Como planear uma viagem independente: dicas para preparar a sua viagem

Como planear viagem - dicas para preparar viagem

Como faço para planear a minha viagem? Não é assim tão difícil. Mas para quem tem pouca prática, a tarefa de preparar uma viagem independente pode parecer complicada.

como-planear-viagem-plano-flexivelPara nós, esta é uma das perguntas mais simples a que podemos dar resposta imediata. Interiorize que planear a viagem faz parte da riqueza da viagem no seu todo. Comece por definir data e destino e tem o melhor ponto de partida. Mas não seja inflexível porque vai reunir muita informação que o pode levar a tomar decisões mais sensatas.

Como preparar uma viagem independente – guia passo a passo

Há vários métodos de preparar viagens, consoante a experiência, gostos, interesses e destinos de cada viajante. As nossas viagens são planeadas na perspetiva do viajante independente, ou seja, desde o dia em que pisamos um aeroporto no dia da partida até à hora do regresso, tudo é reservado e tratado por nós. A nossa filosofia é viajar lentamente, o que significa que temos muita liberdade para refazer, alterar e adaptar o plano inicial de viagem. Atualmente, as nossas viagens só têm dois pontos fixos: a partida e o regresso. Assim, vamos aqui partilhar consigo um pouco da nossa experiência.

Passo 1 para Planear Viagem: escolher o destino da viagem

como-planear-viagem-escolha-destinoOs destinos de viagem nunca se esgotam, mesmo para quem já tenha estado em mais de 80 países como nós. Portanto, a escolha é vasta e diversificada. O que mais pode condicionar a decisão do destino é a relação custo-duração da viagem. Quinze dias de férias no Algarve podem custar tanto como um mês de vida na Índia ou na Tailândia. Por isso, muitas vezes olhamos mais para destinos onde o custo de vida é mais barato ou onde se pode esticar o orçamento ao máximo. Isto não significa que países como a Noruega ou Estados Unidos sejam inacessíveis porque são tidos como caros. Há sempre formas de rodear a coisa – a “coisa” aqui entendida como custo elevado.

Se tem um país que gostava mesmo de visitar, que sempre foi a sua viagem de sonho ou que tem curiosidade de explorar, então é por aí que deve começar. Quando der por si, já está a pensar no próximo destino.

Passo 2 para planear viagem: consultar um guia de viagem – formato livro, não formato humano

como-planear-viagem-guia-de-viagemO primeiro recurso que todos usamos hoje em dia para planear a viagem é, obviamente, a internet. Acontece que são demasiadas fontes e milhares de sites e páginas e guias e roteiros e… a páginas tantas já estamos perdidos.

Por isso quando queremos traçar o primeiro esboço do itinerário da nossa viagem, a primeira coisa que fazemos é consultar o respetivo guia – daqueles em papel, sim. A nossa primeira escolha vai para guias com poucas imagens e muita informação como os da Lonely Planet e da Rough Guides. A vantagem destes guias é que reúnem num só suporte a informação mais prática e essencial para aquele destino específico. Informações relativas ao clima, língua, moeda local, sistema bancário, cuidados de saúde especiais, vistos, condições de segurança, telecomunicações e muitas, muitas outras informações úteis.

Esses guias trazem sugestões de itinerários que pode aproveitar e adaptar à sua medida. É sempre um bom ponto de partida para começar a visualizar no mapa o que pode explorar, conhecer e visitar. Assim, como a viagem é sua e deve fazer o percurso que mais lhe apetecer, pode logo ver nas respetivas entradas das cidades se o seu itinerário é viável ou se tem questões logísticas complicadas e como as contornar. Nós adoramos esta parte do processo de preparar a viagem.

E pode sempre fazer anotações, levá-lo consigo e consultar em qualquer lugar que esteja.

Passo 3 para planear viagem: buscar inspiração

preparar viagemO guia de papel é um ótimo recurso, mas pode ser insuficiente para preparar a sua viagem independente. Não dispense a consulta de sites de outros viajantes independentes. Pode recolher informação específica, encontrar inspiração nas fotografias e textos, descobrir pequenas pérolas nos arredores do local que quer visitar que não estão mencionadas nos guias. Afinal, nada como a experiência de quem lá esteve (ou está) para nos ajudar a descobrir pequenos segredos.

Pode começar aqui por casa: explore o nosso menu para saber mais sobre destinos, roteiros, dicas, o que ver e fazer na sua viagem.

Esta é uma das partes mais divertidas da preparação e, no fundo, já está a viajar guiado pela mão de quem sabe.

Passo 4 para planear viagem: preparar a documentação

como-planear-viagem-preparar-documentosNa preparação da sua viagem nunca deve esquecer documentos de identificação que comprovem a sua identidade. Sem eles, não pode viajar. Para cidadãos da EU e para os destinos dentro do espaço Shengen, basta o BI ou o cartão de cidadão. Fora desse espaço, é preciso ter um passaporte. Estes são os únicos documentos de identificação que pode usar. Confirme se estão válidos e principalmente se o seu passaporte tem ainda 6 meses de validade após a data de fim da sua viagem para evitar problemas nos aeroportos e fronteiras. Por incrível que pareça, este é um dos erros cometidos pelos viajantes mais comum.

Se levar cartão de crédito (e o mais provável é ter que levar por causa de algumas companhias aéreas exigirem, no check-in, a apresentação do cartão de crédito com que pagou a reserva) confirme se está dentro do prazo de validade e se o pode utilizar no seu destino.

Passo 5 para planear viagem: tratar do visto

planear viagemPara alguns destinos mais distantes ou exóticos é imprescindível a apresentação de visto de turista. A grande maioria dos países tem aquilo que se chama de visa on arrival, ou seja, nos serviços aduaneiros nas fronteiras e aeroportos paga uma franquia (ou não) e recebe o desejado carimbo no passaporte que lhe permite entrar no país e circular como turista durante um prazo de tempo limite (usualmente 90 dias).

No entanto, há países que têm regras mais restritas de entrada. Consulte o site da embaixada ou consulado do seu destino para se certificar se precisa de visto e com quanto tempo de antecedência deve tratar da sua emissão.

Para a nossa viagem à China tivemos que preparar tudo com bastante antecedência porque é um processo burocrático que exige muita documentação (entre eles, extratos bancários). Para entrar no Vietnam, ficava mais caro tratar do visto em Portugal, portanto recorremos a uma agência de viagens no Camboja quando estávamos na capital. Tailândia, Camboja e Laos têm visa on arrival. Nos países da América Latina onde estivemos não precisámos de visto nem pagámos nada nas travessias de fronteira.

Passo 6 para planear viagem: reservar voo

Quando tiver o seu destino definido e um primeiro esboço do seu itinerário, comece a preparar a reserva do voo. Como nesta fase pode gastar menos dinheiro com a flexibilidade de datas, pode vir a descobrir que tem mais ou menos dias para cumprir esse seu primeiro plano. Nesse caso, terá que redesenhar o seu itinerário. Mas é por isso mesmo que é tão importante começar a preparar a sua viagem com bastante antecedência.

Passo 7 para planear viagem: reservar alojamento

como-planear-viagem-reservar-alojamentoA internet está pejada de plataformas para reservar hotéis online, pelo que a tarefa mais difícil é escolher. Já experimentamos praticamente todas elas e presentemente recorremos quase sempre ao Booking.com para fazer as nossas reservas, pois as vantagens que oferecem são imbatíveis e na maioria dos casos permitem cancelar as reservas sem qualquer custo, o que para nós é uma enorme mais-valia.

Nós em viagens longas limitamos as reservas antes de sair de casa ao mínimo, ou seja, só para aquelas noites em que temos a certeza que vamos precisar, como por exemplo a primeira à chegada e a última antes do regresso. O resto, na verdade, vamos marcando as we go. Nas viagens curtas marcamos tudo de antemão pois é muito mais prático. Clica aqui para leres as nossos truques para arranjar alojamento bom e barato online.

E porquê não marcamos tudo também nas viagens de longa duração? Porque a nossa experiência nos ensinou que é preciso ser flexível quando andas na estrada por mais de uns pares de semanas. Viajamos agora mais lentamente, ao nosso ritmo, sem o stress de ter que cumprir o plano à risca – até porque os nossos planos de viagem são sempre abertos e maleáveis e isso é uma das melhores partes da viagem. É desta liberdade que se constroem as histórias mais memoráveis da viagem – para o bom e para o mau. A excepção que fazemos é para viagens em época alta. Aí é marcar tudo com o máximo de antecedência possível, pois de véspera paga-se balúrdios.

Passo 8 para planear viagem: ir a uma consulta do viajante

Dependendo do destino escolhido, nomeadamente os destinos assinalados pela OMH onde são necessários cuidados de saúde especiais, pode ser necessário marcar uma consulta de medicina de viagem, mais conhecida como consulta do viajante. Pode esclarecer com o médico quaisquer dúvidas que tenha relativamente a cuidados adicionais que tenha que ter com a saúde, com a alimentação, com vacinas e com remédios que deve levar no seu kit de saúde.

Para quem tenha problemas físicos ou de saúde, é sensato levar um documento escrito pelo médico onde esteja claramente expressa a doença juntamente com uma prescrição dos medicamentos que lhe são essenciais. Como tem que levar estes medicamentos consigo na bagagem de mão, podem surgir entraves quando passa zonas de segurança. Por isso nunca desleixe este passo quando estiver a preparar a sua viagem.

Passo 9 para planear viagem: fazer um Seguro de Viagem

Uma das questões que colocamos sempre quando estamos  a preparar uma viagem é se é realmente preciso fazer seguro de viagem. A nossa experiência diz-nos que há situações em que se justifica, e aconselha, a compra dum seguro de viagem.

Por norma numa escapadinha dentro de Portugal e para viagens de curta duração em países Estado-Membro da União Europeia e  Islândia, Listenstain, Noruega e Suíça só levamos o Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD). A excepção que fazemos é se estivermos a planear ir fazer muitas actividades de outdoors, como acontece quando vamos fazer o Caminho de Santiago, rafting, escalada e caminhadas pela natureza.

Já nas viagens fora do espaço europeu nunca dispensamos fazer um bom Seguro de Viagem. Infelizmente já tivemos que recorrer a hospitais em algumas das nossas viagens fora da UE e se não fosse o seguro de viagem as despesas teriam sido incomportáveis. É certo que em 90% dos casos nunca precisamos de activar a apólice, o que torna tentador não fazer um seguro na próxima viagem, mas basta recordarmos as vezes em que o azar nos bateu à porta para tirarmos logo essa ideia da cabeça.

Para esclarecer as suas dúvidas relativamente à necessidade, ou não, de fazer um seguro de viagem para a sua próxima viagem recomendamos a leitura deste artigo.

Passo 10 para planear viagem: ir para o aeroporto

como-planear-viagem-aeroportoEstamos aqui a partir do pressuposto que não é preciso dizer-lhe que tem que fazer a mala ou preparar a mochila de acordo com o clima do seu destino, as atividades que vai realizar e o que quer trazer de souvenirs.

Mas convém saber que deve chegar ao aeroporto com pelo menos 2 horas de antecedência da hora de partida. Afinal depois deste trabalho todo a preparar a sua viagem, não vai querer ficar em terra.

Estes são alguns dos conselhos e dicas que lhe podemos dar de acordo com a nossa experiência. Os pontos acima não são apresentados com nenhuma ordem cronológica rígida. Pode pode decidir mudar de destino quando vai em busca de inspiração, tratar do visto depois da reserva do voo, começar a fazer logo a mochila…

Como dissemos no início, as viagens ensinam o viajante que só a partida e o regresso são mais definitivos. Pelo meio estão as surpresas e as experiências novas e essas são o que dão verdadeiro sabor à viagem. Afinal de contas, o que mais importa na viagem é você!

Dicas práticas para preparar a sua Viagem

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

Faça um seguro de viagem na World Nomads ou na Iati. São ambas agências 100% especializadas em viagens e apresentam sempre os melhores rácios custo-benefício do mercado. Se optar pela Iati use o nosso link e terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize o Skyscanner para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado

No GetYourGuide encontra sempre as melhores tours locais e pode ainda saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o Autoeurope. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e por norma é onde encontramos sempre os melhores preços.

Esta página contem links afiliados. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog “VagaMundos” a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.