Visitar Sarajevo | Bósnia: roteiro de 2 dias com o que ver e fazer

Visitar Sarajevo Roteiro

Para quem procura um destino de viagem citadino verdadeiramente distinto, uma opção “fora da caixinha” é visitar Sarajevo. A capital da Bósnia e Herzegovina, para além de ser profundamente histórica, é culturalmente estimulante. Inclusivamente, é uma das capitais europeias mais interessantes e imperdível num roteiro pelos Balcãs.

Visitar Sarajevo RoteiroSe a ideia de passar 2 ou 3 dias em Sarajevo lhe passou pela cabeça, então vai querer ler o nosso roteiro de Sarajevo para saber o que ver e fazer, onde comer e dormir, bem como muitas dicas e informação prática para aproveitar o seu tempo da melhor forma.

Porquê visitar?

Sarajevo não é como a maioria das cidades da Europa. Não é uma cidade estranha à guerra já que os últimos 500 anos da sua história viram ocupação do império otomano e do império austro-hungaro. Foi em Sarajevo que ocorreu o assassinato do arquiduque austríaco Franz Ferdinand em 1914, iniciando os eventos que desencadeariam a Primeira Guerra Mundial. Também não foi imune aos conflitos da Segunda Guerra Mundial da qual resultou o regime socialista de governação até à Guerra Civil.

Visitar Sarajevo RoteiroSim, a história de Sarajevo é um mosaico complexo e convulso. Mas foi ele que desenhou o mosaico humano, ainda mais complexo, contudo, inclusivo. Afinal de contas, Sarajevo é o lugar onde se procura o equilíbrio entre povos (bósnios, sérvios, croatas, kosovares e, recentemente, refugiados do Médio Oriente) e partidarismos (do mais à direita, ao mais à esquerda, passando por todas as cores).

Visitar Sarajevo RoteiroA somar a isso, as culturas e religiões. Igrejas católicas e cristãs ortodoxas, sinagogas e mesquitas centenárias partilham o mesmo espaço. Fortes presenças de longa data que deram a Sarajevo o apelido de “Jerusalém da Europa”.

É esta diversidade que faz de Sarajevo uma cidade tão especial e única. Portanto, vá com a mente aberta e lentamente compreenda as nuances da alma da cidade.

Entenda Sarajevo

Quando visitar Sarajevo, esteja ciente da história recente do país, e da cidade em particular.

Poucos lugares na Europa são tão marcadamente definidos pela sua história mais recente como a Bósnia e Herzegovina. Quem viveu os anos 90 do século passado, associa imediatamente o nome Sarajevo ao pior episódio de guerra ocorrido na Europa após a Segunda Guerra Mundial.

Visitar Sarajevo Roteiro
Rosas de Sarajevo – homenagem às pessoas que morreram durante a guerra, as crateras dos bombardeamentos foram preenchidas com resina vermelha

Entre 1991 e 2001 a Guerra Civil Jugoslava ceifou 140 000 vidas e destroçou outros 4 milhões, levando ao desmembramento da República Federal da Jugoslávia.

Embora o conflito tenha terminado há mais de vinte anos, apenas nos últimos anos lugares como Sarajevo começam a sarar e a estar mais abertos ao mundo. E o mundo a eles.

homenagem às pessoas que morreram durante a guerra, as crateras dos bombardeamentos foram preenchidas com resina vermelha
Os sinais da guerra continuam bem visíveis nos edifícios

Sarajevo é uma cidade de pessoas. O sofrimento das últimas décadas ainda está patente nos rostos, acima de tudo no olhar. A maioria viu e viveu a guerra civil. Esse peso permanece como uma ferida que tarda em sarar.

Um dos muitos cemitérios nas colinas de Sarajevo

Pessoas, cidade e país ainda não recuperaram totalmente dos efeitos da guerra. Na verdade, há edifícios destruídos que ainda não foram recuperados, muitos deles deliberadamente, como que para manter viva a memória deste passado negro.

Olhando e escutando com atenção, apercebe-se que há três coisas que marcam a atitude da generalidade das pessoas: esperança, humildade e humor mordaz.

Clique para ler o nosso Roteiro da Bósnia e Herzegovina

Quando visitar Sarajevo?

Visitar Sarajevo RoteiroA melhor altura do ano para visitar Sarajevo é entre maio e setembro. As temperaturas variam entre amenas e quentes, embora nunca sejam excessivamente quentes. Sarajevo ainda não é uma cidade sobrecarregada pelo peso do turismo de massa, então não há verdadeiramente necessidade de evitá-la durante o verão.

Pondere os meses de maio e setembro para encontrar preços muito simpáticos no alojamento.

Homens a jogar xadrez num dos jardins de Sarajevo

Por estar cercada por montanhas, o clima em Sarajevo pode ficar muito frio e longos invernos são usuais. De novembro a abril, espere uma cidade bem fria. Obviamente que muitos visitantes procuram Sarajevo pelos resorts de ski de Jahorina e Bjelašnica que ficam bem perto da cidade. A somar a isso, há dois grandes festivais: o Jazz Fest Sarajevo com impacto internacional, e o Festival de Inverno de Sarajevo (de fevereiro a março),um encontro de artes cénicas e musicais.

Onde ficar a dormir em Sarajevo? Sugestões de alojamento

Reservar alojamento em Sarajevo não apresenta muitos desafios. Devido à disposição da cidade e à localização das melhores atrações turísticas, o ideal é encontrar um alojamento dentro ou perto do Centro Histórico (a Cidade Velha Otomana, Baščaršija). Como vai aqui passar a maior parte do seu tempo, poupa dinheiro em táxis e elétricos (embora andar nos castiços elétricos de Sarajevo, seja uma experiência a considerar).

Graças à variada e vasta oferta de alojamento de Sarajevo, e a um custo de vida baixo para padrões europeus, encontram-se muitos hotéis com uma ótima relação qualidade-preço.

O nosso favorito (e que recomendamos) é o Hotel Sana. Tem um terraço super agradável, quartos modernos, e o estacionamento privado é muito conveniente. O preço justifica os serviços deste 4 estrelas moderno, requintado e com ótimo ambiente.

Na mesma linha, o Hotel VIP é um dos favoritos dos hóspedes, muito devido aos preços promocionais que de vez em quando praticam.

Mas há outros hotéis de categoria, localizados perto da cidade velha, com preços surpreendentes. É o caso do Hotel Aziza (moderno, com uma decoração elegante e revigorante), do Boss Sarajevo (novíssimo, praticamente a estrear, numa zona muito tranquila) e o Hotel Story (ganha pontos no pequeno almoço).

Um hotel cinco estrelas tradicional e luxuoso, o Hotel Europe Sarajevo é muito central, oferece quartos espaçosos, e serviços de Spa com banho turco, sauna e massagens.

Também luxuoso, embora mais virado para hóspedes em viagens de negócios, o Hotel President Sarajevo é um clássico que nunca desilude. Muito bem cotado, possui um terraço e oferece vistas para a cidade e para o rio. Esteja atento aos preços pois fazem promoções muito agressivas.

Para preços mais económicos, olhe para o Garni Hotel Konak e o Hotel Noble. São hotéis básicos, sem frescuras, com uma localização muito central, asseados e confortáveis.

Sarajevo é ideal para mochileiros ou para quem viaja com orçamento limitado. Entre os melhores hostels estão o Hostel Pigeon Square e o Hostel Franz Ferdinand (este com pequeno almoço incluído).

Apartamentos há muitos. Com uma ótima relação qualidade preço, espreite os Enjoy Apartments.

Clique para ver mais opções de alojamento em Sarajevo

O que visitar em Sarajevo num roteiro de 2 dias?

Visitar Sarajevo RoteiroSituada nas margens do rio Miljacka e rodeada pelos Alpes Dinários, Sarajevo tem dos enquadramentos paisagísticos mais bonitos que já vimos em capitais europeias.

A maioria das atrações turísticas de Sarajevo concentra-se no centro histórico designado Stari Grad, Cidade Velha, mais precisamente no bairro Baščaršija. O centro é compacto, perfeitamente navegável a pé e visitar Sarajevo em 2 dias dá tempo suficiente para ver os lugares imperdíveis.

Visitar Sarajevo RoteiroPara ver o melhor de Sarajevo, primeiro vamos levá-lo através de todos os pontos turísticos da cidade velha otomana. A partir daí, trata-se de explorar a trágica história de Sarajevo, mas também encontrar os pontos mais curiosos e bonitos da cidade ao longo do caminho. Terá noção da história profunda e da cultura cativante que Sarajevo e a Bósnia e Herzegovina partilham como um todo.

Roteiro para visitar Sarajevo: 1º Dia

Baščaršija

Visitar Sarajevo RoteiroComeçamos obviamente pela atração turística mais emblemática de Sarajevo, Baščaršija, o antigo bazar, centro histórico e cultural de Sarajevo. Um dos melhores lugares para visitar em Sarajevo, tanto para passear, ver a vibração da cidade e alimentar os pombos. Logo aparecerão crianças a correr atrás deles, uma cena que despoleta afeto.

Para quem ainda não visitou a Turquia, este é o lugar perfeito para lhe sentir o gosto. Viaje aos tempos otomanos e sinta a influência que os turcos deixaram como legado. Prédios mesmo antigos permanecem de pé e conferem à cidade aquela sensação de lugar onde o Oriente se encontra com o Ocidente.

Visitar Sarajevo RoteiroEntre mesquitas antigas, escolas corânicas e lojas orientais com candeeiros, tapetes e jogos de café, as ruas empedradas do Baščaršija também abrigam alguns dos melhores restaurantes e cafés. Sarajevo tem uma cultura de café animada e uma chávena de chá ou café (um kahva bósnio é imperdível) nunca está muito longe. Se a natureza chamar, pode ir WC público mais antigo da Europa, construído em 1530 (numa versão modernizada ainda em funcionamento).

Sebilj

A dar de comer aos pombos junto à Sebilj – passatempo favorito dos locais e dos turistas

Entre os monumentos da praça do Baščaršija, destaca-se o Sebilj. O Sebilj é uma fonte de madeira construída em 1753 pelo arquiteto Mehmed Pasha Kukavica. Conta-se que o Sebilj foi trazido para a Bósnia e Herzegovina pelos otomanos, que insistiam que os trabalhadores estatais usassem a fonte para distribuir água de graça a transeuntes sedentos.

Brusa Bezistan

O Brusa Bezistan é um espaço cultural e museológico que merece a sua atenção, se tiver, nem que seja, 30 minutos. É um edifício do século XVI, anteriormente usado como mercado de seda, mas agora usado como espaço-memória com objetos e artefactos do quotidiano inicial da cidade desde os tempos pré-históricos.

Mesquita Gazi Husrev-beg

Um dos marcos históricos mais importantes no bazar é a Mesquita Gazi Husrev-beg, da era otomana. Construída no século XVI, é a maior mesquita histórica da Bósnia e Herzegovina (e monumento nacional) e uma das estruturas otomanas mais representativas dos Balcãs. O alto minarete é visível de muitos pontos da cidade e a mesquita abriga um impressionante pátio. Foi a primeira mesquita do mundo a receber eletricidade e iluminação elétrica em 1898. Ao visitar o local, não deixe de se vestir com respeito e ser deferente, pois é uma casa de culto.

Defronte ficam a antiga madrassa, uma galeria de exposições e um museu, partes integrantes do complexo religioso da mesquita.

A Torre do Relógio é um monumento significativo, sendo que é o único relógio público com horário lunar. A sua fotogenia é inegável e poucos resistem a tirar uma foto, inclusivamente nós.

Bezistan Gazi Husrev-beg

Um bazar coberto do século XVI onde, no interior, se comercializavam os têxteis e joalharia, enquanto que para o exterior viravam-se as lojas dos artesão metalúrgicos. Este foi o primeiro centro comercial da cidade. Ainda em funcionamento, este histórico corredor de paredes despidas, reúne lojas de bijuteria, roupa, souvenirs e itens do género. Na nossa opinião, os preços são puxados (afinal, estamos no Baščaršija), mas imperdível para quem procura produtos autênticos e identificativos.

Caravançarais de Sarajevo

Do lado oeste estende-se o jardim de verão do Hotel Europa de Sarajevo. O jardim está sobre as ruínas de Tašlihan, o caravançarai do século XVI construído a mando do governador otomano Gazi Husrev Bey. Tašlihan, Morića Han, também visitável, e Kolobara Han eram os três caravançarais de Sarajevo que abrigavam e alojavam comerciantes, visitantes e cavalos das caravanas comerciais.

Where East Meets West

Chegamos à encruzilhada Sarajevo Meeting of Cultures, onde, literalmente, o Oriente se encontra com o Ocidente. Para além de ser o local que reunia o maior número de lojas de doces, algumas do século XIX, daí o nome slatko ćoše (“esquina doce” numa tradução livre), era a “porta” de entrada no bairro otomano que se estendia para leste.

Olhamos no sentido oeste e deparamo-nos com outra Sarajevo totalmente diferente. Mais familiar ao nossos olhos já que é a parte ocidental, e que no império austro-húngaro foi bastante favorecida. Aqui já encontramos prédios altos, a arquitetura neoclássica ou Art Nouveau, as lojas modernas, com estradas e carros a acompanhar.

Mas antes, ainda vamos ao encontro do rio Miljacka para ouvir as suas histórias.

Rio Miljacka

Continuamos o nosso roteiro de Sarajevo com um passeio ao longo do cénico rio Miljacka, que divide a cidade. O som dos elétricos e carros pode ser um pouco desnorteante, mas ainda assim o passeio é relaxante. Graças às muitas pontes que ligam os dois lados do rio, pode facilmente atravessar dum lado para o outro, sempre na tentativa de encontrar as melhores vistas do rio.

Vijećnica

Ao longo das margens do rio Miljacka, há edifícios impressionantes e imponentes, como a Academia de Belas Artes de Sarajevo, a Vijećnica e a tradicional casa otomana Inat Kuća que constituem outros dos principais pontos de interesse de Sarajevo.

Vijećnica é o grande edifício alaranjado em estilo neo-mourisco que acolhe agora a Câmara Municipal. Não há como escapar. Foi biblioteca nacional com um tesouro de livros raros perdido num fogo deliberadamente causado por bombardeamentos.

Ponte Latina

No entanto, um local que não pode falhar num roteiro de Sarajevo é a Ponte Latina. À primeira vista, pouco sobressai, mas a sua relevância é histórica. Foi aqui que o arquiduque austríaco Franz Ferdinand foi assassinado em 1914. No extremo norte da ponte, encontra uma placa informativa a demarcar o local exato.

Catedral Católica do Sagrado Coração

Tal como há muitas mesquitas em Sarajevo, há também algumas igrejas. Na parte ocidental de Sarajevo, encontra-se a Catedral Católica do Sagrado Coração, cuja arquitetura gótica certamente a destaca. Também imperdível no centro da cidade é a Igreja Ortodoxa Catedral da Natividade de Theotokos com o seu refinado interior.

E como este dia de roteiro em Sarajevo está a chegar ao fim, retorne ao centro histórico para se iniciar na gastronomia bósnia, provavelmente a melhor dos Balcãs. Não há como visitar Sarajevo e deixar de provar o famoso Ćevapi – salsichas de carne picada num pão chato, servido com cebola.

Ćevapi

Nós fomos ao Cevabdzinica Zeljo 2, um restaurante familiar com bons preços e atendimento a despachar, dado o número de frequentadores locais.

Roteiro para visitar Sarajevo: 2º Dia

Visitar Sarajevo Roteiro
A Chama Eterna, memorial às vítimas da Segunda Guerra Mundial

Neste segundo dia do seu roteiro de Sarajevo, sugerimos que olhe a face mais atual da capital Bósnia. Uma das melhores formas de perceber a cidade, é fazendo um walking tour que explique a históonderia recente de Sarajevo e passe pelos pontos mais marcantes. Avisamos desde já que é preciso algum estômago. Não vai ouvir histórias de encantar.

Túnel da Esperança

Visitar Sarajevo RoteiroPara ter uma melhor noção dos eventos que ocorreram em Sarajevo durante a Guerra da Bósnia, comece o seu dia com uma visita ao Túnel da Guerra de Sarajevo, também conhecido como Túnel da Esperança. Este pequeno museu privado, perto do aeroporto, foi um túnel crucial construído durante a guerra. Era o único acesso que a cidade sitiada de Sarajevo tinha com o resto do mundo entre 1993 e 1996. Só uma pequena secção está aberta a visitas guiadas que explicam a construção, a necessidade vital do túnel e a vida da cidade dependente desta passagem secreta subterrânea.

Rosas de Sarajevo

Como homenagem às pessoas que morreram durante a guerra, as crateras dos bombardeamentos foram preenchidas com resina vermelha e são famosamente chamadas de Rosas de Sarajevo. O número diminui de dia para dia com a renovação das ruas, mas ainda se encontram algumas pela cidade.

Monte Trebević

Visitar Sarajevo RoteiroOutro dos lugares mais visitados é a pista abandonada de Bobsleigh, construída para os Jogos Olímpicos de Inverno realizados em Sarajevo em 1984. A pista agora abandonada, fica no Monte Trebević, o pulmão da cidade. Foi usada como ponto de vantagem para as tropas sérvias sitiarem a cidade. Presentemente, é uma galeria de street art a céu aberto.

Dica VagaMundos: para uma subida em modo passeio relaxante, sem canseiras e com vistas ao Monte Trébevic, apanhe o teleférico de Trebević na rua Hrvatin, no bairro de Bistrik a sul do rio. Vale cada marco bósnio.

Uma das melhores coisas a fazer quando visitar Sarajevo é passear pelas colinas que cercam a cidade. A tarde é o momento perfeito para o fazer.

Fortalezas Amarela e Branca

Sarajevo vista da Fortaleza Amarela

Na nossa opinião, uma subida à Fortaleza Amarela é imperdível em qualquer roteiro de Sarajevo. As ruínas das antigas fortificações que protegiam a cidade velha, agora oferecem vistas maravilhosas da cidade. E o pôr-do-sol é algo confere uma beleza inesperada à cidade.

Dica VagaMundos: um pouco mais distante fica a Fortaleza Branca. De momento, estão a ser desenvolvidos trabalhos de recuperação e limpeza (estava toda grafitada devido ao abandono) iniciados em dezembro de 2019, portanto, temporariamente vedada a visitas. Poupe-se da subida.

Cemitério Kovači (Šehidsko mezarje Kovači

Na subida às fortalezas, a primeira coisa que sobressai à vista é o Cemitério Kovači. Alertamos que não é uma atração turística, mas é importante, como visitante, ter consciência da sua significância.

Visitar Sarajevo RoteiroO cemitério muçulmano mais antigo da cidade é hoje um memorial e monumento nacional, morada do descanso final dos defensores de Sarajevo durante o Cerco de Sarajevo, esses 1425 dias em que a cidade foi sitiada pelos sérvios entre 1991 e 1995. Na parte baixa do cemitério estão as mais antigas lápides muçulmanas encontradas na região.

Museus em Sarajevo

Quem vai visitar Sarajevo tem a opção de escolher entre vários museus que contam as memórias da cidade. Entre os seus 2 dias de roteiro em Sarajevo, pode ter tempo para incluir um (ou dois) deles. Destacamos alguns dos mais relevantes que podem ir ao encontro dos seus interesses.

© Galerija 11/07/95

O Museu de Sarajevo, numa perspetiva cultural, conta com cinco dependências: a Casa de Svrzo (casa de família otomana), a Casa Despić (casa de família ortodoxa), o Museu Judaico (alojado na sinagoga mais antiga da Bósnia e Herzegovina, construída em 1581), o Brusa Bezistan e o Museu de Sarajevo 1878-1914 (período austro-húngaro). No conjunto, contam a história do passado de Sarajevo, desde os assentamentos pré-históricos em Butmir, passando pelos assentamentos ilírico e romano, até à Bósnia medieval, o período otomano, o período austro-húngaro e os tempos modernos.

Para perceber os acontecimentos atrozes da guerra na Bósnia e Herzegovina entre 1992 e 1996, há três museus que são fulcrais. A Galerija 11/07/95 é uma galeria memorial cujo objetivo é preservar a memória da tragédia da cidade bósnia de Srebrenica e das suas 8.372 vítimas. No War Childhood Museum o acervo é composto por itens que contam histórias emocionantes de como as crianças cresceram durante a guerra. O Museum Of Crimes Against Humanity And Genocide 1992-1995 possui um arquivo e coleção ainda usados para determinar os crimes de guerra cometidos no país; a abordagem multidisciplinar da coleção ajuda os visitantes a familiarizarem-se com os eventos da guerra.

Sarajevo: Mapa Turístico com Principais Pontos de Interesse


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa do roteiro para visitar Sarajevo.

Outros artigos da Bósnia e Herzegovina

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide e na Civitatis encontra sempre os melhores tours locais e pode ainda reservar o seu transfer do aeroporto e saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem na World Nomads ou na IATI Seguros. São ambas agências 100% especializadas em viagens e apresentam sempre os melhores rácios custo-benefício do mercado. Se optar pela IATI use o nosso link e terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize o Skyscanner para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o Rentalcars. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog “VagaMundos” a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.