Visitar Mostar | Bósnia: roteiro, guia e dicas de viagem

Visitar Mostar Roteiro com o que ver e fazer

Visitar Mostar equivale a conhecer uma das mais sublimes cidades da Bósnia-Herzegovina. Mostar é atualmente bastante procurada como destino turístico graças à sua diversidade cultural e beleza natural circundante dentre os países dos Balcãs. Mas, acima de tudo, por causa da arquitetura única da Cidade Velha de Mostar e o seu símbolo máximo, a Ponte Velha Stari Most, ambos listados património UNESCO.

visitar-mostar-bosnia-roteiro-guia-dicas-de-viagem
Vista da Cidade Velha de Mostar a partir da ponte Lučki most

Mostar é a capital da região da Herzegovina, apregoada de “a Toscana da Bósnia-Herzegovina” por causa do clima mediterrânico, do vinho e dos produtos frescos cheios de sabor. Cidade das pontes e da juventude, o seu encanto repousa no emaranhado de ruas onde permanece o espírito das civilizações distintas que a habitaram.

Onde ficar em Mostar? – dicas de alojamento

mostar-onde-ficar-alojamentoEm Mostar ficamos alojados no Hotel Patria e recomendamos. Agradou-nos pela ótima relação qualidade-preço. Fica a 5 minutos de distância da Cidade Velha. É de gestão familiar e tem quartos (ou studios com kitchenette) remodelados recentemente com decoração moderna, alguns com varanda. A grande mais valia é serem espaçosos com zona de trabalho e/ou área de estar. Insonorizados, aclimatizados e limpos. O nosso descanso foi garantido por uma cama grande e confortável.

onde-ficar-em-mostarO pequeno almoço buffet é bom e variado, incluído no preço. Como estávamos com carro alugado, o facto do Hotel Patria ter estacionamento vigiado gratuito foi decisivo.

Outros alojamentos com ótima relação qualidade-preço são as guesthouses – muito bem cotadas – Guest House Mostar Terrace, com um toque mais tradicional e com vistas para a Stari Most, e a Shangri La Mansion, mais moderna para satisfazer o hóspede exigente. Igualmente munida de vistas para a Cidade Velha, a Villa For You tem qualidade a um preço ligeiramente mais económico.

Encontrará mais comodidades e serviços de qualidade no 4 estrelas Hotel-Restaurant Kriva Ćuprija, mesmo ao lado da Ponte Torta, ocupando uma casa património UNESCO com detalhes decorativos que aproveitam a traça original e elogiado pelo seu restaurante. Dentro da mesma categoria, o Hotel Eden satisfaz os hóspedes, e muito se deve à piscina interior e spa. Se procura um apartamento e a opinião dos hóspedes é um dos seus barómetros de decisão, o Luxury Apartment Crystal é para si: pontuação 10 no Booking.com com centenas de reviews, uma proeza.

Se procura uma alternativa mais económica, a Villa Hum é uma das opções mais escolhidas pelos hóspedes que lhe dão uma cotação de excecional.

Para verdadeiro luxo, nada bate o Hotel Mepas, um hotel 5 estrelas requintado, com spa e centro fitness mesmo na zona comercial mais badalada de Mostar.

O que visitar em Mostar num roteiro de 2 dias?

Mostar é muito popular entre as excursões de um dia a sair de Dubrovnik, mas esta cidade única merece bem mais do que o tempo de uma excursão porque é simplesmente uma das mais especiais da Bósnia-Herzegovina.

Particularmente à noite, quando a sua estrela brilha debaixo da luz dos holofotes e a noite se transforma em silêncio.

Por isso, desenhamos um roteiro de 2 dias para que, ao visitar Mostar, possa aproveitar tudo o que esta cidade tem para oferecer.

Mapa dos Principais Pontos de Interesse de Mostar


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa dos principais pontos de interesse turístico de Mostar.

Roteiro Mostar: 1º dia

Dedique o seu primeiro dia deste roteiro de Mostar a explorar os lugares emblemáticos da Cidade Velha, famosa pela sua herança otomana.

Cidade Velha de Mostar

O centro histórico efervesce de vida durante o dia com locais, lojistas e (muitos) turistas. Principalmente no Old Bazar (Kujundžiluk), a rua empedrada que acede à Ponte Velha de Mostar e constitui o coração da Velha Mostar.

Bazar de Mostar

mostar-old-bazar-KujundžilukInteressante pelo profuso espírito comercial espelhado na arquitetura do Old Bazar, Kujundžiluk. Lojinhas pequeninas – foram cerca de 500 na era otomana – abrem as típicas portas de ferro para lhe vender a afamada gastronomia bósnia (a mais saborosa dos Balcãs) ou peças de artesanato regional (por regional entenda-se de várias regiões do mundo, pois até bonecas russas vimos!). Os cafés, sempre cheios, transmitem a atmosfera e caracterizam a vida local.

Ponte Velha do Centro Histórico de Mostar – Stari Most

Atravesse as vezes que lhe apetecer a Ponte Velha, a amada Stari Most, tida como o símbolo de esperança duma cidade dividida e com relações conturbadas.

visitar-mostarEsta ponte de 1566 que resistiu a tudo durante séculos, foi destruída em segundos em 1993.

A alma de Mostar definhou nesse dia. Perder “a sua querida ponte” foi um golpe tão atroz e cruel que ninguém na cidade conseguiu evitar lágrimas de dor. Foi reconstruída e reaberta em 2004.

Torres Tara e Halebija

mostar-tara-towerOs seus dois guardiões de pedra, as torres de Tara e Halebija, erguem-se de cada lado do rio. A leste, Tara foi um paiol e alberga hoje o Museu da Ponte Velha.

mostar-stari-mostDo lado oeste, Halebija tem um varandim com vistas na casa da guarda, acessível pela antiga prisão pelo piso inferior.

Mergulhos no rio em Mostar

roteiro-mostar-stari-mostEspreite do peitoril e aprecie a beleza das águas azul-esverdeadas do rio Neretva, considerado pelos locais como a fonte da vida da Herzegovina. Pode ser que veja por lá os “mostari”, “guardiões da ponte” que, em troca dumas moedas, gostam de pasmar os turistas com um mergulho do alto da ponte – só para pros.

Dica VagaMundos: O melhor lugar para ver os mergulhadores é da praia em frente à Stari Most onde o rio Radobolja desagua no Neretva.

Kriva Cuprija (Crooked Bridge)

A Ponte Torta ou Torcida sobre o Rio Radobolja, igualmente antiga e feita à imagem da Stari Most, foi a única dentre as pontes de Mostar que sofreu menos danos com a guerra. O mesmo não se pode dizer da Lucki Most, a jusante do rio, nem da Musala Most, a montante, donde ainda se vê as ruínas do Neretva Hotel, um esplendoroso hotel construído durante o domínio austro-húngaro.

Mostar orgulha-se da sua mescla cultural e religiosa com católicos, islâmicos, ortodoxos e judeus a partilhar a vida na cidade. Mas as mesquitas têm maior destaque como pontos de interesse turístico.

Datam da era otomana e todas tiveram que ser reconstruídas ou restauradas já que sofreram estragos profundos na WWII e na Guerra dos Balcãs. A todas elas pertence um espaço ajardinado, são os tradicionais cemitérios muçulmanos.

A mesquita Koski Mehmed Pasha Mosque é a mesquita mais visitada de Mostar, pela arquitetura, a decoração interior e por ter o minarete mais concorrido pelas vistas sobre a Ponte Velha, o Bazar e o rio Neretva.

A mesquita Karađoz Bey Mosque foi a que mais nos impressionou, é uma das mais bonitas de Mostar. Originalmente data do século XVI, mas foi toda reconstruída em 2004. Tem a maior cúpula e minarete da cidade.

Outra que destacamos é a mesquita Nesuh-Aga Vučjaković, “a mesquita debaixo da tília” como lhe chamam. Difere das outras por causa da arquitetura de inspiração da escola da Dalmácia, mais ao gosto mediterrânico.

MostarOs católicos orgulham-se do complexo franciscano da Igreja de São Pedro e São Paulo, com mosteiro e o Campanário da Paz cujo elevador o leva para a melhor vista 360º sobre Mostar e a Ponte Velha. No bairro de Bjelusine, ao lado do Hotel Eden, estão as igrejas ortodoxas sérvias, a Velha e a Nova, ainda em reconstrução e restauro.

Da era otomana restou apenas um Hamman de banhos turcos. Hoje o espaço recebe visitantes e eventos culturais.

Se gosta de museus, Mostar tem algo para si, para além do já mencionado Museu da Stari Most. O Museu Herzegovina dedica-se a preservar o património histórico-cultural da Herzegovina desde 1950. Para quem tenha um estômago forte, o Museu da Guerra e das Vítimas de Genocídio explica os crimes de guerra cometidos entre 1992 e 1995 através de fotos, objetos pessoais e testemunhos reais, documentos judiciais e documentários.

Outros espaços museológicos interessantes são as casas de família de Mostar. Seja pela arquitetura, pelas memórias familiares expressas em fotos e objetos, são excelentes formas de compreender melhor o peso da cultura otomana nesta região.

MostarSe ainda não visitou a Turquia, as velhinhas (século XVI) Biscevica House e Kajtaz’s House, ou a mais jovem (século XVIII) Muslibegovica House dão-lhe uma ideia das tradicionais casas turcas.

Se ainda lhe restar tempo, neste primeiro dia do seu roteiro de Mostar, explore as ruas paralelas da Cidade Velha. Não o sugerimos para apreciar monumentos, mas para sentir quão difícil é uma cidade ressurgir das cinzas.

MostarUm pouco por todo o lado as ruínas da guerra permanecem em pé, periclitantes, é certo, mas para que a humanidade não se esqueça. Para além dos buracos de balas e morteiros, foram as “ruínas” o que mais nos chocou.

Roteiro Mostar: 2º dia

Neste segundo dia do roteiro de Mostar, sugerimos que explore autênticas preciosidades da Bósnia-Herzegovina que poucos se aventuram a descobrir quando vão visitar Mostar. Rumamos a sul para desvendar segredos históricos, naturais e místicos.

Blagaj, a 12 km, é a primeira paragem deste roteiro de Mostar. Vamos ver o Mosteiro Dervixe Tekija, um fascinante templo onde monges praticam o ritual do Zikr ritual desde o século XV, e a nascente do rio Buna, a maior nascente cárstica da Europa.

blagajO cenário é incrível. No fundo duma ravina calcária, uma gruta brota água que nem se sabe bem donde vem. Como se não bastasse, para adicionar mais condimento ao misticismo do lugar, o mosteiro foi edificado aninhado no sopé da ravina de 200 m de altura enquanto o Buna corre a seu lado. Perfeito para contemplação, no mínimo.

Na estrada M17, a cerca de 30 km a sul de Mostar, aninhada numa falésia na margem do Neretva, esconde-se a magnífica Pocitelj. Uma aldeia antiga, autêntica e melhor exemplo da combinação de arquitetura mediterrânica e otomana.

As ruas são do mais castiço que há. Ruelas inclinadas, escadinhas e rampas podem cansar as pernas mas transportam-no no tempo nesta aldeia adormecida no tempo. As suas muralhas, fortes e bastiões medievais são ótimos miradouros.

mostar-kravice-waterfallsOutros 30 minutos de estrada pela M6 abrem-lhe as portas ao “Niagara da Herzegovina, a maravilha natural que são as Cascatas de Kravica. Na primavera atinge o auge da sua beleza com o volume do rio transformado numa assombrosa queda de água com 25 metros de altura e 120 de extensão. No verão, ganha toda uma nova animação com cafezinhos e respetivas esplanadas. Dá vontade de dar um mergulho mas as águas são frias. Porém é um favorito para kayaking. E sem turismo em massa!

Uma cidade que tem sido alvo de atenção mundial é a cidade de Međugorje. Desde 1981 que se somam os relatos de aparições da Virgem Maria no lugar, o que já levou à construção dum santuário que todos os anos atrai milhares de peregrinos católicos. Um espelho da nossa veneração a Nossa Senhora de Fátima. Se lhe restar algum tempo neste segundo dia do seu roteiro de Mostar, esta é a nossa sugestão para as incursões nos arredores.

Dica VagaMundos: se está sem transporte próprio a melhor maneira de visitar os locais propostos no segundo dia do roteiro de Mostar é recorrendo a um tour privado, que lhe permita fazer várias paragens e explorar os lugares ao seu ritmo.

Onde comer?

A cozinha Bósnia tem fama de ser a melhor dos Balcãs. Nós subescrevemos!

A influência da gastronomia otomana, de que somos fãs, alia-se na perfeição com os ingredientes locais mediterrânicos resultando em iguarias com identidade e repletas de sabor. O encontro oriente-ocidente é irreprovável.

Burek (uma espécie de empada em massa folhada) e Cevapi (a salsicha balcã) são pratos tradicionais que tem que provar. Encontram em todos os países da região. No entanto, foi na Bósnia que comemos os melhores. Burek de carne, queijo ou espinafres – o nosso favorito é o de queijo – é comido como snack ou refeição, tal como o cevapi, grelhado e servido com cebola, pão pita bósnio e molho ajvar. Contudo, o cevapi é diferente em todo o lado já que cada casa orgulha-se da receita e tempero próprios.

MostarEm Mostar escolhemos a Aščinica Balkan II para degustar um delicioso burek de queijo como lanche. Nessa noite, jantamos no Urban Grill por ser muito recomendado. Percebemos porquê: apesar do apeto “fast-food joint”, tem um terraço escondido com vista para a Stari Most e os pratos tradicionais são deliciosos. Outra pérola é o Tima – Irma. Tem uma grelhada mista com que nos deixou deliciados e muito satisfeitos. Os pljeskavica, hamburger, têm a particularidade de virem recheados de queijo. Voltamos a repetir na nossa última refeição em Mostar.

E não se despeça de Mostar sem beber um autêntico bosanska kahva, a versão bósnia de café turco. O ritual de socialização começa na forma de servir esta bebida de sabor intenso.

Dica
Se está a planear combinar a sua viagem a Mostar com uma visita à Croácia não deixe de ler o nosso roteiro de Dubrovnik e o nosso guia e roteiro da Croácia

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide encontra sempre os melhores tours locais e pode ainda saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem da World Nomads. São rápidos e fáceis de fazer, são a 100% especializados em viagens e apresentam sempre os melhores rácios custo-benefício do mercado.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize o Skyscanner para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o Rentalcars. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog “VagaMundos” a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

2 COMENTÁRIOS

  1. Olá viva. Sigo o vosso blog e gosto imenso. Qual a melhor maneira de viajar para os Balcãs? Não há voos diretos… E com que antecedência para ficar mais econômico? Obrigado

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.