De Ponferrada a Villafranca del Bierzo (25,5km)

619,5km percorridos

193,5km para Santiago

O dia reservava-nos uma etapa nada apetecível: muito quilómetro de alcatrão, o ruído ensurdecedor dos carros em mais de metade do troço, atravessar meia dúzia de povoações, e para fechar 7,5km de sobe-e-desce. Mas não sendo ainda suficiente para dois peregrinos exaustos, pela primeira e única vez, enganámo-nos no Caminho de Santiago.

Já sabíamos que o dia seria longo, portanto saímos cedinho de Ponferrada com o compromisso de percorrer os 23km que nos separavam de Villafranca del Bierzo.

Ermida de Santa Maria de Compostilla
Capela de San Blas e San Roque em Columbrianos
Muito km de alcatrão, estradas sem bermas e razias de carros

Mais de 75% do terreno desse dia foi estrada ou passeios porque são tantas as povoações que se “colam” neste troço que não dá sequer para ter a tranquilidade do campo. Pouco conseguimos usufruir da paisagem dado o nosso estado físico e o piso ser tão adverso. É verdade que o calor desse dia também não ajudou muito, obrigando-nos a fazer mais paragens do que o habitual.

 

Camponaraya
Atravessando Cacabelos
Vista do rio Cúa à saída de Cacabelos e a chegada a Pieros

O nosso grande entrave foi, passado Pieros, termos tomado o troço alternativo que passa por Valtuille de Arriba, uma povoação pequenina com pouquíssimos serviços para peregrinos. Quando vimos a aldeia apercebemo-nos logo que nos tínhamos enganado. O problema é que não fazíamos ideia quantos quilómetros mais representava aquele desvio.

Valtuille de Arriba. Desvio mais longo do caminho, pouquíssimas sombras e muita subida e descida
 Bastou uma falta de atenção e lá fomos nós obrigados a fazer mais 2,5km do que o planeado. Pode parecer pouco, e quem faz 23 faz 25. Não é assim tão linear. Errar o troço, perder uma seta, retroceder ou seguir direções que obrigam a mais quilómetros tem um efeito psicológico muito nefasto no peregrino.

 

Igreja de Santiago e a sua famosa Porta do Perdão, Villafranca del Bierzo
 

Demos graças a Deus quando vislumbramos Villafranca del Bierzo no horizonte. Estávamos zangados com a nossa falta de atenção, tínhamos esticado demasiado a etapa e ido além dos nossos limites. O Caminho já nos tinha ensinado a não fazer asneira. Parecia que não tínhamos aprendido a lição. Ouvimos António Variações em música de fundo, “quando a cabeça não tem juízo, o corpo é que paga”. Nada podia ser tão verdade.

Nas poucas horas de descanso que nos restavam, é que nos apercebemos que tínhamos ultrapassado a marca dos 600km. Menos de 200km separavam-nos de Santiago de Compostela. Será que conseguiríamos lá chegar? Só tínhamos uma certeza, íamos tentar.

Etapa Anterior: De El Acebo a Ponferrada
Etapa Seguinte: De Villafranca del Bierzo a O Cebreiro


Clique para ler o nosso Guia do Caminho Francês


Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

Faça um seguro de viagem na World Nomads ou na Iati. São ambas agências 100% especializadas em viagens e apresentam sempre os melhores rácios custo-benefício do mercado. Se optar pela Iati use o nosso link e terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Encontre os melhores tours locais e compre antecipadamente os bilhetes para os principais monumentos no Get Your Guide ou no Viator.

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o Rentalcars.com. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e por norma é onde encontramos sempre os melhores preços.

Esta página contem links afiliados. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog “VagaMundos” a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

8 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.