Aldeias históricas do Gerês que tem mesmo de visitar

Aldeias-Aldeias-Historicas-do-Gerês-o-que-visitar

Visitar as Aldeias Históricas do Parque Nacional da Peneda Gerês é a promessa duma viagem às raízes do nosso Portugal. Para fugir da azáfama da cidade, da inclemência dos ponteiros do relógio e da imposição constante da tecnologia, nada como uma escapadinha às mais bonitas aldeias do Gerês.

Aldeias GerêsRefastele-se com dias diferentes em pura ruralidade. Respire o ar puro das montanhas. Encha a vista de maravilhas naturais, da paleta de tons de verde do azevinho, de matizes violeta dos lírios do Gerês. Escute o murmurejar das águas dos inúmeros rios e ribeiros que cortam as Serras da Peneda, do Soajo, da Amarela e do Gerês e desabam em cascatas e lagoas idílicas.

Aldeias do GerêsAventure-se por um dos muitos trilhos do Gerês e perca o fôlego com paisagens de montanha das mais exuberantes do mundo. Descubra património cultural singular. Entre na alma da identidade portuguesa.


Está a preparar uma viagem ao Parque Nacional da Peneda Gerês? Então não deixe de ler o nosso Roteiro do Gerês


Visitar as Aldeias Históricas do Gerês

Aldeias do GerêsAs Aldeias Históricas do Gerês são lugares perfeitos para enaltecer a alma e revigorar o espírito.

Estas Aldeias Históricas do Gerês parecem terras perdidas no tempo. São um mundo à parte, com o qual infelizmente perdemos o contacto. Estes são os lugares onde se preservam os verdadeiros valores de viver em comunidade, onde resistem a pulso tradições vivas que o tempo ameaça perdermos.

Aldeias GerêsA atividade humana e a natureza integram-se harmoniosamente. As estações ditam o ritmo da vida, tanto para os homens como para os animais. A ancestral transumância, em que homens e animais desciam às inverneiras nos meses frios e subiam às brandas no verão, sempre em busca de verdes pastagens. Na primavera semeia-se, no verão colhe-se, no outono arrecada-se para o frio do inverno que depressa chega.

Aldeias do GerêsAqui anda-se a cavalo num burro, acarta-se lenha, cozinha-se ao borralho em panela de ferro, sova-se o pão, pisa-se o vinho. As mãos gretadas tanto empunham o cabo duma enxada como alindam alvos panos de linho em bordados de mil cores. Há aqui segredos que só os pastores conhecem. Com sorte, ainda se pode deparar com uma manada de garranos a correr livres e selvagens nas montanhas ou de barrosãs e cachenas a pastar impávidas e serenas.

Aldeias GerêsMuitas vezes, esta simplicidade é a fonte à qual os nossos sonhos de serenidade vão beber a água. Por isso, visitar uma das Aldeias Históricas do Gerês é viver uma experiência autêntica, sem pressas.

Castro Laboreiro

Castro Laboreiro - Aldeias GerêsCastro Laboreiro é uma das mágicas Aldeias Históricas do Gerês que mais gostamos. É uma pequena vila fortificada do concelho de Melgaço, na fronteira com a Espanha, no norte mais alto de Portugal. Devido à localização geográfica isolada, Castro Laboreiro conseguiu manter intactas muitas das suas tradições da cultura Castreja. Preservam-se fornos comunitários, espigueiros e moinhos, o fumeiro e a arte de fazer enchidos e queijo. Este é o berço duma tradição única no nosso país, as “viúvas dos vivos”. A vaca cachena, raça única da região, pasta livre sempre guardada pelo fiel cão de Castro Laboreiro.

Não faltam pontos de interesse, recantos naturais a desvendar e atividades para ocupar dias inteiros na vila, nas montanhas e no Rio de Castro Laboreiro. No património histórico destacam-se o castelo, a igreja medieval, o museu etnográfico e o núcleo megalítico. O Castelo de Castro Laboreiro lembra um passado de batalhas e tempos de conquista. Na igreja medieval de Santa Maria da Visitação destacam-se a pia batismal e o relógio de sol. Escolha um dos muitos trilhos pedestres na vila que o vão levar a conhecer pontes românicas e medievais ainda intactas.

A não perder em Castro Laboreiro

Castelo de Castro Laboreiro | Igreja Matriz Santa Maria da Visitação | Núcleo Museológico de Castro Laboreiro (antiga Fábrica de Chocolates de Caravelos) | Miradouro | Canil do Cão Castro Laboreiro | Necrópole Megalítica de Castro Laboreiro | Gravuras Rupestres do Feiral | Trilho Castrejo | Moinhos de Castro Laboreiro | Pontes Medievais e Românicas

Onde comer em Castro Laboreiro

Restaurante da Albergaria Miracastro | Miradouro do Castelo | Restaurante da Serra

Onde ficar a dormir em Castro Laboreiro

Miradouro do Castelo | Hotel Miracastro | Hotel Castrum Villae – Walk Hotels | Moinhos do Poço Verde

Pitões das Júnias

Pitões das Junias - Aldeias do GerêsA altaneira aldeia de Pitões das Júnias (localizada a 1100 metros de altitude) é uma das Aldeias Históricas mais tradicionais e pitorescas do Gerês transmontano, no concelho de Montalegre. À medida que caminhamos pelas suas ruelas estreitas é virtualmente impossível não nos deixarmos apaixonar pelas suas típicas casas de granito e pela sensação de paz absoluta. O encantamento continua quando provamos as iguarias, nomeadamente o presunto e fumeiro, tidos como os melhores da região, acompanhado de pão de Pitões acabado de cozer.

A uns meros 2 km da aldeia, é imperativo visitar as ruínas do enigmático Mosteiro de Santa Maria das Júnias, o mosteiro cisterciense mais isolado que se tem conhecimento. Imperdível é também a imponente Cascata de Pitões das Júnias. A caminhada vale muito a pena pela envolvente natural de rara beleza dos carvalhais e afloramentos graníticos das montanhas. E pelo exercício físico!

A aldeia é sossegada mas quem cá vive não molenga. Diz-se destas gentes que eram aguerridas e resistiram às investidas castelhanas com garra. Não resistiu o castelo nem o mosteiro. Não resistiu sequer a república ancestral, regime de regras comunitárias por que se pautavam os pitonenses. Desse legado comunitário restam a corte do boi do povo, atual polo do ecomuseu, o forno comunitário, o canastro e o moinho.

A não perder em Pitões das Júnias

Mosteiro de Santa Maria das Júnias | Cascata de Pitões das Júnias | Igreja de São Rosendo | Capela de São João da Fraga | Capela do Anjo da Guarda

Onde comer em Pitões das Júnias

Casa do Preto | Restaurante Dom Pedro Pitões | Taberna Terra Celta | Padaria Pitões

Onde ficar a dormir em Pitões das Júnias

Casa do Preto | Casa da FonteCasa D’Campo Ferreira

Lindoso

A Aldeia Histórica do Gerês que se segue é o Lindoso, no concelho de Ponte da Barca. Célebre pelo seu castelo e pelo maior conjunto de espigueiros da Península Ibérica. Uma visão francamente impressionante. A eira que se espraia junto ao altaneiro castelo de Lindoso guarda uns admiráveis 60 espigueiros, os pequenos celeiros que testemunham a vida comunitárias destas aldeias. Conselho de amigo: prepare bem as suas câmaras fotográficas pois este é um dos locais mais intagramáveis do Gerês!

Aldeias do Gerês - LindosoAs gentes ocupam os dias a cuidar do gado e dos campos, ou a fazer encantadoras peças de artesanato que não vai resistir a trazer para casa. Muito perto da aldeia, a Barragem do Alto Lindoso que alterou a paisagem, já de si bela, criou um fantástico e enorme lago azul. Aceite o convite da envolvente natural para longas caminhadas e descubra cascatas e poços da região que só as gentes locais conhecem.

A não perder no Lindoso

Castelo de Lindoso | Espigueiros do Lindoso | Núcleo Museológico do Castelo | Cruzeiro do Castelo | Cruzeiro do Largo do Destro | Igreja Matriz ou de São Mamede | Fonte da Tornada | Lugar de Parada | Monte da Madalena | Barragem do Alto Lindoso

Onde comer no Lindoso

Restaurante Lindoverde | Café Restaurante Mó (Parada)

Onde ficar a dormir no Lindoso

Casa do Assento – Castelo | RH Casas de Campo Design (Parada) | Casa da Fecha (Parada)

Soajo

Aldeias do Gerês - SoajoNum cenário natural único e deslumbrante do Parque Nacional da Peneda-Gerês, abriga-se a aldeia do Soajo, uma das Aldeias Históricas do Gerês que deve visitar. Soajo tem património, beleza paisagística e tradições que vai querer descobrir. Uma aldeia-escola, uma lição das nossas raízes mais populares – aqui nasceu o grito de socorro “Aqui d’El Rei”. Povoação milenar pertencente ao concelho de Arcos de Valdevez, distrito de Viana do Castelo, é célebre pelos seus espigueiros. São nada mais, nada menos do que 24, os espigueiros que compõem a Eira Comunitária de Soajo e podemos afiançar que vê-los ao vivo consegue superar as expectativas.

Mas o Soajo tem muito mais que espigueiros. Não saía desta pequena aldeia serrana sem percorrer com calma as empedradas ruelas que culminam no Largo do Eiró. Descubra o peculiar pelourinho, garantimos que não viu outro igual, ouça as histórias da boca do povo sobre o Ti Sarramalho e a tradição do “saber ao borralho”, afague um Cão Sabujo da Serra do Soajo, vá a banhos no Poço Negro, trilhe a calçada medieval. E as possibilidades de ocupar os dias não se esgotam aqui.

A não perder no Soajo

Espigueiros do Soajo | Largo do Eiró | Pelourinho do Soajo | Igreja Matriz de São Martinho de Soajo | Porta do Mezio | Poço Negro

Onde comer no Soajo

Restaurante Videira | Restaurante Espigueiro do Soajo | Saber ao Borralho

Onde ficar a dormir no Soajo

Casa do Adro | Casa da Gandarela | Casa de Bairros | Casa de RioBom

Germil

Aldeias do Gerês - GermilIncrustada em plena Serra Amarela, a aldeia de Germil é uma das Aldeias Históricas mais típicas do Gerês. Esta aldeia serrana, bordejada por socalcos e por imponentes penedos, ainda conserva o ambiente rural e vivência comunitária de outrora e é para nós uma das maiores pérolas do Parque Nacional da Peneda-Gerês. É literalmente, viajar no tempo de olhos abertos. Perca-se nas castiças ruas, tagarele com as gentes e sinta o aroma fortemente perfumado da aldeia quando em maio desabrocham centenas de rosas nos jardins das típicas casas. Germil cheira a rosas. É assim que ficará para sempre gravada na nossa memória.

Vista a pele de explorador e parta à aventura nas montanhas em redor. Tem que ver com os seus próprios olhos uma obra de engenharia e arquitetura única em Portugal: o Moinho de Portomalho. Descubra o mais extenso fojo do lobo com 1400 metros de comprido no vale do rio Germil. Ou as antigas silhas dos ursos – pode ser que com o regresso do urso pardo ao Gerês voltem a ser úteis para proteger as colmeias desses enormes glutões.

Passe um serão naquela quietude a ouvir os sons da noite e a apreciar um céu de mil estrelas. Verá que é nada menos do que mágico! Palavra de VagaMundos.

A não perder em Germil

Igreja Matriz de Germil | Espigueiros | Relógio de Sol do Germil e do Espigueiro | Trilho da Aldeia | Fojo do Lobo | Silhas de ursos | Miradouro do Fragão | Cascata Portavense | Moinho de Portomalho

Onde comer em Germil

Café Danaia | O Abocanhado (Brufe)

Onde ficar a dormir em Germil

Casa Real Danaia | Picoto House | Casa da Tomada

Sistelo

Aldeias do Gerês - SisiteloO Sistelo é uma das Aldeias Históricas do Gerês, no concelho de Arcos de Valdevez, que mais nos roubou o coração. Ganhou o epíteto de Pequeno Tibete Português pela beleza arrebatadora dos socalcos que transformam a encosta da montanha numa tela ondulante de tonalidades verdes.

É uma das aldeias vencedoras das 7 Maravilhas de Portugal, e merece bem o prémio. Uma autêntica meca dos trilhos pedestres e são precisos dias para abarcar toda a beleza da rústica aldeia rodeada de terraços, bosques encantados, brandas e cortelhos. Os Passadiços do Sistelo colocaram-na na passadeira vermelha da fama e é a primeira aldeia a ser declarada Monumento Nacional.

O Sistelo é um cenário digno de filme. Não por causa de monumentos, mas pela riqueza natural e cultural. Daqueles lugares que só nos traz boas memórias. Os aldeões são os melhores embaixadores da terra. Gentes com as quais nos perdemos à conversa sem darmos conta do tempo passar. De resto tem um castelo que não é castelo, uma igreja que só se chama matriz, um café onde fica bem dizer bom dia a quem está (é o mínimo!), um casario castiço de pequenas casas de granito, o aconchego das ruas estreitas. Ou seja, é perfeita para desligar e ligar-se ao que mais importa.

A não perder no Sistelo

“Castelo do Sistelo” | Igreja Matriz do Sistelo | Socalcos | Passadiços do Sistelo | Trilho das Brandas de Sistelo | Ponte Romana e Moinho | Miradouro do Chã da Armada

Onde comer no Sistelo

Restaurante Cantinho do Abade | Tasquinha Ti’ Mélia

Onde ficar a dormir no Sistelo

Casa da Ferreirinha | Casa da Avó | Casa do Avô | Casa de Sistelo

Gavieira

Aldeias do Gerês - GavieiraProvavelmente nunca ouviu falar da aldeia da Gavieira. Mas se lhe falarmos de romarias ao Santuário da Nossa Senhora da Peneda é capaz de perceber porque é que a Gavieira é uma das Aldeias Históricas do Gerês a visitar. Se lhe somarmos a Cascata da Peneda, um véu branco de 30 metros de quedas de água que adornam a laje polida da Fraga da Meadinha, já percebe porque merece destaque.

Mais antiga que Portugal, o isolamento da região acabava por servir também de defesa natural às gentes. É que, destes lugares remotos e recônditos poucos tinham conhecimento, e menos ainda se atreviam a tomar. Mas, isolada não significada despojada de encanto e potencial para dias de descanso memoráveis. Visite as aldeias de Rouças e de Tibo. Em Tibo, peça direções para a Lagoa dos Antigos, mais conhecida como a Lagoa dos Druídas, uma das mais belas e desconhecidas do Gerês. Ou suba os socalcos em direção às brandas e maravilhe-se com paisagens de tirar o fôlego das Serras da Peneda, do Soajo e de Laboreiro.

A não perder na Gavieira

Santuário da Nossa Senhora da Peneda | Cascata da Peneda | Capela de São Bento do Cando | Trilho Tibo-Lagoa dos Druidas | Aldeia de Rouças | Aldeia de Tibo

Onde comer na Gavieira

Café Central (Rouças) | Café Padaria O Padeiro (Rouças)

Onde ficar a dormir na Gavieira

Peneda Mountain Cottage | Casas da Peneda – Gerês | Casa do Oscar

Fafião

Aldeias do Gerês - FafiãoA aldeia de Fafião, em Montalegre, é uma terra de fábula dentre as Aldeias Históricas do Gerês. Para autêntico retiro no meio da natureza, não há melhor. Dias aqui passados são inspiração garantida para imaginações férteis arrancarem as palavras mágicas dum conto como “Fafião e o Lobo”. O rebelde rio Fafião corre para aquelas bandas e guarda maravilhas secretas que só os pastores conhecem. As suas lagoas continuam no segredo dos deuses e só os mais audazes ousam a ir ao seu encontro.

Fafião é uma autêntica aldeia de vida comunitária, de usos, costumes e tradições. Ainda se pratica a vezeira, regra comunitária que determina que pastor há-de guardar o vivo da aldeia à vez, lá pela montanha, orientados pelas mariolas. E tempos houve em que não havia vivalma que não ajudasse a subir o muro do fojo dos lobos com pedras e o próprio suor. O fojo ainda lá está. O intuito da ancestral construção era dar caça ao lobo, visto como inimigo por roubar sustento à povoação ao atacar os rebanhos. Mas isso foi lá no passado. A Aldeia do Lobo fez as pazes com esse temível predador que tão bem conhece e, inclusivamente, escolheu-o como símbolo, dedica-lhe um festival e sabe que hoje tem que ser defendido.

Fafião é uma base excelente para quem quer aliar um retiro para repouso ou exploração da natureza em estado selvagem, com as cascatas mais afamadas do Gerês. A Cascata do Tahiti, fica ali a pouco mais de três quilómetros. Aproveite e vá até à aldeia de Xertelo para conhecer um dos lugares mais idílicos do Gerês, as 7 Lagoas. Pelo caminho pare em Pincães e descubra outra queda de água que é uma autêntica maravilha da natureza.

A não perder em Fafião

Fojo dos Lobos | Ecomuseu de Barroso | Trilho Fojo de Fafião | Trilho da Vezeira de Fafião |Rio Fafião

Onde comer em Fafião

Restaurante Fojo dos Lobos | Área Protegida

Onde ficar a dormir em Fafião

Não existem grandes opções de alojamento em Fafião mas se perguntar no Café ou no Restaurante Fojo dos Lobos dão-lhe uma ajuda. Como alternativa pode ficar na fantástica Quinta do Bento, em Vieira do Minho, que fica a menos de 20km de distância de Fafião. É um dos nossos alojamentos de turismo rural favoritos no Gerês.

Mapa com a localização das Aldeias Históricas do Gerês


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa das Aldeias Históricas do Gerês

Outros artigos do Gerês

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide encontra sempre os melhores tours locais e pode ainda saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem da World Nomads. São rápidos e fáceis de fazer, são a 100% especializados em viagens e apresentam sempre os melhores rácios custo-benefício do mercado.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize o Skyscanner para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o Rentalcars. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog “VagaMundos” a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.