Roteiro para visitar o Deserto do Atacama: quando ir e o que ver e fazer

Deserto do Atacama

Hoje vamos desafiar-vos a rumarem até ao norte do Chile, mais concretamente até ao deslumbrante Deserto do Atacama, o deserto mais alto e árido do mundo.

Lindas e assustadoramente surreais, as paisagens do Deserto do Atacama são difíceis de colocar em palavras e fazem-nos duvidar se ainda estaremos no planeta Terra.

viagem deserto do atacama

Pode-se dizer que o Deserto do Atacama, situado a mais de 2000 metros de altitude, é um deserto completo: dunas de fina areia em vales pejados de sal, gêisers que brotam das entranhas da Terra, montanhas para todos os gostos, vulcões com os seus cumes bordados de neve debruando o horizonte, esculturas construídas ao longo de séculos pela mão dos elementos, intrigantes geoglifos, extensas planícies feitas de sal.

Podemos afiançar que aventura, deslumbramento e descoberta são as palavras de ordem em qualquer viagem ao Deserto do Atacama.

Guia de Viagem do Deserto do Atacama (Chile)

Os melhores locais e pontos de interesse do Deserto do Atacama. Sugestão de roteiro e muita informação prática para preparar a sua viagem ao Deserto do Atacama.

vicuna viagem deserto do atacama

Quando ir ao Deserto do Atacama? – Clima

O Deserto do Atacama é marcado pela sua enorme amplitude térmica e pela sua reduzidíssima pluviosidade. Os dias são geralmente muito quentes e as noites podem mesmo ser geladas. Chuva é mesmo uma raridade.

O Deserto do Atacama pode ser visitado durante todo o ano, mas para fugir às multidões dos meses de junho a agosto, recomendamos visitar durante a primavera e o outono (março-maio e setembro-novembro). Nestas alturas as temperaturas durante o dia são relativamente agradáveis e as noites não são muito gélidas. Ainda assim esperem amplitudes térmicas na ordem dos 10-15 graus.

Como chegar ao Deserto do Atacama?

Roteiro Deserto do Atacama

A maioria dos viajantes chega ao Deserto do Atacama de uma das seguintes maneiras:

  • voo para o aeroporto de Calama (regra geral, com origem em Santiago do Chile).
  • final do tour pelo Salar do Uyuni, iniciado na Bolívia.

Independentemente da forma como chegam ao Deserto do Atacama, o destino é invariavelmente San Pedro de Atacama, a base perfeita para explorar os encantos do deserto.

O que ver e fazer no Deserto do Atacama? – Principais Pontos de Interesse Turístico

San Pedro de Atacama

san pedro atacama

San Pedro de Atacama é um oásis no deserto. Este é o melhor ponto de partida para conhecer o deserto de Atacama.

A Feira Artesanal de San Pedro é o local mais colorido da cidade, responsabilidade dos têxteis de cores vivas. O próprio deserto fornece a matéria-prima para fazer todo o tipo de souvenirs: um cacto que se transforma em moldura, ou uma pedra-pomes convertida em vulcão.

Na praça central encontramos a secular igreja de San Pedro de Atacama, toda ela construída em adobe.

Daqui é apenas um quarteirão até à rua mais movimentada da comuna: calle Caracoles. Restaurantes, cafés, bares, lojas de souvenirs, hospedarias, agências de turismo, tudo parece concentrar-se aqui.

Se tiverem tempo recomendamos ainda uma visita ao interessante Museu Arqueológico Gustavo Le Paige.

Salar de Atacama

salar do atacama chile

Cerca de 50km separam San Pedro de Atacama da maior salina do Chile. O Salar de Atacama é um lago de sal com cerca de 3000km2 a uma altitude de cerca de 2300m acima do nível do mar.

Este salar encontra-se numa depressão rodeada de montes que não permitem o escoamento das águas, possibilitando a formação da Laguna Chaxa.

flamingos deserto do atacama

Para além da beleza da laguna podem observar centenas de flamingos, que fazem desta maravilha da natureza a sua casa.

Lagunas Altiplanicas

Lagunas Miscanti

Um pouco mais longe, a cerca de 100km, situam-se as Lagunas Miscanti e Meñique e o vulcão de nome homónimo. A paisagem é simplesmente soberba e mais do que compensa a longa viagem.

Vale da Lua

Vale da Lua - Deserto do Atacama

O Vale da Lua foi assim denominado devido à semelhança da paisagem com a superfície lunar. E quem o batizou não podia estar mais correto.

Do topo das montanhas a vista que se obtém do vale é sublime e sentimo-nos mesmo noutro planeta. Não é à toa que muitos dos filmes passados em Marte ou na Lua são filmados aqui.

Descendo ao vale a paisagem adorna-se de dunas róseas, rochedos periclitantes, penedos abruptos, montanhas e vales salpicados de branco, efeito do sal e do gesso.

Tres Marias - Vale da Lua
Três Marias – Vale da Lua

Os três atrativos imperdíveis do vale são Las Tres Marias, As Cavernas do Sal e gigantesca duna de areia.

Duna Deserto do Atacama

Subindo ao topo desta duna, arrisca-se a estar no local perfeito para assistir ao pôr-do-sol. Seguramente vai ser um dos momentos mais altos da vossa viagem ao Atacama. Da nossa foi!

Vale da Morte

Vale da Morte - Deserto do Atacama

Este vale com cerca de 2km de extensão, recebeu este nome devido à escassez de vida animal e vegetal. Contam as lendas que é assim chamado também porque muitos dos que ousaram fazer a sua travessia, encontraram aqui a morte, sob o calor infame do sol, os ventos fortíssimos que escolheram este vale como morada permanente e perigosos trilhos debilmente feitos neste relevo hostil e rasgado. Não era raro encontrar-se ossos que alimentavam esta história.

Hoje, o Vale da Morte é um paraíso para os apreciadores do sandboard: com declives inclinados e uma duna gigantesca propícia para as acrobacias dos desportistas mais radicais.

Geysers del Tatio

Geysers Deserto do Atacama

Os Geysers del Tatio situam-se a cerca de 4000 metros acima do nível do mar e são o maior grupo de geysers no hemisfério sul e o terceiro maior do mundo. São compostos por 80 geysers o que representa, aproximadamente, 8% de todos os geysers existentes no planeta Terra. Vão bem agasalhados pois as temperaturas a esta altitude são mesmo muito baixas (chegam a ser inferiores a -10 graus).

Pukara de Quitor e a Aldea de Tulor

Aldeia de Tulor

Nem só de maravilhas da Natureza se faz o deserto do Atacama. A sua riqueza arqueológica é, também ela, imensa. Por isso não deixem de visitar a Pukara de Quitor, uma fortaleza do séc.XII, e a Aldea de Tulor. A particularidade desta aldeia milenar reside na sua arquitetura: as habitações em adobe são circulares e interligadas entre si, como se de iglus do deserto se tratassem.

Tour Astronómico

Se gostam de astronomia não podem sair do Deserto do Atacama sem fazer um Tour Astronómico. Este é um dos melhores locais do mundo para se observar as estrelas e os planetas e existem várias empresas que oferecem este serviço em San Pedro de Atacama. A nossa favorita é a Spaceobs.

Laguna Blanca e Laguna Verde

Laguna Verde - Bolivia

Se não ainda não fizeram ou não estiverem a projetar fazer o tour do Uyuni aproveitem a vossa estadia no Deserto do Atacama e façam um passeio de um dia até à Laguna Blanca e Laguna Verde.

Estas lagunas situam-se a mais de 4000 metros de altitude, já em território Boliviano, e estão mesmo aos pés do gigante Licancabur, um vulcão ainda em atividade. Garantimos que as paisagens são de cortar a respiração!

Onde ficar em San Pedro de Atacama? – Sugestões de Alojamento

Hostal Mirador

O Hostal Mirador está muito bem localizado e apresenta uma excelente relação preço/qualidade para quem procura um quarto privado. E tem ainda a vantagem de se poder utilizar a cozinha para fazer refeições simples, o que permite poupar muito dinheiro.

Hostal El Anexo

Mais um hostel com bons preços para quartos privativos, acesso à cozinha e excelente localização. É ligeiramente mais caro que a proposta anterior mas a qualidade dos quartos e do espaço exterior compensa a diferença.

La Casa del Pueblo Hostal

Este é um dos nossos hostels favoritos em San Pedro de Atacama. O staff é super simpático e a relação preço/qualidade é, em nossa opinião, a melhor de San Pedro. A localização e limpeza é exemplar e tem um pátio super agradável. À semelhança das duas propostas anteriores também temos acesso à cozinha, o que para nós é sempre uma super vantagem.

Altiplanico Atacama

Se não estiverem em contenção de despesas e quiserem mimar-se recomendamos o Altiplanico Atacama sem hesitar. Ficamos alojados nesta propriedade na nossa primeira estadia em San Pedro e só podemos dizer bem. Os quartos são enormes e super confortáveis, oferece um excelente pequeno-almoço, tem piscina privativa e uma vista maravilhosa para o Vulcão Licancabur. É definitivamente o nosso alojamento favorito em San Pedro de Atacama.

Roteiro de 3 dias no Deserto do Atacama 

Roteiro Deserto do Atacama

Este roteiro de 3 dias é o ideal para conhecerem o melhor do Deserto de Atacama. Se tiverem um dia extra, podem fazer as visitas com mais calma e incluir algumas atividades como seja o sandbord ou um passeio de bicicleta.

É importante referir que, para poderem desfrutar a 100% do Deserto do Atacama, é imprescindível alugar um carro ou recorrer a um tour local.

Dia 1 – San Pedro de Atacama, Vale da Morte e Vale da Lua

Dia 2 – Salar de Atacama e Lagunas Altiplanicas

Dia 3 – Geysers del Tatio, Pukara de Quitor e Aldea de Tulor

Mapa do Deserto do Atacama


Clicar no canto superior direito do mapa para aumentar

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize a Momondo para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado.

No GetYourGuide encontra sempre as melhores tours locais e pode ainda saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Gostamos de jogar pelo seguro e como tal, nas nossas viagens, não dispensamos o seguro de viagem do WorldNomads.com

Esta página contem links afiliados. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog “VagaMundos” a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.