Vilnius – da Pilies à Porta da Aurora

A Pilies gatvé (rua Pilies) é a mais antiga e animada rua pedonal de Vilnius. Percorrer esta rua colorida é sentir a Cidade Velha no seu mais autêntico espírito. A rua distingue-se pela sua variedade arquitectónica desde o Gótico (nº 12) ao Renascentista, passando pelo Barroco. Na Idade Média esta era a artéria principal da cidade que ligava o castelo e muralhas (já aqui referidos) à Polónia e à Rússia.

Mas não menos encantadoras são as ruelas empedradas que ramificam a partir da Pilies. Calcorrear estas calejas da Cidade Velha convida-nos a espreitar para os pátios das casas, a pasmar com inúmeras obras de arte espalhadas pela cidade, a sentar numa pequena esplanada dos seus muitos “kava”.

Foi uma destas vielas que nos conduziu à Igreja de Santa Ana, uma obra-prima do Gótico, e à sua torre sineira do séc. XIX. Azar o nosso, em restauro. Andaimes ocultavam por completo a fachada dum dos grandes símbolos da cidade. Valeu-nos a visita ao seu interior. Conta a lenda que Napoleão, fascinado pela beleza da pequena igreja, quis levá-la para Paris na palma da mão.

Logo ali atrás, a Igreja Bernardina. Aquando da ocupação soviética, foi transformada em armazém. Os sinais de abandono e degradação estão à vista. Mas, é de salientar o mérito e o esforço que a Lituânia empreende na reconstrução dos seus monumentos.

Regressando à Pilies, deparamo-nos com o complexo da Universidade de Vilnius, uma das mais antigas da Europa de Leste. Os seus edifícios são uma mescla dos estilos gótico, barroco e clássico dado que foram sendo construídos ao longo dos séculos. A torre sineira que ladeia a Igreja barroca de São João Baptista e São João Evangelista, é o mais alto edifício da Cidade Velha.

Esta artéria desemboca na praça da Câmara Municipal de Vilnius. Desde o séc. XIV que as autoridades da cidade têm aqui o seu quartel-general. Esta praça acolheu durante séculos mercados e feiras, artistas, saltimbancos e artesãos, o que significa que tudo à sua volta servia este entreposto comercial: estalagens, oficinas, lojas, e até uma guilda. Esse traço de ponto de convergência de pessoas e comércio mantém-se ainda hoje, com as incontornáveis adaptações à modernidade.

Uma visita a Vilnius nunca fica completa se não se atravessar a sua Porta da Aurora. Mas pelo caminho, o visitante é brindado com uma boa dezena de outros monumentos dos quais o olhar não consegue escapar.


Igreja Ortodoxa


Pórtico Barroco


Igreja Católica


Filarmónica Nacional da Lituânia

Aušros Vartai, a Porta da Aurora, data do séc. XVI e é a única sobrevivente das 10 portas que constituíam a muralha defensiva da cidade, totalmente demolida durante a ocupação soviética.

Curiosamente, falar-se da Porta da Aurora a um lituano significa, hoje, falar dum local de culto e peregrinação. Em tempos idos, foi aqui construída uma capela para a qual foi expressamente trazido o quadro de Nossa Senhora de Vilnius. Católicos, Ortodoxos e Gregos Ortodoxos veneram esta imagem que acreditam ser milagrosa.

A “minúscula” capela é um bastião de ecumenismo religioso. Mas a sua pequenez está longe de ser sinónimo da devoção e fé que move milhares de crentes a prestar culto à Nossa Senhora de Vilnius.

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize a Momondo para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado.

Quando o aluguer de carro se justifica recorremos sempre ao Rentalcars.com

Gostamos de jogar pelo seguro e como tal, nas nossas viagens, não dispensamos o seguro de viagem do WorldNomads.com

Esta página contem links afiliados. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog "VagaMundos" a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

13 COMENTÁRIOS

  1. Excelentes imagens que acompanham mais esta magnífica crónica que nos transporta para a Lituânia…
    E transcrevo uma frase V/ que adorei… 'Percorrer esta rua colorida é sentir a Cidade Velha no seu mais autêntico espírito.'
    Bjs,
    AA

  2. Olá Valentim. Estamos desconfiados que Vilnius deve ser a cidade que tem mais igrejas por metro quadrado. Obrigado nós pelas tuas palavras.
    Abraço

    Olá Alexandrina. Sentimo-nos contentes quando conseguimos levar os nossos leitores a viajar connosco. Muito obrigado pelas tuas palavras.
    Bjs

  3. Olá Dubis. Obrigado pelas vossas sempre simpaticas palavras. Vilnius é de facto uma cidade que cativa. Nós proprios nos rendemos a ela :)Esperamos dar continuidade aos relatos muito em breve.
    Abraços

    Hola Laura. Bem vinda às Crónicas. Garantimos, que apesar de pouco conhecida, Vilnius merece uma visita atenta e demorada. Nós prometemos lá voltar 🙂
    Saludos

  4. A minha grande surpresa quando desci do Cabo Norte, foi conhecer as 3 Repúblicas do Báltico: Estónia, Letónia e Lituânia.
    Voltarei!!!
    Vcs teem aproveitado bem a vossa permanência na Dinamarca.
    Parabéns por isso.
    O meu abraço
    António Resende

  5. Olá António. Bom ter-te por cá. De facto os tigres do Báltico são uma agradável surpresa. A Lituania ficou-nos no goto e já andamos a planear uma visita a Riga (versão fim de semana) e Talina támbem não nos há-de escapar.
    Tentamos aproveitar a nossa estadia nordica ao máximo. Contudo ainda temos muito para descobrir 🙂
    Abraço

  6. Eu amei conhecer Vilnius!!! Quando fui, peguei um dia lindíssimo em toda Lituânia, inclusive Trakai! Eu fiz também Letônia, Estônia e Finlândia na mesma viagem e foi um roteiro ótimo!!

    Estou adorando o blog de vcs!! 🙂

    Bjos da brasileira que vive em Dubai.

  7. Benvinda às Crónicas! Ainda bem que estás a gostar deste nosso cantinho. Nós também tivemos muita sorte com o tempo na Lituânia, dias limpos com belissimas cores. Esperamos fazer a Estónia e a Finlândia este Verão.
    Bjs para o Dubai

  8. Sou brasileira e descendentes de lituanos- gostei muito do seu blog e da maneira como colocas suas vivências- muitas fotos interessantes com pouco texto mas de forma resumida consegues passar toda a sua experiencia ao leitor de maneira objetiva e dinâmica. Parabéns. Realmente Vilnius é muito bonita como muitos outros lugares da Lituânia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here