Roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia

Roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia

Percorrer a rota dos Pueblos Blancos da Andaluzia figura entre as nossas roadtrips favoritas no sul de Espanha. São mais de 20 vilarejos pintados de branco, espalhados pelas surpreendentes serras das províncias de Cádiz e Málaga, cada um mais apaixonante que o outro. Para @ ajudar a partir à aventura, partilhamos consigo este guia e roteiro para visitar os Pueblos Blancos mais bonitos da Andaluzia. Indicamos os nossos locais, experiências e atividades favoritas em cada um dos Pueblos Blancos, e muitas dicas práticas que lhe vão facilitar a logística.

Onde ficam localizados os Pueblos Blancos da Andaluzia?

Roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia
Setenil de las Bodegas

Como já referimos, os Pueblos Blancos da Andaluzia ficam localizados nas províncias espanholas de Cádiz e Málaga. Contudo, a maior parte da Rota dos Pueblos Blancos desenrola-se na província de Cádiz, mais concretamente no Parque Natural da Serra de Grazalema (e arredores).

Se seguir o nosso roteiro de 2 dias para visitar os Pueblos Blancos, irá conhecer os 5 mais emblemáticos da província de Cádiz, nomeadamente Arcos de la Frontera, Grazalema, Olvera, Setenil de las Bodegas e Zahara de la Sierra, e o mais famoso pueblo blanco da província de Málaga, a monumental Ronda.

Quantos dias são necessários para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia?

Roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia
Olvera

Para desfrutar ao máximo do roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia que desenhamos para si, o ideal é alocar pelo menos 2 ou 3 dias à sua viagem. Até porque muitos dos Pueblos Blancos da Andaluzia que incluímos neste roteiro estão longe de ser pequenos vilarejos, visitáveis num par de horas. Por exemplo, Ronda é uma cidade pejada de património histórico que facilmente lhe ocupa um dia de viagem.

Roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia
Vista do Castelo de Zahara de la Sierra

Caso consiga acrescentar mais alguns dias ao seu roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia, tanto melhor. Assim, conseguirá visitar mais alguns Pueblos Blancos, ter tempo para percorrer alguns trilhos pelas serranias de Cádiz e Málaga, ou simplesmente conhecer sem pressas a maioria dos pontos de interesse referidos neste roteiro de 2 e 3 dias para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia.

Roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia
Grazalema

É possível percorrer o nosso roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia num só dia? Em teoria sim, pois o percurso não chega a ter 150 km de extensão. Contudo, as estradas são de montanha, ou seja muito sinuosas, o que torna as viagens algo morosas.

Roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia
Iglesia de San Pedro em Arcos de la Frontera

Tentar visitar 6 Pueblos Blancos num só dia vai implicar passar demasiado tempo na estrada e pouco tempo nos locais de interesse, sendo virtualmente impossível conhecer o riquíssimo património histórico de todos os Pueblos Blancos. Se só tem um dia para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia, recomendamos vivamente que restrinja a sua visita a 3 ou 4 pueblos.

Quando visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia?

Roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia
Zahara de la Sierra

A experiência ensinou-nos que a primavera e o outono são as melhores estações para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia. É quando irá encontrar o clima mais ameno e livrar-se das multidões que invadem a Andaluzia nos meses de verão. Além disso, o verão andaluz tem temperaturas demasiado elevadas com os termómetros a alcançarem (e superarem) frequentemente os 40ºC.

Parque Natural da Serra da Grazalema

No inverno é o extremo oposto, com temperaturas mínimas a chegar a valores negativos. Para mais, a Serra da Grazalema é um dos pontos de maior pluviosidade na Península Ibérica, o que se traduz em valentes chuvadas, particularmente no inverno. Abaixo encontra um pequeno resumo das condições climatéricas da região dos Pueblos Blancos da Andaluzia:

  • Meses com temperaturas mais amenas e menos chuva: abril, maio, junho, setembro, outubro
  • Meses quentes: julho e agosto
  • Meses frios: dezembro, janeiro, fevereiro
  • Meses mais chuvosos: novembro, dezembro, janeiro, fevereiro, março (> de 15 dias/mês de chuva em média)

Onde ficar a dormir nos Pueblos Blancos da Andaluzia? Sugestões de alojamento

Apesar das distâncias geográficas entre os mais belos Pueblos Blancos da Andaluzia serem relativamente curtas, as estradas sinuosas tornam as viagens mais demoradas.

Tendo isso em conta, e sobretudo se for com pouco tempo e espírito de roadtrip, o ideal é dividir as noites de hospedagem por várias localidades ao invés de ficar sempre alojado no mesmo local. Se dormir a primeira noite em Arcos de la Frontera, a seguinte em Zahara de la Sierra (sensivelmente a meio da rota dos Pueblos Blancos) e a última em Ronda, otimiza ao máximo o tempo da sua viagem pelos Pueblos Blancos da Andaluzia.

Caso vá com mais tempo considere montar base numa só localidade e fazer os seus passeios a partir daí, visto que exige menos logística e torna a experiência mais relaxante (andar a fazer e desfazer malas todos os dias é sempre chato, sobretudo se viajar com crianças).

Se esta for a sua opção, as melhores localidades para montar base são Grazalema e Zahara de la Sierra (e arredores), visto que são as localidades mais equidistantes dos principais pontos de interesse da rota dos Pueblos Blancos da Andaluzia.

Clique nos links abaixo para procurar alojamento nas respetivas localidades e opte sempre por reservar unidades hoteleiras que permitam o cancelamento, não vá ter algum imprevisto:

Por último, queremos salientar que, ao longo do roteiro, vamos sugerir-lhe os nossos alojamentos favoritos para cada um dos dias – testados e aprovados por nós – e adicionamos ainda algumas sugestões dos hotéis da respetiva localidade que apresentam a melhor relação qualidade-preço.

Roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia: o que ver e fazer em 2 dias?

Roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia
Arcos de la Frontera

O nosso roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia tem início em Arcos de la Frontera, na província de Cádiz, e termina em Ronda, na província de Málaga. Mas pode fazê-lo na ordem inversa sem qualquer problema, ou até mesmo começar em qualquer um dos pontos de interesse sugeridos e a partir daí desenhar o seu próprio roteiro.

Roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia
Ronda

É importante referir que o número de dias que sugerimos neste roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia pressupõe que a viagem seja feita com viatura própria e não inclui os dias de viagem do local de origem para a região dos Pueblos Blancos da Andaluzia. Na verdade, visitar os locais de interesse referidos neste artigo sem carro ou sem recorrer a um tour é uma tarefa (praticamente) impossível de realizar.

Setenil de las Bodegas
Dica VagaMundos: se precisa de alugar um carro para a sua roadtrip pelos Pueblos Blancos da Andaluzia, recomendamos que utilize a AutoEurope. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida. Clique para ver todas as opções de aluguer de carro.
>

Roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia
Zahara de la Sierra

Se é nosso leitor assíduo, já sabe que nos nossos roteiros o número de dias é meramente indicativo. Se já conhece Arcos de la Frontera e/ou Ronda, as maiores localidades do nosso roteiro pelos Pueblos Blancos da Andaluzia, ou se quiser apenas visitar 3 ou 4 Pueblos Blancos pode fazer este roteiro em apenas um dia.

Caminito del Rey

No sentido inverso, caso queira conhecer mais alguns pueblos ou aventurar-se em alguns trilhos, como seja o Caminito del Rey, acrescente mais 1 ou 2 dias ao seu roteiro para visitar os Pueblos Blancos. Já a jogar na antecipação, logo abaixo do roteiro de 2 dias, partilhamos consigo várias sugestões de locais a visitar. Vai ver que é super fácil desenhar um roteiro de 3 ou 4 dias para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia.

Roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia: Dia 1

Arcos de la Frontera – Grazalema – Zahara de la Sierra

Arcos de la Frontera

Roteiro para visitar os Pueblos Blancos da AndaluziaO nosso roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia arranca em Arcos de la Frontera, o maior dos Pueblos Blancos da província de Cádiz (e o que fica mais próximo de Portugal).

Roteiro para visitar os Pueblos Blancos da AndaluziaArcos de la Frontera encontra-se idilicamente situada no topo de uma escarpada falésia, com o rio Guadalete a correr a seus pés. Estamos desconfiados que logo que a veja ao longe, com o seu casario branco a crescer colina acima num exercício de eterno equilíbrio, vai ser amor à primeira vista.

Roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia
Basílica de Santa María de la Asunción e Callejón de las Monjas

Deambular pelas estreitas e labirínticas ruelas do seu centro histórico, onde se esconde um riquíssimo património histórico de origem árabe e cristã, e desfrutar das esmagadoras vistas dos seus miradouros é o início perfeito para a sua roadtrip pelos Pueblos Blancos da Andaluzia. Escusado será dizer que é impossível conhecer Arcos de la Frontera num par de horas. Assim, o ideal é que aproveite o dia de véspera para começar a descobrir este maravilhoso Pueblo Blanco.

Vista do Miradouro Balcón de la Peña Nueva

Os locais que consideramos de visita obrigatória e as experiências a não perder em Arcos de la Frontera são as seguintes:

  • Plaza del Cabildo, o coração do centro histórico, onde irá encontrar a Basílica de Santa María de la Asunción, o Castelo Ducal, o Ayuntamiento (Câmara Municipa), o Parador de Turismo (antiga casa do Corregedor) e o Balcón de la Peña Nueva, um vertiginoso miradouro empoleirado a quase 100 metros de altura e vistas de cortar a respiração!
  • Percorrer a estreita Callejón de las Monjas, a rua mais icónica de Arcos de la Frontera, com as traseiras da Basílica de Santa María de la Asunción dum lado e a fachada do Convento da Encarnação e vários palácios nobres do outro. Para além do sublime portal gótico do convento, o grande destaque vai para os fotogénicos três arcos de pedra que ligam o convento à basílica.
  • Plaza Boticas, onde irá encontrar o Convento das Mercedarias Descalzas, onde ainda é possível comprar doces conventuais feitos pelas freiras.
  • Percorrer as ruas calle Boticas e calle Luna, que faziam parte da antiga judiaria e visitar o Palácio Mayorazgo, que presentemente alberga a Galeria Municipal de Arte de Arcos de la Frontera.
  • Atravessar o fotogénico arco “Bésame en este Arco” (se for com a sua cara metade, já sabe o que tem de fazer) e ir ao encontro do Mirador de Abades, uma autêntica varanda adornada de vasos de flores, com vistas fantásticas sobre a parte baixa da cidade, o rio Guadalete e o Parque Natural da Serra de Grazalema.
  • Visitar a monumental Iglesia de San Pedro, com uma majestosa fachada de estilo barroco.
  • Atravessar a Puerta de Matrera, uma das principais entradas no burgo muralhado, e desfrutar das vistas do Mirador Peña Vieja e do Mirador de San Agustín, junto ao qual se encontra a igreja que lhe dá o nome.
  • Mirador Los Cabezuelos, de onde poderá desfrutar da melhor vista panorâmica sobre a cidade Arcos de la Frontera. Como fica fora da cidade o ideal é guardar a visita a este miradouro para quando arrancar rumo a Grazalema. As vistas mais do que compensam o pequeno desvio.

Onde dormir em Arcos de la Frontera? Sugestões de alojamento

Casa Campana: no centro histórico, a casa de 500 anos, renovada e decorada em estilo rústico, a guesthouse tem quartos twin/duplos, 1 apartamento e 1 suite com jacúzi, alguns com acesso ao terraço onde pode tomar um pequeno almoço excecional.

Parador de Arcos de la Frontera: na Plaza del Cabildo, este hotel 4 estrelas disponibiliza quartos espaçosos e luxuosos em estilo tradicional andaluz, bar, restaurante e um pátio interior.

Clique para ver mais opções de alojamento em Arcos de la Frontera

Grazalema

Roteiro para visitar os Pueblos Blancos da AndaluziaArcos de la Frontera visitada, continue o seu roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia rumando até Grazalema, um formoso pueblo blanco localizado no coração do verdejante Parque Natural da Serra de Grazalema, o local onde mais chove em toda a Espanha.

Roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia
Puerto del Boyar

Pelo caminho não deixe de parar no Puerto del Boyar (1103 metros de altitude), uma passagem de montanha entre a Sierra del Pinar e a Sierra del Endrinal. Em dias limpos poderá desfrutar de belas vistas panorâmicas sobre o Salto del Cabrero e a depresión del Boyar.

Roteiro para visitar os Pueblos Blancos da AndaluziaGrazalema encontra-se aninhada no sopé da Sierra del Pinar e o contraste do seu casario branco e telhados alaranjados com o intenso verde das florestas que a rodeiam dá-lhe um encanto difícil de igualar. Sobretudo quando, à paleta de cores, se consegue adicionar um lindo céu azul, algo que por estas bandas está longe de ser o prato do dia. Não é à toa que é considerado por unanimidade um dos mais belos Pueblos Blancos da Espanha.

Plaza de España

Os locais que consideramos de visita obrigatória e as experiências a não perder em Grazalema são as seguintes:

  • Deambular pelas castiças ruelas empedradas do centro histórico, ladeadas por imaculadas casas caiadas de branco e varandas decoradas por flores. Não deixe de passar pela Calle Doctor Mateos Gago (a mais fotogénica de Grazalema) e pelas Calle Las Piedras e Calle Las Parras. Em todas elas irá encontrar imponentes casas senhoriais.
  • Plaza de España, a praça mais animada de Grazalema, onde irá encontrar vários cafés com convidativas esplanadas, o Ayuntamiento e a bela Iglesia de Nuestra Señora de Aurora.
  • Iglesia de Nuestra Señora de la Encarnación, construída sobre um antigo templo mudéjar após a Reconquista aos Árabes, no final do século XV.
  • Desfrutar das vistas do Mirador El Tajo e do Mirador Los Peñascos, os melhores miradouros de Grazalema.
  • Iglesia de San José e Iglesia de San Juan de Letrán.

Zahara de la Sierra

A estrada que une Grazalema a Zahara de la Sierra é uma das mais cénicas do Parque Natural da Serra de Grazalema. Vá é a contar com muitas curvas, daquelas que fazem as delícias dos amantes das duas rodas.

Vista do Puerto de Las Palomas

Pelo caminho irá encontrar imensos locais onde pode encostar a sua viatura para desfrutar das paisagens. O miradouro que não pode mesmo perder é o do Puerto de Las Palomas que, do alto dos seus 1180 metros, @ irá brindar com esmagadoras vistas sobre as serranias. Com um pouco de sorte, até avista alguns abutres.

Roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia
Iglesia de Santa María de la Mesa – Zahara de la Sierra

O primeiro dia do nosso roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia termina em Zahara de la Sierra, o pueblo blanco-fortaleza, cuja localização é nada menos do que mágica.

Imagine um mosaico de casas brancas empoleiradas na encosta de um serrado, com um enorme espelho de água azul-turquesa a seus pés e coroado por uma imponente fortaleza que parece querer desafiar a gravidade, e já fica com uma ideia do estupendo quadro paisagístico que @ espera em Zahara de la Sierra.

Roteiro para visitar os Pueblos Blancos da AndaluziaOs melhores locais para desfrutar deste autêntico postal 3D são o miradouro que fica localizado à entrada do povoado e a zona do Centro de Atividades Náuticas de Zahara, localizado nas margens da albufeira da barragem de Zahara-El Gastor.

Vista do topo do Castelo Nazarí de Zahara de la Sierra

Depois, é estacionar a sua viatura e perder-se pelas ruelas empedradas do apaixonante centro histórico de Zahara de la Sierra.

Roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia
Plaza de San Juan

Os locais e experiências que consideramos imperdíveis são as seguintes:

  • Percorrer a Calle Ronda, a principal artéria de Zahara de la Sierra.
  • Plaza de San Juan, onde irá encontrar a Capela de San Juan de Letrán e a icónica Torre do Relógio.
  • Plaza del Rey, onde se encontra o Ayuntamiento, a Iglesia de Santa María de la Mesa e um estupendo miradouro com vista para a albufeira da barragem de Zahara-El Gastor.
  • Fechar o primeiro dia do seu roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia subindo até ao topo do Castelo Nazarí, onde se encontra a altaneira Torre del Homenaje, o lugar perfeito para assistir ao pôr-do-sol. Pelo caminho irá encontrar as ruínas da Antiga Igreja Maior, uma torre hexagonal do século XV, e o Centro de Interpretação e Informação das escavações e arqueológicas realizadas na Vila Medieval.

Onde ficar a dormir no 1º dia?

Alojamiento Rural El Pinsapo: hostal no centro de Zahara de la Sierra, ideal para casais, disponibiliza quartos twin e duplos privados com varanda, AC, e Netflix. Tem cozinha equipada e salão partilhado onde há sempre café, chá, fruta e bolinhos de cortesia.

Al Lago: boutique hotel no centro de Zahara com vistas para o Lago Embalse de Zahara, dispõe de atraentes e modernos quartos privados e apartamentos autossuficientes com varanda, AC e um pequeno almoço fabuloso incluído. Tem ainda um restaurante e uma terraza.

Clique para ver mais opções de alojamento em Zahara de la Sierra

Roteiro para visitar os Pueblos Blancos: Dia 2

Zahara de la Sierra – Olvera – Setenil de las Bodegas – Ronda

Olvera

Roteiro para visitar os Pueblos Blancos da AndaluziaA primeira paragem do segundo dia do nosso roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia será em Olvera, mais um lindo pueblo blanco empoleirado num penedo.

Roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia
Calle Calzada

Olvera é de origem muçulmana, como tal, pode contar com labirínticas ruelas que serpenteiam por entre alvas casas decoradas de flores. Sugerimos que comece a sua visita na Plaza del Ayuntamiento e que daí siga até à Plaza de la Iglesia, onde se encontra a imponente Iglesia Mayor de Nuestra Señora de la Encarnación, subindo a Calle Calzada, a rua mais fotogénica de Olvera.

Castelo Árabe de Olvera

Depois de visitar a igreja não deixe de subir ao altaneiro Castelo Árabe, onde será brindado com uma vista de 360º simplesmente fabulosa. Termine a sua visita ao centro histórico de Olvera deambulando pelo castiço Barrio de la Villa, um autêntico emaranhado de vielas pejadas de típicas casas andaluzes e onde irá encontrar a Torre del Pan, uma antiga torre árabe que funcionava como moinho de farinha.

Setenil de las Bodegas

Olvera visitada, continue o seu roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia rumando até Setenil de las Bodegas, um incrível vilarejo construído debaixo de rochas, ao redor de um escarpado desfiladeiro escavado pelas águas do rio Guadalporcún, conhecido localmente por rio Trejo.

Roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia
Calle Cuevas del Sol

Sim, leu bem! A maioria das casas do coração do centro histórico de Setenil de las Bodegas encontram-se literalmente cravadas na rocha, sob colossais penhascos. Imagine um canyon cravado de casinhas brancas e fica com uma ideia do que @ espera em Setenil de las Bodegas, um dos pueblos mais fascinantes de toda a Espanha.

Plaza de Andalucía

Os locais que consideramos de visita obrigatória e as experiências a não perder em Setenil de las Bodegas são as seguintes:

  • Percorrer as ímpares ruas Calle Cuevas del Sol (tem sol praticamente todo o dia) e Calle Cuevas de la Sombra (encontra-se coberta por uma enorme rocha por onde não passa nem um raio de sol). É nestas ruas que irá encontrar a maior concentração de casas cravadas na rocha de Setenil de las Bodegas, entre elas inúmeras bodegas (tascas), perfeitas para tapear.
  • Subir ao Mirador del Carmen, onde será brindado com soberbas vistas panorâmicas sobre o centro histórico de Setenil de las Bodegas. Imperdível!
  • Plaza de Andalucía, onde irá encontra o Ayuntamiento e vários cafés com convidativas esplanadas. Não deixe de dar um saltinho à Calle Herrería, que nela desemboca, onde irá encontrar mais um cantinho romântico da rota dos Pueblos Blancos: o “Bésame en este rincón”. Já sabe o que tem de fazer!
  • Subir ao Torreón del Homenaje, o único vestígio que resta do alcáçar, a antiga fortaleza árabe.
  • Passear pelas ruelas do antigo bairro do castelo, não deixando de visitar a Iglesia de Nuestra Señora de la Encarnación, construída sobre as ruínas da antiga mesquita maior de Setenil de las Bodegas.
  • Percorrer a Calle de San Benito, onde irá encontrar a casa com a mais bela porta de estilo mourisco de Setenil de las Bodegas e a Ermida de San Benito.

Ronda

Puente Nuevo de Ronda

O nosso roteiro de 2 dias para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia termina na monumental Ronda, o pueblo blanco mais bonito da província de Málaga, famoso internacionalmente pela sua magnífica ponte de pedra, uma das imagens-postal mais famosas da Andaluzia, senão mesmo de toda a Espanha.

Canhão El Tajo

Mas “o que visitar em Ronda” não se resume à Puente Nuevo sobre o profundo canhão El Tajo. Para além dos miradouros com vistas panorâmicas magistrais, visitar Ronda é também conhecer atrações turísticas repletas de história, romantismo e beleza, como muralhas, palácios e banhos árabes, jardins luxuriantes, catedral e igrejas grandiosas e a Praça de Touros mais antiga da Espanha.

Iglesia de Santa María la Mayor

Em nossa opinião, é impossível conhecer Ronda em duas ou três horas. E como já deve chegar à cidade por volta do meio da tarde, o ideal é que aproveite a manhã do dia seguinte (antes de regressar a casa) para continuar a descobrir Ronda.

Roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia
Puerta de Almocábar

Caso não vá com tempo contado, pondere seriamente adicionar mais um dia ao seu roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia. Na próxima secção deste artigo vamos dar-lhe algumas dicas de destinos/atividades que pode combinar com uma visita mais aprofundada a Ronda.

Balcón del Coño

Posto isto, os locais que consideramos de visita obrigatória e as experiências a não perder em Ronda são as seguintes:

  • Percorrer o Paseo de los Romanticos, onde terá o primeiro vislumbre da Puente Nuevo, construída a mais de 100 metros de altura sobre o canhão Tajo de Ronda cavado pelo rio Guadalevín.
  • Descer o lance de escadas Cuesta de la Risa (leve muita água e genica nas pernas) até ao Mirador Puente Nuevo de Ronda, donde pode mirar a ponte, o canhão e a cascata do rio em todo o seu esplendor.
  • Visitar a Casa y Jardines del Rey Moro que abriga La Mina, uma antiga mina de água muçulmana escavada na rocha até o leito do rio Guadalevín
  • Descer a empinada Cuesta de Santo Domingo para contemplar a fachada barroca do Palacio del Marqués de Salvatierra, atravessar o Arco de Felipe V e atravessar a Ponte Velha (Ponte Árabe).
  • Visitar os Baños Arabes de Ronda, um dos hammams mais bem preservados de Espanha.
  • Passear pelos Jardins de Cuenca e visitar a vizinha Igreja de Nuestro Jesús de Nazareno e a histórica Fuente de los Ocho Caños.
  • Atravessar a Puerta de Almocábar, a porta mais monumental de Ronda que atravessava o primeiro recinto amuralhado da cidade e subir até à imponente Iglesia del Espíritu Santo.
  • Plaza Duquesa de Parcent, onde irá encontrar a Iglesia de Santa María la Mayor, o Ayuntamiento de Ronda, o Convento de la Caridad, e o Convento de Clarisas de Santa Isabel de los Ángeles e o Santuário de María Auxiliadora.
  • Visitar o Palacio de Mondragón, a antiga residência do rei mouro Abadel Malik, que presentemente alberga o Museu Municipal.
  • Percorrer a Carrera Espinel, mais conhecida por “La Bola”, uma rua pedonal ladeada de lojas, e alguns dos melhores restaurantes e pastelarias da cidade.
  • Plaza del Socorro, onde irá encontrar a icónica estátua de Hércules domando dois leões, a Iglesia del Socorro, o edifício Circulo de Artistas e um sem número de convidativas esplanadas.
  • Visitar a Praça de Touros e passear na vizinha Alameda del Tajo, um dos parques mais bonitos de Ronda.
  • Percorrer o Paseo de Blas Infante e Mirador de Ronda La Sevillana (Balcón del Coño na gíria popular). É o lugar perfeito para assistir ao pôr-do-sol, e fechar assim com chave de ouro o seu roteiro a visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia.
Quer mais dicas sobre Ronda? Então, clique para ler o nosso roteiro detalhado para visitar Ronda.

Onde ficar a dormir no 2º dia?

Catalonia Ronda: mesmo em frente à Plaza de Toros, este hotel destaca-se pela infinity pool e rooftop com vistas para o Tajo de Ronda. Quartos elegantes, aclimatizados, a maioria dispondo de varanda com vistas. Outras comodidades disponíveis: bar, restaurante, ginásio e spa.

Soho Boutique Palacio San Gabriel: instalado num palácio do século XVIII restaurado, está situado na área mais histórica de Ronda, ideal para quem deseja ficar perto das principais atrações de Ronda. Além dos seus 23 quartos, possui uma biblioteca e um acolhedor pátio andaluz.

Hotel Colón: na Plaza Merced, uma surpreendente opção de hotel barato em Ronda, com quartos privados simples mas muito confortáveis. Só tem 1 estrela, mas a localização, a limpeza, as comodidades e a simpatia da equipa familiar que gere este hotel acolhedor são superiores. Bom, bonito e barato!

Clique para ver mais opções de alojamento em Ronda

Roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia em 3 dias

Baños Arabes de Ronda

Se conseguir esticar a sua viagem pelos Pueblos Blancos da Andaluzia em mais um dia, pode combinar uma visita mais aprofundada a Ronda com um dos seguintes destinos (ou até mesmo dois no caso de já ter visitado tudo o que queria em Ronda no dia anterior).

Caminito del Rey

A menos de uma hora de Ronda, por entre os desfiladeiros de Chorro e Gaitanejo, a maior aventura de caminhada espera por si: o fantástico e fotogénico Caminito del Rey.

O Caminito del Rey é um percurso linear com aproximadamente 8 km, sendo que três desses quilómetros são feitos em passadiços suspensos sobre os desfiladeiros: de fazer bombar o coração! No final do percurso, um autocarro traz os caminhantes ao ponto de partida do percurso pedestre.

Dica VagaMundos: não vá para o Caminito del Rey sem ter reservado a entrada com antecedência, pois os bilhetes estão quase sempre esgotados. Reserve com o máximo de antecedência possível através do site oficial.

Caso não queira estar a preocupar-se com questões logísticas pode sempre juntar-se a um pequeno grupo com guia certificado. Da última vez que decidimos ir percorrer o Caminito del Rey não conseguimos os bilhetes pelo site oficial e decidimos experimentar este tour do GetYourGuide que inclui os bilhetes (clique para ver) e gostamos bastante da experiência.

Visitar os Pueblos Blancos de Málaga

Roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia
Gaucín

Relativamente perto de Ronda poderá visitar mais alguns Pueblos Blancos de Málaga. Os nossos favoritos são Gaucín, onde brilha o imponente Castillo del Águila, e o apaixonante Pueblo de Casares, de origem romana.

Júzcar

Também merecedor de visita é o ex-pueblo blanco de Júzcar, que foi completamente pintado de azul para promover o filme dos Smurfs. Após o final da produção do filme, os habitantes os de Júzcar resolveram manter o pueblo pintado de azul. Ao caminhar pelas castiças ruelas da aldeia vai encontrar imensas referências aos simpáticos Smurfs. Se for com crianças, elas vão delirar!

Visitar as Ruínas de Acinipo

Regresse ao passado visitando as ruínas de Acinipo, uma antiga cidade romana a 18 km de Ronda, onde se pode admirar o seu anfiteatro, um dos mais antigos (século I a.C.) e melhor preservados da Espanha. A entrada é gratuita.

Mapa do roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa do roteiro para visitar os Pueblos Blancos da Andaluzia, no sul de Espanha.

Outros artigos de Espanha

Melhores praias Sul de Espanha | Melhores praias da Galiza | Roteiro da Andaluzia | Roteiro da Extremadura | Roteiro da Galiza | Roteiro dos Picos da Europa | Roteiro Sierra Nevada | Roteiro TenerifeParque Natural Arribes del Duero | Parque Natural Baixa Limia e Serra do Xurés | Ávila | Barcelona | Badajoz | Benidorm | Cáceres | GranadaIlhas Cíes | Lago de Sanabria | Lalín | Madrid | Mérida | Puebla de Sanabria | Salamanca | Santiago de Compostela | Segóvia | Sevilha | Toledo | Vigo | Zamora

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide e na Civitatis encontra sempre as melhores atividades e tours locais e pode ainda reservar o seu transfer do aeroporto e saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem na IATI Seguros. É uma agência 100% especializada em viagens e apresenta o melhor rácio custo-benefício do mercado, sendo que todos os seus seguros contam com excelentes coberturas COVID-19. Se utilizar o nosso link terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize a AutoEurope. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o VagaMundos a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.