Visitar Genebra | Suíça: Roteiro de 2 e 3 dias com o que ver e fazer

Visitar Genebra | Suíça: roteiro

Sendo um dos destinos de viagem mais populares da Europa, não é de espantar que visitar Genebra faça parte dos desejos de muitos viajantes, principalmente dos adeptos de desportos de inverno.

Visitar Genebra | Suíça: roteiro
Jet d’Eau – Roteiro para visitar Genebra

Genebra, segunda maior cidade da Suíça, é um destino de viagem ideal para uma escapadinha de fim de semana com vistas arrebatadoras, promenades tranquilas e arquitetura fascinante. Sede europeia das Nações Unidas, um paraíso à beira do lago que alberga o jato de água mais alto do mundo, e um relógio florido que se tornou num símbolo da cidade, elegantes restaurantes desde bares de tapas e sushi a restaurantes tipicamente suíços onde brilham o fondue, o rösti e a raclette… Tudo servido numa bandeja de sofisticação e eficiência suíças.

Visitar Genebra | Suíça: roteiroHá muitos, e bons, motivos para visitar Genebra. A cidade suíça é sinónimo de relojoaria, chocolate e fondue. Estes últimos tornam-na bastante apetecível. Mas adicione uma história rica de turbulência e revolução religiosa, uma mão cheia de bons museus, monumentos fascinantes, a arte e a boémia do bairro colorido de Carouge. Como vê, há muito para descobrir na Capital Mundial da Paz. Não é à toa que já a visitamos três vezes!

Catedral de Genebra
Na preparação da sua viagem para visitar Genebra, não deixe de ler também o nosso guia e roteiro para visitar a Suíça.

Quando visitar Genebra?

Visitar Genebra | Suíça: Roteiro de 2 e 3 dias com o que ver e fazer
Lago Léman – Roteiro para visitar Genebra

Genebra tem duas temporadas altas, pois é muito popular no verão (junho a agosto) e no inverno (dezembro a fevereiro). A proximidade às montanhas, meio rural e florestas são um chamariz para os amantes da natureza: no verão para as caminhadas e passeios de BTT, no inverno para os desportos de neve.

Visitar Genebra | Suíça: roteiro
Relógio Florido no Jardin des Anglais – Roteiro para visitar Genebra

Numa cidade que não é barata, os preços podem ser incomportáveis para algumas carteiras. Para evitar estourar o orçamento, a primavera e o outono tornam-se nas melhores épocas do ano para visitar Genebra. Contudo, conte com chuva e temperaturas frescas.

Visitar Genebra | Suíça: Roteiro de 2 e 3 dias com o que ver e fazer
Praia des Eaux-Vives – Roteiro para visitar Genebra

Genebra ganha vida e anima-se na época do verão com os dias longos, limpos e ensolarados. As temperaturas quentes tiram os genebrinos de casa para encher esplanadas ou passear nas promenades, mergulhar ou apanhar banhos de sol nos Bains de Pâquis ou na Plage des Eaux-Vives à beira do Lac Léman.

Visitar Genebra | Suíça: roteiro
Vista panorâmica do topo da torre da Catedral de St Pierre – Roteiro para visitar Genebra

Apesar disso, Genebra tem um encanto raro em dias claros de inverno. Visitar Genebra no Natal é uma experiência inesquecível. A cidade fica engalanada de mil luzes decorativas dos mercados de Natal, sendo os maiores o da Praça do Mont-Blanc, da Carouge e da Fusterie. Quando a noite se prepara para abraçar a cidade, a magia paira no ar com cor e brilho. Mas vá muito bem agasalhado.

Como chegar?

De avião: A Swiss, a TAP e a Easyjet operam voos diários diretos de Lisboa e Porto para o Aeroporto Internacional de Genebra (GVA).

  • Duração do voo Lisboa-Genebra: 2h 30m
  • Duração do voo Porto-Genebra: 2h 20m

Como ir do Aeroporto de Genebra ao centro?

Pont du Mont-Blanc – Roteiro para visitar Genebra

Distância do Aeroporto ao centro de Genebra: 5,5 km

Use os transportes públicos (comboio ou bus). A viagem é gratuita se levantar o seu bilhete na zona de recolha de bagagem (limite de 80 minutos).

Há uma conexão ferroviária direta do Aeroporto Internacional de Genebra com a estação principal no centro da cidade – Genève-Cornavin.

Há ainda autocarros da rede de transportes pública (ônibus) a cada 8-15 minutos com várias paragens em muitos pontos da cidade.

Os táxis são uma opção muito dispendiosa (entre 30 € a 40 €), apesar da distância entre o aeroporto e o centro de Genebra ser curta.

Onde ficar em Genebra? Sugestões de Alojamento

O alojamento em Genebra é caro. Não há forma meiga de o dizer. Portanto, prepare o seu orçamento de viagem tendo em consideração este facto.

Saiba que, ao alojar-se num hotel ou pousada de Genebra, tem direito ao Geneva Transportation Card com viagens ilimitadas nos transportes públicos (bus, elétrico/tram, e barcos mouettes). Peça o seu assim que fizer o check-in na receção.

Para poupar no alojamento em Genebra, temos para si algumas dicas:

  • Se viaja em família ou com amigos, opte por alojamentos com ofertas de quarto para 3, 4 ou 5 pessoas. Alguns hotéis têm quartos duplos comunicantes como o Hôtel Bel’Espérance (3 estrelas – Pâquis), suites familiares como o Novotel Suites Genève Aéroport (4 estrelas – aeroporto), quartos com camas individuais e beliches como o Hotel Central (2 estrelas – centro)
  • Considere ficar num hotel mais afastado do centro de Genebra, mas dentro da Zone10 para ter direito às viagens gratuitas e ilimitadas com o Geneva Transportation Card como o ibis Styles Genève Carouge (3 estrelas), ou o mais simples Auberge Communale de Carouge (2 estrelas) ambos no bairro colorido de Carouge.

Hotel Bristol Geneva

O histórico Hotel Bristol apresenta-se como “um refúgio de paz no coração da cidade” de Genebra, e não exagera. Renovado em 2021 ao estilo Art Deco, é um hotel de 4 estrelas superior, luxurioso, intimista e único, com serviços e padrões de qualidade a condizer. Entregue-se ao máximo conforto em quartos amplos onde a elegância se cruza com o refinamento. Desfrute dos prazeres da vida no restaurante, café-bar e esplanada que são uma referência em Genebra. Revigore corpo e alma no Spa e centro de bem estar.

Hôtel Astoria

Um hotel 3 estrelas com uma boa relação qualidade-preço é o Hôtel Astoria. Localizado no coração de Genebra, a escassos metros da estação Genève-Cornavin e da estação rodoviária, que facilita a logística de se mover pela cidade ou arredores. Os principais atrativos turísticos são acessíveis a pé. Fica em Saint Gervais / des Grottes, uma das zonas favoritas dos hóspedes. Quartos privados climatizados, insonorizados, limpos e muito confortáveis. O pequeno-almoço, incluído na tarifa do quarto, é bom, variado e servido num dos primeiros pubs de estilo inglês que surgiram na cidade, o Pub Britannia.

Hotel D’Angleterre

Com vista panorâmica para o lago e para o Monte Branco, o histórico Hotel D’Angleterre é um 5 estrelas luxuoso, renovado de forma elegante, localizado na margem do Lago de Genebra mesmo em frente ao Quai du Mont Blanc. Espere serviços personalizados e quartos de topo, conforto supremo e regalias de qualidade: oferta de bebida, chocolate e fruta à chegada e limpeza de quarto 2 vezes ao dia. O pequeno-almoço é excelente.

Clique para ver mais opções de alojamento em Genebra

O que visitar em Genebra em 2 dias?

Visitar Genebra | Suíça: roteiro
Lago Léman – Roteiro para visitar Genebra

Genebra é uma das cidades mais multiculturais do mundo. A Capital da Paz prima pela sobriedade (ruas limpas é apanágio suíço) e isso sente-se ao dobrarmos cada esquina de rua para nos fascinarmos com mais um edifício, praça ou jardim.

Visitar Genebra | Suíça: Roteiro de 2 e 3 dias com o que ver e fazerCidade com uma cena cultural incrivelmente diversa, um paraíso tranquilo à beira do Lago Léman, casa dos melhores fabricantes de chocolate suíço e templo do verdadeiro fondue, parecem fortes motivos para acreditar que visitar Genebra é a promessa duma estadia de prazeres, original e deliciosa. Visitar Genebra equivale a envolver-se dum idílico cenário montanhoso entre os imponentes Alpes e o imenso Jura, enquanto o Lac Léman se espraia aos nossos pés.

Seguro de Viagem para Genebra

Algo que consideramos muito importante numa viagem a Genebra é um bom seguro de viagem com coberturas que nos façam sentir totalmente protegidos. E no atual contexto epidemiológico, é de crucial importância que um seguro de viagem tenha cobertura COVID-19. Só assim é possível viajar com tranquilidade.

Na hora de comprar um seguro de viagem, a nossa escolha recai sempre na IATI Seguros. É uma agência 100% especializada em seguros de viagem, apresenta sempre o melhor rácio custo-benefício do mercado, e todos os seus seguros contam com excelentes coberturas COVID-19, a preços surpreendentemente económicos.

Clique para fazer uma simulação para a sua viagem a Genebra e receba um desconto de 5% na compra do seu seguro de viagem usando o nosso link.

Roteiro para visitar Genebra: 1º dia

Comece o seu roteiro de Genebra pela Vieille Ville à descoberta dos lugares que são a alma e a história da cidade e os grandes símbolos de Genebra.

Passe a sua manhã a explorar a Cidade Velha das ruelas estreitas e sinuosas, pátios escondidos, praças pitorescas e lojas de arte e antiguidades. É o coração histórico da cidade medieval e está classificada como Património Nacional. Para ter uma melhor ideia da Vieille Ville, das muralhas e fortificações que a rodearam entre o século XIV e XIX, espreite o Museu Maison Tavel, a casa mais velha da Genebra medieval.

Visitar Genebra | Suíça: Roteiro de 2 e 3 dias com o que ver e fazer

Dica VagaMundos: Em dezembro (primeira quinzena) esteja atento à festa mais tradicional de Genebra, L’Escalade. Genebra viaja ao século XVII num fim-de-semana cheio de animação: fogueiras, cortejos e encenações de batalhas de capa e espada. E não perca a oportunidade de percorrer a rua mais estreita, Passage de Monetier (entrada no 19 rue du Perron). Olhe que é a única oportunidade do ano para conhecer a mais castiça rua de Genebra.

Visitar Genebra | Suíça: Roteiro de 2 e 3 dias com o que ver e fazerVisite a Catedral de St Pierre, onde João Calvino pregou durante a Reforma Protestante. Não deixe de procurar a modesta cadeira de Calvino no interior da catedral enquanto contempla a arquitetura gótica e os belos vitrais. Por baixo, um museu arqueológico revela alguns dos segredos da antiga Genebra. Bem perto da catedral, o Museu Internacional da Reforma Protestante é interessante para quem queira aprofundar conhecimentos sobre a revolução religiosa que mudou a face do cristianismo na Europa.

Dica VagaMundos: A maioria dos museus da cidade oferecem entrada gratuita no primeiro domingo de cada mês.

Encha-se de coragem e suba os 157 degraus da Torre Norte. É tudo o que o separa da melhor vista panorâmica sobre Genebra. E acredite que vale cada gota de suor. Daqui, qualquer pessoa se torna crente ao contemplar as vistas soberbas sobre a cidade, a imensidão do Lago Léman, o Jet d’Eau, e os montes dos Alpes e do Jura, quiçá coroados ainda de branca neve, a orlarem a bela paisagem verdejante dos inúmeros bosques suiços.

Visitar Genebra | Suíça: Roteiro de 2 e 3 dias com o que ver e fazer

Não perca a praça mais famosa de Genebra, Place du Bourg-de-Four. É aqui que grandes nomes das marcas de luxo se instalaram. Os preços são estratosféricos, mas a classe também é bonita de ver.

Da Vielle Ville até à Place de Neuve é um pulinho. Vá pela Rampe da la Treille para ver o maior banco do mundo: são 120 metros para descansar as pernas depois de calcorrear o centro histórico. Place de Neuve é o bastião cultural da cidade com o Grand Théâtre, o Museu Rath e o Conservatório de Música.

Segue-se um belo espaço verde no seu roteiro de Genebra, o Parc des Bastions, com o famoso Mur des Réformateurs em homenagem aos fundadores da Igreja Protestante Suíça, entre os quais se encontra Calvino.

É um dos parques mais frequentados da cidade pois reúne uma série de atrativos. Tem um café-restaurante todo envidraçado, com um interior muito acolhedor para se entregar aos prazeres do paladar. No verão, a esplanada é irresistível. Tem uma divertida área de jogos com tabuleiros de xadrez e damas em formato XXL pintados no solo. O Parque faz “fronteira” com a Universidade de Genebra, tem um antigo coreto e o Palácio Eynard, sede da Câmara Municipal de Genebra, no fim da Promenade des Bastions, uma avenida pedonal que atravessa todo o parque.

Visitar Genebra | Suíça: roteiro

Dica VagaMundos: Sabia que Mary Shelley encontrou em Genebra a inspiração para escrever “Frankenstein”? Na Plaine de Plainpalais encontra a estátua de Frankenstein, o monstro aterrador nascido da mente duma jovem de 18 anos que revolucionou a literatura com o seu romance de terror gótico. A sua onda não é monstros imaginários do século XIX? Plainpalais recebe o mercado de frescos e a Feira da Ladra onde todos vão dar um giro.

Depois de almoço sugerimos que rume até ao Pointe de la Jonction, um lugar único em Genebra, onde poderá testemunhar o impressionante encontro das águas verdes do rio Ródano com as lácteas águas glaciares do rio Arve. Para as melhores vistas, suba ao Viaduto da Jonction.

Visitar Genebra | Suíça: Roteiro de 2 e 3 dias com o que ver e fazerPointe de la Jonction visitado, está na hora de ir explorar a fundo o ex-libris de Genebra: o maravilhoso Lago Léman. Também conhecido como Lago de Genebra, é o segundo maior lago de água doce da Europa. Aos pés da cidade estende-se este espelho de água que confere a Genebra um ambiente pacífico. Oportunidade para apreciar as fachadas de hotéis, palácios e villas que atraíram grandes nomes da literatura e das artes.

E lá bem no meio, o jato de água mais alto do mundo: o Jet d’Eau. Expele milhares de litros de água a uma altura de 140 metros. Em dias de vento, o repuxo assemelha-se à vela enfunada dum navio.

Sugerimos que comece o seu passeio pelas margens do Lago Léman no Parque des Eaux-Vives, junto ao qual irá encontrar a novíssima Praia des Eaux-Vives, onde nem sequer falta areia para estender a toalha.

Visitar Genebra | Suíça: Roteiro de 2 e 3 dias com o que ver e fazerDaí siga pela promenade até ao pontão que dá acesso ao icónico Farol do Lago de Genebra e donde quase pode tocar o Jet d’Eau. Vá preparad@ para levar uma molha!

Visitar Genebra | Suíça: roteiroAproveite para fazer um passeio de barco pelo lago. Apanhe uma mouette genévoise (grátis com o seu Geneva Transportation Card), o barco tradicional que todos usam para fazer o “saut de puce” ao outro lado do lago. Embarcações amarelas e vermelhas (cores da cidade), sulcam as águas do lago para prazer dos visitantes da cidade. Há carreiras que passam à beira do Jet d’Eau, do Jardin des Anglais, da Île de Rousseau e das fachadas dos hotéis de luxo na margem direita.

Também pode optar pelo menos económico, mas mais prolongado, passeio de cruzeiro pelo Lago Léman que leva turistas a conhecer outros pontos de interesse do lago (tem sensivelmente uma hora de duração).

Visitar Genebra | Suíça: roteiro

Dica VagaMundos: Quer fechar o primeiro dia do seu roteiro de Genebra com brilho? Dê um pulinho à Place du Molard à noite. Centenas de ladrilhos ficam iluminados com frases de vários idiomas. Uma prova da sua multiculturalidade. Afinal, 40% da população de Genebra é estrangeira.

Roteiro para visitar Genebra: 2º dia

O seu roteiro de Genebra continua neste segundo dia para lhe dar a conhecer a Cidade da Paz, a arte da relojoaria e (a mais apetitosa) a faceta gourmande de Genebra.

Apanhe o bus ou tram para Nations. Genebra é conhecida por acolher centenas de ONGs e a grande maioria encontra-se em redor das Place des Nations. É aqui que se situa o museu e a sede Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, a maior rede humanitária do mundo. Mas a grande atração é o Palais des Nations, a sede europeia das Nações Unidas, o maior centro das NU depois de Nova Iorque. Não se esqueça de trazer o passaporte ou cartão de identidade, caso queira fazer a visita guiada ao interior das Nações Unidas. Mas vá bem informado das condições, disponibilidade, horários e preços de visita. Para mais informação, clique aqui e consulte o site oficial da NU.

Mesmo que não visite as obras de arte exposta no interior, vale a pena um passeio pelos jardins da área circundante, principalmente para ver a Chaise Cassée. Mais de cinco toneladas de madeira deram corpo a uma cadeira gigante com uma perna partida com o objetivo de passar a mensagem do horror das minas terrestres. O que era para ser uma instalação artística temporária tornou-se numa das obras mais emblemáticas do século XX e símbolo das campanhas anti-minas.

Aproveite para dar um passeio pelo Jardim Botânico (na primavera é uma explosão de cor com o desabrochar das flores) antes de tomar o bus até à estação central, Gare de Cornavin. Se ainda não visitou, aproveite agora para ver a igreja de Notre-Dame de Genève, bem no meio de uma encruzilhada de estradas e trânsito intenso. Mas no seu interior, a tranquilidade impera.

Continue o seu roteiro de Genebra descendo a rue du Mont Blanc em direcção ao Lago Léman, a nossa atenção desvia-se para a estátua L’Immigré de Ousmane Sow, escultor senegalês, para lembrar a situação dos imigrantes sem-papéis que chegam a esta cidade. De destacar nesta rua o edifício dos Correios da cidade e a igreja anglicana, Holy Trinity Chrurch. Caminhe em direção ao lago e maravilhe-se com o Monumento Brunswick, um mausoléu construído em homenagem ao duque Charles II de Brunswick, um benfeitor da cidade de Genebra.

Aproveite para dar um saltinho ao Bains des Pâquis, uma pequena ilha em pleno lago repleta de cafés e restaurante, que serve de praia no verão. Se visitar no inverno, não fique triste pois nos Bains des Pâquis tem uma excelente oferta de sauna, hammam e banhos turcos.

De seguida entregue-se aos prazeres do paladar, afinal está na cidade onde poderá viver a experiência dos cinco sentidos que é o chocolate ou os fondues de queijo. Aliás, o melhor souvenir que pode comprar quando visitar Genebra, são os seus chocolates.

Dica VagaMundos: A restauração em Genebra é bastante dispendiosa. Tire partido dos menus de almoço a preço fixo que alguns restaurantes oferecem. Alguns dos restaurantes de topo tem menus de almoço com 2 ou 3 pratos a rondar os 35€/40€, ou opção mais simples de plat du jour a rondar os 15€/20€. Sempre é uma oportunidade de provar alguma especialidade suíça. Se o orçamento for apertado, há muitas soluções de fast food espalhadas pela cidade.

Atravesse o rio Ródano (Rhône) por qualquer das suas pontes, a mais vistosa sendo a Pont du Mont Blanc. Pode ser interessante uma deambulação pela L’Île, o banco de areia agora consolidado que divide o Rhône em dois braços e onde foram encontrados vestígios de ocupação humana desde a Idade do Bronze.

Visitar Genebra | Suíça: Roteiro de 2 e 3 dias com o que ver e fazer

Marque encontro com o Relógio Florido no Jardin des Anglais, um dos jardins mais frequentados de Genebra e ponto de paragem obrigatória em todos os roteiros de Genebra. O relógio é uma efusão de cor. E sempre natural, já que cada elemento é “(re)desenhado” com milhares de flores e plantas a cada estação. Destaque ainda para o Monumento Nacional, a fonte de bronze no centro do jardim, um coreto oitocentista e o pavilhão rústico.

A arte da relojoaria suíça nasceu em Genebra no remoto século XVI, e exatamente na época mais conturbada da cidade: a Reforma Protestante. No Museu Patek Phillippe poderá saber mais sobre as habilidades destes artistas cujo destaque vai para um relógio astronómico datado de 1660.

Curiosamente, o austero Calvino, que baniu joias e outros adornos frívolos, permitiu a fabricação dos relógios requintadamente esmaltados. Como itens úteis e funcionais que eram, muitos ourives e artesãos converteram-se em relojoeiros como tábua de salvação. Ironicamente, Genebra é atualmente uma das cidades de referência mundial no que a luxo diz respeito. A cidade está pejada de lojas de luxo, das melhores griffes da moda aos mais famosos joalheiros e alta relojoaria.

Se visitar Genebra no verão sugerimos que feche o segundo dia do seu roteiro para visitar Genebra fazendo um cruzeiro no Lago Léman, ao pôr-do-sol ou início da noite, num barco Belle Époque e jantar a bordo (a viagem demora aproximadamente 3 horas). Nós fizemos o nosso com a CGN Genève e podemos afiançar-lhe que foi uma experiência absolutamente mágica!

Visitar Genebra em 3 dias

Caso possa adicionar um dia ao seu roteiro de Genebra, sugerimos um “saltinho” à França. Chamonix fica ali ao lado e é a base para descobrir duas maravilhas da natureza: Aiguille du Midi e Mer de Glace. Um teleférico leva-o ao topo duma das agulhas do maciço do Mont Blanc, e um castiço comboio de cremalheira leva-o a Montenvers com vistas sobre o glaciar Mer de Glace que reserva uma surpresa aos corajosos: a memorável experiência de andar dentro dum glaciar.

Tours de 1 dia a partir de Genebra

Existem várias excursões de um dia que pode fazer a partir de Genebra. Clique nos links abaixo para ver as nossas favoritas, ler reviews e fazer as suas reservas:

Dica VagaMundos: na escolha dos tours, e porque os imprevistos acontecem, evite sempre reservar tours que não permitam cancelamento gratuito. Dê prioridade às excursões e actividades que tem boas reviews e permitam cancelar sem custos com (pelo menos) 48h de antecedência.

Mapa com a localização dos principais pontos de interesse a visitar em Genebra


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa do roteiro para visitar Genebra.

Outros Roteiros de Cidades Europeias

Amesterdão | Atenas | BarcelonaBerlim | Bratislava | Bruxelas | Budapeste | Copenhaga | Cracóvia | Dublin | Dubrovnik | Edimburgo | Estocolmo | Florença | Hamburgo | Liubliana | Liverpool | Londres | Madrid | Munique | Oslo | Paris | Praga | Sarajevo | RomaValletta | Viena | Vilnius | Zagreb | Zurique

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide e na Civitatis encontra sempre as melhores atividades e tours locais e pode ainda reservar o seu transfer do aeroporto e saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem na IATI Seguros. É uma agência 100% especializada em viagens e apresenta o melhor rácio custo-benefício do mercado, sendo que todos os seus seguros contam com excelentes coberturas COVID-19. Se utilizar o nosso link terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize a AutoEurope. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o VagaMundos a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.