Roteiro Aldeias Históricas de Portugal: o que visitar e onde ficar

Roteiro Aldeias Históricas de Portugal: o que visitar

Visitar as Aldeias Históricas de Portugal é não só a promessa duma viagem às raízes da nação lusa, mas também a certeza de dias ímpares num ambiente de puro bucolismo, guarnecido pelas maravilhosas paisagens do Centro de Portugal.

São 12 as aldeias que fazem parte da rede de Aldeias Históricas de Portugal e cada uma delas tem uma história única para lhe contar.

Roteiro Aldeias Históricas de Portugal: o que visitarPor entre as ondulantes montanhas da Beira Interior, por terras onde ainda se escuta o silêncio, esconde-se muito mais do que os casarios medievais, as poídas calçadas ou as altaneiras fortalezas, silenciosas testemunhas de épicas batalhas. Escondem-se, acima de tudo, misteriosas lendas, tradições seculares e artes e ofícios de outros tempos, à espera de serem (re)descobertos por si.

Roteiro Aldeias Históricas de Portugal: o que visitarSe precisa de fazer uma pausa da azáfama citadina, faça log off das redes sociais e vá percorrer os passos dos nossos egrégios avós embalado pelas maravilhas naturais beirãs. É simplesmente perfeito para recarregar baterias!

Para lhe dar uma mãozinha, preparamos um roteiro de 5 dias para visitar todas as Aldeias Históricas de Portugal. Nele vai encontrar não só os nossos locais e atividades favoritas em cada uma das aldeias, mas também muitas dicas práticas que lhe vão facilitar a logística.

Roteiro Aldeias Históricas de Portugal: o que visitarClaro que não tem de visitar todas as Aldeias Históricas de Portugal numa só visita. Pode perfeitamente dividir este roteiro em várias partes e fazer duas ou três escapadinhas distintas. Já a pensar nisso vamos também dar-lhe algumas sugestões de escapadinhas pelas Aldeias Históricas de Portugal. Prepare-se para uma mágica viagem no tempo!

Conteúdo deste Artigo

Quando visitar as Aldeias Históricas de Portugal?

Roteiro Aldeias Históricas de Portugal: o que visitarAs Aldeias Históricas de Portugal podem ser visitadas ao longo de todo o ano, até porque cada estação revela uma face diferente da região beirã. Posto isto, a escolha da melhor altura para visitar as aldeias históricas de Portugal depende muito dos seus interesses.

A primavera e o outono são as estações perfeitas para aliar atividades na natureza, como sejam caminhadas ou BTT, com a visita às aldeias.

No verão o calor aperta (e bastante), mas as aldeias enchem-se de vida, fruto das coloridas festas populares. E, por perto, há sempre uma praia fluvial para se refrescar.

Já no inverno, as aldeias ganham todo um novo charme. O nevoeiro e a neve (quando a há) conferem-lhes uma áurea de misticismo e sabe tão bem o aconchego da lareira depois de um dia bem passado a desvendar os seus segredos.

Quais são (e onde ficam) as Aldeias Históricas de Portugal?

Roteiro Aldeias Históricas de Portugal: o que visitarAs 12 Aldeias Históricas de Portugal encontram-se na antiga região da Beira Interior, bem no Centro de Portugal. As localidades inseridas na rede das Aldeias Históricas de Portugal são as seguintes:

Almeida | Belmonte | Castelo Mendo | Castelo Novo |Castelo Rodrigo| Idanha-a-Velha | Linhares da Beira | Marialva | Monsanto | Piódão | Sortelha | Trancoso

Se seguir o nosso roteiro, não só vai ficar a conhecê-las todas como ainda vai ter a oportunidade de visitar outras aldeias vizinhas, que bem que podiam estar inseridas na rede das Aldeias Históricas de Portugal.

Curiosidade: apenas 6 das 12 Aldeias Históricas de Portugal são presentemente aldeias. Almeida, Belmonte, Castelo Novo, Castelo Rodrigo e Monsanto ostentam hoje o estatuto de vilas e Trancoso até já foi elevada a cidade.

Mapa com a localização das Aldeias Históricas de Portugal


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa das Aldeias Históricas de Portugal.

Onde ficar a dormir na sua visita às Aldeias Históricas de Portugal? Sugestões de alojamento

A primeira grande decisão a tomar quando se começa a planear uma viagem às Aldeias Históricas de Portugal, é escolher os locais onde ficar alojado.

Tendo em conta que as Aldeias Históricas de Portugal estão muito dispersas geograficamente, recomendamos que divida as noites de hospedagem por várias localidades. Claro que, se dividir o nosso roteiro em várias escapadinhas, pode montar base numa só localidade e fazer os seus passeios a partir daí.

Independentemente da sua opção, é importante referir que em todas as Aldeias Históricas de Portugal encontra boas soluções de Turismo Rural. Se preferir um alojamento mais convencional (ou seja um hotel), é melhor olhar para as cidades da Covilhã, Fundão e Guarda. Mas, em nossa opinião, não há nada que bata a experiência de ficar a dormir numa das aldeias.

Clique nos links abaixo para procurar alojamento nas respetivas localidades e opte sempre por reservar unidades hoteleiras que permitam o cancelamento, não vá ter algum imprevisto.

Alojamento nas Aldeias Históricas de Portugal

Almeida | Belmonte | Castelo Mendo | Castelo Novo |Castelo Rodrigo | Idanha-a-Velha | Linhares da Beira | Marialva | Monsanto | Piódão | Sortelha | Trancoso

Alojamento em cidades perto das Aldeias Históricas de Portugal

Covilhã | Fundão | Guarda

Por último queremos salientar que ao longo do roteiro vamos sugerir-lhe os nossos alojamentos favoritos para cada um dos dias – testados e aprovados por nós – que apresentam a melhor relação qualidade-preço.

Roteiro de 5 dias pelas Aldeias Históricas de Portugal – o que ver e fazer

Roteiro Aldeias Históricas de Portugal: o que visitarO nosso roteiro para visitar as Aldeias Históricas de Portugal tem início em Linhares da Beira e termina em Piódão. Mas claro que pode fazer o mesmo na ordem inversa sem qualquer problema, ou até mesmo começar em qualquer uma das outras Aldeias Históricas de Portugal e a partir daí desenhar o seu próprio roteiro.

Como já referimos atrás, para além da visita às 12 Aldeias Históricas de Portugal, vamos ainda sugerir que visite mais quatro encantadoras localidades que ficam em caminho.

Roteiro Aldeias Históricas de Portugal: o que visitarQueremos também sublinhar que o número de dias que sugerimos para este roteiro pelas Aldeias Históricas de Portugal pressupõe que a viagem seja feita com viatura própria e não inclui os dias de viagem do local de origem para a região da Beira Interior.

Na verdade, visitar as Aldeias Históricas de Portugal sem carro ou mota é virtualmente impossível de realizar, visto que não existe oferta regular de transportes públicos para muitas das aldeias. Se estiver sem viatura própria, o melhor é alugar um carro.

Roteiro Aldeias Históricas de Portugal: o que visitarPor último, queremos relembrá-lo que pode perfeitamente dividir este nosso roteiro pelas Aldeias Históricas de Portugal em duas ou três escapadinhas. Mais à frente vamos apresentar-lhe algumas sugestões nesse sentido.

Roteiro visitar Aldeias Históricas de Portugal: 1º Dia


Linhares da Beira – (Folgosinho) – Trancoso – (Penedono)


Linhares da Beira

Começamos o nosso roteiro pelas Aldeias Históricas de Portugal com uma visita à aldeia de Linhares da Beira, localizada no Parque Natural da Serra da Estrela.

Esta aldeia medieval, que recebeu o primeiro foral da mão de D. Afonso Henriques em 1169, é um verdadeiro museu a céu aberto e deambular pelas suas ruas e ruelas, ladeadas de casas de granito, é uma verdadeira viagem no tempo.

Entre os locais de visita obrigatória destacamos o seu majestoso castelo, a Fonte de Mergulho e Fórum Medieval, a Casa do Judeu, a antiga Hospedaria, a Igreja Matriz, o Pelourinho e a Antiga Casa da Câmara e Cadeia.

Dica VagaMundos: Linhares da Beira é considerada a Capital do Parapente de Portugal pois tem excelentes condições para a prática da modalidade. Se gosta de emoções fortes, aproveite!

Folgosinho

É certo que a vila serrana de Folgosinho não faz parte da rede das Aldeias Históricas de Portugal mais ainda assim decidimos incluí-la no nosso roteiro. Até porque fica a um saltinho de Linhares da Beira.

Reza a lenda, que foi em Folgosinho que nasceu o mítico guerreiro lusitano Viriato. Verdade ou mentira, não lhe sabemos dizer, mas podemos afiançar que um passeio pelo seu castiço, e autêntico coração da aldeia não o vai desapontar. Não deixe de visitar a sua histórica Igreja Matriz, a casa do Viriato, o Pelourinho e o sui generis Castelo de Folgosinho.

E a cereja no topo do bolo de uma visita a Folgosinho é ir almoçar ao restaurante Albertino, uma verdadeira instituição gastronómica da Beira Interior. Prepare-se é para sair de lá a rebolar!

Clique para conhecer as aldeias mais bonitas Serra da Estrela

Trancoso

A próxima paragem deste roteiro pelas Aldeias Históricas de Portugal é Trancoso, a terra do lendário “poeta, profeta e sapateiro” Bandarra.

Devido a sua localização privilegiada, entre os rios Douro, Côa e Mondego, foi palco de disputas desde tempos imemoriais. Era considerada fulcral para os romanos, foi bastião na reconquista cristã e palco da famosa Batalha de Trancoso, em que as forças Portuguesas impuseram pesada derrota às forças Castelhanas, que serviu de prelúdio à Batalha de Aljubarrota.

Comece a sua visita atravessando a admirável Porta d´El Rei, o ponto de partida perfeito para explorar o muralhado centro histórico de Trancoso, que no longínquo ano de 1281 testemunhou as bodas de D. Dinis com Isabel de Aragão.

Percorra sem pressas as ruas medievais, deixe-se deslumbrar com a imponência dos Paços do Concelho e do Palácio Ducal, admire o seu trabalhado Pelourinho, visite as belas Igrejas de São Pedro e de Santa Maria, atravesse as muralhas sem pejo pelas Portas do Prado, Carvalho e Traição, descubra a herança judaica de Trancoso no Centro de Interpretação da Cultura Judaica Isaac Cardoso, tente encontrar o diminuto Boeirinho e termine a visita em alta subindo ao Castelo de Trancoso, um dos mais antigos de Portugal.

Penedono

A vila de Penedono não faz parte da rede das Aldeias Históricas de Portugal, mas, se vir que tem tempo, não deixe de a visitar. Fica localizada nos limites da Beira Interior, quase na fronteira com o Douro Vinhateiro, e é verdadeiramente apaixonante.

O maior cartão-de-visita de Penedono é o seu altaneiro castelo do século X, ímpar em Portugal pela sua forma triangular e onde, segundo reza a lenda, nasceu Álvaro Gonçalves Coutinho, um dos Doze da Inglaterra, imortalizado nos “Lusíadas” pela pena de Luís de Camões. Se não sofrer de vertigens, suba até às suas ameias e desfrute de uma vista soberba sobre a vila medieval. Pode deixar o drone em casa!

Para além do castelo, visite também o Solar dos Coutinhos (que hoje alberga a Câmara Municipal), a Igreja de São Pedro, a Torre do Relógio e o elegante Pelourinho.

Dica VagaMundos: se gosta de monumentos megalíticos acrescente um dia ao seu roteiro pelas Aldeias Históricas de Portugal e parta à descoberta da enorme herança megalítica do concelho de Penedono. Entre os mais impressionantes estão o Menir de Penedono, Necrópole Megalítica de Lameira de Cima e os o Dólmens da Capela de Nossa Senhora do Monte e do Pendão.

Onde ficar a dormir no 1º dia

Hotel Medieval – Penedono

A aposta do Hotel Medieval – Penedono é unir tradição e modernidade num edifício histórico onde a boa gastronomia do Douro e da Beira Alta marcam lugar à mesa. Este hotel 4 estrelas fica localizado no centro histórico, tem vistas para o castelo, um staff atento e quartos confortáveis.

Solar Sampaio e Melo – Trancoso

Requinte e conforto no seu melhor! O Solar Sampaio e Melo prima por qualidade e elegância sem nunca abdicar da identidade rural e ambiente acolhedor que caracterizam a região. Mais do que um alojamento de turismo rural, é a experiência completa de viver num solar doutros tempos, com todos os confortos contemporâneos – piscina exterior incluída.

Clique para ver mais opções de Alojamento

Mapa do 1º dia do Roteiro das Aldeias Históricas de Portugal


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa do 1º dia do Roteiro das Aldeias Históricas de Portugal.

Roteiro visitar Aldeias Históricas de Portugal: 2º Dia


Marialva – Castelo Rodrigo – Almeida


Marialva

O segundo dia do roteiro pelas Aldeias Históricas de Portugal começa com uma visita à pequena aldeia de Marialva, ponto de passagem do milenar Caminho de Santiago. Mas o que lhe falta em tamanho sobeja-lhe em autenticidade.

Marialva está intimamente ligada à tragédia dos Távoras, pois, aquando do regicídio contra D. José I, o seu alcaide era precisamente o Marquês de Távora. Tal facto levou a que a população abandonasse a cidadela que existia no interior do castelo. É precisamente por isso que hoje a cidadela se encontra em ruínas. E para que possa sentir melhor o peso da história foi tomada a decisão de não as recuperar.

Acredite que percorrer a pé as estreitas ruelas da aldeia e visitar as ruínas da cidadela no interior do altaneiro Castelo – equilibrado no topo de um penedo granítico – vai fazê-lo recuar, quase instantaneamente, no tempo.

Não deixe também de visitar a Igreja de Santiago, com o seu portal manuelino, a Igreja de São Pedro, a Cisterna quinhentista, os antigos Paços do Concelho e o Solar dos Marqueses de Marialva.

Castelo Rodrigo

Castelo Rodrigo parece recortada de um filme medieval. Quando ao longe se avistam as suas velhas muralhas, donde brotam imponentes torreões, e o dourado casario encavalitado no monte, é amor à primeira vista. É mesmo muito fácil perceber porque é que foi considerada uma das 7 Maravilhas de Portugal.

Atravessar a emblemática Porta do Sol é como transpor um portal entre dois mundos. Castelo Rodrigo tem mais de uma mão cheia de monumentos que merecem visita. Entre os mais emblemáticos estão o Castelo, as Torres e Torreões, o Pelourinho, a Cisterna Medieval, a Igreja Matriz e as ruínas do Palácio de Cristóvão de Moura.

Mas o melhor de castelo Rodrigo é passear à toa pelas suas ruas medievais e descobrir os pequenos detalhes que lhe dão cor, como sejam as inscrições hebraicas e cruzes talhadas nas ombreiras e aduelas das portas, marcas da presença de judeus e novos cristãos que o tempo não apagou.

Almeida

O segundo dia do roteiro pelas Aldeias Históricas de Portugal termina em Almeida um dos melhores exemplares de fortificação abaluartada existente em Portugal. Quando vista do ar, a Praça Forte de Almeida, parece uma estrela de 12 pontas, tantas quantos os baluartes e revelins que a rodeiam.

Escusado será dizer que Almeida foi palco de épicas batalhas sendo uma das mais famosas o “Cerco de Almeida” em 1810, durante a III Invasão Francesa. Se visitar a cidade em agosto, não perca (por nada) a recriação histórica deste evento. Convém é levar uns tampões para os ouvidos, pois o barulho dos canhões é ensurdecedor.

Almeida está pejada de pontos de interesse e como tal recomendamos vivamente que reserve a tarde inteira para os visitar. Os locais que consideramos imperdíveis são os seguintes:

  • Fortaleza
  • Casa da Roda dos Expostos
  • Casa dos Governadores
  • Ruínas do Castelo
  • Picadeiro d’el Rei
  • Paços do Concelho
  • Casamatas
  • Quartel das Esquadras
  • Igreja Matriz
  • Igreja da Misericórdia
  • Torre do Relógio
  • Cemitério antigo
  • Museu Histórico-Militar

Onde ficar a dormir no 2º dia

Casas do Juízo – Aldeia do Juízo

Viver numa casa de aldeia é um dos seus sonhos? As Casas do Juízo fazem desse sonho uma realidade. Estivemos duas noites. Soube a pouco e andamos ansiosos pelo regresso. Perfeito para dias de reconfortante descanso num ambiente de aldeia tão puro. Impera o sossego e a simplicidade, mas nenhum detalhe foi descurado para garantir conforto e comodidade. Vai encontrar muito espaço para relaxar, na piscina coberta, no pátio, na quinta ou na Taberna do Juiz.

Casa da Cisterna – Castelo Rodrigo

Espaços e quartos da Casa da Cisterna surpreendem pelo bom gosto e detalhes decorativos que refletem um ambiente acolhedor e confortável. Merece os elogios rasgados dos hóspedes pelo cuidado enquadramento rural, a simpatia de quem recebe com mimo e a qualidade da comida. Um terraço com piscina oferece vistas soberbas.

Casas Do Coro – Marialva

A aldeia pode ser histórica, mas as Casas do Coro em Marialva são exemplares no que a alojamento de luxo moderno diz respeito.

Clique para ver mais opções de Alojamento

Mapa do 2º dia do Roteiro das Aldeias Históricas de Portugal


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa do 2º dia do Roteiro das Aldeias Históricas de Portugal.

Roteiro visitar Aldeias Históricas de Portugal: 3º Dia


(Pinhel) – Castelo Mendo – Belmonte


Pinhel

Arrancamos com o terceiro dia do roteiro pelas Aldeias Históricas de Portugal com uma visita a Pinhel, a Cidade Falcão. À imagem de Folgosinho e Penedono, Pinhel também não faz parte da rede das aldeias históricas. Mas, acredite, que a cidade com mais solares por metro quadrado de Portugal bem que merece visita.

Comece a sua visita percorrendo o novíssimo Caminho da Ronda (inaugurado em junho de 2019) ao longo da muralha medieval, a cerca urbana que defendia o castelo e a vila. Este caminho, com 740 metros de perímetro, permite não só conhecer as muralhas e as antigas portas da muralha (5 das 6 portas ainda estão de pé), mas também observar das alturas o belo centro histórico de Pinhel. E, como bónus, ainda nos brinda com soberbas paisagens beirãs.

Para além de percorrer o Caminho da Ronda, não deixe de visitar o Castelo Medieval, a Torre de Menagem e os Paços do Concelho, o Solar dos Távoras, as Igrejas de Santa Maria do Castelo, da Misericórdia e a Igreja Matriz, a Torre do Relógio e o Pelourinho.

Dica VagaMundos: quando visitar o Castelo não deixe de subir à Torre de Menagem (tem uma janela manuelina fantástica) e à Torre Sul. A entrada é gratuita e as vistas são simplesmente fantásticas.

Castelo Mendo

O avassalador terramoto de 1755 pode ter deitado abaixo as 8 torres que protegiam a cidadela e a aldeia muralhada, mas não beliscou o charme da altaneira aldeia de Castelo Mendo. E basta trespassar o arco da Porta da Vila para o poder confirmar por si.

Percorra a bela rua direita, observe os preciosos detalhes das Casas Manuelinas, deixe-se maravilhar pelo belo largo do Pelourinho (casa da Igreja Matriz e da Varanda Alpendrada), visite o forno comunitário e a antiga câmara, tribunal e cadeia (um verdadeiro três em um) e suba pela calçada medieval até ao ponto mais alto da aldeia para ver in loco as ruínas da Igreja de Santa Maria do Castelo e as antigas portas do castelo.

Dica VagaMundos: a primeira feira oficial de Portugal foi realizada em Castelo Mendo, a mando de D. Sancho II. Como tal, todos os anos em abril, Castelo Mendo organiza uma das melhores Feiras Medievais de Portugal. O cenário é simplesmente perfeito!

Belmonte

O terceiro dia do roteiro pelas Aldeias Históricas de Portugal termina na Beira Baixa, mais concretamente em Belmonte, o berço de Pedro Álvares Cabral, o navegador português que descobriu o Brasil.

Para além da forte ligação com os Descobrimentos, Belmonte tem também uma enorme ligação com a comunidade judaica portuguesa pertencendo inclusivamente à Rede de Judiarias de Portugal.

Conheça toda a história da poderosa família Cabral e da descoberta do Brasil visitando o Castelo de Belmonte (com a sua janela Manuelina), a Igreja de Santiago e Panteão dos Cabrais e o moderno Museu dos Descobrimentos, instalado no Solar dos Cabrais.

Dê um saltinho ao Largo do Pelourinho para ver o histórico Paço do Concelho e percorra as ruas empedradas da judiaria. Visite o Museu Judaico e a Sinegoga Bet Eliahu. Uma verdadeira viagem pelo passado (e presente) da maior comunidade judaica de Portugal.

Feche o dia com uma visita à enigmática Centum Cellas, em Colmeal da Torre. As mais recentes escavações dizem que terá sido uma villa romana com origens no século I d.C, mas sobre a sua famosa Torre ninguém sabe ao certo o propósito. Assistir ao pôr-do-sol de Centum Cellas, com a Serra da Estrela no horizonte, é pura magia.

Onde ficar a dormir no 3º dia

Quinta da Ribeira – Belmonte

Rodeada de campo, a 3 km de Belmonte, a Quinta da Ribeira transmite uma sensação rústica única, num ambiente que nada deve ao conforto, ao asseio e ao bem-estar. A casa é já de si acolhedora, mas a hospitalidade com um sorriso e familiaridade dos anfitriões desarmam qualquer um.

Casa Miriam – Belmonte

Acolhedora, funcional e bem no centro de Belmonte, a Casa Miriam é ideal para uma escapadinha romântica ou para uma família de três em busca daquele sossego rural que fica gravado na memória. Até o seu patudo vai adorar.

Clique para ver mais opções de Alojamento

Mapa do 3º dia do Roteiro das Aldeias Históricas de Portugal


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa do 3º dia do Roteiro das Aldeias Históricas de Portugal.

Roteiro visitar Aldeias Históricas de Portugal: 4º Dia


Sortelha – Monsanto – (Penha Garcia)


Sortelha

Abrimos as hostilidades do quarto dia do roteiro pelas Aldeias Históricas de Portugal com uma visita a Sortelha, uma das nossas aldeias favoritas da rede das aldeias históricas. E suspeitamos que vai entender porquê.

Sortelha não só é uma das aldeias históricas melhor preservadas, como tem um enquadramento paisagístico simplesmente brutal. Do alto das suas torres e muralhas obtêm-se vistas simplesmente esmagadoras sobre as agrestes paisagens beirãs.

Ao atravessar as muralhas, que há séculos a protegem, vai sentir-se num autêntico museu a céu aberto. Caminhe devagar e saboreie o nostálgico ambiente medieval da aldeia.

Entre os muitos locais de interesse que pode visitar dentro das muralhas, destacamos a impressionante Torre de Menagem, as Portas da Muralha, a Torre do Facho, a Igreja Matriz e Torre Sineira, a Casa dos Falcões, a Casa da Câmara e Cadeia no Largo do Pelourinho e a Casa Árabe.

Fora das muralhas recomendamos visita à Igreja e Hospital da Misericórdia e que procure as famosas pedras da Cabeça da Velha e das Duas Pedras Beijoqueiras.

Monsanto

Se a primeira imagem de Monsanto que tivesse na sua vida fosse advinda de um filme, o mais certo seria dizer que os efeitos especiais da película eram merecedores de um Óscar. É que imaginar uma aldeia plantada no topo de um escarpado monte, no meio de gigantescos penedos de granito, que em alguns casos até servem de casa, só parece estar ao alcance de Hollywood.

Mas a aldeia de Monsanto está longe de ser ficção científica. É bem real e até recebeu o epíteto da Aldeia mais Portuguesa de Portugal, fruto de um concurso organizado pelo Estado Novo nos anos 30.

A aldeia de Monsanto divide-se em duas zonas distintas. A zona alta, onde está o Castelo construído pelos Templários, e a zona mais baixa onde fica o casario.

Na parte baixa os destaques vão para a Igreja Matriz, a Igreja da Misericórdia, a Torre do Lucano (ou Torre do Relógio), o Cruzeiro de São Salvador, o Miradouro da Praça dos Canhões e a icónica Casa entre Penedos (que parece uma casa dos Flinstones).

Para visitar a parte cimeira de Monsanto não se livra de uma caminhada pelo empinado Trilho dos Penedos Juntos. O bom é que pelo caminho pode desfrutar das fantásticas vistas com que nos brinda o Penedo do Pé Calvo, visitar a Gruta de Monsanto e as castiças furdas (antigas pocilgas).

Uma vez na parte alta, não deixe de subir e passear pelas muralhas do Castelo, de visitar as ruínas da Torre de Menagem, a Capela de Santa Maria do Castelo e a Capela românica de S. Miguel.

Penha Garcia

Penha Garcia não faz parte da rede das Aldeias Históricas de Portugal, mas, se tiver tempo, não deixe de visitar este autêntico postal ilustrado do Centro de Portugal.

Profundamente ligada à Ordem dos Templários, a quem D. Dinis doou o seu castelo, Penha Garcia tem o condão de enfeitiçar quem a visita.

Percorrer os becos e sinuosas ruelas que serpenteiam o muralhado casario, subir ao castelo, para “beber” a magnífica paisagem do vale recortado pelo Rio Pônsul e trocar dois dedos de conversa com as suas gentes figura entre as melhores memórias que temos da nossa passagem por esta região.

Dica VagaMundos: se gosta de caminhadas não deixe de percorrer a Rota dos Fósseis, um percurso de cerca 3 km, que liga o Castelo à barragem de Penha Garcia. Pelo caminho terá a possibilidade de observar os fósseis cravados nas arribas e de ver os moinhos de rodízios nas margens do rio Pônsul.

Onde ficar a dormir no 4º dia

Monsanto GeoHotel Escola – Monsanto

Ter a comodidade dum ótimo serviço hoteleiro em pleno ambiente rural é o empenho do Monsanto Geo Hotel Escola. Os quartos privados, decorados com bom gosto, superam expetativas e o pequeno almoço buffet é nada menos que fabuloso, com opções continental e sem glúten.

Casal da Serra – Penha Garcia

O sorriso da D. Isabel ao pequeno-almoço (fabuloso), a paixão do Sr. Pascoal pela região e o companheirismo do Big, fazem do Casal da Serra, em Penha Garcia e com vista para Monsanto, a perfeita “casa longe de casa”. Cada detalhe da casa e dos quartos privados evidencia preocupação ecológica, no respeito pelas matérias-primas originais, na dedicação e amor transpostos para a decoração artesanal.

Clique para ver mais opções de Alojamento

Mapa do 4º dia do Roteiro das Aldeias Históricas de Portugal


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa do 4º dia do Roteiro das Aldeias Históricas de Portugal.

Roteiro visitar Aldeias Históricas de Portugal: 5º Dia


Idanha-a-Velha – Castelo Novo – Piódão


Idanha-a-Velha

Começamos o último dia do roteiro pelas Aldeias Históricas de Portugal com uma visita a Idanha-a-Velha.

Esta é uma das aldeias mais ancestrais da rede das aldeias históricas de Portugal com uma história que remonta ao longínquo século I a.C.

Começou por ser uma villa romana, foi integrada no reino dos visigodos e suevos após as invasões bárbaras (na altura era conhecida pelo nome de Egitânia), passou por mãos muçulmanas e foi reconquistada pelos cristãos no século XII e doada à Ordem dos Templários por (adivinhe só) D. Dinis para que fosse reconstruída.

Posto isto, não é de admirar que cada pedra de Idanha-a-Velha tenha uma história para contar. E olhe que Idanha-a-Velha tem mesmo muitas pedrinhas.

Os locais mais emblemáticos de Idanha-a-Velha, aos quais recomendamos visita, são a Sé Catedral (onde coexistem elementos da cultura romana, paleocristã, visigótica e medieval), os vestígios arqueológicos pertencentes à antiga villa romana, a icónica Torre Templária, a Capela de S. Sebastião, a Igreja Matriz e o Pelourinho, as Muralhas Romanas e a Ponte Romana sobre o rio Pônsul.

Castelo Novo

Continue o seu roteiro pelas Aldeias Históricas de Portugal rumando até à aldeia de Castelo Novo, uma das aldeias mais místicas de Portugal.

A aldeia de Castelo Novo fica, literalmente, encaixada numa das encostas da esbelta Serra da Gardunha, numa paisagem em anfiteatro natural que nos eleva a alma.

Percorrer as suas quelhas empedradas, bordejadas por um misto de humildes casas e opulentas casas senhoriais, tendo o barulho da água que corre nas suas fontes como banda sonora, ficou-nos tatuado na memória.

Entre os locais que mais gostamos de conhecer destacamos o Castelo e Torre Sineira (erguido sobre um impressionante maciço granítico) a Praça dos Paços do Concelho, a Igreja Matriz, o Chafariz da Bica e os Solares dos Gamboas e D. Silvestre.

Dica VagaMundos: se for no verão, não se esqueça do fato de banho pois mesmo à entrada de Castelo Novo existe uma deliciosa praia fluvial. Já se for em abril, acrescente pelo menos um dia ao seu roteiro pelas Aldeias Históricas de Portugal e vá assistir ao inigualável espetáculo da natureza das cerejeiras em flor da Serra da Gardunha. Dizer que é mágico é elogio curto!

Piódão

Vamos terminar o roteiro pelas Aldeias Históricas de Portugal em grande, rumando à Serra do Açor para visitar a aldeia de xisto de Piódão, a grande vencedora das 7 Maravilhas de Portugal na categoria de Aldeias Remotas.

Piódão, também conhecida como Aldeia Presépio, é sem sombra de dúvidas uma das aldeias mais bonitas e idílicas de Portugal. Ver o seu casario de xisto negro e telhados de ardósia, com as típicas portas e portadas pintadas de azul, a subir encosta acima, apaixona qualquer um. E então se a vir à noite, com as luzinhas a dançarem na escuridão da serra, arrisca-se a jurar-lhe amor eterno.

Não haja dúvidas que o melhor de Piódão é perder-se a calcorrear as suas empinadas ruelas de xisto. Mas ainda assim tente arranjar um tempinho para visitar o seu Núcleo Museológico, a sui generis Igreja de Nossa Senhora da Conceição e a fantástica praia fluvial de Piódão (se for no verão, não hesite em dar uns mergulhos).

Onde ficar a dormir no 5º dia

Casa da Padaria – Piodão

Ser recebido na Casa da Padaria é como ser acolhido com a familiaridade e calor humano daquela tia ou avó que nos mima. A noite torna-se memorável num quarto privado com vistas sobre a montanha e promessa de descanso absoluto. De manhã, desperte para um excecional pequeno-almoço, com sabor a aldeia e serra, que vai querer repetir.

Hotel Rural Quinta da Geia – Aldeia das Dez

Os quartos do Hotel Rural Quinta da Geia têm toda uma ambiência e decoração inspirada no meio rural em que se insere (Aldeia das Dez), mas os serviços deste hotel de 4 estrelas respondem ao hóspede mais exigente. Relaxe no terraço ou na piscina, na sala da lareira e deguste a gastronomia regional no restaurante da propriedade.

Casa da Quelha – Chãs d’Égua

Os encantos da Serra do Açor arrebataram os anfitriões da Casa da Quelha, em Chãs d’Égua, um segredo muito bem guardado num paraíso rural e natural de rara beleza. Pegue na família e parta à aventura, descubra os seus encantos e revele os seus segredos. A Elizabete e o João dão-lhe uma mãozinha.

Clique para ver mais opções de Alojamento

Mapa do 5º dia do Roteiro das Aldeias Históricas de Portugal


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa do 5º dia do Roteiro das Aldeias Históricas de Portugal.

Clique para conhecer as aldeias mais bonitas de Portugal

Sugestão para escapadinhas de 2 ou 3 dias às Aldeias Históricas de Portugal

Roteiro Aldeias Históricas de Portugal: o que visitarComo referimos no início do artigo, não precisa de visitar as Aldeias Históricas de Portugal de uma assentada só. Pode perfeitamente dividir as suas visitas em várias escapadinhas de fim-de-semana pelas Aldeias Históricas de Portugal e até mesmo aproveitar para visitar outros destinos que ficam em caminho, como sendo a cidade da Guarda e Viseu ou a Serra da Estrela e a Serra da Gardunha. Abaixo encontra três sugestões de escapadinhas que consideramos perfeitas para recarregar baterias.

Escapadinha às Aldeias Históricas de Portugal – Aldeias Históricas da Guarda

Guarda – Castelo Mendo – Almeida – Figueira de Castelo Rodrigo – Marialva – Linhares da Beira

Clique para ver opções de alojamento na Guarda

Escapadinha às Aldeias Históricas de Portugal – Aldeias Históricas e Serra da Estrela

Sortelha – Belmonte – Covilhã – Serra da Estrela – Piodão

Clique para ver opções de alojamento na Covilhã

Escapadinha às Aldeias Históricas de Portugal – Aldeias Históricas e Serra da Gardunha

Fundão – Serra da Gardunha – Castelo Novo – Idanha-a-Velha – Monsanto

Clique para ver opções de alojamento no Fundão

Grande Rota das Aldeias Históricas de Portugal (GR22) – Percurso Pedestre e BTT

Se é amante de caminhadas ou BTT, temos uma boa notícia. A Grande Rota das Aldeias Históricas (GR22) não só liga todas as 12 aldeias, num traçado circular com cerca de 600 km, como ainda atravessa três fantásticas áreas protegidas de Portugal:

  • Parque Natural da Serra da Estrela
  • Parque Natural do Douro Internacional
  • Reserva Natural da Serra da Malcata

A Grande Rota 22 foi renovada e remarcada em 2015 e o bom trabalho realizado levou a Associação Europeia de Caminhantes a dar-lhe o selo de “Leading Quality Trails – Best of Europe” (melhores destinos de caminhadas da Europa). Por isso pode ir à confiança!

Pode consultar todas as 12 etapas recomendadas, e descarregar os respetivos GPS Tracks, clicando nos links abaixo:

GR22 – Grande Rota Pedestre | GR22 – Grande Travessia BTT


Se gosta de caminhadas não deixe de ler o nosso artigo com os melhores Trilhos e Percursos Pedestres de Portugal


Outros roteiros de carro por Portugal

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide e na Civitatis encontra sempre os melhores tours locais e pode ainda reservar o seu transfer do aeroporto e saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem na World Nomads ou na IATI Seguros. São ambas agências 100% especializadas em viagens e apresentam sempre os melhores rácios custo-benefício do mercado. Se optar pela IATI use o nosso link e terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize o Skyscanner para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o Rentalcars. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog “VagaMundos” a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

3 COMENTÁRIOS

  1. Viemos aqui consultar este excelente guia para programar o nosso próximo passeio por Portugal! Não podia ir embora sem agradecer o excelente trabalho 😉 Muito bom!

    • Muito Obrigado! Vão adorar. As Aldeias Históricas (e as outras que mencionamos) são 5 estrelas.

      Boas curvas 😉

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.