Trilhos de Mértola: mapas de percursos pedestres e rotas GPS

0
593
Trilhos de Mértola

A privilegiada localização da histórica vila de Mértola, bem no coração do Parque Natural do Vale do Guadiana, faz dela a base perfeita para explorar este maravilhoso polo de biodiversidade, ao qual o lince ibérico chama de casa. E a boa notícia, para quem gosta de caminhadas, é que não só existe uma vasta oferta de percursos pedestres, como os trilhos de Mértola estão muito bem marcados.

No total são dez os percursos pedestres assinalados no concelho de Mértola e podemos garantir que há oferta para todos os gostos, desde trilhos rasgadinhos a percursos aptos para toda a família.

A convite do Turismo de Mértola fomos conhecê-los a todos, tendo percorrido os três mais emblemáticos na sua totalidade e em completa autonomia, para assim podermos auferir do seu grau de dificuldade e da qualidade da sinalização.

Neste artigo vamos mostrar-vos os pontos mais emblemáticos dos trilhos de Mértola que percorremos e partilhar os mapas e rotas GPS dos respetivos percursos pedestres para que possam planear as vossas caminhadas pelo deslumbrante Parque Natural do Guadiana.

Trilhos de Mértola (Parque Natural do Vale do Guadiana): como chegar, principais pontos de interesse, fotografias dos percursos pedestres, mapas e download/descarga de ficheiros em formato GPX / KML para Google Earth, GPS e Smartphone

Podem visualizar os três trilhos de Mértola (percursos pedestres) no Google Maps e efetuar o download/descarga grátis dos mapas, percursos e rotas dos três trilhos de Mértola em formato GPX / KML para utilizarem no Google Earth, no vosso aparelho de GPS ou no smartphone.

Trilhos de Mértola: listagem e localização de todos os percursos pedestres do Parque Natural do Vale do Guadiana

PR1 – Guadiana, o grande rio do sul

Distância: 10km (ida e volta)

Circular: não

Dificuldade Técnica: Baixa

Ponto de Partida/Chegada: Poço dos Dois Irmãos

Coordenadas GPS: N37 38 03.1 W7 40 22.0

Este é o único dos trilhos de Mértola que se pode iniciar no centro da vila, o que o torna ideal para aqueles que estão sem viatura própria. O ponto de partida/chegada do percurso pedestre é o Poço dos dois Irmãos que dista a somente 1,5km do centro de Mértola na direção da estrada que segue para o Algarve.

O Trilho segue sempre por estrada de terra batida e brinda os caminhantes com soberbas vistas da vila de Mértola e do rio Guadiana, claramente a grande estrela deste percurso pedestre. É uma caminhada boa para toda a família e que permite desfrutar com tranquilidade da paisagem natural do vale do Guadiana.

Fotografias do Percurso Pedestre

Poço dos Dois Irmãos
O primeiro vislumbre do Guadiana
A soberba vista de Mértola

O tranquilo Guadiana

Mapa do Trilho/ Percurso Pedestre PR1 (Guadiana, o grande rio do sul)


PR9 – Entre o Escalda e o Pulo do Lobo

Distância: 6km

Circular: sim

Dificuldade Técnica: Média/Alta

Ponto de Partida/Chegada: Monte do Guizo (Anta das Pias)

Coordenadas GPS: N37 48 53.9 W7 38 58.9

Em nossa opinião este é o trilho rei do Parque Natural do Vale do Guadiana. Se só poderem fazer um dos trilhos de Mértola não hesitem e optem pelo PR9.

Para lá chegarem é preciso viatura própria, visto que não existe transportes públicos e o início/fim do trilho está situado a cerca de 35km da vila de Mértola. Para lá chegar basta sair de Mértola pela estrada que segue em direção a Beja e seguir as indicações das placas (que surgem muito a miúde).

O ponto alto deste percurso pedestre é a cascata do Pulo do Lobo, mas para lá se chegar é preciso caminhar pelas agrestes terras de xisto do Guadiana selvagem.

Até ao Moinho de Escalda o trilho segue por caminho de terra batida acessível a todos. É a partir do dito moinho que o terreno se torna sinuoso sendo aconselhável apenas a caminhantes minimamente experimentados. O trilho bordeja as margens do Guadiana, numa área completamente selvagem, que encanta qualquer amante da natureza.

Apesar de exigente, o trilho encontra-se muito bem marcado. Como já referimos, a partir do Moinho de Escalda o terreno torna-se muito rochoso, o que exige atenção redobrada por parte do caminhante de forma a evitar escorregadelas.

Na zona da cascata do Pulo do Lobo existe um pequeno parque de merendas, ideal para repor forças com o som da cascata como banda sonora. O regresso ao ponto de partida é novamente feito por estradão. É sempre a subir mas não apresenta qualquer tipo de dificuldade.

Tip: logo no início do percurso é possível visitar a pequena Anta das Pias. Contudo a mesma não fica no trilho propriamente dito. Para darem com ela é preciso subir a um pequeno monte, localizado no lado esquerdo de quem desce, e procurarem um pouco entre o matagal. Uma espécie de caça ao tesouro para estimular os sentidos antes da caminhada.

Fotografias do Percurso Pedestre

Início do PR9
A descer todos os santos ajudam
A partir daqui o terreno torna-se muito irregular. Olho aberto!
“Enjoying the View”

Cascata do Pulo do Lobo

Anta das Pias
Anta das Pias

Mapa do Trilho/ Percurso Pedestre PR9 (Entre o Escalda e o Pulo do Lobo)


PR10 – Rota do Minério – Minas abandonadas de São Domingos

Distância: 16km

Circular: sim

Dificuldade Técnica: fácil

Ponto de Partida/Chegada: Mina de São Domingos

Coordenadas GPS: N37 40 10.9 W7 29 43.9

Quem passa pelo concelho de Mértola não pode deixar de visitar a área mineira de São Domingos (a cerca de 20km de Mértola), que conta com indícios de exploração de minério desde a antiguidade. A sua exploração moderna iniciou-se em 1858 por iniciativa da companhia de mineração “Mason & Barry” e manteve-se até 1966 (exploração de cobre, zinco, chumbo e enxofre).

A Rota do Minério desafia o caminhante a percorrer o antigo complexo mineiro, passando por vários edifícios abandonados que parecem tirados de um filme do Mad Max, até chegar à pequena aldeia de Santana de Cambas. O regresso à aldeia da Mina de São Domingos é feita por antigos trilhos de contrabando.

O trilho segue quase sempre por estrada de terra batida mas não podemos deixar de observar que existem pequenos troços, na parte final do percurso, em que fomos “obrigados” a caminhar pelas bermas da estrada (sem movimento). Este foi para nós o ponto negativo do percurso.

Nota: a distância indicada no folheto do PR10 é de 14km. No entanto, de acordo com o nosso GPS, caminhamos cerca de 16km. Este foi o único trilho em que encontramos discrepância entre a distância, dita oficial e a registada pelo nosso aparelho.

Fotografias do Percurso Pedestre

Mina de São Domingos

Estradão
As cores das águas contaminadas pelos minérios
Estação da Moitinha
Achada do Gamo (fábricas de enxofre)
A melhor vista sobre as minas de enxofre
A caminho da aldeia de Santana de Cambas
Aldeia de Santana de Cambas
Trilhos de contrabando no regresso à aldeia da Mina de São Domingos
Mina a céu aberto

Mapa do Trilho/ Percurso Pedestre PR10 (Rota do Minério)


COMPARTILHAR
Artigo anteriorVisitar Mértola: Guia e Dicas de Viagem
Próximo artigoMachu Picchu: visitar a cidade perdida dos Incas
Anabela e Alexandre (linguista e economista), apaixonados um pelo outro e pelas viagens. Juntaram as letras e os números e criaram Vagamundos - Blog de Viagens onde partilham as suas errâncias pelo mundo e motivam todos a viajar. Autores independentes dos livros Caminho do Amor e Rostos do Oriente. Aproveitam qualquer desculpa para vaguear pelo mundo. Viveram na Alemanha, Dinamarca e EUA. Praticam trekking e lounging, alternadamente. Gostam de sujar cozinhas e conversar até altas horas. Uma vez por ano fingem que tocam djambé.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here