Góis, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer e dicas de alojamento

Góis, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer e dicas de alojamento

Designada de “Capital do Ceira”, visitar Góis é uma viagem numa montanha russa de pura emoção. Do alto das serras reinadas pelo Penedo de Góis ao vale profundo do rio Ceira, por curvas e contracurvas de estradas cénicas, a sucessão de encantos, surpresas e paisagens de assombro é promessa cumprida ao visitar o concelho de Góis.

Góis, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer e dicas de alojamento

O Concelho de Góis (distrito de Coimbra) tem um pé na Serra da Lousã e outro na Serra do Açor, beneficiando dum quadro natural e rural de geografia acidentada de rara beleza. Visitar Góis é conhecer património histórico, natural e cultural singulares através das suas aldeias do xisto, praias fluviais e trilhos.

Góis, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer Comece a planear a sua escapadinha a uma das vilas mais típicas do Centro de Portugal. Saiba o que visitar em Góis, vila e concelho, com a ajuda das nossas sugestões do que ver e fazer, quando visitar, alojamento onde dormir, restaurantes onde comer e mapa interativo, para não perder pitada do muito que Góis tem para lhe oferecer.

Na preparação da sua viagem à Serra da Lousã e Aldeias do Xisto sugerimos que leia também os seguintes artigos:

Quando visitar Góis?

Góis, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer A melhor altura do ano para visitar Góis depende muito dos seus interesses.

O verão é a época alta (1 de junho a 30 de setembro) e as praias fluviais fazem as delícias de milhares de visitantes, a par do colorido das festas populares nas aldeias.

A primavera e o outono são as épocas mais agradáveis para percorrer os muitos trilhos e percursos pedestres, num contacto próximo com o ambiente tipicamente rural e uma excelsa natureza ainda em estado puro que caracterizam o concelho de Góis.

O outono é perfeito para percorrer os trilhos de Góis

Góis é um concelho de tradições que marcam forte presença nos Santos Populares de Santo António (13 junho) e São João (24 junho), no feriado de Todos os Santos (1 novembro) com  a Feira dos Santos, do Mel e da Castanha e no Carnaval. Nas Aldeias do Xisto de Góis acontece a tradicional Corrida do Entrudo, com os foliões trajados a rigor a fazer diabruras pelas aldeias, ocultos pela Máscara de Cortiça®, imagem de marca do Entrudo de Góis. Conheça outras datas para visitar Góis:

  • Enterro do Bacalhau: enche a vila de paródia no sábado de Aleluia.
  • Festas do Concelho: na semana de agosto coincidente com o feriado municipal de 13 de agosto. Com eventos musicais, culturais e religiosos, as maiores festas de Góis acolhem também a Feira Sem Regras (espécie de Feira da Ladra) e o Largo das Tasquinhas.
  • Concentração Internacional de Motos (Góis): 3ª semana de agosto.

Onde fica Góis?

Góis, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Miradouro da Capela do Castelo – Roteiro para visitar Góis

Góis é uma vila portuguesa do distrito de Coimbra, na antiga província da Beira Litoral, no Centro de Portugal. Sede de município, a vila de Góis dista 40 km de Coimbra, 161 km do Porto e 224 km de Lisboa.

Onde ficar a dormir em Góis? Alojamentos sugeridos

Casa da Cerejinha

Como uma varanda para a vida da aldeia e repleta de tradição, a Casa da Cerejinha prende-nos pelo conforto e primor dos detalhes, patente no mobiliário tradicional e decoração, uma homenagem aos tempos idos mas com um toque de modernidade. Com aquecimento em todas as divisões, dispõe de dois quartos com cama de casal e um sofá-cama em mezzanine, sala com lareira e cozinha equipada. Na remota e isolada aldeia de xisto da Pena. Há lá melhor sedativo natural anti-stress do que um lugar longe do mundo?!

Casa Carvalhal 

Se preferir ficar na vila de Góis para ter melhor acesso a restaurantes ou outros serviços, a Casa Carvalhal é uma excelente aposta. Um dos alojamentos em regime bed & breakfast mais bem cotados e recebe ainda o nosso elogio pela modernidade, decoração e limpeza. Os quartos e suites têm casa de banho privativa, aquecimento central, são espaçosos, com camas super confortáveis e incluem um pequeno almoço delicioso magnífico. Se ainda está hesitante, a piscina exterior sazonal, de água salgada e aquecida vai convencê-l@ de certeza.

Sotam Country House

Na Murtinheira, faz-se romaria à Nossa Senhora da Candosa na noite de 15 de agosto. À Sotam Country House, o resto do ano. Principalmente aqueles que gostam de adrenalina. Este bed & breakfast é ideal para aventureiros, tanto casais (suites com casa de banho privativa), como grupos de amigos (quartos com beliches e casa de banho partilhada). Entre o Cabril do Ceira e Góis, tem uma localização privilegiada para visitar algumas das aldeias de xisto mais remotas, banhar-se em dois rios de águas límpidas, o Ceira e o Sotão, contemplar um canhão rasgado na cordilheira xistosa ou tentar a escalada do desfiladeiro do Cerro da Candosa. Porque a vida quer-se colorida.

Clique para ver mais opções de alojamento em Góis

Góis, o que visitar?

Góis, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Igreja da Misericórdia – Largo do Pombal

Góis é uma velha conhecida dos motards por causa da anual Concentração Internacional de Motos, a segunda maior do país. Já dos restantes portugueses, não se pode dizer o mesmo.

Góis, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Igreja Matriz de Góis

Se Góis lhe é desconhecida, continue a ler e descobrirá mais duma mão cheia de razões para visitar Góis.

Vila fundada na Idade Média, Góis tem vestígios de ocupação pré-histórica e romana. Em 1516 recebe o primeiro foral real, concedido pelo Rei de Portugal Dom Manuel I.

Ponte Real – Roteiro para visitar Góis

A Ponte Real será muito provavelmente o seu primeiro encontro com o património histórico da vila de Góis. Independentemente do seu ponto de partida, há grandes probabilidades de ter que a atravessar para chegar ao centro histórico, que reúne o maior número de pontos de interesse a visitar em Góis.

Praça da República – Roteiro para visitar Góis

Os locais de visita obrigatória e as experiências a não perder quando visitar Góis são as seguintes:

  • Atravessar a pé e observar das margens do rio Ceira a fotogénica Ponte Real. Descubra os interessantes ângulos para fotografar os três arcos da ponte mandada construir Rei D. João III, em 1533.
  • Apreciar a Capela do Mártir São Sebastião, de planta hexagonal e portal barroco, na extremidade oeste da ponte.
  • Adentrar-se na vila pela Praça da República, ao redor da qual se destacam o antigo Hospital de Góis (construído em 1560), a contígua Capela do Espírito Santo (Posto de Turismo), a “Casa da Quinta” e atuais Paços do Concelho (uma casa senhorial do século XVII, particularmente notável pelos tetos pintados), o edifício da Havaneza Goiense (uma casa oitocentista, de inspiração pombalina).
  • Deambule pelo amplo Largo do Pombal, ao centro verá a ornada Fonte e Cisterna do Pombal com um painel de azulejos hispano-árabes, e a Igreja da Misericórdia, fundada com a contribuição do povo.
  • Suba à altaneira Igreja Matriz de Góis para admirar a capela-mor quinhentista e uma das melhores obras de escultura tumular da Renascença portuguesa: o túmulo de D. Luís da Silveira, nobre responsável pelo período áureo de Góis no século XVI.
  • Saciar a fome num dos restaurantes do concelho especialistas em pratos típicos regionais. Só os nomes fazem nascer água na boca: Sopa de presunto, Tibornada, Trutas à moda do Ceira, Cabrito do Sinhel, Bucho tradicional, entre outros.
  • Deliciar-se com as Gamelinhas da Padaria Pastelaria Kentidoce, um doce típico de Góis, em forma de gamela, com textura suave e feito de castanha, noz, mel e canela.
  • Queimar as calorias (ou estender a manta para uma sesta à sombra) nos agradáveis parques e espaços verdes do Parque do Cerejal ou do Parque Francisco Rosas, com direito a praia fluvial.
  • Desfrutar das arrebatadoras e melhores vistas panorâmicas de Góis, subindo à Capela do Castelo.

Praias Fluviais de Góis

Praia Fluvial de Alvares

Para além das águas cristalinas do abençoado rio Ceira, Góis tem inúmeros cursos de água a cruzar o concelho (como a ribeira da Pena, o rio Sotão, a ribeira do Sinhel, entre outros). Por isso, Góis é muito procurada no verão pois não faltam praias fluviais para desfrutar nos dias quentes.

A Praia Fluvial das Canaveias e a Praia Fluvial de Alvares são galardoadas. E há, pelo menos mais 19 lagoas e poços que formam piscinas fluviais naturais, algumas quase sem intervenção humana, espalhadas pelas aldeias e povoações do concelho de Góis.

Mas se quer saber quais são as melhores praias fluviais de Góis, encontra a resposta imediatamente abaixo.

Praia Fluvial da Peneda e Pego Escuro (Góis)

Góis, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer

As águas cristalinas do Ceira são a razão pela qual muitos vão visitar Góis. A Praia Fluvial da Peneda e a Praia Fluvial do Pego Escuro é uma dupla difícil de igualar e nem pestanejamos em afirmar que são das melhores praias fluviais do Centro de Portugal.

Góis, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Passadiço do Ceira – Góis

Ambas a escassos metros do centro de Góis, distam uma da outra em somente 500 metros, estando unidas pelo cénico Passadiço do Ceira. Ou seja, na prática são a mesma praia com duas faces distintas.

Praia Fluvial da Peneda

Na Praia Fluvial da Peneda, é chegar e relaxar, no relvado ou na irresistível ilha de areia! Tem todo o tipo de serviços de apoio para fazer as delícias de miúdos e graúdos. A irmã gémea, a Praia Fluvial Pego Escuro, é a eleita dos que procuram mais tranquilidade e aventuram-se nos passeios rio acima. Também um bom bar de apoio, mesmo ao lado de um castiço moinho de água.

Praia Fluvial do Pego Escuro

Em comum, ambas apresentam uma irrepreensível qualidade de água e excelentes acessibilidades (a sua “sala de troféus” está bem recheada de galardões como Bandeira Azul, Praia Acessível e Qualidade de Ouro) e um soberbo enquadramento paisagístico, dominado pelas majestosas montanhas da Serra da Lousã.

Praia Fluvial Cabril do Ceira (Serpins)

Góis, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer Outra das melhores praias fluviais que deve aproveitar a oportunidade de conhecer quando visitar Góis é o Cabril do Ceira. Apesar de já pertencer ao concelho da Lousã, fica muito perto da vila. Tem um enquadramento paisagístico maravilhoso: um vertiginoso desfiladeiro rasgado pelo rio, uma piscina natural e uma praia selvagem.

O local é simplesmente paradisíaco, mas avisamos já que é completamente selvagem, por isso não espere qualquer tipo de serviço de apoio ou vigilância. O acesso à garganta é por estrada de terra batida, viável com um carro ligeiro. Basta ter algum cuidado.

Dica VagaMundos: se quiser ter uma vista aérea da Garganta do Cabril do Ceira, suba à vizinha Capela da Nossa Senhora da Candosa onde irá encontrar um caminho pedestre que conduz até a um pequeno miradouro no meio do canhão rochoso.

Aldeias do Xisto de Góis

Góis, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Aldeia de Xisto da Pena – Roteiro para visitar Góis

Um roteiro para visitar Góis não fica completo sem uma visita às quatro aldeias de xisto do concelho de Góis, que figuram entre as mais belas da Serra da Lousã. São elas:

  • Comareira (a aldeia-miradouro e mais pequena das 27 aldeias da Rede Aldeias do Xisto),
  • Aigra Nova (aproveite para visitar o Ecomuseu Tradições do Xisto),
  • Aigra Velha (a mais alta das Aldeias do Xisto, a 770 m, com um capril Tradicional e o núcleo do forno e alambique da família Claro)
  • Pena (conheça o Moinho de Rodízio do Poço da Lontra, a Ribeira da Pena e o castanheiro centenário junto à ponte).
Góis, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Penedos de Góis

A aldeia de Pena é a nossa favorita e deambular pelas ruelas destas aldeias é uma viagem a um mundo rural que julgávamos perdido. Da aldeia da Pena tem vistas estupendas para os escarpados Penedos de Góis (onde até já existe um baloiço), que com os seus mais de 1000 metros de altura fazem a delícia dos amantes de escalada com as vias de escalada do Penedo da Abelha.

Trilho das Aldeias do Xisto de Góis (PR1 GOI)

Góis, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Uma das soberbas vistas que poderá disfrutar ao longo do Trilho das Aldeias do Xisto de Góis

Todas as aldeias são acessíveis de carro. Mas, na nossa opinião, a forma mais compensadora de as conhecer é ao ritmo duma caminhada pelo Trilho das Aldeias do Xisto de Góis. Assim, junta o útil ao agradável: preenche os seus dias a visitar Góis com uma atividade boa para mente e corpo e ainda fica com uma visão realista da vida d’outrora destas aldeias remotas.

O Trilho das Aldeias do Xisto de Góis é um percurso pedestre com lugar cativo na nossa lista dos melhores trilhos da Serra da Lousã. Este percurso circular tem sensivelmente 9 km de extensão e passa por todas as Aldeias do Xisto do concelho de Góis, nomeadamente Aigra Nova, Aigra Velha, Pena e Comareira.

Clique para saber mais sobre o PR1 GOI – Caminho do Xisto das Aldeias de Góis e descarregar o track GPS para levar no seu smartphone.

Estrada Nacional 2 em Góis

Góis é a porta de entrada da estrada nacional EN2 na Serra da Lousã e uma das vilas mais emblemáticas da fantástica mother road portuguesa. A mítica EN2, a estrada nacional que une o interior de Portugal de norte a sul, desde Chaves a Faro, entra no concelho de Góis ao km 262 em Vila Nova do Ceira e cruza o concelho de Góis até ao km 308 em Louriceira. E o concelho tem muito para oferecer neste tão curto troço.

Na verdadeira montanha russa de subidas e descidas, curvas e contracurvas, Góis presenteia com paisagens assombrosas de serras, vales, floresta, campos rurais, aldeias de xisto, rios e praias fluviais. Tem a Praia Fluvial das Canaveias a abrir o apetite para banhos no Rio Ceira e a Praia Fluvial da Ribeira do Sinhel para tirar o pó da estrada da pele, a fechar. Tem as gravuras rupestres da Pedra Letreira e dois museus etnográficos. Para além das vila históricas de Góis e de Alvares e aldeias típicas.

Praia Fluvial das Canaveias

Uma curiosidade: dois dos nomes mais castiços de povoações que se encontram ao longo da EN2, estão no troço entre Góis e Pedrogão Grande. A Picha e a Venda da Gaita. Tire as fotos da praxe às placas para mais tarde mostrar aos seus amigos. É risada garantida!

O marco quilométrico 300 da EN2 localiza-se no concelho de Góis, na freguesia de Alvares. Portanto, se é daqueles que coleciona a foto destes marcos centenares, já sabe onde encontrar o 300.

Dica VagaMundos: os amantes de duas rodas não podem deixar de fazer um pit stop no Góis Moto Clube, um dos clubes motards mais emblemáticos da Estrada Nacional 2. Fica mesmo ao lado do marco do KM 271.

Onde comer em Góis – Melhores Restaurantes

Bucho tradicional

A gastronomia é um dos grandes trunfos do concelho que leva tantos a visitar Góis, uma e outra vez. A elevada qualidade dos produtos da região e a sabedoria popular conceberam pratos tradicionais de comer e chorar por mais. Listamos abaixo restaurantes e prato regional em que se especializam, mas encontra cardápios bem mais preenchidos e tentadores em cada um deles. Aconselhamos que reserve com antecedência e garanta que estas iguarias estão disponíveis no dia que for visitar Góis.

  • Restaurante Beira Rio: Chanfana e Sopa de presunto
  • Restaurante Alvaro’s: Chanfana e Tibornada
  • Restaurante Casa da Ti Maria: Trutas à moda do Ceira
  • Restaurante Caravela: Chanfana e Bucho tradicional
  • Restaurante Fora d’Horas, em Alvares: Cabrito do Sinhel

Mapa com a localização dos principais pontos de interesse a visitar em Góis


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa com a localização dos principais pontos de interesse turístico a visitar em Góis e arredores.

Outros artigos do Centro de Portugal

Aveiro | Aldeias Históricas de PortugalBelmonte | Cascata da Cabreia | Cascata da Pedra da Ferida | Castelo de Bode | Castro Daire | CoimbraEstações Náuticas Centro de PortugalFigueira da FozFoz do Cobrão | Loriga | Passadiços do Orvalho | Passadiços das Fragas de São SimãoPenamacor | Dornes | Monsanto | Nazaré | Óbidos | Oeste de Portugal | Ourém | Praias Fluviais Centro de Portugal | Penedo Furado | PenichePiodão | Poço Negro | Seia | Serras de Aire e CandeeirosSanta Comba DãoSerra do AçorSerra da Estrela | Serra da Lousã | Tomar | Vila de Rei | Viseu

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide e na Civitatis encontra sempre as melhores atividades e tours locais e pode ainda reservar o seu transfer do aeroporto e saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem na IATI Seguros. É uma agência 100% especializada em viagens e apresenta o melhor rácio custo-benefício do mercado, sendo que todos os seus seguros contam com excelentes coberturas COVID-19. Se utilizar o nosso link terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize a AutoEurope. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o VagaMundos a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.