As Melhores Praias da Costa Vicentina | Praias da Costa Alentejana e Algarvia

As Melhores Praias da Costa Vicentina | Praias da Costa Alentejana e Algarvia

Desde Sines, na Costa Alentejana, ao Cabo de Sagres, na Costa Algarvia, venha daí descobrir as melhores praias da Costa Vicentina para descontrair nas suas próximas férias de verão.

As Melhores Praias da Costa Vicentina | Praias da Costa Alentejana e Algarvia

Andámos uma semana inteira a calcorrear os cerca de 130 km de Litoral Vicentino para descobrirmos os seus segredos. Agora, trazemos-lhe o artigo que reúne as melhores praias da Costa Vicentina, desde Sines até Sagres, já no Algarve. Selecionámos as nossas favoritas e adicionámos aquelas praias que prometem satisfazer todos os gostos, para que encontre também a sua predileta.

As Melhores Praias da Costa Vicentina | Praias da Costa Alentejana e AlgarviaA Costa Vicentina é daqueles lugares raros onde o mar e a serra se uniram num casamento perfeito. Aqui não há resorts na linha de praia a desfear o cenário. Há areais idílicos bordados de vegetação luxuriante, dunas em tons terra e rochas rolantes. Há falésias dramáticas, cabos pontiagudos mar adentro, enseadas selvagens e desertas. Há casinhas castiças e aldeias piscatórias doutros tempos transformadas em pequenos santuários de férias.

As Melhores Praias da Costa Vicentina | Praias da Costa Alentejana e Algarvia

Ideal para quem busca zonas de natureza intocada, a Costa Vicentina é igualmente popular entre os praticantes de caminhadas e de desportos aquáticos. Há dezenas de praias fabulosas na Costa Vicentina à sua espera. Mesmo com o sol envergonhado a esconder-se por trás de espessas nuvens, quer tenha um par de dias livres ou duas mãos cheias deles, fuja da cidade, pegue no carro e saltite de praia em praia, sacie-se de “vitamin sea” e bons petiscos. O sol pode até nem sorrir, mas no seu rosto vai-se rasgar um sorriso sereno e radiante.

As Melhores Praias da Costa Vicentina | Praias da Costa Alentejana e AlgarviaJunte os deleites gastronómicos do peixe e marisco acabados de apanhar, pores-do-sol mágicos e segredos escondidos e perceberá porque que é que as praias da Costa Vicentina são tão tentadoras. Leia até ao fim. Prometemos que vai valer a pena.

Na preparação da sua visita às Praias da Costa Vicentina sugerimos que leia também os seguintes artigos:

Quando visitar?

Na nossa opinião a melhor altura do ano para visitar a Costa Vicentina é entre abril e outubro. O engraçado da Costa Vicentina é que, mesmo que o sol não brilhe, há sempre com que ocupar o tempo. O prazer das caminhadas, da boa comida, da busca pelo bem-estar, da meditação e retiro espiritual, dos desportos aquáticos… Todos estes prazeres estão à mão de semear na Costa Vicentina.

As Melhores Praias da Costa Vicentina | Praias da Costa Alentejana e AlgarviaO Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina tem um clima mediterrânico com forte influência marítima. Assim, os verões são amenos a quentes com máximas entre os 23ºC e os 29ºC, melhor época do ano para usufruir das praias. Não é, por isso, de espantar que muitos rumem à Costa Vicentina para se refrescarem naqueles dias de calor tórrido pelos quais o Alentejo é conhecido. Por isso, os meses de junho, julho e agosto são os mais populares.

As Melhores Praias da Costa Vicentina | Praias da Costa Alentejana e AlgarviaA primavera (colorida) e o outono (tons pastel) são ideais para percorrer a Rota Vicentina, uma Grande Rota que vai de Santiago do Cacém ao Cabo de São Vicente e que é um dos melhores trilhos e percursos pedestres de Portugal. Lembre-se que as temperaturas altas de verão e a escassez de sombra podem estragar a sua aventura de caminhada.

As Melhores Praias da Costa Vicentina | Praias da Costa Alentejana e AlgarviaCom uma média de 3000 horas de sol por ano, a Costa Vicentina é um destino muito atrativo para quem busca céus azuis limpos e sol, muito sol para colmatar as deficiências de vitamina D. Os nossos “pulinhos” à Costa Vicentina já aconteceram um pouco ao longo de todo o ano. E podemos garantir por experiência própria: o sol tem um brilho especial na Costa Alentejana.

As Melhores Praias da Costa Vicentina | Praias da Costa Alentejana e AlgarviaChuva é coisa rara. Menos raros são os céus ameaçadores, de nuvens carregadas pela manhã, excelentes para a “perfect drama photo”. Contudo, em fotogenia nada bate o céu azul que, normalmente, a tarde sempre traz. Menos raro ainda? Os ventos! Tirando agosto e setembro, em que até os ventos parecem tirar alguns dias de férias, não experimentámos mais nenhum mês em que não aparecessem para dar um ar da sua graça. Parecem ter morada fixa na Costa Vicentina. Um detalhe importantíssimo para os amantes do surf nas suas múltiplas variedades. E para si, é claro, na hora de preparar a mala de viagem. Não esqueça o corta-vento!

As Melhores Praias da Costa Vicentina | Praias da Costa Alentejana e Algarvia

Dica VagaMundos: Independentemente da época do ano em que escolha fazer o seu passeio às praias da Costa Vicentina, lembre-se sempre de ingerir muita água para se manter hitratad@, usar protetor solar, óculos de sol e chapéu para se proteger do sol.

As Melhores Praias da Costa Vicentina

As Melhores Praias da Costa Vicentina | Praias da Costa Alentejana e AlgarviaAs praias da Costa Alentejana são sobejamente conhecidas como um dos melhores destinos de praia para férias de verão e uma excelente alternativa às populares praias do Algarve. Desde extensas praias de finas areias douradas às sublimes enseadas bordadas por majestosas falésias, todas as praias da Costa Vicentina prometem ser banhadas por águas cristalinas.

Estas praias estão integradas no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, um dos parques naturais mais sublimes de Portugal. Como estão em zona protegida, as praias da Costa Vicentina preservam muita da sua beleza original intocada. São milhões de anos às camadas em falésias soberbas; cabos de rocha, farilhões solitários, promontórios e pequenas ilhotas escarpadas; xisto de todas as cores e feitios a norte, esculturas dramáticas de calcário a sul.

Enfie o fato de banho, o protetor solar e a toalha no saco de praia. Ponha os óculos de sol e o chapéu da moda na cabeça. Prepare a prancha de surf, o fato de mergulho ou o kite. Encontre a paz e o sossego em dias relaxantes de passeio num lugar único. Não resista a entregar-se aos prazeres da vida numa destas praias da Costa Vicentina. Ou em todas!

Melhores Praias da Costa Alentejana | Costa Vicentina

Praia de São Torpes, Sines

São Torpes tem as águas mais quentes das praias da Costa Vicentina, logo, é muito concorrida apesar do cenário industrial. Tal deve-se à termoelétrica de Sines que expele as águas de arrefecimento das turbinas naquela zona.

A praia de São Torpes foi colocada no mapa pelos surfistas: as ondas regulares e suaves eram ótimas para a iniciação no desporto. Agora todos, do neto ao avô, conhecem o areal de São Torpes talhado pela Ribeira da Junqueira. E você também vai querer conhecer!

Onde ficar a dormir: Sines

Praia da Samoqueira, Porto Covo

Primeiro, vai-lhe cair o queixo. Depois lá vai conseguir balbuciar que é uma das praias mais belas que já viu na sua vida. A seguir, vai querer conhecer cada recanto desta praia selvagem que serpenteia por entre recortes da falésia: grutas, farilhões, piscinas naturais e até uma cascata de água doce (se for num dia de muita sorte!)

A culpa do ambiente paradisíaco é das areias douradas e dum mar usualmente calmo de águas cristalinas de cor esmeralda. E na maré baixa, as piscinas naturais são um deleite para os miúdos. Contudo, encha a geleira e vá (vi)ver in loco porque não há foto que faça justiça a todos os seus atributos.

Onde ficar a dormir: Porto Covo

Praia Grande, Porto Covo

Porto Covo é aldeia de praia, petiscos, passeios e paz. Muita paz! Se procura um refúgio de eleição, Porto Covo tem de constar da sua lista. Será sempre um dos nossos destinos favoritos para uma escapadinha da cidade. Inclusivamente, é o nosso refúgio de eleição na Costa Vicentina. Atreva-se a explorar e descubra os muitos segredos deste trecho da Costa Alentejana que não se ficam pela Praia Grande.

A Praia Grande em Porto Covo é das mais procuradas do Litoral Alentejano, o que não é de admirar já que é uma praia urbana espaçosa, abrigada e munida de todas as infraestruturas: vigiada, com estacionamento e restaurante.

Acessível por uma escadaria na arriba, as areias brancas e as águas límpidas do areal da Praia Grande fazem as delícias de miúdos e graúdos que gozam férias de verão em Porto Covo. Bodyboarders e surfistas também por lá andam.

Onde ficar a dormir: Porto Covo

Praia da Ilha do Pessegueiro, Porto Covo

Todos os portugueses a imaginam. Rui Veloso deu-lhe voz, Carlos Tê a alma em palavras e a Ilha do Pessegueiro passou a estar nas bocas de Portugal inteiro. Valha-nos que nem todos conhecem o areal que inspirou a música! Assim, mantem-se como um reduto menos populoso.

A ilha, de rica flora e fauna e um forte em ruínas, é visitável no verão, quando andam por ali uns pescadores nos seus botes a fazer uns biscates como barqueiros. Senão vir nenhum, pergunte no restaurante.

Para além da praia, das singulares arribas de areia sob uma gigante laje de pedra que se vai partindo e despenhando, encontra o altivo Forte da Nossa Senhora da Queimada saudosa do seu parceiro de defesa, o arruinado Forte de Santo Alberto na ilha do Pessegueiro. A ilha do Pessegueiro, essa há de sempre permanecer no nosso imaginário, mística e “inalcançável”.

Onde ficar a dormir: Porto Covo

Praia do Malhão, Vila Nova de Milfontes

Dois fenómenos geológicos conferem à praia do Malhão uma beleza única. Delimitada a este por um cordão dunar e a sul pelas Galés, umas formações rochosas que impõem respeito, a praia do Malhão é uma das mais surpreendentes praias da Costa Vicentina. Só não dizemos de toda a Costa Alentejana porque o Malhão tem adversários de peso.

Tem uma rede de passadiços que não pode perder. Facilitam a descida pela arriba à Praia do Malhão e a mais duas enseadas maravilhosas, um delas a eleita dos naturistas. Dos miradouros no topo da falésia há vistas panorâmicas que deixam qualquer visitante pasmado. E para norte estão metros e metros de areia fina a perder de vista que só para na Praia dos Aivados, onde a areia passa a pedras rolantes. (Não, não são seixos. São pedregulhos mesmo!)

Onde ficar a dormir: Vila Nova de Milfontes

Praia das Furnas, Vila Nova de Milfontes

Campeã das 7 Maravilhas – Praias de Portugal, a Praia das Furnas parece que foi feita para agradar os desejos de algum deus caprichoso. E sete devem ter sido os desejos da divindade: mar transparente, rio plácido, areia fina, duna dourada, verde luxuriante, enquadramento natural selvagem e sol sem limites. Só se esqueceu de pedir águas quentinhas, mas nós perdoamos.

Este areal espaçoso, onde o estuário do rio Mira abranda as vagas do Oceano Atlântico, junta o melhor de dois mundos: tranquilidade e inspiração. Deixamos a confusão urbana de Vila Nova de Milfontes do outro lado do rio e estendemos a toalha para nos libertarmos das preocupações. A vila até que não fica nada mal vista desta banda: dá um bonito cartão-postal!

Onde ficar a dormir: Vila Nova de Milfontes

Praia de Almograve, Almograve

A beleza cénica da praia de Almograve desarma qualquer argumento contra esta ser uma das melhores praias da Costa Vicentina. É aqui que o cordão dunar da Costa Vicentina é mais surpreendente. Além de ser grande em dimensão é grande em beleza, variedade de formas, fenómenos geológicos, fauna e flora. Aficionados de birdwatching, ponham a praia de Almograve na vossa lista.

Grande é também a praia de fina areia que convence qualquer um a trabalhar para o bronze. Se é amante das caminhadas, explore mais além para impressionar os amigos com as suas descobertas. Aventure-se pela estrada de terra batida, deslumbre-se com o cordão dunar onde ele é mais vasto e pasme-se com a beleza cénica do Porto da Lapa das Pombas e da sua praia secreta.

Onde ficar a dormir: Almograve

Praia do Cavaleiro, Cavaleiro

Selvagem, secreta, deserta. Não é fácil dar com ela, mas as coisas boas são assim: difíceis de encontrar! A dificuldade começa no GPS que nos troca as voltas, depois vem a gincana na estrada de terra batida e finalmente o desafio de não se deixar tomar por vertigens a descer as escadas da arriba.

Contudo, o esforço é recompensado com uma paisagem de louvar os céus. O Cabo Sardão está ali ao lado e as vistas do topo da falésia são de tirar o fôlego. Uma praia protegida por arribas que desafiam os elementos, selvagem e desconhecida o suficiente para nos acharmos uns eleitos no mundo. Parece que a natureza ergueu uma fortaleza a proteger a enseada. É estender a toalha e esquecer que o mundo existe. Na praia do Cavaleiro isso é fácil.

Onde ficar a dormir: Zambujeira do Mar

Zambujeira do Mar

Boa praia, bom petisco. Qualquer semelhança com um slogan bem conhecido de todos nós que apreciamos os prazeres da vida, é propositado. A fama da praia da Zambujeira do Mar já atravessou fronteiras. Entre as praias da Costa Vicentina esta é provavelmente a mais fotografada de tão fotogénica que é.

Arrevessada do vento pela alta falésia que a circunda, as vistas panorâmicas onde urbano e natureza casam tão bem, são categoricamente do melhor que temos na Costa Alentejana. Vamos ao mergulho?

Quanto ao bom petisco, siga o seu olfato. A única coisa que poderá faltar aqui é tempo (e dinheiro) para provar iguarias de fazer salivar só de escutar o nome. Para variar do peixe, a Pizzeria Piccolino tem uma ementa apelativa e justa.

Onde ficar a dormir: Zambujeira do Mar

Praia do Carvalhal, São Teotónio

Fala-se de praia do Carvalhal e toda a gente pensa em Comporta. E ainda bem. Assim, a praia do Carvalhal, a do sul, manterá intacta a sua atmosfera de praia intimista e relaxante com que saúda todos os que a visitam, sem descriminação. Encantou-nos no primeiro encontro e sabemos que @ vai encantar a si.

Acessos, estacionamento e praia muito bons. Com menos rochas na água, o convite a mergulhos é imediato. As águas pouco profundas também ajudam. Tem um restaurante com o básico (mas a preços de luxo). Como encontrar a porta aberta não é coisa de fiar, vá por nós: vá prevenido com a geleira bem recheadinha.

Onde ficar a dormir: Zambujeira do Mar

Praia da Amália, Brejão

Um dos maiores segredos das praias da Costa Vicentina. A praia da Amália, em Brejão, era mesmo a praia onde Amália Rodrigues gostava de ver, sentir e desfrutar do mar. Inclusivamente, comprou lá uma herdade com acesso direto.

Espere o inesperado pois tudo nestas curtas centenas de areal parece fruto da imaginação. A nossa versão alentejana de Alice nos País das Maravilhas. Para lá chegar só a pé, por um estreito carreiro coberto de cerrada vegetação e caniços. Coberto não é um eufemismo, é literal. Há trechos em que temos que atravessar um túnel vegetal. Ao nosso lado corre a Ribeira das Cobras (o nome não é fruto da imaginação).  Findo o trilho, um vale verdejante por entre fragas enormes de xisto, uma casa de xisto em ruínas que nos põe logo a sonhar com vida ermita, o cantarolar da ribeira a correr cada vez mais rápido até se despenhar diretamente na praia. País das Maravilhas: cortesia da mãe Natureza!

Onde ficar a dormir: Herdade Amália

Melhores Praias do Algarve | Costa Vicentina

Praia de Odeceixe, Odeceixe

Quando uma Costa reúne três das praias eleitas como 7 Maravilhas de Portugal, tem que ser toda ela também uma maravilha. Odeceixe junta-se ao trio de eleitas como vencedora na categoria de Praia de Arribas. E assim que se tem o primeiro vislumbre, percebemos porquê. A norte ergue-se uma das arribas mais belas e imponentes de toda a Costa Vicentina.

Disputada entre Alentejo e Algarve, esta praia tem belas vistas panorâmicas e alia praia de mar e rio na perfeição. Quando quiser fugir da cidade grande, naqueles dias em que fica caótica, fuja para a praia de Odeceixe. A enorme duna de areia tem espaço para todos e agrada todos os gostos. Dum lado, as plácidas águas da serpenteante Ribeira de Seixe são escolhidas por pais, filhos e avós. Do outro, as ondas dum mar azul agitado são ideais para os surfistas. Seja como for, a praia de Odeceixe é um autêntico anti-stress.

Onde ficar a dormir: Odeceixe

Praia da Carreagem, Rogil

Surreal! Por favor, não se esqueça de respirar quando vir a Praia da Carreagem. A escassos quilómetros de Rogil, um vilarejo típico da região, fica uma das mais belas praias da Costa Vicentina. Acesso por estrada de terra batida, estacionamento e escadaria de acesso à praia no fundo da arriba estão em boas condições.

É um segredo bem guardado. Não nos queixamos de ser tão desconhecida até porque, quanto menos gente, mais se preserva esta praia selvagem. Quase não se vê do topo da falésia que parece querer guardar aquele pedaço de mar intocado. Cada passo da descida é uma surpresa. Acompanha-nos uma vegetação luxuriante, inacreditavelmente viva. As formações rochosas aqui são singulares e irrepetíveis. O cenário abraça-nos com carícia. Envolva-se de energia positiva no cenário idílico desta praia intimista. Inspire! Expire!

Onde ficar a dormir: Rogil

Praia da Amoreira, Aljezur

Chegamos a Aljezur, uma vila daquele Algarve meio-alentejano, e vamos ao encontro das praias “desertas” do Algarve. A primeira das eleitas é a Praia da Amoreira. A Ribeira de Aljezur vem aqui desaguar, bem encostadinha à falésia que a protege a sul deixando o vasto areal protegida por uma duna estender-se a norte.

Para banhos, tome o acesso a norte em direção ao Paraíso do Mar – seria um bom cognome para a praia, mas é na realidade o nome do restaurante que a serve. Há espaço mais que suficiente para a família toda montar o estaminé. Pelas vistas, siga as direções para a Praia da Amoreira pelo acesso sul, para a Taberna do Gabriel II.

Atenção! Kitesurfers e windsurfers: as ondas da Amoreira são aquele desafio a que não te podes negar. SUPers, a Ribeira de Aljezur é mesmo convidativa para umas remadelas.

Onde ficar a dormir: Aljezur

Praia de Monte Clérigo, Aljezur

Areia, areia e mais areia. A areia é tanta na Praia do Monte Clérigo que é preciso “varrer” a estrada para passar. O povoado piscatório de casario branco e portas debruadas de cores vivas é delicioso. Tem um ar castiço que se confirma a caminhar pelas ruelas.

Se estiver de dieta, evite nas horas das refeições pois o odor do peixe grelhado faz sucumbir qualquer defensor da linha. E se queres iniciar-te no surf, Monte Clérigo é para ti. Há aqui boas escolas de surf para te ajudarem a desafiar as tuas primeiras ondas.

Onde ficar a dormir: Aljezur

Praia da Arrifana, Aljezur

Quanto mais para sul melhores spots para apanhar ondas e as da Arrifana casam bem com uma prancha de surf. Esta deve ser a melhor praia surfista da Costa Vicentina, a mais frequentada e a mais famosa além-fronteiras.

Já se deve ter apercebido que esta é a Costa Vicentina da “boa onda”. Uma boa onda inclusiva porque até quem só vem para o banho de mar e sol, tem lugar na Arrifana. Mesmo que a maré alta quase obrigue o pessoal a bazar, ninguém se incomoda de mudar de poiso, ceder um bocadinho de espaço ou mesmo subir para as pedras rolantes. Por falar nisto, fica já prevenid@ que é preciso sola rija para entrar na praia.

A povoação fica cá no topo da falésia que tem umas vistas panorâmicas incríveis da praia lá ao fundo, protegida dos ventos. Para baixo todos os santos ajudam, mas para cima, é preciso coragem!

Onde ficar a dormir: Praia da Arrifana

Praia da Bordeira, Bordeira

Bordeira deve ser-lhe pouco familiar. Já Carrapateira deve fazer soar os sinos. O Pontal da Carrapateira é das zonas mais cénicas da Costa Vicentina. Reúne uma série de fenómenos geológicos e tem uma variedade de flora e fauna merecedores de um episódio de vida selvagem narrado pelo David Attenborough.

Uma das pedras preciosas mais brilhantes deste tesouro é a praia da Bordeira. Espaço é coisa que não falta, mesmo no mais popular dos dias. A duna de areia fina que forma a praia da Bordeira é tão grande que assim que a pisamos temos a sensação de estar a percorrer o deserto do Saara… do Alentejo.

As condições de vento e das águas de mar e rio são bastantes aliciantes para os praticantes de desportos aquáticos. No mar há ondas para exibir a destreza em manobras dignas de aplauso. E a larga Ribeira da Bordeira vem desaguar à praia, não sem antes oferecer generosamente as suas águas a iniciantes de kitesurf.

Onde ficar a dormir: Carrapateira

Praia do Amado, Bordeira

Mesmo para quem, como nós, já calcorreou as dezenas de praias da Costa Vicentina, chegar à Praia do Amado faz-nos sempre soltar aquele “Wow!!!” Nesta terra vermelha, por entre recortes de falésia e arriba, uma vegetação extraordinária, estas areias douradas banhadas por uma água cristalina, ora azul, ora esmeralda, formam uma meia-lua que parece recortada dum destino de sonho.

Deixe-se enganar a pensar que está numa praia paradisíaca, porque está mesmo! (Embora a temperatura da água nos tire logo as dúvidas.) Ainda não conseguimos descobrir qual o seu melhor ângulo, pois a fotogenia que a caracteriza não falha em nenhum dos seus recantos.

Deixe-se acariciar pela brisa que sopra do mar ou vá assistir a um dos campeonatos mundiais de surf que colocaram a praia do Amado nas listas das melhores praias da Costa Vicentina.

Onde ficar a dormir: Carrapateira

Praia da Cordoama, Vila do Bispo

Continuam os largos quilómetros de paisagem agreste, selvagem, testada pelos fortes ventos característicos da Costa Vicentina. Continuam também os bons areais e enseadas de arriba para quem busca a tranquilidade e paz das praias da Costa Vicentina.

Poucos se aventuram para estas bandas pois os serviços são escassos, inexistentes ou muito distantes. O mar é revolto, traiçoeiro e mete respeito. Portanto, se quer praia para banhos de mar, não aponte para Vila do Bispo. Se tem aversão a multidões, só quer banhos de sol e molhar o pezinho, então não hesite na escolha.

Na Praia da Cordoama vento violento e mar bravo juntaram esforços e criaram uma zona costeira das mais belas e dramáticas. As ondas altas e sempre encadeadas conferem-lhe majestade. Não se preocupe. Isolada mas com serviços mínimos garantidos na época balnear. No resto do ano, é um refúgio perfeito do caos civilizacional, quer lhe apeteça andar com os pés enterrados na areia da praia, quer a galgar as arribas com vistas magníficas cá do topo, onde nos sentimos livres.

Onde ficar a dormir: Vila do Bispo

Praia do Castelejo, Vila do Bispo

Irmanada à Cordoama, está a praia do Castelejo. Estas são, para nós, duas das mais belas praias da Costa Vicentina.

Aproximarmo-nos da Praia do Castelejo faz o coração serenar. A terra muda de repente. Das cores quentes da terra vermelha para um ocre escuro, como se pisássemos terra queimada. Sentimo-nos tão distantes do mundo que nos esquecemos de imediato do ritmo desenfreado da cidade que nos fez fugir para aqui. A vida ofegante fica para trás das costas.

À nossa frente exibe-se um mar irado, revolto. A sua voz brada ameaça a cada vaga. Dominante. Feroz. Mas isso não demove os praticantes de surf e bodyboard de encará-lo. Quem não tem prancha, serena a mente e o espírito ao som da cadência ritmada das suas ondas.

Onde ficar a dormir: Vila do Bispo

Praias de Sagres

É difícil individualizar as praias de Sagres pois todas são boas para desligar das preocupações da vida.

Sagres reúne o maior número de praias de eleição para praticantes de surf, kitesurf , windsurf e afins. Com as condições ideias para a prática desses desportos, esta zona da Costa Vicentina converteu-se numa meca de pranchas e fatos de neoprene, cabelos alourados pelo sol e uma vibe muito descontraída. Ah! E está munida de todos os serviços que se precise.

Destacamos a Praia do Martinhal, embelezada pelos Ilhotes do Martinhal, a Praia da Mareta mesmo no “centro” de Sagres e a Praia do Tonel já do lado oeste da Ponta de Sagres. Quem busca os prazeres do paladar, também será saciado, e encontra algumas das melhores casas com vista mar servida na bandeja.

Onde ficar a dormir: Sagres

Mapa das melhores praias da Costa Vicentina | Alentejo e Algarve


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa das melhores praias da Costa Vicentina

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide e na Civitatis encontra sempre os melhores tours locais e pode ainda reservar o seu transfer do aeroporto e saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem na World Nomads ou na IATI Seguros. São ambas agências 100% especializadas em viagens e apresentam sempre os melhores rácios custo-benefício do mercado. Se optar pela IATI use o nosso link e terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize o Skyscanner para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o Rentalcars. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog “VagaMundos” a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.