Segóvia: o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer

Segóvia (Espanha): o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer na cidade e arredores

Um aqueduto bimilenário, um castelo de conto de fadas e uma imponente catedral gótica são atrações imperdíveis que justificam, por si só, visitar Segóvia. Mas a cidade histórica espanhola tem muito mais para oferecer. Neste roteiro para visitar Segóvia em 1 dia, para além das atrações imperdíveis, temos dicas do que ver e fazer e sugestões de restaurantes onde comer. Sugerimos também hotéis onde dormir, caso vá visitar Segóvia numa escapadinha de fim de semana prolongado somando as cidades históricas de Salamanca, conhecida pela sua universidade do século XII e igrejas renascentistas de estilo plateresco, Ávila, cingida por uma muralha com 82 torres semicirculares, e Toledo, a antiga capital espanhola.

Segóvia (Espanha): o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer na cidade e arredores
Alcazar de Segóvia, um verdadeiro castelo de conto de fadas

Impondo-se no alto duma colina cingida de verde, a visão da silhueta de Segóvia no horizonte, com as suas torres a desafiar os céus, é amor à primeira vista. Iluminada pela luz esfuziante do sol num dia limpo, então, é jura de amor eterno. Qual musa dum pintor, revelando tantos matizes de ardentes cores quantas horas tem o dia.

Segóvia (Espanha): o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer na cidade e arredores
Aqueduto de Segóvia

Segóvia é uma cidade antiga, pequena e agradável, de ruas labirínticas, arquitetura brilhante e ambiente vibrante. Facilmente navegável a pé, o centro histórico medieval e o aqueduto romano estão listados como Património da Humanidade UNESCO (1985). Descubra os segredos duma das pérolas mais valiosas de Espanha.

Junte o útil ao agradável. Combine a sua viagem a Segóvia com uma visita às cidades históricas mais próximas. Espreite os seguintes artigos para dicas e inspiração:

Onde fica e como chegar a Segóvia?

Segóvia (Espanha): o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer na cidade e arredores
Plaza de las Sirenas – Roteiro para visitar Segóvia

Segóvia é uma cidade espanhola pertencente à comunidade autónoma de Castelo e Leão. Situada na extremidade sudeste da região, dista menos de 100 km da capital espanhola, Madrid, e integra, junto com Ávila e Toledo, o chamado “triângulo” das cidades históricas perto de Madrid que mais visitantes atraem.

Se vai visitar Segóvia a partir de Portugal, a forma mais prática e rápida de chegar é de carro próprio. A distância Lisboa – Segóvia é de cerca de 650 km via Vilar Formoso e Salamanca, e cerca de 615 km via Badajoz e Cáceres. Do Porto, a distância menor é de cerca de 490 km via Bragança e Zamora, ou de 530 km via Chaves-Verín e Puebla de Sanabria.

Por causa dos voos low cost, há quem opte voar para Madrid, tomando depois o autocarro ou o AVE (comboio de alta velocidade) até Segóvia, ou alugando um carro no aeroporto de Madrid.

Quando visitar Segóvia?

Catedral de Segóvia

Por causa da distância da costa e a localização elevada, Segóvia é caracterizada por um clima frio e parcialmente seco. O que se traduz em invernos frios e verões quentes. Posto isto, a melhor altura para visitar Segóvia é, na nossa opinião, a primavera e o outono. Nos meses maio/junho e setembro/outubro consegue fintar a chuva, o frio e as multidões da época alta, julho e agosto. Saiba que, por causa da proximidade com a capital espanhola, Segóvia é um destino muito popular entre os madrilenos, principalmente ao fim de semana.

Ayuntamiento de Segóvia

A Semana Santa de Segóvia, declarada de Interesse Turístico Internacional, leva milhares de pessoas a visitar Segóvia para assistir às procissões das confrarias, celebrações e manifestações culturais mais identitárias da cidade.

As Fiestas de San Lorenzo, em honra do santo padroeiro, em meados de agosto são uma excelente oportunidade para conhecer o melhor da gastronomia de Segóvia.

Onde ficar a dormir em Segóvia? Sugestões de alojamento

A oferta de alojamento em Segóvia é vasta e agrada a todos os bolsos. Procure alojamento perto do Aqueduto ou da Catedral se quiser explorar a cidade a pé e ficar mais perto das atrações imperdíveis a visitar em Segóvia. Contudo, se estiver de carro, lembre-se que o centro é maioritariamente pedonal, dificultando a tarefa do estacionamento. Reserve com o máximo de antecedência possível de forma a garantir os melhores preços e opte sempre por reservar alojamentos que permitam o cancelamento, não vá ter algum imprevisto.

Eis os alojamentos de Segóvia que apresentam a melhor relação qualidade-preço no centro histórico de Segóvia:

Hotel Don Felipe

É um dos favoritos dos hóspedes e com razão. Por isso, o Hotel Don Felipe foi a nossa escolha para dormir em Segóvia e só podemos recomendar. Localização central (a apenas 200 metros do Alcazar), quartos confortáveis, espaçosos e modernos, super limpos e com todas as comodidades, um pequeno almoço muito bom, uma equipa fantástica e um terraço estupendo para relaxar a olhar para o Alcazar ao fim do dia.

Hotel Real Segovia

Localização muito central, na Plaza de Las Sirenas, entre a catedral e o aqueduto romano, o Hotel Real Segovia é um hotel clássico, ao estilo continental, com um ambiente elegante. Marca pontos no conforto dos quartos, na simpatia dos funcionários, e no terraço com vistas para a muralha e a catedral.

Real Segovia Apartments

No que toca a apartamentos, não hesitamos em recomendar os Real Segovia Apartments. Ótimos para montar base para visitar a região. Privacidade, independência, conforto e aquele home feeling habitam estes apartamentos modernos, localizados entre o aqueduto e a Plaza Mayor.

Exe Casa de Los Linajes

Que tal desfrutar dum ambiente aristocrático e encantador sem arruinar a carteira? O Exe Casa de Los Linajes, no bairro histórico de San Esteban, está situado num edifício do século XVI, mas os confortos modernos são irrepreensíveis. Pequeno almoço sem glúten com pedido prévio. Não perca um fim de tarde no terraço.

Hotel Infanta Isabel

Situado em plena Plaza Mayor, ficando neste 3 estrelas, fica perto do melhor que Segóvia tem para oferecer. O Hotel Infanta Isabel apresenta qualidade, a preços razoáveis, quer no serviço, quer na comodidade dos quartos de decoração clássica, alguns com vista para a catedral. Há ainda um bar no terraço.

Clique para ver mais opções de alojamento em Segovia

O que visitar em Segóvia? 

Segóvia (Espanha): o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer na cidade e arredoresQualquer roteiro para visitar Segóvia lhe vai dizer que há três atrações imperdíveis em Segóvia: o Aqueduto, a Catedral e o Alcázar. Estamos plenamente de acordo e acrescentamos que, do primeiro ao último e por esta ordem, vai passar pelos pontos de interesse que representam o melhor que Segóvia tem para visitar.

Este roteiro para visitar Segóvia em 1 dia foca-se na Calle Real, nome pelo qual é conhecida a sequência de ruas que unem o Aqueduto, a Catedral e o Alcazar. Porém, se já nos conhece e aos nossos roteiros, sabe que @ vamos desafiar “a sair da linha”.

Centro Histórico e Bairro Judeu

Segóvia (Espanha): o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer na cidade e arredores
Ruelas do Bairro Judeu – Roteiro para visitar Segóvia

Deambular pelo casco viejo de Segóvia é como entrar numa máquina do tempo e viajar pelos séculos de história da cidade, da sua fundação até aos dias modernos. Ao virar da esquina encontra praças airosas rodeadas de casas brasonadas, igrejas seculares, e um Bairro Judeu que apresenta um legado valioso duma das comunidades judaicas mais ricas de Castela e Leão. E não faltam bares e restaurantes que enchem de vida e satisfazem fome e sede de quem vai visitar Segóvia.

Aqueduto de Segóvia

Segóvia (Espanha): o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer na cidade e arredoresComeçamos este roteiro para visitar Segóvia em 1 dia pelo símbolo mais importante da cidade. Como um sol à volta do qual toda a cidade orbita, o Aqueduto de Segóvia é dos mais bem preservados monumentos romanos da Espanha, senão mesmo da Península Ibérica. Inacreditavelmente, argamassa ou cimento estão totalmente ausentes na união deste “lego de gigantes” de pedras de granito com toneladas de peso. De pé há dois milénios, são as leis da física, força da gravidade e equilíbrio de forças que aguentam esta maravilha da engenharia, que se ergue aos 28 metros no ponto mais alto e soma um total de 167 arcos.

Contemple esta obra incrível de todos os lados. Mire de baixo, de cima, da esquerda, da direita, que vai sempre descobrir novas perspetivas e ângulos para uma fotografia singular. Desde a Plaza Artillería ou Plaza Azoguejo, desde as escadarias a sul ou subindo ao Mirador del Acueducto (ao lado do Postigo del Consuelo), ponto onde o aqueduto entra Muralhas de Segóvia adentro.

Não deixe também de dar um saltinho à Plaza Oriental para ver a escultura da Loba Capitolina de Segóvia, uma réplica da Loba de Rómulo e Remo, cuja original se encontra no Monte Capitolino em Roma.

Segóvia (Espanha): o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer na cidade e arredores

Dica VagaMundos: somos uns diabretes, já sabemos! Primeira “saída da linha”: segundo conta a lenda, em troca da alma duma aguadeira, o diabo construiu o Aqueduto de Segóvia numa só noite. E o mafarrico está hoje sentado num muro da Calle San Juan. Numa mão ainda segura a pedra que lhe faltou para terminar o aqueduto antes do galo cantar. Fugiu-lhe a alma e no lugar da pedra está La Virgen de Fuencisla. Na outra mão tem… o telemóvel com a selfie!  Que belo spot para uma selfie com El Diablillo del Acueducto!

Plaza Azoguejo

Segóvia (Espanha): o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer na cidade e arredores
Iglesia de San Millán – Roteiro para visitar Segóvia

Quando despertar do deslumbramento liliputiano, saiba que aos seus pés está a mais antiga zona de comércio de Segóvia. Na Plaza Azoguejo ainda paira no ar esse ambiente e não custa nada viajar a outros tempos e imaginar o bulício das trocas comerciais. Na Azoguejo encontra Oficina de Turismo se precisar de um mapa ou de informação sobre visitas aos monumentos, preços, horários e as condicionantes de momento. Nesta zona, pode “ir de tapas”, algo imprescindível num roteiro para visitar Segóvia. Há um desfile de restaurantes e mesóns, taperías e cervecerías, street food, fast food e slow food, da Plaza Azoguejo à Iglesia de San Millán (modelo das igrejas românicas segovianas com claros traços de influência muçulmana, digna de visita).

Calle Cervantes

Casa de los Picos – Roteiro para visitar Segóvia

A estreita e sempre buliçosa Calle Cervantes permite um primeiro contacto com as casas esgrafiadas segovianas de origem mudéjar e, passando pelo Mirador de la Canaleja, conduz à Casa de los Picos, um dos monumentos mais curiosos a visitar em Segóvia, com centenas de blocos de granito com ponta de diamante. Defronte, a nobre Casa de los del Río “esconde” um dos pátios mais singulares de Segóvia com um ailanto (árvore-do-céu) centenário. Arranje tempo para um pequeno desvio e apreciar as fachadas do Palacio de Cascales (de Aspiroz ou del Conde de Alpuente), um palacete mudéjar do século XV com janelas em lousa rendilhada, e de La Alhóndiga, o armazém de cereais com pórtico isabelino, agora espaço cultural.

Plaza de Medina del Campo

Antigos palacetes e a imponente Iglesia de San Martín, fazem-nos recuar séculos no tempo numa das mais belas e importantes praças da Segóvia medieval, que merece tempo para contemplar o conjunto arquitetónico. A igreja, apresentando uma bela galeria com arcadas, domina no centro da praça. De origens moçárabes, foi construída no século XII , é uma autêntica joia do românico castelhano com campanário em estilo românico-mudéjar.

Dica VagaMundos: pela beleza e imponência, e inserido no agradável jardim da Plaza de Colmenares, há outro templo que achamos valer a pena fazer um desvio. Embora dessacralizada, a igreja de San Juan de los Caballeros, foi edificada sobre uma basílica paleocristã, o que faz dela a mais antiga de Segóvia. Agora alberga o interessante Museo Zuloaga, e foi durante anos a oficina do conceituado ceramista e pintor espanhol, Daniel Zuloaga.
Plaza de las Sirenas com o emblemático Torreón de Lozoyola como pano de fundo

Atente ao lado nascente para apreciar duzentos anos de arquitetura nobre segoviana. Lado a lado, erguem-se as mansões brasonadas renascentistas da Casa de Solier, Casa de Bornos e o emblemático Torreón de Lozoyola, do século XIV. Os segovianos tratam-na por Plaza de las Sirenas, mas é difícil associar a sereias as duas estátuas com busto de mulher e corpo de leão.

Dica VagaMundos: o nosso “torreón” favorito em Segóvia é o Torreón de los Arias Dávila. Fica a escassos metros da Plaza de Medina del Campo, passando pelo Museo de Arte Contemporáneo Esteban Vicente. Vale a penas “perder-se” nas ruas em redor onde encontra algumas das mais belas casas esgrafiadas, a Puerta de la Luna que rasga as muralhas e abre para o jardim do Paseo Salón de Isabel II.

Plaza Mayor

O coração do centro histórico, religioso, político e social, é a Plaza Mayor, provavelmente a mais bela praça da cidade de Segóvia. Atente ao Ayuntamiento, ao teatro Juan Bravo, ao coreto,ao Palacio del Marqués del Arco e à Iglesia de San Miguel que passa quase despercebida perante a magnitude dos pináculos da catedral.

Dica VagaMundos: a sul da Plaza Mayor estende-se a Judería, o bairro onde morava a abastada comunidade hebraica antes da expulsão pelos Reis Católicos em 1492. Em tempos, eram 5 as sinagogas no bairro. Delas só resta a Sinagoga Maior, atual igreja Corpus Christi integrada no Convento das Clarissas. Se quiser saber mais sobre o legado judaico na cidade, visite o Centro Didáctico de la Judería de Segovia.

Catedral de Segóvia

Cognominada de “dama das catedrais”, a Catedral de Segóvia é um magnífico templo religioso do século XVI, uma das últimas catedrais espanholas a ser construída ainda em estilo gótico-tardio quando já toda a Europa fazia a transição para o estilo renascentista. Resulta da transladação de partes da antiga Catedral de Santa María de Segóvia, nomeadamente o claustro, destruída aquando da Guerra das Comunidades de Castela. Grandiosidade e harmonia descrevem tanto exterior como interior da catedral. Vai dar por bem empregue o seu dinheiro para visitar o interior e se deparar com luminosidade colorida dos vitrais, o soberbo altar-mor, o elaborado cadeiral do coro, o rendilhado gradeamento, os órgãos barrocos e nada mais nada menos que 18 esplendorosas capelas.

Alcazar de Segovia

Segóvia (Espanha): o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer na cidade e arredoresParece um palácio de conto de fadas! Antecedido por jardins verdejantes, onde se situava a antiga catedral de Segóvia, o fosso e a ponte levadiça que dá acesso ao Alcazar de Segovia espicaçam ainda mais o imaginário. O estado de conservação é notável e a visita ao seu interior permite a entrada em esplendorosos salões, no museu Real Colegio de Artillería e à escadaria (152 degraus) para subir à Torre com maravilhosas vistas panorâmicas sobre a cidade e arredores. Leve uma boa dose de paciência ou o bilhete de ingresso comprado com antecedência porque as filas são longas.

Muralhas de Segovia

Segovia foi firmada na rocha. Implantada sobre um promontório rochoso, a já de si estratégica localização não impediu os Romanos de construírem a primeira cerca defensiva que ao longo dos séculos foi ampliada, restaurada e reforçada. São 3 km de muralha inexpugnável mantida na sua totalidade (só Avila e Lugo se podem orgulhar de igual feito) com 80 torres e cubos.

Não vamos dizer para percorrer a totalidade, mas aconselhamos o troço entre a Catedral e o Alcazar, conhecido como Ronda Don Juan II. Pelas vistas do Mirador del Valle de Clamores e do Mirador del Museo, e para contemplar a monumental Puerta de San Andrés e, caso seja do seu interesse, visitar o Museo de Segovia.

O que ver nos arredores de Segóvia?

Puerta de Santiago – Roteiro para visitar Segóvia

Caso ainda tenha tempo, um passeio que sugerimos para descobrir outros pontos de interesse a visitar em Segovia é a descida ao rio Eresma, a norte do Alcazar. A descida faz-se pela escadaria da Cuesta de La Zorra ou atravessando a Puerta de Santiago, aproveitando a passagem pelo Jardín de los Poetas, e a sede da Colección de Títeres Francisco Peralta (um célebre marionetista).

Alcazar visto do Mirador de la Pradera de San Marcos

Depois da ponte, paragem na Pradera de San Marcos. O que mais atrai no Mirador de la Pradera de San Marcos são as vistas privilegiadas para o Alcazar, sem desprezar o agradável passeio de 15 minutos e o aprazível parque. Se há coisa em que Segóvia é fértil, é em miradouros.

Segóvia (Espanha): o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer na cidade e arredores
Igreja Vera Cruz – Roteiro para visitar Segóvia

Descubra ainda a sui generis e misteriosa Igreja Vera Cruz (1208), atribuída popularmente aos Cavaleiros Templários, cuja planta tem doze paredes e doze ângulos.

Segóvia (Espanha): o que visitar | Roteiro com o que ver e fazer na cidade e arredores
Mosteiro de Santa Maria del Parral – Roteiro para visitar Segóvia

Para oeste, ficam o Monte das Peñas Grajeras, o Convento de San Juan de la Cruz, o Santuário de La Fuencisla e Convento das Carmelitas Descalças e a Puerta de Arévalo. A leste situam-se o Museo Real Casa de Moneda de Segovia e o Mosteiro de Santa Maria del Parral.

Restaurantes onde comer em Segóvia?

Segóvia é um destino gastronómico apreciado por toda a Espanha. Considerada o epicentro do “asado castellano”, Segovia atrai comensais vindos dos quatro cantos de Espanha enchendo os “mesones”, restaurantes típicos, principalmente ao fim de semana. E a fama já se espalhou pelo mundo.

Cochinillo

Quando se fala da gastronomia típica de Segóvia, vem logo à baila o famoso cochinillo de Segovia. (Quem percebe de leitão assado ajuizará se o melhor é o segoviano ou o da Bairrada.) Mas para além deste manjar, há outros pratos típicos que vale a pena degustar: lechazo asado (cordeiro assado em forno de lenha); judiones de la Granja (guisado de feijões kingsize, bom para os dias mais frios); trucha segoviana (truta, abundante nos rios de Segóvia); chorizo de Cantimpalos (brilha nos enchidos); e o ponche segoviano (bolo de recheio cremoso).

No que a tapas diz respeito, Segóvia tem tanta oferta, desde os sabores doutros tempos às invenções mais atuais, que nem um abade era capaz correr o cardápio todo num roteiro gastronómico de fim de semana em Segóvia.

Ao longo da Calle Real encontra dezenas de ótimos restaurantes e esplanadas para saciar a fome e a sede. Na Plaza Azoguejo e na Palaza Mayor os preços podem ser mais puxados, mas procure nas ruas circundantes que há alternativas económicas sem perda de qualidade. Se ficar para jantar, escolha uma mesa ao pé do Aqueduto: quando iluminado à noite, é memorável. Estes foram os restaurantes de Segóvia onde já nos sentamos à mesa, gostamos do que comemos e fomos bem atendidos:

Asador Maribel Restaurante (Avenida Padre Claret 16; (+34)921441141)

Restaurante – Bar El Sitio (Calle la Infanta Isabel 9; (+34) 921460996)

El Secreto de San Clemente (Avenida Acueducto 14; (+34) 921460557)

Mapa de Segóvia com principais pontos de interesse


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa com o que ver e fazer em Segóvia num roteiro de 1 dia.

Outros artigos de Espanha 

Melhores praias Sul de EspanhaRoteiro da Andaluzia | Roteiro da Extremadura | Roteiro da Galiza | Roteiro dos Picos da Europa | Parque Natural Arribes del DueroÁvila | Barcelona | Badajoz | Benidorm | Cáceres | GranadaIlhas Cíes | Lago de Sanabria | Lalín | Madrid | MéridaOurense | Puebla de Sanabria | Salamanca | Santiago de Compostela | Sevilha | Toledo | Vigo | Zamora

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide e na Civitatis encontra sempre os melhores tours locais e pode ainda reservar o seu transfer do aeroporto e saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem na IATI Seguros. É uma agência 100% especializada em viagens e apresenta o melhor rácio custo-benefício do mercado, sendo que todos os seus seguros contam com excelentes coberturas COVID-19. Se utilizar o nosso link terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize a AutoEurope. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o VagaMundos a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.