Lagosta suada da Nova Inglaterra – Home Made

Diz-se que visitar a Nova Inglaterra e não comer lagosta… é como ir a Roma e não ver o Papa! Nós não resistimos e lá trouxemos os bicharocos para casa para uma patuscada a dois numa receita caseira de lagosta suada.

lagosta-suada

Depois do excelente clam bake que nos serviram em Provincetown, atrevemo-nos a fazer uma versão bem mais simplificada do famoso guisado… é que faltavam-nos alguns (senão mesmo todos) dos ingredientes que fazem a diferença, como a fogueira na praia, as pedras ao rubro, as algas e a serrapilheira demolhada em água do mar.

Na impossibilidade de sermos fiéis ao clam bake original, optamos por uma versão simplificada de lagosta suada para a noite de mariscada. Uns mexilhões à espanhola, um pãozinho torrado à portuguesa e uns molhos variados à moda do Alexandre, fizeram companhia às duas meninas coradas. Para regar, vinho verde Casal Garcia bem geladinho.

Aos interessados, aqui ficam algumas curiosidades sobre o crustáceo, a dita lagosta. Nos tempos do colonialismo, a lagosta era considerada “comida de pobre” servida aos escravos e prisioneiros… como os tempos mudaram! Enquanto vivas as lagostas podem ser de variadas cores, até mesmo às pintinhas; vermelho é a única cor que se recusam vestir… mas quando vão a coser na panela, nenhuma escapa a trajar de vermelho! Anatomicamente falando, o bicho é uma confusão: têm o cérebro na garganta, o sistema nervoso na barriga, os dentes no estômago, os “ouvidos” nas pernas, o paladar nos pés e os rins na cabeça… Não admira que em milhões de anos de existência não tenham aprendido a fugir das armadilhas dos pescadores!

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize a Momondo para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado.

Gostamos de jogar pelo seguro e como tal, nas nossas viagens, não dispensamos o seguro de viagem do WorldNomads.com

Esta página contem links afiliados. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog “VagaMundos” a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

10 COMENTÁRIOS

  1. Olá Beatriz. É curioso mesmo. Hoje custa bem cara a lagosta. Aqui na Nova Inglaterra até tem preços mais razoaveis do que em Portugal, devido à abundancia, mas ainda assim não se pode dizer que seja barata.
    Bjs

    Olá João. Um vermelhinho até fica bem 😉
    Abraço

    Olá Valentim. Temos de aproveitar 🙂 Apanhamos as bichinhas a 12 USD ao kgs no supermercado e foram directo para a panela 🙂
    Abraço

    Olá Claudia. É que são mesmo um bichinho curioso!
    Bjs

  2. Well, slaves at least had one little luxury – even if it wasn't considered that way back in the day! It looks delicious!! I never order langosta at restaurants because I hate making a mess on my plate and then at home, I've never really dared to cook it either…

  3. Hi Aledys. You can always buy them already boiled and eat them at home 🙂 It´s really delicious!
    Besos

    Olá João. Nós não o bebemos mesmo gelado, foi só uma força de expressão 🙂 Devia estar aos tais 6,7 graus.
    Abraço

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.