Udaipur: a cidade branca

Quem não reconhece esta imagem? É provavelmente o retrato mais conhecido do Lago Pichola nas margens do qual se estende a mais turística cidade do Rajastão, Udaipur.

Udaipur reúne um número invejável de palácios fantásticos, ghats, templos e faustosos havelis espalhados pelas inúmeras ruas estreitas, labirínticas e coloridas. Somemos a tudo isto o mosaico humano e fica composto o charme natural da cidade.

O lago Pichola é o highlight por excelência. As suas águas são um eterno espelho das montanhas que rodeiam toda a cidade. Perante este cenário, um coronel britânico exclamou: “é o lugar mais romântico de todo o continente indiano”. O elogio colou e transformou-se em epíteto. Ainda que discutível para alguns, é graças a esse pretexto que Udaipur consegue atrair turismo em massa. Não é por isso de estranhar que cada casa à volta do Lago Pichola seja um hotel, ou restaurante, ou loja ou agência de viagens – ou todos 4 num só!

A Ilha de Jagniwas é emblemática por toda a sua área ser a base para o Palácio do Lago. Outrora o palácio de Verão da família real de Udaipur, o opulento palácio foi convertido num luxuoso e exclusivo hotel. Talvez a imagem vos pareça familiar… São reminiscências do filme Octopussy do espião britânico mais famoso do mundo, James Bond.

A Ilha de Jagmandir alberga outro palácio, mais modesto em tamanho e imponência, mas que não deixa de ser um ponto de visita obrigatório, até porque o passeio de barco que leva os visitantes até lá é algo de imperdível para quem visita Udaipur. A entrada do palácio é flanqueada por enormes elefantes de pedra, tem um belíssimo e refrescante jardim e tem serviço de restaurante/bar/hotel.

 

Vale a pena subir à torre Gol Mahal para apreciar não só a belíssima ornamentação em pedra esculpida, mas acima de tudo pela linda vista que se tem da cidade de Udaipur.

O passeio de barco pelo lago levou-nos às portas do Palácio da Cidade repleto de varandas, varandins, torres e cúpulas impondo-se sobre o lago.

É o maior palácio do Rajastão ocupando quase 1km da margem oriental do lago. Várias gerações de maharanas foram fazendo adições ao longo dos tempos mas ainda assim foi preservada a harmonia e uniformidade do traçado. Imperdível! Passear pelos seus jardins, visitar salas e salões reais com mobiliário requintado e ornamentação sublime cheia de brilho e cor, é sem dúvida uma bela maneira de se passar uma tarde.

O Templo Jagdish, cuja íngreme escadaria da entrada é guardada por 2 elefantes, é o local de culto para os hindu-arianos. A estrutura, que alberga uma imagem em pedra negra de Vishnu enquanto Senhor do Universo, foi maravilhosamente esculpida e, mesmo impossibilitados de entrar tal o número de peregrinos, não deixámos de ficar boquiabertos com o seu exterior.

Mesmo não se tratando dum highlight da imponência do Palácio da Cidade, salientamos o Bagore-ki-haveli, um pequeno palácio à beira do ghat Gangaur que tem sido primorosamente mantido e nas suas 138 salas podemos ver mostras culturais, como por exemplo a representação de todo o ritual dum casamento na Índia e o maior turbante do mundo.

Para fechar a nossa estada em Udaipur, resolvemos passar o último dia a vagamundear pelas ruas menos turísticas da cidade onde descobrimos outra calma e outra faceta.

“Udaipur Skyline”
“Praying for Love”
Arte Urbana em Udaipur

Clique para ler o nosso Guia da Índia


Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize a Momondo para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado.

Gostamos de jogar pelo seguro e como tal, nas nossas viagens, não dispensamos o seguro de viagem do WorldNomads.com

Esta página contem links afiliados. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog “VagaMundos” a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.