Bordéus, o que visitar: Guia e Dicas de Viagem

Bordéus

Bordéus (Bordeaux) é uma excelente opção para quem queira usufruir de dois ou três dias numa cidade com ruas graciosas, onde comer bem e beber ainda melhor é um modo de vida. Listada pela Unesco como Património Mundial em 2007, Bordéus é uma das cidades mais animadas da França e considerada por muitos como a verdadeira essência da elegância. Não é de admirar que Bordéus figure no primeiro lugar das cidades eleitas pela Lonely Planet para o seu Best in Travel 2017.

bordeus-place-de-la-victoire-porte-daquitaine-obelisque
Porte d’Aquitaine e Obélisque na Place de la Victoire, Bordéus: vida universitária e acesso à rue Sainte-Catherine, a maior rua pedonal e comercial.

Com um centro histórico sumptuoso e harmonioso, acolhedores bairros com identidade própria, uma simbiose perfeita entre a sofisticação e o seu grandioso passado histórico, uma vasta oferta de atrações e atividades, Bordéus é uma cidade surpreendente que reserva muitas, e boas, surpresas aos seus visitantes. Não esqueçamos que é também um paraíso para enólogos e apreciadores de bom vinho.


Poderá também gostar de ler o nosso roteiro de Paris


Porquê visitar Bordéus?

Quem não gosta de passear pelas ruas mais graciosas da França, comer bem e beber ainda melhor numa das cidades mais animadas do mundo?

Bordéus fez uma autêntica operação estética, renovando não só as fachadas dos edifícios nobres, mas também recuperando da ruína total a extensa margem do rio Garonne e modernizando totalmente a sua rede de transportes. É o quartel-general das provas de vinho, do bom vinho. Aliás, Bordeaux é sinónimo de vinho.

Dentro e fora da cidade respira-se aristocracia: no seu coração o Triangle d’Or com os seus sumptuosos edifícios do século XVII e os castelos nobres espalhados um pouco por toda a região da Aquitânia. Museus não faltam. Desde a arte antiga à moderna há uma vontade clara de afirmação da cidade perante o universo da arte.

A gastronomia afirma-se cada vez mais atraindo chefs de renome internacional. As manifestações culturais sempre foram um dos pratos fortes da cidade. A cena cultural de Bordéus vai desde os eventos black tie no Grand Théâtre até aos concertos hip-hop em bares ecléticos.

Em suma, bem-vindo à nova Bordéus, a poção mágica da nobreza doutros tempos com uma adição de entusiasmo vibrante frutado. Pronta a degustar.

bordeus-grand-theatre
Grand Théâtre

Quando visitar?

É sempre boa altura para visitar Bordéus! Sendo uma cidade que oferece de tudo, é seguro que encontra formas de preencher os seus dias em qualquer altura do ano. Por isso, facilmente se consegue evitar a época alta para aliviar o peso na carteira. O clima é temperado, mesmo de Inverno. Os verões podem ser muito quentes e alguns serviços estão encerrados, principalmente em agosto. Uma coisa é certa, Bordéus tem sempre as portas abertas para si.

bordeus-porte-dijeaux
La Porte Dijeaux, a entrada oeste da cidade de Bordéus desde o Império Romano.

O que ver e fazer?

Para apreciar verdadeiramente a nobreza de Bordéus, nada consegue bater o Triangle d’Or, onde o esplendor dos edifícios expressa com assertividade a confiança monumental da cidade. Esta é a parte nobre e rica da cidade que reúne o comércio de luxo.

Um dos pontos mais fotografados de Bordéus é a Esplanade des Quinconces com o seu Monument aux Girondins, testemunho da Revolução Francesa nesta cidade. O espaço aberto acolhe bancas de souvenirs, artesanato e comidas, um terreno com algumas diversões e a famosa fonte de Bordeús que nenhum turista dispensa usar como pano de fundo para a sua selfie de Bordéus.

bordeus-esplanade-quinconces-monument-aux-girondins
Esplanade des Quinconces em Bordéus com o monumentos aos Girondins ao fundo.

Com um porto fluvial que durante anos enriqueceu os bordalenses com o comércio internacional, edifícios como o Palais de La Bourse facilmente provam que a cidade foi um entreposto comercial abastado. Divirta-se, teste os seus dotes fotográficos, brinque com o jogo de reflexos e aprecie o Miroir d’Eau.

Mesmo em frente, as margens do rio Garonne foram reclamadas do seu estado devoluto. Les Quais é agora uma magnífica promenade, ideal para atividades em família, uma jogatana de bola entre amigos ou um cenário romântico para namorados. Aproveite as vistas da Pont de Pierre, a primeira ponte construída sobre o rio Garonne em Bordéus (1822) cujas margens eram unidas até 1822 unicamente por barcos.

bordeus-pont-de-pierre-garonne
Le Pont de Pierre em Bordéis com os seus 17 arcos permeando o rio Garonne

A Porte Cailhau, porta defensiva das muralhas da cidade construída na Idade Média, oferece um esplendido panorama sobre Les Quais, Pont de Pierre e os telhados da cidade. Igualmente merecedora de visita, a porta Grosse Cloche, uma torre sineira que marca o ritmo bordalense desde o século XVIII.

bordeus-porte-cailhau
La Porte Cailhau, uma das entradas da cidade de Bordéus desde a Idade Média

Mais do que recomendado: perder a noção do tempo em morosas caminhadas pelos seus bairros típicos de ruelas tipicamente medievais e igrejas com flechas imponentes erguidas aos céus. A Porte Cailhau dá acesso ao mais emblemático e pitoresco bairro de Bordéus, o bairro de Saint Pierre. No bairro Saint Michel a estrela é a sua basílica.

A Basílica Saint-Michel e a Catedral Saint-André são os dois monumentos religiosos imperdíveis. Ambos partilham a características de possuírem as torres sineiras destacadas das respetivas igrejas, a flecha Saint-Michel pertence à basílica e a flecha Pey Berland associada à catedral. Destas duas torres obtém-se as melhores vistas panorâmicas sobre a cidade. Ao lado da catedral de Saint-André, o Palais de Rohan testemunha a grandeza e poder dos arcebispos de Bordéus no século XVIII.

bordeus-tour-pey-berland
Tour Pey Berland, a torre sineira destacada da Catedral Saint-André em Bordéus.

O Museu da Aquitânia é uma escolha perfeita se quiser fugir da chuva. É considerado o melhor museu da cidade e tem um acervo vasto que mostra a história da região francesa. A estrela moderna entre os museus de Bordéus é Cité du Vin. Muito mais do que um museu do vinho, é uma experiência visual, de sensações e de paladar. O terraço oferece uma vista sublime sobre o skyline de Bordéus.

A partir de Bordéus não faltam opções para se embrenhar na rota do vinho Bordeaux onde pode visitar as vinhas, as adegas responsáveis pelos vinhos mais famosos da França (o champanhe é algo à parte), os castelos nobres e, inevitavelmente, degustar o néctar dos deuses nas provas de vinho. Saint-Emilion é, na nossa opinião, um daytour imperdível.

Onde dormir?

bordeus-gare-saint-jeanA oferta de alojamento é vastíssima e há sempre soluções para todas as carteiras e necessidades. Desde o hostel económico ao hotel luxuoso, passando por alojamento local e hotéis boutique, Bordéus está preparada para receber qualquer viajante. A melhor localização será no Triangle d’Or, o coração da cidade e centro histórico que reúne os maiores highlights da cidade. Por estas razões é também o mais dispendioso. Para tomar o gosto da vibração de Bordéus, nada como o bairro Saint-Michel caracterizado por uma vida noturna animada e cozinha multicultural. Chartrons é o bairro que serve de janela para a cena artística e criativa da Bordéus atual e uma ótima localização de iniciação aos vinhos de Bordéus. Para alojamento budget, a zona da Gare Saint-Jean tem algumas soluções económicas.

Hotel du Faisan

A nossa escolha de 3 noites em Bordéus recaiu sobre o Hotel du Faisan. Cumpria todos os nossos requisitos. Os preços são económicos tendo em conta os serviços de que dispõe, a localização é vantajosa pois fica mesmo em frente à estação de comboios, Gare de Saint Jean, com fácil acesso aos transportes públicos que rapidamente nos colocam no centro da cidade, e está rodeado de serviços de restauração com muita escolha. O Posto de Turismo fica a um par de minutos do hotel. De salientar a simpatia do pessoal, a limpeza dos quartos e o conforto da nossa cama. Num edifício de finais do século XIX foi remodelado pela última vez em 2007

Hotel de Tourny

O Hotel de Tourny, localizado no centro histórico de Bordéus, é um hotel boutique que funde o estilo contemporâneo com o charme da arquitetura tradicional bordalense. Um dos favoritos dos viajantes, fica a poucos passos dos melhores highlights no coração da cidade, oferece ótimas condições para quem procura um alojamento de férias, escapadinha de fim de semana ou para viagens de negócios.

Yndohotel

Este hôtel particulier, numa mansão do século XIX situada bem no centro da cidade, o Yndohotel é o favorito dos viajantes e o campeão dos hotéis luxuosos de 5 estrelas de Bordéus. Os seus 12 quartos e suites têm um décor sublime. Ambiente confortável, acolhedor e convidativo, o Yndo é super luxuoso e sofisticado.

Onde comer?

Bordéus promove fortemente o conceito de requinte a nível da restauração. Contudo, leva ainda mais a sério a sua inclusão no mapa como destino turístico gastronómico. Aliás, a cidade parece querer figurar como uma fonte de tentação aos prazeres gastronómicos. Desde o restaurante vencedor de estrelas Michelin ao restaurante tradicional especializado em “cuisine du terroir”, às brasseries, aos restaurantes temáticos passando pelos étnicos e de cozinha internacional, é seguro que não lhe faltam opções para agradar o seu paladar – e também a carteira. De certeza que vai ser sempre surpreendido nos inúmeros espaços de restauração da cidade.

Bordéus é uma cidade surpreendente repleta de lugares a não perder! Deixe-se levar por um passeio de barco pelo Garonne, vá em família ver o Miroir d’Eau que encantará miúdos e graúdos, passeie nos jardins, visite a magnífica torre Pey Berland e usufrua do ambiente acolhedor do centro histórico da cidade

bordeus-palais-de-rohan-hôtel-de-ville
Le Palais de Rohan, hoje Hôtel de Ville de Bordéus.

Informação prática

  • A taxe de séjour é obrigatória desde 1 de janeiro de 2016. A cobrança compete aos serviços de alojamento. Verifique a inclusão dessa taxa quando realizar a sua reserva de alojamento.
  • O site oficial do Tourismo de Bordéus tem informação muito útil, completa e detalhada para planear uma visita à cidade. Nos postos de turismo há mapas, guias e brochuras.
  • Bordeaux Metropole City Pass é essencial! Para 1, 2 ou 3 dias em Bordéus, dá acesso a transportes públicos, museus e exposições e visitas guiadas dentro e fora da cidade.
  • A rede de transportes públicos TBM é a melhor opção de deslocação dentro da cidade.
  • Bordéus é praticamente plana, muito favorável ao uso da bicicleta. Os postos de turismo prestam toda a informação para alugar bicicletas.
  • O carro é muito útil para explorar a região vinícola. Mas dentro da cidade o trânsito pode ser caótico e o estacionamento difícil.

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No Viator encontra sempre as melhores tours locais e pode ainda saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Gostamos de jogar pelo seguro e como tal, nas nossas viagens, não dispensamos o seguro de viagem da Iati. Têm excelentes preços, atendimento top em português e usando o nosso link terá um desconto de 5%.

Esta página contem links afiliados. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog “VagaMundos” a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

24 COMENTÁRIOS

  1. Olá! Aqui está uma cidade que quero visitar há muito e vai sempre ficando de lado… que bonita que é! Gostava imenso de ir numa espécie de viagem vínica e de gastronomia! Ehehehe! E pelo meio via tudo o resto claro! Boas viagens!

    • Olá Susana! É difícil esgotar uma bucketlist de destinos quando a cada canto vamos descobrindo mais um lugar… e mais um lugar… 😉 Bordéus tem isso tudo, é uma foma de vida por aquelas bandas! Obrigada e boas viagens tb 😉

  2. Quando penso em Bordéus associo logo a vinhos e nunca pensei que a cidade fosse TÃO bonita! Gostei especialmente de La Porte Cailhau. Que maravilha! Penso que esta poderá bem ser uma ótima alternativa às cidades francesas mais agitadas, como Paris. Parabéns pelas imagens e todas as dicas!

    • Oi Marlene! É LINDA! A Porte Cailhau lembra um palácio miniatura. Bordéus também tem agitação, só que é uma agitação good vibe 😉 Obrigada!

  3. Apesar de não conhecer, acho essa cidade um encanto. Também não conheço a França, mas quando for visitá-la, com certeza Bordeus vai entrar para o roteiro, pois sou apaixonada por cidades históricas.

    Abraços 🙂

  4. Adorei as dicas e no post tem toda a informação que a gente precisa pra se planejar 🙂 Fora que dá pra perceber que vocês ficaram encantados pela cidade e dá pra se encantar só pela descrição (e é claro, pelas fotos 🙂 )

  5. Conheço a cidade quase só de passagem. No entanto, do que vi, adorei e, com a dicas que vocês deram, será uma excelente ideia para o bom fim-de-semana. Obrigada pela vossa partilha!

    • Olá Teresa! Muito obrigado pelo feedback. Bordéus é um excelente destino para um fim de semana.A cidade vê-se bem em 2 dias e havendo um tempinho extra recomendamos uma visita a Saint Emilion que é um verdadeiro tesouro 🙂

    • Obrigado pelo feedback. Ficamos contentes por termos ajudado. Disfrute muito de Bordéus. É uma cidade que consegue surpreender. Até breve

  6. Em dias de grande calor, é óptimo estar nas margens do rio Garonne, toda a gente vai para lá deitar-se na relva, muitos com instrumentos musicais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.