Visitar Singapura – Guia Roteiro e Dicas de Viagem

1
2135
Singapura Guia de Viagem
Singapura é o país mais moderno e desenvolvido do Sudeste Asiático. E como tal é também o mais caro. Neste guia de viagem de Singapura sugerimos um roteiro pelos principais pontos de interesse da cidade e deixamos algumas dicas de viagem e informações práticas para ajudar a não “quebrar a banca” e mesmo assim aproveitar o que Singapura tem para oferecer.
Roteiro Singapura

Vistos

Os portugueses recebem visto gratuito válido por 90 dias quando chegam a Singapura. Não é de todo necessário tirar visto com antecedência.

Changi Airport

Transportes

Os transportes em Singapura são modernos e eficientes. A rede de metro (MRT) cobre uma grande área da cidade e a maior parte dos lugares de interesse turístico são servidos por ele. O metro serve inclusivamente o aeroporto internacional (Changi Airport), tornando-o na opção mais económica para chegar ao centro da cidade. Como complemento (ou alternativa) existe ainda uma excelente rede de autocarros, todos eles com ar condicionado.

O preço do bilhete depende sempre da distância que se pretende percorrer e no caso do metro pode ir desde 1,2 SGD a 2,2 SGD (mais 1 SGD de depósito do bilhete/cartão que é devolvido após a viagem bastando para tal ir a uma máquina automática).

Existe a opção de comprar um passe de 1, 2 ou 3 dias que é válido em toda a rede de metro, comboios suburbanos e autocarros (10 SGD, 16 SGD e 20 SGD respectivamente). Nós optamos pelo passe de 3 dias durante a nossa primeira estadia em Singapura (até porque tínhamos de usar metro e autocarro para ir para o hotel) e por comprar bilhetes avulso na nossa segunda estadia, visto que só íamos estar um dia na cidade e ficamos instalados junto a uma estação de metro.

Alojamento

Uma das coisas mais caras em Singapura é sem dúvida o alojamento. Nós estivemos por duas vezes na cidade e em ambas acabamos por recorrer à cadeia de hotéis low cost Fragance Hotel pois foi o melhor que encontramos tendo em conta a relação preço/qualidade. Da primeira vez ficamos no Fragance Hotel Oasis na Balestier Road e da segunda vez ficamos no Fragance Hotel Selegie que fica na Little India (o segundo estava muito melhor localizado e é sem dúvida aquele que recomendamos). Em ambos os casos pagamos 52 euros por um quarto duplo com casa de banho privativa, sem pequeno-almoço e sem Wi-Fi. Os quartos eram básicos e minúsculos mas ao menos eram limpos e pelo preço não conseguimos encontrar melhor.

Onde Comer

É fácil arranjar comida boa e barata em Singapura. Existem imensos food courts (ou Hawkers, como lhe chamam os nativos) fora e dentro dos centros comerciais onde é possível comer por preços bastante em conta. O nosso favorito fica na Chinatown e chama-se Maxwell Food Center. São dezenas de stands com pratos típicos de praticamente todas as regiões da China. Fica localizado mesmo em frente ao Buddha Tooth Relic Temple e é uma excelente opção para almoçar depois de uma visita à Chinatown.

Chicken Tikka Masala

No que a restaurantes diz respeito o nosso favorito (tendo em conta o preço/qualidade – uma refeição para dois sem bebidas alcoólicas fica por cerca de 35 SGD) fica na Little India, no nº 54 da Race Course Road, e chama-se Banana Leaf Apolo. Se gostam de comida indiana é a não perder. A Chicken Tikka Masala é uma delícia!

Seguindo Viagem

De Singapura fomos para Bangkok e recorremos a um voo da Air Asia, que custou 72 euros por pessoa já com a tarifa de bagagem de porão incluída (one way).

Marina Bay

Dicas de Viagem e Informações Práticas

– como já referimos subir ao observatório SkyPark do Marina Bay Sands custa 20 SGD mas existe uma maneira de fintar este preço. Na recepção digam que pretendem ir ao KU DÉ TA restaurante bar e club lounge, que fica exactamente no mesmo espaço do Skypark e como tal oferece exactamente a mesma vista para além de ainda terem uma vista privilegiada sobre a brutal piscina da Marina Bay Sands. É claro, que uma vez no club é conveniente consumir algo. No nosso caso pedimos duas cervejas que nos custaram 15 SGD cada uma. Ainda assim poupamos 5 SGD por pessoa e ainda podemos usufruir de uma cervejinha fresquinha enquanto apreciávamos as vistas fantásticas sobre a cidade.

-no aeroporto existe Wi-Fi grátis. Basta passar pelo balcão das informações com o passaporte para obter a password.

-em Singapura é proibido mascar pastilha elástica e como tal levar pastilhas para dentro do país é considerado contrabando. Outra questão prende-se com o tabaco. Se são fumadores e estão acostumados aos 200 cigarros duty free é importante frisar que em Singapura essa lei não se aplica. Apenas é possível entrar no país com 1 maço de cigarros por pessoa e já aberto. Mais do que isso é preciso declarar na alfândega ou então arriscam-se a apanhar 500 SGD de multa. O álcool também não é duty free e como tal tem de ser declarado.

Principais Pontos de Interesse/Sugestão de Roteiro


Clique para ler o nosso Guia do Sudeste Asiático


Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize a Momondo para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado.

No GetYourGuide encontra sempre as melhores tours locais e pode ainda saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Gostamos de jogar pelo seguro e como tal, nas nossas viagens, não dispensamos o seguro de viagem do WorldNomads.com

Esta página contem links afiliados. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog “VagaMundos” a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.