Chefchaouen: o que visitar na cidade azul de Marrocos

Chefchaouen: o que visitar na cidade azul de Marrocos

Este artigo é um guia prático de Chefchaouen, a Cidade Azul de Marrocos. Aqui fica o nosso roteiro de Chefchaouen com o que ver e fazer na cidade e arredores, como ir, onde ficar e quando visitar. Inclui ainda um mapa turístico para se orientar.

Não há quem não queira visitar Chefchaouen, a cidade azul de Marrocos. Principalmente depois de ver cativantes fotos no Instagram que provam a fotogenia e personalidade desta cidade. Chefchaouen é um dos ícones de Marrocos. Atrevemo-nos a dizer que é a mais bonita cidade marroquina. Não só pelo eterno céu refletido nas paredes caiadas de azul, mas também pelo ambiente descontraído e tranquilo que transpira em todos os seus recantos.

Chefchaouen foi fundada em 1471 quando os mouros fugiam da Espanha por altura da Reconquista, mas também por judeus que fugiam da Inquisição Espanhola. Talvez por isso se sinta uma certa atmosfera andaluza, mais patente na arquitetura mas também visível nas gentes locais. Aqui a vida é mais pacata e tranquila e o visitante não é tão assediado pelos donos das lojas ou das oficinas. Chefchaouen é um dos locais favoritos para descontrair do bulício das grandes cidades marroquinas e encontrar refúgio do impiedoso sol africano.

Clique para ler o nosso roteiro de Marrocos

Chefchaouen – Como ir?

Uma das maiores dúvidas dos viajantes que planeiam visitar Chefchaouen é como ir. Infelizmente, nenhuma solução é rápida ou fácil. Contudo, Chefchaouen tem um encanto único que compensa o esforço e as paisagens são um bálsamo durante as horas que a viagem lhe vai tomar.

A cidade azul tem apenas ligações terrestres à maioria das cidades grandes marroquinas. Chefchaouen não tem aeroporto, só é possível lá chegar de autocarro/ónibus, grand-taxi ou carro. Os aeroportos mais próximos são os de Tanger e Fez. Para chegar a Chefchaouen, terá ainda que recorrer a outro meio de transporte.

A forma mais prática e cómoda é em carro próprio ou alugar um carro (a forma como atualmente viajamos em Marrocos) pois terá toda a liberdade de parar nos spots que lhe chamarem a atenção.

De Marrakech a Chefchaouen: não há qualquer transporte direto entre Marrakech e Chefchaouen, nem bus nem comboio. O que os viajantes mais fazem é viajar no comboio noturno para Fez seguido de bus para Chefchaouen. Também tem a opção de apanhar um voo interno para Tanger (os voos internos em Marrocos até são bem baratos) e daí um bus para Chefchaouen.

De Fez a Chefchaouen: bus CTM; duração da viagem 4 (direto) a 5 horas (via outras localidades)

De Tanger a Chefchaouen: bus CTM via Tetouan; duração da viagem é menos de 3 horas; há a opção de usar grand-taxi (mais dispendiosa): partilha o carro com outros passageiros mas paga só o seu lugar

De Casablanca a Chefchaouen: 1 bus CTM diário a meio do dia via Rabat; duração da viagem 8 horas.

Quando visitar?

A melhor época do ano para visitar Chefchaouen é na primavera (março-maio) quando Marrocos fica mais verdejante e florido, ou no outono (setembro-novembro) quando as temperaturas tórridas do verão começam a baixar. Se visitar Chefchaouen na temporada baixa (final do outono até ao início da primavera), pode evitar as multidões de visitantes em busca da foto perfeita. Mas prepare-se para chuva e o frio do inverno: Chefchaouen está localizado nas montanhas.

Onde ficar em Chefchaouen – sugestões de alojamento

Marrocos é um ótimo destino de viagem para quem quer experimentar alojamento de luxo, a preços dum 3 estrelas na Europa. Chefchaouen confirma a regra até porque a oferta e vasta o que torna os preços simpáticos. Aconselhamos a reservar alojamento dentro da Medina, é a melhor localização, mas fora dela começam a surgir Riads e hotéis com excelente qualidade. E facilita na hora de carregar as malas.

Assistir ao nascer do sol no terraço duma riad, com vistas panorâmicas sobre a Medina de Chefchaouen é daqueles momentos da vida que jamais se esquecem. Simplesmente mágico! Foi o que vivemos na Lina Ryad & Spa. Esta Riad superou todas as nossas expetativas de conforto, qualidade e limpeza. Se quiser surpreender a cara metade, inclua uma sessão de verdadeiro hammam marroquino no spa da riad. Fomos super mimados e não nos poupamos a elogios à Lyna Riad & Spa, portanto, altamente recomendável.

Se gosta privacidade e todas as comodidades para estadias agradáveis com qualidade e serviços atenciosos, pode sempre reservar um quarto num dos muitos hotéis que tem ótima relação qualidade-preço. Recomendamos a Usha Guesthouse, o Hotel Sandra e a riad Dar Elrio. Reserve com antecedência, pois enchem rapidamente.

Se procura uma estadia em Chefchaouen com mais luxo, então deve reservar o seu alojamento na Casa La Palma ou na La Petite Chefchaouen. Espere requinte, bom serviço e conforto a preços, ainda assim, acessíveis. Ambos os hotéis são muito bonitos e requintados.

Clique para ver mais opções de alojamento em Chefchaouen

Chefchaouen – Mapa com os principais pontos de interesse


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa turístico para visitar Chefchaouen

O que visitar em Chefchaouen, a cidade azul de Marrocos

Chefchaouen é uma pequena cidade aninhada nas montanhas Rif a noroeste de Marrocos. Dependendo do que queira visitar em Chefchaouen, o nosso conselho é dedicar-lhe um dia inteiro, incluindo a noite. Se tiver mais dias, não faltam coisas para fazer nem lugares excecionais para explorar nos arredores da cidade.

Esta peculiar cidade é provavelmente a mais bonita de Marrocos por causa das ruas e edifícios azuis. É por isso que foi apelidada de “Pérola Azul de Marrocos”. Uma experiência única em qualquer roteiro de Marrocos e um autêntico paraíso para fotógrafos.

Porque é que Chefchaouen é azul? A história varia. Depende de quem a conta. Seja para afastar mosquitos ou manter as casas frescas, seja como exaltação divina ou simplesmente porque sim. Chefchaoeun é diferente por ser azul.

Esta cidade antiga e encantadora tem muito para ver e fazer; aqui está o nosso roteiro de Chefchaouen para descobrir mais.

Deambular pela Medina

Deixar-se perder na labiríntica Medina, a cidade antiga de Chefchaouen, é simplesmente mágico. Não se assuste, é das medinas mais pequenas de Marrocos, portanto depressa lhe toma o jeito para se orientar.

Qualquer praça, escadinha, ruela estreita, beco ou pátio são perfeitos para eternizar a sua visita numa fotografia inesquecível. Obviamente que já existem numerosos artigos a divulgar os “pontos mais instagramáveis de Chefchaouen”, mas o nosso conselho é que se liberte dessas restrições e simplesmente explore a seu bel-prazer. É também uma maneira divertida de ver como vivem os locais e interagir com eles.

Dica VagaMundos: oficialmente só existe um pátio que se paga para tirar fotografias. Se for “apanhado” a tirar fotos à porta de alguém, não se admire se lhe pedirem dinheiro. Apesar das pessoas serem bastante simpáticas, respeite a privacidade delas, peça autorização para as fotos-retrato e evite fotografar crianças.

Faça compras nos souks da Medina

Nunca nos cansaremos de dizer que os souks marroquinos são um deleite sensorial. Chefchaouen não foge à regra e o souk mais popular está na Medina. Explore as cores e odores da cidade azul, sobretudo à segunda e quinta-feira, quando os agricultores descem das montanhas para vender o fruto do seu trabalho na “grande cidade”.

Ah! E o queijo de cabra é simplesmente delicioso. Leve um, compre pão numa padaria local, some umas azeitonas, uma fruta refrescante e uns frutos secos e tem a base ideal para um picnic energizante no dia seguinte, se for explorar as montanhas.

À primeira vista, dirá que os souvenirs e produtos nada diferem dos que já viu nos souks de Marraquexe, Fez ou Tanger. Contudo, no artesanato encontra peças distintas. Entre os múltiplos produtos têxteis e de cabedal, aqui ainda vendem roupa regional e cobertores tradicionais todos feitos de lã.

Para umas goluseimas marroquinas, nada se compara à padaria Rif As-Sabanin. O forno está em pé desde o século XVI e continua a cozer delicioso pão a lenha e bolinhos secos, tudo saído da mão dum simpático senhor idoso.

Veja e seja visto na Praça Uta El-Hammam

No coração da Medina fica a Praça Uta El-Hammam, o melhor ponto de referência para se orientar na medina. Cafés e restaurantes alinham-se em volta. É também um excelente local para relaxar depois de uma sessão de compras pelos souks e para assistir às rotinas da Cidade Azul, principalmente à noite. Os locais fazem-no há anos e os visitantes acorrem à Uta El-Hammam para degustar um prato tradicional marroquino ou um whisky berbere – chá de menta.

Descubra a história local na Kasbah

Para além da riqueza estética, Chefchaouen é rica em história e o melhor lugar para conhecer a história e costumes é no museu etnográfico alojado na Kasbah. O ingresso na fortificação dá-lhe acesso a uma galeria de arte, à exuberante mancha verde no meio do azul que são os Jardins Andaluzes e a subir à torre donde terá as melhores vistas do centro de Chefchaouen.

Circunde a Grande Mesquita

A Grande Mesquita é bem conhecida por causa da sua distinta torre octogonal. A história da mesquita data do século XV. Foi construída pelo filho do fundador da cidade, Ali Ben Rachid. A mesquita está vedada a visitantes não-muçulmanos, mas vale a pena ver do exterior.

A fonte da Praça Bab el-Sor

Genuína e pacata, a Praça Bab el-Sor não consta dos usuais roteiros de Chefchaouen. Dominada no centro por uma bela fonte que ainda hoje enche cântaros de água. Tem restaurantes e cafés mais económicos que a concorrida e turística Uta El-Hammam.

Suba à Mesquita Espanhola para a melhor panorâmica

Uma caminhada de pouco mais de 40 minutos na direção este de Chefchaouen, leva-o à Mesquita Espanhola. É o melhor miradouro sobre a mancha azul da cidade no meio do cenário idílico das montanhas do Rif. Se conciliar com o pôr do sol, então terá um momento mágico.

Visite as cascatas Oued Ras El Maa

© Olivier Simard

A caminho da mesquita vai encontrar as modestas quedas de água Ras El Maa. É aqui, onde a água jorra da montanha, que as mulheres ainda vêm “lavar a roupa ao rio”. Passar aqui trouxe-nos à memória as nossas avós que iam lavar ao rio e pôr a roupa a corar. Afinal, há práticas do quotidiano que nascem da sabedoria popular tão reais em Marrocos como em Portugal.

O que ver e fazer ao redor de Chefchaouen

Com mais tempo disponível, vai descobrir que Chefchaouen é muito mais do que uma cidade azul fotogénica. A região circundante esconde verdadeiros tesouros que nem acredita serem possíveis em Marrocos. Florestas de abetos, cascatas e lagoas de cor safira, e obras de arte esculpidas pela natureza. Não estava à espera, pois não?

Um dia nas Cascatas de Akchour e na Ponte de Deus

Uma das melhores trilhas para se fazer nesta região do Rif, fica a pouco mais de meia hora de viagem de carro. A imagem idílica dum oásis no deserto. Prepare as botas de caminhada para um percurso pedestre que serpenteia por frondosa vegetação e vai conduzi-lo à Ponte de Deus, um arco rochoso natural. Mais adiante esconde-se a Cascata de Akchour, uma das cascatas e lagoas mais bonitas de Marrocos. Não vai resistir a mergulhar nestas águas cristalinas.

Explore o Rif

O Talassemtane National Park é um pequeno paraíso natural verdejante, muito procurado para experiências de trekking. Os amantes da natureza vão adorar esta região, já que as montanhas do Rif têm bons percursos pedestres para preencher dias de exploração. Sinta o poder avassalador duma das mais belas visões das paisagens marroquinas no alto das montanhas do Rif.

Tours de 1 dia a Chefchaouen

Caso esteja por Fez ou Tanger e não disponha de uma noite para passar em Chefchaouen, como aconselhamos, saiba que pode visitar a Cidade Azul em excursões de 1 dia. Existem várias excursões de um dia a Chefchaouen a partir de Fez e Tanger. Clique nos links abaixo para ver as nossas favoritas, ler reviews e fazer as suas reservas:

Dica VagaMundos: na escolha dos tours, e porque os imprevistos acontecem, evite sempre reservar tours que não permitam cancelamento gratuito. Dê prioridade às excursões e actividades que tem boas reviews e permitam cancelar sem custos com (pelo menos) 48h de antecedência.

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide encontra sempre os melhores tours locais e pode ainda saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem da World Nomads. São rápidos e fáceis de fazer, são a 100% especializados em viagens e apresentam sempre os melhores rácios custo-benefício do mercado.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize o Skyscanner para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o Rentalcars. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog “VagaMundos” a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.