Trilhos da Serra da Arrábida: mapa dos percursos pedestres e rotas GPS

Trilhos da Serra da Arrábida

Situado a cerca de 40 quilómetros de Lisboa, o Parque Natural da Arrábida é, incontestavelmente, um dos santuários naturais mais bonitos de Portugal o que o torna num verdadeiro paraíso para todos os amantes da natureza e das caminhadas. Já por lá fizemos quase duas mãos cheias de caminhadas e podemos afirmar sem rodeios que os trilhos e percursos pedestres da Serra da Arrábida estão entre os melhores trilhos pedestres de Portugal.

A combinação das águas de tons azuis com o verde da vegetação da serra dá o colorido perfeito para uma evasão na natureza. Pode-se dizer, sem rodeios, que a Mãe Natureza caprichou a sério neste cantinho de Portugal! Não é à toa que regressamos de todas as caminhadas na Arrábida de coração cheio.

Neste artigo vamos mostrar-lhe alguns dos nossos trilhos da Serra da Arrábida favoritos e partilhar os mapas e rotas GPS dos respetivos percursos pedestres para que possa planear as suas caminhadas pelo deslumbrante Parque Natural da Arrábida. É caso para dizer: seja bem-vindo ao paraíso!

Trilhos da Arrábida

Trilhos da Serra da Arrábida – percursos pedestres da Serra da Arrábida verdadeiramente imperdíveis

Para além de uma breve descrição dos nossos trilhos da Serra da Arrábida favoritos vai também encontrar neste artigo um mapa interactivo com a localização dos pontos de partida das caminhadas, informação prática sobre todos os percursos pedestres e respectiva rota/track GPS para download em formato GPS / KML para usar no seu aparelho GPS, Smartphone ou Google Earth.

Clique para conhecer os melhores Trilhos e Percursos Pedestres de Portugal

Mapa com a localização dos pontos de partida dos Trilhos da Serra da Arrábida

Trilho das Serras e Moinhos (Serra do Louro, Vale dos Barris e Serra de São Luís)

Este é um dos trilhos mais completos do Parque Natural da Arrábida pois combina belezas naturais e pontos de interesse histórico na perfeição. Não é à toa que ocupa lugar cativo na nossa lista dos melhores trilhos da Serra da Arrábida.

O trilho tem início em Palmela e, ao longo de 22 fantásticos quilómetros, atravessa a Serra do Louro, o Vale dos Barris e a Serra de São Luís. Pelo caminho vai atravessar matos e bosques, decorados com a ímpar vegetação da Arrábida, e vai ser brindado com fantásticas paisagens de montanha, do estuário do Sado e do oceano Atlântico. Avisamos já que todas as vistas são de cortar a respiração.

E para além das maravilhas da natureza é também possível visitar os icónicos moinhos da Serra do Louro, as milenares ruínas do Castro de Chibanes e a Ermida de São Luís, onde pode fazer um fantástico pic-nic com vista para o mar.

Relativamente à dificuldade, apesar de ser um trilho longo, não é um trilho tecnicamente muito exigente. Os pontos mais rasgadinhos são as subidas do Vale dos Barris até à Ermida de São Luís e à Serra do Louro.

Distância: 22 km

Circular: sim

Dificuldade Técnica: moderada

Local de Partida/Chegada: Palmela

Rota/Track GPS do Trilho das Serras e Moinhos (Serra do Louro, Vale dos Barris e Serra de São Luís)

Trilho da Serra do Risco

Apesar de ser relativamente curto este é um dos trilhos da Serra da Arrábida mais exigentes. É um trilho mesmo Into the Wild e talvez por isso esteja entre as nossas caminhadas mais emblemáticas da Serra da Arrábida. O terreno tem troços muito pedregosos e escorregadios, o matagal é muito denso e o desnível acumulado é significativo.

Confesse lá, depois de ler esta descrição não ficou lá muito entusiasmado com este trilho da Serra da Arrábida, pois não?

Mas lá diz o ditado: “Quanto mais difícil a subida, mais bonita é a vista lá de cima”

E neste caso confirma-se! Este percurso pedestre, que passa pela crista da Serra do Risco, atravessa um dos locais mais extraordinários do Parque Natural da Arrábida: as Marmitas do Gigante.

As vistas para o mar que se obtém do Píncaro da Serra do Risco, a cerca de 382 metros de altura, são simplesmente brutais e figuram no topo das melhores da Arrábida. Afinal de contas vai ter o privilégio de estar no topo de uma das arribas mais altas da Europa continental! Acredite, vai sentir-se mesmo muito recompensado por todo o esforço.

Distância: 11 km

Circular: sim

Dificuldade Técnica: difícil

Local de Partida/Chegada: N379-1 entre o Portinho da Arrábida e Casais da Serra (ver mapa)

Rota/Track GPS do Trilho da Serra do Risco

Trilho do Cabo Espichel

O Trilho do Cabo Espichel não fica bem na Serra da Arrábida mas é parte integrante do Parque Natural da Arrábida e a sua beleza é tal que tínhamos mesmo de o incluir nesta nossa lista.

Este trilho tem início no Santuário de Nossa Senhora do Cabo Espichel e combina o melhor de dois percursos pedestres do concelho de Sesimbra, o PR1 SSB – Chã dos Navegantes e o PR2 SSB – Maravilhas do Cabo.

Para além das fantásticas vistas, com que será brindado ao longo de todo o percurso pedestre, poderá ainda ver as milenares pegadas de dinossauros da baía dos Lagosteiros, a jazida da Pedra da Mua (Monumento Natural), as ruínas do Forte de São Domingos da Baralha, a Capela do Senhor Jesus dos Navegantes, Farol do Cabo Espichel, bateria de defesa da costa do Cabo Espichel e vestígios Paleolíticos do Chã dos Navegantes.

E para fechar esta caminhada com chave de ouro assista ao pôr-do-sol na ponta do Cabo Espichel. Simplesmente mágico!

Nota: Uma parte considerável deste trilho da Arrábida é feito junto às falésias. Como tal desaconselhamos que o percorra em situações climatéricas adversas, como seja chuva e vento. Mesmo como bom tempo tenha especial atenção nas zonas das falésias, sobretudo se for com crianças.

Distância: 11 km

Circular: sim

Dificuldade Técnica: moderada

Local de Partida/Chegada: Santuário de Nossa Senhora do Cabo Espichel

Rota/Track GPS do Trilho do Cabo Espichel

Trilho das Praias da Arrábida

Se há algo pela qual a Arrábida é mundialmente conhecida é pelas suas praias paradisíacas. A água é fresquinha (to say the least) mas o contraste da areia branca e fina com as águas de transparentes do Atlântico e o verde da serra deixam qualquer um apaixonado.

Logo, nesta lista dos melhores trilhos da Serra da Arrábida, tínhamos de incluir um que percorresse as suas praias mais emblemáticas.

O percurso pedestre, ao qual demos o nome de trilho das praias da Arrábida, tem início no Portinho da Arrábida e segue paralelamente ao areal até chegar à Praia do Creio.

Na Praia do Creio o percurso pedestre segue mata adentro até chegar à isolada praia do Coelho, uma das praias mais selvagens da Serra da Arrábida. Daí até à praia dos Galapinhos, considerada como uma das mais bonitas da Europa, é um saltinho. E por falar em saltinho, não deixe de dar um refrescante mergulho nas suas águas.

Nota: este é um trilho curto e fácil e como tal é ideal para uma caminhada em família. Leve consigo os seus miúdos e vai ver que eles vão adorar!

Distância: 7 km

Circular: sim

Dificuldade Técnica: fácil

Local de Partida/Chegada: Portinho da Arrábida

Rota/Track GPS do Trilho das Praias da Arrábida

Onde ficar na Arrábida – Alojamento perto dos Trilhos do Parque Natural da Arrábida

As melhores localidades para ficar a dormir perto dos trilhos da Arrábida são Palmela, Sesimbra e Setúbal. Clique nos links abaixo para procurar alojamento perto do trilho que está interessado em fazer:

Dicas práticas para os Trilhos da Serra da Arrábida

  • A maioria dos trilhos da Serra da Arrábida não estão bem marcados. Logo recomendamos que leve consigo os track GPS que disponibilizamos neste artigo.
  • Com exceção do Trilho das Praias, onde existem alguns bares e restaurantes, não existe qualquer tipo de serviço de apoio ao longo dos trilhos da Serra da Arrábida que descrevemos neste artigo. Logo é de crucial importância levar mantimentos e água para toda a caminhada.
  • Todos estes trilhos do Parque Natural da Arrábida atravessam zonas com mato denso. Por isso recomendamos vivamente que evite levar calções e calçado aberto.
  • A exposição solar é muito elevada em todos os trilhos da Arrábida presentes neste artigo. Por isso não se esqueça de levar consigo um bom protetor solar, óculos de sol e um chapéu.
  • Não se esqueça de levar um saco para trazer consigo o seu lixo. Infelizmente são muitos os caminhantes que se esquecem deste pequeno grande pormenor.

Poderá também gostar de ler os nossos artigos sobre os Trilhos da Serra de Sintra e os Trilhos do Parque Nacional da Peneda-Gerês


Código de Conduta em Áreas Protegidas

Não se esqueça que antes de visitar uma área protegida deve consultar o código de conduta, de modo a não colocar em perigo nem a natureza nem a sua segurança. A preservação da natureza e a sustentabilidade do turismo depende de si. Pode consultar o código de conduta clicando aqui.

Se gostou deste artigo partilhe com os seus amigos. Nós agradecemos e seguramente que eles também. Não deixe também de acompanhar as nossas aventuras pelo mundo no Instagram e no Facebook. Obrigado!

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

Faça um seguro de viagem na World Nomads ou na Iati. São ambas agências 100% especializadas em viagens e apresentam sempre os melhores rácios custo-benefício do mercado. Se optar pela Iati use o nosso link e terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize o Skyscanner para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado

No GetYourGuide encontra sempre os melhores tours locais e pode ainda saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o Rentalcars. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog “VagaMundos” a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

2 COMENTÁRIOS

  1. Só um pequeno comentário para corrigir uma informação que não passa de um mito. É uma frase repetida amiúde, mas não corresponde minimamente à verdade dos factos: o píncaro das Terras do Risco (381m) não é a arriba mais alta do continente europeu — na verdade está longe de o ser. Para encontrarmos uma arriba sobre o mar bem mais elevada nem é preciso sair da Península Ibérica, na vizinha Galiza temos a falésia de Vixía Herbeira com 621 metros!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.