Cascatas do Gerês – como ir às cascatas mais bonitas do Gerês

Cascatas do Gerês – como ir às cascatas mais bonitas do Gerês

O Parque Nacional da Peneda-Gerês é uma verdadeira meca para todos os amantes da natureza. E se há algo que deixa todos os visitantes, sem exceção, embasbacados, são as maravilhosas cascatas do Gerês.

Se já nos segue há algum tempo, sabe que um dos nossos “hobbies” favoritos é andar à “caça” de cascatas. E quanto mais escondidinhas mais nós gostamos delas. E no Gerês há sempre uma cascata nova para descobrir.

Cascatas do Gerês
Cascatas de Fecha de Barjas (Cascatas do Tahiti)

Algumas das cascatas do Gerês são super conhecidas e de fácil acesso. Basta parar o carro e andar algumas centenas de metros et voilà: cascata de sonho. Já outras são autênticos segredos, que só os pastores conhecem. Para dar com as cascatas do Gerês mais recônditas é preciso trocar os flip-flops pelas botas de caminhada, muita paciência e um misto de dotes de escuteiro com skills de cabra montanhesa. Quem disse que dar com o paraíso era fácil?

Cascata da Portela do Homem

Mas nada tema! Neste artigo vamos mostrar-lhe a localização das nossas cascatas do Gerês favoritas e dar-lhe toda a informação que precisa para ir à caça delas.

Nota: todas as cascatas do Gerês que escolhemos para este artigo cumprem dois requisitos: para além de serem paradisíacas, permitem também dar os melhores mergulhos do verão. Por isso não se esqueça do fato de banho!

Cascatas do Gerês – conheça as cascatas mais paradisíacas do Gerês para dar um mergulho

Cascata do Arado

Para além de uma breve descrição das cascatas do Gerês, vai também encontrar neste artigo um mapa interactivo com a localização das cascatas e toda a informação que precisa para dar com elas. Como já referimos, para ir até algumas das cascatas terá de percorrer alguns trilhos do Gerês. Nesses casos disponibilizamos a rota/track GPS para download em formato GPS / KML para usar no seu aparelho GPS, Smartphone ou Google Earth. Não queremos que se perca em busca do paraíso.

Onde ficar no Gerês – Alojamento perto das Cascatas do Parque Nacional da Peneda Gerês

As melhores localidades para ficar a dormir perto dos Cascatas do Gerês descritas neste artigo são a Vila do Gerês, Cabril e Vilar da Veiga. Das três localidades, a nossa preferida é a Vila do Gerês, visto que é a que tem mais oferta de alojamentos e serviços turísticos e acaba por ser a localidade que fica mais equidistante da maioria das cascatas.

Na Vila do Gerês um dos nossos alojamentos favoritos é o Hotel Central Jardim, pois é muito económico, super central, muito confortável e ainda oferece um excelente pequeno-almoço já incluído no preço do quarto.

Se preferir um alojamento mais luxuoso recomendamos o Hotel São Bento da Porta Aberta, o nosso preferido para quando queremos ser mimados numa escapadinha romântica. É uma unidade hoteleira super acolhedora e que oferece todo o tipo de serviços de que necessitamos, tendo inclusivamente um (excelente) restaurante com iguarias regionais. A localização é simplesmente idílica, tem excelentes acessos e fica super perto da Marina do Rio Caldo e da Barragem da Caniçada. A relação preço/qualidade é imbatível!

Na última vez que andamos à caça das Cascatas do Gerês decidimos ficar alojados na Quinta do Bento, em Vieira do Minho e acertamos em cheio. Tem uma piscina deliciosa e um pequeno almoço capaz de destruir a mais inabalável das dietas. As vistas da propriedade para a Barragem da Caniçada são mesmo de cortar a respiração. É uma excelente base para partir à descoberta de uma mão cheia de cascatas, das quais destacamos a Cascata do Tahiti, a Cascata de Pincões e as 7 Lagoas do Xertelo.

Clique para ver outras soluções de alojamento no Gerês

Mapa com a localização das melhores Cascatas do Gerês


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa com a localização das melhores cascatas do Gerês

Cascatas do Tahiti (Cascatas de Fecha de Barjas)

As Cascatas do Tahiti (nome mais popular das Cascatas Fecha de Barjas), formadas pelas águas do rio Arado, dispensam apresentações. Apesar de estarem situadas num local recôndito, tornaram-se, nos últimos anos, numa verdadeira estrela do Instagram. E ao vivo e a cores é ainda mais fácil perceber o porquê. É que as Cascatas de Fecha de Barjas são uma autêntica obra-prima da natureza. Descer até lá abaixo requer alguma ciência (e acima de tudo muito cuidado) mas o esforço compensa. É, sem margem para grandes argumentações, uma das cascatas do Gerês mais paradisíacas e é excelente para tomar umas refrescantes banhocas.

Como chegar às Cascatas do Tahiti (Cascatas de Fecha de Barjas)

É relativamente fácil dar com a Cascata do Tahiti, então se levar o seu amigo Google Maps, pode-se mesmo dizer que é canja.

Tendo como referência a Aldeia do Gerês, siga em direção a Vilar de Veiga pela estrada N308-1 até Pereiró. Aí tome a estrada CM1276 em direcção à Ermida. Um pouco antes de chegar à Ermida vai encontrar um entroncamento. Siga pela sua direita e um par de quilómetros mais à frente vai ver uma ponte sobre o Rio Arado.

Estacione nas imediações e siga a pé, monte abaixo, até às maravilhosas cascatas. Tenha mesmo muito cuidado, pois acontecem muitos acidentes na descida às cascatas. Se vir que o piso está muito molhado, não arrisque. As cascatas não fogem e pode sempre regressar noutro dia.

Coordenadas GPS das Cascatas do Tahiti

Latitude: 41°42’15.4″N

Longitude: 8°06’34.6″W

Dica VagaMundos: se é fã de cascatas não deixe de ler os nossos artigos sobre as Cascatas da Serra de São Mamede, as Cascatas de Sintra, e a Cascata do Pego do Inferno.

Cascata do Arado

Outra das cascatas do Gerês de visita incontornável é a Cascata do Arado. Situada a 900 metros de altitude esta é uma das cascatas mais altas e fotogénicas do Gerês. Para lá chegar, o melhor é deixar o carro junto ao sopé do mirador das Rocas e daí seguir a pé pelo estradão. O passeio é muito agradável e evita dar cabo do carro.

Como chegar à Cascata do Arado

Da Cascata do Tahiti à Cascata do Arado é um pulinho. Volte para trás até ao entroncamento que referimos atrás e siga até à Ermida onde vai encontrar placas indicativas da Cascata do Arado. Estacione junto ao mirador das Rocas e siga a pé pela estrada de terra batida (se estiver com um carro robusto, pode sempre avançar até à ponte sobre o rio Arado).

Junto à ponte sobre o rio Arado suba até ao miradouro. A vista é impressionante mas se quer ir tomar uma banhoca vai ter de vencer uma inclinada ladeira e saltar de pedra em pedra até às lagoas formadas pela cascata. Exige um pouco de espírito de aventura, mas compensa o esforço.

Coordenadas GPS da Cascata do Arado

Latitude: 41°43’27.1″N

Longitude: 8°07’47.7″W

Cascata de Pincães

A Cascata de Pincães é uma das cascatas mais bonitas do Gerês e a sua piscina natural é um verdadeiro deleite. Em dias de calor é quase irresistível dar um mergulho. Esta é uma das cascatas do Gerês à qual é impossível aceder de carro. Mas a caminhada é curta e mesmo muito fácil. Abaixo explicamos tudo e partilhamos a rota/track GPS para download em formato GPS / KML.

Como chegar à Cascata de Pincães

Para chegar às cascatas de Pincães vai ter de caminhar cerca de 20 minutos. Deixe o carro na aldeia de Pincães e siga a levada a pé, durante cerca de 2km, até à cascata. Não é muito difícil de dar com ela, mas para quem não conhece a região pode ser um pouco complicado. Por isso o melhor mesmo é descarregar o track GPS e levá-lo consigo no seu telemóvel.

Coordenadas GPS da Cascata de Pincães

Latitude: 41°42’58.7″N

Longitude: 8°03’34.6″W

Cascata da Portela do Homem (Cascata São Miguel ou Cascata do Rio Homem)

O nome oficial é Cascata São Miguel mas é popularmente conhecida por Cascata da Portela do Homem ou mesmo por Cascata do Rio Homem. Independentemente do nome a verdade é que esta é uma das cascatas do Gerês mais espetaculares do parque nacional. E é também uma das mais visitadas (e fotografadas).

A razão é simples: é que para além da sua beleza, o acesso é mesmo muito fácil. A cascata fica mesmo ao lado da estrada que dá acesso à fronteira com a Espanha. Se estiver calor, não deixe de dar um mergulho nas águas do rio Homem.

Como chegar à Cascata da Portela do Homem

Tomando como referência a Aldeia do Gerês, siga pela estrada N308-1 em direção à Portela do Homem. A pouco menos de um quilómetro da fronteira com a Espanha vai ver surgir a cascata da Portela do Homem do seu lado direito. Como não há estacionamento suficiente junto à cascata sugerimos que estacione o carro junto à fronteira e daí retroceda caminhando até à cascata.

Coordenadas GPS da Cascata da Portela do Homem

Latitude: 41°48’14.8″N

Longitude: 8°07’41.7″W

Cascatas das Lagoas da Mata da Albergaria

Bem pertinho da Cascata da Portela do Homem fica uma das cascatas do Gerês mais secretas: as cascatas das Lagoas da Mata da Albergaria. Para lá chegar terá de fazer uma pequena caminhada pela Mata da Albergaria, um verdadeiro bosque encantado, composta por imponentes e seculares carvalhos e frondosa vegetação. As cascatas em si são simplesmente maravilhosas e as lagoas, então, nem se fala.

Como chegar às Cascatas das Lagoas da Mata da Albergaria

Estas são das cascatas do Gerês menos visitadas e como tal é possível que nunca tenha ouvido falar delas. Mas até nem estão assim tão escondidas e o caminho até lá desde o estacionamento da Portela do Homem é super fácil e agradável. Aproveite e faça o trilho circular de 4km pela Mata da Albergaria. Não existe qualquer tipo de marcação ou indicação sobre estas cascatas, mas não se preocupe que nós damos uma ajuda.

Clique aqui para ler mais sobre o trilho que passa pelas cascatas e para descarregar o track GPS.

Coordenadas GPS das Cascatas das Lagoas da Mata da Albergaria

Latitude: 41°47’43.4″N

Longitude: 8°08’09.4″W

Cascatas das 7 Lagoas

As cascatas das 7 Lagoas estão longe de figurar entre as mais imponentes cascatas do Gerês mas as lagoas formadas por ela são, muito provavelmente, as melhores do parque nacional da Peneda Gerês.

Nós somos fervorosos adeptos destas 7 lagoas de tons azuis e sempre que podemos vamos lá dar, literalmente, uns saltinhos. Para lá chegar, a não ser que tenha um 4×4, terá de caminhar um total de 12km (ida e volta) mas acredite que vale (e muito!) a pena o esforço. É que para além dos fantásticos momentos que terá nas 7 Lagoas, o trilho que a elas conduz vai brindá-lo com paisagens de cortar a respiração.

Como chegar às Cascatas das 7 Lagoas

Estacione o carro na pitoresca aldeia do Xertelo e siga a pé pelo Trilho das 7 Lagoas. Clique aqui para ler todas as informações que precisa sobre o trilho e para descarregar o track GPS.

Coordenadas GPS das Cascatas das 7 Lagoas

Latitude: 41°45’32.7″N

Longitude: 8°01’37.4″W

Cascata Cela Cavalos

A Cascata Cela Cavalos está longe de ser uma das mais conhecidas, mas acredite que é uma das mais idílicas do Gerês. Se tivéssemos de fazer um Top 3 das melhores cascatas do Gerês (felizmente que não) esta figurava lá de certeza.

Esta é mais uma das cascatas do Gerês cujo acesso de carro é algo complicado. Logo espera-o mais uma pequena caminhada. Mas o que é isso quando o espera um dos locais mais mágicos do Gerês.

Como chegar à Cascata Cela Cavalos

Partindo de Cabril siga em direção a nordeste pela estrada CM1021. Após passar perto de Lapela vai encontrar um entroncamento. Siga pela direita e após um par de quilómetros vai encontrar a Capela de Santa Luzia à sua direita (não é fácil de a ver da estrada principal logo recomendamos que leve as coordenadas GPS que disponibilizamos abaixo).

A não ser que tenha um 4×4 o melhor é estacionar junto à capela e seguir a pé até à Cascata. Ir e vir são cerca de 4 quilómetros e é relativamente fácil de dar com a cascata. Mas pelo sim pelo não, clique nos botões abaixo para descarregar o track GPS e levá-lo consigo no seu smartphone.

Coordenadas GPS das Cascatas das Cela Cavalos

Latitude: 41°45’39.1″N

Longitude: 7°59’12.6″W

Cascata do Poço Azul

O idílico Poço Azul é um dos segredos mais bem guardados do Parque Nacional da Peneda-Gerês. Esta é a cascata com a localização mais remota desta lista e desta feita nem um 4×4 o safa. Para ir à cascata do Poço Azul só mesmo a pé. Mas é daquelas maravilhas da natureza que merece cada gota de suor.

Como chegar à Cascata do Poço Azul

Para chegar ao início do trilho que conduz à Cascata do Poço Azul, siga as indicações que partilhamos atrás para chegar à escadaria de acesso ao miradouro da Cascata do Arado. Uma vez lá espera-o uma caminhada de cerca de 11km (ida e volta). Clique aqui para ler todas as informações que precisa sobre o trilho e para descarregar o track GPS.

Coordenadas GPS da Cascata do Poço Azul

Latitude: 41°44’03.8″N

Longitude: 8°06’27.5″W

Outros artigos do Gerês

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide encontra sempre os melhores tours locais e pode ainda saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem da World Nomads. São rápidos e fáceis de fazer, são a 100% especializados em viagens e apresentam sempre os melhores rácios custo-benefício do mercado.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize o Skyscanner para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o Rentalcars. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog “VagaMundos” a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.