Alentejo, o que visitar | Roteiro de 5, 7 e 10 dias

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias

Anda a planear uma viagem ao Alentejo, mas ainda não sabe bem o que incluir no seu roteiro para visitar o Alentejo? Não se preocupe que nós damos-lhe uma mãozinha. Neste artigo vai encontrar não uma, mas quatro sugestões de roteiros para visitar o Alentejo com os nossos lugares favoritos e muitas dicas práticas que lhe vão facilitar a logística e permitir desfrutar ao máximo da sua viagem pelo sul de Portugal.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Marvão – Roteiro para visitar o Alentejo

Nós somos confessos apaixonados pelo Alentejo e volta meia volta estamos lá batidos. Costumamos dizer, em tom de brincadeira, que basta meia desculpa para darmos lá mais um saltinho. E, por incrível que pareça, a região tem sempre algo novo para nos revelar. O que não é de espantar, visto que o Alentejo é não só uma das maiores regiões de Portugal, mas também uma das mais diversificadas.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Lago do Alqueva – Roteiro para visitar o Alentejo

Das vastas planícies do Baixo Alentejo às ondulantes montanhas do Alto Alentejo, passando pela surpreendente Costa Alentejana e pelo titânico Lago do Alqueva, há um mundo imenso, repleto de maravilhas para descobrir.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Praia de Zambujeira do Mar – Roteiro para visitar o Alentejo

À sua espera tem vilas e cidades que guardam um riquíssimo património histórico, milenares monumentos megalíticos e ruínas romanas, imponentes castelos e fortalezas, deslumbrantes praias e enseadas selvagens, cascatas e lagoas paradisíacas, dramáticas falésias e cabos de fim do mundo, apaixonantes aldeias com tradições vivas, refrescantes praias fluviais, horizontes a perder de vista, vinhos divinais e uma gastronomia deliciosa de fazer lamber os beiços.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Borrego assado no forno, uma das iguarias que tem de provar durante a sua roadtrip pelo Alentejo

E o melhor de tudo é que vai ser recebid@ de braços abertos por gentes genuínas de afável sotaque, que num bater de coração, @ vão fazer sentir em casa. Prepare-se para ser enfeitiçad@!

Na preparação da sua roadtrip ao Alto Alentejo sugerimos que leia também os seguintes artigos:

Conteúdo deste Artigo

Quando visitar o Alentejo?

A melhor época do ano para visitar o Alentejo depende muito dos seus interesses e do tipo de atividades que pretende fazer na sua viagem.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Monsaraz – Roteiro para visitar o Alentejo

Se a sua ideia for fazer umas férias de praia na Costa Alentejana, nada bate os meses do verão (junho a setembro). Contudo se o principal objetivo da viagem for explorar o interior do Alentejo já não será assim tão boa ideia, visto nas planícies alentejanas as temperaturas atingem facilmente os 40ºC durante o verão. O que vale é que há quase sempre uma praia fluvial por perto para refrescar.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Praia do Malhão – Roteiro para visitar o Alentejo

Em contrapartida, os invernos no Alentejo (dezembro a fevereiro) são frios com geadas frequentes. Claro que, quando comparados com o Centro e Norte de Portugal, são consideravelmente mais quentes e têm ainda a vantagem de serem bem mais soalheiros, visto que chove relativamente pouco em todo o Alentejo. Portanto, não descarte esta época do ano para visitar o Alentejo.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Templo Romano de Évora – Roteiro para visitar o Alentejo

Contudo, em nossa opinião, a melhor época do ano para visitar o Alentejo é durante a primavera e o outono. As temperaturas amenas tornam ambas as estações perfeitas para escapadinhas a explorar as vilas e cidades e sobretudo para usufruir do imenso potencial de atividades outdoor que a região oferece.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Trilho da Barca d’Amieira – Passadiços de Nisa

A primavera traz o desabrochar das flores e a paisagem alentejana ganha um verde intenso matizado pelas flores selvagens. Para mais os cursos de água exibem-se com todo o seu esplendor, o que faz com que seja a estação perfeita para ir à caça das surpreendentes cascatas do Alentejo.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Cascata Pego do Inferno – Roteiro para visitar o Alentejo

No outono são os tons pastel e ocres das folhas secas dos vinhedos nos meses de setembro a outubro que trazem também as vindimas, outra das fases do ano mais interessantes para visitar o Alentejo, sobretudo para os amantes de um bom vinho (nos quais nos incluímos).

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Prova de Vinhos, uma das experiências a não perder quando visitar o Alentejo

São também excelentes estações para percorrer a pé ou de bicicleta a Rota Vicentina, que vai de Santiago do Cacém ao Cabo de São Vicente e que é um dos melhores trilhos e percursos pedestres de Portugal.

Quantos dias são necessários para visitar o Alentejo?

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Castelo de Beja – Roteiro para visitar o Alentejo

Se é a sua primeira viagem ao Alentejo, e pretender visitar os locais mais emblemáticos desta vasta região de Portugal, no mínimo dos mínimos, vai precisar de 7 dias inteiros. Contudo, para desfrutar ao máximo do roteiro do Alentejo que desenhamos para si, o ideal é alocar 10 dias à sua viagem.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Cromeleque dos Almendres – Roteiro para visitar o Alentejo

Assim, já ficará com uma excelente ideia da enorme diversidade do Alentejo. Até porque a principal premissa que tivemos ao desenhar o roteiro para visitar o Alentejo em 10 dias foi incluir um vasto leque de experiências distintas, misturando de forma relativamente equilibrada a visita às várias sub-regiões do Alentejo: Alto Alentejo, Alentejo Central, Baixo Alentejo e Alentejo Litoral.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Praia de Almograve – Roteiro para visitar o Alentejo

Caso consiga acrescentar mais alguns dias, tanto melhor! Não só lhe permite conhecer de uma forma mais relaxante a maioria dos locais de interesse do Alentejo que referimos no nosso roteiro, como ainda lhe possibilita fazer várias atividades, como sejam caminhadas, enoturismo, ou simplesmente uns relaxantes dias de praia. Vá estando atento às nossas dicas durante a descrição do roteiro de 10 dias para visitar o Alentejo.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Aqueduto de Elvas – Roteiro para visitar o Alentejo

Como sabemos que nem sempre existe disponibilidade para fazer uma viagem de 10 dias desenhamos também um roteiro de 7 dias. Para que este roteiro de 7 dias lhe permita passar por todas as sub-regiões do Alentejo, tivemos que subtrair, de forma cirúrgica, lugares e experiências ao itinerário de 10 dias. Será num passo bem mais apressado, mas ainda conseguirá ver as diferentes faces do Alentejo.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Nisa – Roteiro para visitar o Alentejo

Críamos ainda dois roteiros de 5 dias, um focado no Alentejo Interior e outro na Costa Alentejana, para o caso de querer fazer duas viagens distintas ao Alentejo.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Mértola – Roteiro para visitar o Alentejo

Por último queremos salientar que os roteiros para visitar o Alentejo que aqui partilhamos estão (muito) longe de esgotar o destino. Na verdade, para conhecer a fundo o Alentejo seriam precisos largos meses, para não dizer anos. Por isso, olhe para estas sugestões de itinerários como um aperitivo. Temos a certeza que depois desta viagem ao Alentejo, vai querer voltar muitas vezes para saborear lentamente esta região mágica de Portugal. Até porque Alentejo e pressas não combinam de todo!

Onde ficar a dormir no Alentejo? Sugestões de alojamento

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 diasTendo em conta que o nosso roteiro passa por todos as sub-regiões do Alentejo, é imperativo levar na bagagem um enérgico espírito de roadtrip e dividir as noites de hospedagem por várias localidades. Claro que, se dividir o nosso roteiro de 10 dias para visitar o Alentejo em várias escapadinhas, pode optar por montar base numa só localidade e fazer os seus passeios a partir daí.

Ao longo do roteiro pelo Alentejo que desenhamos para si vai encontrar excelentes soluções de alojamento, que vão desde as grandes unidades hoteleiras às quintas e casas de turismo rural, passando por charmosos hotéis boutique.

Na escolha das localidades para ficar a dormir na sua roadtrip pelo Alentejo recomendamos que avalie se a localidade conta com uma boa oferta de alojamentos e demais serviços dos quais vai seguramente precisar durante a viagem (restaurantes, supermercados, etc). Por norma, quanto maior a oferta, mais fácil é encontrar quartos a bons preços, sobretudo se reservar alojamento com alguma antecedência.

Posto isto, as localidades que sugerimos para passar a noite no nosso roteiro para visitar o Alentejo são:

Castelo de Vide | Portalegre | Elvas | Vila Viçosa | Évora | Monsaraz | Beja | Mértola | Zambujeira do Mar | Vila Nova de Milfontes | Sines

Mas pode fazer pequenas alterações ao roteiro e optar por ficar em outras localidades vizinhas com boa oferta de alojamentos, como sejam:

Marvão | Campo Maior | Estremoz | Mourão | Moura | Castro Verde | Odemira | Porto Covo

(Clique nos nomes das respetivas localidades para ver as melhores opções de alojamento e opte sempre por reservar unidades hoteleiras que permitam o cancelamento, não vá ter algum imprevisto.)

Por último, queremos salientar que ao longo do roteiro vamos sugerir-lhe os nossos alojamentos favoritos para cada um dos dias – testados e aprovados por nós – que apresentam a melhor relação qualidade-preço.

O Melhor do Alentejo num roteiro de 10 dias: o que visitar numa roadtrip pelo sul de Portugal

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Campo Maior – Roteiro para visitar o Alentejo

O nosso roteiro para visitar o Alentejo tem início em Castelo de Vide e termina em Sines. Claro que pode fazer o mesmo na ordem inversa sem qualquer problema, ou até mesmo começar em qualquer um dos pontos de interesse sugeridos e a partir daí desenhar o seu próprio roteiro.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Cascata Pulo do Lobo – Roteiro para visitar o Alentejo

Queremos também sublinhar que o número de dias que sugerimos para este roteiro pelo Alentejo pressupõe que a viagem seja feita com viatura própria e não inclui os dias de viagem do local de origem para a região do Alentejo. Se pretender fazer este roteiro recorrendo a transportes públicos vai precisar de, no mínimo, mais dois ou três dias.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Ponte Romana de Monforte – Roteiro para visitar o Alentejo
Dica VagaMundos: se não tem carro próprio e precisa de alugar um carro para a sua roadtrip pelo Alentejo, recomendamos que utilize a AutoEurope. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida. Clique para ver todas as opções de aluguer de carro.
Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Castelo de Evoramonte – Roteiro para visitar o Alentejo

Se é nosso leitor assíduo já o sabe, mas se é a primeira vez que lê o VagaMundos, tenha em conta que nos nossos roteiros o número de dias é meramente indicativo. Se abdicar de fazer algumas das atividades que sugerimos ou cortar alguns pontos de interesse, pode fazer este roteiro em menos dias.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Praia da Bordeira, uma das melhores praias da Costa Vicentina, já por terras algarvias

No sentido oposto, caso pretenda visitar mais algumas aldeias e vilas, fazer alguns trilhos, relaxar nas praias, explorar melhor os parques naturais do Alentejo ou até mesmo dar um pulinho ao vizinho Algarve, pode sempre acrescentar mais uns dias ao seu roteiro para visitar o Alentejo. Ao longo do roteiro de 10 dias vamos dar-lhe várias dicas com essa finalidade e vai ver que é super fácil transformar esta viagem ao Alentejo num par de semanas de férias, senão mesmo um mês.

Roteiro para visitar o Alentejo: Dia 1

Castelo de Vide – Marvão – Portagem – Portalegre

Castelo de Vide

O nosso roteiro para visitar o Alentejo arranca em Castelo de Vide, uma das vilas medievais mais apaixonantes do Alto Alentejo. Esta vila cercada por mais de dois quilómetros de muralhas, cobre as encostas dum monte coroado por um castelo. A fortificação em tons ocres está rodeada de casario branco que se destaca na paisagem e contrasta com a vegetação ao redor.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 diasO ambiente romântico da vila, os seus jardins verdejantes e fontanários, a vegetação aliada ao clima ameno e a sua localização no Parque Natural da Serra de São Mamede, tornaram-na conhecida como “Sintra do Alentejo”. Cada casa, cada recanto, cada pedra guardam séculos de história, têm significado e segredam as memórias desta vila mágica, conhecida pelas suas portas ogivais.

Entre os muitos locais de interesse de Castelo de Vide, destacamos os seguintes:

  • Praça D. Pedro V
  • Igreja Matriz Santa Maria da Devesa
  • Judiaria de Castelo de Vide
  • Antiga Sinagoga e Museu
  • Antigos Paços do Concelho
  • Castelo de Castelo de Vide
  • Casa de Matos (onde foi ratificado o casamento de D. Dinis com a Rainha Santa Isabel)
  • Fonte da Vila e Fonte da Mealhada
  • Ermida de Nossa Senhora da Penha, na serra de São Paulo (soberbas vistas para a vila)
Quer mais dicas sobre Castelo de Vide e arredores? Então, não deixe de ler o nosso roteiro para visitar Castelo de Vide.
Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Passadiços do Alamal
Dica VagaMundos: se gosta de caminhadas, e quiser acrescentar mais um dia ou dois ao seu roteiro para visitar o Alentejo, recomendamos vivamente a que vá percorrer pelo menos um dos seguintes percursos pedestres:

  • Trilhos do Conhal (Nisa): um dos nossos percursos pedestres favoritos de Portugal, em pleno Geopark Naturtejo. São 14 km que se desenrolam pelas aldeias, antigas minas romanas, margens do Tejo e pela Serra de São Miguel, quase sempre com o Monumento Natural das Portas de Rodão no horizonte e com o voo silencioso dos grifos como companhia. Clique para mais informações sobre os Trilhos do Conhal.
  • Trilho da Barca D’Amieira (Nisa): é um percurso linear com cerca de 3,6 km de extensão e liga a Barca d’Amieira, em Amieira do Tejo, ao miradouro transparente sobre o Tejo (skywalk), junto à Barragem do Fratel. Pelo caminho irá encontrar os novíssimos Passadiços de Nisa, um histórico muro de sirga para percorrer e uma vertiginosa ponte pedonal suspensa. Clique para mais informações sobre o Trilho da Barca d’Amieira.
  • Passadiço do Alamal (Gavião): o percurso tem início na vistosa Praia Fluvial do Alamal e término junto à Ponte de Belver. Ao longo dos cerca de 2 km que separam estes dois pontos, o Passadiço do Alamal segue sempre junto ao Tejo, bordejado por vegetação de um lado e pelas plácidas águas do rio do outro. Pelo caminho somos brindados com idílicas paisagens sobre o rio Tejo e o altaneiro castelo de Belver, o secular guardião silencioso destas paragens do Alto Alentejo. Clique para mais informações sobre o Passadiço do Alamal.

Marvão

A segunda paragem do primeiro dia do nosso roteiro para visitar o Alentejo será na altaneira vila de Marvão, uma das maiores pérolas do nosso Alentejo.

Marvão coroa a crista de rocha inexpugnável no cume da Serra do Sapoio, a mais de 800 metros de altura. Saramago um dia disse que de Marvão “vê-se a terra toda”. Quem sobe ao Castelo de Marvão, percebe imediatamente o porquê. Lá do alto do seu castelo, somos tomados de espanto com a extensão da maravilhosa paisagem da Serra de São Mamede. A perder de vista. De tirar o fôlego. De cair de amores.

Calcorrear as ruelas sinuosas por entre o casario branco da vila medieval, cingida por muralhas e torres, é simplesmente um deleite. A arquitetura tradicional alentejana das casas caiadas é singular em Marvão pois conjuga-se em harmonia com o granito e o xisto. É nos recantos pitorescos, nas portas e arcadas góticas, nos detalhes de estilo manuelino e nas varandas de ferro forjado que a vila se dá a conhecer.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias

Os locais que consideramos de visita obrigatória em Marvão são os seguintes:

  • Castelo de Marvão
  • Pelourinho Manuelino
  • Casa da Cultura
  • Torre do Relógio
  • Igreja de Santa Maria
  • Cisterna
  • Museu Municipal de Marvão
  • Igreja de São Tiago
  • Igreja do Espírito Santo
  • Portas de Rodão (entrada principal na vila medieval)
  • Percorrer as muralhas e deliciar-se com as paisagens
  • Convento da Nossa Senhora da Estrela (fora das muralhas)
Quer mais dicas sobre a vila e arredores? Então, não deixe de ler o nosso roteiro para visitar Marvão.

Portagem

A próxima paragem do nosso roteiro para visitar o Alentejo será em Portagem, uma pitoresca aldeia na margem do rio Sever. Ganhou este nome devido ao facto dos judeus, expulsos de Espanha durante a Inquisição imposta pelos Reis Católicos, terem de pagar uma portagem para atravessar a ponte sobre o rio Sever, que na altura marcava a entrada em Portugal.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 diasLogo, o principal ponto de interesse é a sua Ponte Medieval sobre o rio Sever, e a vizinha Torre Militar Medieval, que servia de pórtico para o pagamento da dita portagem.

Também de visita incontornável é a fantástica Praia Fluvial de Portagem, uma das melhores praias fluviais do Alentejo.

Ammaia
Dica VagaMundos: se vir que tem tempo sugerimos que dê um saltinho a São Salvador de Aramenha, localizada entre Portagem e Portalegre, para visitar as ruínas da cidade romana de Ammaia, um dos locais arqueológicos mais surpreendentes do Alto Alentejo.

Portalegre

Feche o primeiro dia do seu roteiro pelo Alentejo rumando até à histórica cidade de Portalegre, a capital do Alto Alentejo. O mais certo é já chegar algo tarde, por isso, o melhor é reservar parte das visitas para o dia seguinte.

Portas de Alegrete

Dedique tempo a deambular pelo centro histórico de Portalegre, começando pela elegante Praça da República, antigo corro, embelezada pelos palácios barrocos Accioli e Avillez. De salientar, a sudeste, ainda a Igreja do Convento de São Francisco adossada à antiga fábrica de cortiça Robinson e respetivo museu. Ali bem perto, pode encontrar a interessante coleção pessoal de arte sacra e popular na Casa-Museu José Régio.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 diasAtrevesse as Portas de Alegrete e vá ao encontro do seu Castelo medieval, por castiças ruas estreitas, empinadas, empedradas e labirínticas.

Espreite os claustros do Convento de Santa Clara, com pausa no Café Alentejano, antes de se adentrar pela Antiga Judiaria (R. João da Fonseca Achioli, antiga Rua Nova) até aos antigos Paços do Concelho e à Sé Catedral de Portalegre, cujo interior guarda um tesouro de pintura portuguesa e painéis de azulejos.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Catedral de Portalegre

Se gosta de artesanato não deixe de visitar também o afamado Museu da Tapeçaria de Portalegre Guy Fino, onde poderá observar um sem número de obras desta arte única de minuciosa perfeição.

Onde ficar a dormir no 1º dia

Convento da Provença

Um dos nossos alojamentos favoritos do Alto Alentejo é o magnífico Convento da Provença que fica localizado a uns meros cinco quilómetros do centro de Portalegre. Perto, mas longe o suficiente para poder desfrutar de uma estadia super relaxante, rodeado de natureza. Os quartos são espaçosos e confortáveis, indo buscar à madeira e burel um toque identitário. As áreas comuns estão primorosamente decoradas com peças que evocam tempos de outrora e paragens distantes, e tem um pequeno-almoço, incluído, simplesmente delicioso. E no verão ainda é possível dar uns mergulhos na sua (muito) agradável piscina.

Casa da Urra

Uma infinity pool com vistas de pasmar para a Serra de São Mamede e os hectares de vinha e montado desta unidade de turismo rural do Alto Alentejo, é o grande cartão-de-visita da Casa da Urra. Mas o que nos rendeu por completo a este “recanto cheio de encantos” foi a nossa noite de absoluto repouso no Apartamento Romântico (e o pãozinho fresco e boleima matinais). Disponibiliza quartos privados, na casa grande, e apartamentos autossuficientes, independentes, espaçosos e climatizados, com todo o conforto moderno. Espaços amplos, requintadamente decorados, expõem a coleção privada de antiguidades, arte e artesanato que revelam a paixão dos proprietários por tudo o que espelhe Portugal.

Hotel José Régio

Se pretender ficar mesmo na cidade de Portalegre, aposte no Hotel José Régio. Fica mesmo no centro e reúne todas as comodidades e regalias dum hotel de 4 estrelas de qualidade. Os quartos são modernos e espaçosos, e já tem o pequeno-almoço incluído na tarifa. Nota máxima para a limpeza, conforto e profissionalismo atencioso do staff.

Clique para ver mais opções de alojamento em Portalegre

Roteiro para visitar o Alentejo: Dia 2

Portalegre – Miradouro do Pico da Serra de São Mamede – Pego do Inferno – Campo Maior – Elvas

Miradouro do Pico da Serra de São Mamede

A primeira paragem do dia será no Miradouro do Pico da Serra de São Mamede, literalmente o ponto mais alto deste roteiro para visitar o Alentejo. Se não conseguiu visitar tudo o que queria em Portalegre no dia anterior (é o mais certo), aproveite parte da manhã para o fazer.

O miradouro do Pico da Serra de São Mamede está situado a 1025 metros de altitude, o que faz dele o ponto mais elevado de Portugal Continental a sul do rio Tejo.

Escusado será dizer que as paisagens panorâmicas são deslumbrantes. Do miradouro do Pico da Serra de São Mamede tem vistas extraordinárias para as vilas de Castelo de Vide e Marvão e para as distantes Serra da Estrela e Serra da Gardunha, na região da Beira Baixa. Dizem que em dias com boa visibilidade até é possível ver o mar (que fica a mais de 200 km de distância). Infelizmente, nós ainda não fomos bafejados pela sorte nesse sentido.

Pego do Inferno

Vistas desfrutadas, continue viagem pelo Parque Natural da Serra de São Mamede, para ir conhecer um dos maiores tesouros naturais deste nosso roteiro para visitar o Alentejo.

Estamos a falar da fantástica cascata e lagoa do Pego do Inferno, que é alimentada pelas águas da ribeira de Arronches. Como fica pertinho da estrada, é super fácil dar com ela. Estacione o carro na zona que indicamos no mapa do roteiro para visitar o Alentejo e siga a pé, ribanceira abaixo, por um trilho relativamente fácil de percorrer. Não demora mais do que uns 5 minutos a dar com ela e só tem mesmo de ter algum cuidado para não escorregar.

Depois é só desfrutar deste autêntico pedacinho do céu que parece recortado de outras paragens. Se fizer a sua roadtrip pelo Alentejo no verão, não se esqueça do fato de banho, pois, na lagoa do Pego do Inferno é possível dar uns refrescantes mergulhos.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Cascata de São Julião
Dica VagaMundos: se é fã de cascatas sugerimos que acrescente mais um dia ao seu roteiro para visitar o Alentejo e parta à descoberta das outras cascatas paradisíacas da Serra de São Mamede. Para as conhecer terá de fazer algumas caminhadas mas estamos seguros de que vai sentir-se muito recompensado. Clique para ler o nosso guia completo para visitar as Cascatas da Serra de São Mamede.

Campo Maior

A próxima paragem do nosso roteiro para visitar o Alentejo será em Campo Maior, onde terá à sua espera um riquíssimo património histórico para explorar.

O grande destaque desta pacata vila alentejana vai para a fantástica Fortaleza Abaluartada e para o Castelo Medieval de Campo Maior, cujas colossais obras de requalificação terminaram em 2021 (as maiores alguma vez já efetuadas no Alentejo). Face à imensidão da fortaleza, recomendamos que dedique um bom par de horas para percorrer as suas muralhas, visitar o castelo medieval e deambular pelas castiças ruelas empedradas do bairro do castelo.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 diasPara além da fortaleza e do castelo, os outros locais de interesse de Campo Maior, aos quais recomendamos visita, são os seguintes:

  • Porta da Vila (Porta de Santa Maria), a principal entrada na vila muralhada
  • Capela dos Ossos (verdadeiramente arrepiante)
  • Centro de Ciência do Café, uma fantástica viagem interativa ao mundo do café
  • Igreja Matriz de Campo Maior
  • Pelourinho de Campo Maior
  • Igreja de São João Baptista
  • Igreja do Convento de Santo António

Feche o segundo dia do seu roteiro pelo Alentejo rumando até à cidade de Elvas (ou arredores). O mais certo é já chegar bem tarde, por isso, o melhor é reservar a maior parte das visitas para o dia seguinte.

Onde ficar a dormir no 2º dia

Vila Galé Collection Elvas

No coração da cidade-fortaleza, o Vila Galé Collection Elvas é um hotel de charme resultante da reabilitação do antigo Convento de São Paulo. Quartos e suites privados, algumas destas com mezanino, apresentam altos padrões de conforto e um toque clássico na decoração inspirada nas fortalezas portuguesas espalhadas pelo mundo. Disponibiliza ainda uma piscina exterior e um agradável jardim no claustro do convento. Nos interiores cuidados, interessantes e de bom gosto, encontra 2 restaurantes, bar, salão de eventos e um spa com banheira de hidromassagem, sauna e piscina interior.

Hotel Rural Monte da Provença

A força motriz do Hotel Rural Monte da Provença é mimar o hóspede. Um pequeno hotel de charme de 4 estrelas, a cerca de 8 km de Elvas que alia a tradição duma propriedade rural ao conforto moderno. Como uma mini-aldeia rodeada de verde, é um oásis de frescura e tranquilidade no Alto Alentejo. A maioria dos quartos e suites, privados, têm entrada independente e um terraço ou varanda para descontrair ao ar livre. Isto se conseguir resistir à piscina exterior no jardim. Preparados para o verão e inverno, inspiram conforto e bem estar. As suites são, na verdade, agradáveis apartamentos com 1 quarto, kitchenette equipada e lareira. Para sua comodidade há ainda uma adega, um bar e um ótimo restaurante de cozinha tradicional.

Clique para ver mais opções de alojamento em Elvas

Roteiro para visitar o Alentejo: Dia 3

Elvas – Vila Viçosa

Elvas

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Praça da República

Grande parte do terceiro dia do nosso roteiro para visitar o Alentejo será dedicado a visitar Elvas, a maior cidade-fortaleza do mundo, Património Mundial da UNESCO desde 2012.

Centro histórico, muralhas islâmicas, medievais e seiscentistas, os fortes de Santa Luzia e da Graça, 3 fortins e o Aqueduto da Amoreira constituem a maior fortificação abaluartada do mundo.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Pelourinho e Arco de Santa Clara

Só em património religioso, o concelho de Elvas tem perto de quarenta igrejas e conventos, sem incluir as ermidas; património arquitetónico, é só perder-se pelas ruas, e o civil soma mais de trinta exemplares entre fontes, chafarizes, arcos e pelourinhos.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Forte da Graça

Como por esta altura já deve ter depreendido, Elvas tem mesmo imenso que ver e fazer. Em meia dúzia de horas só dá mesmo para ver os seus principais highlights. Por isso, se é a primeira vez que vai visitar Elvas, recomendamos vivamente que acrescente mais um dia ao seu roteiro pelo Alentejo. Se for o caso, até pode aproveitar para dar um saltinho à vizinha cidade espanhola de Badajoz. Não se vai arrepender!

Aqueduto de Elvas

Caso vá com o tempo mais contado, recomendamos que foque a sua visita nos seguintes locais de interesse e opte por visitar apenas o interior de um dos fortes de Elvas:

  • Praça da República, a praça mais vistosa do centro histórico de Elvas, que se enche das gentes da terra e de visitantes nas suas convidativas esplanadas, e repleta de monumentos. Entre eles destacamos a Torre do Relógio, a Igreja de Nossa Senhora da Assunção (Antiga Sé Catedral de Elvas) e a Casa da Cultura.
  • Atravessar a primeira Cerca Islâmica de Elvas pelo Arco de Santa Clara (Porta do Templo) e pelo Arco do Miradeiro e deambular pela Alcáçova, zona habitacional desde o tempo dos mouros.
  • Visitar a Igreja de Santa Maria de Alcáçova templo católico construído no local da mesquita principal de Elvas.
  • Passear pela Rua das Beatas, a rua mais bonita e típica de Elvas.
  • Visitar o Castelo de Elvas e caminhar pelas suas muralhas desfrutando das fantásticas vistas sobre a cidade e os Fortes de Elvas.
  • Visitar o Paiol da Conceição, a pequena Capela Nossa Senhora da Conceição e o Convento de São Paulo (que presentemente alberga o luxuoso Hotel Vila Galé Elvas).
  • Passear pelo Largo da Misericórdia e Rua da Cadeia, onde irá encontrar a Igreja da Misericórdia e a Torre Fernandina.
  • Maravilhar-se com o imponente Aqueduto da Amoreira, uma das obras de engenharia portuguesa mais impressionantes e colossais.
  • Explorar os incontornáveis Forte de Santa Luzia e Forte da Graça.
Quer mais dicas sobre a cidade de Elvas? Então, clique para ler o nosso roteiro para visitar Elvas.
Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Mosteiro de Flor do Crato
Dica VagaMundos: os encantos do Alto Alentejo estão longe de se resumir aos locais que descrevemos nos dois primeiros dias do roteiro para visitar o Alentejo. Se tiver a possibilidade de acrescentar mais um dia ou dois à sua viagem, poderá visitar mais uma mão cheia de destinos surpreendentes do Alto Alentejo. Entre eles destacamos a vila do Crato, Alter do Chão, Aviz, Ponte de Sôr e Nisa. Clique e espreite o nosso roteiro para visitar o Alto Alentejo para dicas e inspiração.

Vila Viçosa

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Terreiro do Paço

A segunda e última paragem do terceiro dia para visitar o Alentejo será em Vila Viçosa, uma vila portuguesa marcada por todo um ambiente de realeza distinto. Já foi romana e moura. Recebeu carta de foral em 1270 e foi doada a D. Nuno Álvares Pereira, o Santo Condestável. Viu nascer a quarta dinastia de reis portugueses com a Casa de Bragança que fez desta cativante vila de abundância uma das mais belas, ricas em património arquitetónico e religioso e centro cultural do Alentejo. Entre os monumentos mais marcantes destacamos:

Castelo de Vila Viçosa

Os locais de visita obrigatória e as experiências a não perder em Vila Viçosa são as seguintes:

  • Terreiro do Paço, onde irá encontrar o Paço Ducal de Vila Viçosa, o Real Convento das Chagas de Cristo (Panteão das Duquesas) e a Igreja e Convento dos Agostinhos (Panteão dos Duques)
  • Castelo de Vila Viçosa, onde para além de poder percorrer uma boa parte das suas muralhas e visitar os seus bastiões, irá encontrar o Santuário de Nossa Senhora da Conceição, o Pelourinho de Vila Viçosa, o Museu da Caça e o Museu de Arqueologia.
  • Praça da República, a principal praça de Vila Viçosa
  • Igreja de São Bartolomeu
  • Igreja de Nossa Senhora da Lapa
  • Varandinha dos Namorados, um pequeno e recôndito miradouro nos arrabaldes da vila
Quer mais dicas sobre Vila Viçosa? Então, clique para ler o nosso roteiro para visitar vila Viçosa.

Onde ficar a dormir no 3º dia

Casa do Colégio Velho

Numa antiga mansão aristocrática quinhentista, a Casa do Colégio Velho alia comodidade moderna com a nobreza de outros tempos. A simpatia dos funcionários é cinco estrelas. Vale a pena começar o dia com os olhos voltados para os jardins paisagísticos com detalhes decorativos encantadores. A refrescante piscina exterior convida a banhos. A decoração interior, com mobiliário e peças de época, é uma viagem no tempo, um passeio nas memórias familiares duma casa abrasonada. Durma como nobreza num dos quartos aclimatizados e prepare um banho relaxante na casa de banho forrada a mármore.

Alentejo Marmòris Hotel & Spa

Dizer que o Alentejo Marmòris Hotel & Spa é puro luxo, é redutor. A decoração é sinónimo de refinamento e nenhum detalhe do design de interiores é deixado ao acaso. Conforto e comodidade inquestionáveis, disponibiliza um restaurante com interpretações da gastronomia regional, um bar que serve cocktails e um spa cujos tratamentos de bem estar têm assinatura Karin Herzog. Relaxe na sua varanda privada ou no terraço da piscina exterior. Desfrute dum banquete ao pequeno almoço e desperte para um mundo de satisfação dos sentidos.

Clique para ver mais opções de alojamento em Vila Viçosa

Roteiro para visitar o Alentejo: Dia 4

Vila Viçosa – Estremoz – Évora Monte – Évora

Estremoz

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Castelo de Estremoz

O quarto dia do nosso roteiro para visitar o Alentejo tem início em Estremoz, em termos históricos, uma das cidades mais ricas de todo o Alentejo. Aqui moraram vários monarcas portugueses, com destaque para o Rei D. Dinis e a Rainha Santa Isabel.

A cidade encontra-se dividida entre a cidade velha, de ruas labirínticas que sobem encosta acima até ao altaneiro Castelo de Estremoz, e a dita cidade nova, que fica na zona mais plana de Estremoz e onde se encontra a zona comercial da cidade.

Os locais de visita obrigatória e as experiências a não perder em Estremoz são as seguintes:

  • Subir ao Castelo de Estremoz, onde poderá desfrutar de soberbas vistas sobre a cidade de Estremoz e toda a sua envolvente, com destaque para a Serra d’Ossa e as vinhas que pintam uma das vertentes da encosta do castelo. Vistas à parte, irá encontrar no castelo o Paço Real (que presentemente alberga a Pousada de Estremoz), a imponente Torre de Menagem feita de mármore, a Capela da Rainha Santa Isabel, a Igreja de Santa Maria (Igreja Matriz de Estremoz), a Capela Nosso Senhor dos Inocentes e a icónica estátua de mármore da Rainha Santa Isabel.
  • Atravessar a Porta do Sol, a mais bela das portas de entrada no Castelo de Estremoz.
  • Deambular pelas estreitas e labirínticas ruelas medievais da cidade velha apreciando o seu casario branco.
  • Visitar as Portas da Muralha de Estremoz (feitas em mármore), nomeadamente a Porta de Évora, a Porta de Santa Catarina, a Porta dos Currais e a Porta de Santo António.
  • Visitar o Museu Municipal de Estremoz (com destaque para a secção dos Bonecos de Estremoz, declarados Património Cultural Imaterial da Humanidade pela UNESCO) e 800 anos de história de azulejo no Museu Berardo Estremoz.
  • Igreja de São Francisco e Igreja de Nossa Senhora da Conceição dos Congregados
  • Pelourinho de Estremoz
Adega João Portugal Ramos
Dica VagaMundos: se for amante de vinhos, aproveite a sua passagem por Estremoz para ir visitar a Adega Vila Santa de João Portugal Ramos, uma das melhores adegas do Alentejo para fazer uma prova de vinhos. É uma excelente experiência de enoturismo para integrar na sua roadtrip pelo Alentejo.

Évora Monte

De Estremoz é um saltinho até Évora Monte (ou Evoramonte), uma das aldeias mais bonitas do Alentejo.

Além das imponentes muralhas e dum castelo particularmente bonito e surpreendente, esta aldeia do Alentejo tem detalhes preciosos de bem-estar, tranquilidade e paz que são raros na vida.

Os locais que não pode perder numa visita a Évora Monte são os seguintes:

  • Castelo e Muralhas de Évora Monte
  • Torre – Paço Ducal
  • Pelourinho de Évora Monte
  • Cisterna
  • Igreja da Misericórdia
  • Igreja de Santa Maria
  • Portas ogivais
  • Calçada de Évora Monte

Évora

Praça do Giraldo

O quarto dia do nosso roteiro para visitar o Alentejo termina em Évora, uma das cidades mais monumentais de Portugal, cujo centro histórico foi o segundo em Portugal a ser listado pela UNESCO como Património Mundial da Humanidade em 1986.

Terraço da Catedral de Évora

Junte Templo Romano, Capela dos Ossos e Praça do Giraldo, uma catedral do século XVIII com vistas panorâmicas de fazer cair o queijo, um aqueduto fundido na cidade, praças arejadas rodeando antigos chafarizes, palácios e palacetes de sonho e fica logo com uma ideia do que @ espera naquela que é, para muitos, a cidade mais emblemática do Alentejo.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Capela dos Ossos

Na nossa opinião, é impossível conhecer Évora em três ou quatro horas. E como já deve chegar à cidade por volta do meio da tarde, o ideal é que aproveite a manhã do dia seguinte dia para continuar a descobrir Évora. Caso seja a sua primeira visita a Évora, pondere seriamente adicionar mais um dia ao seu roteiro para visitar o Alentejo.

Templo Romano

Os locais de visita obrigatória e as experiências a não perder em Évora são as seguintes:

  • Praça do Giraldo
  • Catedral de Évora
  • Templo Romano de Évora
  • Capela dos Ossos
  • Igreja de São Francisco
  • Termas Romanas de Évora
  • Aqueduto da Água de Prata
  • Universidade de Évora
  • Palácio Cadaval
  • Portas de Moura
  • Convento de Nossa Senhora do Carmo
  • Igreja da Graça
  • Igreja do Antigo Convento do Salvador
  • Percorrer a Rua Cinco de Outubro, uma das ruas mais populares de Évora
  • Passeio ao redor das muralhas de Évora, passando pela Porta de Aviz e Porta de Raimundo
Quer mais dicas sobre Évora? Então, clique para ler o nosso roteiro para visitar Évora.

Onde ficar a dormir no 4º dia

Convento do Espinheiro

Diferenciador, o Convento do Espinheiro é um hotel de charme de 5 estrelas que harmoniza na perfeição história, identidade e tradição num soberbo espaço de comodidade moderna. Atenção personalizada, satisfação do hóspede, estética harmoniosa dos espaços elevando a sua identidade e propósito, serviços de elevada qualidade. A pensar no hóspede exigente, o luxo habita os quartos. Em estilo clássico para que se sinta como nobreza ou contemporâneo para vestir a pele duma celebridade, a escolha é sua. Restaurante, piano bar, Spa e piscinas exteriores para que nada lhe falte.

Albergaria Do Calvário

Despretenciosamente elegante, a Albergaria Do Calvário é um hotel de 4 estrelas situado num lagar de azeite do século XVI. Quartos e suites espaçosos decorados com arte local e mobiliário regional. Espaços discretos, confortáveis e luminosos contribuem para um ambiente que os viajantes adoram. Os funcionários são cordiais, atenciosos e prestáveis. Pequeno-almoço fabuloso com produtos frescos, locais e sazonais, bolos caseiros e deliciosos.

Moov Hotel Évora

Para alojamento económico, o Moov Hotel Évora tem uma excelente relação qualidade-preço: serviços essenciais de alojamento e pequeno-almoço, mas com a qualidade de serviço dum hotel. Os quartos standard são muito confortáveis, com mobiliário idealizado para maximização de espaço, incluindo até secretária de trabalho. Limpeza? Irrepreensível. Simpatia do staff? Cinco estrelas. Personalidade e design moderno nos espaços comuns e no terraço interior, ideal para desfrutar do pequeno-almoço buffet muito variado. A localização é estupenda, mesmo no centro histórico de Évora.

Clique para ver mais opções de alojamento em Évora

Roteiro para visitar o Alentejo: Dia 5

Évora – Cromeleque dos Almendres – Monsaraz – Cromeleque do Xarez – Praia Fluvial de Monsaraz

Cromeleque dos Almendres

Depois de terminar a sua visita a Évora, continue o seu roteiro pelo Alentejo rumando até ao surpreendente Cromeleque dos Almendres, o maior monumento megalítico de Portugal, ao qual nós gostamos de, carinhosamente, chamar de Stonehenge Português.

Este aglomerado megalítico só foi descoberto em 1964 aquando do mapeamento para a Carta Geológica de Portugal. Alguns dos menires apresentam ainda decorações em relevo ou gravuras de figuras antropomórficas, báculos e discos solares. Mas há mais! A cerca de 3 km do monumento neolítico, por um caminho de terra batida, situa-se o Menir dos Almendres, um solitário e colossal monólito que parece recortado de uma história do Astérix e Obélix.

Monsaraz

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 diasContinuamos o nosso roteiro para visitar o Alentejo com a visita ao maior ex-libris da região do Grande Lago de Alqueva: a encantadora e altaneira vila medieval de Monsaraz, vencedora do concurso 7 Maravilhas de Portugal na categoria “Aldeias Monumento”.

Reserve uma boa parte da tarde para passear pelas ruas empedradas desta maravilhosa vila-museu amuralhada. Existem recantos verdadeiramente apaixonantes para descobrir e imensos cafés com convidativas esplanadas para desfrutar sem presas. Deambular à toa por Monsaraz é, por si só, uma experiência fantástica, mas não deixe de visitar a Igreja Matriz de Santa Maria da Lagoa e o seu imponente castelo que brinda o visitante com esmagadoras vistas sobre as planícies alentejanas e o lago do Alqueva.

Quer mais dicas sobre Monsaraz? Então, clique para ler o nosso roteiro para visitar Monsaraz.

Cromeleque do Xarez

Monsaraz visitada, continue o seu roteiro para visitar o Alentejo com a visita ao milenar Cromeleque do Xarez, mais um fascinante exemplar do megalitismo no sul de Portugal.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 diasEstima-se que este conjunto megalítico, composto por mais de 50 menires, tenha sido erguido entre 4.000 a.C a 3.000 a.C. Logo ao lado do Cromeleque do Xarez vai encontrar o Convento da Orada. Nunca o apanhámos aberto, mas podemos afiançar que o seu exterior justifica o pequeno desvio.

Praia Fluvial de Monsaraz

O quinto dia do nosso roteiro para visitar o Alentejo encerra na Praia Fluvial de Monsaraz, uma das nossas praias fluviais de eleição no Alentejo. Se for verão, feche o dia com um mergulho nas refrescantes águas do Guadiana. Caso o tempo não esteja de feição, fique-se por um prazenteiro passeio à beira-lago enquanto observa as dezenas de espécies de aves que fizeram do Lago do Alqueva a sua casa.

Onde ficar a dormir no 5º dia?

Montimerso Skyscape Country House

Quer uma experiência verdadeiramente imersiva no seu roteiro para visitar o Alentejo? Então, rodeie-se de natureza, água e céu a perder de vista, e sinta o dócil despertar dos sentidos no Montimerso Skyscape Country House. Com “ligação direta” ao Lago do Alqueva, este hotel de Turismo Rural goza de vistas para lá de espantosas, especialmente da infinity-pool. Lá dentro, cada espaço, restaurante incluído, é a essência da tranquilidade. Principalmente nas suites: super espaçosas, minimalistas, com terraço privado. Á noite, sinta o universo a mirar o céu imenso de galáxias cintilantes.

Herdade dos Delgados

Para si que gosta de andar de olhos postos nas estrelas, a Herdade dos Delgados tem o Lago do Alqueva aos pés e uma abóbada de milhões de estrelas por cima da cabeça. Esta unidade hoteleira espelha e respeita todo o espaço (muito espaço) que o rodeia. Como varandas-miradouro para o Alqueva, quartos, apartamentos e terraço partilhado por piscina, restaurante e bar, intensificam a sensação de serenidade. Para além do ambiente tranquilo, do conforto e das soberbas vistas, de dia ou de noite, destacamos as experiências sensoriais da piscina interior aquecida, o maravilhoso Spa e a deliciosa comida do seu restaurante Orion de cozinha de autor.

Horta da Coutada

Numa herdade tipicamente alentejana, a Horta da Coutada é um turismo rural de paz e tranquilidade. Marque encontro com o repouso absoluto num dos quartos, suites ou apartamentos, onde rústico e moderno estão perfeitamente aliados. Simplesmente relaxe sob o alpendre, nos jardins ou na piscina exterior enquanto se deixa encantar pelos sons da natureza. Situado no sopé da encosta que dá acesso ao Castelo de Monsaraz, junto ao Observatório do Lago Alqueva e apenas a um quilómetro da praia fluvial, ficar hospedado na Horta da Coutada é a excelente opção de alojamento para este dia de roteiro no Alentejo. E de manhã, um excelente pequeno almoço espera por si.

Clique para ver mais opções de alojamento na região do Alqueva

Roteiro para visitar o Alentejo: Dia 6

Monsaraz – Mourão – Moura – Beja

Mourão

Comece o sexto dia do seu roteiro para visitar o Alentejo rumando até Mourão. A estrela maior desta vila plantada nas margens da Albufeira do Alqueva é o seu altaneiro castelo com imponentes muralhas por onde pode passear à vontade e que o vão brindar com soberbas vistas sobre o Grande Lago do Alqueva. Para além do castelo vale também a pena visitar a Igreja Matriz de Nossa Senhora das Candeias e o prazenteiro jardim da Praça da República.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 diasSe estiver a fazer o seu roteiro pelo Alentejo no verão, não deixe de dar um saltinho à Praia Fluvial de Mourão, idilicamente situada numa pequena ilha do Lago do Alqueva. Simplesmente deliciosa!

Moura

Continue o seu roteiro para visitar o Alentejo rumando até Moura, mas não sem antes fazer uma paragem na Barragem do Alqueva, a “mãe” deste imenso lago, para apreciar a paisagem.

Dizem as enferrujadas letras, que se encontram junto ao parque de estacionamento, que “On a clear day you can see forever”. Que as vistas vão até ao infinito, não nos atravessamos, mas lá que são fantásticas, são.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 diasJá em Moura não deixe de deambular pelas ruas e ruelas floridas do seu centro histórico e de visitar o seu Castelo e as Igrejas de S. João Baptista, do Carmo e de S. Francisco. Se vir que tem tempo, vá também ao Museu do Azeite, onde pode aprender sobre a produção do azeite e visitar um dos lagares mais antigos do Alentejo.

Quer conhecer mais locais extraordinários na região do Lago do Alqueva? Então clique para ler o nosso guia e roteiro para visitar o Alqueva. Vai ter é de acrescentar pelo menos mais um dia ao seu roteiro para visitar o Alentejo!

Beja

O sexto dia do nosso roteiro para visitar o Alentejo termina em Beja, a capital do Baixo Alentejo.

Com mais de 2500 anos de história, Beja foi a casa de uma miríade de antigas civilizações antes de ter sido anexada ao Reino de Portugal, das quais destacamos os Celtas (que se acredita que tenham sido os seus fundadores), os Romanos (que lhe chamaram Pax Julia e a integraram no Reino da Lusitânia), os Visigodos e os Árabes.

Sé Catedral de Beja

Não é portanto de estranhar que Beja guarde um riquíssimo património histórico ao qual se soma uma mão cheia de lendas e histórias de amor, com claro destaque para as cartas de amor de Mariana Alcoforado, enviadas pela freira portuguesa ao cavaleiro Noël Bouton de Chamilly.

Torre de Menagem do Castelo de Beja

O seu ex-libris é a imponente Torre de Menagem do Castelo de Beja, toda feita em mármore, que com os seus 40 metros de altura figura entre as torres militares mais altas de Portugal.

Igreja de Santa Maria e Torre do Relógio

Para além da incontornável visita ao Castelo de Beja, os outros locais de visita obrigatória e as experiências a não perder em Beja são as seguintes:

  • Praça da República, rodeada de lindas arcadas e onde poderá ver o Pelourinho de Beja e a Igreja da Misericórdia, um edifício único no panorama da arquitetura nacional.
  • Sé Catedral de Beja
  • Igreja de Santa Maria e a vizinha Torre do Relógio
  • Convento de São Francisco e Ermida de Santo André
  • Deambular pelas ruelas dos antigos bairros da Judiaria e Mouraria
  • Arco dos Prazeres e Igreja de Nossa Senhora dos Prazeres
  • Percorrer a Rua das Portas de Mértola, uma das mais belas ruas de Beja
  • Núcleo Museológico do Sembrano, onde irá encontrar um conjunto de estruturas arqueológicas, com vestígios desde a Pré-História até à Época Contemporânea.
  • Museu Regional de Beja, instalado no histórico Convento Nossa Sra. da Conceição
  • Fazer o roteiro da Arte Urbana de Beja
  • Visitar a Villa Romana de Pisões
  • Ir a banhos na Praia Fluvial dos Cinco Reis (no verão, claro está)

Onde ficar a dormir no 6º dia

Aljana Guest House

Na Aljana Guest House o lema é demorar o tempo que precisar para levar a vida com calma e celebrar a simplicidade do sul num bed & breakfast com alma própria. A essência do slow living mora dentro destas paredes dum branco tão imaculado que parece termos chegado ao céu. E não é por esta antecâmara-celestial estar a paredes-meias com a Sé Catedral. Se dúvidas houvesse, basta entregar o corpo ao conforto da cama para se dissiparem. São sete quartos, quatro deles mezaninos, em dois edifícios de arquitetura que surpreende pela simplicidade e pormenores. Com arcos e tetos abobadados em redor dum pátio com piscina, a lembrar um riad marroquino.

Pousada Convento de Beja

Aliando as comodidades modernas à preservação da estrutura original dum convento franciscano do século XIII, a Pousada Convento de Beja oferece quartos graciosos, muito espaçosos e aclimatizados, decorados a tons quentes e mobiliário de estilo clássico, proporcionando o descanso principesco que merece ao fim do dia. Descontraia ao ar livre nos exuberantes jardins paisagísticos, na piscina exterior, ou no espaçoso terraço. Um elegante restaurante com cozinha regional e o lounge bar convidam aos prazeres do paladar.

Monte das Beatas

Acorde num ambiente de pura tranquilidade que apenas um monte alentejano consegue oferecer. Numa quinta familiar modernizada, rodeada por uma paisagem tipicamente alentejana, o Monte das Beatas é um alojamento local, a 3 km de Beja, ótimo para relaxar em contacto com a natureza com todas as comodidades. São apenas 2 suites acolhedoras e reconfortantes, com entrada independente e acesso direto para a piscina exterior. Com jardim e salão partilhado, esta guesthouse tem ainda um agradável terraço e anfitriões atenciosos e disponíveis 24 horas.

Clique para ver mais opções de alojamento em Beja

Roteiro para visitar o Alentejo: Dia 7

Beja – Cascata Pulo do Lobo – Mértola – Mina de São Domingos

Cascata Pulo do Lobo

A primeira paragem do sétimo dia do nosso roteiro para visitar o Alentejo será no fantástico Pulo do Lobo, a joia da coroa do Parque Natural do Vale do Guadiana.

A Cascata do Pulo do Lobo é alimentada pelas águas do Guadiana e é a cascata mais imponente do sul de Portugal. Mas se vai à espera de um Guadiana plácido, como o que viu no Alqueva, desengane-se. Aqui o Guadiana revela-se selvagem, indomesticado, como as terras de xisto que serpenteia.

E a Cascata do Pulo do Lobo, com os seus quase 20 metros de altura, é o expoente máximo dessa sua face selvagem. No local da queda de água, as margens do Guadiana são tão estreitas que, diz quem por lá mora, até um lobo as conseguiria transpor. O som da cascata chega a ser ensurdecedor, face à violência das águas que embatem nas rochas. É a força da natureza no seu melhor e vai ser, seguramente, um dos pontos mais altos da sua viagem pelo Alentejo.

Dica VagaMundos: se gosta de uma boa caminhada sugerimos vivamente que percorra o fantástico trilho PR9 Entre o Escalda e o Pulo do Lobo, o trilho-rei do Parque Natural do Vale do Guadiana. Se percorrer o trilho, para além de ser brindado com arrebatadoras paisagens, poderá ainda ficar a conhecer a Anta das Pias. Clique aqui para mais informações e para descarregar o track GPS para levar no seu smartphone.

Como chegar ao Pulo do Lobo a partir de Beja?

Tenha em atenção que, normalmente, as direções dadas pelo Google Maps e afins não o vão conduzir à melhor margem do rio para ver o Pulo do Lobo (onde existe uma pequena plataforma para observação).

Para dar com ela, a melhor maneira é seguir pela estrada que liga Beja a Mértola e depois virar em direção a Amendoeira da Serra e posteriormente em direção à Herdade do Pulo do Lobo. Uma vez na Herdade vai deparar-se com uma cancela. É aí que deve estacionar e seguir a pé pelo estradão. Ir e vir são cerca de 2 km. Ah! Não se esqueça de fechar o portão.

Mértola

Cascata do Pulo do Lobo visitada continue o seu roteiro para visitar o Alentejo rumando até à vila muralhada de Mértola, uma das maiores joias do Baixo Alentejo.

A vila empoleirada numa penha rochosa e escarpada, nas margens do rio Guadiana, parece desafiar as leis da gravidade. As ruas calcetadas, o casario de branco intenso e o emaranhado de labirínticas ruelas, escadinhas e vielas conferem à vila aquele ambiente medieval que a tornam num lugar delicioso para vaguear.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias

Os locais de visita obrigatória e as experiências a não perder em Mértola são as seguintes:

  • Castelo de Mértola
  • Igreja Matriz de Mértola (Antiga Mesquita)
  • Alcáçova de Mértola
  • Casa Romana
  • Museu(s) de Mértola
  • Torre do Relógio
  • Torre do Rio ou Torre Couraça
  • Casa de Mértola
  • Deambular pelas castiças ruelas da vila
  • Passeio a pé pelas margens do rio Guadiana
  • Passeio de barco ou de canoa pelo Guadiana
Quer mais dicas sobre a vila? Então não deixe de ler o nosso roteiro para visitar Mértola.

Mina de São Domingos

A próxima paragem do nosso roteiro para visitar o Alentejo será na aldeia da Mina de São Domingos.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 diasA área de exploração mineira de São Domingos conta com indícios de exploração de pirite desde a época romana e pré-romana, mas a sua exploração moderna só foi iniciada em 1858 por iniciativa da companhia mineira “Mason & Barry”, tendo-se mantido ativa até 1966. Os principais elementos extraídos durante a exploração moderna foram o cobre, o chumbo, o enxofre e o zinco.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 diasVisitar o antigo complexo mineiro é uma experiência ímpar em Portugal. Espera-o uma gigantesca área de exploração mineira, que se encontra repleta de edifícios abandonados, que parecem tirados de um filme estilo Mad Max, e coloridas lagoas e cursos de água… Carregados de ácido e enxofre!

Entre os muitos locais de interesse da Mina de São Domingos destacamos os seguintes:

  • Casa do Mineiro (onde encontra uma exposição permanente sobre o complexo mineiro)
  • Antigas oficinas ferroviárias da Mina de São Domingos (onde era feita a manutenção dos comboios que levavam o minério até ao Porto Fluvial de Pomarão que visitou no início do dia)
  • Central elétrica da Mina de São Domingos (foi a primeira estação elétrica de Portugal)
  • Achada do Gamo (onde ficavam as fábricas de enxofre, uma das áreas mais fotogénicas do complexo mineiro)
  • Corta da Mina (que hoje é uma enorme cratera coberta de água azulada extremamente ácida)
  • Estação da Moitinha
  • Cais do Minério

Praia Fluvial da Tapada Grande

E para fechar em beleza o sétimo dia do seu roteiro para visitar o Alentejo nada como ir conhecer a soberba Praia Fluvial da Tapada Grande, um dos locais mais paradisíacos do Baixo Alentejo, e considerada por muitos (entre os quais nos incluímos) uma das melhores praias fluviais de Portugal.

A Tapada Grande tem um excelente areal com chapéus-de-sol, balneários, snack-bar, restaurante, parque infantil e parque de merendas com grelhador. É possível ainda alugar canoas e gaivotas para divertidos passeios pelas calmas águas da albufeira.

Onde ficar a dormir no 7º dia

Hotel Museu

Um hotel de 3 estrelas situado no centro histórico de Mértola, o Hotel Museu proporciona vistas pitorescas sobre o Rio Guadiana. Beneficiando do aproveitamento de vestígios arqueológicos islâmicos, o hotel dispõe duma sala de refeições, bar, terraço e piscina exterior. Os quartos privados são climatizados, com decoração moderna, muito limpos e confortáveis. Acesso WiFi e estacionamento privado gratuitos, há ainda a possibilidade de aluguer de bicicletas e caiaques ou reservar o seu passeio de barco pelo Rio Guadiana.

Quinta do Vau

A casa de campo Quinta do Vau, na outra margem do Rio Guadiana, tem vistas sobre o centro histórico e o Castelo de Mértola que o vão deixar sem palavras. Ao abrir a janela do quarto, ao tomar um delicioso pequeno-almoço, ou ao desfrutar da frescura da piscina exterior. Quartos limpos e confortáveis, e staff que recebe elogios rasgados pela simpatia e disponibilidade. Vai querer repetir.

Clique para ver mais opções de alojamento em Mértola

Roteiro para visitar o Alentejo: Dia 8

Mértola – Castro Verde – Odemira –  Pego das Pias – Praia da Amália – Zambujeira do Mar

Castro Verde

Basílica Real da Nossa Senhora da Conceição

Hoje o nosso roteiro para visitar o Alentejo despede-se do interior do Alentejo e diz olá à apaixonante Costa Alentejana. A primeira paragem do dia será em Castro Verde, um dos pontos de passagem da mítica Estrada Nacional 2, que liga Chaves a Faro sempre pelo interior de Portugal.

Os principais pontos de interesse desta vila alentejana são a imponente Basílica Real da Nossa Senhora da Conceição, a Igreja das Chagas do Salvador e o Museu da Lucerna, que guarda um interessante espólio de lucernas romanas, descobertas na pequena localidade de Santa Bárbara dos Padrões.

Odemira

Vista do Miradouro do Castelo de Odemira

A próxima paragem do nosso roteiro para visitar o Alentejo será na formosa vila de Odemira, plantada nas margens do rio Mira, e já a dois passos do mar.

Câmara Municipal de Odemira

Os locais de visita obrigatória e as experiências a não perder em Odemira são as seguintes:

  • Apreciar as Igrejas de Santa Maria, do Salvador e da Misericórdia;
  • Subir ao Castelo de Odemira (do castelo pouco resta mas as vistas do seu miradouro são estupendas);
  • Deambular pelas ruelas do bairro do castelo;
  • Desfrutar do Jardim da Fonte Férrea;
  • Mirar o edifício da Câmara Municipal;
  • Visitar o altaneiro Moinho de Vento de Odemira;
  • Fotografar a Ponte de Ferro sobre o rio Mira;
  • Fazer um passeio pela frente ribeirinha do rio Mira;
  • Atravessar a ponte pedonal sobre o rio Mira;
  • Visitar a Ermida da Nossa Senhora da Piedade.

Pego das Pias

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 diasOdemira visitada sugerimos que vá conhecer o Pego das Pias, uma das maiores maravilhas da natureza do Alentejo. Para chegar a este pequeno paraíso alentejano, que parece recortado de outras paragens, terá de fazer uma pequena caminhada. São cerca de 2 km, ida e volta, portanto, acessível a toda a família.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 diasÀ sua espera tem um quadro natural de rara beleza. Para além das impressionantes rochas do Pego das Pias (de onde os mais destemidos se atiram à água, coisa que desaconselhamos totalmente), existem vários pequenos lagos naturais, perfeitos para dar umas braçadas nas águas da Ribeira do Torgal. Há ainda um sem número de verdejantes spots perfeitos para um picnic. É um dos locais mais surpreendentes do nosso roteiro para visitar o Alentejo!

Praia da Amália

E, finalmente, o nosso roteiro para visitar o Alentejo chega ao litoral. E para começar em grande, nada como ir conhecer a idílica Praia da Amália, um dos locais mais secretos da Costa Vicentina. O nome colou-se-lhe por ser a praia onde Amália Rodrigues gostava de ver, sentir e desfrutar do mar.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 diasCostumamos dizer que a Praia da Amália é a nossa versão alentejana de Alice nos País das Maravilhas. Para lá chegar, só a pé por um estreito carreiro coberto de cerrada vegetação e caniços. Coberto não é um eufemismo, é literal. Há trechos em que temos que atravessar um túnel vegetal e ao lado corre a Ribeira das Cobras. Findo o trilho, um vale verdejante por entre fragas enormes de xisto e o cantarolar da ribeira a correr cada vez mais rápido até se despenhar diretamente na praia. Pura magia!

Praia de Odeceixe, onde o Alentejo se encontra com o Algarve
Dica VagaMundos: caso possa acrescentar mais um par de dias ao seu roteiro para visitar o Alentejo, sugerimos vivamente que vá conhecer as maravilhas da Costa Vicentina da vizinha vizinha região do Algarve. Entre Odeceixe e o Cabo de Sagres vai encontrar apaixonantes aldeias, altaneiros castelos e fortalezas e um sem número de cabos e praias simplesmente maravilhosas. Clique e espreite o nosso guia e roteiro para visitar o Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina para dicas e inspiração.

Zambujeira do Mar

O oitavo dia do nosso roteiro para visitar o Alentejo termina na aldeia piscatória da Zambujeira do Mar.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 diasComo uma tiara reluzente, Zambujeira do Mar coroa as altas falésias que cingem a Praia da Zambujeira, uma das melhores praias da Costa Alentejana. Encavalitado no alto da falésia, o casario branco, alinhado ao longo de ruas repletas de ambiente alentejano, é abrilhantado pelo diadema que é a Capela de Nossa Senhora do Mar, situada num largo cujas vistas são de pôr qualquer alminha a louvar os céus. É o lugar perfeito para assistir ao pôr-do-sol!

Quer mais dicas do que ver e fazer na Zambujeira do Mar? Então clique para ler o nosso guia completo para visitar a Zambujeira do Mar.

Onde ficar a dormir no 8º dia

Monte Soalheiro

Renove energias no Monte Soalheiro, onde encontra muito mais do que sol. Encontra a intimidade de 7 quartos de traça típica dum monte alentejano com comodidades modernas, conforto revigorante e tranquilidade. Os quartos com varanda e terraço privados (Sol e Lua) são os mais requisitados, mas o sol é para todos no terraço, na piscina ou na zona exterior de descanso.

Herdade Do Touril

Para @ relembrar que o tempo é uma escolha, a Herdade Do Touril tem uma casa para repousar no campo com o mar por perto. Quartos duplos, suites e casas de diferentes tipologias, com terraço privado, provam que o conforto articula-se bem com a tradição rural. Se não quiser sair para a badalada praia da Zambujeira do Mar ou para as praias selvagens da Costa Vicentina, a piscina de água salgada está lá para lhe fazer as delícias.

Clique para ver mais opções de alojamento na Zambujeira do Mar

Roteiro para visitar o Alentejo: Dia 9

Zambujeira do Mar – Cabo Sardão – Praia do Cavaleiro – Praia de Almograve – Praia das Furnas – Vila Nova de Milfontes

Cabo Sardão

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 diasA primeira paragem do nono dia do nosso roteiro para visitar o Alentejo será no majestoso Cabo Sardão o ponto mais ocidental da costa alentejana. Um altaneiro farol, sentinela silenciosa que guia os bravos homens do mar, dá-lhe as boas vindas, mas são as vistas esmagadoras do topo da falésia e a omnipresente paz, entrecortada pelo bater das ondas nas escarpas e pelo sussurrar do vento, que lhe vão conquistar o coração.

Não será a primeira vítima do feitiço do Cabo Sardão, nem seguramente a última. Que o digam as cegonhas que do Cabo Sardão fizeram lar, tornando-o no único local da Europa onde as cegonhas nidificam em orla costeira. Imperdível!

Praia do Cavaleiro

Logo ao lado vai encontrar a Praia do Cavaleiro. Na verdade, não é fácil dar com ela, mas as coisas boas são assim: difíceis de encontrar! A dificuldade começa no GPS que nos troca as voltas. Depois vem a gincana na estrada de terra batida. Finalmente o desafio de não se deixar tomar por vertigens a descer as escadas da arriba. Contudo, o esforço é recompensado com uma paisagem de louvar os céus. Não deixe de a incluir no seu roteiro para visitar o Alentejo!

Praia de Almograve

Continue o seu roteiro para visitar o Alentejo rumando até à Praia de Almograve, uma das praias mais cénicas da Costa Alentejana. Inclusivamente é aqui que o cordão dunar do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina é mais surpreendente. Além de ser grande em dimensão, é grande em beleza, variedade de formas, fenómenos geológicos, fauna e flora. Grande é também a praia de fina areia que convence qualquer um a trabalhar para o bronze.

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias

Dica VagaMundos: caso goste de caminhadas e queira prolongar a sua estadia na Costa Alentejana, não deixe de percorrer o fantástico Trilho das Dunas de Almograve, um dos nossos percursos pedestres circulares favoritos da Rota Vicentina. Pode ainda aproveitar parte do dia extra para conhecer as vizinhas Praias dos Carriços e da Barca Grande e para ir conhecer o sui generis Porto de Pesca de Lapa de Pombas. Clique para mais informações sobre o Trilho das Dunas de Almograve.

Praia das Furnas

Continue o seu roteiro pelo litoral do Alentejo com uma visita à Praia das Furnas, grande campeã das 7 Maravilhas Praias de Portugal.

A Praia das Furnas parece que foi feita para agradar os desejos de algum deus caprichoso. E sete devem ter sido os desejos da divindade: mar transparente, rio plácido, areia fina, duna dourada, verde luxuriante, enquadramento natural selvagem e sol sem limites. Só se esqueceu de pedir águas quentinhas, mas nós perdoamos.

Vila Nova de Milfontes

O nono dia do nosso roteiro para visitar o Alentejo termina em Vila Nova de Milfontes, uma verdadeira joia encastrada entre o mar e o rio Mira.

Deambule pelas castiças ruelas do centro histórico, onde vai encontrar a Igreja de Nossa Senhora da Graça e o Forte de São Clemente. Desfrute da tranquilidade da Praia da Franquia, nas margens do rio Mira. Faça um passeio ao longo da marginal que liga o forte ao Farol de Vila Nova de Milfontes e feche o dia a assistir ao pôr-do-sol na Praia do Farol.

Quer mais dicas sobre Vila Nova de Milfontes? Então clique para ler o nosso guia completo para visitar Vila Nova de Milfontes.

Onde ficar a dormir no 9º dia

Casa da Eira Boutique Houses

Um dos nossos alojamentos de eleição em Vila Nova de Milfontes é a Casa da Eira Boutique Houses. Localizada a escassos minutos a pé da praia da Franquia, do centro histórico e dalguns dos melhores restaurantes da Costa Vicentina, esta guesthouse é uma espécie de oásis no meio da vila: perto de tudo mas refugiado da confusão da Milfontes da época balnear. Os quartos e apartamentos (até 7 pessoas), todos com varanda, têm uma decoração leve, descontraída e contemporânea. Alguns com vista para o mar e rio.

Três Marias

Viver o silêncio do Alentejo no melhor conforto não será difícil no refúgio Três Marias, uma guesthouse localizada numa serena zona rural. Abraçada pela natureza, conforto e privacidade esperam por si. Reúne o que mais se deseja num alojamento de Turismo Rural: silêncio e descanso num ambiente acolhedor e aconchegante. Ambiente familiar e pequeno-almoço com sotaque alentejano: farto e variado. Relaxe na espreguiçadeira da piscina ou no seu terraço privado, depois parta à descoberta do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, a pé, de bicicleta ou a cavalo.

Clique para ver mais opções de alojamento em Vila Nova de Milfontes

Roteiro para visitar o Alentejo: Dia 10

Vila Nova de Milfontes – Praia do Malhão – Ilha do Pessegueiro – Porto Covo – Praia de São Torpes – Sines

Praia do Malhão

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 dias

A primeira paragem do último dia do nosso roteiro para visitar o Alentejo será na Praia do Malhão, outra das nossas praias favoritas da Costa Alentejana. Dois fenómenos geológicos conferem à praia do Malhão uma beleza única. Delimitada a este por um cordão dunar e a sul pelas Galés, umas formações rochosas que impõem respeito. Percorra sem pressas a sua deliciosa rede de passadiços, ao longo das arribas, e desfrute das brutais vistas panorâmicas dos seus muitos miradouros. É de deixar qualquer um pasmado!

Ilha do Pessegueiro

Praia do Malhão visitada, está na hora de ir ver de perto a Ilha mais famosa do Alentejo, a Ilha do Pessegueiro. Rui Veloso deu-lhe voz, Carlos Tê a alma em palavras e a Ilha do Pessegueiro passou a estar nas bocas de Portugal inteiro, sendo ponto de paragem obrigatório em todos os roteiros para visitar o Alentejo que se prezem. No verão, há barcos que fazem a travessia para visitar a rica flora e fauna e as ruínas do Forte de Santo Alberto na Ilha do Pessegueiro.

Para além da praia, há singulares arribas de areia sob uma gigante laje de pedra, que se vai partindo e despenhando na areia e no mar, e o Forte da Nossa Senhora da Queimada.

Porto Covo

Da Ilha do Pessegueiro é um saltinho até Porto Covo, a próxima paragem do nosso roteiro para visitar o Alentejo.

Largo Marquês de Pombal

Sugerimos que comece a sua visita pelo carismático Largo Marquês de Pombal, onde encontra a Igreja dedicada a Nossa Senhora da Soledade, e que daí siga pela rua pedonal Vasco da Gama em direção ao mar.

Uma vez na orla da costa, desfrute de um cénico passeio ao longo das falésias de Porto Covo, onde se esconde a Baía de Porto Covo, com o seu pequeno porto de pesca pejado de coloridos barcos, e uma mão cheia de pequenas praias, das quais destacamos a Praia dos Buizinhos, a Praia Pequena, a Praia do Banho e a Praia do Espingardeiro. As vistas são simplesmente magníficas! Termine o passeio na Praia Grande, a melhor opção para ir a banhos em Porto Covo.

Praia da Samoqueira

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 diasMeia dúzia de quilómetros mais a norte, espera-@ mais um momento de deslumbramento do seu roteiro para visitar o Alentejo: a Praia da Samoqueira.

Primeiro, vai-lhe cair o queixo. Depois lá vai conseguir balbuciar que é uma das praias mais belas que já viu na sua vida. A seguir, vai querer conhecer cada recanto desta praia selvagem que serpenteia por entre recortes da falésia: grutas, farilhões, piscinas naturais e até uma cascata de água doce (se for num dia de muita sorte!)

Praia de São Torpes

Praticamente ao lado vai encontrar a Praia de São Torpes, sobejamente conhecida pelas suas ondas regulares e suaves, perfeitas para a iniciação no surf, e acima de tudo por ter as águas mais quentes de Portugal Continental. Tal não se deve a nenhum fenómeno natural mas sim à termoelétrica de Sines que expele as águas de arrefecimento das turbinas naquela zona. É mais uma excelente oportunidade para dar um mergulho do seu roteiro para visitar o Alentejo!

Sines

O nosso roteiro para visitar o Alentejo termina com uma visita a Sines, a maior cidade da Costa Alentejana.

Os principais pontos de interesse do centro histórico de Sines ficam situados em redor do Largo do Muro da Praia, do Largo Poeta Bocage e do Largo do Castelo. Como o tempo lhe pode escassear, recomendamos que foque a sua visita nesta área do centro histórico da cidade.

Vai encontrar a Igreja Matriz, a Capela da Misericórdia, o Castelo de Sines (que presentemente alberga no seu interior o Museu de Sines e a Casa de Vasco da Gama), a Estátua de Vasco da Gama e as célebres Escadinhas do Muro da Praia, o principal acesso à Praia Vasco da Gama.

Tendo mais tempo para visitar a cidade não deixe de ir também até ao Largo dos Penedos da Índia. Tem uma das melhores vistas panorâmicas para a baía. Faça um passeio ao longo da marginal de Sines até ao Forte do Revelim e de visite o Porto de Pesca de Sines.

Praia da Galé-Fontaínhas – Melides
Dica VagaMundos: está sem vontade de ir para casa? Então acrescente mais um par de dias ao seu roteiro para visitar o Alentejo e vá desfrutar das maravilhosas praias de Melides, Comporta e Troia, com areais a perder de vista e águas do estilo Caribe (de aspeto, pelo menos). Aproveite e visite também a Reserva Natural das Lagoas de Santo André e a cidade de Alcácer do Sal, a Princesa do Sado. Clique para conhecer as melhores praias de Melides, Comporta e Troia.

Onde ficar a dormir no 10º dia

Hotel Veleiro

O grande trunfo do Hotel Veleiro são os quartos com varanda virada ao mar, com vistas fabulosas para a Baía de Sines. Fantástico para assistir ao nascer e ao pôr do sol. Quartos (single, twin, duplo e triplo) agradáveis, confortáveis e limpos, têm todas as comodidades modernas sendo aclimatizados e insonorizados, com casa de banho privada e até tomadas USB para carregar os seus aparelhos eletrónicos. O mobiliário minimalista de linhas simples, revelam bom gosto com um toque de rústico sofisticado e detalhes alusivos às viagens e ao mar, como escotilhas, lanternas de navio e objetos trazidos pelo mar.

Reserva Alecrim EcoSuite & Glamping

Viva a intimidade com a natureza paciente do Alentejo na Reserva Alecrim EcoSuite & Glamping , para nós um dos melhores hotéis do Alentejo para uma escapadinha na natureza. Numa zona campestre e perto do lago, este resort boutique disponibiliza domes, eco-houses, tendas safari e casas típicas alentejanas (remodeladas) verdadeiramente irresistíveis. Perfeito para fechar com chave de ouro o seu roteiro para visitar o Alentejo. Fica em Santiago do Cacém, mas é uma experiência de camping com glamour inesquecível.

Clique para ver mais opções de alojamento em Sines

Mapa do roteiro para visitar o Alentejo em 10 dias


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa do roteiro para visitar o Alentejo em 10 dias.

Roteiro para visitar o Alentejo em 7 dias

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 diasSe só tem 7 dias para a sua viagem ao Alentejo, vai ter naturalmente de abdicar de visitar alguns dos pontos de interesse que descrevemos no roteiro de 10 dias para visitar o Alentejo. Ainda assim, o itinerário que desenhamos, passa por todas as sub-regiões do Alentejo, permitindo-lhe conhecer as diferentes faces e os locais mais emblemáticos do Alentejo.

Abaixo encontra a nossa sugestão de divisão para um roteiro de 7 dias no Alentejo, podendo ler a respetiva descrição dos locais de interesse no roteiro de 10 dias para visitar o Alentejo:

  • Dia 1: Marvão – Portagem – Pico da Serra de São Mamede – Pego do Inferno – Portalegre
  • Dia 2: Portalegre – Campo Maior – Elvas
  • Dia 3: Elvas – Vila Viçosa – Estremoz
  • Dia 4: Estremoz – Évora
  • Dia 5: Évora – Monsaraz – Mourão – Beja
  • Dia 6: Beja – Odemira – Cabo Sardão – Zambujeira do Mar
  • Dia 7: Zambujeira do Mar – Praia de Almograve – Vila Nova de Milfontes – Praia do Malhão – Ilha do Pessegueiro – Porto Covo

(Clique nos nomes das localidades finais de etapa para ver as melhores opções de alojamento)

Mapa do roteiro para visitar o Alentejo em 7 dias


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa do roteiro para visitar o Alentejo em 7 dias.

Roteiro para visitar o Alentejo em 5 dias

Roteiro Alentejo: o que visitar em 5, 7 e 10 diasSó tem 5 dias para visitar o Alentejo? Nesse caso temos não uma, mas sim duas propostas de roteiro para si. Uma focada no Interior do Alentejo e a outra focada na Costa Alentejana, para escolher de acordo com os seus interesses. Assim já fica com itinerários para duas viagens completamente distintas ao Alentejo.

É certo que pode sempre optar por condensar o roteiro de 7 dias em 5 mas vai acabar por passar demasiado tempo na estrada e pouco tempo nos locais de interesse.

Abaixo encontra as nossas duas sugestões de roteiros para visitar o Alentejo em 5 dias, podendo ler a respetiva descrição dos locais de interesse no roteiro de 10 dias para visitar a Alentejo:

Roteiro para visitar o Alentejo Interior

  • Dia 1: Marvão – Portagem – Pico da Serra de São Mamede – Pego do Inferno – Portalegre
  • Dia 2: Portalegre – Campo Maior – Elvas
  • Dia 3: Elvas – Vila Viçosa – Estremoz
  • Dia 4: Estremoz – Évora
  • Dia 5: Évora – Monsaraz – Mourão – Moura – Beja

(Clique nos nomes das localidades finais de etapa para ver as melhores opções de alojamento)

Mapa dos roteiros para visitar o Alentejo em 5 dias | Alentejo Interior


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa dos roteiros para visitar o Alentejo Interior em 5 dias.

Roteiro para visitar o Alentejo Litoral

  • Dia 1: Alcácer do Sal – Comporta – Troia
  • Dia 2: Troia – Melides – Lagoa de Santo André – Sines
  • Dia 3: Sines – Porto Covo – Ilha do Pessegueiro – Praia do Malhão – Vila Nova de Milfontes
  • Dia 4: Vila Nova de Milfontes – Praia de Almograve – Cabo Sardão – Zambujeira do Mar – Odemira
  • Dia 5: Odemira – Pego das Pias – Santa Clara-a-Velha – Praia da Amália – Odeceixe

(Clique nos nomes das localidades finais de etapa para ver as melhores opções de alojamento)

Mapa dos roteiros para visitar o Alentejo em 5 dias | Alentejo Litoral


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa dos roteiros para visitar o Alentejo Litoral em 5 dias.

Outros Roteiros de Carro por Portugal

Escapadinhas Fim de Semana em Portugal | Estrada Nacional 2 | Estrada Nacional 222 | Estrada Nacional 103 | Aldeias Históricas de Portugal | Aldeias de Xisto | Algarve | Alqueva | Alto Alentejo | Beira Baixa | Costa Vicentina | Douro Vinhateiro | Douro Internacional | Gerês | Lagos do Sabor | Madeira | Médio Tejo | Nordeste Transmontano | Oeste de Portugal | Parque Natural de Montesinho | São Miguel – AçoresSerra do Açor | Serra de Aire e Candeeiros | Serra da Arrábida | Serra da Estrela | Serra da Freita | Serra da Lousã | Serra de São Mamede | Serra do Alvão | Vale do Guadiana | Vale do Tua

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide e na Civitatis encontra sempre as melhores atividades e tours locais e pode ainda reservar o seu transfer do aeroporto e saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem na IATI Seguros. É uma agência 100% especializada em viagens e apresenta o melhor rácio custo-benefício do mercado, sendo que todos os seus seguros contam com excelentes coberturas COVID-19. Se utilizar o nosso link terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize a AutoEurope. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o VagaMundos a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.