Roteiro Balcãs: o que visitar numa roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro

Os Balcãs são uma das nossas regiões favoritas da Europa! Já por lá andamos duas vezes e sentimos que ainda nos reserva um mundo por explorar. Como tal, o roteiro para visitar os Balcãs que partilhamos neste artigo está longe de cobrir toda a região. Baseia-se na nossa segunda visita a esta região, uma roadtrip épica pelos Balcãs que durou cerca de um mês e onde visitamos os locais mais emblemáticos da Bósnia e Herzegovina, da Croácia, da Eslovénia e do Montenegro.

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro
Lagos de Plitvice – Croácia

Ao longo de 2500 km cruzamos os imponentes Alpes Julianos, percorremos a idílica costa do Adriático, visitamos ilhas paradisíacas, fizemos trilhos de classe mundial, calcorreamos cidades medievais e vimos uma miríade de maravilhas naturais que nos deixaram de queixo caído dia sim, dia sim. Pode parecer exagero, mas não é! Uma viagem pelos Balcãs é garantia de aventura e deslumbramento diário.

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro
Lago de Bled – Eslovénia

Por isso, se anda a sonhar com uma viagem pelos Balcãs, veio parar ao sítio certo. Acreditamos que este nosso roteiro vai dar uma boa ajuda no planeamento da sua viagem e até pode ser mesmo o empurrãozinho que lhe faltava para transformar o seu sonho em realidade.

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro
Dubrovnik – Croácia

Ao desenharmos este roteiro dos Balcãs, ideal para cerca de um mês de viagem, tivemos como principal premissa incluir um vasto leque de experiências distintas, misturando de forma relativamente equitativa destinos culturais com destinos de natureza.

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro
Mostar – Bósnia e Herzegovina

Nele vai encontrar muitas informações práticas para lhe facilitar a logística da viagem, todos os principais pontos de interesse que deve incluir no seu itinerário para visitar os Balcãs e muitas dicas de viagem para que desfrute ao máximo desta surpreendente região da Europa. Prepare-se para uma das viagens mais fascinantes da sua vida!

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro
Sveti Stefan – Montenegro
Na preparação da sua viagem aos Balcãs sugerimos que leia também os seguintes artigos:

Conteúdo deste Artigo

Guia e dicas de viagem para Roadtrip nos Balcãs

Onde ficam e quais são os países dos Balcãs

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro
Baía de Kotor – Visitar Balcãs

Os Balcãs, também designados de Península Balcânica, são uma região do sudeste do continente europeu, fazendo fronteira com a Áustria e Itália a leste, com a Hungria e Ucrânia a norte e Turquia a oeste.

Os Balcãs são vulgarmente associados com os países da ex-Jugoslávia, mas na verdade são muitos mais os países que fazem parte desta região. Os países da ex-Jugoslávia que fazem parte dos Balcãs são os seguintes:

Estes são os outros países que também fazem parte dos Balcãs, mas que nunca pertenceram à ex-Jugoslávia:

  • Albânia
  • Bulgária
  • Grécia
  • Roménia
  • Turquia (parte europeia que faz fronteira com a Bulgária)

Como referimos anteriormente, este roteiro dos Balcãs foca-se apenas na Bósnia e Herzegovina, Croácia, Eslovénia e Montenegro.

Moedas dos países dos Balcãs visitados neste roteiro

Vistos para visitar os Balcãs

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro
Alpes Julianos – Visitar Balcãs

A Croácia e a Eslovénia pertencem à União Europeia. Logo, se for português, só necessita do cartão de cidadão para visitar estes países. Para a Bósnia e Herzegovina e Montenegro vai precisar do passaporte, mas para estadias até 90 dias não é necessário visto. Os cidadãos brasileiros precisam do passaporte para visitar todos os países referidos, mas também não necessitam de visto para entrar na Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro para fins turísticos.

Custo de Vida

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e MontenegroO nível de vida nos Balcãs é muito variável, mas serão raros os casos em que vai encontrar preços superiores aos que encontra em Portugal. Dos quatro países visitados neste roteiro dos Balcãs a Eslovénia é o mais caro, seguido da Croácia. Viajar no Montenegro é significativamente mais barato que viajar em Portugal, mas o título de país mais barato deste roteiro dos Balcãs vai para a Bósnia e Herzegovina.

Saúde e Condições higiénicas

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e MontenegroA Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro apresentam boas condições sanitárias e não existem vacinas obrigatórias para visitar estes países dos Balcãs.

Os cidadãos europeus têm acesso a cuidados de saúde e assistência médica nos serviços públicos da Croácia e Eslovénia utilizando o Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD). Terá apenas de pagar a taxa moderadora como qualquer cidadão croata ou esloveno.

O mesmo já não acontece na Bósnia e Herzegovina e em Montenegro. Por isso, recomendamos que faça um bom Seguro de Viagem. Evitará muitos dissabores no caso de precisar de cuidados de saúde e assistência médica durante a sua viagem, bem como para se precaver contra outros contratempos (como roubos, perda de malas, cancelamento da viagem, etc). Fomos assaltados em Sarajevo durante esta viagem, perdendo parte significativa do nosso equipamento e, se não fosse o nosso seguro de viagem, teríamos gasto milhares de euros para o repor.

Seguro de Viagem para visitar os Balcãs

Na hora de comprar um seguro de viagem, a nossa escolha recai sempre na IATI Seguros. É uma agência 100% especializada em seguros de viagem, apresenta sempre o melhor rácio custo-benefício do mercado, e todos os seus seguros contam com excelentes coberturas COVID-19, a preços surpreendentemente económicos.

Clique para fazer uma simulação para a sua viagem aos Balcãs e receba um desconto de 5% na compra do seu seguro de viagem usando o nosso link.

Quando visitar os Balcãs

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro
Praia paradisíaca na Croácia – Visitar Balcãs

Os melhores meses para visitar os Balcãs são entre abril e outubro. Se pretende desfrutar das quentes águas do Adriático, a melhor altura é entre finais de junho e inícios de setembro.

Se não tiver interesse em fazer praia, recomendamos que viaje em abril-junho e setembro-outubro. O tempo é decente (similar ao de Portugal), há menos multidões e os preços são bem mais em conta.

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e MontenegroSe for amante de desportos de inverno, como o ski, recomendamos que visite entre meados de dezembro a março, altura em que os Alpes Julianos e as Montanhas da Bósnia e Herzegovina estão, habitualmente, cobertas de neve. A Bósnia e Herzegovina como destino de férias na neve é dos mais atrativos. Dado o custo de vida ser baixo, possibilita fazer férias de inverno bastante económicas.

Como chegar aos Balcãs– dicas de voos

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e MontenegroPor norma os voos mais baratos são para Zagreb (e o melhor é que há voos diretos de meados de abril a finais de outubro), mas por vezes arranjam-se autênticas borlas para Sarajevo, Dubrovnik e Split (com escala).

Apesar deste nosso roteiro dos Balcãs arrancar de Liubliana, nós optamos por apanhar o voo direto para Zagreb, onde alugamos carro, e por seguir diretamente para a capital eslovena, que fica a somente 140 km de distância do aeroporto de Zagreb.

Para obter os melhores preços sugerimos que faça várias simulações e que reserve o voo com (pelo menos) três meses de antecedência. Clique para ler as nossas dicas para comprar voos baratos.

Clique para pesquisar voos através da Skyscanner

Conduzir nos Balcãs e aluguer de carro

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e MontenegroEm nossa opinião a melhor maneira de explorar os Balcãs é fazendo uma roadtrip. Não só permite maximizar o seu tempo, como o facto de poder parar em qualquer lugar vai-lhe permitir desfrutar de paisagens maravilhosas e locais menos turísticos.

Conduzir na Bósnia e Herzegovina: a Bósnia e Herzegovina tem pouquíssimas autoestradas, ou seja, prepare-se para conduzir quase sempre por estradas nacionais (algumas delas em más condições e ainda com visíveis marcas dos projéteis lançados durante a Guerra dos Balcãs), e para viagens algo morosas. Mas olhe pelo lado positivo: poupa imenso dinheiro em portagens e acaba por cruzar remotas aldeias rurais e ver paisagens que, de outra forma, jamais veria.

Conduzir na Eslovénia: conduzir na Eslovénia é super tranquilo. As autoestradas são boas e as portagens são muito mais baratas que em Portugal. Para circular nas autoestradas é obrigatório comprar uma vinheta para colocar no para-brisas do carro. Com essa vinheta pode circular sem qualquer restrição em todas as autoestradas, sem mais custos adicionais. A vinheta para 7 dias custa apenas 15€ e pode ser adquirida em qualquer posto de combustível.

Conduzir na Croácia: a experiência de condução na Croácia é muito similar ao que encontra em Portugal. As autoestradas são boas e o combustível e portagens são consideravelmente mais baratos que em Portugal. Pode pagar as portagens com cartão, kunas ou euros, mas tenha em atenção que o troco será sempre dado em kunas.

Conduzir no Montenegro: Montenegro ainda não tem autoestradas, ou seja, irá conduzir sempre por estradas nacionais. Mas como o país é muito compacto, nunca terá longas horas de condução pela frente.

Nós alugamos o nosso carro através da AutoEurope e correu tudo cinco estrelas, como de costume. O que gostamos da AutoEurope é que permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car (e assim encontrar o melhor preço disponível) sendo ainda possível cancelar o aluguer sem qualquer custo até 48h antes da partida.

Clique para ver todas as opções de aluguer de carro nos Balcãs

Alojamento nos Balcãs – onde ficar na sua viagem aos Balcãs

O preço dos alojamentos nos Balcãs varia muito de país para país. Na Eslovénia e nos principais destinos turísticos da Croácia espere pagar valores semelhantes aos que encontra nos locais mais turísticos em Portugal.

Como os alojamentos já não são de si muito baratos nestes países, se deixar a reserva de alojamento para a última hora, arrisca-se a pagar o dobro do preço. Sobretudo se viajar durante a época alta. Recomendamos vivamente que reserve os seus alojamentos com antecedência através do Booking.com, pois permite cancelar sem custos a maioria das reservas.

Já na Bósnia e Herzegovia e no Montenegro o alojamento é muito económico e se procurar com antecedência, vai encontrar hotéis extraordinários a preços de saldos mesmo em cidades como Mostar e Sarajevo, ou Budva e Kotor.

Ao longo do roteiro vamos sugerir-lhe os nossos favoritos – testados e aprovados por nós – e adicionamos ainda algumas sugestões dos melhores hotéis da respetiva localidade, desde económicos aos de luxo, que apresentam a melhor relação qualidade-preço.

Clique para pesquisar as melhores opções de alojamento nos Balcãs

Informações detalhadas dos países dos Balcãs

Para mais informações sobre cada um dos países dos Balcãs presentes neste roteiro clique nos links abaixo:

Roteiro para visitar os Balcãs (4 semanas) – Roadtrip com o melhor dos Balcãs

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro
Pavlova Strana – Visitar Balcãs

O roteiro sugerido neste artigo tem início em Liubliana (Eslovénia) e termina em Zagreb, mas se preferir pode fazer o mesmo na ordem inversa sem qualquer problema, ou até mesmo começar em qualquer um dos pontos de interesse sugeridos e a partir daí desenhar o seu próprio roteiro.

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro
Piran – Visitar Balcãs

É importante referir que o número de dias que sugerimos neste roteiro para visitar os Balcãs pressupõe que a viagem seja feita de carro e não inclui os dias de viagem do local de origem para os Balcãs e vice-versa. Logo, terá sempre de acrescentar mais dois dias a este roteiro dos Balcãs. Tenha em atenção que se pretender fazer este roteiro recorrendo a transportes públicos, o ideal é acrescentar, pelo menos, mais 3 ou 4 dias.

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro
Mostar – Visitar Balcãs

Se é nosso leitor assíduo, já sabe que nos nossos roteiros, o número de dias é meramente indicativo. Se abdicar de fazer algumas das atividades que sugerimos ou cortar alguns pontos de interesse, pode fazer este roteiro em 3 semanas.

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro
Cascata Virje – Visitar Balcãs

Caso queira fazer mais algumas atividades de natureza (os Parques Nacionais dos Balcãs são uma tentação), visitar mais algumas cidades ou simplesmente relaxar numa das praias do Adriático, acrescente mais uns dias a este roteiro dos Balcãs. Ao longo do roteiro vamos dar algumas sugestões nesse sentido.

Dia 1 do Roteiro para visitar os Balcãs | Eslovénia:

Liubliana

Arrancamos o nosso roteiro pelos Balcãs na Eslovénia, mais concretamente a visitar Liubliana, uma das melhores surpresas desta viagem.

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e MontenegroApesar de pequena, Liubliana tem um ambiente espetacular e tem tanto para oferecer a todos os que gostam de experiências de viagem. Avisamos já que se vai apaixonar por esta pequena capital europeia que conquista o coração de todos os visitantes.

Os locais de visita obrigatória e as experiências a não perder em Liubliana são as seguintes:

  • Ponte Tripla, o ex-libris de Liubliana, que cola com a Praça Prešernov de onde se destaca a colorida Igreja Franciscana da Anunciação.
  • Passeio ao longo das margens do Rio Ljubljianica.
  • Ver (e tocar) nos dragões na icónica Ponte do Dragão.
  • Atravessar a Ponte dos Talhantes (repleta de cadeados dos enamorados).
  • Percorrer a estreita ruela Ključavničarska ulica, famosa pelas suas centenas de pequenas faces de bronze e pela sua fonte misteriosa.
  • Castelo de Liubliana (de onde se tem as melhores vistas sobre a cidade)
  • Explorar, sem pressas, o buliçoso Mercado Central
  • Passeio de barco pelo Rio Ljubljianica
  • Desfrutar de um delicioso gelado ou de uma bebida numa das muitas esplanadas plantadas nas margens do Rio Ljubljianica.
  • Visitar o Metelkova Mesto, um centro de cultura alternativa que se desenvolveu a partir de um antigo quartel do exército
  • Catedral de Liubliana
  • Câmara Municipal
  • Fonte Robba
  • Praça do Congresso
  • Parque Tivoli
  • Museu Nacional da Eslovénia

Clique para ler o nosso Roteiro de Liubliana

Onde ficar a dormir em Liubliana? Sugestões de alojamento

Na nossa última visita a Liubliana ficamos alojados no B&B Hotel Ljubljana Park e gostamos imenso da estadia. A localização é excelente, dando para visitar todos os locais de interesse da cidade a pé. Os quartos são muito confortáveis e o pequeno-almoço é simplesmente divinal. A relação preço/qualidade é uma das melhores de Liubliana.

Se procura uma alternativa mais económica, sugerimos o Galeria River, localizado num antigo palácio junto ao rio e perto do centro histórico.

Para estadias de luxo espreite o InterContinental, provavelmente o melhor cinco estrelas da capital da Eslovénia.

Clique para ver mais opções de alojamento em Liubliana

Dia 2 do Roteiro para visitar os Balcãs | Eslovénia

Liubliana – Lago Bled

O segundo dia do roteiro dos Balcãs marca o verdadeiro início da sua roadtrip pelos Balcãs. Recomendamos que arranque cedo de Liubliana para fugir ao trânsito e assim ter mais tempo para desfrutar do ex-libris da Eslovénia, o paradisíaco Lago de Bled.

Entre as muitas coisas que pode ver e fazer no Lago Bled destacamos as seguintes:

  • Fazer uma caminhada ao redor do lago
  • Apanhar um pletna, barco típico do Lago Bled, visitar a Ilha de Bled e subir à cénica Igreja da Anunciação
  • Alugar um barco a remos ou um caiaque e desfrutar das plácidas águas do Lago Bled
  • Visitar o Castelo de Bled, que parece recortado de um conto de fadas
  • Aproveitar para dar um mergulho se visitar no verão. Por incrível que pareça, as águas do lago chegam a atingir 26 ºC, pois é alimentado por fontes termais.
  • Subir ao miradouro Ojstrica para desfrutar da melhor vista sobre o Lago Bled
  • Provar o bolo típico de Bled, a kremšnita. A melhor pastelaria para experimentar a iguaria é a Slascicarna Smon, mas se quiser aliar uma boa kremšnita com uma vista de babar sobre o lago, vá antes à esplanada do Park Restaurant & Café. É a combinação perfeita!
Dica VagaMundos: o estacionamento no Lago Bled é todo ele pago e nos parques mais perto do lago o estacionamento está limitado a duas horas. Se o alojamento que reservou tem estacionamento incluído (tenha mesmo isso em atenção no momento da reserva), o melhor mesmo é seguir diretamente para o hotel e parquear a sua viatura antes de partir à descoberta dos encantos do Lago Bled.

Clique para ler o nosso Roteiro do Lago Bled

Onde ficar a dormir no Lago Bled? Sugestões de alojamento

Na nossa última passagem pelo Lago Bled ficamos alojados no Hotel Triglav, um dos hotéis mais históricos de Bled. Os quartos são muito espaçosos, oferecem um excelente pequeno-almoço, tem uma piscina interior deliciosa e estacionamento privado e gratuito para os hóspedes. Como fica situado a somente 200 metros do Lago Bled, permite ir a pé para todo o lado e assim poupar nos (caríssimos) estacionamentos em redor do lago. Foi uma das razões pelo qual o escolhemos e não nos arrependemos nada.

Como é um dos hotéis mais requisitados está muitas das vezes esgotado. Se for esse o caso, espreite o Nature Hotel Lukanc e o Adora Luxury Hotel, ambos com excelentes reviews. Estão um pouco mais afastados do lago mas ambos apresentam uma boa relação qualidade-preço e oferecem estacionamento gratuito.

Clique para ver mais opções de alojamento no Lago Bled

Dia 3 do Roteiro para visitar os Balcãs | Eslovénia

Lago Bled – Desfiladeiro de Vintgar – Lago Bohinj – Cascata Savica – Lago Bled

O dia de hoje vai ser todo ele passado no meio da natureza, no coração do Parque Nacional de Triglav, em plenos Alpes Julianos.

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro
Garganta de Vintgar

Comece o dia com uma caminhada pela Garganta de Vintgar, um desfiladeiro com cerca de 1,6 km localizado a somente 5 km de Bled. O desfiladeiro foi esculpido pelo rio Radovna, um rio cristalino verde-esmeralda simplesmente irresistível.

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro
Lago Bohinj

Garganta de Vintgar visitada, rume até ao Lago Bohinj, o maior lago do Parque Nacional de Triglav. Não deixe de fazer um passeio pelas margens do Bohinj e de visitar a Igreja de São Batista. À semelhança do que acontece no Lago Bled, também é possível alugar barcos a remo no lago Bohinj.

Cascata de Savica

Termine o terceiro dia do seu roteiro dos Balcãs com uma visita à Cascata de Savica (Savica Slap), com os seus impressionantes 78 metros de altura.

Dia 4 do Roteiro para visitar os Balcãs | Eslovénia

Lago Bled – Cascata Pericnik – Reserva Natural Zelenci – Lago Jasna – Capela Russa – Vrsic Pass – Vale de Trenta – Kobarid

Hoje terá pela frente um dos dias de condução mais espetaculares da sua roadtrip pelos Balcãs. Vai adentrar-se nos Alpes Julianos percorrendo a estrada mais elevada da Eslovénia, uma das passagens de alta montanha mais brutais da Europa.

Cascata de Pericnik

A primeira paragem do dia é na Cascata de Pericnik, uma das nossas cascatas favoritas da Eslovénia. Daí continue a rumar a norte em direção a Kranjska Gora para visitar a bela Reserva Natural Zelenci, onde nasce o rio Sava, e o Lago Jasna, onde encontra a estátua do Zlatorog, a cabra montanhesa que serve de símbolo do Parque Nacional de Triglav.

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro
Reserva Natural Zelenci

Visitas feitas está na hora da maior aventura do dia, percorrer a lendária Vršič Pass, a passagem de alta montanha, pelos Alpes Julianos, que liga Kranjska Gora a Bovec.

Capela Russa

Como seria de esperar, a estrada é estreita e extremamente sinuosa, sobretudo entre Kranjska Gora e o Vale do Trenta (cerca de 25 km), com curvas e contracurvas super fechadas, entre elas 50 cotovelos (sim leu bem, são mesmo 50), capazes de pôr a teste os seus dotes de condução.

Vršič Pas

As duas paragens obrigatórias, antes de chegar ao Vale do Trenta, são a Capela Russa e o Vršič Pass, o ponto mais alto da estrada a 1611 metros de altitude.

Já no Vale do Trenta, não deixe de visitar a nascente do rio Soča, o rio esmeralda mais esplendoroso da Eslovénia, e de atravessar algumas das suas irreais pontes suspensas.

Vale do Trenta

Termine o dia na castiça e pacata cidade de Kobarid, no coração do Vale do Soča, palco de violentas batalhas durante a Primeira Guerra Mundial e imortalizada pela pena de Hemingway.

Onde ficar a dormir em Kobarid? Sugestões de alojamento

Kobarid é uma pequena cidade de montanha, logo, a oferta de alojamentos é muito inferior à que se encontra em Liubliana e no Lago Bled.

Nós ficamos alojados no histórico Hotel Hvala, um hotel de gerência familiar em que impera a simpatia e o atendimento personalizado. O hotel fica mesmo no centro de Kobarid e apresenta níveis super elevados de conforto. Adoramos as comodidades do nosso quarto e o excelente pequeno-almoço, já incluído no preço da estadia. Oferece ainda estacionamento privado gratuito. A relação qualidade-preço é imbatível em Kobarid.

Clique para ver mais opções de alojamento em Kobarid

Dia 5 do Roteiro para visitar os Balcãs | Eslovénia

Kobarid – Cascata Kozjak – Cascata Boka – Cascata Virje – Desfiladeiro de Tolmin – Kobarid

O quinto dia do roteiro dos Balcãs é dedicado a explorar o Vale do Soča, a meca dos amantes de outdoors da Eslovénia.

Cascata de Kozjak

Comece o dia percorrendo o Kobarid Historical Trail. Este percurso pedestre circular, com cerca de 8 km, permite-lhe conhecer a história desta região e disfrutar de fantásticas paisagens e tesouros naturais, das quais destacamos a surpreendente cascata de Kozjak.

Cascata de Virje

Trilho realizado, rume em direção à cidade vizinha de Bovec para visitar as cascatas Boka e Virje. Se a primeira impressiona pelo tamanho (tem mais de 130 metros de altura) a segunda impressiona pelo idílico cenário envolvente. De todas as cascatas que visitamos na Eslovénia, esta é a melhor para ir a banhos.

Desfiladeiro de Tolmin

Daí prossiga viagem até à pequena localidade de Zatolmin para visitar o impressionante Desfiladeiro de Tolmin (Tolmin Gorge). Os seus pontos mais emblemáticos são a confluência dos rios Tolminka e Zadlaščica, a pedra Cabeça do Urso, a Caverna de Dante e a vertiginosa Ponte do Diabo (se tiver vertigens, não olhe para baixo).

Clique para ler mais sobre o Parque Nacional de Triglav

Dia 6 do Roteiro para visitar os Balcãs | Eslovénia

Kobarid – Castelo Predjama – Grutas Skocjan – Piran

No sexto dia do roteiro dos Balcãs vai viajar ao centro da terra, deambular por um castelo de conto de fadas e assistir a um maravilhoso pôr-do-sol na costa do Mar Adriático.

Castelo de Predjama

Comece o dia com uma visita ao Castelo de Predjama, encastrado num impressionante penhasco com 123 metros de altura. A somente 10 km de distância, pode visitar as gigantescas Grutas de Postojna, uma rede de grutas com rios e vastos salões subterrâneos.

Grutas de Skocjan

De Predjama rume até às Grutas de Skocjan para continuar a sua visita ao centro da terra. Nestas grutas vai encontrar o maior canhão subterrâneo do mundo, uma espécie de Grand Canyon debaixo da terra.

Piran

De regresso à superfície continue a rumar a sul, mais especificamente até Piran, e termine o seu sexto dia do roteiro dos Balcãs a assistir a um soberbo pôr-do-sol sobre o mar Adriático!

Quer mais dicas sobre a Eslovénia? Então não deixe de ler o nosso roteiro dedicado à Eslovénia

Onde ficar a dormir em Piran? Sugestões de alojamento

Na última passagem por Piran ficamos no PachaMama Pleasant Stay, mesmo no coração do centro histórico da cidade, a meia dúzia de passos da Praça Tartini. O nosso quarto era confortável, estava bem equipado e tinha uma vista super porreira para a Catedral de São Jorge. A simpatia do staff é irrepreensível e os hóspedes têm acesso a uma cozinha partilhada, que dá imenso jeito para baixar os custos, sobretudo em estadias mais prolongadas.

Se procura um hotel mais convencional, a nossa recomendação vai para o Hotel Piran, localizado à beira-mar e igualmente perto da Praça Tartini. A qualidade dos quartos é irrepreensível sendo que em todas as tarifas está incluído um excelente pequeno-almoço. Marca pontos na relação qualidade-preço.

Clique para ver mais opções de alojamento em Piran

Dia 7 do Roteiro para visitar os Balcãs | Eslovénia:

Piran

Hoje será o último dia passado na Eslovénia deste roteiro dos Balcãs. E para se despedir em beleza nada como explorar, sem pressas, a apaixonante cidade de Piran.

Se já visitou Veneza, não estranhe a sensação de déjà vu. É que Piran esteve sobre o controlo da famosa cidade italiana durante cinco séculos e a arquitetura veneziana impera um pouco por toda a cidade.

Os principais pontos de interesse da cidade são:

  • A animada Praça Tartini, repleta de esplanadas e rodeada de casas venezianas,
  • A altaneira Catedral de São Jorge
  • A Torre do Relógio da catedral construída à imagem do Campanile de Veneza
  • O Mosteiro de São Francisco de Assis,
  • As antigas muralhas da cidade, donde se tem a melhor vista sobre Piran,
  • A histórica e castiça Praça Maja
  • O Farol e Marina de Piran

E claro, se for no verão, não pode deixar de dar uns mergulhos nas quentes águas do Adriático e fechar com chave de ouro a sua passagem pela Eslovénia.

Clique para ler o nosso Roteiro de Piran

Dia 8 do Roteiro para visitar os Balcãs |Eslovénia e Croácia

Piran – Lagos de Plitvice

No oitavo dia do roteiro dos Balcãs, despedimo-nos da Eslovénia e seguimos viagem até à Croácia, mais concretamente até ao Parque Nacional dos Lagos de Plitvice, a maravilha natural mais badalada da Croácia.

Como a viagem é longa e exige atravessar fronteira recomendamos vivamente que madrugue. De outra forma dificilmente consegue aproveitar a parte da tarde para visitar os lagos.

Lagos Superiores

Os Lagos de Plitvice estão divididos em duas partes: os Lagos Superiores e os Lagos Inferiores. No total existem sete trilhos pedestres bem assinalados que, através de um misto de passadiços e caminhos de terra batida, o levam a conhecer os principais lagos e cascatas do parque.

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro
Lagos Inferiores

No seu primeiro dia nos Lagos de Plitvice recomendamos que visite os Lagos Superiores percorrendo o Trilho E e que deixe os Lagos Inferiores para a manhã do dia seguinte. A razão é simples: a luz da parte da tarde é mais favorável para as fotografias nos Lagos Superiores e da parte da manhã, para os Lagos Inferiores.

Clique para ler mais informações sobre os Lagos de Plitvice

Onde ficar a dormir nos Lagos de Plitvice? Sugestões de alojamento

Existe muito alojamento nos arredores do Parque Nacional dos Lagos de Plitvice, mas nós recomendamos vivamente que fique alojado no interior do parque. Os alojamentos são mais caros, mas consegue poupar tempo com as deslocações e assim fintar as multidões e consequentemente desfrutar mais do parque. E, claro, evita pagar o caríssimo estacionamento do parque.

Na nossa última visita aos lagos ficamos no Hotel Jezero, que fica mesmo ao lado da Entrada 2 do parque. Apesar de já não ser uma propriedade nova, gostamos das condições do hotel e do pequeno-almoço. Como bónus por ficar alojado no interior do parque, na compra do bilhete de 1 dia oferecem-lhe o segundo dia sem qualquer custo adicional.

Clique para ver mais opções de alojamento nos Lagos Plitvice

Dia 9 do Roteiro para visitar os Balcãs | Croácia

Lagos Plitvice – Rastoke – Zadar

Depois de visitar os Lagos Inferiores continue o seu roteiro dos Balcãs rumando até à costa da Croácia, mais especificamente até Zadar.

Rastoke

Pelo caminho sugerimos que pare na surreal Rastoke, um dos segredos mais bem guardados da Croácia. Esta pequena aldeia está, literalmente, construída sobre várias cascatas e parece recortada das Crónicas de Nárnia.

Zadar

Já em Zadar, faça um passeio pela sua histórica cidade velha, onde vai encontrar a Igreja de São Donato, a Catedral de Santa Anastácia e o Fórum Romano, o maior exemplo da sua rica herança romana.

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e MontenegroTermine o dia a assistir ao pôr-do-sol no Órgão do Mar, da autoria de Nikola Basic, um instrumento musical que toca música utilizando as ondas do mar e dance como se ninguém estivesse a ver na “pista de dança” da Saudação ao Sol.

Clique para ler o nosso Roteiro de Zadar

Onde ficar a dormir em Zadar? Sugestões de alojamento

O nosso alojamento de eleição em Zadar é o Boutique Hostel Forum. Ficamos num quarto com casa de banho privada e vistas para o mar e simplesmente adoramos. A localização é excelente, mesmo ao lado do centro, e oferece um bom pequeno-almoço incluído no preço.

Se pretender um alojamento mais luxuoso, recomendamos o Bastion Heritage Hotel, também ele localizado no centro histórico.

Clique para ver mais opções de alojamento em Zadar

Dia 10 do Roteiro para visitar os Balcãs | Croácia

Zadar – Parque Nacional Krka – Šibenik

Hoje voltamos a sugerir que madrugue de forma a conseguir chegar ao Parque Nacional Krka antes dos tours.

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro
Parque Nacional Krka

As estrelas do parque são as suas majestosas cascatas, rodeadas por exuberante vegetação, e os dois rios cristalinos que as alimentam. Ao contrário do que acontece nos Lagos de Plitvice, se for no verão, até pode dar um mergulho.

Šibenik

Do Parque Nacional Krka continue o seu roteiro dos Balcãs rumando até Šibenik, uma das pérolas da costa do Adriático

Vagueie pelo emaranhado de ruas e ruelas do centro histórico medieval, suba às altaneiras muralhas, passeie pela sua marginal, relaxe numa das suas sedutoras esplanadas e deixe-se maravilhar pela arquitetura secular de Šibenik.

Catedral de São Tiago – Šibenik

E claro não deixe de visitar a Catedral de São Tiago um dos destaques arquitetónicos da Costa da Dalmácia. Se é fã da série Guerra dos Tronos, o mais certo é ter uma sensação de déjà vu, pois a dita catedral foi utilizada como cenário para o Iron Bank de Braavos.

Onde ficar a dormir em Šibenik? Sugestões de alojamento

Na última passagem por Šibenik aproveitamos uma promoção e decidimos ficar no Heritage Hotel Life Palace, mesmo no coração da cidade velha. O hotel fica num edifício de traça antiga, o que aliado à cuidada decoração nos fez viajar no tempo. O nosso quarto era fantástico e o pequeno-almoço foi um dos melhores que alguma vez comemos na Croácia.

Se procura uma solução mais económica, espreite o Hostel Splendido. Fica localizado junto à estação dos autocarros e a uma curtíssima caminhada do centro

Clique para ver mais opções de alojamento em Šibenik

Dia 11 do Roteiro para visitar os Balcãs | Croácia

Šibenik – Trogir – Fortaleza De Kliss – Split
Trogir

A primeira paragem do dia é em Trogir, outra das joias da costa da Dalmácia. A cidade velha é super charmosa e está toda ela compreendida numa pequena ilha, rodeada de muralhas. Aqui não há carros, por isso, percorra sem pressas as suas ruelas empedradas, admire a mescla de arquitetura renascentista, românica e renascentista, visite a Fortaleza de Kamerlengo, o Convento de São Nicolau, a animada praça Ivana Pavla e a Catedral de Trogir.

Fortaleza de Kliss

Após o almoço, prossiga o seu roteiro da Croácia com uma vista à soberba Fortaleza de Kliss, outro dos locais de filmagem da Guerra dos Tronos (lembra-se de Meereen?)

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro
Split

O 11º dia do roteiro dos Balcãs termina na cidade de Split, idilicamente situada entre as montanhas escarpadas da Dalmácia e o deslumbrante Mar Adriático. Aproveite o que lhe resta do dia para um passeio pela sua gigantesca e animada marginal e para tratar da logística necessária para visitar as Ilhas do Adriático (comprar os bilhetes do ferry ou reservar um tour).

Onde ficar a dormir em Split? Sugestões de alojamento

Da última vez que estivemos em Split, optamos por ficar no Apartments Mrduljaš pois fica localizado numa zona tranquila e com estacionamento gratuito, um dos nossos requisitos em Split, pois queríamos deixar o carro estacionado para podermos ir às ilhas descansados. É certo que não fica mesmo no centro, mas em 15 minutos a pé estávamos lá. O apartamento em si está super bem equipado, tem um supermercado mesmo à porta e a anfitriã foi duma enorme simpatia.

Se o estacionamento não for uma condicionante para si, e quiser ficar mesmo ao lado do Palácio de Diocleciano, recomendamos o Contarini Luxury Rooms. Os quartos são muito confortáveis e pode ir a todo o lado a pé. Na classe de preços em que se insere, é a nossa opção favorita.

Se não tiver restrições orçamentais e quiser dormir em grande estilo em Split, aposte no Villa Split Heritage Hotel. Em nossa opinião é o hotel mais charmoso da cidade.

Clique para ver mais opções de alojamento em Split

Dia 12 do Roteiro para visitar os Balcãs | Croácia

Split

Split tem atrativos mais do que suficientes para lhe ocupar o dia e, como os locais de interesse estão relativamente perto uns dos outros, pode fazer tudo a pé.

Miradouro do Monte Marjan

O maior highlight da cidade é o colossal Palácio de Diocleciano. É dentro das suas muralhas que se concentra a cidade velha de Split, um emaranhado labiríntico de ruas e vielas que vão despertar o explorador que há em si.

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro
Palácio de Diocleciano

Os lugares imperdíveis em Split são os seguintes:

  • Peristilo, o coração do Palácio
  • Catedral de São Domnio
  • Templo de Júpiter
  • 4 portões de acesso ao palácio
  • Catacumbas do palácio
  • Promenade de Riva
  • Miradouro do Monte Marjan

Clique para ler o nosso Roteiro de Split

Dia 13 do Roteiro para visitar os Balcãs | Croácia

Split – Ilha(s) do Adriático

De Split partem ferries para algumas das ilhas mais bonitas do Adriático, das quais destacamos Hvar, Brač, Vis e Korčula.

Hvar

Se tem possibilidade de acrescentar mais uns dias ao seu roteiro dos Balcãs aqui é (provavelmente) o melhor local para o fazer, sobretudo se pretende fazer uns dias de praia.

Zlatni Rat – Ilha de Brač

Se só tem um par de dias livres, terá mesmo de escolher uma das ilhas ou então optar por um tour que englobe as várias ilhas do Adriático. Entre elas as nossas favoritas são a Ilha de Hvar e a Ilha de Brač.

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro
Enseada paradisíaca na Ilha de Hvar

Escolher entre uma e a outra depende muito do que está à procura. Opte pela Ilha de Hvar se procura a combinação perfeita entre praia, animada vida noturna e património histórico. Escolha a Ilha de Brač se preferir um local mais calmo para relaxar em família. É onde fica a famosa praia de Zlatni Rat, uma das melhores praias de toda a Croácia.

Quer fazer mais alguns dias de praia na Croácia? Então não deixe de ler o nosso artigo das Melhores Praias da Croácia. Temos a certeza de que vai encontrar uma que tem mesmo a sua cara! 

Onde ficar a dormir na Ilha de Hvar? Sugestões de alojamento

O nosso alojamento favorito na Ilha de Hvar é o Amfora Hvar Grand Beach Resort. Não se assuste com o nome que ele até é amigo da carteira. Quando reservado com antecedência, os preços são (surpreendentemente) em conta para o que oferece. Da última vez pagamos apenas 80€ por um quarto super luxuoso com vista mar e já com um pequeno-almoço top incluído no preço.

Onde ficar a dormir na Ilha de Brač? Sugestões de alojamento

Em Brač ficamos no Bluesun Hotel Elaphusa e não nos arrependemos nem por um só segundo. A localização é excelente, a poucos minutos a pé da famosa praia de Zlatni Rat e como tem uma piscina exterior e interior, o que não faltam são soluções para dar um mergulho.

Quer mais dicas sobre a Croácia? Então não deixe de ler o nosso roteiro dedicado à Croácia

Dia 14 do Roteiro para visitar os Balcãs | Croácia e Bósnia

Split – Cascatas de Kravice – Mostar

Hoje o roteiro dos Balcãs vai conduzi-lo até ao terceiro país da sua viagem, a Bósnia e Herzegovina. Recomendamos que comece o dia bem cedo de forma a fintar as longas filas na fronteira entre a Croácia e a Bósnia.

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e MontenegroA primeira paragem do dia será nas Cascatas de Kravice, uma das maiores maravilhas naturais da Bósnia e Herzegovina, carinhosamente apelidadas de “Niagara da Herzegovina”. Na primavera atingem o auge da sua beleza com o volume do rio transformado numa assombrosa queda de água com 25 metros de altura e 120 de extensão.

Cascatas de Kravice visitadas rume até Mostar, a capital da região da Herzegovina, apregoada de “a Toscana da Bósnia e Herzegovina” por causa do clima mediterrânico, do vinho e dos produtos frescos cheios de sabor. Cidade das pontes e da juventude, o seu encanto repousa no emaranhado de ruas onde permanece o espírito das civilizações distintas que a habitaram.

Os locais de visita obrigatória e as experiências a não perder em Mostar são as seguintes:

  • Ponte Velha, a amada Stari Most, o monumento mais emblemático de Mostar
  • Torres Tara e Halebija
  • Assistir aos impressionantes mergulhos no rio desde a Stari Most
  • Bazar de Mostar
  • Ponte Kriva Cuprija
  • Deambular pelas ruelas empedradas da Cidade Velha
  • Subir ao miradouro da mesquita Koski Mehmed Pasha para desfrutar das melhores vistas sobre a cidade
  • Explorar as ruas paralelas da Cidade Velha, para ver in loco as cicatrizes da Guerra da Bósnia e sentir o quão difícil é uma cidade ressurgir das cinzas.

Clique para ler o nosso Roteiro de Mostar

Onde ficar a dormir em Mostar? Sugestões de alojamento

Em Mostar ficamos alojados no Hotel Patria e recomendamos. Agradou-nos pela ótima relação qualidade-preço. Fica a 5 minutos de distância da Cidade Velha. O nosso descanso foi garantido por uma cama grande e confortável. O pequeno-almoço buffet, incluído no preço, é simples mas bom.

Outros alojamentos com ótima relação qualidade-preço são as guesthouses – muito bem cotadas – Guest House Mostar Terrace, com um toque mais tradicional e com vistas para a Stari Most, e a Shangri La Mansion, mais moderna para satisfazer o hóspede exigente.

Clique para ver mais opções de alojamento em Mostar

Dia 15 do Roteiro para visitar os Balcãs | Bósnia e Croácia

Mostar – Blagaj – Pociteli – Dubrovnik

No 15º dia do roteiro dos Balcãs dizemos “até já” à Bósnia e Herzegovina e rumamos de novo até à vizinha Croácia, desta feita para visitar Dubrovnik, a Pérola do Adriático.

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro
Blagaj

Mas pelo caminho vai poder conhecer mais dois locais mágicos da Bósnia e Herzegovina. O primeiro desses locais é Blagaj, que fica a somente 12 km de Mostar, e onde se situa o Mosteiro Dervixe Tekija, um fascinante templo onde monges praticam o ritual do Zikr desde o século XV, e a nascente do rio Buna, a maior nascente cárstica da Europa.

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro
Pocitelj

O segundo local de paragem é Pocitelj, uma magnífica aldeia antiga, autêntica e melhor exemplo da combinação de arquitetura mediterrânica e otomana. As suas muralhas, fortes e bastiões medievais são ótimos miradouros para a paisagem deslumbrante em redor.

Dubrovnik

Feche o dia com um relaxante passeio pela cidade muralhada de Dubrovnik para abrir o apetite para o dia seguinte.

Onde ficar a dormir em Dubrovnik? Sugestões de alojamento

A melhor zona para reservar alojamento quando visitar Dubrovnik é na Cidade Velha dentro das muralhas. Para além de estar dentro da ação, terá o melhor acesso a todos os pontos de interesse turístico a não perder em Dubrovnik. Obviamente que os preços são mais elevados, e na época alta podem atingir centenas de euros por noite. Portanto reserve alojamento em Dubrovnik com antecedência.

Entre os alojamentos com excelente rácio custo-benefício na Old Town, as nossas sugestões são:

  • o bem munido, limpo e espaçoso Apartment Blaise-Old Town, um dos campeões de vendas e que costuma fazer promoções muito agressivas.
  • os Rooms Klarisa Palace que têm uma das melhores localizações na Old Town, uma área de terraço e quartos muito confortáveis.
  • o bed & breakfast Scalini Palace que tem quartos-estúdio privados com kitchenette, limpos e espaçosos.

Na nossa recente roadtrip pelos Balcãs, a nossa escolha de alojamento em Dubrovnik incidiu num apartamento, o Apartman Višnja, muito bem localizado em Lapad. Com lugar de parqueamento privado incluído no preço, a casa fica pertíssimo da paragem dos autocarros que vão diretamente para a Porta Pile, o ponto de entrada na Cidade Velha. O apartamento é espaçoso, munido de tudo para uma estadia sem preocupações. Ainda podemos usufruir de tranquilos passeios pela marina, a promenade e a praia Sunset Beach, do melhor que Lapad tem.

Para uma estadia onde será tratado como uma celebridade, espreite o The Pucic Palace, um hotel de 5 estrelas com serviços de topo, todo o luxo e conforto… Não será difícil sentir-se como um nobre da Old Dubrovnik.

Clique para ver mais opções de alojamento em Dubrovnik

Dia 16 do Roteiro para visitar os Balcãs | Croácia

Dubrovnik

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e MontenegroO 16º dia do Roteiro dos Balcãs será todo ele dedicado a visitar Dubrovnik, uma cidade medieval rodeada de imponentes e muito bem preservadas muralhas de tom dourado com o Adriático a beijar-lhe os pés.

Os locais de visita obrigatória e as experiências a não perder em Dubrovnik são as seguintes:

  • Atravessar o famoso portão Pile
  • Percorrer a pé as fantásticas Muralhas da cidade velha
  • Passear pela Stradun, a rua principal da cidade velha
  • Deambular pelas ruas e ruelas da cidade velha
  • Museu Franciscano
  • Fonte de Onofrio
  • Palácio do Reitor
  • Palácio de Sponza
  • Praça da Torre do Relógio
  • Catedral de Dubrovnik
  • Mosteiro Dominicano
  • Porto antigo de Dubroivnik
  • Dubrovnik West Harbour
  • Forte Lovrijenac
  • Passeio à famosa Ilha de Lokrum
  • Subir ao Monte Srjd para poder desfrutar das melhores vistas sobre a cidade
  • Passeio pela animada marina e promenade de Lapad
  • Assistir ao pôr-do-sol na Sunset Beach.
Dica VagaMundos:  Se é fã da série Guerra dos Tronos, não pode perder um tour guiado para conhecer os segredos por trás dos cenários de King’s Landing e da Red Keep. Reservámos este (clique para ver) através do Get Your Guide e recomendamos.

Clique para ler o nosso Roteiro de Dubrovnik

Dia 17 do Roteiro para visitar os Balcãs | Croácia e Montenegro

Dubrovnik – Perast – Kotor

Hoje espera-o mais uma travessia de fronteira. O roteiro dos Balcãs despede-se (momentaneamente) da Croácia e ruma até ao vizinho Montenegro.

Perast

A primeira paragem do dia será já em Perast, uma pequena aldeia que parece ter sido recortada de Veneza e colada na baía de Kotor.

Gospa od Škrpjela

De Perast tem-se uma excelente vista para duas pequenas ilhas que são das mais fotogénicas de Montenegro: a ilha Sveti Djordje (São Jorge), onde existe um mosteiro beneditino e um cemitério, e a Gospa od Škrpjela (Nossa Senhora do Rochedo), com a sua maravilhosa igreja de cúpula azul. Se o tempo estiver de feição, não deixe de fazer um tour de barco até às duas ilhas.

Kotor

De Perast siga caminho até à cidade medieval de Kotor, a cidade mais famosa de Montenegro. A cidade está idilicamente localizada entre imponentes montanhas e a deslumbrante Baía de Kotor, uma das maravilhas da natureza dos Balcãs. E o seu centro histórico é simplesmente apaixonante.

Os locais que consideramos de visita obrigatória em Kotor são os seguintes:

  • Subir à grandiosa Fortaleza de São João para as melhores vistas sobre a baía de Kotor
  • Portão do Mar, Portão Gurdic e Portão do Norte
  • Igreja de São Nicolau, Igreja de Santa Maria e Igreja de São Lucas
  • Catedral de São Trifão
  • Palácio Drago
  • Museu Marítimo de Montenegro
  • Museu dos Gatos (Kotor é famosa pelas centenas de gatos que vagueiam pelas suas ruas desde tempos imemoriáveis)
  • Passeio pela marginal de Kotor

Clique para ler o nosso Roteiro de Kotor

Onde ficar a dormir em Kotor? Sugestões de alojamento

Escolhemos o Historic Boutique Hotel Cattaro na última visita a Kotor e a equipa conseguiu superar as nossas expetativas em todos os aspetos. Localizado no coração da cidade velha de Kotor, o hotel integra três edifícios históricos do século. Viver num dos quartos com vistas para a praça central da Cidade Velha de Kotor é como encarnar uma personagem dum romance. O pequeno almoço buffet é um banquete de prazeres do paladar. Recomendamos sem hesitar. Inesquecível!

Uma alternativa mais económica dentro do centro histórico é o Palazzo Drusko Deluxe Rooms. O edifício recuperado tem 600 anos de história, mobiliário antigo, mas comodidades modernas. A guesthouse não serve pequeno-almoço, mas tem uma cozinha partilhada que permite preparar refeições ligeiras e não faltam opções logo à porta.

Clique para ver mais opções de alojamento em Kotor

Dia 18 do Roteiro para visitar os Balcãs | Montenegro

Kotor – Mausoléu de Njegos – Cetinje – Budva

Hoje irá percorrer a famosa Serpentina de Kotor, uma fantástica estrada que liga Kotor ao Mausoléu de Njegos, um dos pontos mais altos (literalmente) do Parque Nacional de Lovćen.

Vista da Serpentina de Kotor ao pôr-do-sol

Pela frente tem uma estrada muito estreita, 25 curvas super fechadas, cada uma revelando uma paisagem mais impressionante que a anterior. As vistas estendem-se sobre a baía de Kotor até ao cintilante azul do mar Adriático. É uma das estradas mais brutais do nosso roteiro dos Balcãs.

Vista do Mausoléu de Njegos no coração do Parque Nacional de Lovćen

Do Mausoléu de Njegos rume até Cetinje, a antiga capital de Montegro, uma cidade muito agradável e com mais pontos de interesse do que a presente capital. Entre eles destacamos a sempre animada rua pedonal Njegoševa Ulica, o Museu Nacional de Montenegro e o impressionante Mosteiro de Cetinje.

Mosteiro de Cetinje

Termine o dia conduzindo até Budva, a capital da Riviera de Montenegro. A estrada é super cénica e vai brindá-lo com sublimes paisagens sobre a costa montenegrina. Se for ao pôr-do-sol, prepare-se para momentos épicos.

Costa de Budva

Onde ficar a dormir em Budva? Sugestões de alojamento

Localizado fora da área buliçosa de Budva mas apenas a uns minutos a pé do centro da ação, o Hotel Moskva é o nosso alojamento de eleição. Para além dos quartos luminosos, com varanda privada, tem um pequeno-almoço maravilhoso e estacionamento privado a preços inferiores ao estacionamento de rua.

Clique para ver mais opções de alojamento em Budva

Dia 19 do Roteiro para visitar os Balcãs | Montenegro

Budva – Sveti Stefan

O 19º dia do roteiro dos Balcãs é todo ele dedicado a explorar as maravilhas da Riviera de Montenegro.

Budva

Comece o dia com uma visita ao muralhado centro histórico de Budva, Stari Grad, uma autêntica mini Dubrovnik.

Depois de deambular pelo emaranhado de ruelas da Stari Grad, sugerimos que rume até à orla costeira. Siga o agradável passeio pedonal até à Praia de Mogren. Pelo caminho, não deixe de tirar a foto da praxe com a estátua da Bailarina de Budva!

Praia de Mogren

Da parte da tarde rume até Sveti Stefan para ver o lugar mais instagramável de Montenegro, a idílica Ilha de Sveti Stefan. A ilha em si é hoje um (luxuoso) resort e para lá entrar, só mesmo se for hóspede.

Sveti Stefan

Mesmo à frente da ilha existe uma praia pública onde, sem pagar um tostão, pode desfrutar de fantásticas vistas sobre a ilha enquanto nada nas quentes águas do Adriático. Reserve tempo para dar um passeio a pé ou de bicicleta ao longo da costa. Entre Sveti Stefan e Przno vai encontrar zonas florestais e praias deliciosas.

Onde ficar a dormir em Sveti Stefan? Sugestões de alojamento

O pôr-do-sol da varanda com vista mar dos Lux Apartments St Stefan vale cada cêntimo. Simplesmente soberbo, acredite em nós. Perto das melhores praias, de restaurantes e serviços, vistas fantásticas e comodidades quatro estrelas, é o alojamento perfeito para uma noite de sonho.

Clique para ver mais opções de alojamento em Sveti Stefan

Dia 20 do Roteiro para visitar os Balcãs | Montenegro

Budva – Lago Skadar

Hoje é dia de se despedir da costa do Adriático e rumar até Virpasar, a base perfeita para explorar o Parque Nacional do Lago Skadar, o maior lago dos Balcãs.

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro
Lago Skadar

O Lago Skadar é abastecido pelas águas do rio Moraca e tem uma impressionante área variável entre os 350 e os 500 quilómetros quadrados, sendo que dois terços pertencem a Montenegro e o restante à Albânia.

Em nossa opinião a melhor maneira de conhecer o Lago Skadar é fazendo um passeio de barco ou de caiaque. Se só poder fazer um deles recomendamos que faça o passeio de barco, pois permite-lhe ver muito mais do lago do que o caiaque. Podendo fazer os dois, opte por fazer o caiaque ao final da tarde. As cores do lago ficam brutais ao entardecer.

Onde ficar a dormir no Lago Skadar? Sugestões de alojamento

Mesmo no centro de Virpazar, com um feeling muito familiar mas o conforto de um hotel, Vida’s House é o alojamento ideal como base para explorar o Lago Skadar. A receção calorosa e prestável dos anfitriões, uma família local, faz-se sentir deste o primeiro minuto. Os apartamentos têm privacidade, todas as comodidades e confortos para quem procura relaxar nestas paragens. Tudo está muito cuidado, inclusivamente a cozinha comum que está munida de todos os utensílios que precisa para preparar refeições ligeiras.

Clique para ver mais opções de alojamento no Lago Skadar

Dia 21 do Roteiro para visitar os Balcãs | Montenegro

Lago Skadar – Rijeka Crnojevića – Mosteiro Ortodoxo de Ostrog – Parque Nacional Durmitor

Comece o 21º dia do roteiro para visitar os Balcãs rumando até Rijeka Crojevića, uma pequena e charmosa aldeia na margem do lago Skadar cujo principal highlight é a bela ponte em arco Danilo.

Pavlova Strana

Mesmo ao lado de Rijeka Crojevića vai encontrar o miradouro mais brutal sobre o Lago de Skadar, o Pavlova Strana. Já deve ter visto centenas de fotos da famosa ferradura de Montenegro e agora chegou a sua vez de apreciar a sua beleza e de tirar uma selfie épica.

Mosteiro Ortodoxo de Ostrog

De Pavlova Strana continue o seu roteiro dos Balcãs fazendo uma visita ao Mosteiro Ortodoxo de Ostrog, o principal local de peregrinação de Montenegro.

Parque Nacional de Durmitor

Feche o dia rumando até às imponentes montanhas do Parque Nacional de Durmitor, que terá a oportunidade de explorar no dia seguinte.

Onde ficar a dormir no Parque Nacional de Durmitor? Sugestões de alojamento

Em Durmitor, escolhemos os Apartments Andela em Žabljak para montar base. Pesou na escolha a ótima relação qualidade-preço. Procurávamos um apartamento espaçoso, confortável, com kitchenette equipada e casa de banho privada, com aquecimento para fazer face às temperaturas baixas de montanha e encontramos todas as condições no Andela. O estacionamento gratuito privado foi uma mais-valia preciosa.

Clique para ver mais opções de alojamento Parque Nacional de Durmitor

Dia 22 do Roteiro para visitar os Balcãs | Montenegro

Parque Nacional Durmitor
Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro
Lago Negro

As grandes estrelas de Durmitor são o Desfiladeiro do rio Tara, o canyon mais profundo da Europa e o segundo maior do mundo (depois do Grand Canyon), o Lago Negro (Crno Jezero) e o majestoso pico Bobotov Kuk com 2523 metros de altitude.

Ponte Djurdjevica

Não deixe de fazer uma caminhada em redor do Lago Negro – Crno Jezero, de percorrer de carro a fantástica estrada panorâmica “Durmitor Ring”, de fazer uma caminhada até ao miradouro de Cuverac (o local donde se tem a melhor vista sobre o desfiladeiro do rio Tara) e de atravessar a pé a ponte Djurdjevica uma das maiores obras de engenharia dos Balcãs. Se for aventureiro, não deixe de fazer rafting nas águas verde-esmeralda do rio Tara. Inesquecível!

Quer mais dicas sobre Montenegro? Então não deixe de ler o nosso roteiro dedicado a Montenegro

Dia 23 do Roteiro para visitar os Balcãs | Montenegro e Bósnia

Parque Nacional Durmitor – Višegrad

Hoje é dia de se despedir de Montenegro e de, mais uma vez, ingressar na Bósnia e Herzegovina. O destino final do dia é Višegrad a cidade onde fica a famosa ponte retratada por Ivo Andrić no livro “A Ponte sobre o Drina”. Se ainda não leu o livro, recomendamos vivamente que o faça.

Ponte sobre o Drina

Para lá chegar irá percorrer mais uma série de estradas cénicas deste roteiro dos Balcãs. O troço entre a pequena localidade de Ustiprača e Višegrad é particularmente bonito pois acompanha sempre o rio Drina e vai levá-lo a atravessar várias dezenas de impressionantes túneis (sim, leu bem).

Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e MontenegroUma vez em Višegrad prepare-se para se apaixonar pela magnífica ponte de pedra maciça, sobre o rio verde-esmeralda Drina. A ponte foi construída em 1577 por Mehmed Pasa Sokolović e por aqui já passaram inúmeras caravanas, exércitos e viajantes errantes.

Estátua de Mehmed Pasa Sokolović e mural dedicado ao escritor Ivo Andrić

Mas Višegrad não se resume à histórica ponte e aos prazenteiros passeios pelas margens do rio Drina. Não deixe de visitar também a Igreja da Virgem Maria, a Cruz Russa, a Mesquita do Imperador e a Mesquita Gazanfer Bay, a estátua de Mehmed Pasa Sokolović, a casa do escritor Ivo Andrić, a histórica estação dos comboios e o memorial da 2ª Guerra Mundial.

Onde ficar a dormir em Višegrad? Sugestões de alojamento

O alojamento escasseia em Višegrad, não há grandes opções de escolha, por isso, aconselhamos que reserve com a maior antecedência possível. Nós ficamos instalados no central Hotel Višegrad, um hotel sem frescuras que cumpre com limpeza impecável e bom serviço. Os quartos são básicos, mas com tudo o necessário para uma noite de descanso. O pequeno-almoço, incluído, é bastante variado e de qualidade.

Clique para ver mais opções de alojamento em Višegrad

Dia 24 do Roteiro para visitar os Balcãs | Bósnia

Višegrad – Sarajevo
Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro
Praça do Baščaršija – Sarajevo

Recomendamos que comece o dia bem cedo de forma a conseguir ainda aproveitar uma boa parte do dia para visitar Sarajevo, a capital da Bósnia. Situada nas margens do rio Miljacka e rodeada pelos Alpes Dinários, Sarajevo tem dos enquadramentos paisagísticos mais bonitos que já vimos em capitais europeias.

Mesquita Gazi Husrev-beg

Comece a sua visita a Sarajevo pelo centro histórico de Sarajevo, designado de Stari Grad, Cidade Velha, mais precisamente no bairro Baščaršija. O centro é compacto, como tal, é perfeitamente navegável a pé.

Entre os monumentos da Stari Grad, destaca-se:

  • Sebilj, a icónica fonte de madeira da praça do Baščaršija,
  • Brusa Bezistan, espaço cultural e museológico,
  • Mesquita Gazi Husrev-beg, da era otomana e respetiva antiga madrassa,
  • Torre do Relógio,
  • Bezistan Gazi Husrev-beg, bazar coberto do século XVI
  • caravançarais de Tašlihan, Morića Han e Kolobara Han.
Ponte Latina

Feche o 24º dia do seu roteiro pelos Balcãs com um passeio ao longo do cénico rio Miljacka. Um local que não pode falhar é a Ponte Latina. Foi aqui que o arquiduque austríaco Francisco Fernando foi assassinado em 1914 dando início à 1ª Guerra Mundial.

Clique para ler o nosso Roteiro de Sarajevo

Onde ficar a dormir em Sarajevo? Sugestões de alojamento

O nosso alojamento favorito em Sarajevo (e que recomendamos) é o Hotel Sana. Tem um terraço super agradável, quartos modernos, e o estacionamento privado é muito conveniente. O preço justifica os serviços deste 4 estrelas moderno, requintado e com ótimo ambiente.

Mas há outros hotéis de categoria, localizados perto da cidade velha, com preços surpreendentes. É o caso do Hotel Aziza (moderno, com uma decoração elegante e revigorante), do Boss Sarajevo (novíssimo, praticamente a estrear, numa zona muito tranquila) e o Hotel Story (ganha pontos no pequeno almoço).

Clique para ver mais opções de alojamento em Sarajevo

Dia 25 do Roteiro para visitar os Balcãs | Bósnia e Croácia

Sarajevo – Zagreb

Antes de seguir caminho para Zagreb, o destino final do nosso roteiro pelos Balcãs, sugerimos que olhe a face mais atual da capital Bósnia.

Cemitério Kovači

Os locais que consideramos de visita obrigatória são o Túnel da Esperança, a pista abandonada de Bobsleigh, a Fortaleza Amarela e o Cemitério Kovači, que hoje é um memorial e monumento nacional, morada do descanso final dos defensores da cidade durante o Cerco de Sarajevo.

Pista abandonada de Bobsleigh

Se quiser perceber os acontecimentos atrozes da guerra na Bósnia e Herzegovina entre 1992 e 1996, há três museus que são fulcrais: a Galerija 11/07/95, o War Childhood Museum e o Museum Of Crimes Against Humanity And Genocide.

Museum Of Crimes Against Humanity And Genocide

Como já referimos o dia termina em Zagreb, mas como a viagem entre Sarajevo e a capital da Croácia é muito longa, reserve a visita à cidade para o dia seguinte.

Quer mais dicas sobre a Bósnia e Herzegovina? Então não deixe de ler o nosso roteiro dedicado à Bósnia e Herzegovina

Onde ficar a dormir em Zagreb? Sugestões de alojamento

Da última vez que estivemos em Zagreb ficamos alojados no Hotel Dubrovnik. A excelente localização do hotel, mesmo ao lado da Praça Bana Jelačića, permitiu-nos ir a todos os locais de interesse a pé. O nosso quarto era super espaçoso e confortável e adoramos o pequeno-almoço. Overall, gostamos muito da relação qualidade-preço.

No segmento dos hostels ninguém bate o Swanky Mint Hostel. É super central, o staff é muito boa onda e para além dos beliches oferece também quartos duplos e twins com casa de banho privativa e pequeno almoço geralmente incluído no preço. Bares com vários ambientes e uma piscina espetacular.

Para estadias de luxo a melhor aposta é o clássico e glamouroso Esplanade Zagreb Hotel, fundado em 1925 para ser o alojamento de excelência para os passageiros do mítico Expresso do Oriente.

Clique para ver mais opções de alojamento em Zagreb

Dia 26 do Roteiro para visitar os Balcãs | Croácia

Zabreg

Terminamos o nosso roteiro dos Balcãs a explorar Zagreb. Há muitos viajantes que se limitam a ir à capital da Croácia apanhar um voo mas, em nossa opinião, fazem muito mal.

Zagreb é descontraída, com animadas praças repletas de esplanadas, espaços verdes espetaculares, museus de classe mundial e imensos locais de interesse turístico.

Os locais que consideramos de visita obrigatória em Zagreb são os seguintes:

  • Trg Bana Jelačića, a praça principal de Zagreb
  • Deambular pelas ruas e ruelas medievais da Cidade Alta
  • Percorrer o Tunel Grič, um bunker da segunda guerra mundial que foi transformado numa passagem pedonal e galeria de arte.
  • Catedral de Zagreb
  • O colorido mercado Dolac
  • Igreja de São Marcos
  • Torre Lotrscak
  • Portão medieval Kamenita Vrata
  • Museu das Relações Quebradas
  • Parque Zrinjevac
  • Museu Mimara
  • Museu de Arte Contemporânea
  • Jardim Botânico

Clique para ler o nosso Roteiro de Zagreb

Mapa do Roteiro para visitar os Balcãs | Roadtrip pela Bósnia, Croácia, Eslovénia e Montenegro


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa do roteiro para visitar os Balcãs

Outros artigos dos Balcãs

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide e na Civitatis encontra sempre os melhores tours locais e pode ainda reservar o seu transfer do aeroporto e saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem na IATI Seguros. É uma agência 100% especializada em viagens e apresenta o melhor rácio custo-benefício do mercado, sendo que todos os seus seguros contam com excelentes coberturas COVID-19. Se utilizar o nosso link terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize o Skyscanner para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize a AutoEurope. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o VagaMundos a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.