres. Fomos de autocarro até à fronteira da Tailândia com o Camboja (demorou cerca de 4 horas) e de táxi da mesma até Siem Reap (demorou cerca de duas horas). Saibam mais sobre esta travessia aqui.

Visto

Os portugueses precisam de visto para entrarem no Camboja. O mesmo pode ser obtido “on arrival” (à chegada) e custa 20 USD + 100 bahts, com validade de 1 mês. É necessária também uma fotografia tipo passe em formato 3X4. Para mais informações sobre a travessia fronteiriça espreitem aqui.

Cuidados de Saúde

No Camboja existe dengue e focos de malária. Infelizmente a região de Siem Reap não representa uma excepção (se bem que a malária esteja razoavelmente sobre controlo não está erradicada). Podem ler mais sobre os cuidados de saúde a ter neste artigo.


Onde dormir

A melhor zona para ficar em Siem Reap é em redor do Angkor Night Market e da Pub Street, pois é aqui que se concentram todos os serviços turísticos assim como os mercados, bares e restaurantes. Se ficarem na zona do aeroporto ou na estrada para o complexo arqueológico de Angkor (que tem muita oferta de alojamento) vão acabar por ter de pagar todos os dias um táxi ou um tuk tuk para irem até ao centro à noite.

Nos optamos por ficar no central Golden Temple Villa, uma das melhores guesthouses em que ficamos durante toda a nossa viagem no Sudeste Asiático. Um quarto duplo (double superior) com casa de banho privativa, ar condicionado e acesso gratuito a Wi-fi custou apenas 18 USD. Os quartos eram limpos, o staff do hotel simpático e atencioso e as áreas comuns excelentes, com destaque para o pequeno jardim tropical e o excelente e económico bar/restaurante onde nem sequer faltava uma mesa de snooker que se podia usar sem custos adicionais.

Onde Comer

No centro de Siem Reap e sobretudo na região da Pub Street e da Sivatha Road o que não faltam são boas opções para comer ou para relaxar na companhia de uma Angkor Beer após um longo dia de exploração pelos Templos de Angkor. Na gastronomia é imperativo provar as iguarias locais, como sejam os deliciosos Amoks (sobretudo o Fish Amok) e o Cambodian barbecue.

Para provar os Amok de peixe ou de carne (galinha ou vaca) recomendamos o restaurante do Golden Temple Villa (que pode ser frequentado mesmo que não estejam lá hospedados) que é onde encontramos a melhor relação preço/qualidade. Um “set” de Amoks (com 3 Amoks à escolha – mais do que suficiente para dois) custou-nos apenas 7 USD e eram deliciosos.

Para quem pretenda experimentar o Cambodian barbecue a nossa recomendação é o Cambodian BBQ na Pub Street, onde quem cozinha somos nós. Têm imensas opções de peixe e carne, das mais banais às mais exóticas. Nós optamos por um “set” de 5 carnes/peixe (lulas, galinha, vaca, crocodilo, cobra) com vegetais arroz e noodles que nos custou à volta dos 15 USD. Adoramos!

Compras

O melhor lugar para se “perderem” nas compras é sem dúvida alguma o Angkor Night Market. Apesar de existirem dezenas de Night Markets em Siem Reap não se deixem enganar. Este não só é o original como é aquele onde vão encontrar a oferta mais variada e os melhores preços. Excelente para quem anda à procura de artesanato local ou de qualquer espécie de souvenirs.

Entrada principal do Angkor Night Market
 Escusado será dizer que os preços inicialmente pedidos pelo vendedor estão longe de corresponder ao valor real do produto. Por isso regatear é imperativo. O preço final poderá ficar a 1/5 (ou menos) do valor inicial. Dependerá muito das vossas “skills” de negociação. Para terem uma ideia do preço justo o melhor mesmo é dar uma volta pelo mercado e ir perguntando em várias bancas os preços dos produtos em que estão interessados.

 

Templos de Angkor

Se estão em Siem Reap é porque querem visitar aquela que é apelidada da 8ª maravilha do mundo (que na nossa opinião devia estar entre as 7 escolhidas). As linhas que se seguem pretendem ajudar-vos a planear a vossa visita ao complexo arqueológico de Angkor.

Bilhetes

Existem três opções de bilhetes, que dão acesso a todos os templos do complexo: 20 USD para 1 dia, 40 USD para passe de 3 dias e 60 USD para passe de 7 dias. A bilheteira abre das 4h30 as 17h30 e é importante mencionar que se comprarem bilhete depois das 16h45 o mesmo é também válido para o dia seguinte (útil para quem quer ir ver o pôr-do-sol no Angkor Wat). Caso pretendam o passe de 3 ou de 7 dias é necessário levar uma fotografia tipo passe. No caso do bilhete diário eles tiram uma fotografia digital na hora.

Transporte

O complexo de Angkor não só é gigantesco como ainda dista de cerca de 8 kms de Siem Reap. Para terem uma ideia alguns dos templos distam em mais de 30 kms do majestoso Angkor Wat (como é o caso do Banteay Srei, na nossa opinião um dos templos mais bonitos).

Por isso a melhor (e mais económica) maneira de visitar o complexo de Angkor, é recorrendo a um tuk tuk ou alugar uma mota ou bicicleta (é importante ter noção que a opção bike implica pedalar muitos kms e que acima de tudo limita muito aquilo que se consegue visitar num dia – é uma opção boa mas é preciso tempo).

Nós optamos pelo tuk tuk. Pagamos 20 USD pelo dia inteiro, pelo que eles designam de “small tour” (que inclui o Angkor Wat e os templos mais próximos deste) mais o Banteay Srei que implica uma viagem de 70 kms ida e volta (o “small tour” custava apenas 10 USD). Para terem uma ideia do complexo de Angkor vejam este mapa. O nosso motorista de tuk tuk foi o Keo Vuthy, e só podemos dizer bem. Fomos nós que decidimos os templos a visitar e o tempo de paragem nos mesmos e o Keo foi sempre muito atencioso, simpático e informativo.

A prova de que gostamos do serviço é que voltamos a recorrer aos seus serviços para irmos ao Tonle Sap. Aqui deixamos os seus contactos para quem venha a ter interesse (email: vuthykeo79@yahoo.com tel: (+855) 99525959).

Tonle Sap

Para irmos de Siem Reap até ao cais de embarque do Tonle Sap, onde é possível comprar um “boat tour” pelas aldeias flutuantes do lago, voltamos a recorrer ao Keo e ao seu tuk tuk. Pagamos 7 USD ida e volta pelos dois (Tonle Sap fica a cerca de 35 kms de Siem Reap). Quanto ao “boat tour” custou-nos 25 USD por um barco para apenas nós os dois (duas horas de tour).

Seguindo Viagem

De Siem Reap fomos para Phnom Penh, a capital do Camboja, de mini bus. Pagamos 8 USD por pessoa e a viagem demorou cerca de 6 horas.

11 COMENTÁRIOS

  1. Olá VagaMundos, nós ainda estamos a decidir rotas. No início o objectivo era Tailândia clássica, pensámos em Kanchanaburi, entre outros… e entre tanta pesquisa surgiu Angkor Wat.
    A questão é: vale mesmo a pena deixar a Tailândia, e gastar 2 dias (mínimo não?) p/ver este local?

    Por favor respondam, e muito muito obrigada pelas informações! Sem dúvida imprescindiveis 🙂
    Bem hajam! Boas viagens *

  2. Olá Maria! Na nossa opinião vale mesmo a pena sairem da Tailandia e irem a Siem Reap para visitarem o Angkor Wat. É sem dúvida alguma a maior maravilha do Sudeste Asiatico e um dos mais belos locais que já visitamos no mundo. Se forem vão adorar!
    Se estão curtos de tempo podem sempre voar para Siem Reap de Bangkok. Se forem por via terrestre (de autocarro, como nós fizemos) demora cerca de 6/7 horas o percurso (vejam o nosso post sobre a travessia Bangkok-Siem Reap). Precisam no minimo de um dia inteiro para visitar os templos principais, mas se poderem ficar mais um dia ainda usufrem mais 🙂

    Se precisarem mais informação não hesitem em perguntar!
    Boas Viagens!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here