O Sul da Zelândia – Ringsted

Aproveitando uma promoção dos caminhos-de-ferro dinamarqueses, resolvemos numa manhã fria de Abril conhecer um pouco mais do Sul da Zelândia.

Escolhemos como primeiro destino a cidade rural de Ringsted. Embora seja muito pequena, Ringsted foi de grande importância na Idade Média pois aqui se reuniam as assembleias de governo regional, centros de decisão para questões nacionais.

De facto a cidade pouco tem para ver e para fazer. Dirigimo-nos ao centro onde se situa a Bolsa de Ringsted, o mercado e o maior atractivo da cidade, a Igreja de São Benedito, que julga-se ser a igreja de tijolo mais antiga da Escandinávia.

Tivemos o azar de ter a igreja fechada e não termos marcado visita com antecedência. O aborrecimento foi grande pois tínhamos planeado ver a carga histórica que o local religioso transporta desde 1170. É que aqui estão sepultados alguns dos reis e rainhas mais importantes do país na Idade Média, uma pia batismal do séc. XII, frescos do séc. XIV em óptimo estado, e a Cruz de Dagmar famosa por ter pertencido à rainha Dagmar primeira mulher de Valdemar II.

Um pouco desanimados, deixámos Ringsted, para seguirmos para Næstved.

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize a Momondo para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado.

Gostamos de jogar pelo seguro e como tal, nas nossas viagens, não dispensamos o seguro de viagem do WorldNomads.com

Esta página contem links afiliados. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog “VagaMundos” a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!
Artigo anteriorAalborg
Próximo artigoNæstved
Anabela e Alexandre (linguista e economista), apaixonados um pelo outro e pelas viagens. Juntaram as letras e os números e criaram Vagamundos - Blog de Viagens onde partilham as suas errâncias pelo mundo e motivam todos a viajar. Autores independentes dos livros Caminho do Amor e Rostos do Oriente. Aproveitam qualquer desculpa para vaguear pelo mundo. Viveram na Alemanha, Dinamarca e EUA. Praticam trekking e lounging, alternadamente. Gostam de sujar cozinhas e conversar até altas horas. Uma vez por ano fingem que tocam djambé.

4 COMENTÁRIOS

  1. Hola Alejandra. Saludos desde Copenhaga 🙂
    Besos

    Olá Viagens com Guia. Concordamos! O caderninho é um grande amigo para se reter os nomes das cidades danesas 🙂
    Abraços

    Hola Patricia. O edificio que vez ao fundo é a antiga bolsa. E foi de facto uma pena não termos visto a igreja no seu interior. Talvez numa proxima visita…
    Besos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.