Visitar Monsaraz: o que ver e fazer na vila medieval

Visitar Monsaraz - o que ver e fazer

Um castelo de sonho no cume da serra, muralhas de xisto, bem conservadas, cingindo casas brancas, vistas sublimes sobre um gigante lago cujo azul é orlado de verde e oiro… Com certeza já adivinhou que vamos levá-l@ a visitar Monsaraz. Afirmamos, sem vacilar, que Monsaraz é uma das vilas mais bonitas do Alentejo. E apresentamos argumentos que o provam neste roteiro com o que ver e fazer em Monsaraz, uma das vilas medievais mais apaixonantes de Portugal.

Porquê visitar?

Visitar Monsaraz - o que ver e fazerSe dúvidas havia que Monsaraz era especial, dissiparam-se em 2017 quando Monsaraz conquistou o seu lugar nas 7 Maravilhas de Portugal – Aldeias, ao vencer na categoria Aldeia Monumento. Não é de admirar. Monsaraz é uma surpresa a cada instante que é beijada pelo intenso sol deste Alentejo às margens do grande Lago do Alqueva.

Visitar Monsaraz - o que ver e fazerOs tons da terra e o ar rude da pedra de xisto são contrariados pela alvura e aprumo das casas caiadas. No topo desta encosta escarpada, dentro de muros velhos como a idade, há um caráter muito próprio onde se preservam lendas, memórias, tradições e saberes antigos.

Monsaraz percorre-se em minutos, duma ponta à outra. Contudo, somos tomados por uma vontade de simplesmente ficar por lá, com todo o vagar do mundo. Não conseguimos arredar pé.

Atreva-se a visitar Monsaraz e deixe-se enfeitiçar pela vila que nasceu no monte das xaras!

Que tal conjugar a sua visita a Monsaraz com um Roteiro pelo Lago do Alqueva? Ou dando um pulinho a Évora, a Marvão ou Mértola?

Como chegar a Monsaraz?

Monsaraz fica a 180 km de Lisboa e 460 km do Porto. A melhor maneira de chegar a Monsaraz é de carro. Visitar Monsaraz de carro próprio ou carro alugado, permite-lhe conhecer os muitos segredos escondidos em redor da vila muralhada. Há autocarros de vários pontos do país para a vila de Reguengos de Monsaraz, a 15 km de distância, e daqui é possível apanhar a “carreira” diária da empresa Rodalentejo para Monsaraz ou ir de táxi.

Quando visitar Monsaraz?

A melhor altura para visitar Monsaraz é quando as temperaturas primaveris chegam ao Alentejo, de março a maio, e trazem o desabrochar das flores. A vila ganha outro colorido e fulgor com os vasos floridos e a paisagem ganha um verde intenso matizado pela flores selvagens.

No outono são os tons ocres e os pastéis das folhas secas dos meses de setembro a outubro que trazem também as vindimas, outra das fases do ano mais interessantes para visitar Monsaraz.

O verão aqui é quente, muito quente, mas não descarte uma visita. Passa o dia a refrescar-se na praia fluvial, vem assistir a um pôr-do-sol que jamais vai esquecer na vida, mima-se com um jantar típico regado com néctar dos deuses e adormece a mirar um céu estrelado que a cidade nunca lhe vai proporcionar.

E no inverno, pode ter tudo isto com o abraço aconchegante e o som tranquilizante do crepitar numa lareira acesa.

Onde ficar a dormir em Monsaraz? Sugestões de alojamento

Se optar por pernoitar uma noite em Monsaraz (coisa que aconselhamos vivamente), reserve o seu alojamento dentro das muralhas ou perto da vila. Agarre a oportunidade de se sentir rei ou rainha no seu castelo.

Estalagem de Monsaraz

O alojamento com a melhor relação qualidade-preço é a Estalagem de Monsaraz. Leva o nosso elogio pela localização, qualidade dos serviços, e limpeza das áreas. Adoramos a forma como mantiveram toda a traça rústica da casa de xisto original e integraram os elementos que conferem conforto, aconchego e comodidade aos quartos. O Alentejo mora aqui, na simplicidade do mobiliário típico, na simpatia do pessoal e nos sabores dum bom pequeno almoço.

Horta da Coutada

Para sentir o ritmo do Alentejo e ter uma experiência mais imersiva, nada como alojar-se numa herdade. A Horta da Coutada é a resposta duma estadia em busca de tranquilidade. Os hóspedes são convidados a relaxar na piscina exterior ou no bar. Quartos espaçosos e luminosos onde rústico e moderno estão perfeitamente aliados. O pequeno almoço é excelente.

Vila Planície

Na mesma linha e como alternativa mais económica, Vila Planície é a favorita dos hóspedes. Espaços muito amplos: jardins, duas piscinas, áreas comuns, restaurante. Ideal para famílias. Deixe os miúdos correr à vontade no relvado enquanto você desfruta da sua varanda privada dum fantástico quarto.

Clique para ver mais opções de alojamento em Monsaraz

Visitar Monsaraz: o que ver e fazer?

Monsaraz é uma vila pequena e a melhor forma de a conhecer é a pé, calcorreando as suas ruas e travessas. Dá um gozo tremendo passear pelas ruelas empedradas a xisto, palmilhar as quelhas, dobrar esquinas para descobrir mais uma casinha castiça, uma porta que apetece transpor, uma janela donde apetece olhar o infinito nos olhos.

Visitar Monsaraz - o que ver e fazerMonsaraz faz-nos sonhar com outro tempo, outro ritmo, outro ser e estar na vida. Alguns fizeram do sonho realidade e de Monsaraz o lar. Uns abriram lojas de artesanato alentejano e casaram o típico com o moderno; outros rebuscaram o passado à cata do melhor dos sabores.

Visitar Monsaraz - o que ver e fazerDeixe o carro fora das muralhas, não precisa dele para visitar a cidadela e tem muito espaço para estacionar no parque. Mesmo que a voz lhe doa, esteja à vontade para dar o braço a um cantante e junte-se ao Monumento de Homenagem ao Cante, Património Cultural Imaterial UNESCO.

Suba à Porta da Vila, mire as vistas em redor (de fazer cair o queixo, mas ainda tem melhor), entre triunfalmente transpondo o umbral ladeado pelas imponentes torres circulares. A Torre do Relógio ainda guarda o sino de 1692.

A Rua de Santiago estende o seu tapete de xisto à nossa frente e não resistimos a espreitar as primeiras lojas de artesanato. Peças que vão da tapeçaria à cortiça, do couro ao chifre, da típica cesta de vime ao prato de cerâmica pintada à mão. Depois há as inovadoras, que se inspiram nas raízes das artes manuais da região noutros tempos, casando os materiais e as técnicas com novas ideias, resultando sempre num produto artístico.

Contudo, é a Rua Direita que queremos onde restaurantes e alojamentos se alinham dum lado e doutro. Os comércios ocupando os pisos térreos das típicas casas, brancas como a cal; as dormidas geralmente nos segundos pisos. Entre no Posto de Turismo de Monsaraz, não porque vá precisar de mapa da vila, aqui ninguém se perde, mas porque é a possibilidade de conhecer o interior duma casa típica.

Visitar Monsaraz - o que ver e fazerContinuando o nosso roteiro por Monsaraz. Pequena sim, mas nem por isso deixa de ter um largo como pertence a uma cidadela. Num ápice chagamos ao Largo Dom Nuno Álvares Pereira, histórico e monumental. Erga os olhos para a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Lagoa (de linhas renascentistas e um interior sublime), para a Igreja da Misericórdia parte integrante do Hospital e Albergaria do Espírito Santo, para o Pelourinho de Monsaraz. Aprecie a arquitetura da Casa de Monsaraz e espreite o Museu do Fresco nos Antigos Paços de Audiência onde está o invulgar Fresco do Bom e Mau Juiz.

Visitar Monsaraz - o que ver e fazerEstes são os principais pontos de interesse de Monsaraz, mas é claro que o mais emblemático é o Castelo. Este será o ponto alto da sua visita a Monsaraz, literal e figurativamente. A vila histórica nasceu dum castro pré-histórico no cume do Monte Monsaraz e fortificada por romanos, visigodos e árabes. Não se iniba de transpor o grande portão de acesso à alcaçova para ver a praça de armas, circular pelas muralhas e subir à Torre de Menagem.

Visitar Monsaraz - o que ver e fazerEstas são as tais vistas que realmente deixam qualquer visitante rendido a esta vila mágica. Nada se compara à panorâmica da cidadela cingida pelas muralhas, as planícies do Alentejo a perder de vista e o espelho de água do Lago Alqueva.

Surpreenda a sua cara-metade e reserve a visita para o entardecer. Ninguém resiste ao romantismo da hora dourada. Deguste e aprenda sobre vinhos alentejanos de qualidade na Ervideira WineShop até chegar essa hora mágica.

Mas se julga que os segredos de Monsaraz já se esgotaram, desengane-se.

Visitar Monsaraz - o que ver e fazerDescubra as restantes três portas de entrada nas muralhas: a Porta d’Evora, a Porta d’Alcoba e Porta do Buraco. Esta está no fundo da Travessa da Cisterna onde encontra, obviamente a Cisterna de Monsaraz que lhe emprestou o nome. Diz a lenda que já foi mesquita.

No labirinto das ruas e travessas, vai encontrar talhas gigantes, rodas de carroça e alfaias agrícolas. Mais do que ornamentos urbanísticos, são as testemunhas das atividades destas gentes que tiravam da terra o sustento: o vinho e o azeite, a agricultura e a pastorícia.

Procure a Capela de São José peculiarmente construída por cima duma moradia quatrocentista para servir os presos da cadeia que fica na mesma rua – procure as grades, não há que enganar. Ou a Casa da Inquisição, identificável pelo painel de azulejos, da qual já não se ouvem os gritos dos torturados, mas aprende-se sobre a herança judaica. Os gritos são estórias que o povo conta para adicionar pimenta aos lugares. Algures no topo duma escadaria encontra a Igreja de Santiago, destruída por um terramoto e restaurada para receber o atual espaço cultural da cidadela.

Saia das muralhas e siga a silhueta da Ermida de São Bento a norte. Do largo e do alto do monte, terá uma visão de Monsaraz que lhe ficará gravada na retina.

Visitar Monsaraz - o que ver e fazerA leste deve ter dado pela peculiar Capela de São João Batista a que chamam a Cuba, o mais antigo monumento de Monsaraz. Era um antigo santuário muçulmano cristianizado após a conquista de Monsaraz aos mouros.

Andamos a calcorrear os arrabaldes de Monsaraz e descobrimos outras preciosidades que tantos ignoram. Se é daquelas pessoas que adora descobrir segredos, ainda tem muito mais para alimentar essa fome. No vale oriental, em caminhos de terra batida, esconde-se a (templária?) Ermida de Santa Catarina de Mosaraz, com uma peculiar estrutura acastelada, e também as ruínas da Ermida de São Lázaro, para apoio espiritual aos leprosos acolhidos no edifício anexo.

Restaurantes onde comer?

Sabores de Monsaraz

Se estiver por Monsaraz pela hora de almoço, aproveite para ir comer ao restaurante Sabores de Monsaraz. A comida é caseira e está entre as melhores que vai encontrar na região do Alqueva. O menu tem imensa escolha, mas os nossos pratos favoritos são o Arroz de Pato, o Borrego Assado e as Migas Gata. Nos doces, nada bate a Sericaia. Faça reserva com antecedência porque a fama da excelente cozinha e trato divertido da Dona Isabel já atravessou fronteiras. Há anos eramos só nós dois e ela. Entre a mesa e a cozinha, ensinou-nos os truques do arroz de pato. A receita é religiosamente cumprida cá em casa desde esse dia. Nunca encontrámos melhor.

Taverna Os Templários

Num espaço acolhedor, a boa comida com sabores alentejanos é servida à mesa sem grandes mordomias. A clientela é muita. A culpa é da comida aliada às vistas soberbas do terraço. Por isso, vá com bastante vagar. A conta é que pode ser um pouco apimentada.

Monsaraz: mapa dos principais pontos de interesse


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa com os principais pontos de interesse turístico de Monsaraz.

O que ver e fazer perto de Monsaraz?

Se vai visitar Monsaraz, não deixe de explorar a vasta região. A variedade de coisas para ver e fazer é tanta que nem vai dar pelo tempo passar. Ironicamente, no Alentejo onde as pressas não existem, o tempo parece correr mais veloz que o vento.

Visite o Lago do Alqueva e as suas incríveis paisagens no coração do Alentejo. Desça à Praia Fluvial de Monsaraz, com todas as infraestruturas que fizeram dela a primeira praia fluvial com Bandeira Azul no Alqueva. Refresque-se nos dias quentes de verão, fotografe as ilhotas na primavera, explore os percursos pedestres no outono. Imagine-se num passeio de barco pelo maior lago artificial da Europa. Ou a voar num balão de ar quente sobre a idílica paisagem. Tentador, não?

O Alentejo é uma meca para enólogos e a 18 km da vila de Monsaraz tem a Herdade do Esporão, um templo do vinho alentejano. Mais do que uma adega produtora de vinhos afamados e premiados, a Herdade do Esporão transformou o profundo conhecimento dos vinhos e azeites que produz numa coleção de experiências onde o prazer é o denominador comum. Ao lado da icónica Torre do Esporão há uma oliveira milenar.

Há cinco milhares de anos atrás, o Alentejo era já habitado por povos primitivos. Toda a região em redor de Monsaraz foi um importante centro de cultura megalítica. Deixe-se impressionar pelos 49 blocos de granito do Cromeleque do Xerez (afinal, temos mais cromeleques em Portugal do que o de Almendres), pertíssimo do altivo Convento da Orada.

Parta em busca do Menir da Bulhoa e do Menir do Outeiro. Atire uma pedra para cima da Rocha dos Namorados se procura companheir@ (ou roube-lhe um beijo se está encontrad@). Pelo caminho passe em São Pedro do Corval para  comprar umas belas peças de olaria alentejana. Termine o seu roteiro megalítico de Monsaraz nas Antas do Olival da Pega, um dólmen de 4000 anos bem no centro dum antigo olival.

Quer uma lembrança deveras mágica de Monsaraz? Vá até à Ermida de São Sebastião antes do sol se pôr e deixe-se apaixonar pela visão da vila muralhada altaneira realçada na característica paisagem alentejana.

Mapa de pontos de interesse a visitar perto de Monsaraz


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa de pontos de interesse a visitar perto de Monsaraz.

Outros artigos do Alentejo

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide e na Civitatis encontra sempre os melhores tours locais e pode ainda reservar o seu transfer do aeroporto e saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem na World Nomads ou na IATI Seguros. São ambas agências 100% especializadas em viagens e apresentam sempre os melhores rácios custo-benefício do mercado. Se optar pela IATI use o nosso link e terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize o Skyscanner para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o Rentalcars. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog "VagaMundos" a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.