León

Plaza de San Izidoro num soalheiro dia de Junho

Léon é a maior cidade da província de Leão. Alberga um quarto de toda a população da província e é local de paragem para a maioria dos peregrinos.

A par dos monumentos que perduram, León vê os peregrinos que passam

Nós não fugimos à regra, foi aqui inclusivamente que escolhemos parar um dia inteiro para dar algum descanso às pernas. No entanto, ainda deu para conhecer alguns dos seus highlights.

 

O nosso primeiro destino do dia foi a Catedral de Santa Maria de León. Destaca-se como um belo exemplar do estilo gótico e por um número infindo de belíssimos vitrais. Ao entrarmos no templo, ficamos de facto pasmados a olhar para o alto pois estas enormes janelas e rosáceas, com as suas vivas cores e detalhes minuciosos, chamam logo a nossa atenção.

Visitamos ainda os seus claustros com as suas abóbadas, arcos e portas ricamente decorados.

Dando um pouco de descanso às pernas ao lado do nosso novo amigo, Gaudi

Como o cansaço era notório, circulámos apenas pela calle Ancha que dá acesso à catedral, pela calle Cid onde nos deparamos com a Casa de Botines, da autoria de Gaudí, ladeada pelo palácio de los Guzmanes, rua que desemboca numa praça onde podemos ver a basílica românica de San Izidoro.

 

Casa de Botines, uma das primeiras obras de Gaudi

De facto, pouco tempo andámos pela cidade. Dar descanso ao corpo era imperioso, mas isso não significou ficarmos “parados”. Dedicamos as horas de descanso a estudar os cerca de 340km que nos faltavam até Santiago, um número que nos parecia ainda grande demais.

Palácio de los Guzmanes, a sede dos deputados da província

Pela frente sabíamos que teríamos etapas muito duras. Abandonáramos uma Meseta plana. Agora voltaríamos às subidas e descidas. O primeiro desafio seria atravessar os Montes Leoneses que já na Meseta vinham marcando presença no horizonte e muito nos assustavam.

Basílica de San Izidoro, ex-libris da arquitectura e artes românicas, onde estão sepultados os reis de Leão

Teríamos que enfrentar duas etapas assustadoras: superar o alto da Cruz de Ferro e entrar na montanhosa Galiza subindo ao temido O Cebreiro. Não nos foi fácil encarar o que ainda nos faltava de Caminho. Mais difícil ainda aceitarmos que poderíamos ter uma lesão que nos tirasse do Caminho tais eram já as mazelas físicas.

Antigo Ayuntamento de León

Nessa noite disse ao Alexandre que tinha grandes dúvidas da minha resistência física para terminar os mais de 300km. Mas, quando eu sou incrédula, o Alexandre é um pilar de perseverança e convicção. Só teríamos que respeitar a nossa regra de ouro: enquanto Santiago e Nossa Senhora nos derem força e ânimo para darmos mais um passo, não desistiremos. Deitei-me tranquila e grata pelo companheiro de vida que comigo escolhera percorrer o Caminho do Amor.

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize a Momondo para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado.

No GetYourGuide encontra sempre as melhores tours locais e pode ainda saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Gostamos de jogar pelo seguro e como tal, nas nossas viagens, não dispensamos o seguro de viagem do WorldNomads.com

Esta página contem links afiliados. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog “VagaMundos” a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

2 COMENTÁRIOS

  1. É bom saber que continua a ser o Caminho do Amor que vos guia… E certamente que não vos deixará ficar mal!!!
    Ah, e foi bom rever León… Uma cidade muito interessante!
    Beijinhos.
    (No final da crónica falam em mais de 800 km que ainda faltam… Não serão 300? 😉

  2. Olá Clara. Também ficamos a gostar de León. Não tem o mesmo encanto de Burgos mas é uma cidade muito interessante e com muito que ver.
    Obrigado pero reparo dos 800kms. Vamos já corrigir! 🙂
    Beijinhos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.