Trilhos e Cascatas de Bragança | Percursos Pedestres Parque Natural de Montesinho

Trilhos e Cascatas de Bragança | Percursos Pedestres Parque Natural de Montesinho

O concelho de Bragança beneficia dum património natural de rara beleza e biodiversidade, contando, dentro do seu território, com o ondulante Parque Natural de Montesinho, um dos recantos mais selvagens e inexplorados de Portugal. E uma das melhores maneiras de conhecer os inúmeros tesouros naturais deste cantinho do Nordeste Transmontano é percorrendo, a pé ou de bicicleta, os extraordinários trilhos e percursos pedestres de Bragança e do Parque Natural de Montesinho.

Trilhos e Cascatas de Bragança | Percursos Pedestres Parque Natural de Montesinho
Ao longo dos percursos pedestres de Bragança e Parque Natural de Montesinho encontra sempre rios e ribeiras para se refrescar.

Prepare-se para percorrer idílicos vales e ondulantes montes bordados de urze, giesta e carqueja. Cruze seculares aldeias de xisto e granito e troque dois dedos de conversa com as suas gentes hospitaleiras que se orgulham dos seus costumes, crenças e tradições. Caminhe por entre frondosos bosques de carvalho, sobrais e soutos de castanheiro. Conheça uma infinidade de deslumbrantes rios e riachos que dão origem a imponentes cascatas e paradisíacas lagoas. E, com uma pontinha de sorte, ainda poderá ver ao vivo os imponentes veados e o Lobos Ibérico que ao Parque Natural de Montesinho chamam de “lar”.

Trilhos e Cascatas de Bragança | Percursos Pedestres Parque Natural de Montesinho
Montes ondulantes e muita natureza. São assim os trilhos de Bragança e Parque Natural de Montesinho

A cereja no topo de bolo é que, após as caminhadas pelos fascinantes trilhos e percursos pedestres de Bragança e Parque Natural de Montesinho, tem sempre à sua espera um sem número de iguarias gastronómicas transmontanas para repor as forças, das quais se destacam a famosa Posta, o mel, as castanhas, o javali, os enchidos de porco Bísaro e o cabrito de Montesinho. E pode comer sem qualquer tipo de remorsos, pois tem sempre à sua espera mais um trilho ou dois para desmoer a barrigada!

Depois de uma caminhada nada como repor forças com a deliciosa comida do Nordeste Transmontano

Para lhe dar uma ajuda na escolha das caminhadas, neste artigo vamos mostrar-lhe os nossos Trilhos de Bragança e Parque Natural de Montesinho favoritos e partilhar os mapas e rotas GPS dos respetivos percursos pedestres para que possa planear as suas caminhadas em Bragança e Parque Natural de Montesinho de acordo com os seus interesses e níveis de dificuldade desejadas.

Trilhos e Cascatas de Bragança | Percursos Pedestres Parque Natural de Montesinho
Into the Wild
Na preparação da sua viagem para percorrer os trilhos e percursos pedestres de Bragança e Parque Natural de Montesinho sugerimos que leia também os seguintes artigos:

Conteúdo deste Artigo

Melhores trilhos do concelho de Bragança: guia com os melhores percursos pedestres do Parque Natural de Montesinho | Trás-os-Montes

Trilhos e Cascatas de Bragança | Percursos Pedestres Parque Natural de Montesinho
Cascata do Calabeiro – uma das cascatas mais apaixonantes de Bragança

Para além de uma breve descrição dos nossos Trilhos de Bragança e Parque Natural de Montesinho favoritos, vai também encontrar neste artigo um mapa interativo com a localização dos pontos de partida das caminhadas, informação prática sobre todos os percursos pedestres e respetiva rota/track GPS para download em formato GPS / KML para usar no seu aparelho GPS, Smartphone ou Google Earth.

Clique para conhecer os melhores Trilhos e Percursos Pedestres de Portugal

Trilho Porto Furado (PR3 Montesinho)

Trilhos e Cascatas de Bragança | Percursos Pedestres Parque Natural de MontesinhoAbrimos a nossa lista dos melhores trilhos de Bragança com o Trilho Porto Furado, um dos percursos pedestres mais emblemáticos do Parque Natural de Montesinho.

O trilho começa e termina na apaixonante aldeia de Montesinho e atinge uma cota máxima de 1300 metros. Pelo caminho irá atravessar um sem número de lameiros e matos pincelados de urze e giesta, observar vários afloramentos graníticos e curiosas formações rochosas que aparentam ter sido talhadas pela mão humana, visitar a albufeira da Barragem da Serra Serrada (alimentada pela ribeira das Andorinhas), a represa e canal romanos do Porto Furado (usados na exploração do ouro) e o Castro Curisco, um conjunto de arte rupestre composto por sete rochas, sendo a mais emblemática a Fraga Medideira.

Trilhos e Cascatas de Bragança | Percursos Pedestres Parque Natural de Montesinho
Aldeia de Montesinho vista do Trilho do Porto Furado

Ao longo do percurso será brindado com maravilhosas vistas sobre o vale do rio Sabor, a Serra da Nogueira, as montanhas de Sanabria e a aldeia de Montesinho, idilicamente encaixada entre ondulantes montes. Em jeito de bónus terá ainda boas probabilidades de se cruzar com raposas, corços e veados e de escutar a brama quando chega a época. Já para ver lobos ibéricos é preciso uma boa dose de sorte… Mas nunca se sabe.

Trilhos e Cascatas de Bragança | Percursos Pedestres Parque Natural de Montesinho

Dica VagaMundos: se gosta de um bom desafio e quer passar um dia em cheio a percorrer os trilhos de Bragança e do Parque Natural de Montesinho pode sempre combinar o Trilho do Porto Furado com o percurso que conduz à icónica casa da Lama Grande, uma antiga casa-abrigo adossada a um dos imponentes penedos graníticos da serra. A casa da Lama Grande esteve muitos anos abandonada, mas vai ser requalificada para funcionar como observatório e centro de ciência, no intuito de promover o Turismo Científico na região. O enquadramento paisagístico em que está inserida é de uma beleza desarmante, ou não ficasse ela localizada num dos pontos mais altos e remotos do Parque Natural de Montesinho. Se seguir esta sugestão, terá de percorrer um total de 23 km. É uma boa tareia, mas tem tanto de exigente como de fantástico!

Informação prática do Trilho Porto Furado

  • Distância: 8 km
  • Circular: Sim
  • Dificuldade Técnica: Moderada
  • Local de Partida/Chegada: Aldeia de Montesinho

Rota/Track GPS do Trilho Porto Furado

Download de ficheiro em formato KML para Google Earth

Download de ficheiro em formato GPX para GPS e Smartphones

Trilho da Cascata do Poço Negro (França)

Trilhos e Cascatas de Bragança | Percursos Pedestres Parque Natural de MontesinhoO Poço Negro, uma idílica lagoa alimentada pelas águas do rio Sabor, é uma das mais cintilantes joias naturais do concelho de Bragança, uma autêntica fatia de paraíso escondida no Parque Natural de Montesinho.

Cascata do Poço Negro – Parque Natural de Montesinho

Quando dizemos escondida, não estamos a exagerar. O local é recôndito e não existe nenhum percurso pedestre sinalizado até ao Poço Negro, sendo que o trilho que vamos partilhar consigo foi completamente desenhado por nós. Logo, é imperativo que descarregue o track GPS que disponibilizamos abaixo.

Rio Sabor – Trilho da Cascata do Poço Negro

O Trilho da Cascata do Poço Negro, nome com o qual batizámos este percurso pedestre, arranca na praia fluvial da aldeia de França e segue praticamente sempre por estradão de terra batida acompanhando o curso do rio Sabor, que aqui corre no fundo de um frondoso vale pejado de amieiros, freixos e choupos e ladeado por imponentes escarpas que nos fazem sentir como pequenas formiguinhas.

Já perto do final do percurso terá de abandonar a estrada batida e atravessar um enorme lameiro rumo a um exuberante bosque de amieiros onde se esconde a Cascata do Poço Negro, a estrela maior deste trilho de Bragança e Parque Natural de Montesinho.

Trilhos e Cascatas de Bragança | Percursos Pedestres Parque Natural de Montesinho

Dica VagaMundos: se for percorrer o trilho num dia de calor, não se esqueça do fato de banho. As cristalinas águas da lagoa do Poço Negro são verdadeiramente irresistíveis e são sérias candidatas aos melhores mergulhos do ano.

Informação prática do Trilho da Cascata do Poço Negro

  • Distância: 7 km (14 km ida e volta)
  • Circular: não
  • Dificuldade técnica: Fácil/Moderada
  • Local de Partida/Chegada: Praia Fluvial de França

Rota/Track GPS do Trilho da Cascata do Poço Negro

Download de ficheiro em formato KML para Google Earth

Download de ficheiro em formato GPX para GPS e Smartphones

Trilho dos Cervídeos (PR12 Guadramil)

Trilhos e Cascatas de Bragança | Percursos Pedestres Parque Natural de MontesinhoO Trilho dos Cervídeos é outro dos percursos pedestres que tem lugar cativo na nossa lista dos melhores trilhos de Bragança e Parque Natural de Montesinho. Este percurso pedestre circular arranca e termina na castiça aldeia raiana de Guadramil e desenvolve-se por entre bucólicas paisagens rurais, zonas florestais e ondulantes montes, onde se escondem largas dezenas de gamos e veados.

Pegada de Veado no Trilho dos Cervídeos

Sim, são eles a estrela maior do Trilho dos Cervídeos. Se o percorrer na altura da brama (setembro/outubro), terá enormes possibilidades de se cruzar com estes maravilhosos seres, sendo que as melhores horas para os avistamentos são de manhã cedo e ao final da tarde, pois veados e calor não combinam de todo. Para não os assustar é imperativo caminhar em silêncio. Fora da época da brama, os avistamentos são menos frequentes, mas nós percorremo-lo na primavera de 2021 e tivemos a fortuna de observar um portentoso veado vermelho bem pertinho de nós. Não esteve foi para posar para a fotografia!

Mesmo que não os consiga ver, não vai dar por mal empregue a caminhada. Muito pelo contrário. As vistas ao longo do trilho são qualquer coisa de incrível e a aldeia comunitária de Guadramil, com o seu típico casario de xisto, é verdadeiramente apaixonante. Não deixe de trocar dois dedos de conversa com os anciões habitantes, que com um bocadinho de jeito até lhe ensinam algumas palavras em Guadramilês, o dialeto local.

Informação prática do Trilho dos Cervídeos

  • Distância: 9 km
  • Circular: Sim
  • Dificuldade técnica: Fácil/Moderada
  • Local de Partida/Chegada: Guadramil

Rota/Track GPS do Trilho Trilho dos Cervídeos

Download de ficheiro em formato KML para Google Earth

Download de ficheiro em formato GPX para GPS e Smartphones

Trilho da Ribeira de Ornal (PR4 Vilarinho)

Trilhos e Cascatas de Bragança | Percursos Pedestres Parque Natural de MontesinhoO percurso pedestre da Ribeira de Ornal é outro dos nossos trilhos de eleição em Bragança e Parque Natural de Montesinho. Este percurso circular conta com sensivelmente 8 km de extensão e tem como ponto de partida e chegada à doce aldeia de Vilarinho. E quando dizemos doce é mesmo no sentido literal. O mel de Vilarinho figura entre os melhores do Parque Natural de Montesinho, que o diga o Urso Pardo da Cantábria que em 2019 a visitou e se deliciou com o mel das suas colmeias.

Trilhos e Cascatas de Bragança | Percursos Pedestres Parque Natural de MontesinhoE se Vilarinho casa bem com doçura, o trilho da Ribeira de Ornal conjuga na perfeição com deslumbramento. O percurso acompanha a cénica Ribeira de Ornal e posteriormente o Rio Baceiro da qual é afluente, conduzindo-nos por entre extensos bosques de carvalho-negral, castanheiros e lameiros. Apaixonante!

Trilhos e Cascatas de Bragança | Percursos Pedestres Parque Natural de MontesinhoPara além das belezas naturais, pelo caminho terá a oportunidade de ver vários moinhos comunitários de rodízio, visitar a capela de Santo Amaro (construída no local onde outrora se situava um povoado fortificado da Idade do Ferro) e até mesmo ir a banhos no prazenteiro açude junto à histórica ponte sobre o rio Baceiro.

Atenção: como o Trilho da Ribeira de Ornal tem uma parte considerável do percurso junto à ribeira homónima (que terá inclusivamente de atravessar) e ao Rio Baceiro, nos meses de chuva o percurso pode encontrar-se alagado, logo, intransitável. Se o decidir percorrer no inverno e no início da primavera, recomendamos vivamente que se informe de antemão sobre o estado do terreno.

Informação prática do Trilho da Ribeira do Ornal

  • Distância: 8 km
  • Circular: Sim
  • Dificuldade Técnica: Moderada
  • Local de Partida/Chegada: Aldeia de Vilarinho

Rota/Track GPS do Trilho da Ribeira do Ornal

Download de ficheiro em formato KML para Google Earth

Download de ficheiro em formato GPX para GPS e Smartphones

Trilho de Rio de Onor (PR11 Bragança)

O percurso pedestre “O Lado Português de Rio de Onor” é um dos trilhos mais recentes de Bragança e do Parque Natural de Montesinho. Fomos conhecê-lo na primavera de 2021 e nem pestanejamos na hora de o incluir nesta nossa lista dos melhores trilhos e percursos pedestres de Bragança.

Açude e Moinho de Água da aldeia de Rio de Onor

O trilho arranca na encantadora Rio de Onor, uma aldeia literalmente atravessada pela linha invisível da fronteira com a Espanha e pelo rio com o qual partilha o nome. A aldeia funde-se na paisagem deste Trás-os-Montes remoto e das floridas varandas do casario típico em xisto, donde ainda se escuta um ou outro vocábulo do vernacular dialeto rionorês. Bonita e cativante, ninguém fica indiferente ao seu encanto, não sendo à toa que foi eleita uma das 7 Maravilhas de Portugal.

Trilhos e Cascatas de Bragança | Percursos Pedestres Parque Natural de Montesinho
Um dos muitos recantos do Rio Onor que irá encontrar ao longo do percurso pedestre

Para além de o levar a conhecer alguns dos locais mais bonitos da aldeia de Rio de Onor, como sejam a Igreja Matriz, o Moinho de Água e Forja Comunitários, o trilho irá conduzi-lo por entre os ondulantes montes que abraçam a aldeia até chegar às margens do Rio Onor, junto às quais irá encontrar um gigantesco Carvalho Negral Centenário e a imponente Fraga do Rio Onor. Imperdível!

Trilhos e Cascatas de Bragança | Percursos Pedestres Parque Natural de Montesinho
Carvalho Negral Centenário – Trilho de Rio de Onor
Dica VagaMundos: o trilho de Rio de Onor pode ser percorrido em ambos os sentidos, mas nós recomendamos que o percorra no sentido contrário ao ponteiro do relógio. Também de salientar que este é outro excelente percurso pedestre para observar cervídeos, sobretudo durante a época da brama. Se o percorrer ao amanhecer ou ao final do dia tem boas chances de conseguir avistar veados (leve uns binóculos pois a área é imensa), ou pelo menos de escutar, alto e bom som, a sua brama. Já por lá nos cruzamos com eles durante a brama e foi um “concerto” inesquecível!

Informação prática do Trilho de Rio de Onor

  • Distância: 7 km
  • Circular: Sim
  • Dificuldade técnica: Fácil
  • Local de Partida/Chegada: Junto ao Parque de Campismo de Rio de Onor

Rota/Track GPS do Trilho de Rio de Onor (PR11 Bragança)

Download de ficheiro em formato KML para Google Earth

Download de ficheiro em formato GPX para GPS e Smartphones

Trilho da Cascata do Calabeiro (São Pedro de Sarracenos)

Trilhos e Cascatas de Bragança | Percursos Pedestres Parque Natural de MontesinhoEste trilho de Bragança vai conduzi-lo a um dos segredos mais bem guardados do Nordeste Transmontano: a idílica Cascata do Calabeiro.

O trilho não está marcado de todo, logo, é imprescindível levar o track para GPS que disponibilizamos abaixo. Mas não se deixe demover por isso, pois tendo alguma prática de caminhadas, o percurso pedestre é relativamente fácil de seguir.

O percurso desenvolve-se na freguesia de São Pedro de Sarracenos e segue maioritariamente por caminhos rurais que serpenteiam lameiros, bosques de carvalho e soutos de castanheiros, não apresentando qualquer tipo de dificuldade técnica.

Apenas a parte final do percurso, junto à ribeira do Calabeiro, exige um pouco mais de cuidado, pois é algo sinuosa e obriga a atravessar a ribeira, algo que terá de fazer saltitando pelas pedras. Mas como a extensão é curta, faz-se bem. Vá é com muita cautela, sobretudo se tiver chovido recentemente, pois este troço tem muitas pedras escorregadias.

Temos a certeza que, quando botar os olhos na maravilhosa queda de água e na linda lagoa de águas cristalinas que convida a banhos, não vai dar por mal empregue o esforço. O enquadramento natural é verdadeiramente estupendo!

Trilhos e Cascatas de Bragança | Percursos Pedestres Parque Natural de Montesinho
A a lagoa da Cascata do Calabeiro convida a refrescantes mergulhos
Atenção: nos meses quentes de verão e no outono o mais certo é deparar-se com a Cascata do Calabeiro completamente seca. Para a ver com água terá de ir idealmente na primavera ou no inverno. Se optar pelo inverno, tenha em atenção que, após dias intensos de chuva, a ribeira do Cabaleiro aumenta consideravelmente de caudal, o que pode impossibilitar chegar até junto da cascata.

Informação prática do Trilho da Cascata do Calabeiro

  • Distância: 6,5 km (13 km ida e volta)
  • Circular: Não
  • Dificuldade técnica: Fácil/Moderada
  • Local de Partida/Chegada: Parque de estacionamento junto à Feira Internacional do Norte em Bragança

Rota/Track GPS do Trilho da Cascata do Calabeiro

Download de ficheiro em formato KML para Google Earth

Download de ficheiro em formato GPX para GPS e Smartphones

Quer descobrir mais cascatas paradisíacas em Portugal? Então não deixe de ler o nosso artigo das Melhores Cascatas de Portugal Continental. Vai encontrar locais verdadeiramente mágicos!

Trilho do Malara (PR8 Gimonde)

Fechamos a nossa lista dos melhores trilhos de Bragança e Parque Natural de Montesinho com o Trilho do Malara o nome pelo qual é conhecido o Rio Onor no seu troço final, antes de se unir ao Rio Sabor.

Trilhos e Cascatas de Bragança | Percursos Pedestres Parque Natural de MontesinhoEste interessante percurso pedestre arranca e termina na praia fluvial da apaixonante aldeia ribeirinha de Gimonde e desenvolve-se ao longo da região da Baixa Lombada, seguindo o curso do Rio Onor, que terá de cruzar algumas vezes, uma delas recorrendo a poldras.

Pelo caminho poderá desfrutar de bucólicas paisagens rurais e vistas ímpares sobre o vale do Rio Onor e ainda conhecer o Castro de Sacoias, um antigo povoado romano, e visitar a capela de Nossa Senhora da Assunção, construída sobre a necrópole do Castro de Sacoias. Com um bocadinho de sorte ainda se cruza com uma matreira raposa ou um fugidio javali.

Depois de percorrer o Trilho do Malara um cabrito assado no forno sabe que nem ginjas

Uma vez de regresso a Gimonde, não deixe de visitar a sua altaneira igreja (as vistas são arrebatadoras), e de admirar a sua imponente ponte de xisto. Se for como nós, não vai resistir a saltitar nas poldras que ficam mesmo à sua frente. E para fechar em beleza o seu dia de caminhada, nada como ir repor forças com uma soberba posta do restaurante O Abel, ou um delicioso javali com castanhas no restaurante D. Roberto.

Informação prática do Trilho do Malara

  • Distância: 11,5km
  • Circular: sim
  • Dificuldade técnica: Moderada
  • Local de Partida/Chegada: Gimonde

Rota/Track GPS do Trilho do Malara

Download de ficheiro em formato KML para Google Earth

Download de ficheiro em formato GPX para GPS e Smartphones

Onde ficar a dormir em Bragança? Dicas de Alojamento perto dos percursos pedestres de Bragança e do Parque Natural de Montesinho

A oferta de alojamento em Bragança é atualmente bastante variada, desde hotéis económicos com todas as comodidades ao luxo duma pousada, passando pela modernidade dum alojamento local citadino ou pela tranquilidade e privacidade dum Turismo Rural em casas típicas.

Abaixo encontra os nossos alojamentos favoritos da região que apresentam a melhor relação qualidade-preço.

A. Montesinho Turismo

Da última vez que fomos percorrer os trilhos e percursos pedestres de Bragança e Parque Natural de Montesinho, montamos base numa das casas do A. Montesinho Turismo e recomendamos sem hesitar. Em qualquer das seis casas de turismo rural localizadas na apaixonante aldeia de Gimonde, “a preguiça de ver o tempo passar” é acompanhada de conforto, comodidade, bem-estar e sabor, muito sabor (amplificado com os deleites tradicionais e regionais do restaurante Dom Roberto). Nas casas históricas, renovadas com comodidades modernas, ainda paira o caráter e ambiente originais. A arte de bem receber faz-nos logo perceber que chegamos a um lugar de aconchego, onde nada falta: piscina exterior coberta, bar, Wi-Fi, restaurante e até a possibilidade de relaxar na sauna ou no jacuzzi depois duma voltinha de bicicleta, disponível para aluguer. Não dispense o pequeno-almoço porque as compotas e o fumeiro de porco Bísaro da casa são divinais.

Candeias do Souto

As Candeias do Souto são outro dos nossos alojamentos de turismo rural favoritos do concelho de Bragança. Ficam na aldeia de Meixedo, já no Parque Natural do Montesinho distando nove quilómetros do centro histórico de Bragança. O silêncio da serra mora nesta casa de Turismo Rural onde o xisto, a lousa e a madeira se interligam às comodidades modernas na perfeição. E o pequeno-almoço é uma perdição de mimos regionais locais. Perfeito para ganhar forças para ir percorrer um dos trilhos de Bragança!

Hotel Santa Apolónia

Prático e funcional, o Hotel Santa Apolónia é um dos melhores hotéis de 3 estrelas em Bragança onde ficar na sua escapadinha. Para compensar a localização menos central, oferece um parque de estacionamento privado gratuito, um pequeno-almoço soberbo (não dispense!) e uma equipa de funcionários disponível e atenta. Apresenta quartos duplos e triplos, confortáveis e climatizados, com minibar e chaleira elétrica, com casa de banho munida de produtos de higiene pessoal.

Pousada de Bragança – São Bartolomeu

Para quem procura um pouco mais de luxo, com sobriedade e elegância, a Pousada de Bragança – São Bartolomeu é a escolha ideal. Com uma relação qualidade-preço ótima, os quartos são irrepreensíveis em comodidade, limpeza e estética, beneficiando de varanda privada com vistas para o castelo e as montanhas. A pousada soma ainda mais pontos no pequeno-almoço incluído, na piscina exterior e no restaurante de grande qualidade.

Clique para ver mais opções de alojamento em Bragança

Mapa com a localização dos pontos de partida dos Melhores Trilhos e Percursos Pedestres de Bragança e do Parque Natural de Montesinho


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa com a localização dos pontos de partida dos melhores trilhos e percursos pedestres de Bragança e do Parque Natural de Montesinho.

Se procura um grupo para se inspirar e partilhar as suas aventuras Outdoor junte-se ao Into the Wild – Trilhos, Caminhadas e Natureza.

Quando ir percorrer os trilhos e percursos pedestres de Bragança e Parque Natural de Montesinho?

Os trilhos e percursos pedestres de Bragança e Parque Natural de Montesinho podem ser percorridos em todas as estações, mas as nossas favoritas são a primavera e o outono.

Na primavera, a chuva e o degelo enchem rios, ribeiros e riachos que correm selvagens. Será brindado com os montes ondulantes pintados de tons florais dos matos de esteva, giesta e urze. Campos agrícolas e lameiros, soutos, azinhais e carvalhais completam o mosaico de verdes intensos.

No outono a paisagem reveste-se de tons quentes outonais: o restolho pinta os campos rurais de ouro, a terra lavrada é uma paleta de tonalidades ocres, os amieiros traçam linhas amarelas ao longo dos cursos de água, tons quentes avermelhados dominam as vinhas e vestem carvalhos, chovem folhas douradas… Permeados pelo intenso verde dos castanheiros em extensões de soutos a perder de vista. Com a queda da folha, a natureza “tece” fofos tapetes de folhagem multicolorida, onde até apetece rebolar.

Trilhos e Cascatas de Bragança | Percursos Pedestres Parque Natural de MontesinhoEm setembro e outubro tem ainda o bónus de poder assistir ao espetáculo singular que é a Brama dos Veados (chamada de acasalamento). Com alguma sorte, é possível ouvir uma dezena de machos da população de veados vermelhos do Parque Natural do Montesinho bramir, alto e bom som, para atrair as fêmeas.

Se optar por ir percorrer os trilhos de Bragança e Parque Natural de Montesinho nos meses de verão, prepare-se para dias mesmo muito quentes, sendo imperativo evitar caminhadas durante as horas de maior calor. A expressão “nove meses de inverno e três de inferno”, frequentemente utilizada para caracterizar o clima de Trás-os-Montes, não costuma falhar muito nos meses estivais.

Já no inverno, não se livra do frio, mas com um bocadinho de sorte até apanha dias limpos ou neve nas terras altas. Se for nesta estação, evite ao máximo os trilhos que acompanham os rios e as ribeiras, pois não só estes cursos de água são propícios a cheias durante os meses de inverno, como a chuva e a humidade tornam as pedras muito escorregadias.

O que levar quando for percorrer os Trilhos e Percursos Pedestres de Bragança e do Parque Natural de Montesinho?

Trilhos e Cascatas de Bragança | Percursos Pedestres Parque Natural de Montesinho

  • Mochila leve e confortável;
  • Calçado adequado a caminhadas;
  • Comida e bebida (sabe sempre super bem fazer um picnic rodeado de natureza)
  • Impermeável/capa de chuva (não se esqueça que está numa zona montanhosa, logo, a não ser que vá no verão, pode sempre chover);
  • Fato de banho para se refrescar nas lagoas das cascatas e nas praias fluviais (se for em dias quentes, claro está)
  • Protetor solar, óculos de sol e chapéu;
  • Uma máquina fotográfica ou um smartphone para registar os melhores momentos da caminhada;
  • E o mais importante: um saco para trazer consigo o seu lixo (inclusivamente o orgânico)

Outros Trilhos e Percursos Pedestres em Portugal

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide e na Civitatis encontra sempre as melhores atividades e tours locais e pode ainda reservar o seu transfer do aeroporto e saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem na IATI Seguros. É uma agência 100% especializada em viagens e apresenta o melhor rácio custo-benefício do mercado, sendo que todos os seus seguros contam com excelentes coberturas COVID-19. Se utilizar o nosso link terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize a AutoEurope. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o VagaMundos a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.