Trilhos da Serra da Freita e Arouca Geopark – mapa com os percursos pedestres e rotas GPS

Trilhos da Serra da Freita e Arouca Geopark – mapa com os percursos pedestres e rotas GPS

Para a grande maioria das pessoas, uma caminhada pela Serra da Freita e Arouca Geopark é sinónimo de ir percorrer os icónicos Passadiços do Paiva. E se bem que o percurso pedestre mais famoso de Portugal é razão mais do que suficiente para colocar a Serra da Freita e Arouca Geopark no topo de qualquer lista de destinos de natureza para quem gosta de caminhadas, o melhor de tudo é que a oferta de trilhos e percursos pedestres da Serra da Freita e Arouca Geopark está longe de se resumir ao galardoado passadiço.

Trilhos da Serra da Freita e Arouca Geopark – mapa com os percursos pedestres e rotas GPS
Trilho da Cascata da Mizarela – Trilhos da Serra da Freita e Arouca Geopark

Na verdade existem mais de duas mãos cheias de excelentes trilhos na Serra da Freita e Arouca Geopark, a maioria dos quais devidamente marcados e com vários níveis de dificuldade, capazes de satisfazer tanto os mais experimentados nestas andanças como aqueles que ainda estão a dar os primeiros passos no fantástico mundo das caminhadas de montanha.

Trilhos da Serra da Freita e Arouca Geopark – mapa com os percursos pedestres e rotas GPS
Trilho do Drave – Trilhos da Serra da Freita e Arouca Geopark

Prepare-se para percorrer idílicos vales e ondulantes montes bordados de urze e carqueja, para cruzar seculares aldeias serranas que o irão fazer recuar no tempo, para conhecer imponentes cascatas e paradisíacas lagoas, para explorar misteriosas minas e povoações abandonadas, para descobrir dezenas de locais de interesse geológico que, silenciosamente, guardam a história do nosso planeta, e para um sem número de esmagadoras paisagens de montanha. Vai ver que não será de todo difícil de perceber porque é que o cognome de Montanhas Mágicas se colou à Serra da Freita e arredores!

Trilhos da Serra da Freita e Arouca Geopark – mapa com os percursos pedestres e rotas GPS
Trilho “Caminho do Morto que Matou o Vivo” – Trilhos da Serra da Freita e Arouca Geopark

E a cereja no topo do bolo é que no final de um dia em cheio a caminhar pela natureza terá à sua espera uma deleitosa gastronomia, onde brilha a famosa Posta Arouquense, o Bife à Alvarenga, o Cabrito no Forno e os irresistíveis doces conventuais de Arouca. E não se preocupe com os excessos serranos, pois não há calorias que os trilhos da Serra da Freita e do Arouca Geopark não consigam abater.

Trilhos da Serra da Freita e Arouca Geopark – mapa com os percursos pedestres e rotas GPS
Trilho Vereda do Pastor – Trilhos da Serra da Freita e Arouca Geopark

Para lhe dar uma ajuda na escolha das caminhadas, neste artigo vamos mostrar-lhe os nossos Trilhos da Serra da Freita e Arouca Geopark favoritos e partilhar os mapas e rotas GPS dos respetivos percursos pedestres para que possa planear, sem qualquer dificuldade as suas caminhadas pela encantada Serra da Freita e Arouca Geopark.

Trilhos da Serra da Freita e Arouca Geopark – mapa com os percursos pedestres e rotas GPS
Passadiços do Paiva – Trilhos da Serra da Freita e Arouca Geopark
Na preparação da sua viagem para percorrer os Trilhos Serra da Freita e Arouca Geopark sugerimos que leia também o nosso Roteiro para visitar a Serra da Freita e o Arouca Geopark.

Trilhos da Serra da Freita e Arouca Geopark – descubra os melhores percursos pedestres das Montanhas Mágicas

Trilhos da Serra da Freita e Arouca Geopark – mapa com os percursos pedestres e rotas GPS
Aldeia da Ribeira

Para além de uma breve descrição dos nossos Trilhos da Serra da Freita e Arouca Geopark favoritos, vai também encontrar neste artigo um mapa interativo com a localização dos pontos de partida das caminhadas, informação prática sobre todos os percursos pedestres e respetiva rota/track GPS para download em formato GPS / KML para usar no seu aparelho GPS, Smartphone ou Google Earth.

Clique para conhecer os melhores Trilhos e Percursos Pedestres de Portugal

Trilho do Drave, a Aldeia Mágica (PR 14 Arouca)

Trilhos da Serra da Freita e Arouca Geopark – mapa com os percursos pedestres e rotas GPSEncaixada entre a Serra da Freita e a Serra de S. Macário, a aldeia desabitada de Drave é um dos lugares mais míticos de Portugal. E se a aldeia de xisto é mágica, a natureza que a rodeia não lhe fica atrás. Este é um dos percursos pedestres que tem mesmo de figurar em qualquer lista dos melhores trilhos e percursos pedestres da Serra da Freita e Arouca Geopark. Até porque a aldeia de Drave só pode ser acedida a pé!

O trilho é linear e tem início/fim na capela de Regoufe. O início da trilha é rasgadinho, mas a vista que se tem do topo da inclinada subida dá total sentido ao ditado “the best view comes after the hardest climb”.

Chegar à Drave depois desta caminhada é nada menos do que mágico! É difícil de descrever o que sentimos quando observamos pela primeira vez o casario todo feito de xisto (com a exceção da pequena capela, alva como cal) e escutamos o barulho das cristalinas águas da ribeira de Palhais.

Dica VagaMundos: Se for no verão não se esqueça do fato de banho. As lagoas e pequenas cascatas da ribeira de Palhais são sérias candidatas aos melhores mergulhos do verão.
  • Distância: 8 km (ida e volta)
  • Circular: Não
  • Dificuldade técnica: Fácil/Moderada
  • Local de Partida: Regoufe

Clique para ler o nosso guia completo para ir percorrer o Trilho do Drave, com imensas dicas práticas e toda a informação que precisa para preparar a sua caminhada

Rota/Track GPS do Trilho do Drave, a Aldeia Mágica (PR 14 Arouca)

Download de ficheiro em formato KML para Google Earth

Download de ficheiro em formato GPX para GPS e Smartphones

Trilho Nas Escarpas da Mizarela (PR 7 Arouca)

O Trilho das Escarpas da Mizarela é outro dos trilhos da Serra da Freita e Arouca Geopark que consideramos imperdível. Este exigente percurso arranca do Parque de Campismo do Merujal e vai brindá-lo com um sem número de vistas panorâmicas sobre a Cascata da Frecha da Mizarela, a cascata mais alta de Portugal Continental. Aqui, as águas do rio Caima despenham-se violentamente de mais de 60 metros de altura originando um espetáculo natural simplesmente brutal.

Mas o trilho das Escarpas da Mizarela está longe de se esgotar na majestosa cascata que lhe dá nome. Para além das soberbas paisagens de montanha com que será brindado ao longo de todo o percurso, irá também cruzar a isolada Aldeia da Ribeira e a altaneira aldeia de Mizarela, deliciar-se com as cascatas da Ribeira da Castanheira e ficar boquiaberto perante as escarpas que ladeiam a Ribeira de Cabaços e o vale onde se despenha a Cascata da Mizarela.

Não espere facilidades! É que, apesar de curto em extensão, o percurso apresenta declives muito acentuados e tem um par de troços muito estreitos e a ladear abruptas encostas (existem correntes de apoio para diminuir os riscos da travessia). O esforço é mais do que recompensado, mas não é um trilho de todo aconselhável para se percorrer com crianças pequenas nem por quem sofra de vertigens.

  • Distância: 8 km
  • Circular: Sim
  • Dificuldade técnica: Alta
  • Local de Partida: Parque de Campismo do Merujal
Dica VagaMundos: se quiser cortar a extensão do percurso num par de quilómetros, inicie a caminhada na aldeia de Misarela ao invés de arrancar do Parque de Campismo do Merujal. Irá na mesma percorrer a parte mais bonita do percurso (e a mais rasgadinha, diga-se em abono da verdade) e sempre poupa um bocadinho as pernas.

Rota/Track GPS do Trilho Nas Escarpas da Mizarela (PR 7 Arouca)

Download de ficheiro em formato KML para Google Earth

Download de ficheiro em formato GPX para GPS e Smartphones

Trilho de São Pedro Velho (PR 16 Arouca)

O trilho de São Pedro Velho é o nosso percurso pedestre favorito no Planalto da Serra da Freita. Também arranca do Parque de Campismo do Merujal e não só lhe vai permitir desfrutar de algumas das paisagens mais bonitas da Serra da Freita, como ainda terá a oportunidade visitar alguns dos geossítios mais emblemáticos do Arouca Geopark.

Os principais pontos de interesse deste trilho da Serra da Freita e Arouca Geopark são o Miradouro de São Pedro Velho (onde, em dias limpos, será brindado com uma vista panorâmica a 360° de cortar a respiração), o geossítio das Pedras Boroas do Junqueiro (que fazem lembrar a côdea das broas de milho), a Praia Fluvial da Albergaria da Serra (no verão, não se esqueça do fato de banho) e o Detrelo da Malhada, o ponto mais alto da Serra da Freita (com 1100 metros de altitude), e onde se encontra um dos miradouros mais bonitos de Portugal.

  • Distância: 13 km
  • Circular: Sim
  • Dificuldade técnica: Moderada
  • Local de Partida: Parque de Campismo do Merujal

Rota/Track GPS do Trilho de São Pedro Velho (PR 16 Arouca)

Download de ficheiro em formato KML para Google Earth

Download de ficheiro em formato GPX para GPS e Smartphones

Passadiços do Paiva (Arouca)

Se há trilho na Serra da Freita e Arouca Geopark que dispensa apresentação, são os Passadiços do Paiva. Localizados na margem esquerda do Rio Paiva estes quase 9 quilómetros de passadiços tornaram-se rapidamente num dos trilhos e percursos pedestres mais emblemáticos de Portugal.

Os passadiços estão inseridos num autêntico santuário natural, junto a descidas de águas bravas e, ao longo do trilho, somos brindados com fantásticas paisagens. Entre os locais mais emblemáticos dos passadiços estão a Garganta do Paiva, a Praia Fluvial do Vau, a Gola do Salto, a Cascata das Aguieiras e a Falha de Espiunca. Não é à toa que os Passadiços do Paiva ocupam um lugar cativo na nossa lista dos melhores trilhos e percursos pedestres da Serra da Freita e do Arouca Geopark.

  • Distância: 9 km
  • Circular: Não
  • Dificuldade técnica: Fácil/Moderada
  • Local de Partida: Areinho/Espiunca

Clique para ler o nosso guia completo sobre os Passadiços do Paiva, com imensas dicas práticas e toda a informação que precisa para preparar a sua visita

Rota/Track GPS dos Passadiços do Paiva (Arouca)

Download de ficheiro em formato KML para Google Earth

Download de ficheiro em formato GPX para GPS e Smartphones

Trilho Caminhos do Montemuro (PR 1 Arouca)

O percurso pedestre Caminhos de Montemuro é um dos trilhos mais brutais do Arouca Geopark, mas é igualmente um dos mais exigentes. Este rasgadinho trilho circular arranca do Santuário da Senhora do Monte, em plena Serra de Montemuro, e desenvolve-se por estradões florestais e caminhos de pastores que o irão conduzir ao ponto mais alto do Arouca Geopark (Pedra Posta, situada a 1200 metros de altitude).

Pelo caminho irá cruzar apaixonantes aldeias serranas, das quais destacamos Noninha e Bustelo (onde poderá ver uma eira ímpar formada por uma única laje de granito, de dimensões colossais) e ser brindado com paisagens esmagadoras. Compensa cada gotinha de suor!

  • Distância: 20 km
  • Circular: Sim
  • Dificuldade técnica: Difícil
  • Local de Partida: Santuário da Senhora do Monte
Dica VagaMundos: recomendamos vivamente que percorra o trilho Caminhos de Montemuro no sentido dos ponteiros do relógio para assim evitar a (super) exigente subida de Noninha à Pedra Posta. Apesar de também ser rigorosa, a subida entre São Pedro do Campo e a Pedra Posta é bem mais fácil!

Rota/Track GPS do Trilho Caminhos do Montemuro (PR 1 Arouca)

Download de ficheiro em formato KML para Google Earth

Download de ficheiro em formato GPX para GPS e Smartphones

Trilho Caminho do Carteiro e Trilho Rota do Ouro Negro (PR6 e PR8 Arouca)

Tanto o percurso pedestre do Caminho do Carteiro como o trilho da Rota do Ouro Negro têm lugar cativo na nossa lista dos melhores trilhos da Serra da Freita e do Arouca Geopark. Mas melhor ainda é combinar os dois e fazer um dia em cheio de caminhada, perfeito para abrir o apetite para uma bela Posta Arouquesa (que nos perdoem os vegetarianos).

A razão para os combinar é relativamente simples. Ambos são lineares e como colam um com o outro é relativamente fácil desenhar um percurso circular super completo. Convém é ir com bastante energia e levar o track GPS para não se perder no caminho.

Os grandes destaques deste trilho combinado da Serra da Freita e Arouca Geopark são as minas de volfrâmio de Rio de Frades, exploradas pelos alemães durante a II Guerra Mundial (não se esqueça de levar uma lanterna), as aldeias de Rio de Frades e Pedrogão, as lagoas e cascatas de Rio de Frades e o cénico Baloiço de Moldes.

  • Distância: 21 km
  • Circular: Sim
  • Dificuldade técnica: Difícil
  • Local de Partida: Santuário da Senhora do Monte
Dica VagaMundos: se for com crianças mais pequenas ou quiser um dia de caminhada mais relaxante, sugerimos que opte por fazer apenas um dos trilhos. Ambos os percursos têm somente 6 km (12 km ida e volta) e encontram-se bem marcados. Se só poder fazer um dos trilhos, sugerimos que opte pela Rota do Ouro Negro, pois é aí que se encontram as lagoas e cascatas mais acessíveis entre os dois percursos pedestres.

Rota/Track GPS do Trilho Caminho do Carteiro e Trilho Rota do Ouro Negro (PR6 e PR8 Arouca)

Download de ficheiro em formato KML para Google Earth

Download de ficheiro em formato GPX para GPS e Smartphones

Trilho Vereda do Pastor (PR3 Vale de Cambra)

O trilho da Vereda do Pastor é outro dos percursos pedestres que tem lugar cativo na nossa lista dos melhores trilhos da Serra da Freita. O trilho desenvolve-se na encosta sul da Serra da Freita, no concelho de Vale de Cambra, e conduz-nos por antigos caminhos dos pastores entre a altaneira aldeia de Côvo e a maravilhosa aldeia de Lomba, idilicamente empoleirada num promontório rendilhado de socalcos e pincelado de tradicionais canastros.

Pelo caminho, para além de poder disfrutar de maravilhosas paisagens naturais, irá ter ainda a oportunidade de conhecer as aldeias abandonadas das Porqueiras e Berlengas, a Cascata das Estacas e a Cascata das Porqueiras. Se for no verão, nem hesite na hora de colocar o fato de banho na mochila!

  • Distância: 12 km
  • Circular: Sim
  • Dificuldade técnica: Difícil
  • Local de Partida: Aldeia de Côvo

Rota/Track GPS do Trilho Vereda do Pastor (PR3 Vale de Cambra)

Download de ficheiro em formato KML para Google Earth

Download de ficheiro em formato GPX para GPS e Smartphones

Trilho “Caminho do Morto que Matou o Vivo” (São Pedro do Sul)

Em abono da verdade o trilho “Caminho do morto que matou o vivo” já não fica situado na Serra da Freita e no Arouca Geopark, mas sim na vizinha Serra de São Macário. Contudo, face à proximidade, não resistimos em incluí-lo nesta nossa lista dos melhores trilhos da Serra da Freita e do Arouca Geopark. E estamos confiantes que quando o percorrer nos vai perdoar a imprecisão.

Originalmente o “caminho do morto que matou o vivo” era um percurso com cerca de 3,5 km que ligava a aldeia da Pena à aldeia de Covas do Rio. Outrora, quando ainda não existia cemitério na Pena, todos os finados tinham de empreender uma última viagem até Covas do Rio para aí serem sepultados. Reza a lenda que, numa dessas viagens, o caixão soltou-se e matou um dos seus carregadores. Daí o nome com o qual foi batizado este caminho.

Hoje é um fantástico percurso pedestre que o levará a conhecer a Livraria da Pena, um curioso geossítio composto por imponentes fragas de estratos quartzíticos, que se encontram de tal forma verticalizados, que fazem lembrar gigantescos livros em exposição. Para além disso, conhecerá algumas das aldeias de xisto mais autênticas das Montanhas Mágicas, nomeadamente, Covas do Rio, Covas do Monte e a Aldeia da Pena, que por se encontrar tão aninhada no sopé de sumptuosas montanhas, no inverno só tem três horas de sol. Imperdível!

  • Distância: 12 km
  • Circular: Sim
  • Dificuldade técnica: Moderada
  • Local de Partida: Aldeia da Pena

Rota/Track GPS do Trilho “Caminho do Morto que Matou o Vivo” (São Pedro do Sul)

Download de ficheiro em formato KML para Google Earth

Download de ficheiro em formato GPX para GPS e Smartphones

Onde ficar a dormir na Serra da Freita? Dicas de Alojamento perto dos percursos pedestres do Arouca Geopark

Em nossa opinião as melhores localidades para ficar alojado quando for percorrer os trilhos e percursos pedestres da Serra da Freita e do Arouca Geopark são a vila de Arouca e a aldeia de Albergaria da Serra (e respetivos arredores).

Trilhos da Serra da Freita e Arouca Geopark – mapa com os percursos pedestres e rotas GPSArouca é a localidade que apresenta a maior oferta de alojamentos e serviços turísticos da região. Além disso, conta com bons acessos à maioria dos pontos de partida dos melhores trilhos e percursos pedestres da Serra da Freita e Arouca Geopark. Já Albergaria da Serra conta igualmente com bons acessos aos trilhos e ganha a Arouca na fantástica experiência que é dormir em pleno planalto da Serra da Freita. Obviamente que disponibiliza menos serviços turísticos.

Abaixo encontra os nossos alojamentos favoritos da região – testados e aprovados por nós – que apresentam a melhor relação qualidade-preço.

Hotel Rural da Freita

Pode ser um hotel de 3 estrelas, mas o Hotel Rural da Freita na Mizarela (Arouca) é cinco estrelas para quem procura a combinação perfeita entre ruralidade, natureza em estado puro e descanso em total comodidade. Ter o conforto integral duma unidade hoteleira moderna em plena Serra da Freita é um achado. Quartos super espaçosos, luminosos e aclimatizados, com decoração moderna e harmoniosa, casa de banho privativa e, alguns, com uma enorme varanda. Em dias limpos, a vista no horizonte chega até à Ria de Aveiro e ao mar. Só vai querer sair da comodidade do quarto porque o pequeno almoço continental é mesmo delicioso e muito variado.

Quinta do Pomar Maior

Rodeada de vegetação deslumbrante e com uma piscina exterior, a Quinta do Pomar Maior é uma propriedade ecológica localizada em Arouca. A unidade foi totalmente renovada e tem um exterior rústico aliado a um interior muito moderno. Pode optar pelos apartamentos com 1 quarto, cozinha totalmente equipada e uma sala de estar, ou pelos quartos privados com 1 cama de casal e vistas para o jardim. A tarifa inclui um pequeno-almoço confecionado com produtos orgânicos locais. Refeições confecionadas com produtos regionais podem ser apreciadas na luminosa área de refeições interior ou ao ar livre, no refrescante jardim com vistas para a montanha. Até o “patudo” vai gostar.

Hotel São Pedro

A modernidade marca presença no Hotel São Pedro, localizado no centro de Arouca. Disponibiliza quartos e suites contemporâneos mobilados com elegância e equipados com ar condicionado, televisão por satélite, cofre e mini-bar. Há ainda um bar no piso térreo e outro no terraço com vista para as colinas envolventes para as suas delícias. Se não lhe apetecer sair, o restaurante do Pedro apresenta uma mistura de receitas tradicionais, receitas locais e cozinha inovadora. Neste hotel amigo do ambiente, os animais de estimação também vir de férias, basta avisar com antecedência.

Clique para ver mais opções de alojamento em Arouca

Mapa com a localização dos pontos de partida dos Trilhos da Serra da Freita e Arouca Geopark


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa com a localização dos pontos de partida dos Trilhos da Serra da Freita e Arouca Geopark.

Se procura um grupo para se inspirar e partilhar as suas aventuras Outdoor junte-se ao Into the Wild – Trilhos, Caminhadas e Natureza.

O que levar quando for percorrer os Trilhos da Serra da Freita e Arouca Geopark?

Trilhos da Serra da Freita e Arouca Geopark – mapa com os percursos pedestres e rotas GPS

  • Mochila leve e confortável;
  • Calçado adequado a caminhadas de montanha;
  • Comida e bebida (sabe sempre super bem fazer um pic-nic rodeado de natureza)
  • Protetor solar, óculos de sol e chapéu;
  • Uma máquina fotográfica ou um smartphone para registar os melhores momentos da caminhada;
  • Impermeável/capa de chuva (não se esqueça que está numa zona montanhosa, logo, a não ser que vá no verão, pode sempre chover);
  • Lanterna (no caso de ir percorrer os trilhos que passam pelas antigas minas de Volfrâmio);
  • Fato de Banho (se for no verão e for percorrer um dos muitos trilhos da Serra da Freita e Arouca Geopark que passam por cascatas, lagoas e praias fluviais);
  • E o mais importante: um saco para trazer consigo o seu lixo (inclusivamente o orgânico).

Outros Trilhos e Percursos Pedestres em Portugal

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide e na Civitatis encontra sempre os melhores tours locais e pode ainda reservar o seu transfer do aeroporto e saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem na World Nomads ou na IATI Seguros. São ambas agências 100% especializadas em viagens e apresentam sempre os melhores rácios custo-benefício do mercado. Se optar pela IATI use o nosso link e terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize o Skyscanner para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o Rentalcars. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog "VagaMundos" a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.