Visitar Manteigas | Serra da Estrela: roteiro com locais a visitar e onde ficar a dormir

Visitar Manteigas | Serra da Estrela: roteiro

Visitar Manteigas é conhecer um território natural único em Portugal. Neste artigo encontra os locais a visitar na vila de Manteigas e arredores, o que fazer, rotas e trilhos, praias fluviais, sugestões de hotéis em Manteigas, restaurantes onde comer e um mapa interativo para levar consigo no seu smartphone quando for visitar Manteigas.

Visitar Manteigas | Serra da EstrelaManteigas é a maior povoação aninhada no seio da Serra da Estrela. Sobranceira ao Vale Glaciar do Zêzere, famosa pelas grandiosas paisagens, querida pela neve e desejada pela gastronomia, Manteigas é a vila serrana que mais visitantes atrai ao longo do ano. Nem precisa de castelo ou catedral. A serra é o seu castelo. A natureza, a sua catedral. Essa serra que é uma verdadeira obra de arte que a natureza começou a esculpir há vinte mil anos atrás, iniciada pelas neves perpétuas do glaciar mais austral da Europa.

Visitar Manteigas | Serra da EstrelaÉ verdade que o melhor pretexto para visitar Manteigas é a riquíssima paisagem de montanha. Mas há mais. Tranquilidade revigorante, biodiversidade, ar puro, águas termais de qualidade e prazeres gastronómicos são alguns dos muitos atributos que enriquecem qualquer visita à região. Verá que Manteigas pode ser o seu ponto de partida para muitas aventuras e experiências. O Coração da Serra da Estrela, como é também conhecida a vila de Manteigas, dá-lhe as boas-vindas calorosa e genuinamente!

Onde fica Manteigas?

Visitar Manteigas | Serra da EstrelaManteigas é uma vila serrana do distrito da Guarda, na antiga província da Beira Alta no Centro de Portugal. Situa-se numa encosta do Vale Glaciar do Zêzere, no coração do Parque Natural da Serra da Estrela, acerca dos 700 metros de altitude. Goza duma localização privilegiada para aceder à Torre, o ponto mais alto da Serra da Estrela (que partilha com Seia e Covilhã) com a única estância de ski de neve natural de Portugal.

Como chegar a Manteigas?

A forma mais rápida de chegar a Manteigas é de carro. Apesar de haver transportes públicos diários que ligam Manteigas às cidades da Guarda e da Covilhã, são pouco frequentes, muito demorados e de logística horária complexa. Usando o autocarro (ônibus) teria obrigatoriamente de alocar mais um dia (pelo menos) para visitar Manteigas. Se não tiver viatura própria, pondere seriamente alugar carro através dum rent-a-car.

Manteigas é servida principalmente pela cénica (e sinuosa) estrada de montanha Nacional 232, que permite ligação às autoestradas A23 (vindo da região de Lisboa) e A25 (vindo da região do Porto).

Distâncias e tempos de viagem (aproximados) de Manteigas desde:

  • Lisboa 315 km/aprox. 3h15min;
  • Porto 195 km/aprox. 2h30min;
  • Viseu 70 km/aprox. 1h25min;
  • Coimbra 125 km/aprox. 2h;
  • Guarda 40 km /aprox. 50min.

Quando visitar Manteigas?

Visitar Manteigas | Serra da EstrelaManteigas possui um clima mediterrânico, com influência continental. Possui verões amenos de dias longos, e invernos frios de dias curtos e com ocorrências de neve, por vezes abundante. Há uma curta estação seca no verão, mas o clima é geralmente húmido. Os meses mais quentes são julho e agosto, com uma temperatura média de 20ºC. O frio vigora entre dezembro e fevereiro com temperaturas médias a rondar os 5ºC.

Manteigas é mais procurada no inverno, altura em que a neve atrai os praticantes de desportos de inverno. A estação de ski da Torre fica a escassos quilómetros e Manteigas é das melhores localidades para montar base para umas férias na neve. Na primavera e outono goza de boas condições climatéricas para atividades de outdoor. Perfeita para os amantes da natureza e das caminhadas visto que alguns dos melhores trilhos da Serra da Estrela estão no seu território.

Visitar Manteigas | Serra da EstrelaMesmo no verão, não descarte Manteigas como destino de férias. Nestas paisagens soberbas de montanha escondem-se lagoas, cascatas e covões formados pelos múltiplos cursos de água que, juntamente com manchas de frondosa vegetação, conferem um ar fresco ao ambiente.

Onde ficar a dormir em Manteigas? Sugestões de alojamento

Com o tanto que há para ver e fazer na vila e arredores, vale muito a pena dormir em Manteigas pelo menos uma noite. Se o objetivo for fazer trilhos, então não hesite em ficar a dormir em Manteigas mais noites. A oferta de hotéis, guesthouses, alojamento local e casas de turismo rural é vasta e de qualidade. O que complica a escolha.

Faça a sua reserva de alojamento com o máximo de antecedência possível e opte sempre por reservar unidades hoteleiras que permitam o cancelamento, não vá ter algum imprevisto. Abaixo encontra os nossos alojamentos favoritos em Manteigas – testados e aprovados por nós – e adicionamos sugestões de alojamentos que apresentam a melhor relação qualidade-preço.

Hotel Berne

O mesmo valor seguro de sempre mas atualizado. O Hotel Berne é um clássico de Manteigas que há mais duma década satisfaz o hóspede em muitas frentes: serviço atencioso, comodidades de qualidade, conforto e limpeza. Serve um pequeno-almoço fabuloso e tem restaurante e bar. Com preços económicos, destaca-se dos demais hotéis da mesma categoria pelos quartos espaçosos com varandas, pelas vistas panorâmicas para a serra e pela piscina exterior.

Casa das Obras

Mais do que um solar icónico de Manteigas, a Casa das Obras é um alojamento que alia glamour com ambiente familiar. Nesta antiga mansão com 250 anos, o mobiliário clássico e as peças de decoração recordam o estilo de vida doutros tempos sem descurar todas as comodidades modernas: piscina exterior para refrescar no verão e aquecimento central nos quartos temáticos para aconchegar no inverno. O pequeno-almoço, com sabores regionais, é simplesmente excecional.

Casa das Penhas Douradas

Da arquitetura à decoração, dos serviços aos funcionários a Casa das Penhas Douradas é dum charme irresistível. Muito devido às janelas panorâmicas que potenciam os espaços e proporcionam vistas da serra de babar. Imagine-se na piscina interior aquecida enquanto vê a neve a cair lá fora. Some os benefícios do Spa para uma escapadinha de bem-estar. Design e natureza unem-se na perfeição, com subtileza e bom gosto, neste fantástico hotel de Manteigas nas salutares Penhas Douradas.

Casa de São Lourenço

A Casa de São Lourenço é o único hotel de montanha de 5 estrelas em Portugal. O segredo está em fazer cada hóspede sentir-se único no mundo. Arquitetura, decoração e materiais conferem máximo conforto, em detalhes subtis de requinte e ao mesmo tempo de simplicidade. Comodidades, leque de serviços e equipa são o apanágio do bem-estar. Quartos e suites, restaurante, piscina interior que se abre ao exterior, lounge e terraço são varandas para a serra. Nada menos do que a perfeição para aquela escapadinha em Manteigas.

Clique para ver mais opções de alojamento em Manteigas

O que visitar em Manteigas?

Visitar Manteigas | Serra da EstrelaNão nos vamos alargar muito com a escrita. Na verdade, tirando a Igreja Matriz de Santa Maria, a Igreja de São Pedro, o Solar Casa das Obras, uma mão cheia de varandins-miradouros e uma dezena de capelas, não há muito mais que visitar em Manteigas. Não nos interprete mal. Estes são locais a visitar em Manteigas que merecem a sua atenção e o seu tempo.

Visitar Manteigas | Serra da EstrelaÉ impressionante como é que uma terra com tão poucos monumentos consegue ser dos melhores destinos de Portugal. É que Manteigas é um destino de experiências, de despertar dos sentidos, de vivências genuínas, de atributos humanos.

A localização privilegiada no Vale Glaciar do Zêzere, rodeada de grandiosas paisagens e aninhada em plena cadeia montanhosa da Serra da Estrela, fazem Manteigas merecedora do cognome de Coração da Serra da Estrela.

Uma meca para os amantes das caminhadas, Manteigas é ponto de partida de trilhos idílicos pela sublime paisagem esterlina. Florestas magníficas, vistas panorâmicas da Serra da Estrela de ficar boquiaberto e o constante murmúrio das águas alternado pelo harmonioso canto dos pássaros. Depois do esforço, vai saber bem uma ida às Termas de Manteigas.

De Manteigas ao planalto da Torre

Já sabemos que quem vai visitar Manteigas não quer perder pitada daqueles lugares que são inesquecíveis. Ei-los, então.

Visitar Manteigas | Serra da EstrelaPor ser o ponto de partida duma das estradas mais cénicas de Portugal, uma visita a Manteigas deve sempre incluir a estrada nacional N338 ao longo do sublime Vale Glaciar do Zêzere. Ao longo da estrada existem vários pontos onde pode encostar o carro para desfrutar, com toda a calma do mundo, das maravilhosas paisagens deste autêntico vale encantado. Apesar do trajeto ter apenas 14 km de extensão, é possível que demore uma boa hora a percorrê-lo, pois é muito difícil resistir a encostar a cada par de quilómetros.

Dependendo dos seus interesses, tem uma boa dúzia de pontos de interesse ao longo do caminho. A começar nas Caldas de Manteigas, cruzada pelo rio Zêzere, onde escontra a estância das Termas de Manteigas, a Nascente Termal da Fonte Santa, o Centro Interpretativo do Vale Glaciar do Zêzere e os Viveiros de Trutas.

Escassos metros adiante, a placa Poço do Inferno leva-nos ao primeiro desvio imperdível. É que 6 km à frente esconde-se a belíssima cascata do Poço do Inferno. A cascata mais fotogénica e ex-libris de longa data da Serra da Estrela é uma imponente queda de água com cerca de dez metros de altura, caindo pelo desfiladeiro da Ribeira de Leandres, um dos afluentes do rio Zêzere.

O som musical da cascata, a precipitar-se numa idílica lagoa, e o deslumbrante cenário envolvente, que parece recortado de um reino de fantasia, faz do Poço do Inferno um dos locais mais mágicos a visitar num roteiro de Manteigas.

Poderá passar-lhe pela cabeça ceder à tentação de dar um mergulho nas cristalinas águas da lagoa. Mas, se quer um conselho de amigo, é melhor refrear o impulso e ficar-se pelas selfies. É que a cascata está a 1080 metros de altitude, o que faz com que as suas águas sejam super geladas!

Dica VagaMundos: gosta de uma boa aventura? Então não deixe de percorrer o fantástico percurso pedestre do Poço do Inferno. O trilho tem somente 2,5 km e demora duas horas a percorrer com calma. Não se deixe enganar pela curta distância que o percurso é rasgadinho, e tem troços em que exige pôr em prática os seus skills de cabra montanhesa. Mas, acredite, as fantásticas paisagens da mãe natureza valem cada gota de suor.

Regressando à N338, começa o desfile duma paisagem natural deslumbrante dos 8 km do vale de origem glacial em U do Zêzere. À sua direita corre o Zêzere. Na outra margem do rio ficam os campos rurais ao longo do estradão do Caminho das Lameiras, um bom trilho para sentir e ver de perto o Vale Glaciar do Zêzere.

Segue-se a Fonte Paulo Luís Martins, um dos afluentes mais caudalosos do Zêzere. A estrada panorâmica continua em direção ao Covão d’Ametade um dos locais mais emblemáticos da região de Manteigas, localizado a quase 1500 metros de altitude.

Quando chegar ao Covão d’Ametade, o local onde o rio Zêzere ganha forma, vai ter à sua espera um cenário paradisíaco de cristalinos cursos de água serpenteando num espaço verde repleto de bétulas. O Covão d’Ametade está localizado junto ao maciço central da Serra da Estrela, mesmo no início do Vale Glaciar do Zêzere. Está rodeado pelos três Cântaros mais simbólicos da Serra da Estrela: o Cântaro Raso, o Cântaro Gordo e o Cântaro Magro.

Passeie sem pressas por este bosque encantado e, se as condições meteorológicas o permitirem, aproveite para fazer um picnic em família. E se estiver com espírito de aventura, não deixe de subir aos rochedos de granito que se encontram na extremidade superior do Covão d’Ametade para apreciar, em toda a sua magnitude, a monumentalidade dos Cântaros. Vai sentir-se que nem uma formiguinha!

Nos dois quilómetros a seguir ao Covão d’Ametade estão os miradouros com vistas mais desafogadas para o Vale Glaciar do Zêzere com Manteigas no horizonte. Pare as vezes que quiser.

Fim da N338, entrada na N339. Entre o território de Manteigas e os domínios da Covilhã, a estrada serpenteia serra acima para brindar visitantes com mais uma meia dúzia de visões de espanto. No passeio cénico até à Torre, o esplendor da natureza não reconhece fronteiras humanas, e ainda bem.

Oportunidade para apreciar a Lagoa do Viriato, a singela Capela de Santo António da Argenteira, a Fonte de Santo António e a extinta lagoa glaciar da Nave de Santo António. Numa breve (re)incursão da N339 por terras de Manteigas, pare no Miradouro do Vale Glaciar… E pasme-se!

Atravesse o Túnel da Serra da Estrela para mirar os Cântaros Gordo, Magro e Raso e louvar tanta beleza aos pés da Nossa Senhora da Boa Estrela. A padroeira dos pastores de sete metros foi esculpida por António Duarte em 1946 num dos peculiares penedos de granito (conhecidos localmente como “as queijeiras”) do Covão do Boi localizado acima dos 1850 metros de altura. Antes de chegar à Torre ainda terá oportunidade de fazer uma breve paragem no miradouro do Cântaro Magro.

De Manteigas ao Vale do Rossim

Apesar do Vale do Rossim pertencer ao concelho de Gouveia, seria um crime visitar Manteigas e não ir ao encontro deste encanto da Serra da Estrela.

Visitar Manteigas | Serra da Estrela: roteiroTome a Estrada Florestal de São Sebastião, mais uma das estradas cénicas que surgiu da necessidade duma via que servisse a população de Manteigas que ruma a norte, via Capela de São Sebastião. O santo protetor da humanidade contra o triplo flagelo da fome, peste e guerra é venerado em duas paróquias de Manteigas cuja população ergueu a capela em sua honra. Ladeada pela densa floresta, assista a um espetáculo de cores mutáveis consoante a estação do ano em que for visitar Manteigas.

Visitar Manteigas | Serra da EstrelaTome a N232 em direção a Gouveia para chegar às Penhas Douradas. A cerca de 1.300 metros de altitude, as Penhas Douradas destacam-se pelos antigos chalés e pela vista sobre o vale glaciar do rio Zêzere. Naquela que é considerada uma das regiões mais frias do país surgiu a primeira estância de turismo de montanha de Portugal.

Aqui encontra também a Casa da Fraga, que dizem assombrada, e o curto trilho para quele que consideramos o melhor miradouro sobre a vila de Manteigas, o Miradouro do Fragão do Corvo.

Daqui ao Vale do Rossim é um “tirinho” de carro. Pode optar ir via o estradão de terra batida (mais direto mas as condições são sempre uma incógnita) ou regressando à N232, direção Gouveia virando à esquerda no entroncamento com a Rua da Fonte do Serro, direção Vale do Rossim. Recomendamos a segunda porque ainda terá oportunidade de ver o Mondeguinho, a nascente do Rio Mondego, no concelho de Gouveia.

Chegando à Represa do Vale do Rossim, a mais alta praia fluvial de Portugal (situada a mais de 1400 metros de altura), vai encontrar um pequeno areal bordejando a lagoa azul num fenomenal ambiente selvagem de montanha. Para nós que adoramos um bom desafio de caminhada, o Vale do Rossim é uma perdição. O mesmo não podemos dizer das águas gélidas. Mas no verão é bom para relaxar, alugando uma gaivota ou kayak para passeio sobre as águas da albufeira.

Dica VagaMundos: se quiser passar uns dias em modo detox, em total comunhão com a natureza, reserve alojamento no Vale do Rossim Eco Resort, a base perfeita para partir à descoberta do Planalto Superior da Serra da Estrela, seja a pé, de bicicleta ou de Moto4.

Praias Fluviais de Manteigas

Vai visitar Manteigas e anda à procura de uma praia fluvial que combine um enquadramento paisagístico de sonho com excelentes infraestruturas de apoio? Então tem de ir conhecer a Praia Fluvial da Relva da Reboleira, uma autêntica pérola a uns meros 8 km de Manteigas.

A Praia Fluvial da Relva da Reboleira aproveita as cristalinas águas do rio Zêzere (pertíssimo da sua nascente) e como está inserida no Complexo da Unidade de Recreio e Lazer da Relva da Reboleira não lhe vai faltar nada. A nível de infraestruturas conta com um bom parque de campismo, bar de apoio, balneários, parque de merendas e até mesmo uma pista de ski/snowboard (uma boa razão para regressar no inverno).

Mas o melhor de tudo é a verdejante paisagem que a rodeia: um banho de natureza com as montanhas da Serra da Estrela como pano de fundo. Para ser um verdadeiro paraíso na terra só precisava mesmo de um esquentador para aquecer as gélidas águas do rio Zêzere!

Dica VagaMundos: se é fã de caminhadas, tem mais uma boa razão para ir conhecer a Praia Fluvial da Relva da Reboleira. É que daqui arrancam dois percursos pedestres de Manteigas: o PR10 MTG – Rota da Azinha (18 km circular) e o PR8 MTG – Rota da Reboleira (16 km circular).

Outra praia fluvial do concelho que começa a ganhar adeptos é o Covão da Ponte a 960 metros de altitude. Muito apreciada pelas famílias com miúdos pequenos por causa da baixa profundidade das águas do Mondego onde este começa a ganhar caudal. Com a instalação do Parque de Campismo, o espaço vai ganhando algumas infraestruturas de apoio. Quem não procura luxos mas beleza natural, este é um bom spot para sintonizar com a natureza. O valor cénico é acrescido pela diversidade de flora e fauna do Covão da Ponte que atrai também pelo valor recreativo, para banhos no Mondego, relax na relva ou picnics ao ar livre.

Trilhos de Manteigas

Visitar Manteigas | Serra da EstrelaAs condições naturais, o valor ecológico, ambiental e paisagístico são um privilégio de Manteigas. Que pode tornar seu quando visitar Manteigas aceitando o desafio de percorrer um dos 16 trilhos (ou os que lhe apetecer) que fazem parte dos 200 km de percursos pedestres de pequena rota do concelho de Manteigas.

É viver sensações únicas e memoráveis entre paisagens sublimes respirando ar puríssimo. Mais do que o contacto com a natureza permitem ainda o contacto com tradições culturais e valores etnográficos representativos. Entre os caminhos tradicionais percorridos pelos pastores e pelas populações serranas descubra cultura, costumes antigos e locais esquecidos.

Os nossos favoritos são a Rota do Javali combinada com a Rota do Poço do Inferno por serem muito cénicas, a exigente Rota do Vale Glaciar que conduz à Torre, o teste dos limites da transcendente Rota do Maciço Central e a Rota das Faias que mergulha no interior da densa Floresta das Faias de São Lourenço com cores simplesmente apaixonantes no outono.

  • PR1MTG – Rota do Poço do Inferno (2, 5 km)
  • PR2MTG – Rota do Javali (11km)
  • PR3MTG – Rota da Vila (1,8 km | 2,3 km com variantes)
  • PR4MTG – Rota do Carvão (20 km)
  • PR5 MTG – Rota do Maciço Central (10 km | 19,6 km com derivações)
  • PR6MTG – Rota do Glaciar (17 km)
  • PR7MTG – Rota dos Poios Brancos (7,9 km | 25,4 km com derivações)
  • PR8MTG – Rota da Reboleira (15,8 km | 25,8 km com derivações)
  • PR9MTG – Rota do Vale de Amoreira (5 km | 6,4 km com derivações)
  • PR10MTG – Rota da Azinha (18,4 km | 20 km com derivações)
  • PR11MTG – Rota do Sol (4 km | 8,5 km com derivações)
  • PR12MTG – Rota do Sameiro (1,3 km | 5,9 km com derivações)
  • PR13MTG – Rota das Faias (5,4 km | 6,5 km com derivações)
  • PR14MTG – Rota do Corredor de Mouros (15,5 km)
  • PR15MTG – Rota do Covão de Santa Maria (11km | 14,3 km com derivações)
  • PR16MTG – Rota de Quartelas (5,3 km)
  • GR33 Grande Rota do Zêzere – O Selvagem Início (30,1 Km | setor de Manteigas)
  • GR22.1 Grande Rota Aldeias Históricas de Portugal – variante Belmonte-Vale do Rossim (39 km)
Dica VagaMundos: se a sua paixão por trilhos e caminhadas for como a nossa, não deixe de ler o nosso artigo das Melhores Rotas e Trilhos da Serra da Estrela, com toda a informação prática e os tracks GPS para download para o seu smartphone.

Restaurantes onde comer em Manteigas

Terra de deleites gastronómicos, não resista a um farto repasto em Manteigas, onde não pode faltar a Truta fresca, a Feijoca de Manteigas guisada com carnes de porco e o guloso Requeijão com Doce de Abóbora. Dos melhores locais para ceder à gula e sentir no palato o casamento feliz dos sabores da serra e da terra. Não se esqueça de brindar às fantásticas sensações que Manteigas lhe proporcionou. Depois queima essas calorias todas nos trilhos que por aqui sobejam.

Sente-se à mesa que o pão de centeio e broa de milho já estão à sua espera. Manda a tradição que se comece com Queijo, de ovelha ou cabra, e Enchidos, de fumeiro. Segue-se a Sopa de Abóbora ou o Caldudo (caldo de castanha pilada). Peixe, obviamente que é a Truta acabada de chegar do viveiro, enquanto nas carnes terá de optar entre o guisado de Feijoca de Manteigas, o Cozido à Serrana, o Entrecosto Grelhado ou as Febras em Vinha d’Alho. Adoce o dente com Arroz Doce, Pastéis de Feijoca, Esquecidos ou Papas de Carolo. Arremate com uma Aguardente de Zimbro ou uma Jeropiga se for época da castanha.

Restaurante Vale do Zêzere

Longe de termos experimentado todos, o Vale do Zêzere é o nosso restaurante de eleição. O ambiente até pode ser simples mas a comida é excecional. Em nossa opinião é um dos melhores locais para experimentar a famosa feijoca de Manteigas, mas temos de confessar que o nosso prato favorito é o medalhão de vitela com queijo da serra. É mesmo de babar!

Manteigas: mapa turístico com o que visitar na cidade e no concelho


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa dos principais locais de interesse para visitar no concelho de Manteigas.

Outros artigos do Centro de Portugal

Aveiro | Aldeias Históricas de Portugal | Cascata da Cabreia | Cascata da Pedra da Ferida | Castelo de Bode | Castro Daire | CoimbraEstações Náuticas Centro de PortugalPassadiços do Orvalho | Passadiços das Fragas de São SimãoPenamacor | Dornes | Monsanto | Óbidos | Ourém | Penedo Furado | PenichePiodão | Poço Negro | Serras de Aire e CandeeirosSanta Comba Dão | Seia | Serra do AçorSerra da Estrela | Serra da Lousã | Tomar | Viseu

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide e na Civitatis encontra sempre os melhores tours locais e pode ainda reservar o seu transfer do aeroporto e saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem na World Nomads ou na IATI Seguros. São ambas agências 100% especializadas em viagens e apresentam sempre os melhores rácios custo-benefício do mercado. Se optar pela IATI use o nosso link e terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize o Skyscanner para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o Rentalcars. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog "VagaMundos" a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.