Celorico e Linhares da Beira: o que visitar, ver e fazer

Celorico e Linhares da Beira: o que visitar, ver e fazer

Neste artigo propomos um roteiro para visitar Celorico e Linhares da Beira com as principais atrações turísticas a visitar em Linhares da Beira, uma magnífica Aldeia Histórica de Portugal, e no respetivo concelho, Celorico da Beira, um território surpreendente, repleto de história, cruzado pelo Mondego e situado nos contrafortes da Serra da Estrela, no Centro de Portugal. Somamos as nossas sugestões de hotéis e restaurantes e, claro, um mapa interativo para saber onde encontrar o que visitar em Celorico e Linhares da Beira, entre rio, serra e ar puro, numa escapadinha perfeita para “ganhar asas” e deleitar-se com uma Maravilha da Gastronomia de Portugal.

Celorico e Linhares da Beira: o que visitar, ver e fazer
Aldeia Histórica de Linhares da Beira

Há motivos de sobra para visitar Celorico e Linhares da Beira. Celorico da Beira é um concelho histórico, determinante na defesa e fundação de Portugal, marcado por belas paisagens, rico património arquitetónico civil, militar e religioso, uma gastronomia ímpar e hospitalidade beirã.

Celorico e Linhares da Beira: o que visitar, ver e fazer
Igreja de Santa Maria – Celorico da Beira

A estes atributos, somam-se experiências de turismo de montanha e aventura. Celorico é uma vila conhecida como a Capital do Queijo Serra da Estrela. A aldeia de Linhares, como Capital do Parapente. Um roteiro a visitar Celorico e Linhares da Beira revela-se uma viagem memorável, no tempo e no espaço. Perfeito para si que busca um destino que alia história e natureza, aventura e bem estar, gastronomia e cultura, em igual medida. Venha daí descobrir este refúgio de sensações.

Celorico e Linhares da Beira: o que visitar, ver e fazer
Queijo da Serra da Estrela, uma iguaria que tem mesmo de provar quando visitar Celorico e Linhares da Beira

Onde ficam Celorico e Linhares da Beira?

Celorico e Linhares da Beira: o que visitar, ver e fazer

Celorico da Beira é uma vila portuguesa do distrito da Guarda, pertencente à Região das Beiras (Beira Interior Norte) no Centro de Portugal. É sede de concelho e integra a aldeia de Linhares da Beira, uma das 12 Aldeias Históricas de Portugal. A vila de Celorico fica situada no maciço montanhoso da Serra da Estrela (quase 50% do seu território integra o Parque Natural Serra da Estrela) e está a cerca de 500 metros de altitude, sendo o ponto mais alto do concelho na freguesia de Prados (1260 m).

Tem como vizinhos os concelhos de Trancoso, Pinhel, Guarda, Gouveia e Fornos de Algodres.

Celorico está bem servida de acessos rodoviários, nomeadamente a A25, que liga Aveiro à fronteira de Espanha, a EN102 com ligação a Trancoso, a EN16 com ligação à Guarda e Fornos de Algodres e a EN17 que liga Celorico a Gouveia.

Quando visitar Celorico e Linhares da Beira?

Celorico e Linhares da Beira: o que visitar, ver e fazer
Igreja da Misericórdia – Linhares da Beira

Sendo um destino de turismo de montanha e aventura, histórico-cultural, gastronómico e rural, Celorico e Linhares da Beira oferecem a oportunidade de visitar lugares e viver experiências diversificadas ao longo de todo o ano. Posto isto, saber quando visitar Celorico e Linhares da Beira depende mais dos seus interesses.

Celorico e Linhares da Beira: o que visitar, ver e fazer
Calçada Romana – Roteiro para visitar Celorico e Linhares da Beira

Quando se fala de feiras e festas, Celorico e as respetivas freguesias não perdem uma oportunidade: há feiras o ano inteiro, montam-se arraiais nos Santos Populares para Santo António, São João e São Pedro em junho, festas religiosas e populares enchem as aldeias de cor principalmente em agosto, e as grandes Festas da Vila em honra de Santa Eufémia que desde 1766 animam os dias a rondar o 16 de setembro.

Celorico e Linhares da Beira: o que visitar, ver e fazer
Torre do Relógio do Castelo de Linhares da Beira

Oportunidades únicas de conhecer as facetas diversificadas do concelho são a Feira do Queijo de Celorico da Beira que acontece em fevereiro ou março, com mais de quatro décadas de tradição e tradições de saber e sabor, e o Festival Internacional de Parapente de Linhares da Beira que tem usualmente lugar em agosto.

Celorico e Linhares da Beira: o que visitar, ver e fazer
Festival de Parapente de Linhares da Beira

Apesar do clima de Celorico ser classificado como temperado, saiba que é um território onde até a chuva gosta bastante de “passear”. De outubro a maio, não se esqueça do impermeável em casa. Nos verões curtos e secos, as temperaturas podem rondar os 30ºC, e os meses de julho e agosto são ideais para aproveitar as praias fluviais dos cerca de 20 km de rio Mondego que cruzam o concelho.

Onde ficar a dormir em Celorico e Linhares da Beira? Sugestões de alojamento

Encontrar alojamento e hotéis em Celorico e Linhares da Beira é algo difícil. A oferta é escassa e ainda há algum caminho a percorrer em termos de qualidade. Se tiver que pernoitar na região, considere reservar a sua noite num alojamento dum concelho vizinho. Os alojamentos que sugerimos abaixo destacam-se por serem, na nossa experiência, as melhores opções de hospedagem em Celorico e Linhares da Beira. Sugerimos também dois alojamentos de Turismo Rural que, pela qualidade e proximidade, não hesitamos em recomendar, sobretudo para combinar a sua visita a Celorico e Linhares da Beira com outras atrações imperdíveis do distrito da Guarda.

Agroturismo A Fidalga (Linhares da Beira)

Simples e económico, o Agroturismo A Fidalga rodeia-se de vistas, sossego e paz às portas de Linhares da Beira. Os quartos duplos ou twins com casa de banho privada e terraço têm entrada individual, camas confortáveis e estão munidos de mini-fridge, sobressaem pela limpeza e ambiente acolhedor.

Hotel Quinta dos Cedros (Celorico da Beira)

Se preferir os serviços de um hotel, o Hotel Quinta dos Cedros é o melhor cotado em Celorico da Beira. É um hotel de 3 estrelas despretensioso que disponibiliza quartos amplos e limpos, com casa de banho privada e varanda, mobiliário funcional, alguns com mini-fridge. O hotel dispõe ainda de bar e restaurante, estacionamento e Wi-Fi gratuitos, e receção 24 horas.

Casa da Várzea (Vila Soeiro do Chão)

A dez quilómetros de Celorico da Beira e à beira do Mondego, a Casa da Várzea é uma excelente opção de turismo rural em Vila Soeiro do Chão. Exteriores rústicos em pedra de granito, interiores surpreendentemente modernos. O bom gosto habita todas as suites, estúdios e casas T1 e T3. Portanto, pode trazer a família toda e até o patudo para desfrutarem dum conforto excecional. E da piscina, do jardim, do terraço e do pequeno almoço fantástico.

Quinta do Quinto (Porto da Carne)

Se quiser combinar o seu roteiro para visitar Celorico e Linhares da Beira com a novíssima atração da Guarda, os Passadiços do Mondego, aposte reservar as suas noites na Quinta do Quinto, a 13 km de Celorico, em Porto da Carne. Nesta guesthouse rural pode optar pelos quartos na casa do séc. XVII, pelos espaçosos chalets rústicos ou pelos bungalows aconchegantes. Qual deles o mais especial. Desfrute do tempo (e do espaço) a passear na enorme quinta ou no jardim florido, a relaxar na piscina (à guisa de infinita) ou no terraço relvado, a ler ou jogar no salão com lareira.

Clique para ver mais opções de alojamento em Celorico da Beira

O que ver e fazer na Aldeia Histórica de Linhares da Beira? Locais a visitar e experiências a não perder

Celorico e Linhares da Beira: o que visitar, ver e fazer
Rua Direira

Linhares da Beira é, para além duma das 12 Aldeias Históricas de Portugal, uma das mais belas aldeias da Serra da Estrela dada a sua arquitetura ímpar. Deambular pelas ruas e ruelas, ladeadas de casas de granito, permeadas por solares nobres e coroada pelo seu castelo, é uma verdadeira viagem aos tempos medievais da sua fundação.

Celorico e Linhares da Beira: o que visitar, ver e fazer
O imponente Castelo de Linhares da Beira

Com origem num castro lusitano, Linhares da Beira teve inegável importância no passado. Cada uma das suas pedras guarda em silêncio as histórias, lendas e memórias de tempos de antão. Esta povoação medieval do concelho de Celorico da Beira, que recebeu o primeiro foral da mão de D. Afonso Henriques em 1169, é um verdadeiro museu a céu aberto.

Celorico e Linhares da Beira: o que visitar, ver e fazer
Antiga Casa da Câmara e Pelourinho de Linhares

Num roteiro para visitar Celorico da Beira, eis as experiências imperdíveis e os lugares a visitar em Linhares da Beira:

  • Subir ao cabeço rochoso onde está implantado o singular e majestoso Castelo de Linhares da Beira, com 2 recintos amuralhados, 2 torres (Torre de Menagem e Torre do Relógio), 4 portas e 2 cisternas.
  • Percorrer o caminho de ronda sobre as muralhas e desfrutar do horizonte a perder de vista, das paisagens montanhosas da encosta da Serra da Estrela até ao Vale do Mondego.
  • Visitar a Igreja de Nossa Senhora da Assunção, matriz de Linhares da Beira confrontada por um cruzeiro e com fachada maneirista e barroca, mas originalmente um templo românico do qual subsiste o pórtico na fachada norte e a cachorrada na fachada sul. Nas traseiras da igreja fica a Fonte de São Caetano.
  • Seguir até ao Largo de São Pedro (nome recebido da igreja que aí existiu) para aceder à Rua Direita pela Travessa do Passadiço.
  • Percorrer a Rua Direita onde encontra a Casa do Judeu, a Capela do Senhor dos Passos, o sui generis (e talvez único no país) Fórum Medieval de Linhares com fonte de mergulho, a antiga Casa da Câmara e Cadeia com o Pelourinho de Linhares defronte, a Antiga Albergaria e posterior hospital da Misericórdia, até chegar ao Largo da Misericórdia. Preste especial atenção às janelas manuelinas, com especial destaque para a janela manuelina na Rua do Passadiço, às mísulas ornadas e a nichos de santos.
  • Deambular pelo Largo da Misericórdia dominado pela Igreja da Misericórdia, anterior Igreja de Santo Isidoro, e pelo Solar Corte Real (atualmente uma unidade hoteleira), embelezado com um chafariz e uma fonte de mergulho, a que chamam a Fonte Barbosa, ostentando o brasão de Linhares.
  • Descobrir o troço de calçada romana, a Estrada dos Almocreves entre Mangualde e Videmonte que passa ao fundo da povoação e depois desce à Ribeira de Linhares. Na época romana fazia parte da via que ligava Mérida (Emerita Augusta) a Braga (Bracara Augusta). É uma das calçadas romanas em laje mais impressionantes que já vimos em Portugal, com mais de mil metros de extensão e quatro metros de largura.
  • Ganhar asas e voar livremente. É assim que os amantes do parapente olham para Linhares da Beira, a Capital do Parapente por ficar situada a 820 m de altitude no Parque Natural da Serra da Estrela e ter a melhores condições para a prática de voo livre.
  • Aventurar-se nos trilhos de natureza de Linhares da Beira que brindam os amantes das caminhadas e da BTT com paisagens, desafios e emoções para todos os gostos.
  • Repor energias no restaurante Cova da Loba.
  • Respirar o ar puro da serra e inspirar a cultura, arte e património desta inegável pérola de Celorico da Beira.
Celorico e Linhares da Beira: o que visitar, ver e fazer
Torre de Menagem do Castelo de Linhares
Celorico e Linhares da Beira: o que visitar, ver e fazer
Deambulando pelas ruela de Linhares da Beira

O que ver e fazer em Celorico da Beira? Locais a visitar e experiências a não perder

Celorico e Linhares da Beira: o que visitar, ver e fazer
Castelo de Celorico da Beira

Por termos pouquíssima informação sobre o que visitar em Celorico da Beira na primeira vez, perdemos autênticas pérolas do seu património histórico e natural. Na mais recente visita a Celorico, vila e concelho, fizemos “trabalho de casa” prévio que agora lhe mostramos neste roteiro para visitar Celorico da Beira – para que não lhe aconteça o mesmo que a nós.

Ruela do Centro Histórico de Celorico

Os locais que consideramos de visita obrigatória e as experiências que não pode perder em Celorico da Beira são os seguintes:

  • Subir ao Castelo de Celorico da Beira datado dos séculos XII e XIII, que teve origem num castro neolítico posteriormente romanizado (via Escadas do Castelo). Enquanto percorre o recinto e muralhas desfrute da panorâmica privilegiada sobre o rio Mondego que corre aos pés da vila e dê asas à imaginação idealizando as épicas batalhas e cercos de que foi palco.
  • Deambular pelo centro histórico de Celorico da Beira, o bairro de Santa Maria e mais antigo da vila, que domina a colina rendilhada por um conjunto de casas e ruas dispersas em redor do altaneiro castelo. Atente às janelas manuelinas e casas quinhentistas que ainda subsistem.
  • Admirar a Torre do Relógio, agora recuperada e transformada num espaço cultural. Desconhecem-se a data de origem e propósito exatos tanto da torre como do relógio de pesos, o que dá azo a lendas na vila.
  • Passear no Largo da Santa Maria onde encontrará a Igreja de Santa Maria, matriz de Celorico da Beira, implantava no local onde se crê ter existido uma mesquita, com fachada do século XIII e capela-mor e a sacristia do século XVII.
  • Fazer uma (demorada e saborosa) pausa no Solar do Queijo nos antigos Paços do Concelho com o brasão real e as armas da vila na fachada. O paço histórico foi transformado em núcleo museológico e espaço de provas de queijos e enchidos regionais. É uma autêntica Catedral do Queijo Serra da Estrela, essa iguaria portuguesa singular eleita uma das 7 Maravilhas da Gastronomia de Portugal. Celorico da Beira é a Capital do Queijo Serra da Estrela pela quantidade e qualidade do afamado queijo amanteigado proveniente exclusivamente do leite da ovelha Bordaleira da Serra da Estrela. Entre, delicie-se e aproveite para levar produtos ricos de sabor para casa.
  • Rumar à Igreja da Misericórdia, de características barrocas e apontamentos neoclássicos, apreciar as casas senhoriais e o Solar do Bispado em redor, e descer a Rua da Misericórdia até ao Solar dos Osórios, não sem antes fazer o pequeno desvio até à Capela de Santa Luzia.
  • Visitar a Capela de São João, desfrutar das vistas do miradouro Sacadura Cabral, centrado por estátua de homenagem ao heroico aviador celoricense, visitar também a Igreja Paroquial de São Pedro, de fundação Templária, a Capela do Largo da Corredora e a singela Capela de Santa Eufémia que dá o mote às grandes Festas da Vila.
  • Desfrutar das vistas sobre a vila e o Castelo de Celorico da Beira a partir do ajardinado Largo da Corredora.
  • Não se despeça de Celorico sem passar pela Ponte da Lavandeira, também chamada de Ponte Romana de Celorico da Beira mas na realidade da época medieval. Atravessa o rio Mondego e fazia parte da via romana que passava em Celorico e da qual ainda resta um curto troço de Calçada Romana
  • Nem de visitar a Necrópole de São Gens a escassos metros de distância, um ex-libris histórico da cultura fúnebre de Celorico da Beira num antigo cemitério, com sepulturas antropomórficas escavadas na rocha, utilizado entre os séculos VI e XIV. E espante-se com o periclitante equilíbrio do Penedo do Sino, um geossítio do Geopark Estrela (GW9).
Torre de Menagem do Castelo de Celorico da Beira
Igreja de Santa Maria, imperdível ao visitar Celorico da Beira

O que visitar perto de Celorico e Linhares da Beira?

Serra da Estrela, destino imperdível quando visitar Celorico e Linhares da Beira

No seu roteiro para visitar Celorico e Linhares da Beira, aproveite para conhecer outros encantos da região até porque bem perto de Celorico da Beira encontra várias mãos cheias de locais de interesse para visitar. Com as sugestões que lhe vamos apresentar abaixo, pode planear várias escapadinhas ou até mesmo umas férias em Celorico da Beira. Estes são os nossos lugares favoritos a visitar perto de Celorico da Beira.

Folgosinho

A primeira sugestão, é incluir uma visita à aldeia de Folgosinho no seu roteiro para visitar Celorico e Linhares da Beira, até porque fica a um “saltinho” de Linhares da Beira. Reza a lenda, que foi em Folgosinho que nasceu o mítico guerreiro lusitano Viriato. Facto ou lenda, não lhe sabemos dizer, mas podemos afiançar que um passeio pelo castiço e autêntico coração da aldeia serrana não @ vai desapontar.

Não deixe de beber das suas fontes de água fresca e pura, visitar o Pelourinho, a sua histórica Igreja Matriz, a singela Capela de São Faustino, o Jardim do Viriato e o sui generis Castelo de Folgosinho e deslumbrar-se com as vistas sobre a paisagem. Deixe crescer um apetite de lobo e vá comer ao restaurante O Albertino, uma verdadeira instituição gastronómica da região. Garantimos que não sai de lá nem com fome nem com a carteira depenada. Prepare-se é para sair de lá a rebolar!

Gouveia

A bela cidade de Gouveia é uma das melhores “portas de entrada” no Parque Natural da Serra da Estrela, e merece ser considerada quando estiver a planear o seu roteiro para visitar Celorico e Linhares da Beira. No património edificado brilham templos religiosos, solares brasonados e casas quinhentistas notáveis. Um passeio pelo Bairro do Castelo revela uma judiaria das mais interessantes do país e, espalhados pela cidade de encosta, encontra jardins esculpidos e miradouros de roubar o coração.

Quer mais dicas sobre Gouveia? Não deixe de ler o nosso roteiro completo para visitar Gouveia, “A Nossa Estrela”.

Passadiços do Mondego

Os Passadiços do Mondego são a desculpa perfeita para visitar Celorico e Linhares da Beira numa escapadinha de fim de semana. Recentemente inaugurados, os Passadiços do Mondego prometem tornar-se numa das mais cintilantes estrelas entre os Passadiços de Portugal. De Videmonte ao espelho de água da Albufeira da Barragem do Caldeirão, são 12 km de passadiços e trilhos de terra batida na companhia dum Mondego que corre selvagem por entre abruptos penhascos. Além das vistas de tirar o fôlego, há bosques de fantasia, cascatas, lagoas e poços, três pontes suspensas e uma medieval, ruínas de antigos moinhos e fábricas de lanifícios… Só uma amostra para @ pôr a sonhar!

Clique para ler o nosso guia completo dos Passadiços do Mondego com toda a informação e dicas que precisa para percorrer o percurso pedestre.

Trancoso

Se o seu interesse num roteiro para visitar Celorico da Beira e Linhares da Beira estiver centrado nas Aldeias Históricas de Portugal, saiba que a mais próxima é a Aldeia Histórica de Trancoso, a única que cresceu ao ponto de ser elevada a cidade. A terra do lendário Bandarra e que testemunhou as bodas do Rei D. Dinis com Isabel de Aragão no longínquo ano de 1281, goza duma localização privilegiada, entre os rios Douro, Côa e Mondego. O Castelo de Trancoso foi palco de disputas desde tempos imemoriais, entre elas a Batalha de Trancoso, em que as forças Portuguesas impuseram pesada derrota às forças Castelhanas, que serviu de prelúdio à Batalha de Aljubarrota. Desenhamos um roteiro pelas Aldeias Históricas de Portugal onde temos muitas dicas sobre o que ver e fazer em Trancoso (clique para descobrir).

Guarda

E que tal incluir no seu roteiro para visitar Celorico e Linhares da Beira a respetiva sede distrital, a Guarda? A Cidade dos 5 F’s, a mais alta de Portugal, tem um dos centros históricos mais bem preservados da nação. Sólidas muralhas de granito cingem um burgo medieval notável, célebre pela monumental Sé da Guarda, coroado pela Torre de Menagem do Castelo da Guarda, dono dalguns dos monumentos mais antigos de Portugal e duma das judiarias de maior relevo em território nacional.

Quer mais dicas sobre a Guarda? Então, não deixe de ler o nosso roteiro com o que ver e fazer na Guarda.

Serra da Estrela

Last but absolutely not least! Um roteiro para visitar Celorico e Linhares da Beira é uma excelente oportunidade de visitar a majestosa Serra da Estrela. Seja de inverno, com o branco manto de neve a cobrir o território, seja de verão quando os matizes de verde vestem a serra e o mosaico dos campos rurais. Provavelmente não se apercebeu que acima referimos que 50% do território do município de Celorico da Beira integra o Parque Natural da Serra da Estrela e, alem disso, detém uma mão cheia de geossítios do Estrela Geopark. Para nós, confessos amantes da natureza, bastava uma informação como esta para pegarmos no carro rumo a Celorico. E não é que foi mesmo o que fizemos.

Para mais dicas, não deixe de ler o nosso guia e roteiro para visitar o Parque Natural da Serra da Estrela.

Onde comer ao visitar Celorico e Linhares da Beira? Melhores Restaurantes

Restaurante Cova da Loba

Largo da Igreja, Linhares da Beira

Muralhas de Celorico

Rua Sacadura Cabral, 62, Celorico da Beira

O Botas

Avenida Doutor Marques Fernandes 31, Celorico da Beira

O Albertino

Largo do Mercado 8, Folgosinho

Mapa com a localização dos principais pontos de interesse a visitar em Celorico e Linhares da Beira


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa com a localização dos pontos de interesse a visitar em Celorico e Linhares da Beira.

Outros artigos do Centro de Portugal

Abrantes | AlcobaçaAveiro | Aldeias Históricas de Portugal | Batalha | Belmonte | Beira BaixaCascata da Cabreia | Castelo de Bode | Castelo Rodrigo | Castro Daire |Coimbra | Covilhã | DornesEstações Náuticas Centro de PortugalFigueira da FozFoz do CobrãoFragas de São Simão | Garganta do Ocreza | Góis | GouveiaGuardaLoriga | Manteigas | Monsanto | NazaréÓbidos | Ourém | Região do Oeste | Passadiços do Mondego | Passadiços do OrvalhoPenamacor | Penedo Furado | PenichePiódão | Poço Negro | Praias Fluviais Centro de PortugalSanta Comba DãoSeiaSerra do Açor | Serras de Aire e Candeeiros | Serra da Estrela | Serra da Lousã | Sortelha | Tomar | Vila de Rei | Viseu

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide e na Civitatis encontra sempre as melhores atividades e tours locais e pode ainda reservar o seu transfer do aeroporto e saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem na IATI Seguros. É uma agência 100% especializada em viagens e apresenta o melhor rácio custo-benefício do mercado, sendo que todos os seus seguros contam com excelentes coberturas COVID-19. Se utilizar o nosso link terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize a AutoEurope. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o VagaMundos a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.