Jodhpur – a cidade azul

Muitas cidades gozam de uma imagem de marca. Jodhpur goza de duas: o imperioso forte que se ergue bem no centro da cidade e o não menos famoso facto de ser conhecida como a “cidade azul”.

O forte de Mehrangarh é o símbolo mais emblemático da cidade com os seus inúmeros bastiões espalhados ao longo de 10 quilómetros de muralhas e os seus muros de 36m de altura. O forte dá à cidade uma certa aura de invencibilidade forte, e o marajá Rao Jodha procurava isso mesmo ao transferir para aqui a capital do reino de Marwar no século XVII, construindo no topo da mais alta colina este forte impregnável, uma obra-prima arquitectónica cuja estrutura se funde com a base da rocha sobre a qual foi alicerçado.

A entrada principal é feita pela Porta de Jaipol. Será preciso transpor mais três portas para nos depararmos com duas placas com as impressões das mãos das viúvas dos marajás que cometeram sati (auto-imolação) na Porta de Loha.

É verdade que o interior é um complexo meio desconexo de palácios e pátios, no entanto, a decoração e ornamentação são sublimes. Mehrangarh tem sido bem restaurado e conservado, por isso, é muito bem empregue o tempo e o dinheiro para se percorrer as salas-museu e os salões reais primorosamente decorados em que, para além do mobiliário, até as próprias paredes e tetos são “telas” para decoração.

A cerca de um quilómetro do forte encontra-se o Jaswant Thada, um memorial composto por um sublime cenotáfio construído em placas de mármore branco esculpido e polido de forma a captar os raios do sol e transmitir uma aura de luz. Data de 1899, e foi erguido em homenagem ao Maharaja Jaswant Singh II pelo seu filho. Tem um agradável jardim e um lago mesmo ao lado. Em redor podemos ver ainda outros cenotáfios em memória doutros membros da família real.

Jodhpur é conhecido pela “cidade azul” porque os brâmanes (a classe dos sacerdotes do sistema de castas indiano) assim pintavam as suas casas, mas a prática espalhou-se por todas as castas e povos que fizeram de Jodhpur a sua casa. Uns dizem que afasta o calor, outros os insectos, o que é um facto é que em redor dos dez quilómetros de muralhas, estende-se este manto de cubos azuis, uma tonalidade que confere à cidade de Jodhpur uma aura diferente.

Ruas medievais labirínticas e emaranhadas que nunca vão dar onde é esperado e onde se mistura o cheiro a incenso, a flores e a esgoto. Foi por elas que nos perdemos, já no fim do dia, para nos cruzarmos com a comunidade muçulmana da cidade em celebrações religiosas, para verificar a veracidade de Jodhpur ser conhecido pelos bazares que se espalham por todo o lado – e confere.

Mas o centro comercial de Jodhpur continua a ser o mercado de Sardar ao pé da emblemática Torre do Relógio deixada pelos britânicos.

E foi aqui que nos deparámos com a Loja das Omeletes: há 30 anos a partir 1000 ovos ao dia para lhe trazer a omelete mais famosa da Índia.


Clique para ler o nosso Guia da Índia


Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize a Momondo para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado.

Gostamos de jogar pelo seguro e como tal, nas nossas viagens, não dispensamos o seguro de viagem do WorldNomads.com

Esta página contem links afiliados. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog “VagaMundos” a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

6 COMENTÁRIOS

  1. Cor-de-rosa, branca, azul… Não haverá nenhuma vermelha?!
    A Índia não é propriamente um país que me seduza por aí além, mas admito que as fotos estão excelentes!

    Saudações às cores!

  2. Olá Roadrunner.
    Vermelho é o que não falta na India 🙂 É uma das tonalidades dominantes dos fortes. A India é de facto um mundo à parte. Primeiro estranha-se, depois entranha-se 🙂
    Abraços

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.