Visitar Copenhaga: Guia de Viagem da capital da Dinamarca

0
3974
Copenhaga

Copenhaga, capital da Dinamarca, é um destino de viagem apetecível em todos os sentidos. Monumentos históricos, espaços verdes invejáveis, palácios em jardins exuberantes, canais e lagos espalhados um pouco por toda a cidade são algumas das atrações turísticas que o vão cativar. A capital dinamarquesa orgulha-se ainda da sua modernidade. Na vanguarda do design escandinavo, a arquitetura é arrojada e inovadora com enfoque na sustentabilidade ecológica. Para os shopaholics Copenhaga oferece simplesmente a maior rua pedonal do mundo preparada para satisfazer os seus desejos. Faça como mais de metade dos seus habitantes e adira ao espírito Copenhagenize: ande de bicicleta e explore uma das cidades mais acessíveis do mundo. E que tal um mergulho nas águas claras do porto de Copenhaga?

Sabe o que ver e fazer em Copenhaga? Pois bem, não faltam atrações turísticas, pontos de interesse e atividades apelativas nesta metrópole escandinava. Tendo vivido anos em Copenhaga, conhecemos a cidade duma ponta à outra. Apresentamos um breve guia de Copenhaga para o ajudar a planear a sua viagem. Os pontos de interesse mais visitados e populares de Copenhaga incluem a Pequena Sereia, os Jardins do Tivoli e passeios de barco pelos canais.

Porquê visitar Copenhaga?

Amantes de história, arte, cultura, arquitetura e design, apaixonados do verde, espaços abertos e atividades ao ar livre, ativistas das causas dos direitos humanos, sociais, políticas e ecológicas, CUIDADO, esta cidade pode ser a vossa perdição. Copenhaga é uma cidade muito dinâmica em muitas áreas, e não nos referimos às geográficas. História e lendas estão representadas de alguma forma e espalhadas por toda a cidade. A criatividade e inovação também. O pano de fundo desta vibração é feito por uma arquitetura que parece saída dum conto de fadas ou dum filme futurista. O mais provável é apaixonar-se pela capital dinamarquesa quando a pisar pela primeira vez.

Quando visitar?

Dois dias são suficientes para ver os pontos de interesse de Copenhaga de maior relevo. Para conhecer mais, aconselhamos planear um roteiro de três dias em Copenhaga. Reservando uma semana siga o nosso guia de day trips a partir de Copenhaga com muitas sugestões. O verão é ameno sendo a melhor estação do ano para visitar Copenhaga. Os dias são longos (muito longos mesmo) o que permite fazer muito em pouco tempo. No inverno a cidade enche-se de cor e luz com os seus mercados e feiras de Natal apesar dos dias serem muito curtos. Quando os lagos a norte da cidade congelam, adultos e crianças aproveitam os dias frios de céu limpo para patinar no gelo ou praticar curling. A primavera e outono são chuvosos.

O que ver e fazer?

Nyhavn

NyhavnO porto de Nyhavn é provavelmente a imagem-postal mais conhecida de Copenhaga. O porto do século XVII orgulha-se hoje de ser uma das zonas mais atrativas e animadas, com restaurantes, cafés e bares a ocupar os pisos térreos de casas centenárias. O nº9 data de 1681, a casa mais antiga de Nyhavn. No canal, barcos históricos ancorados dão uma aparência mais autêntica ao porto.

Pequena Sereia

copenhaga-pequena-sereiaUma visita a Copenhaga sem visitar a Pequena Sereia é impensável. Inspirada no conto de Hans Christian Andersen, é a atração mais fotografada de Copenhaga. Sentada na sua rocha à beira da água na Langelinie, a Pequena Sereia é o maior símbolo da cidade de Copenhaga, mas não em dimensão. Não deixe de explorar a zona para conhecer Kastellet e Churchillparken.

 

Christiania

copenhaga-christiania-entradaA controversa Cidade Livre de Christiania, uma comuna independente e autorregulada, oferece uma infinidade de atracões artísticas e intensa vida cultural assente num estilo de vida alternativo. Dirija-se ao bairro de Christianshavn para entrar pela porta grande.

 

 

Parque Tivoli

parque-tivoli-copenhagaO Parque Tivoli (Tivoli Gardens) localizado no coração da capital da Dinamarca, é mais do que um simples parque de diversões. O Tivoli é um lugar de emoções fortes, entretenimento saudável, boa comida e uma atmosfera de conto de fadas. É o segundo parque de diversões mais antigo do mundo, logo a seguir ao Bakken, também dinamarquês. Desde 1843 que acolhe jovens de idade e jovens de espírito.

Passeio de Barco pelos canais de Copenhaga

copenhaga-nyhavn-canal-toursEis uma excelente maneira de ver os principais pontos de interesse de Copenhaga doutra perspetiva: um passeio de barco com o Canal Tours Copenhagen. Recoste-se no seu banco e conheça a história de Copenhaga pela voz dum guia que lhe dirá tudo sobre os lugares emblemáticos por onde o barco vai passando. Não é preciso saber nadar.

 

 Torre Redonda

copenhaga-torre-redondaA Torre Redonda em Copenhaga é única no mundo. A subida faz-se por uma rampa em espiral que o conduz ao topo. Este é um dos melhores pontos de observação da capital dinamarquesa que o recompensará com vistas fantásticas sobre os telhados da cidade e alguns dos edifícios históricos mais emblemáticos de Copenhaga.

Palácio Amelienborg

copenhaga-render-da-guarda-amelienborgO Palácio Amelienborg é a casa oficial da família real dinamarquesa. Composta de quatro edifícios idênticos em torno duma ampla praça, Amelienborg é um dos edifícios em estilo rococó mais impressionantes da Dinamarca. Todos os dias às 12:00h pode assistir ao tradicional render da guarda real.

 

Castelo de Rosenborg

copenhaga-castelo-rosenborg-slotA joia do Jardim Real, rodeado por um pequeno canal de água, o Castelo de Rosenborg é uma dos mais belos palácios de toda a Dinamarca. Objetos e artefactos pertencentes aos membros da família real e as Joias da Coroa Dinamarquesa podem ser apreciados numa visita ao interior do Rosenborg.

 

Rådhus

radhus-de-copenhagaA câmara municipal de Copenhaga, Rådhus, é um edifício histórico de grande importância e o centro nevrálgico de eventos sociais e políticos da Dinamarca. Na fachada do edifício vemos os símbolos de momentos históricos marcantes da Dinamarca e da cidade de Copenhaga. O seu interior patenteia beleza e requinte.

 

Zoo de Copenhaga

copenhaga-zooAo lado fantástico e pitoresco parque de Frederikesberg, o Zoo de Copenhaga é uma perdição para miúdos e graúdos. Pode ver a casa do elefante ou dar uma festinha numa cabra-anã, só para falar dalguns dos milhares de animais acolhidos e bem tratados neste zoo.

 

Ny Carlsberg Glyptotek

copenhaga-ny-carlsberg-glyptotekUm passeio por 3500 anos de arte, o museu Ny Calrsberg Glyptotek exibe peças artísticas da Antiguidade Clássica à Arte Moderna, da era de ouro da arte dinamarquesa ao impressionismo francês. No interior, o jardim de inverno convida a uma pausa relaxante do seu tour no museu enquanto saboreia uma deliciosa fatia de bolo.

 

Praias da Strandvejen

copenhaga-praia-strandvejComo país escandinavo, a praia e os parques são o destino favorito dos dinamarqueses em dias que o sol brilha resplandecente. A sul de Copenhaga, Amager é um dos melhores locais para desfrutar dos dias longos de verão. A norte, nada como percorrer a Strandvejen e descobrir as praias de Svanemølle, Hellerup, Bellevue ou Skodsborg.

 

Onde dormir?

Uma das coisas mais difíceis de encontrar é alojamento a preços baratos em Copenhaga. Os preços mínimos para uma cama em dormitório começam nos 25 euros. Para um quarto duplo aponte para um mínimo de 75 euros por noite. Regra geral, estes preços não incluem algumas comodidades como casa de banho privada, pequeno almoço e cancelamento gratuito. O que sugerimos de seguida são opções de alojamento barato que nós mesmos utilizámos e escolhemos devido a terem, nessa altura, o melhor rácio preço/qualidade.

Annex Copenhagen

O Annex Copenhagen é a opção budget do Absalon Hotel. Para quem procura a privacidade dum quarto duplo mas consegue passar sem outras regalias. Pequeno almoço não incluído (e a preços proibitivos! Recorra a um 7-eleven) e WC e chuveiros partilhados. Os quartos são pequenos mas confortáveis e foram recentemente renovados. Localizado perto da estação de comboios no bairro de Vesterbro.

Ibsens Hotel

Localização no centro de Copenhaga, na zona dos lagos a norte, o Ibsens Hotel é um hotel de 3 estrelas com quartos muito confortáveis e luminosos e uma boa relação preço/qualidade dentro da categoria. O pequeno almoço, incluído em certas ofertas, é muito satisfatório. As comodidades básicas estão incluídas: WC e chuveiro, roupa de cama e toalhas.

Onde comer?

A gastronomia tem as suas raízes em tradições rurais e ingredientes tradicionais, mas Copenhaga abre os braços à cozinha internacional, à street food criativa, aos mercados de comida e aos restaurantes com estrela Michelin. As sandes abertas, ou smørrebrød, são uma das experiências gastronómicas imperdíveis na capital dinamarquesa e as variações elaboradas só dependem da criatividade dos cozinheiros. A cozinha nórdica conseguiu uma posição de influência na gastronomia internacional, algo impensável há uma década atrás, e Copenhaga contribuiu fortemente para a nova tendência.

copenhaga-brunch-smorrebrodCopenhaga é uma cidade cara e a restauração não foge a essa realidade. No Nyhavn encontra uma vasta oferta de restaurantes e cafés. A Strøget é outra artéria da cidade onde arranja uma solução para a sua experiência gastronómica, entre os restaurantes, as cervejarias ou as rulotes de street food. Outra alternativa, os bairros de Nørrebro e Vesterbrø onde encontra restaurantes de cozinha temática e gastronomia internacional.

O nosso Favorito: Restaurant Ankara, um perto da Torre Redonda, outros dois na Vesterbrogade, a oeste da estação de comboios. Cozinha turca servida em estilo buffet com preços baratos tanto para o almoço como para o jantar. O borrego aqui é delicioso. Bebidas não-incluídas, obviamente.

Informação prática

  • O Posto de Turismo, no lado oposto ao Tivoli, tem um serviço bastante eficiente para programar os seus dias quando visitar Copenhaga: mapa gratuito com informação detalhada da cidade, venda do Copenhagen Card e ajuda na reserva de tours ou passeios.
  • Copenhagen Card oferece viagens ilimitadas na rede de transportes públicos (bus, metro e comboio), entrada gratuita numa seleção de museus e descontos em restaurantes, serviços e atrações turísticas de Copenhaga. Disponível para 24h, 48h, 72h ou 120h.
  • Copenhaga é a cidade da mobilidade sobre duas rodas. Existem lojas de aluguer de bicicletas em muitos pontos no centro. O Posto de Turismo aconselhará as melhores ofertas. Não dispense esta experiência.
  • A gratificação (gorjeta) não é prática comum nem esperada por parte dos turistas. No caso dum atendimento extraordinário, pode optar por recompensar a atenção.
  • Moeda: coroa dinamarquesa DKK; 1 DKK=100 øre. Leve algumas coroas dinamarquesas consigo para qualquer eventualidade à chegada mas existem ATM em praticamente todo o lado onde pode fazer levantamentos faseados. Informe-se sobre o limite de levantamento diário na Dinamarca na sua instituição bancária.
Guia de day trips a partir de Copenhaga 

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize a Momondo para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado.

Gostamos de jogar pelo seguro e como tal, nas nossas viagens, não dispensamos o seguro de viagem do WorldNomads.com

Esta página contem links afiliados. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog “VagaMundos” a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.