Christiania

copenhaga-christiania-entrada

Como já referimos anteriormente o “estado livre de Christiania” é um dos maiores highlights do bairro de Christianhavn. Esta comunidade independente e que vive num sistema de autogestão existe desde 1971, altura em que um grupo de pessoas tomou posse de alguns barracões militares (Badsmandsstraedes Kaserne) abandonados e fundou uma comuna. Escusado será dizer que ao longo dos anos Christiania tornou-se num verdadeiro paraíso hippie.

Hoje em dia tem cerca de 1000 habitantes e a comunidade possui as suas próprias infra-estruturas e sistema de governação. Manifestações artísticas são algo que não falta a Christiania encontrando-se um pouco por todo o lado alguém a tocar, cantar, pintar ou a produzir artesanato. Os concertos multiplicam-se, sobretudo no verão, e não falta sequer um museu para admirar algumas das obras artísticas dos moradores.

O que também não falta nesta comuna é as cervejas ecológicas, que provamos a aprovamos, e a venda de cannabis (que é tolerada dentro da comunidade, vendendo-se a céu aberto na famosa Pusher Street – e onde não é permitido tirar fotografias).

Visitar a Christiania é acima de tudo uma viagem pela cultura hippie, bem no coração de uma das mais organizadas cidades do mundo. Sem dúvida um enorme contraste!

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No Viator encontra sempre as melhores tours locais e pode ainda saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Gostamos de jogar pelo seguro e como tal, nas nossas viagens, não dispensamos o seguro de viagem da Iati. Têm excelentes preços, atendimento top em português e usando o nosso link terá um desconto de 5%.

Esta página contem links afiliados. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog “VagaMundos” a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

15 COMENTÁRIOS

  1. Deve ser uma experiência interessante e divertida passear por esse recanto de Copenhaga.
    Por vezes há comunidades dessas que apesar de apelarem à tolerância não são assim tão tolerantes mas…
    Quando aí for não me vou esquecer de dar um giro por lá, com ou sem cerveja incluída.

  2. Quando me mudei temporariamente para a Grécia, Christiania estava a ferro e fogo, por isso pensei que esse paraíso "artistico" já tinha sido reduzido a pouco mais que um bairro residencial. Tenho que lá voltar com bom tempo :). É realmente um sítio agradável para passear. Agora não esperem é simpatias quando estão a tirar fotografias… é estritamente proibido por razões óbvias.

  3. Não conheço Chrisitiania, mas quero muito ir lá. Como disse o Vitó, vamos esperar o tempo aquecer para dar um passeiozito e já agora experimentar essa cerveja ecológica!

  4. Olá Claudia. É sem dúvida o lado B de Copenhaga. E o lado B tem sempre os seus atractivos 🙂 Mas é preciso ter "um olho no burro e o outro no cigano" não vá o diabo tece-las.
    Bjs

    Olá Tiago. Sem dúvida que te recomendamos a passar por lá quando vieres a Copenhaga. E concordamos ctg: por vezes estas comunidades não são tão tolerantes como parece à primeira vista.
    Abraço

    Olá Paula. Ainda bem que te fizemos recordar 🙂
    Bjs

    Olá Vitor. Pelo que lemos foram tempos bem duros para a comunidade que esteve em riscos de acabar. Ainda hoje parece que sofre as consequencias desses dias. Mas já está mais calmo e não nos pareceu perigoso passear por lá, desde que se tome algumas cautelas.
    Abraços

    Olá João. É bom ver todos os lados da vida. Abre-nos os horizontes. Nem só do sol se faz o mundo… a noite tb faz falta 🙂
    Abraço

    Olá Marta. Agora com a vinda do bom tempo não te vai escapar. Aproveitem bem a birra ecologica 🙂
    Bjs

    Olá Lacoste. Mais um para lista! Se bem que quando cá vieres não te falte guias turisticos 🙂
    Abraço

    Olá Nocas. Sem dúvida que o stress é reduzido. Aquelas "cenas esquisitas" que eles fumam tb ajuda muito ;). E sim, vivem em grande contacto com a natureza. E isso sem dúvida nenhuma que é bom.
    Bjs

  5. Aqui está um local que me faltou visitar quando fui a Copenhaga. O lado alternativo da vida que levam não me atrai, mas a produção artística dos seus habitantes essa sim é interessante. A cerveja ecológica também pretendo experimentar. A visitar numa próxima oportunidade 😉

  6. Logo à entrada cometi o erro de tirar uma foto e quase que me comiam vivo!
    Realmente o contraste é enorme, e não deixa de ser significativo uma comunidade deste tipo implantada no meio do coração capitalista.
    Gostei particularmente do pormenor da placa à saída (ou entrada, conforme a pespectiva) "You are entering in the EU", ou coisa parecida.

    Saudações do Roadrunner!

  7. A partir dum certo ponto, é melhor guardar a máquina fotográfica, por razões óbvias como deves ter percebido! Mais um argumento para reforçar o contraste de que falas: uma comunidade deste género numa capital tão organizada e regrada. E a memória não te falha, "You are now entering the EU" é o que dita a tal placa quando se vira costas a Christiania.
    Abraço

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.