Visitar Sevilha: o que ver e fazer em Sevilha num roteiro de 2 dias

Visitar Sevilha - roteiro 2 dias

Visitar Sevilha é abrir uma caixa de surpresas de património histórico e arquitetónico mas também embeber o espírito espanhol das saídas para tapear bem, beber ainda melhor e ver (ou quiçá dançar) flamenco. Nenhuma cidade é melhor para viver essas experiências do que Sevilha, a capital da Andaluzia.

Visitar SevilhaSevilha faz parte do trio mais famoso das cidades históricas da Andaluzia juntamente com Córdoba e Granada. Mas das três, é considerada a mais encantadora pela herança árabe, pela monumentalidade e por ser atravessada pelo rio de Guadalquivir, navegável em grande extensão do seu percurso.

Porquê visitar Sevilha?

Torre de Oro - Roteiro Sevilha
Torre de Oro – Roteiro Sevilha

Localizada nas margens do rio Guadalquivir, Sevilha emana todo o seu charme e não há visitante que não sucumba ao seu jogo sedutor. O rico património, marcado pelas culturas cristã, árabe e cigana, um sol omnipresente, a atmosfera jovial, a gastronomia andaluza, são os atributos da “Bela Andaluza”, uma das cidades mais vibrantes da Espanha. Some-lhe bairros encantadores, espaços culturais cativantes e verdejantes parques e jardins… Verá que é impossível aborrecer-se em Sevilha.

Sevilha é uma cidade onde a vida é boa e ela exibe-o descaradamente

Dica VagaMundos: pense seriamente em fazer um passeio de barco no Guadalquivir, além de ser refrescante, já que Sevilha é das cidades mais quentes de Espanha, vai ver todo o charme de Sevilha duma perspetiva bem diferente. Nós reservámos este passeio de barco (clique para ver) através do Get Your Guide e gostamos bastante da relação qualidade preço.

Quando visitar Sevilha?

Um roteiro para visitar Sevilha tem sempre de passar pela emblemática Plaza de España
Um roteiro para visitar Sevilha tem sempre de passar pela emblemática Plaza de España

E a melhor altura do ano para visitar Sevilha é… (tambores, por favor!) Todo o ano. A capital da Andaluzia atrai visitantes todo o ano exatamente por ter um clima invejável e muitas horas de sol.

Os meses de verão de junho a agosto podem ser escaldantes (pense em 40ºC à sombra!), e apesar de ser a época do ano que atrai mais visitantes (multidões), podemos garantir que não vai usufruir da sua visita com prazer.

Planeie visitar Sevilha na primavera ou outono, os dias ainda são longos e as temperaturas bem mais convidativas. Mesmo no inverno qualquer nórdico anda de T-shirt em Sevilha, já que as temperaturas máximas em janeiro rondam os 16ºC.

Roteiro para visitar Sevilha – Semana Santa

Sevilha é super famosa pelas suas festas da Semana Santa, uma das festas mais tradicionais da Espanha. Milhares de pessoas vestem-se a rigor e as confrarias saem em procissões que correm as ruas da cidade de dia e de noite. O que mais impressiona são os grandiosos andores carregados por dezenas de “nazarenos” numa atitude de humilde penitência. Se quiser assistir a esse grande evento, planeie a sua viagem com antecedência para conseguir economizar.

La Feria de Abril de Sevilla é a “festa mais vistosa do mundo”. Imagine toda a vida duma cidade a acontecer numa semana, é assim a feira de todas as feiras com luz, gastronomia, flamenco, cor, fogo de artifício e alegria a rodos. Todo o poder de sedução de Sevilha é libertado nestes oito dias começando com a noite do “alumbrao” em que se acende La Portada, uma réplica dum monumento sevilhano com milhares de luzinhas. O bairro Los Remedios está à pinha em abril com a Feria de Abril para comer bem, beber melhor (“un jerez, por favor!”) e dançar flamengo como se não houvesse amanhã.

Sevilha é a cidade ideal para uma escapadinha romântica, para uma viagem de descoberta em família, ou para a desbunda com amigos, pois a capital andaluza agrada a todos os gostos.

Clique para ler o nosso roteiro de carro pela Andaluzia

Mapa dos Principais Pontos de Interesse de Sevilha


Clicar no canto superior direito para aumentar o mapa.

O que ver e fazer em Sevilha?

Visitar SevilhaIn a nutshell (de relance)? A soberba Plaza de España é de visita obrigatória, é também a mais fotogénica pérola de Sevilha, coisa que o Parque de María Luisa tem inveja. O antigo bairro judeu de Santa Cruz é um labirinto sinuoso onde apetece perder-se por entre laranjeiras a decorar ruas. Nesta tranquila cidade velha tem a altiva Giralda, o minarete muçulmano transformado em torre sineira da catedral gótica onde está o túmulo de Cristovão Colombo. O belíssimo Alcázar sobrevive desde que os mouros Almóadas tiveram o controlo na região. No El Arenal pode visitar El Greco e Velásquez no Museu de Belas Artes. Para bom flamenco o ano inteiro, perca-se no bairro de Triana.

Onde dormir?

Se não sabe onde dormir em Sevilha, sugerimos alguns dos melhores alojamentos entre económico, mid-range e de luxo.

Hotel Doña Manuela

Situado no antigo bairro judeu de Sevilha, o boutique Hotel Doña Manuela está localizado no bairro de Santa Cruz, ao lado dos Jardins Murillo. Os quartos são confortáveis e limpos, com boas vistas.

Eurostars Torre Sevilla

No animado bairro de Triana, a 700 metros da Plaza de Armas, o Eurostars Torre Sevilla está localizado nos últimos 13 andares dum arranha-céus, o prédio mais alto da Andaluzia. A localização, o conforto, as vistas e o pequeno almoço são as grandes mais-valias deste hotel.

Palacio Pinello

O hotel boutique Palacio Pinello está localizado no belo centro histórico de Sevilha, a apenas 200 metros da imponente catedral gótica. Com uma equipe de atendimento excecional, o hotel tem uma ambiência sofisticada. Pequeno almoço muito bom.

Las Casas de El Arenal

O hotel Las Casas de El Arenal está situado a escassos 290 metros da Catedral. Este hotel tem decoração clássica e um bar no local. Staff muito atencioso, quartos e espaços comuns muito limpos e WiFi gratuito.

Hotel Posada del Lucero

O Hotel Posada del Lucero ocupa um monumento histórico nacional datado do século XVI, em que os quartos abrem para um pátio interior, ao estilo andaluz. Bem perto do Metropol Parasol. O rooftop e a piscina aberta são os espaços de eleição dos hóspedes.

Hotel Alfonso XIII – A Luxury Collection Hotel

Um dos mais prestigiados hotéis da Espanha, o Hotel Alfonso XIII – A Luxury Collection Hotel está localizado ao lado do complexo palaciano do Réales Alcázares. Um edifício magnífico de design elegante numa excelente localização em Sevilha, perto das principais atrações da cidade. Os pátios e a piscina convidam a momentos de lazer e o serviço dos restaurantes é muito apreciados pelos hóspedes.

Clique para ver mais opções de Alojamento em Sevilha

O Melhor de Sevilha num roteiro de 2 dias

Jardins do Real Alcázar - mais um ponto de paragem obrigatória no seu roteiro para visitar Sevilha
Jardins do Real Alcázar – mais um ponto de paragem obrigatória no seu roteiro para visitar Sevilha

Então, o que fazer em Sevilha? Quais são os locais de interesse a visitar? Onde comer? Onde dormir?

O nosso roteiro de Sevilha em 2 dias responde às suas questões e apresenta os pontos de interesse imperdíveis de Sevilha para programar a sua viagem de fim de semana.

Como sabemos que vai querer voltar, porque visitar Sevilha em 2 dias vai saber a pouco e está mesmo aqui ao lado na vizinha Espanha, guarde este artigo nos seus favoritos para usar de futuro.

Roteiro Sevilha: 1º Dia

Começamos o nosso primeiro dia deste roteiro de Sevilha em Santa Cruz, o antigo bairro judeu que é atualmente o centro histórico de Sevilha.

Real Alcázar de Sevilha

Património Mundial UNESCO, o Alcázar de Sevilha é um palácio real mouro de beleza estonteante. A herança árabe está bem patente nos milhares de detalhes ornamentais e azulejos mudéjares que compõem salões, arcos, portas e pátios de deixar qualquer visitante de queixo caído. A estes elementos foram adicionadas influências góticas e barrocas das sucessivas reconstruções e adições.

Após visitar o imponente palácio, não deixe de fazer um passeio pelos seus maravilhosos jardins. Se for fã da série Guerra dos Tronos, é muito provável que tenha um momento déjà vu, pois os ditos jardins servem de cenário para os jardins de Dorne. É o castelo real ainda em uso mais antigo da Europa, e residência oficial da família real espanhola quando de visita a Sevilha.

Catedral de Sevilha

Alcázar visitado rume até ao coração da cidade velha de Sevilha via a Plaza del Triunfo para conhecer a sua histórica Catedral, última morada do famoso navegador Cristóvão Colombo.

Construída no século XV no lugar da antiga mesquita almóada de Sevilha, é a terceira maior catedral do mundo depois de São Pedro de Roma e São Paulo de Londres. Mesmo quem não é piedoso não pode perder este monumento, também ele listado como Património Mundial UNESCO. A catedral pode ser visitada como um museu, com obras de arte que se sucedem nas sacristias, salões e retábulos.

Reza a lenda que um dos mentores da catedral afirmou: “Vamos construir um templo tão grande que, quem o vir, nos tome por loucos!”. Desconhecemos o desfecho, mas sabemos que a Catedral de Santa María de la Sede de Sevilla é imperdível em qualquer roteiro de Sevilha.

Dica VagaMundos: por norma a Catedral de Sevilha tem longas filas para comprar os bilhetes de entrada. Na época alta então é impossível. Para evitar passar várias horas na fila considere comprar os bilhetes com antecipação. Nós compramos o bilhete de entrada na Catedral de Sevilha e La Giralda com acesso prioritário e recomendamos vivamente.
 
Caso também esteja a planear entrar no Alcázar de Sevilha espreite este tour guiado à Catedral, Giralda e Alcázar que já incluí no preço as entradas prioritárias.

La Giralda

Parece um minarete, e é – ou foi, melhor dizendo. Tal como a mesquita foi transformada em catedral, o minarete foi transformado na sua torre sineira. Para que 24 sinos pudessem ficar mais altos ainda, pelas mãos dos cristãos a torre cresceu um terço dos seus atuais 104 metros, completados pelo El Giraldillo, o nome popular dado à escultura que coroa La Giralda. Foi em tempos a torre mais alta do mundo. Não deixe, por isso, de subir ao topo de La Giralda. Não há degraus, apenas uma rampa inclinada. Diz a lenda que era para o imã pudesse subir montado num burro para fazer a chamada para a oração, cinco vezes por dia. As vistas panorâmicas 360º compensam qualquer esforço, coisa que o burro não devia dar grande valor mas você certamente dará.

Depois de se maravilhar com os três monumentos mais emblemáticos de Sevilha, sugerimos respirar um pouco e arranjar coragem para o seu ritual de iniciação na gastronomia sevilhana. Escolha uma esplanada. Peça umas tapas. Refresque-se com a primeira sangria. A tarde reserva-lhe ainda muitas belas surpresas.

Barrio de Santa Cruz

Quer mergulhar no coração da cultura andaluza? Parte essencial de qualquer roteiro de Sevilha é o bairro de Santa Cruz, antigo bairro judeu o que é sinónimo de labirinto de ruas e ruelas estreitas por entre um casario encantador. Por si só podia representar toda a beleza da urbe sevilhana. Uma vez perdido por lá, vai perceber.

Mergulhe neste lugar típico onde os pátios andaluzes, as casas de cores garridas, lojinhas de artesanato e pequenos jardins vivem ao ritmo do murmúrio das fontes. E deixe-se surpreender pelo doce aroma da flor de laranjeira que, sem dúvida, o acompanhará neste labirinto de múltiplos tesouros. Perder-se neste labirinto medieval é a melhor maneira de se apaixonar por Sevilha. Se é que ainda não está perdido de amores!

Mas vamos continuar o nosso roteiro de Sevilha passando pelos Jardines de Murillo e o Paseo Catalina de Ribera com um monumento a Cristovão Colombo. Pelo caminho podemos apreciar a Real Fábrica de Tabacos, atual reitoria da Universidade de Sevilha.

Plaza de España

Desde 1929, ano da sua construção para a Exposição Ibero-Americana, a Plaza de España é uma das mais belas praças da cidade, senão mesmo a mais bonita. Sumptuosa, grandiosa, esplêndida e inevitável em qualquer roteiro de Sevilha. Belas bancadas em azulejo e cerâmica representando todas as províncias espanholas, cada tesouro é um apelo à viagem no tempo da sua forte história. Além da herança arquitetónica que lhe dá fama, é um lugar de culto para todos os fãs duma famosa saga: Star Wars. Saiba que também pode andar de barco pelos canais que fluem na Plaza de España.

Para final de dia perfeito e por esta altura do seu roteiro de Sevilha acreditamos que já o conseguimos fazer apaixonar-se pela Bela Andaluz.

Senão, ainda temos mais trunfos na manga.

Torre del Oro e Rio Guadalquivir

Com a noite a aproximar-se, vai assistir a uma transformação completa da cidade. A melhor maneira de terminar o primeiro dia do seu roteiro de Sevilha é percorrendo as margens do rio Gaudalquivir, apreciar a geometria da Torre del Oro, uma torre militar defensiva tida como o cofre sevilhano das riquezas vindas das colónias, enquanto se vai preparando para escolher um restaurante onde comer e beber.


Leia também o nossos Roteiros de Barcelona, GranadaLalínMérida, Picos da Europa, Salamanca e Santiago de Compostela


Onde comer em Sevilha?

Apesar de Santa Cruz ser o mais central dos bairros com larga oferta de restaurantes, atreva-se a ir mais além do puramente turístico. Os bairros de Alfalfa (calle Pérez Galdós e Plaza del Salvador), El Arenal (mais jovem e descontraído), a Alameda de Hercules, e a Calle Betis no bairro de Triana, são alternativas cada vez mais procuradas.

Aqui encontra de tudo, bodegas à moda antiga, restaurantes requintados, o boteco do turco, a gelataria tirada duma chapa de instagram. Bares não faltam e pelo meio ainda se encontra uma ou outra discoteca.

Flamenco em Sevilha

Sevilha é o berço do flamenco. Se quiser assistir a um espetáculo de autêntico flamenco, esta é a sua oportunidade para conhecer o flamenco Jondo, o mais tradicional centrado no cante com profundidade e dramatismo, o flamenco Chico, mais festeiro, e o flamenco Intermedio.

Há casas muito afamadas, com promessas dos bailarinos mais premiados, os melhores músicos, os melhores estilos de flamenco entre bulerías, soleas, alegrias, fandangos, sevilhanas – os preços é que são pouco convidativos.

Nós fomos à Casa de la Memoria, sem microfones, sem distrações gastronómicas num pátio pequeno sem assentos confortáveis. Não o trocávamos por nada! Só talvez por um dos espetáculos gratuitos no bairro de Triana, um bairro mais modesto cuja vida se centra à volta do Mercado de Triana.

Vida noturna em Sevilha

Sevilha é o expoente máximo de vida noturna à espanhola. Tudo começa tarde e acaba mais tarde ainda.

Inicie-se numa rota a tapear pelas bodegas, a beber cervecita ou tinto de verano em vez de sangria – eles topam logo que é turista – e faça como os locais, peça um finito de vino, néctar pelo qual os andaluzes se perdem. Atreva-se a provar uma agua de Sevilla, uma mistura de licores – provavelmente é melhor guardá-la mais para o fim da noite.

Se aderir ao el botellón na Plaza de Salvador, Plaza Alfalfa, Calle Betis e na Alameda de Hercules, então encarnará verdadeiramente o espírito noctívago da cidade.

Roteiro Sevilha: 2º Dia

Como a noite se estendeu, sugerimos começar o seu segundo dia do roteiro de Sevilha num passo lento e relaxante.

Parque María Luisa

O Parque María Luisa, lugar privilegiado para turistas e moradores locais, é o spot para um passeio à sombra, um refúgio para os dias mais quentes. Verdadeiro pulmão verde de Sevilha, o Parque María Luisa é o jardim mais famoso da cidade, um sucesso que hoje lhe valeu o título de Bem de Interesse Cultural.

A Fonte das Rãs e a Fonte dos Leões centram o enorme espaço ajardinado, em recantos descobre-se belíssima estatuária a que chamam glorietas, passando pelo Centro Estudios Joaquín Romero Murube e terminando na arejada Plaza America com possibilidade de visitar o Museu de Artes e Tradições Populares e o Museu Arqueológico de Sevilha.

Se viajar com miúdos, tem ainda o Aquário para bons momentos de distração. O Monte Gourougou é um cantinho secreto bom para namorar. No Paseo de las Delicias pode encontrar esplanadas para uma bebida refrescante.

Metropol Parasol e Antiquarium

Vamos atravessar Sevilha por isso o melhor é apanhar o autocarro. Os Sevilhanos chamam-lhe Las Setas – os cogumelos. O Metropol Parasol pretende ser a maior construção em madeira do mundo. Poderá não o ser por muito tempo, pois uma vez que se tornou um atrativo turístico, outra cidade vai certamente concorrer para lhe roubar o título.

A escultura de madeira tem um miradouro e uma passarela no topo com excelentes vistas sobre a cidade e um museu arqueológico, o Antiquarium, com vestígios da era romana num piso subterrâneo.

Nas proximidades do Metropol, existem mais três palácios que testemunham a grandeza arquitetónica sevilhana entre as influências mouriscas aos estilos ocidentais. Falamos do Palacio de las Dueñas, Palacio de la Condessa Lebrija e da Casa de Pilatos. Valem para apreciar no exterior, apesar de visitáveis com bilhete pago. Dentre os três, a Casa de Pilatos foi a nossa escolha.

Iglesia Colegial del Divino Salvador

Um templo religiosos que vale a pena visitar é a Iglesia Colegial del Divino Salvador, uma igreja de inspiração barroca sombreada pela catedral. Também construído numa antiga mesquita, tem extraordinários retábulos barrocos de rico detalhe. O bilhete da catedral é conjunto, por isso, se pagou ontem a sua visita à catedral, aproveite para dar uma vista de olhos.

Visitar SevilhaEnquanto nos dirigimos à Plaza Nueva, onde se encontra o Ayuntamiento de Sevilla, podemos fazer umas compritas ou mirar montras no centro comercial a céu aberto, Calle Sierpes e Calle Tetuán. Certamente encontrará por aqui o souvenir ideal para levar consigo no regresso a casa.

Real Mastreanza

Roteiro SevilhaApesar de não sermos de todo fans de touradas, a Real Mastreanza é uma arena de touros que impressiona pela dimensão e atrai grande número de apreciadores da tauromaquia. Acolhe um museu com um acervo dedicado à história desta tradição cultural que faz de Sevilha a meca tauromáquica.

Mercado Lonja del Barranco

Uma revitalização completa do antigo mercado de Sevilha, transformou o espaço em food-court com bancas onde se encontram algumas das casas que oferecem as experiências gourmet da gastronomia nova de Sevilha. Também pretende ser um espaço com eventos culturais como exposições de arte e fotografia, exibições de artes performativas e workshops.

Ponte de Triana

E para fechar o nosso roteiro de Sevilha em 2 dias, sugerimos que se despeça da cidade na sua mais bela e antiga ponte de ferro, a Puente de Isabel II. Sobre as plácidas águas do Guadalquivir, esta é a ponte que une o centro histórico ao bairro de Triana, com excelentes vistas sobre rio e a cidade, e com o dia a findar, o pôr-do-sol torna tudo ainda mais mágico.

Outros artigos de Espanha 

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide encontra sempre os melhores tours locais e pode ainda saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem na World Nomads ou na Iati. São ambas agências 100% especializadas em viagens e apresentam sempre os melhores rácios custo-benefício do mercado. Se optar pela Iati use o nosso link e terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize o Skyscanner para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o Rentalcars. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog “VagaMundos” a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

6 COMENTÁRIOS

  1. Muito obrigada pelas informações!! Ajudaram muitoooo

    • Olá Sara,
      Muito obrigado pelo feedback!
      Ficamos muito contentes por saber que o nosso roteiro ajudou 🙂

  2. Este roteiro vai ajudar bastante.
    Em setembro lá vou eu, mais a cara-metade, até Sevilha.
    Obrigada pela ajuda, certamente dará um jeitaço enorme!

    Vou também ver se vocês têm por aqui roteiro pelo México. Em outubro vamos até lá!

    • Obrigado pelo feedback Rúben. Vão adorar Sevilha.
      Já fomos ao México (região da Riviera Maya) mas ainda não escrevemos o roteiro. Está na fila 🙂
      Boas viagens!

  3. Gostei muito das dicas! Pretendo ir para Sevilha agora no feriado.

    • Muito Obrigado! Sevilha é uma cidade fantástica. Boa viagem!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.