Genebra – da terra ao céu

Genebra esteve em risco de não ser visitada. O forte nevão que se abateu sobre a cidade helvética obrigou ao encerramento do aeroporto por largas horas. No quadro electrónico, a hora da partida do voo da easyjet era continuamente adiada, obrigando-nos a permanecer no aeroporto de Copenhaga durante mais de 5 horas, numa espera interminável. Perdemos tempo precioso que estava programado para explorar Genebra. À nossa chegada, a noite já se preparava para abraçar a cidade.

Para compensar o contratempo, o dia seguinte foi bem matutino. Estremunhados, arrancamos do hotel com um simpático “Bom dia e bom passeio!” bem português da conciérge Laura.

Primeira etapa, enveredámos pela Vieille Ville até à Place Neuve onde pudemos apreciar a fachada do Grand Théâtre de Genebra, o bastião cultural da cidade.

Seguiu-se o Parc des Bastions, com o famoso Mur des Réformateurs, em homenagem aos fundadores da Igreja Protestante Suiça, entre os quais se encontra Calvino.

É um dos parques mais frequentados da cidade pois reúne uma série de atractivos: tem um café-restaurante com um interior muito acolhedor para apreciadores do “turismo de café” e, em tom de adivinhação, a sua esplanada deve ser irresistível; há ainda umas mesas de xadrez e damas em formato XXL, faz “fronteira” com a Universidade, tem um antigo coreto e o Palácio Eynard no fim da Promenade des Bastions, ou seja, a avenida pedonal central que atravessa todo o Parque.

Direccionámos os nossos passos para outro monumento digno de visita: a catedral de Saint-Pierre.

Não deixem de procurar a cadeira de Calvino no interior da catedral enquanto contemplam a arquitectura gótica e os seus vitrais.

Lá nos enchemos de coragem e subimos os degraus que nos separavam da melhor vista sobre a cidade, a Torre Norte. Por agora, podem aqui contemplar a vista panorâmica sobre a cidade adornada de branco e o seu lago, Lac Léman, com os Alpes a espreitarem por entre as nuvens.

 

Como um azar nunca vem só, o Jet d’Eau não deu o ar da sua graça para estes VagaMundos o poderem ver do ponto mais alto da cidade! Mas sobre o dito, falaremos noutra crónica.

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize a Momondo para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado.

Quando o aluguer de carro se justifica recorremos sempre ao Rentalcars.com

Gostamos de jogar pelo seguro e como tal, nas nossas viagens, não dispensamos o seguro de viagem do WorldNomads.com

Esta página contem links afiliados. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog "VagaMundos" a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!
COMPARTILHAR
Artigo anteriorMer de Glace
Próximo artigoDeserto do Atacama
Anabela e Alexandre (linguista e economista), apaixonados um pelo outro e pelas viagens. Juntaram as letras e os números e criaram Vagamundos - Blog de Viagens onde partilham as suas errâncias pelo mundo e motivam todos a viajar. Autores independentes dos livros Caminho do Amor e Rostos do Oriente. Aproveitam qualquer desculpa para vaguear pelo mundo. Viveram na Alemanha, Dinamarca e EUA. Praticam trekking e lounging, alternadamente. Gostam de sujar cozinhas e conversar até altas horas. Uma vez por ano fingem que tocam djambé.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here