Beja, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer

Beja, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer

Vai visitar Beja? Vá com vagar. Beja não se fez num dia. Nem este roteiro para visitar Beja. O que ver e fazer na capital do Baixo Alentejo merece bem mais do que o meio dia que alguns visitantes apressados lhe dedicam. Calcorrear as ruas empedradas, estreitas e labirínticas da cidade velha, ou as “avenidas de comércio”, levam-nos a recantos de encanto entre o castelo e suas muralhas, casario antigo em convívio com a arte urbana, igrejas monumentais e conventos, parques e museus, sem esquecer os castiços bairros da Mouraria e da Judiaria. Fora o que se esconde “à de roda”.

Beja, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer

Com a ajuda das nossas sugestões, saiba o que visitar em Beja, cidade e arredores, quando visitar, melhores hotéis e restaurantes para uma escapadinha de fim de semana na mais autêntica cidade alentejana, onde há sempre tempo para tudo.

Na preparação da sua viagem para visitar Beja, não deixe de ler também os seguintes artigos:

Onde fica Beja?

Beja, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer

Beja é uma cidade no coração do sul de Portugal, mais propriamente da região do Alentejo, na antiga província do Baixo Alentejo. É sede de município e capital do maior distrito de Portugal, que se estende do mar (mais propriamente do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina que pertence a Odemira, curiosamente, o maior concelho de Portugal) até à Espanha, especificamente na fronteira com as comunidades autónomas da Andaluzia e da Extremadura. Tem os distritos de Setúbal e Évora a norte, e todo o Algarve a sul. Nos seus limites municipais, tem como vizinhos os concelhos de Cuba, Vidigueira, Serpa, Mértola, Castro Verde, Aljustrel e Ferreira do Alentejo.

Quando visitar Beja?

Beja, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Largo de São Tiago – Roteiro para visitar Beja

O clima de Beja é do mais típico alentejano que há. Ou seja, seco e de extremos. Os verões são quentes, geralmente acima dos 30ºC e há mesmo dias tórridos nos meses de julho e agosto. No extremo oposto, os invernos são muito frios, havendo noites com temperaturas negativas.

Beja, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Igreja da Misericórdia – Roteiro para visitar Beja

Portanto, a primavera de o outono acabam por ser as melhores épocas do ano para visitar Beja. As temperaturas são mais convidativas para atividades outdoor e é quando usualmente acontecem as feiras de gastronomia e produtos regionais, como a popular Ovibeja. De qualquer maneira, quando visitar Beja, espreite antes a agenda cultural.

Estátua da Rainha Dona Leonor no jardim do Convento da Conceição

Como já referimos o verão em Beja é quente, muito quente. Mas não descarte uma visita. Passe o dia a refrescar-se na Praia Fluvial dos Cinco Reis, e depois mime-se com um jantar típico, de preferência al fresco, regado com néctar dos deuses.

Beja, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Praia Fluvial dos Cinco Reis – Roteiro para visitar Beja

Entre maio e setembro são também os meses em que Beja Acontece, com as Festas da Cidade, a Beja Romana, ou o certame Patrimónios do Sul, Festivais de Jazz e Banda Desenhada, Noites ao Fresco, Noites no Logradouro ou Às Quintas no Jardim.

Onde ficar a dormir em Beja? Sugestões de alojamento

Para fugir da cidade e recarregar baterias, uma escapadinha de fim de semana a Beja é sempre boa ideia. Uma coisa é certa, aqui o tempo desacelera e retempera, independentemente da altura do ano. Há uma boa dezena de alojamentos de qualidade entre casas de férias, turismos rurais e hotéis em Beja – inclusive uma Pousada de Portugal – capazes de agradar a todos os bolsos. Convém é ser previdente e reservar alojamento em Beja com antecedência, especialmente nas datas festivas ou de grandes eventos na cidade.

Abaixo encontra os nossos alojamentos favoritos onde ficar numa escapadinha a Beja – testados e aprovados por nós – que apresentam a melhor relação qualidade-preço da região.

Aljana Guest House Beja

Na Aljana Guest House Beja o lema é demorar o tempo que precisar para levar a vida com calma e celebrar a simplicidade do sul num bed & breakfast com alma própria. A essência do slow living mora dentro destas paredes dum branco tão imaculado que parece termos chegado ao céu. E não é por esta antecâmara-celestial estar a paredes-meias com a Sé Catedral. Se dúvidas houvesse, basta entregar o corpo ao conforto da cama para se dissiparem. São sete quartos, quatro deles mezaninos, em dois edifícios de arquitetura que surpreende pela simplicidade e pormenores. Com arcos e tetos abobadados em redor dum pátio com piscina, a lembrar um riad marroquino.

Pousada Convento de Beja

Aliando as comodidades modernas à preservação da estrutura original dum convento franciscano do século XIII, a Pousada Convento de Beja oferece quartos graciosos, muito espaçosos e aclimatizados, decorados a tons quentes e mobiliário de estilo clássico, proporcionando o descanso principesco que merece ao fim do dia. Descontraia ao ar livre nos exuberantes jardins paisagísticos, na piscina exterior, ou no espaçoso terraço. Um elegante restaurante com cozinha regional e o lounge bar convidam aos prazeres do paladar.

Monte das Beatas

Acorde num ambiente de pura tranquilidade que apenas um monte alentejano consegue oferecer. Numa quinta familiar modernizada, rodeada por uma paisagem tipicamente alentejana, o Monte das Beatas é um alojamento local, a 3 km de Beja, ótimo para relaxar em contacto com a natureza com todas as comodidades. São apenas 2 suites acolhedoras e reconfortantes, com entrada independente e acesso direto para a piscina exterior. Com jardim e salão partilhado, esta guesthouse tem ainda um agradável terraço e anfitriões atenciosos e disponíveis 24 horas.

Clique para ver mais opções de alojamento em Beja

O que ver e fazer em Beja? Locais a visitar e experiências a não perder

Beja, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Muralhas do Castelo de Beja

Beja foi a casa de antigos povos antes de ter sido anexada ao Reino de Portugal, dos quais destacamos os Celtas (que, crê-se, terem sido os fundadores), os Romanos (que lhe chamaram Pax Julia e a integraram no Reino da Lusitânia), os Visigodos e os Árabes.

Beja, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Núcleo Visigótico do Museu Regional de Beja

Não é portanto de estranhar que Beja guarde um riquíssimo património histórico ao qual se soma uma mão cheia de lendas e histórias de amor, com claro destaque para as cartas de amor da freira portuguesa Sóror Mariana Alcoforado, destinadas ao cavaleiro nobre francês Noël Bouton de Chamilly.

Beja, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Convento da Conceição – Roteiro para visitar Beja

Visitar Beja é incontornável num roteiro pelo Alentejo. O tempo que lhe quiser dedicar, é decisão sua, dependendo dos seus interesses e desejos. Repetimos: Beja não se fez num dia. Levou mais de 2500 anos. Pelo menos. É o que os estudiosos conseguiram apurar dos vestígios arqueológicos achados até à data.

Pórtico de cantaria gótica no centro histórico de Beja

Nós somos mais “estudiosos” do Lazer e dos Prazeres dos Lugares e contamos já com duas mãos cheias de dias a fazer “estudos de campo”, na cidade e concelho de Beja. E viemos do último já com agenda para o próximo, pois Beja continua a “fazer-se” e, de facto, pressas não combinam com ela. Nem connosco.

Beja, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Casa do Arco na Travessa do Cepo – Roteiro para visitar Beja

Abaixo mostramos os lugares a visitar e as experiências imperdíveis para que possa desenhar o seu roteiro para visitar Beja a seu bel-prazer.

Ermida de Santo André

Beja, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazerO Moinho Grande, a rotunda da Força Aérea, o enorme e polivalente Parque da Cidade e a ancestral Ermida de Santo André de estilo mudéjar dão-nos as boas-vindas antes de nos adentrarmos na malha urbana.

Castelo de Beja

Beja, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazerO Castelo de Beja é o ex-libris da cidade e de visita obrigatória num roteiro para visitar Beja. Chega-se ao jardim contíguo às muralhas e a visão é monumental!

A emblemática fortaleza gótica começou a ser construída no século XIII, logo após a conquista definitiva da cidade aos mouros. O grande destaque vai para a sua Torre de Menagem.

Beja, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Torre de Menagem

Com quase 40 metros de altura, é uma das torres militares mais altas do país. Mas antes de entrar no recinto muralhado, tome um momento para apreciar as Portas de Évora, de origem românica.

Portas de Évora

Ao entrar na praça de armas, dará de caras com a Casa do Governador (que acolhe o posto de turismo e o Museu Jorge Vieira) e esta magnífica torre, uma das quarenta que existiram na muralha das quais restam mais duma vintena.

Casa do Governador

Se o exterior desta obra-prima impressiona, o interior não é menos admirável. Vale a pena pagar o bilhete e subir os duzentos degraus para contemplar o interior dos seus três pisos bem preservados e as vistas 360º do melhor miradouro de Beja.

Beja, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Beja vista da Torre de Menagem

Uma paisagem que se vê, e se sente. Senão, terá de se contentar com as vistas parciais das muralhas e restantes torres do recinto.

Sé Catedral de Beja

Beja, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazerSaindo pelo Largo de São Tiago, terá perante si a Sé Catedral de Beja, em estilo maneirista, construída no século XVI como sede paroquial da freguesia de Santiago. Antes dessa data, a antecessora igreja já seria ponto de referência nos caminhos de peregrinação a Santiago de Compostela. Não deixe de entrar para admirar a talha dourada, capelas, imagens, pinturas e azulejaria.

Largo do Lidador e Largo de Santo Amaro 

Igreja de Santo Amaro – Roteiro para visitar Beja

Não abandone a zona do castelo sem antes admirá-lo uma vez mais do Largo do Lidador, o lendário cavaleiro nonagenário que morreu a defender as muralhas de Beja; visitar a interessante exposição de arte visigótica do Núcleo Visigótico do Museu Regional de Beja, na extinta Igreja de Santo Amaro; fazer umas compras no mercado do Largo de Santo Amaro com o seu bonito chafariz; visitar o conjunto do Hospital Grande de Nossa Senhora da Piedade, datado de 1469 com pórtico e claustro em estilo gótico e manuelino, e da belíssima Igreja de Nossa Senhora da Piedade, revestida em talha dourada.

Praça da República

Beja, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazerTome o tempo e a ruela que quiser rumo à Praça da República. Nesta zona ficava situado o fórum romano de Pax Julia (a designação de Beja na ocupação romana), como revelado pelas escavações da Rua da Moeda, que indiciam também a existência do maior templo romano em território nacional.

Beja, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Igreja da Misericórdia – Roteiro para visitar Beja

Airosa e agradável, o quadro arquitetónico da praça é marcado, à cabeça, pela Igreja da Misericórdia, cuja invulgar arquitetura com galilé se deve a inicialmente o edifício ter sido projetado para açougue municipal inspirado nas loggia da Itália; e ao fundo, por uma réplica do Pelourinho de Beja. Destacam-se ainda o edifício da Câmara Municipal de Beja, o Centro de Arqueologia e Artes de Beja e uma casa com arcadas do século XVI.

Câmara Municipal de Beja

As esplanadas dos cafés e restaurantes convidam a uma pausa para café ou petiscos enquanto aprecia os detalhes arquitetónicos das várias épocas vividas nesta praça seiscentista, mandada reedificar pelo Rei D. Manuel I.

Arco e Igreja dos Prazeres

Arco dos Prazeres – Roteiro para visitar Beja

Um pequeno desvio a oeste da praça conduz ao Arco dos Prazeres, antiga porta das muralhas, à Igreja de Nossa Senhora dos Prazeres, que acolhe o Museu Episcopal com arte sacra, e à Capela de Santo Estevão, um dos templos mais antigos de Beja.

Deambule pelas ruas antigas de Beja, de casario branco rasgado por pórticos de cantaria gótica, ao encontro da Janela Manuelina de Beja na Rua das Lojas (atual Rua Dr. Afonso Costa), dos murais de arte urbana ou da “casa do arco” na Travessa do Cepo.

Núcleo Museológico da Rua de Sembrano

Beja, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Portu-galo de Bordalo II

Chegando ao Largo de São João, uma escultura de Noémia Cruz, o Portu-galo de Bordalo II e o painel de azulejos de Rogério Ribeiro decoram a antecâmera do Núcleo Museológico da Rua de Sembrano (uma viagem aos 2500 anos de história da cidade) e do Cine-Teatro Pax Julia.

Convento da Conceição – Museu Regional de Beja

Na continuação do seu roteiro para visitar Beja, rume a um dos monumentos mais visitados da cidade por causa duma janela “indiscreta”. O opulento Convento da Conceição (onde residiu a freira apaixonada Maria Alcoforado, a tal das cartas de amor) que apresenta um cruzamento dos estilos gótico, manuelino e barroco, onde foi instalado o Museu Regional de Beja – Museu Rainha D. Leonor.

Igreja de Santa Maria da Feira e Torre do Relógio

Beja, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazerSegue-se a sui generis Igreja de Santa Maria da Feira, a matriz e uma das igrejas mais antigas de Beja, edificada no local provável da primitiva basílica paleocristã convertida em mesquita aquando da ocupação muçulmana. Ao lado, confundem-se os limites entre a Capela de Nossa Senhora do Rosário e a Torre dos Sinos e do Relógio, onde figura o lendário touro do brasão de armas da cidade.

Igreja do Salvador

Igreja do Salvador

Deixando a urbe senhorial às costas e adentrando-se no casario mais modesto do centro histórico de Beja, uma breve chamada de atenção para a Janela de Rótulas e a capela dos Passos da Rua Ancha, seguindo então até à Igreja do Salvador, de interior valiosíssimo e traça maneirista mas erigida no século XIV nos limites da Mouraria com o intuito de evangelizar os não-cristãos.

Os bairros da Mouraria e Judiaria de Beja

Beja, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Portas de Moura – Roteiro para visitar Beja

Se for do seu interesse, atravesse as Portas de Moura para ver outro templo religioso situado extramuros, a Igreja de Nossa Senhora do Pé da Cruz.

A leste das Portas de Moura, ficava a Mouraria da cidade medieval, cujas ruas mais interessantes são a Rua das Muralhas e a Rua da Mouraria. A oeste, ficava a Judiaria, num entrelaçado de ruas que leva ao Miradouro do Terreirinho das Peças, com vista até Espanha, e o restaurado Arco das Portas de Avis, cujas pedras foram descobertas a servir de… banca de peixaria!

Jardim Gago Coutinho e Sacadura Cabral

O Jardim Público de Beja, ou Jardim Gago Coutinho e Sacadura Cabral, é o espaço verde histórico de Beja, “mini-jardim botânico”, “mini-museu geológico” a céu aberto, praça de coreto, parque infantil, lar de aves… onde nem falta uma romântica pérgula para namorar. Reserve tempo para um moroso e aprazível passeio.

Convento de São Francisco

Logo ao lado ergue-se, imponente, o convento franciscano aqui instaurado no século XIII. Foi convertido na luxuosa Pousada do Convento de Beja – ficar aqui alojado, é uma experiência memorável! Do complexo monástico medieval original resta a chamada Sala dos Túmulos (século XV), importante exemplar da arquitetura gótica em Portugal. Claustro, sala do capítulo e refeitório são manuelinos, e a igreja, da viragem dos séculos XVII e XVIII.

Rua das Portas de Mértola

Beja, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazerPercorrendo a Rua das Portas de Mértola, uma das mais belas ruas de Beja, vai dar novamente ao Convento da Conceição. Pode ser que consiga um vislumbre da Janela de Mariana Alcoforado. Nós bem tentamos, sem sucesso.

Beja, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazerMas nós não resistimos a um desvio pelo “centro comercial a céu aberto de Beja”. A Rua de Mértola que depois abre para a praça Capitão João Francisco de Sousa. É uma das nossas ruas comerciais favoritas, castiça e com um gostinho a todas as épocas, e de “bom gosto”.

Dica VagaMundos: tomar um chá nas Maltesinhas, um salão de chá antigo, é das melhores coisas que pode fazer em Beja. Senão for chá, qualquer outra bebida serve de desculpa. É que a montra de bolos exibe doces conventuais tão tentadores que é capaz de nascer aqui a sua história de amor com a doçaria de Beja.

O que visitar perto de Beja (para uma escapadinha perfeita)?

Beja, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazerQuando for visitar Beja, não se cinja à cidade, aproveite para conhecer os encantos da região alentejana. Devido à sua localização geográfica, no coração do Alentejo, Beja é uma excelente base para explorar vilas históricas vizinhas, parques naturais e rios selvagens, desfrutar dalgumas das melhores praias fluviais do Alentejo, conhecer as tradições e saborear as delícias alentejanas, da planície ao montado, ou sentir a adrenalina de experiências inesquecíveis por terra, pelas águas plácidas ou pelos céus de Beja. Ou junte tudo e transforme o seu plano de visitar Beja numa memorável roadtrip pelo Alentejo Interior.

Praia Fluvial dos Cinco Reis

Beja, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazerA 7 km de Beja, a Praia Fluvial dos 5 Reis tem tudo para desfrutar da época balnear em pleno: Bandeira Azul e Praia Acessível, areal, guarda-sóis e espreguiçadeiras, parque infantil e bar, WC e posto de primeiros socorros, centro de atividades náuticas e embarcadouro. Que mais quer? Se não puder esperar pela época balnear, tem trilhos paralelos ao espelho de água da albufeira, abrigos para observação da avifauna aquática, circuito de manutenção e muito sossego alentejano para momentos Zen.

Villa Romana de Pisões

E se lhe dissermos que pode temperar o seu dia de praia com uma pitada de cultura? Aqui deu-se a descoberta do importantíssimo achado arqueológico do Touro de Cinco Reis, exposto no Núcleo Museológico da Rua do Sembrano. E a menos de um quilómetro de Cinco Reis, foi acidentalmente descoberta em 1967 a Villa Romana de Pisões. Pela dimensão (tudo indica ser a maior de Portugal), pela quantidade de vestígios e pelo estado de relativa conservação, a Villa Romana de Pisões é um tesouro histórico. Por isso, merecia ter uns acessos mais cuidados.

Serpa

A cidade muralhada de Serpa justifica por si só uma escapadinha dedicada. Mas dê lá um pulinho no seu roteiro para visitar Beja nem que seja para lhe tomar um gostinho. O gostinho do Queijo de Serpa? Não só, mas também. A pequena dimensão em nada belisca a sua beleza e interesse histórico.

Descubra a terra da lendária serpente ao atravessar as Portas de Beja e subir ao Castelo de Serpa, com o seu elogiável Museu Aberto e vistas estupendas das muralhas, admirar a Igreja de Santa Maria, matriz de Serpa, e a Torre do Relógio, apreciar o centenário Palácio dos Condes de Ficalho, prantar-se nas praças e largos a deliciar-se com as especialidades serpenses, passear no Jardim Abade Correia da Serra, admirar a arcaria e o engenho da nora do Aqueduto de Serpa. Só para amostra, pois há muito mais.

Ferreira do Alentejo 

Próxima sugestão para complementar o seu roteiro para visitar Beja: a vila de Ferreira do Alentejo. Cruzada pela mítica Estrada Nacional 2, tem como monumento mais icónico a cilíndrica Capela do Calvário. Para além da capela visite também a Igreja Matriz, a Igreja da Nossa Senhora da Conceição, o Solar dos Viscondes, o Palacete de João Carlos Infante Passanha e a Casa do Vinho e do Cante, na antiga Taberna Zé Lélito.

Aljustrel

E já que anda na senda da EN2, rume mais a sul até Aljustrel. Recomendamos uma visita à Igreja Matriz de São Salvador da qual parte o escadório até à altaneira Ermida de Santa Maria do Castelo e ao que resta das ruínas do castelo. Depois, é voltar a pegar no carro e explorar o Parque Mineiro de Aljustrel e/ou a Albufeira da Barragem do Roxo.

Cuba e Vidigueira

Cuba (do Alentejo) e Vidigueira orgulham-se do seu vinho de talha, e com razão. Mas há outros motivos para as considerar como pontos a incluir no seu roteiro para visitar Beja.

Estátua de Cristóvão Colombo

Cuba clama a si o título de “terra de Colon”, pois recentemente surgiu a polémica tese que o navegador “Cristóvão Colombo não só seria português, como da Cuba do Alentejo!” Verdade ou não, o facto é que a Igreja Matriz de São Vicente, e seu tesouro, o Rossio da Bica, as adegas e tabernas e o Cante Alentejano já nos levaram a Cuba por duas vezes.

Villa Romana de São Cucufate

À Vidigueira fomos uma, seduzidos pela Villa Romana de São Cucufate que depois nos levou a descobrir a vila, que teve Vasco da Gama como primeiro Conde, e as ruínas do Castelo da Vidigueira, a Torre do Relógio, a Igreja da Misericórdia… E a Casa das Talhas, como não podia deixar de ser.

Mértola e Cascata Pulo do Lobo

Mértola

A vila muralhada medieval de Mértola tem origens remotas, mas é a herança árabe a que mais se destaca na Vila Museu alcandorada na margem do rio Guadiana. Passeios a pé pelas ruas empedradas, pelo castelo, museus e igrejas, ou passeios de canoa no rio, são sempre sinónimo de tempo muito bem empregue.

Cascata do Pulo do Lobo

Como o é também partir à descoberta do Parque Natural do Vale do Guadiana, para descobrir segredos como a Cascata do Pulo do Lobo, a mais imponente das cascatas do Alentejo.

Para mais dicas, não deixe de ler o nosso guia e roteiro para visitar o Parque Natural do Vale do Guadiana.

Lago do Alqueva

Fica a menos duma hora de Beja e é um dos destinos mais populares de Portugal, especialmente no verão. Falamos do Grande Lago do Alqueva. A construção da Barragem do Alqueva deu origem a uma albufeira com 250 km2 que, à tranquilidade das planícies e montados deste Alentejo Interior, somou paisagens fantásticas, aldeias ribeirinhas, praias fluviais e um sem número de atividades náuticas para diversão. Vai resistir a incluir o maior lago artificial da Europa no seu roteiro para visitar Beja?

Para mais dicas, não deixe de ler o nosso guia e roteiro para visitar o Lago do Alqueva.

Onde comer em Beja? Melhores Restaurantes

Beja, o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer
Secretos de Porco Preto, uma das iguarias que não pode deixar de provar quando visitar Beja

A cozinha alentejana é uma sinfonia de sabores que nasce de ingredientes simples, onde à mesa nunca pode faltar o pão, o azeite, o queijo, os enchidos e as ervas aromáticas. E, claro, um bom vinho alentejano. Confessamos que a gastronomia alentejana nos tira do sério, e Beja tem muitas culpas no cartório. No banco dos réus estão o presunto, o paio, a linguiça e a morcela de Beja, as açordas e migas, o ensopado à pastora e o porco preto acabado de sair da grelha, e os pecaminosos doces conventuais. Ricos sabores que estes, e outros, restaurantes de Beja nos deram a provar.

Dom Dinis: Quando se combina a arte do bem receber com boa gastronomia alentejana é meio caminho andado para uma refeição memorável. Entrada de paio deliciosa, grelhados irrepreensíveis e migas das melhores que já comemos. Para fechar uma originalíssima mouse de amendoim, que nos deixou a suspirar por mais. (Rua Dom Dinis 11, Beja)

Pulo do Lobo: Mariscada em Beja é no Pulo do Lobo. Sim, Beja está a 100 km do mar mas quando provar o marisco fresquíssimo do Pulo do Lobo vai pensar que está à beira mar. Adoramos a salada de ovas e o arroz de marisco mas, confessamos, que é o prato Terra e Mar, que combina porco preto com camarões grelhados, que nos tira do sério. Recomendadíssimo! (Praceta Rainha Dona Leonor, Beja)

Adega Típica 25 de Abril: Nesta adega típica alentejana tratam o porco preto por tu. Os secretos e os lagartos grelhados são aposta ganha e a sericaia é de babar. Infelizmente, a matemática é que não está à altura da excelência da cozinha. Para fintar a “inflação” confira bem a conta! (R. da Moeda 23, Beja)

Mapa com a localização dos principais pontos de interesse a visitar em Beja


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa com a localização dos principais pontos de interesse a incluir num roteiro para visitar Beja.

Outros artigos do Alentejo

Roteiros para uma roadtrip no Alentejo | Roteiro Alto AlentejoRoteiro Costa Vicentina | Roteiro Lago do Alqueva | Roteiro Serra de São Mamede | Aldeias mais bonitas do AlentejoCascatas do AlentejoPraias da Costa Alentejana | Praias da Costa VicentinaPraias Fluviais do Alentejo | Praias de Troia, Comporta e Melides | Alcácer do SalCastelo de Vide | Cromeleque dos Almendres | ElvasÉvoraMarvãoMértolaMonsarazMora | Ponte de SorPortalegre | Santiago do Cacém | Serpa | Sines e Porto CovoVila Nova de Mil FontesVila ViçosaZambujeira do MarPassadiço do AlamalPassadiço do GameiroPassadiços de NisaPassadiços da Serra de OssaRota VicentinaTrilhos do Conhal – NisaTrilhos Parque Natural do GuadianaMelhores Hotéis do AlentejoMelhores Hotéis do Alentejo com Piscina InfinitaMelhores Hotéis da Costa VicentinaTurismo Rural no Alqueva

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide e na Civitatis encontra sempre as melhores atividades e tours locais e pode ainda reservar o seu transfer do aeroporto e saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem na IATI Seguros. É uma agência 100% especializada em viagens e apresenta o melhor rácio custo-benefício do mercado, sendo que todos os seus seguros contam com excelentes coberturas COVID-19. Se utilizar o nosso link terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize a AutoEurope. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o VagaMundos a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.