Ermida do Gerês: o que visitar | Miradouros, Cascatas, Lagoas e Trilhos

Ermida | Gerês: o que visitar, cascatas e lagoas

Visitar Ermida é a oportunidade de conhecer uma aldeia comunitária serrana do Gerês e contactar com um lugar onde prevalecem ancestrais costumes e tradições. Visitar Ermida passou a constar de todos os roteiros do Gerês que pululam na net. No nosso também, mas chegou a hora de lhe fazer justiça. Mais do que limitarmo-nos a designá-la como um pequeno paraíso em pleno Parque Nacional da Peneda-Gerês que promete conquistar o seu coração, vamos mostrar-lhe a Ermida de Terras de Bouro como nós a vemos, vivemos e sentimos. Sem mais delongas, saiba tudo sobre esta típica e remota povoação serrana conhecida pelos trilhos de pastores e currais da serra, pelos miradouros, cascatas e lagoas naturais.

Ermida (Gerês): o que visitar | Miradouros, Cascatas, Lagoas e Trilhos
Cascata da Rajada, uma das mais belas cascatas da Aldeia de Ermida
Na preparação da sua viagem para ir conhecer a aldeia comunitária de Ermida, sugerimos que leia também os seguintes artigos:

Onde fica e como chegar a Ermida?

Miradouro da Vela – Visitar Ermida

Este artigo fala da aldeia de Ermida pertencente ao concelho de Terras de Bouro (freguesia de Vilar de Veiga). Não confunda com a aldeia de Ermida de Ponte da Barca, também no Gerês. A aldeia de Ermida fica situada em pleno Parque Nacional da Peneda-Gerês, na encosta da Serra do Gerês e o seu território é cruzado pelo Rio Arado.

Da Vila do Gerês até à aldeia de Ermida são somente 10 km, inicialmente pela N308-1 e posteriormente pela CM1276. Uma vez lá, recomendamos que estacione a sua viatura junto ao Miradouro de Ermida, onde encontra vários lugares de estacionamento e o pequeno posto de turismo criado pela própria aldeia.

Quando visitar Ermida?

Ermida (Gerês): o que visitar | Miradouros, Cascatas, Lagoas e TrilhosPode visitar Ermida em todas as estações, mas os meses quentes (maio a setembro) são, de longe, a melhor altura. Dias longos, temperaturas amenas e tempo seco (agosto pode ultrapassar os 30ºC). Para quem quer desfrutar de uns refrescantes mergulhos nas lagoas próximas da aldeia, nada como visitar Ermida nos meses de verão (julho e agosto).

Se não faz questão de ir a banhos, é amante da natureza, procura tranquilidade aldeã, pratica caminhadas e atividades ao ar livre, então aconselhamos visitar Ermida nos finais da primavera e inícios do outono aproveitando os dias ainda longos com temperaturas mais amenas. Na primavera, pode beneficiar da oportunidade de ver as cascatas e lagoas desta região em todo o seu esplendor por causa das chuvas aumentarem os caudais dos rios. O inverno não é convidativo. É que nestas aldeias remotas do Gerês, o nevoeiro e as chuvas gostam de passar largas temporadas e os longos invernos são frios (muito frios!)

A Festa da Padroeira Santa Marinha acontece por volta do dia 18 de Julho. A festa religiosa e popular são uma só, e toda a aldeia se junta para erguer o arco da festa.

Visitar Ermida: o que ver e fazer?

Ermida (Gerês): o que visitar | Miradouros, Cascatas, Lagoas e TrilhosErmida é de longa data uma das aldeias mais isoladas do Parque Nacional da Peneda-Gerês. Há muito muito tempo atrás, Ermida era daquelas aldeias remotas na Serra do Gerês que nem estrada de acesso tinha. Só caminhos de pé-posto. O seu isolamento foi determinante para o seu modo de vida comunitário. A entreajuda e união das pessoas era fulcral para a sobrevivência. E não se limitavam a ajudar nas tarefas agrícolas e pecuárias. Era preciso limpar caminhos, restaurar abrigos de pastores, erguer casas, subir muros, cuidar das florestas. Todos participavam sem exceção. Com todas as tarefas partilhadas a comunidade podia vingar. Senão, estava condenada.

Agora que há uma estrada, a aldeia tornou-se um dos pontos mais visitados do Gerês. Ermida é uma comunidade de montanha, de gente orgulhosa da sua terra com fortes ligações à serra e aos seus recursos. Antigamente, as notícias que agitavam o dia-da-dia da aldeia sabiam-se no largo da igreja. Agora, é no café. Mas o melhor para si, que vai visitar Ermida, é começar pelo Miradouro da Ermida onde pode estacionar o carro.

Miradouro da Ermida

Ermida (Gerês): o que visitar | Miradouros, Cascatas, Lagoas e TrilhosO primeiro lugar a visitar em Ermida é o seu altaneiro miradouro, à beirinha da estrada. Abeire-se do infinito e deixe o olhar vaguear pelos picos graníticos da serra, vestida de florestas verdejantes e rasgada por vales escavados pelos rios Arado, Fafião e Cávado. As vistas desafogadas são sublimes. A pitoresca aldeia estende-se pela encosta por entre os socalcos de extensos campos agrícolas e de pastoreio. Mirando, como que em desafio, a rival aldeia de Fafião, já no Gerês transmontano.

Aldeia de Ermida

Ermida (Gerês): o que visitar | Miradouros, Cascatas, Lagoas e Trilhos
Capela de Ermida

Depois desta visão privilegiada, calcorreie as suas ruas empedradas. Entre as casas dos emigrantes, há ainda típico casario em pedra de granito que vale a pena apreciar. Ouse entrar nas quelhas estreitas para descobrir as fontes e os bebedouros, os espigueiros e os currais ainda hoje usados pelos pastores. Se visitar Ermida na Festa do Azeite e da Azeitona, pode visitar o lagar de azeite artesanal que ainda funciona e serve a comunidade. Não perca uma visita à bonita Capela da Ermida, feita de granito e datada de 1780.

Pastores, cabras e chanfana

Quando visitar a Ermida, é provável que se cruze com algum rebanho de cabras. Só na aldeia há perto dum milhar. A pastorícia é uma das atividades económicas mais vivas na aldeia. E pode participar em atividades que envolvam as tarefas do quotidiano dum rebanho de cabras e do seu pastor. Os pastores foram, e são, fulcrais na preservação das tradições antigas, como a vezeira. Obviamente que na gastronomia típica da Ermida dominam o queijo e a chanfana de cabra, que até tem direito a festival gastronómico.

Cascata da Rajada

Um dos principais motivos para visitar Ermida é a Cascata da Rajada, uma das cascatas mais surpreendentes do Gerês e um autêntico pedacinho do céu escondido na serra, cortesia do Rio Arado. E o único acesso à cascata é através de um trilho pedestre (2,5 km linear) que arranca da Ermida. É claro que vai ter de suar um bocadinho para a conhecer. Um pequeno preço a pagar quando tem à sua espera uma das cascatas mais bonitas, e desconhecidas, do Gerês. Para além da sua beleza, esta apaixonante queda de água forma uma paradisíaca lagoa de águas cristalinas, perfeita para uns refrescantes mergulhos nas tardes quentes de verão. Pelo caminho, vai descobrir as duas pérolas que se seguem.

Clique aqui para ler todas as informações que precisa sobre o trilho da Cascata da Rajada e para descarregar o track GPS.

Miradouro da Vela

Ermida (Gerês): o que visitar | Miradouros, Cascatas, Lagoas e TrilhosProvavelmente já se apercebeu que visitar Ermida equivale a vistas de cortar a respiração. O que provavelmente não sabe é que o Miradouro da Vela é um dos miradouros com paisagens mais arrebatadoras do Gerês. Escondido na mancha florestal de Ermida é como uma varanda virada para o infinito. E poderá ter a sorte de o ter só para si porque é pouco conhecido e frequentado.

Miradouro das Silhas

Na verdade são dois miradouros. Situados em cima dum mesmo promontório granítico de grandes dimensões com vistas deslumbrantes e vertiginosas sobre o vale do Rio Arado. Leve os binóculos para observar aves. Ou pura e simplesmente, deixe-se hipnotizar pelas paisagens de silêncio natural proporcionadas por estes miradouros da aldeia (enquanto não se tornam famosos).

Cascatas do Tahiti

Ermida (Gerês): o que visitar | Miradouros, Cascatas, Lagoas e TrilhosSe há coisa em que o rio Arado é fértil, é em cascatas e quedas de água dignas de capa de revista. E as Cascatas do Tahiti (nome mais popular das Cascatas Fecha de Barjas) dispensam apresentações. Situadas mesmo à beira da estrada, a menos de 3 km da aldeia da Ermida, nos últimos anos, tornaram-se numa verdadeira estrela do Instagram. E ao vivo e a cores é ainda mais fácil perceber o porquê. É que as Cascatas de Fecha de Barjas são uma autêntica obra-prima da natureza. Descer até lá abaixo requer alguma ciência (e acima de tudo muito cuidado) mas o esforço compensa. É, sem margem para grandes argumentações, uma das cascatas do Gerês mais paradisíacas e é excelente para tomar umas refrescantes banhocas.

Clique aqui para ler todas as informações que precisa para ir às Cascatas do Tahiti.

Cascata do Arado

Outra das cascatas incontornáveis quando visitar Ermida é a Cascata do Arado. Situada a 900 metros de altitude esta é uma das cascatas mais altas e fotogénicas do Gerês. Para lá chegar, siga as setas indicativas na aldeia, deixe o carro no sopé do Miradouro das Rocas e siga a pé pelo estradão de terra batida até à ponte sobre o rio Arado. O passeio é muito agradável e evita dar cabo do carro. Junto à ponte sobre o rio Arado suba até ao miradouro. A vista é impressionante. Se quer ir tomar uma banhoca, vai ter de vencer uma inclinada ladeira e saltar de pedra em pedra até às lagoas formadas pela cascata. Exige um pouco de espírito de aventura, mas compensa o esforço.

Clique aqui para ler todas as informações que precisa para ir à Cascata do Arado.

Miradouro das Rocas

Ermida (Gerês): o que visitar | Miradouros, Cascatas, Lagoas e TrilhosO vale rasgado pelo rio Arado é dos mais dramáticos e fotogénicos do Gerês. O Miradouro das Rocas é dos melhores para termos a perceção da grandiosidade desta natureza agreste de vertiginosos penedos graníticos. Saiba que está em cima de um dos mais emblemáticos, ao subir ao topo do Miradouro das Rocas. A subida é íngreme mas a vista é deslumbrante. A nosso ver, são gotas de suor e meros 10 minutos de esforço muito bem compensados.

Poço Azul

Ermida (Gerês): o que visitar | Miradouros, Cascatas, Lagoas e TrilhosO idílico Poço Azul é outra das lagoas que figuram entre os segredos mais bem guardados do Parque Nacional da Peneda-Gerês. Secretismo fácil de entender quando se sabe que, para visitar o Poço Azul, não existe outra alternativa a não ser percorrer a pé o fantástico Trilho da Cascata do Arado ao Poço Azul (cerca de 5 km linear). Pelo caminho vai cruzar frondosas florestas, rios e ribeiros, beber água fresca das nascentes do Gerês, ver in loco os famosos abrigos de pastores da aldeia de Ermida e ter acesso a algumas das vistas mais esmagadoras do Gerês. E claro, como recompensa pelo seu esforço, vai poder dar um mergulho (ou pelo menos molhar o pezinho) numa das lagoas mais bonitas do Gerês.

Clique aqui para ler todas as informações que precisa para ir ao Poço Azul e descarregar o track GPS.

Miradouro Pedra Bela

Ermida (Gerês): o que visitar | Miradouros, Cascatas, Lagoas e TrilhosO miradouro da Pedra Bela brinda o visitante com uma das paisagens mais brutais do Gerês. Divinal ao pôr do sol! A sua fama ultrapassa fronteiras e com razão de ser. A vista do miradouro é simplesmente sublime para este anfiteatro de maravilhas, sobre o vale da albufeira formada pelas águas dos rios Cávado e Caldo. A 800 metros de altura, garantimos que vai sentir-se mesmo muito pequenino perante a imensidão da paisagem que se estende a seus pés. Para apreciar com calma enquanto estuda o ângulo para a selfie perfeita.

O que visitar perto da Aldeia de Ermida?

Dada a localização privilegiada da aldeia no coração do Parque Nacional da Peneda-Gerês, visitar a Ermida é a oportunidade de ir ao encontro de outras maravilhas do parque natural. Eis alguns pontos de interesse de visita imperdível em redor de Ermida.

Trilho da Preguiça

O Trilho da Preguiça no Gerês é a prova viva de que os trilhos não se medem aos palmos. É certo que, na sua versão mais longa, tem pouco mais de 4 km de extensão, mas o que lhe falta em tamanho sobeja-lhe em beleza. Ao longo deste fascinante percurso pedestre irá cruzar bosques mágicos, por onde correm o rio Gerês e as Ribeiras da Laje e da Cantina, deliciar-se com paisagens panorâmicas de cortar a respiração do Miradouro da Preguiça e conhecer duas maravilhosas quedas de água do Gerês, a Cascata da Laja e a Cascata de Leonte.

Clique aqui para ler todas as informações sobre o Trilho da Preguiça e descarregar o track GPS.

Cascata do Rio Homem a.k.a. Cascata da Portela do Homem

No Gerês nunca se está muito longe de uma cascata. E a Cascata e Lagoa da Portela do Homem é uma das mais vistosas. O acesso é muito fácil pois a cascata fica mesmo ao lado da estrada que dá acesso à fronteira com a Espanha. Se estiver calor, aproveite para dar um mergulho nas águas do rio Homem. Mas não se deixe enganar pela sua tonalidade verde caribe. A água é gelada!

Clique aqui para ler todas as informações sobre a Cascata da Portela do Homem, como ir e coordenadas GPS.

Lagoas da Mata da Albergaria

Bem pertinho da famosa Portela do Homem escondem-se algumas das lagoas e piscinas naturais mais belas (e secretas) do Gerês: as Lagoas da Mata da Albergaria. O acesso exige fazer uma pequena e fácil caminhada pela Mata da Albergaria, um verdadeiro bosque encantado de imponentes e seculares carvalhos e frondosa vegetação. Como bónus, fará um pequeno troço da milenar Geira Romana. As cascatas em si são simplesmente maravilhosas e as lagoas, então, nem se fala!

Clique aqui para saber tudo sobre as Lagoas da Mata da Albergaria, como ir e descarregar o track GPS do trilho.

Fafião

Ermida e Fafião eram aldeias rivais. Os ajustes de contas pelos terrenos já estão sanados mas agora concorrem pelas maravilhas do Gerês que se escondem nos territórios destas aldeias de tradição comunitária. Dedique tempo a visitar a castiça aldeia de Fafião e com um passeio pela albufeira da Barragem da Paradela. Aproveite para conhecer o idílico Poço Verde, alimentado pelas águas do rio Fafião, para desfrutar das soberbas vistas do Miradouro de Fafião e para visitar o Fojo do Lobo de Fafião, a mais impressionante do Gerês dentre estas estruturas aldeãs antigas que eram utilizadas para caçar lobos.

Clique aqui para saber tudo o que pode ver e fazer numa escapadinha à aldeia de Fafião.

As 7 Lagoas do Xertelo

Um dos nossos cantinhos favoritos do Gerês são as paradisíacas 7 Lagoas do Xertelo (também conhecidas pelo nome de Poços Verdes do Sobroso), abrilhantadas por outras tantas pequenas cascatas que fazem as delícias de todos os amantes da natureza que nelas botam o olho. As 7 Lagoas do Gerês são uma apaixonante maravilha da natureza e o trilho que até elas conduz não lhe fica atrás. Pelo caminho é possível ver um Fojo do Lobo (estrutura de pedra usada para caçar lobos) e caminhar por uma antiga levada. As vistas são soberbas.

Clique aqui para ler todas as informações sobre o Trilho das 7 Lagoas do Xertelo, como ir e descarregar o track GPS.

Onde ficar a dormir quando for visitar a Ermida? Sugestões de alojamento

Como já se apercebeu, há muito que ver e fazer em Ermida. Pode precisar de ficar a dormir uma noite para explorar os atrativos principais, duas se quiser visitar explorar as maravilhas do Gerês nos arredores, três ou mais se quiser percorrer os trilhos.

A melhor localidade para montar base numa visita a Ermida é a Vila do Gerês. Fica a somente 10 km da aldeia de Ermida e muito mais oferta de alojamentos e serviços turísticos.

Na Vila do Gerês um dos nossos alojamentos favoritos é o Hotel Central Jardim, pois é muito económico, super central, muito confortável e ainda oferece um excelente pequeno-almoço já incluído no preço do quarto.

Outra boa opção na Vila do Gerês é o Adelaide Hotel. Perde um pouco na localização face ao Central Jardim, mas os quartos são igualmente confortáveis, tem um bom pequeno-almoço, e a mais-valia de ter uma agradável piscina exterior.

Se preferir um alojamento mais luxuoso recomendamos o Hotel São Bento da Porta Aberta, o nosso preferido para quando queremos ser mimados numa escapadinha romântica. É uma unidade hoteleira super acolhedora e que oferece todo o tipo de serviços de que necessitamos, tendo inclusivamente um (excelente) restaurante com iguarias regionais. A localização é simplesmente idílica, tem excelentes acessos e fica super perto da Marina do Rio Caldo e da Barragem da Caniçada. A relação qualidade-preço é imbatível!

Clique para ver mais opções de alojamento em Ermida

Mapa dos principais pontos de interesse a visitar em Ermida


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa dos principais pontos de interesse turístico a visitar na Aldeia de Ermida (Terras de Bouro) e arredores.

Outros artigos da região do Gerês

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide e na Civitatis encontra sempre as melhores atividades e tours locais e pode ainda reservar o seu transfer do aeroporto e saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem na IATI Seguros. É uma agência 100% especializada em viagens e apresenta o melhor rácio custo-benefício do mercado, sendo que todos os seus seguros contam com excelentes coberturas COVID-19. Se utilizar o nosso link terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize a AutoEurope. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o VagaMundos a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.