Praça Jemaa el-Fna (Djemaa el-Fna) – a praça mais vibrante de Marraquexe

Praça Jemaa el-Fna (Djema el-Fnaa)

Nos 4 dias que passamos em Marraquexe perdemos a conta ao número de vezes em que demos por nós a deambular por esta praça. E nunca nos cansávamos de a percorrer, de nos “perdermos” entre a multidão de mil cores, sentindo o seu ritmo, absorvendo os seus odores, tatuando na nossa memória as inúmeras pessoas que lhe dão vida. Afinal de contas toda a magia da praça Jemaa el-Fna ou Djemaa el-Fna está nas pessoas, naqueles que nela ganham a vida e naqueles que por ela passam e que sempre tendem a regressar.


Leia também o nosso Roteiro de Marraquexe


Praça Jemaa el-Fna (Djemaa el-Fna) 

Como já referimos na anterior crónica, o nosso hostel ficava mesmo na Praça Jemaa el-Fna, por isso os pequenos-almoços foram todos tomados no terraço do mesmo, tendo como banda sonora o som das flautas dos encantadores de serpentes.


A Praça Jemaa el-Fna (Djema el-Fnaa) vista do beco onde ficava o nosso hostel


Encantador de Serpentes na praça Jemaa el-Fna

Pelo meio da manhã já a praça Jemaa el-Fna fervilha de vida. Aos encantadores de serpentes juntam-se os homens dos macacos, as tatuadoras de hena, os músicos, os bailarinos, os saltimbancos, os aguadeiros e as dezenas e dezenas de vendedores, que vendem de tudo um pouco – desde o delicioso sumo de laranja à marroquinaria, passando pelos incontornáveis frutos secos e especiarias.


Homem com Macacos – presença assídua na Praça Jemaa el-Fna


Hena Tattoo


Aguadeiros na Jemaa el-Fna


Vendedores de Sumo de Laranja e afins

São muitos os cafés e restaurantes que rodeiam a praça e que têm terraços com excelentes vistas panorâmicas sobre a Djema el- Fnaa. É imperdível subir a um deles, nem quem seja só por uma vez, e beber um chá de menta vagarosamente enquanto se observa o corrupio da praça. O difícil mesmo vai ser não querer repetir a dose! Nós não resistimos…

À noite, a praça Jemaa el-Fna, como que se transforma. São montados dezenas de pequenos restaurantes, que como já referimos, vendem um pouco de tudo. A animação é frenética: a música dos Gnawa, as representações do teatro de rua, cartomantes e magos com bolas de cristal, contadores de histórias acompanhados pelos seus músicos, curandeiros com mezinhas caseiras, acrobatas… A praça fica apinhada de gente; charretes, motas, artistas, locais, turistas, viajantes, tudo se mistura naquele ambiente perfumado pela grelha do “Hassam”, uma espécie de tasquinha móvel que ainda há pouco não estava ali.

 


Bancas dos Sumos “by night”


Banca de frutos secos


Um dos muitos músicos que “invadem” a praça Jemaa el-Fna


Vendedores de Caracóis


Tasca do Hassan – sempre a “abrir”

É difícil de descrever, de fazer passar a quem nos lê os sons, os cheiros, as cores, as sensações. Todos os sentidos ficam ao rubro naquela praça que magneticamente nos impele a voltar. Imperdível!

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

Faça um seguro de viagem na World Nomads ou na Iati. São ambas agências 100% especializadas em viagens e apresentam sempre os melhores rácios custo-benefício do mercado. Se optar pela Iati use o nosso link e terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize o Skyscanner para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o Rentalcars.com. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e por norma é onde encontramos sempre os melhores preços.

Esta página contem links afiliados. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog “VagaMundos” a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

7 COMENTÁRIOS

  1. As you describe it and show it to us in photos, it seems an incredible place!
    My question now is, could you actually get some sleep, if your hotel was right there, next to the square? 🙂

  2. Hola Aledys! No problem at all. Around 11 pm they stop all the music and noise. But if you stay in the Medina you always hear the call for prayer at around 5am (the usual in islamic countries). Nothing that some ear plugs can´t solve 🙂
    Cheers!

    Olá Tiago. E é mesmo lindo. Obrigado pelo teu comentário!
    Abraço

    Olá António. Bem que compreendemos o teu apetite. Nós, que ainda agora de lá voltamos, já estamos com fome de regressar 🙂
    Abraço

    Olá Clara. É que é mesmo um mundo! E bem diferente do nosso. Muito obrigado pelas tuas palavras 🙂
    Bjs

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.