Miradouro da Lua


Na estrada que liga Luanda à Barra do Kwanza encontra-se o Museu Nacional da Escravatura (na fotografia é o edifício que está na ilhota). A sede do Museu situa-se no interior de uma capela do século XVII, a denominada “Capela da Casa Grande”, localizada no Morro da Cruz. Esta Capela é de grande representatividade histórica, pois era o lugar onde os escravos eram baptizados antes de embarcar nos navios negreiros que os levavam às colónias. Indubitavelmente nos arrepiamos quando olhamos em volta e imaginamos como foi há muitos anos atrás, quando milhões de vidas foram forçosamente decididas.

Continuando o nosso caminho pela já mencionada estrada chegamos a um dos locais mais belos e únicos de Angola. Falo do Miradouro da Lua, que é uma formação de falésias que permite uma vista incrível sobre o mar angolano, principalmente ao pôr-do-sol.

Olhando em redor facilmente nos apercebemos do porquê do seu nome. É que é muito fácil imaginar que estamos na superfície lunar, conhecido pelas suas formações irregulares e com uma aridez fabulosa. As imperfeições da terra, o cheiro e a cor deste local remetem-nos para “outro mundo”, tão perto e distante do nosso, como o mar está do céu.

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize a Momondo para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado.

No GetYourGuide encontra sempre as melhores tours locais e pode ainda saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Gostamos de jogar pelo seguro e como tal, nas nossas viagens, não dispensamos o seguro de viagem do WorldNomads.com

Esta página contem links afiliados. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog “VagaMundos” a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.