Stonehenge: como visitar a partir de Londres e dados históricos

Stonehenge, Amesbury, Inglaterra

Por quem, porquê e como é que a estrutura massiva de Stonehenge foi construída na pré-história?

O mundialmente famoso monumento megalítico de Stonehenge, situado em Wiltshire na Inglaterra, permanece um dos maiores mistérios do mundo. Dezenas de teorias foram concebidas em torno da construção e propósitos deste monumento pré-histórico. As hipóteses conjeturadas ao longo de séculos variam entre Stonehenge ter sido um local de culto religioso até uma pista de aterragem extraterrestre. Uma certeza existe: Stonehenge era de vital importância para o povo que o construiu dada a sua dimensão e técnicas avançadas de construção de que não há testemunho em mais nenhuma construção do género dessa época.

stonehenge-by-vagamundosImporta antes de tudo situar cronologicamente este enigma. Construído em fases distintas, as primeiras disposições circulares dos megálitos foram erguidas c.3700 BC. Investigadores datam as últimas intervenções humanas no monumento por volta de 2000 anos depois. Portanto, Stonehenge foi construído e usado entre todo o período Neolítico e inícios da Idade do Bronze.

Uma das primeiras hipóteses data do século XVIII e prende-se com a disposição circular desta obra de engenharia humana. Tal sugere que o local poderia ser um observatório astronómico dado que o alinhamento das pedras está intimamente interligado ao movimento solar e lunar. Assim sendo, levantam-se as questões sobre se Stonehenge seria utilizado como calendário ou até mesmo para prever eclipses solares.

stonehenge-inglaterra

Com a descoberta de centenas de montes funerários espalhados não só ao redor do Stonehenge em si mas de toda a região de Amesbury na Inglaterra, nova luz foi projetada sobre este enigma. Os achados arqueológicos provam que Stonehenge faz parte dum complexo monumental ligado aos costumes cerimoniais fúnebres do Neolítico e da Idade do Bronze que compreende Stonehenge Avenue, the Cursus, Woodhenge e Durrington Walls. Sabe-se que a cremação antes do enterro era praticada já nesta época tão antiga e os elaborados objetos encontrados nas campas funerárias abrem a hipótese deste ser um cemitério para a elite.

stonehenge-neoliticoMais ainda, o Stonehenge é um determinante para auxiliar o nosso conhecimento sobre a organização social pré-histórica e o contacto entre os povos do 4º ao 2º milénio BC, tanto a nível regional como até mesmo global. Lembremo-nos que existem monumentos com inquietantes semelhanças em locais tão distantes como Portugal (Cromeleque dos Almendres) ou a Suécia (Ales Stenar).

stonehenge-amesbury-englandO mais intrigante prende-se com a sua construção. Falamos duma edificação de monólitos com 5 metros de altura e um peso médio de 25 toneladas. Alguns deles, as chamadas pedras azuis, vieram do País de Gales, duma distância superior a 250km. Questão pertinente: qual o nível de conhecimento tecnológico que permitiu tal feito no período Neolítico? Em 2000 uma equipa de investigadores tentou replicar o transporte dum bloco de pedra semelhante. Recorrendo a técnicas que se julgam ser as possíveis nesta época pré-histórica, a operação veio intensificar o mistério. A pedra nunca chegou a Stonehenge e permanece agora no leito dum rio.

stonehenge-inglaterra-amesburyQuer tenha sido um monumento para a coroação de reis, um templo Druida, local de adoração de deuses ou antepassados, um computador astronómico, um santuário ou um local de peregrinação para os que buscavam a cura de doenças, o que é um facto é que Stonehenge permanece envolto em mistério. O que torna a visita ainda mais apetecível para quem esteja a passar uns dias na Inglaterra.

Como chegar ao Stonehenge a partir de Londres

O Stonehenge fica situado a cerca de 150km de Londres. Não é propriamente ao lado da capital inglesa mas ainda assim é possível visitar o milenar monumento megalítico num passeio de 1 dia a partir de Londres (daytrip).

Não existem transportes públicos a ligar Londres diretamente ao Stonehenge, logo a forma mais prática e rápida de chegar ao Stonehenge é alugando um carro em Londres ou recorrendo a um tour organizado.


Mapa com as direcções entre Londres e o Stonehenge

Mas se, como nós, prefere viajar de uma forma independente e recorrer aos transportes públicos (para poupar dinheiro e diminuir a sua pegada ecológica) também existe uma solução.

Como chegar ao Stonehenge utilizando transportes públicos

O primeiro passo é ir até à estação de comboios de Waterloo em Londres. Daí partem comboios, de meia em meia hora, até Salisbury, a localidade mais próxima do Stonehenge. O percurso de comboio entre Londres e Salisbury demora cerca de uma hora e meia.

Uma vez chegados a Salisbury vão ter de apanhar um autocarro turístico, visto que não existem transportes públicos a ligar Salisbury ao monumento megalítico. Podem apanhar o autocarro logo à saída da estação, sendo que o percurso demora pouco mais de meia hora.

Quando regressarem recomendamos saírem do autocarro no centro de Salisbury e darem um passeio pela simpática cidade. Garantimos que vale a pena!


Leia também o nosso Roteiro de Londres


Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize a Momondo para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado.

Quando o aluguer de carro se justifica recorremos sempre ao Rentalcars.com

Gostamos de jogar pelo seguro e como tal, nas nossas viagens, não dispensamos o seguro de viagem do WorldNomads.com

Esta página contem links afiliados. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog "VagaMundos" a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!
COMPARTILHAR
Artigo anteriorComo poupar dinheiro em viagem
Próximo artigoComo comprar voos baratos online?
Anabela e Alexandre (linguista e economista), apaixonados um pelo outro e pelas viagens. Juntaram as letras e os números e criaram Vagamundos - Blog de Viagens onde partilham as suas errâncias pelo mundo e motivam todos a viajar. Autores independentes dos livros Caminho do Amor e Rostos do Oriente. Aproveitam qualquer desculpa para vaguear pelo mundo. Viveram na Alemanha, Dinamarca e EUA. Praticam trekking e lounging, alternadamente. Gostam de sujar cozinhas e conversar até altas horas. Uma vez por ano fingem que tocam djambé.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here