Visitar Santiago de Compostela: roteiro com o que ver e fazer na capital da Galiza

Visitar Santiago de Compostela - roteiro com o que ver e fazer em Santiago

Visitar Santiago de Compostela é entrar no coração duma das cidades mais emblemáticas da Espanha, e até mesmo de toda a Europa. Se só tem 1 dia para visitar Santiago de Compostela, siga a nossa sugestão de roteiro para conhecer os principais pontos de interesse desta cidade que é internacionalmente famosa como um dos destinos de peregrinação cristã mais importantes do mundo, cuja popularidade possivelmente só é superada por Roma e Jerusalém.

Visitar Santiago de Compostela: roteiro com o que ver e fazer em Santiago

O centro histórico da capital da Galiza é, por si só, uma autêntica “enciclopédia” em termos históricos, arquitetónicos e religiosos. Os estilos românico, gótico e barroco entrecruzam-se em dezenas de igrejas, conventos e palácios. Mas desengane-se quem julga que é uma cidade adormecida no tempo ou enclausurada em pedra. É uma cidade viva, animada e com uma faceta cultural vibrante que merece vários dias de visita.

Visitar Santiago de Compostela: roteiro com o que ver e fazer
Praza das Praterías – Santiago de Compostela

Não tendo vários dias, eis a nossa sugestão de roteiro para visitar Santiago de Compostela em 1 dia com os lugares imperdíveis, hotéis onde ficar a dormir, restaurantes onde comer, muitas dicas práticas e um mapa para aproveitar ao máximo o seu tempo de visita a esta bela cidade medieval espanhola.

Na preparação da sua viagem a Santiago de Compostela não deixe de ler também o nosso guia e roteiro para visitar a Galiza.

Onde fica e como chegar a Santiago de Compostela?

Visitar Santiago de Compostela: roteiro com o que ver e fazer em SantiagoSantiago de Compostela é uma cidade no noroeste de Espanha. É capital da comunidade autónoma da Galiza e faz parte da província da Corunha. Está a somente 115 km da fronteira portuguesa de Valença do Minho. Há mais dum milénio que muitos optam por chegar a Santiago de Compostela a pé, estes dois VagaMundos incluídos. Contudo, há formas fisicamente menos exigentes e mais rápidas.

Visitar Santiago de Compostela: roteiro com o que ver e fazer
Torre do Relógio da Catedral de Santiago

De avião: Santiago de Compostela tem um aeroporto internacional, o Aeroporto de Lavacolla (SCQ), com voos diários fornecidos por grandes companhias aéreas europeias e companhias low cost. Portanto, um voo low cost para Santiago de Compostela é possível e pode compensar em termos monetários. Pondere fazer umas pesquisas de voos com escala em Madrid: pode encontrar tarifas vantajosas dependendo do seu aeroporto de partida.

De autocarro/ônibus: Santiago de Compostela tem ótimas ligações internas, de autocarro (ônibus) a partir das principais cidades da Espanha. Saiba que do Porto, Braga e Viana do Castelo saem autocarros diretos para Santiago de Compostela.

De comboio: Ainda que seja possível chegar a Santiago de Compostela de comboio, a logística a partir de Portugal é algo complexa, com transbordos inevitáveis, ou ligações intermédias em autocarro, alguns sujeitos a longas horas de espera.

De carro: Por isso, a melhor forma de chegar a Santiago é de carro, para além de ser a mais rápida. Os melhores acessos rodoviários a Santiago de Compostela são a autoestrada A1 até ao Porto seguida da A3 até Valença do Minho entrando em Espanha pela A-55 até Tui. Em Tui é tomar a AP-9 direta até Santiago de Compostela.

Dica VagaMundos: Se não tem carro próprio e precisa de alugar um carro para a sua visita a Santiago de Compostela, recomendamos que utilize a AutoEurope. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida. Clique para ver todas as opções de aluguer de carro.

Quando visitar Santiago de Compostela?

Visitar Santiago de Compostela: roteiro com o que ver e fazer em SantiagoA melhor altura para visitar Santiago de Compostela depende muitos dos seus interesses. Como destino histórico, cultural e gastronómico, pode visitar Santiago de Compostela o ano inteiro. Para os peregrinos, a primavera e o outono são as épocas com condições climatéricas mais favoráveis dadas as temperaturas menos extremas. Contudo, os meses de verão (junho a setembro) são os mais populares, marcados por uma grande afluência tanto de peregrinos como de visitantes. O inverno é marcado por temperaturas mais baixas e, apesar de rara, pode dar-se a ocorrência de neve.

Visitar Santiago de Compostela: roteiro com o que ver e fazer
No verão as ruas e praças de Santiago de Compostela enchem-se de esplanadas

Posto isto, nunca se esqueça que está na Galiza, mundialmente famosa pela chuva. Independentemente da época do ano, a região é bastante húmida devido à influência atlântica e a chuva gosta de fazer aparições quase todos os dias. Pela nossa experiência, não interessa o mês, não houve uma única visita a Santiago de Compostela em que não tenhamos sido abençoados com uma carga vinda do céu. Portanto, se há coisa imprescindível numa visita a Santiago de Compostela, é levar um bom impermeável na mala. Se possível, da cabeça aos pés.

Catedral de Santiago de Compostela

É raro o mês em que não haja alguma romaria, arraial ou quitanda ao som da gaita de foles com danças muiñeiras em Santiago de Compostela. Seja de caráter religioso ou cultural, a gastronomia anda sempre de mão dada às festas na cidade. Portanto, registe as seguintes datas, para saber quando visitar Santiago de Compostela quando a cidade é mais vibrante e apetitosa.

  • Cavalgada dos Reis Magos (5 janeiro)
  • Carnaval (fev/mar)
  • Romaria de San Lázaro: ‘Festa Gastronómica da Uña’ (entre meados de março e princípio de abril)
  • Semana Santa (de Sábado de Ramos ao dia da Páscoa)
  • Festas da Ascensão (40 dias depois da Páscoa, sempre à quinta-feira)
  • Noite de San Xoán (23 Junho)
  • Festas do Apóstolo Santiago (segunda quinzena de julho, as maiores festas da cidade com auge nos dias 24 e 25 de julho, este sendo o dia do santo padroeiro)
  • Festividade de San Roque (16 agosto)
  • Festividade de Todos os Santos e de Defuntos (1-2 novembro)
  • Magustos nas ruas (novembro)
  • Oferenda ao Apóstolo Santiago na festividade da Translação (30 dezembro)
Dica VagaMundos: Em Santiago de Compostela, desde a Idade Média, celebra-se o Ano Jubilar Compostelano sempre que o dia 25 de julho, dia de Santiago Maior, coincide com um domingo. Também conhecido como Ano Xacobeo, Jubileu ou Ano Santo, a celebração é assinalada pela abertura e encerramento da Porta Santa que ocorre exclusivamente durante o ano santo para conceder indulgências especiais aos fiéis. Os próximos anos jubilares são 2021, 2027, 2032 e 2038.

Onde ficar a dormir em Santiago de Compostela? Sugestões de alojamento

Como a oferta de alojamento em Santiago de Compostela é bastante vasta e variada, muita dela concentrada no centro histórico, não é difícil reservar um quarto que satisfaça a suas necessidades e agrade a sua carteira. Siga o nosso conselho de reservar com antecedência para assegurar a sua dormida, o que vale especialmente para a época alta e datas festivas na cidade. Abaixo encontra os nossos alojamentos favoritos em Santiago de Compostela – testados e aprovados por nós – que apresentam a melhor relação qualidade-preço.

Parador de Santiago – Hostal Reis Catolicos

Situado na área mais popular de Santiago de Compostela, o Parador de Santiago – Hostal Reis Catolicos é o hotel de 5 estrelas mais procurado na cidade. A identidade primordial do antigo albergue para peregrinos é mantida em muitas das características originais do edifício, tais como tetos abobadados, arcos de pedra e tapeçarias. A beleza do edifício do século XV sobressai como um dos mais nobres edifícios, literalmente digno da realeza. Os quartos com casa de banho privada apresentam decoração clássica, como camas de dossel. Do leque de comodidades modernas fazem parte dois restaurantes, várias áreas de estar, bar e terraço.

San Francisco Hotel Monumento

O San Francisco Hotel Monumento ocupa um mosteiro histórico, com quartos espaçosos e elegantes. Este encantador hotel de 4 estrelas aposta no bem-estar com uma piscina interior e uma banheira de hidromassagem. A localização é ótima. O pequeno almoço, digno de um abade. A relação qualidade-preço é imbatível considerando que disponibiliza estacionamento gratuito e tem preços super competitivos dentro da categoria.

Hotel Lux Santiago

Alguns hotéis em Santiago de Compostela têm ofertas promocionais com preços mesmo muito competitivos, e quem não gosta de aterrar numa pechincha que dá mais por menos dinheiro. Para sua referência, apontamos-lhe aqui um campeão de vendas que vale a pena ter debaixo de olho: o Hotel Lux Santiago, na categoria de 3 estrelas com comodidades modernas. Os quartos privados acolhedores pautam-se pelo conforto, limpeza, luz e funcionalidade. Como tem muitos cafés nas imediações, pode optar pela tarifa do quarto sem pequeno-almoço incluído e ainda poupa uns euros.

Mapoula PR Boutique

Com uma excelente relação qualidade-preço, o Mapoula PR Boutique é uma guesthouse estilo boutique muito bem localizada, acolhedora que manifesta bom gosto com simplicidade. Entre elementos rústicos e comodidades modernas, os quartos são louváveis pelo conforto e limpeza. Pode optar pela tarifa do quarto com pequeno almoço incluído – muito bom – para maior comodidade.

Blanco Apartamentos Turísticos

Na categoria dos apartamentos, os Blanco Apartamentos Turísticos são os que apresentam a melhor relação qualidade-preço. Tem como trunfos a localização muito central, o conforto, privacidade e limpeza dos apartamentos modernos e elegantes e um pequeno jardim-terraço comum para relaxar. Estão equipados com tudo para uma estadia completamente independente, inclusive máquinas de lavar e secar roupa. Um dos apartamentos está preparado para receber hóspedes com mobilidade reduzida.

Clique para ver mais opções de alojamento em Santiago de Compostela

O Melhor de Santiago de Compostela: roteiro com o que ver e fazer em 1 dia 

Visitar Santiago de Compostela: roteiro com o que ver e fazerSantiago de Compostela é uma cidade relevante por ser a capital da região autónoma da Galiza e uma importante cidade universitária, cuja universidade, fundada em 1495, é das mais antigas da Europa.

Visitar Santiago de Compostela: roteiro com o que ver e fazer em Santiago
Praza do Obradoiro

A ocupação humana da região remonta à era Romana, comprovada pela presença da villa romana de Asseconia, situada à beira da via romana que ligava Bracara Augusta (atual Braga) a Astúrica Augusta (atual Astorga). Dessa época subsistiu a necrópole que crê-se ter sido usada pelo Reino Suevo até ao século VII.

Visitar Santiago de Compostela: roteiro com o que ver e fazer
Altar da Catedral de Santiago de Compostela com a Imagem do Apóstolo Santiago

A fundação da atual cidade de Santiago de Compostela data do século IX, aquando da descoberta do túmulo de pedra atribuído a Santiago Maior, um dos apóstolos de Jesus Cristo. A notícia da descoberta do túmulo espalhou-se como um rastilho de pólvora por Espanha, pela Europa e por todo o mundo da cristandade. Compostela depressa se tornou num novo centro de peregrinação, numa altura em Roma perdia importância e Jerusalém estava sob o domínio muçulmano, o que a tornava inacessível.

Caminho de Santiago
Se anda a sonhar com percorrer o Caminho de Santiago não deixe de ler os nossos guias para percorrer os Caminhos de Santiago, com relato de todas as etapas e carregados de dicas práticas para o ajudar a preparar a sua primeira peregrinação a Santiago de Compostela.

Catedral de Santiago de Compostela

À dimensão do achado tinha que corresponder um templo de igual grandiosidade. Ao longo de séculos procede-se à edificação do maior e mais importante monumento de Santiago de Compostela: a Catedral de Santiago de Compostela. A imponente fachada constitui um dos melhores exemplares do estilo barroco na Espanha.

Visitar Santiago de Compostela: roteiro com o que ver e fazer em Santiago
Fachada norte da Catedral de Santiago de Compostela, onde fica situada a Porta de Azabachería ou Porta do Paraíso

A catedral de origem românica, cuja construção foi iniciada em 1075, foi construída sobre o lugar de aparição do sepulcro do Santo Apóstolo. No alto e ao centro da fachada principal (a da praça do Obradoiro), por entre as torres românicas com remates barrocos, “preside” a inconfundível imagem de Santiago peregrino, com o seu chapéu, capa e bordão. À esquerda, o Palácio arcebispal de Xelmírez em estilo românico; à direita, o claustro gótico-renascentista da Catedral.

Visitar Santiago de Compostela: roteiro com o que ver e fazer
Pórtico da Glória – Catedral de Santiago de Compostela

O soberbo Pórtico da Glória é capaz de tomar uma boa hora de contemplação. Os minuciosos detalhes com que os canteiros do séc.XII esculpiram cada estátua e cena religiosa são marcantes. É de tradição dar um “abraço” a Santiago, ou seja, à imagem que preside o altar-mor, e visitar as relíquias do santo no mausoléu subterrâneo.

Interior da Catedral de Santiago de Compostela

A catedral é o objetivo final de centenas de milhares de peregrinos vindos dos quatro cantos do mundo e que, todos os anos, percorrem os Caminhos de Santiago que se estendem por toda a Europa ao longo de milhares de quilómetros.

Botafumeiro – Catedral de Santiago de Compostela
Dica VagaMundos: o voo do Botafumeiro, um dos maiores turíbulos do mundo, é um dos momentos mais populares e simbólicos das grande solenidades religiosas que têm lugar na Catedral. Com mais de 50 kg, são precisos oito homens, conhecidos como tiraboleiros, para o fazer oscilar pela nave central da catedral com o objetivo de purificar o ar com incenso. Também é possível ver o Botafumeiro em algumas missas do peregrino, mas não é garantido.

Centro Histórico de Santiago de Compostela

Visitar Santiago de Compostela: roteiro com o que ver e fazerDesde 1985 que o centro histórico (cidade velha) de Santiago de Compostela está incluído na lista de Património Mundial da Humanidade da UNESCO. Oito anos depois, em 1993, a UNESCO adiciona a essa lista o Caminho de Santiago, que já em 1987 havia sido classificado como o primeiro Itinerário Cultural Europeu pelo Conselho da Europa.

Visitar Santiago de Compostela: roteiro com o que ver e fazer

Independentemente da rua que escolha para vagamundear pelo centro histórico de Santiago de Compostela, a sensação de viagem no tempo é inevitável. Esta cidade-museu tem algo que não se consegue traduzir em palavas, não sabemos se pela antiguidade, se pela nobreza, se pela luz ou se pela espiritualidade.

Visitar Santiago de Compostela: roteiro com o que ver e fazer

Este roteiro a pé para visitar o centro histórico de Santiago de Compostela está longe de contemplar todos os monumentos dignos de visita. Há ainda cerca duma dezena de igrejas, mosteiros e palácios de relevo, cujos interiores são autênticos tesouros patrimoniais. Pelo menos, vale a pena descobri-los para contemplar a sua impressionante arquitetura do exterior.

Praza do Obradoiro

Praza do Obradoiro com o imponente Palácio de Raxoi no lado oposto à Catedral de Santiago

A Praza do Obradoiro é o núcleo monumental, espiritual e cultural da cidade de Santiago de Compostela. Aqui bate o coração da cidade. Aqui têm lugar alguns dos mais importantes acontecimentos da cidade.

Visitar Santiago de Compostela: roteiro com o que ver e fazer
Placa alusiva ao Caminho de Santiago gravada na Praza do Obradoiro

Aqui reúnem-se locais, visitantes, peregrinos, manifestantes, autoridades… Esta praça tem, pois, a qualidade de condensar história e costumes milenares da cidade. Por isso mesmo é o ponto de partida ideal para iniciar o nosso roteiro de 1 dia por Santiago de Compostela.

Visitar Santiago de Compostela: roteiro com o que ver e fazer
Acabados de chegar à Praza do Obradoiro depois de percorrer a pé os 800km do Caminho Francês de Santiago desde SJPP

Para além da Catedral de Santiago de Compostela, os principais monumentos da Praza do Obradoiro são o Pazo de Xelmírez (parte integrante da Catedral), o Parador de Santiago – Hostal Reis Catolicos (atualmente um “parador” de 5 estrelas, outrora um hospital para peregrinos e população local), o colégio de San Xerome (hoje reitoria da Universidade de Santiago de Compostela, e o Palácio de Raxoi, em estilo neo-clássico, que é presentemente a sede da Câmara Municipal de Santiago. No topo, pode ver uma escultura alusiva à lenda de Santiago Matamoros.

Parador de Santiago – Hostal Reis Catolicos (1501)
Câmara Municipal de Santiago
Colégio de San Xerome, localizado do lado esquerdo da Praza do Obradoiro

Praza das Praterías

Visitar Santiago de Compostela: roteiro com o que ver e fazerSeguimos para a Praza de Praterías. A sul da catedral, esta praça deve o seu nome às oficinas de ourives que em tempos aqui se concentravam. No centro da praça, a Fonte dos Cavalos tem como pano de fundo a Casa do Cabido (1758). Do lado esquerdo podemos ver o início da rua do Vilar. Estivemos aqui a primeira vez para encontrarmos a Oficina do Peregrino, onde se emite a Compostela, o certificado que confirma o sentido cristão da peregrinação.

Praza da Quintana

Visitar Santiago de Compostela: roteiro com o que ver e fazer
Praza da Quintana – ao fundo pode ver a Porta Santa e a imponente Torre do Relógio, ou Berenguela

Um pequeno desvio até à Praza da Quintana, dividida em dois patamares – o patamar inferior, a Quintana dos Mortos, antigo cemitério, e o patamar superior, a Quintana dos Vivos – é hoje uma praça cujas características a tornam no local ideal para concertos e espetáculos de rua. É nesta praça que se situa a Porta Santa da Catedral.

Rúa do Vilar

A rúa do Vilar demarca-se pelas residências nobiliárquicas que a ladeiam, casarões renascentistas, barrocos e neoclássicos, confirmam o carácter privilegiado da rua dentro do traçado medieval.

Cantón do Toural

A rua do Vilar vai desembocar no Cantón do Toural. Antigamente era uma praça de venda de gado. A fonte (1822) ainda resiste no centro, e em redor são visíveis as casas nobres com as suas varandas e brasões em pedra. Digno de destaque, o Museo Eugenio Granell no Paço de Bendaña (séc. XVIII) cuja fachada é rematada pela figura do Atlas que suporta a abóbada celeste.

Rúa do Franco

A rúa do Franco é não só a rua que marca a entrada no centro histórico de Santiago para os peregrinos que seguem pelo Caminho Português de Santiago mas também onde se  concentra boa parte da oferta gastronómica da zona histórica. Se há tradição em Santiago de Compostela que perdura desde a época medieval é a de comer bem.

Os restaurantes são a herança dos primeiros taberneiros, que aqui atendiam os peregrinos. Recebe o nome dos “francos”, homens livres vindos de além-Pirinéus. Também pode ser considerada o epicentro histórico da vida noturna compostelana, embora a oferta de ócio noturno de Compostela abranger já toda a zona histórica e também a zona conhecida como o Ensanche.

Rúa Nova

Igreja de Santa María Salomé

Subimos agora pela rúa Nova, “nova” salvo seja, pois a rua é assim designada há já 800 anos. É uma rua importante na cena cultural da cidade de Santiago de Compostela já que reúne os seus dois principais teatros. Salientamos a igreja de Santa María Salomé de estilo barroco (mas cujo pórtico nos pareceu ser de estilo românico) com um curioso átrio coberto.

Praza Mazarelos

Arco da antiga muralha da cidade – Visitar Santiago de Compostela

Deixe-se guiar pela curiosidade até à Praza Mazarelos onde encontra o único arco “sobrevivente” da muralha da cidade. Das sete portas de entrada, das quais restam apenas os nomes, esta foi a única que subsistiu intacta. Dê uma espreitadela para lá do Arco de Mazarelos, e descubra o Convento de las Madres Mercedarias.

Convento de las Madres Mercedarias

Mercado de Abastos

E que tal um pulinho ao “centro comercial” do burgo? Daqui até ao Mercado de Abastos são apenas uns metros. Num antigo edifício de pedra, o Mercado de Abastos está em atividade diária desde 1873, excetuando no dia do Senhor, é óbvio.

A azáfama matinal do mais tradicional mercado de Santiago de Compostela é a oportunidade de comprar produtos bem frescos, onde a arte do regateio ainda se pratica. Se quiser ir diretamente ao produtor, pergunte por lá onde se concentram as “paisanas”.

Porta do Camiño

Porta do Camiño

Os que conhecem o simbolismo das setas amarelas e da vieira, vão querer descobrir a Porta do Camiño, onde o Caminho Francês entra no centro histórico da cidade de Santiago. Vindo da Praza de Abastos e até à porta, ainda há que passar defronte da igreja de Santa Maria do Camiño, padroeira dos peregrinos.

Monte do Gozo – o primeiro local onde os peregrinos que seguem pelo Caminho francês avistam as torres da Catedral

É na Porta do Camiño que, quem desce do Monte do Gozo pelo Caminho Francês, dá os últimos passos rumo ao seu destino. À direita fica o convento de San Domingos de Bonaval, panteão dos ilustres galegos e museu etnografico, e o último cruzeiro que “fecha” o capítulo de esforço físico, para dar lugar ao sonho da chegada ao Obradoiro.

Visitar Santiago de Compostela: roteiro com o que ver e fazer
Convento de San Domingos de Bonaval

Independentemente da familiaridade com os sinais do caminho, siga as setas amarelas para ir de novo ao encontro de Santiago. No processo ainda passará pela igreja das Ánimas.

Praza da Inmaculada e Convento de São Francisco

Visitar Santiago de Compostela: roteiro com o que ver e fazer
Monasterio de San Martiño Pinario

Só mais uns passos até à Praça da Imaculada, onde desembocam o Caminho Francês, Inglês e do Norte, para ver o Monasterio de San Martiño Pinario, outrora um dos mosteiros mais importantes de Espanha que possuía a maior biblioteca da Galiza e era um dos maiores albergues do país.

Convento de São Francisco

Mosteiro visitado siga pela vizinha rua de São Francisco, que ladeia a Universidade de Santiago de Compostela, e vá admirar o maravilhoso edifício do Convento de São Francisco, fundado pelo próprio aquando da sua visita à cidade em 1214. Depois é só regressar pela mesma rua que vai direitinho ao ponto de partida do nosso roteiro para visitar Santiago de Compostela, a Praza do Obradoiro!

Parque da Alameda

Visitar Santiago de Compostela: roteiro com o que ver e fazerO Parque da Alameda é, para além do mais belo espaço verde dentro da cidade, o melhor lugar para um passeio relaxante e vistas deslumbrantes sobre a cidade e a catedral de Santiago e Compostela. Já fica um pouco mais afastado do centro histórico mas ainda assim da Praza do Obradoiro são pouco mais de 10 minutos a pé. Se vir que tem tempo não deixe de o visitar!

Neste parque do século XIX, ao percorrer os passeios da Alameda e da Ferradura entre jardins floridos e zonas arborizadas, vai ainda deparar-se com a Igreja do Pilar e a Capela de Santa Susana, e várias fontes e estátuas.

Destas destaca-se As Dúas Marías, umas personagens extravagantes e míticas de Santiago de Compostela, que sempre inspiram os visitantes a tirar selfies divertidas ao seu lado.

Restaurantes onde comer em Santiago de Compostela

Cada visita a Santiago de Compostela leva-nos sempre à Praza de Cervantes onde fica a Casa Manolo, o nosso restaurante de eleição para uma refeição de comida tradicional galega. Os pratos são avantajados, o preço é bastante convidativo, a comida é bem confecionada, o ambiente é animado e o atendimento é cinco estrelas. Nesta casa recebem peregrinos há gerações e com a modernização do espaço, passaram a atrair visitantes e locais, entre os quais os universitários. Come-se bem e barato. Aconselhamos vivamente!

Visitar Santiago de Compostela: roteiro com o que ver e fazer
Polvo à Galega – um dos petiscos que não pode deixar de provar quando visitar Santiago de Compostela

A Rúa dos Francos é uma autêntica passarela gastronómica. Encontramos sempre o que comer, beber ou petiscar. Para além de ser uma das ruas com maior escolha gastronómica, é também das mais animadas e concorridas, com as esplanadas cheias, visitantes para cima e para baixo a mirar menus e os peregrinos acabados de chegar a Santiago de Compostela pelo Caminho Central Português. É bastante turística, portanto, vá avisado.
A Noiesa Restaurante, para comer bem, especialmente quando apetece uma refeição caprichada.

Vieiras – outro petisco a não perder em Santiago de Compostela

Petiscos do Cardeal para tapas e pinchos, com boa qualidade e muito variados.

Meson 42 já teve melhor relação qualidade-preço mas ainda é uma referência.

Já não fica na Rúa dos Francos mas temos que recomendar O Dezaseis, na Praza da Porta do Camiño. Ainda não houve prato de peixe ou carne que nos desagradasse.

Santiago de Compostela: mapa dos principais pontos de interesse turístico


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa do roteiro de 1 dia para visitar Santiago de Compostela.

Outros artigos de Espanha 

Melhores praias Sul de EspanhaRoteiro da Andaluzia | Roteiro da Extremadura | Roteiro da Galiza | Roteiro dos Picos da Europa | Parque Natural Arribes del DueroÁvila | Barcelona | Badajoz | Benidorm | Cáceres | GranadaIlhas Cíes | Lago de Sanabria | Lalín | Madrid | MéridaOurense | Puebla de Sanabria | SalamancaSegóvia | Sevilha | Toledo | Vigo | Zamora

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide e na Civitatis encontra sempre as melhores atividades e tours locais e pode ainda reservar o seu transfer do aeroporto e saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem na IATI Seguros. É uma agência 100% especializada em viagens e apresenta o melhor rácio custo-benefício do mercado, sendo que todos os seus seguros contam com excelentes coberturas COVID-19. Se utilizar o nosso link terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize a AutoEurope. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o VagaMundos a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

11 COMENTÁRIOS

  1. Que bons registos… adoro ver toda essa arquitectura de outros tempos.
    Aquela panorâmica para mim está espectacular (não fosse eu adorar panorâmicas) 🙂
    *

  2. Belos posts sobre Santiago. Não conheço, mas tenho alguns amigos que fazem habitualmente a peregrinação e falam muito sobre Santiago.
    As fotos estão lindas, como sempre.
    Bj no casal.
    Claudia

  3. Adorei seguir-vos no Caminho! Fiquei ainda mais desejosa que chegue a nossa vez! Obrigada Vagundos!

  4. Olá Roadrunner. Eh eh eh. A Michelin pode estar tranquila, que nós não lhe queremos o lugar 🙂
    Abraço

    Olá Fábio. Muito Obrigado. Ficamos muito contentes por teres gostado 🙂
    Abraço

    Olá Clara. Muito Obrigado 🙂
    Bjs

    Hola Elena. Muchas Gracias 🙂
    Saludos

    Olá Claudia. Muito Obrigado. Tens de dar um pulinho à Galiza e a Santiago em particular. Seguramente que vais adorar!
    Bjs

    Olá Abelha Rainha. O teu dia está quase a chegar. Pouco mais de um mês para o teu Caminho! Obrigado por nos teres acompanhado e votos de Bom Caminho para vocês!
    Bjs

    Olá Guida. Muito Obrigado pelo feedback 🙂
    Bjs

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.