Trondheim – a cidade nova

A antiga zona industrial da cidade foi desactivada em 1990, dando lugar a Nedre Elvehavn que passou por uma gigantesca renovação e ainda se encontra em desenvolvimento.

Acedemos a Nedre Elvehavn percorrendo uma das ruas mais castiças de Trondheim, Nedre Bakklandet. O contraste é notório, das típicas casas de madeira para a moderna e sofisticada Nedre Elvehavn. Esta representa agora uma Trondheim renovada e rica com espaços de lazer, bares, restaurantes, escritórios, consulados e magníficas habitações.


Marina, a velha grua e a Bakke Bru ao fundo

Não lhe falta sequer uma marina, aproveitando o rio Nidelva e os canais que o rodeiam.

Seguimos depois as indicações da simpática recepcionista do hotel que nos falou dum restaurante português para estas bandas. Lá demos com o restaurante/casa de pasto “Três”, cujo proprietário cabo-verdiano nos recebeu com um sorriso nos lábios. Infalivelmente, a amena cavaqueira surgiu.

No regresso e para fechar a nossa estadia nesta bela cidade, atravessámos a ponte Bakke Bru, aproveitando para passear ao longo do canal até ao bastião.

Aqui descobrimos a Skansen Bru, uma interessante ponte ferroviária basculante.

E despedimo-nos de Trondheim, com a ilha de Munkholmen como pano de fundo.

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No Viator encontra sempre as melhores tours locais e pode ainda saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Gostamos de jogar pelo seguro e como tal, nas nossas viagens, não dispensamos o seguro de viagem da Iati. Têm excelentes preços, atendimento top em português e usando o nosso link terá um desconto de 5%.

Esta página contem links afiliados. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog “VagaMundos” a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

6 COMENTÁRIOS

  1. Parece-me que me enganei nas datas… foi em 1968, tinha eu 24 anos, que estive aí pela primeira vez… A primeira viagem importante, pelos países Nórdicos. Ainda não entendi o que fazem por aí, mas será certamente de grande valor para a vossa vida. Lugares que nos ensinam muito. Um beijo e bom trabalho

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.