De Mansilla de las Mulas a León (20km)

483km percorridos

330km para Santiago

Neste dia o objetivo era chegarmos a León. Todas as etapas que implicam a entrada numa grande cidade são, à partida, pouco animadoras. Esta não foi exceção à regra. Para nós, León foi de longe a entrada urbana mais dura do Caminho Francês: tudo o que de mau uma entrada urbana tenha, León teve. Animava-nos a certeza que teríamos um dia inteiro de descanso na cidade, por isso fomos andando nas calmas e, passo a passo, percorremos mais uma etapa.

 

A melhoria do tempo que se vinha a sentir nos últimos dias, dava-nos sempre mais coragem para empreender a nova jornada. É verdade, pensarmos no dia de descanso também ajudou bastante a animar a alma. Por isso arrancámos cedinho de Mansilla donde saímos ao atravessar o rio Esla para tomarmos o andadero que segue paralelo à estrada.

Uma hora depois, e obrigados a seguir por alcatrão, entramos em Villamoros de Mansilla, primeira povoação do percurso. E como o pequeno-almoço havia sido de fraca sustância, fomos tentados pela simpatia dos donos da Casa Blanca a refastelarmo-nos com uns ovos mexidos e bacon. Ali nos demorámos um bocadito pois o corpo assim o pediu.

 

De volta ao Caminho, atravessa-se agora a ponte pedonal sobre o rio Porma para entrarmos em Puente Villarente em vez da sua velhinha ponte medieval. Mais um bocadinho de alcatrão para atravessarmos Villarente, mas o dia seria assim mesmo, pouca terra batida entre as várias povoações que se cruzam pelas suas ruas asfaltadas.

Antes mesmo de chegarmos à área coberta de descanso de Arcahueja, já vinha maldisposta e com dores de barriga. Maldisse os ovos que tão bem me souberam ainda uma hora antes. Não tinha coragem de comer nada, por isso o Alexandre sugeriu avançarmos mais um pouco até pararmos para o almoço na esperança de eu recuperar um bocadinho.

Como tive que alargar a barrigueira, o peso todo da mochila passou para os ombros e para as costas. Foi por isso com muito alívio que ao chegarmos a Valdelafuente vimos o local ideal para a nossa já habitual “pausa para a sandocha” no largo da igreja de San Juán Bautista, onde um casal de cegonhas se atarefava também a alimentar o seu pequenote.

O dia estava longe de chegar ao fim. Ainda nos faltavam mais de 6km com polígono industrial, travessias de autoestradas e zona urbana pela frente. Nada animador, é um facto, mas mais uma vez prevaleceu a vontade de chegar. O número de peregrinos reduz proporcional à dureza das entradas nas zonas urbanas e ao aumento de autocolantes publicitários dos táxis da zona.

Com os contratempos não previstos do dia, o cansaço e a fraqueza obrigaram-me a parar ainda em Puente Castro, um bairro que se atravessa para entrar em León propriamente dita. Mas o Alexandre veio todo o caminho a puxar por mim, a animar-me e a arrancar de mim o sorriso que andava meio escondido.

Foi com alegria e boa disposição que entrámos em León. Para trás deixávamos quase 200kms de Meseta, 10 dias consecutivos a andar, muitas dores, desanimo, desapontamentos mas também doces momentos de alegria e de deslumbramento com a imensidão da Meseta. Contas feitas, foi positivo. Foi mais uma grande conquista a dois, neste Caminho do Amor.

Etapa Anterior: De El Burgo Ranero a Mansilla de las Mulas
Etapa Seguinte: De León a Villar de Mazarife
Veja ainda: León


Clique para ler o nosso Guia do Caminho Francês


Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

Faça um seguro de viagem na World Nomads ou na Iati. São ambas agências 100% especializadas em viagens e apresentam sempre os melhores rácios custo-benefício do mercado. Se optar pela Iati use o nosso link e terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize o Skyscanner para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado

No GetYourGuide encontra sempre as melhores tours locais e pode ainda saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o Autoeurope. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e por norma é onde encontramos sempre os melhores preços.

Esta página contem links afiliados. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog “VagaMundos” a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.