Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias

­­Se visitar a ilha italiana da Sicília está no seu horizonte, mas o planeamento da viagem está a revelar-se mais difícil do que resistir a um cannoli, este artigo é para si. Nele vamos partilhar um guia completo de viagem à Sicília, que inclui três sugestões de roteiro para visitar a Sicília (entre 5 a 10 dias), com os principais pontos de interesse que deve incluir no seu itinerário, as melhores praias, sugestões de alojamentos e muitas dicas práticas, para não perder pitada e desfrutar ao máximo da sua viagem à maior ilha do Mediterrâneo.

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias

A Sicília é não só a maior, mas também uma das mais completas regiões da Itália. Encantadoras praias e calas banhadas pelas cristalinas águas azul-turquesa do Mediterrâneo, cidades monumentais, pitorescas aldeias, cultura e tradições ímpares, imponentes vulcões ativos, uma miríade de ruínas de antigas civilizações, paisagens costeiras que parecem cartões-postais, gastronomia e vinhos divinais são alguns dos ingredientes que fazem da Sicília um destino verdadeiramente fascinante, daqueles capazes de fazer cair de amores o mais exigente dos viajantes. Prepare-se para conhecer uma face completamente distinta da Itália!

Na preparação da sua viagem para visitar a Sicília, não deixe de ler também os seguintes artigos:

Conteúdo deste Artigo

Informações, guia e dicas de viagem para visitar a Sicília

Informações práticas

  • Língua: Italiano e Siciliano
  • Moeda: Euro
  • Fuso Horário: GMT +1
  • Indicativo Itália: +39
  • Visto Itália: sendo um país da EU, os cidadãos portugueses podem viajar para a Sicília apenas com o Cartão de Cidadão, não sendo necessário qualquer tipo de visto. Os cidadãos brasileiros terão de levar o passaporte, mas também não precisam de visto para visitar a Sicília (estadias para fins turísticos até 90 dias).

Onde fica a Ilha da Sicília?

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias

A Sicília fica localizada no mar Mediterrâneo, sendo banhada pelos mares Jónico e Tirreno. Encontra-se separada do sul da Itália Continental, mais concretamente da região da Calábria, pelo estreito de Messina que tem pouco mais de três quilómetros de extensão.

A Sicília tem mais de 25 000 km², o que faz dela a maior ilha do Mediterrâneo. Para ter uma noção da sua dimensão, a Sicília é praticamente do mesmo tamanho que a região portuguesa do Alentejo, que tem sensivelmente 26 000 km².

Quando visitar a Ilha da Sicília?

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Taormina – Roteiro para visitar a Sicília

A Sicília assiste a um elevado afluxo de visitantes no verão, sendo muito concorrida de finais de junho a inícios de setembro. O clima costuma ser quente e ensolarado, e as águas do Mar Jónico e do Mar Tirreno estão bem quentinhas, o que as torna ainda mais irresistíveis. Sendo esta a alta temporada, os preços dos alojamentos e alugueres de carros estão nos píncaros e convém ir mentalizad@ para encontrar as cidades e praias mais populares da Sicília à pinha.

Ilhas Égadi – Roteiro para visitar a Sicília

Tendo tudo isto em conta, há vários pontos a favor para visitar a Sicília na primavera e no outono. Se fazer praia não for a sua maior prioridade, não hesitamos em afirmar que a melhor época para visitar a Sicília é nas shoulder seasons: da segunda quinzena de abril a inícios de junho ou de finais de setembro a outubro.

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Cefalù – Roteiro para visitar a Sicília

O clima é, por norma, quente com dias de céu limpo, há muito menos multidões, os serviços turísticos estão abertos e os alojamentos têm melhores preços. Na primeira fase, na primavera, as águas ainda não estão muito quentes, mas na segunda, no outono, tem o bónus de ainda poder desfrutar das praias com as águas aquecidas pelo sol intenso do verão.

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Vale dos Templos – Roteiro para visitar a Sicília

Para mais, e como já referimos, a Sicília não se resume às praias, tendo imensas cidades históricas pejadas de monumentos e sítios arqueológicos, muitos deles listados como Património Mundial da UNESCO. Explorar esta faceta da Sicília sob o intenso calor do verão torna-se algo penoso.

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Palermo – Roteiro para visitar a Sicília

Claro que também pode optar por visitar a Sicília nos meses de inverno para aproveitar os preços de saldo dos voos, alojamentos e alugueres de carro. Contudo, vá preparad@ para dias de chuva e frio (inclusivamente neva nas montanhas mais altas da Sicília) e para encontrar a maioria dos serviços turísticos fechados e as aldeias sem vida.

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Salinas de Marsala – Roteiro para visitar a Sicília

Se optar por visitar a Sicília nos meses de inverno, foque a sua visita nas principais cidades, como Palermo (a capital da ilha), Catânia ou Siracusa. Aí vai encontrar imenso património histórico para explorar e, se apanhar uns bons dias de sol, tem várias mãos cheias de praias à mão de semear para lavar as vistas.

Quantos dias são necessários para visitar a Sicília?

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Reserva Natural do Zíngaro – Roteiro para visitar a Sicília

Para desfrutar ao máximo do roteiro para visitar a Sicília que desenhamos para si, o ideal é alocar pelo menos 10 dias à sua viagem. Com esse número de dias já consegue dar a volta completa à ilha.

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Siracusa – Roteiro para visitar a Sicília

Caso consiga acrescentar mais alguns, tanto melhor. Dessa forma terá tempo para conhecer sem pressas a maioria dos pontos de interesse da Sicília referidos no nosso roteiro, explorar mais locais mágicos da Sicília, ou viver mais experiências (como seja praticar snorkeling/mergulho ou fazer caminhadas), ou simplesmente desfrutar de uns relaxantes dias de praia. Vá estando atent@ às nossas dicas durante a descrição do roteiro de 10 dias para visitar a Sicília.

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Aperol Spritz, a bebida oficial da nossa viagem à Sicília

Como sabemos que nem sempre existe disponibilidade para fazer uma viagem de 10 dias, desenhamos também roteiros de 5 e 7 dias para visitar a Sicília. Obviamente que a viagem será num passo mais apressado e, claro está, tivemos que subtrair, de forma cirúrgica, lugares e experiências ao itinerário de 10 dias. Ainda assim, acreditamos que vai regressar a casa igualmente maravilhad@ com a sua viagem à Sicília. Pode consultar ambos os itinerários logo após a descrição detalhada do roteiro de 10 dias para visitar a Sicília.

Como chegar à Sicília? Dicas de voos

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Isola Bella – Roteiro para visitar a Sicília

A forma mais económica e rápida de chegar à Sicília é de avião, sendo que os principais aeroportos internacionais são os de Catânia (leste), Palermo (norte) e Trapani (oeste).

Várias companhias aéreas garantem voos diários para a Sicília partindo de Portugal, mas praticamente todos implicam fazer escala. Presentemente, só a Ryanair e a easyJet oferecem voos diretos para a Sicília desde Portugal (durante a época alta), ligando a cidade do Porto com Trapani e Palermo.

Um bom truque para poupar algum dinheiro com os voos é fazer escala num dos hubs das companhias low-cost na Itália Continental, como por exemplo Bérgamo e Milão. Clique para ler as nossas dicas para comprar voos baratos.

Seguro de Viagem para a Sicília

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Vulcão Etna – Roteiro para visitar a Sicília

Algo que consideramos muito importante numa viagem à Sicília é um bom seguro de viagem com coberturas que nos façam sentir totalmente protegidos. E no atual contexto epidemiológico, é de crucial importância que um seguro de viagem tenha cobertura COVID-19. Só assim é possível viajar com tranquilidade.

Na hora de comprar um seguro de viagem, a nossa escolha recai sempre na IATI Seguros. É uma agência 100% especializada em seguros de viagem, apresenta sempre o melhor rácio custo-benefício do mercado, e todos os seus seguros contam com excelentes coberturas COVID-19, a preços surpreendentemente económicos.

Clique para fazer uma simulação para a sua viagem à Sicília e não se esqueça que, ao utilizar o nosso link, terá um desconto de 5% na compra seu seguro de viagem.

Conduzir na Sicília e aluguer de carro

Somos da opinião que a melhor maneira de explorar a Sicília é fazendo uma road trip. Não só permite maximizar o seu tempo, como o facto de poder parar em qualquer lugar vai-lhe permitir desfrutar de paisagens maravilhosas e praias menos turísticas.

Até porque, excetuando as cidades, a grande maioria dos locais de interesse da Sicília não são bem servidos por transportes públicos. Por isso, a não ser que só pretenda visitar cidades ou recorrer sempre a tours para fazer as suas visitas, diríamos que é crucial alugar carro na Sicília.

Conduzir na Sicília é sinónimo de lidar com trânsito caótico e com constantes incumprimentos das regras rodoviárias. Para os sicilianos, ultrapassar os limites de velocidade e fazer ultrapassagens em cruzamentos e sobre traços contínuos é o prato do dia. Estamos desconfiados que todos os meses colocam algumas centenas de euros de parte só para pagar multas. Mas basta respirar fundo e ir com calma que, por norma, tudo corre bem. Quanto a custos, o preço da gasolina é similar ao que encontra em Portugal e a maioria das autoestradas na Sicília não têm portagens.

Nós alugamos o nosso carro através da AutoEurope, com pick-up e entrega no aeroporto de Palermo, e correu tudo cinco estrelas. O que gostamos da AutoEurope é que permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car (e assim encontrar o melhor preço disponível) sendo ainda possível cancelar o aluguer sem qualquer custo até 48h antes da partida.

Clique para ver todas as opções de aluguer de carro na Sicília

Tours, excursões e atividades na Sicília

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Teatro Grego de Taormina – Roteiro para visitar a Sicília

Se tem pouco tempo disponível para visitar a Sicília e/ou não pretende alugar carro, as excursões organizadas são uma excelente opção para explorar os locais imperdíveis da Sicília, pois livram-n@ da dor de cabeça da logística e são completamente stress free. Se for essa a sua opção, recomendamos que monte base em Palermo ou Catânia, pois é destas cidades que arrancam os melhores tours.

Ragusa – Roteiro para visitar a Sicília

Abaixo colocamos os tours aos principais pontos de interesse da Sicília com partida de Palermo e Catânia que apresentam a melhor relação qualidade/preço, organizados pelo ponto de partida da excursão. Clique nos respetivos links para consultar os programas, ler reviews e fazer as suas reservas:

Tours com partida de Palermo

Tours com partida de Catania

Onde ficar na Sicília? Sugestões de localidades para reservar hotel

Os preços dos alojamentos na Sicília não são tão altos como na Itália Continental. Ainda assim, são superiores à média cobrada em Portugal.

Se deixar as reservas de alojamento para a última hora, arrisca-se a pagar o dobro do preço, sobretudo se estiver a planear viajar durante a época alta. Para conseguir os melhores preços recomendamos vivamente que reserve os seus alojamentos com bastante antecedência através do Booking.com, pois permite cancelar sem custos praticamente todas as reservas.

Na hora de escolher onde ficar na sua road trip pela Sicília, recomendamos que tenha sempre em atenção se a localidade conta com uma boa oferta de alojamentos e demais serviços dos quais vai seguramente precisar durante a viagem (restaurantes, supermercados, etc). Por norma, quanto maior a oferta, mais fácil é encontrar quartos a bons preços.

Posto isto, as localidades que sugerimos para pernoitar no nosso roteiro de 10 dias para visitar a Sicília são (ordenados pela ordem da viagem):

(Clique nos nomes das localidades para ver as melhores ofertas de alojamento e opte sempre por reservar unidades hoteleiras que permitam o cancelamento, não vá ter algum imprevisto.)

Por último, queremos salientar que, ao longo do roteiro, vamos sugerir-lhe os nossos alojamentos favoritos para cada um dos dias – testados e aprovados por nós – e adicionamos ainda algumas sugestões dos hotéis na respetiva localidade que apresentam a melhor relação qualidade/preço.

Roteiro para visitar a Sicília em 10 dias | Roadtrip com o melhor da ilha da Sicília

Porta Nuova, a monumental entrada no centro histórico de Palermo

O nosso roteiro para visitar a Sicília é circular, tendo início e fim em Palermo, dando a volta completa à ilha. Pode fazê-lo na ordem que considere mais vantajosa, e até mesmo começar num dos pontos de interesse sugeridos que lhe seja mais conveniente (como por exemplo Catânia ou Trapani) e, a partir daí, desenhar o seu próprio roteiro.

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Mercado de Catânia – Roteiro para visitar a Sicília

É importante referir que o número de dias que sugerimos para o roteiro de 10 dias para visitar a Sicília não inclui os dias de viagem do ponto de origem para a Sicília e vice-versa. Logo, a não ser que o seu voo de ida seja muito matutino e o de regresso tardio (existem algumas opções nesse sentido), terá sempre de acrescentar mais dois dias para a ida e volta desde o seu ponto de partida até à ilha da Sicília.

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Cala Calazza – Roteiro para visitar a Sicília

Queremos também sublinhar que o número de dias que sugerimos neste roteiro para visitar a Sicília pressupõe que a viagem seja feita com recurso a carro alugado. Caso opte por utilizar apenas transportes públicos, vai precisar de fazer alguns cortes ao nosso roteiro de 10 dias ou, em alternativa, acrescentar mais dois ou três dias à sua viagem.

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Trapani – Roteiro para visitar a Sicília

Se é nosso leitor assíduo, já sabe que nos nossos roteiros o número de dias é meramente indicativo. Se abdicar de fazer algumas das atividades que sugerimos ou cortar alguns pontos de interesse, pode fazer este roteiro em menos dias. Por isso mesmo, e como já referimos atrás, desenhamos também roteiros de 5 e de 7 dias para visitar a Sicília. Pode consultá-los imediatamente abaixo do roteiro de 10 dias.

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Aci Castello – Roteiro para visitar a Sicília

Por último, apesar do nosso roteiro para visitar a Sicília arrancar em Palermo, por questões logísticas recomendamos que guarde a visita à cidade para o último dos 10 dias do roteiro. Assim fica com a possibilidade de entregar o seu carro de aluguer um dia antes do término da sua viagem à Sicília, poupando algum dinheiro no processo, mas sobretudo livrando-se das dores de cabeça do estacionamento em Palermo. Claro que fazer ao contrário, ou seja, alugar o carro depois de visitar Palermo.

Curiosidade: à semelhança do que acontece na Espanha, a Sicília também cumpre religiosamente a “hora da siesta. Ou seja, por norma, a maioria dos serviços e estabelecimentos comerciais encontra-se encerrado entre as 13h e as 16h. Tenha sempre isso em conta na hora de planear os dias do seu roteiro para visitar a Sicília, pois alguns monumentos também fecham durante esse período. Sugerimos que consulte de antemão os horários dos locais que pretende visitar para não ter nenhuma surpresa.

Roteiro para visitar a Sicília: Dia 1

Cefalù – Taormina

Cefalù

Depois de levantar o seu carro alugado, comece o seu roteiro para visitar a Sicília rumando até Cefalù, uma das vilas medievais mais bonitas da Sicília, para não dizer de toda a Itália.

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 diasA beleza do quadro paisagístico no qual Cefalù está inserido é simplesmente fascinante. Imagine uma baía de águas azul-turquesa ladeada por uma praia de areia dourada e por um fotogénico casario de tons pastel plantado no sopé de um imponente monte coroado por uma fortaleza, e fica com uma ideia do que @ espera.

Catedral de Cefalù

Os locais que consideramos de visita obrigatória e as experiências a não perder em Cefalù são as seguintes:

  • Visitar a Catedral de Cefalù, a joia arquitetónica da vila medieval, fundada no século XII durante o domínio da Sicília pelo Reino Normando, classificada Património da Humanidade UNESCO desde 2015.
  • Percorrer o Corso Ruggero e a Via Vittorio Emanuele, as principais artérias pedonais do cento histórico de Cefalù.
  • Visitar o Lavatoio Medievale, um lavadoiro medieval alimentado pelas cristalinas águas do rio Cefalino.
  • Admirar as vistas sobre o Mar Tirreno do Bastione di Capo Marchiafava.
  • Atravessar a Porta Pescara, o único portão de entrada na cidadela medieval que sobreviveu ao teste do tempo.
  • Piazza Marina, a principal praça do antigo porto de Cefalù, junto à qual irá encontrar uma pequena praia e um cais de onde poderá desfrutar de uma linda vista sobre o casario da vila medieval.
  • Subir ao topo do monte Rocca di Cefalù, no qual irá encontrar as ruínas do Castelo de Cefalù e do Templo de Diana. A subida é extenuante, mas as vistas sobre a cidade e linha costeira são de fazer cair o queixo.
  • Museu Mandralisca, onde poderá ver vários achados arqueológicos e o famoso quadro Ritratto d´Ignoto Marinaio de Antonello da Messina.
  • Praia de Cefalù, uma praia de areia dourada e plácidas águas cristalinas simplesmente perfeita para dar o primeiro mergulho do seu roteiro a visitar a Sicília.
Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Vista do topo da Rocca di Cefalù

Taormina

Palazzo Corvaja

O primeiro dia do nosso roteiro para visitar a Sicília termina em Taormina, a cidade mais glamourosa da ilha, idilicamente encavalitada num empinado penhasco a 200 metros acima do nível do mar.

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Piazza del Duomo

Deambular pelas ruelas empedradas do seu charmoso centro histórico, pejado de recantos mágicos e apaixonantes terraços com vistas fabulosas sobre o Mar Jónico e o Vulcão Etna, vai seguramente figurar entre os melhores momentos da sua viagem à Sicília.

Teatro Grego de Taormina

Os locais e experiências que consideramos verdadeiramente imperdíveis numa visita a Taormina são os seguintes:

  • Percorrer a animada Corso Umberto, a principal rua pedonal de Taormina, que atravessa todo o centro histórico desde a Porta Messina à Porta Catania. Não deixe de fazer alguns desvios pelas ruelas e escadarias que desaguam no Corso Humberto (e olhe que são mesmo muitas). Vai descobrir recantos verdadeiramente apaixonantes!
  • Piazza IX Aprile, onde irá encontrar um enorme terraço panorâmico com vistas de cortar a respiração sobre o Mar Jónico e vários monumentos, dos quais destacamos as igrejas Chiesa de San Giuseppe e Chiesa Sant’Agostino, a Torre do Relógio e a Porta di Mezzo.
  • Piazza del Duomo, onde se encontra a Catedral de Taormina, dedicada a São Nicolau.
  • Teatro Grego de Taormina, o segundo maior da Sicília.
  • Palazzo Corvaja, o palácio medieval mais bonito de Taormina e a vizinha Igreja di Santa Caterina d’Alessandria.
  • Villa Comunale, um jardim que é autêntico oásis de tranquilidade em Taormina.
  • Comer um cannolo da pastelaria La Pignolata, considerados dos melhores cannoli de toda a Sicília. São de babar!
  • Descer à Isola Bella (pode ir a pé, de teleférico ou com a sua viatura), um pequeno ilhéu situado aos pés de Taormina, unida à Sicília por uma língua de areia usualmente submersa durante a maré cheia. Junto à ilha encontra a praia homónima, onde pode aproveitar para dar o último mergulho do dia.
  • Para fechar o primeiro dia do seu roteiro a visitar a Sicília com chave de ouro, vá assistir ao pôr-do-sol no miradouro Belvedere di Via Pirandello, o nosso favorito em Taormina. A vista aérea sobre a Isola Bella e a baía de Taormina é de cair de amores!
Isola Bella vista do Belvedere di Via Pirandello
Dica VagaMundos: se tiver tempo, pegue no carro e suba até Castelmola, um castiço vilarejo medieval localizado a somente 5 km de Taormina, onde será brindado com vistas divinais sobre Taormina e a Costa Leste da Sicília.

Onde ficar a dormir no 1º dia

Hotel Bel Soggiorno

Localizado a 15 minutos a pé do centro histórico de Taormina e com estacionamento privado gratuito, o Bel Soggiorno goza de soberbas vistas panorâmicas para o Monte Etna e para o Mediterrâneo. De ambiente acolhedor e familiar, e um certo charme antigo, dispõe de quartos e suites com ar condicionado e casa de banho privada. Servem um pequeno almoço buffet fabuloso. Agarre um quarto com vista para o mar que não se arrependerá.

Hotel Villa Nettuno

Instalado numa antiga e charmosa villa, o Hotel Villa Nettuno tem uma localização privilegiada: a passos do centro histórico de Taormina e pertíssimo do funicular para Isola Bella. Às vistas incríveis dos jardins cuidados e dos terraços intimistas juntam-se os quartos privados, simples mas confortáveis, deste alojamento ao estilo guesthouse familiar e acolhedora. Também tem estacionamento privado, mas pago e carece de reserva prévia.

Clique para ver mais opções de alojamento em Taormina

Roteiro para visitar a Sicília: Dia 2

Taormina – Vulcão Etna – Acireale – Aci Trezza e Aci Castello – Catânia

Vulcão Etna (Monte Etna)

Comece o segundo dia do seu roteiro para visitar a Sicília rumando até ao Parque Nacional do Etna, mais concretamente até ao Refugio Sapienza, o melhor ponto de acesso para explorar o Vulcão Etna (ou Monte Etna), o maior vulcão ativo da Europa Ocidental com uns impressionantes 3357 metros de altitude.

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Crateras Silvestri

Para além da altura, a extensão total da base do vulcão é simplesmente colossal, com 1190 km² e uma circunferência de 140 km. Não é à toa que está listado como Património Mundial da UNESCO.

Cratera La Capannina

O Refugio Sapienza, situado a 2000 metros de altitude, é o ponto mais alto onde é possível aceder com um carro particular. Do refúgio arrancam vários trilhos que lhe permitem conhecer de forma independente, e sem custos, algumas das crateras situadas a relativamente baixa altitude. As de mais fácil acesso são as Crateras Silvestri (erupção de 1892) e a Cratera La Capannina (erupção de 2001), sendo possíveis de visitar mesmo com crianças pequenas. É uma paisagem de outro planeta!

Vulcão Etna

Para conhecer as crateras mais altas terá de apanhar o teleférico situado junto ao Refúgio Sapienza que o irá levar aos 2500 metros de altitude, ascensão essa que também pode ser feita recorrendo a uma excursão de 4×4.

A partir da estação superior do teleférico pode fazer uma caminhada (idealmente com guia) até perto dos 3000 metros de altitude, o local onde se encontram as Crateras Barbagallo, e onde desfrutará de uma vista esmagadora sobre as crateras do cume e sua constante emissão de gases e vapores de água. Pelo caminho irá passar pelo Belvedere do Valle del Bove, unanimemente considerado o melhor miradouro panorâmico do Monte Etna.

Dicas VagaMundos:

  • se estiver a planear visitar a Sicília durante a época alta, considere comprar o bilhete do teleférico do Etna com antecedência (com cancelamento gratuito até 24 horas de antecedência). Assim, não só garante o seu lugar no teleférico para a hora desejada, como ainda se livra das filas da bilheteira.
  • caso pretenda fazer a caminhada desde a estação superior do teleférico até aos 3000, metros, recomendamos esta excursão guiada ao cume do Monte Etna do GetYourGuide que arranca do Refúgio Sapienza. Para além de ser acompanhado por um guia certificado, tem incluído o preço do bilhete do teleférico e equipamento de caminhada (casaco corta-vento, bastões de caminhada e capacete – só tem de levar calçado apropriado). Apresenta uma excelente relação qualidade/preço e permite cancelamento sem custos até 24 horas de antecedência.

Acireale

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Catedral Barroca de Acireale

Vulcão Etna explorado, continue o seu roteiro para visitar a Sicília regressando à costa do Mar Jónico. A primeira paragem será na cidade barroca de Acireale, onde se realiza o Carnaval mais bonito da Sicília (e um dos melhores da Itália), cujas raízes remontam ao século XVI.

Basílica de São Pedro e São Paulo

Os principais pontos de interesse de Acireale estão concentrados em redor, da Piazza del Duomo, o coração do centro histórico. Os monumentos de maior relevo são a Catedral Barroca de Acirele (dedicada a Maria SS. Annunziata), a Basílica de São Pedro e São Paulo, o esplendoroso edifício barroco da Câmara Municipal, o Palácio Modò (antigo Teatro Eldorado) e a Basílica de São Sebastião.

Basílica de São Sebastião

Se tiver tempo, recomendamos ainda que percorra o Corso Umberto, a rua principal de Acireale, desde a Piazza del Duomo até à Piazza Garibaldi. Pelo caminho terá a oportunidade de ver um sem número de palácios e palacetes com esplendorosas fachadas barrocas. Aproveite para parar num café e provar um cor’i cani (coração de cão), a refrescante bebida típica de Acireale feita com granita, limão e xarope de menta.

Aci Trezza e Aci Castello

Ilhas Ciclope

De Acireale é um saltinho até Aci Trezza, a próxima paragem do nosso roteiro para visitar a Sicília. Outrora uma pacata vila piscatória, Aci Trezza é hoje um popular destino balnear na costa leste da Sicília, muito por culpa das suas piscinas naturais vulcânicas com vistas para as Ilhas Ciclope, um pequeno arquipélago de fotogénicos farilhões de basalto. Reza a lenda que terão sido as rochas lançadas pelo ciclope Polifemo contra Ulisses, conforme narrado na Odisseia de Homero.

Um par de quilómetros depois irá chegar a Aci Castello, um pequeno povoado que cresceu ao redor de um sui generis Castelo Normando que faz lembrar um gigantesco barco de pedra. Este impressionante castelo foi construído em 1076 sobre as fundações de uma fortificação bizantina no topo de um escarpado ilhéu basáltico, que mais tarde o Vulcão Etna fez questão de unir à ilha da Sicília com a escoada lávica de uma violenta erupção. Nem pestaneje na hora de o incluir no seu itinerário!

Castelo Normando

Feche o segundo dia do seu roteiro a visitar a Sicília rumando até Catânia, a maior metrópole da costa leste siciliana, guardiã de um riquíssimo património arquitetónico e arqueológico. O mais certo é já chegar bem tarde, por isso, o melhor é reservar as visitas para o dia seguinte.

Onde ficar a dormir no 2º e 3º dia

Habitat

Com ótima localização central na cidade de Catânia, um pátio e jardim, o Habitat é um fabuloso design hotel de 3 estrelas com o charme tradicional italiano por fora, mas ao estilo minimalista contemporâneo por dentro. Quartos privados, alguns com varanda, impecavelmente limpos, espaçosos e com todas as comodidades. O pequeno almoço incluído é excecional,  delicioso e muito variado. Tem estacionamento privado pago.

Hotel Centrum

Situado num encantador palácio histórico recentemente remodelado, no coração do centro histórico de Catânia, a uma curta distância a pé do Teatro Massimo Bellini e da Piazza Duomo, o fabuloso Hotel Centrum oferece acomodações elegantes e confortáveis. Todos os quartos ensuite, aclimatizados e insonorizados, alguns com varanda, foram totalmente renovados apresentando ar condicionado, TV ecrã plano, acesso Wi-Fi gratuito e minibar. Servem um soberbo pequeno almoço buffet incluído na tarifa. É uma opção mais económica, até no estacionamento privado pago.

Palazzo Scammacca

O Palazzo Scammacca bem no coração de Catânia não apresenta só o luxo dum palácio do século XIX, mas também um design apelativo resultado da recente renovação integral. Foram criados três quartos duplos privados e sete apartamentos totalmente equipados, com ar condicionado e aquecimento central, TV ecrã plano, onde conforto, modernidade e decoração individual dominam. Tem estacionamento privado pago.

Clique para ver mais opções de alojamento em Catânia

Roteiro para visitar a Sicília: Dia 3

Catânia

Catânia

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Catedral de Catânia

O terceiro dia do nosso roteiro para visitar a Sicília será todo ele dedicado a conhecer a cosmopolita cidade portuária de Catânia, que se ergue na costa do mar Jónico sobre a sombra do majestoso Vulcão Etna, com o qual vive uma relação de amor e ódio.

Piazza dell’Universita

Se é certo que beneficia das férteis terras lávicas do Etna, as suas erupções e consequentes terramotos já devastaram a cidade várias vezes, a última das quais no século XVII. Mas, qual uma fénix, Catânia teima em renascer das cinzas cada vez mais bela, sendo que da última vez todo o centro histórico foi reconstruído em estilo barroco siciliano, reconhecido pela UNESCO como Património Mundial da Humanidade.

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Castelo Ursino

Escusado será dizer que não falta o que ver e fazer naquela que é a segunda maior cidade da Sicília. Tendo apenas um dia para dedicar à cidade, recomendamos que foque a sua visita nos seguintes pontos de interesse de Catânia:

  • Piazza del Duomo, o centro nevrálgico de Catânia, na qual irá encontrar mais de uma mão cheia de monumentos, entre os quais de destacam a magnífica Catedral de Catânia dedicada a Sant’Agata, a icónica Fonte do Elefante (um elefante esculpido em basalto com um obelisco no topo que de acordo com a lenda tem o poder de apaziguar o Etna), o Palazzo del Municipio de Catania, a Igreja della Badia de Sant’Agata (suba ao topo para desfrutar de uma das melhores vistas sobre a cidade), o Palazzo Chierici, a Fontana dell’Amenano e a Porta Uzeda.
  • La Pescheria, o vibrante e autêntico mercado de peixe de Catânia. Aproveite para comer um peixe ou marisco fresquíssimo num dos restaurantes do bairro contíguo.
  • Percorrer a sempre animada Via Etnea, a principal artéria comercial de Catânia com quase 3 km de extensão, ao longo da qual irá encontrar uma miríade de irresistíveis pastelarias e gelatarias. Se for num dia de boa visibilidade, consegue ver a silhueta do Vulcão Etna ao fundo da avenida.
  • Piazza dell’Universita, a casa do Palazzo dell’Universita e do Palazzo San Giuliano.
  • Piazza Stesicoro, onde se encontra o Anfiteatro Romano e a estátua do compositor de ópera Vincenzo Bellini.
  • Percorrer a Via Crociferi, também conhecida pelo nome de “rua das igrejas”, por nela se encontrarem cinco monumentais edifícios religiosos, nomeadamente: Igreja e Mosteiro de San Benedetto (unidos pelo arco homónimo), Igreja de San Francesco Borgia, Igreja de San Giuliano e Igreja de San Camillo.
  • Castelo Ursino, uma imponente fortaleza normanda, que presentemente abriga o Museu Municipal.
  • Igreja e Mosteiro Beneditino San Nicolò l’Arena, um dos maiores complexos beneditinos de toda a Europa.
  • Villa Bellini, o pulmão verde de Catânia, perfeito para relaxar, fazer um passeio em família ou um picnic.
  • Basílica della Collegiata e Igreja de San Francesco d’Assisi all’Immacolata.
  • Teatro Romano de Catânia
  • Teatro Massimo Bellini
Piazza del Duomo
Praia de Catânia
Dica VagaMundos: se o clima estiver convidativo, sugerimos que feche o terceiro dia do seu roteiro a visitar a Sicília na Praia de Catânia, um extensíssimo areal a sul da cidade onde irá encontrar vários lidos com aprazíveis bares de praia (praias concessionadas com entrada paga – por norma, via consumo) e algumas zonas de praia pública (onde pode dar um mergulho sem pagar nada, a maioria localizada nas extremidades do areal).

Roteiro para visitar a Sicília: Dia 4

Catânia – Siracusa

Siracusa

Siracusa, o berço do famoso matemático Arquimedes, será o palco do quarto dia do nosso roteiro para visitar a Sicília. Esta ancestral cidade costeira foi fundada pelos gregos há mais de dois mil anos e, nos seus tempos áureos, foi uma das cidades mais importantes da Magna Graecia, chegando mesmo a igualar Atenas em tamanho. Mais tarde foi um dos principais bastiões do Império Romano na Sicília e capital do Império Bizantino nos tempos do imperador Constante II.

Ruínas do Templo de Apolo

Presentemente Siracusa divide-se em duas: a labiríntica cidade antiga situada na Ilha de Ortígia, e a cidade nova situada na ilha da Sicília propriamente dita. Apesar da Ilha de Ortígia concentrar a grande maioria dos pontos de interesse a visitar em Siracusa, é na cidade moderna que se encontra o Parque Arqueológico de Neapolis, o local onde se encontram as ruínas dos monumentais edifícios gregos e romanos da antiguidade.

Bairro Judeu da Ilha de Ortígia

Como já deve desconfiar, o que ver e fazer em Siracusa é mais do que suficiente para lhe ocupar um dia de roteiro. Para lhe facilitar a logística sugerimos que comece a sua visita a Siracusa pela Ilha de Ortígia, que é predominantemente pedonal, e que feche o dia com uma visita ao Parque Arqueológico de Neapolis. Até porque, estando de carro alugado, a melhor aposta é procurar alojamento na parte nova da cidade para não ter que andar a carregar/arrastar malas pelas ruas empedradas da cidade velha.

Posto isto, os locais que consideramos de visita obrigatória e as experiências a não perder na Ilha de Ortígia são as seguintes:

  • Atravessar a pé a Ponte Ponte Umberto I, que liga Ortígia à ilha da Sicília. Sensivelmente a meio da ponte irá encontrar um acesso a um pequeno ilhéu artificial onde se encontra a estátua de Arquimedes, o ilustre matemático de Siracusa.
  • Piazza del Duomo, onde se encontra a Catedral de Siracusa (construída sobre o Templo de Diana – no interior da catedral poderá ver as ancestrais colunas do templo), o Palácio dos Arcebispos, o Palazzo del Vermexio (presentemente alberga a Câmara Municipal de Siracusa), e o Palazzo Beneventano Del Bosco.
  • Deambular pelas labirínticas ruas e ruelas empedradas da cidadela de Ortígia, não deixando de passar pelo antigo bairro judeu. É uma autêntica viagem no tempo.
  • Dar a volta à ilha percorrendo a aprazível marginal de Ortígia, que segue maioritariamente ao longo das antigas muralhas da cidadela. Pelo caminho irá encontrar várias pequenas praias, perfeitas para dar um mergulho, e mais de duas mãos cheias de bastiões, que hoje servem de miradouros.
  • Igreja Santa Lucia alla Badia, dedicada à mártir cristã que nasceu e foi morta em Siracusa.
  • Piazza Archimede, onde se encontra a icónica Fonte de Diana.
  • Fazer um passeio de barco ao redor da ilha de Ortigia, de preferência com passagem pelas surpreendentes cavernas marinhas da costa de Siracusa.
  • Ruínas do Templo de Apolo
  • Castelo Maniace
  • Fonte de Aretusa
  • Museu de Arquimedes e Leonardo da Vinci
  • Igreja del Carmine e Igreja de San Pietro
  • Porta Marina e Marina de Ortígia
Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Piazza del Duomo

Ortigia visitada, feche o quarto dia do seu roteiro a visitar a Sicília a explorar o Parque Arqueológico de Neapolis, localizado no lado norte da cidade nova de Siracusa. Os monumentos de destaque no parque arqueológico são os seguintes:

  • Teatro Grego, o ex-libris do parque arqueológico.
  • Altar de Hieron II, dedicado ao Deus Zeus. É o maior altar de sacrifícios da antiguidade grega que ainda subsiste.
  • Anfiteatro Romano, o maior anfiteatro da Sicília, onde se realizavam as lutas dos gladiadores.
  • A Orelha de Dionísio, uma colossal caverna em formato de orelha cujo interior amplifica os sons de uma forma incrível. Se viu o filme do Indiana Jones e o Marcador do Destino, vai reconhecê-la.
Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Orelha de Dionísio

Onde ficar a dormir no 4º dia

Caportigia Boutique Hotel

Localizado num antigo palazzo em frente ao Antico Foro Siracusiano, o soberbo Caportigia Boutique Hotel destaca-se dos demais boutique hotels da cidade por brindar os hóspedes com experiência inesquecíveis, não apenas estadias. Elegante, singular e funcional, o conceito deste hotel de 5 estrelas em Siracusa valoriza beleza, luxo e emoções. Restaurante e bar, e vistas do rooftop são de excelência. Dispõe de estacionamento público gratuito.

Ortea Palace Hotel

O icónico Ortea Palace Hotel é uma obra-prima da arquitetura siciliana situada no centro de Siracusa. Este antigo posto de correios Art Nouveau foi convertido num fabuloso hotel de luxo com spa e centro de fitness, piscina interior, bar e restaurante. Os quartos e suites privados são impressionantes: espaçosos, super confortáveis e decorados em estilo clássico moderno. Acorde para um excecional pequeno almoço enquanto desfruta de maravilhosas vistas mar e cidade.

Clique para ver mais opções de alojamento em Siracusa

Roteiro para visitar a Sicília: Dia 5

Siracusa – Noto – Módica – Ragusa

Noto

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Porta Reale

O quinto dia do nosso roteiro para visitar a Sicília será dedicado a conhecer as três cidades barrocas mais bonitas da Sicília, listadas como Património Mundial da UNESCO. A primeira delas será a esplendorosa Noto, que é inclusivamente considerada a capital do barroco siciliano.

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Catedral de San Nicolo

As praças, igrejas e palácios barrocos mais monumentais de Noto encontram-se localizados ao longo da rua pedonal Corso Vittorio Emanuele, a principal artéria do centro histórico, e na perpendicular Via Corrado Nicolaci. Ou seja, não terá de dar muito à perna para conhecer os principais locais de interesse da capital do barroco.

Igreja San Francesco d’Assisi all’Immacolata

Os locais que considerámos verdadeiramente imperdíveis em Noto são os seguintes:

  • Porta Reale, um enorme arco triunfal, que marca o início do Corso Vittorio Emanuele.
  • Piazza del Duomo, onde se encontra a monumental Catedral de San Nicolo, o Palazzo Ducezio (que alberga a Câmara Municipal de Noto), a Basílica do Santissimo Salvatore e o Palácio do Bispo.
  • Piazza XVI Maggio (Praça 16 de Maio), onde se encontra a Igreja di San Domenico, a Fontana d’Ercole e o Teatro Tina di Lorenzo.
  • Igreja de San Carlo (suba à torre sineira para desfrutar das melhores vistas de Noto)
  • Igreja San Francesco d’Assisi all’Immacolata
  • Igreja de Montevergine
  • Palazzo Nicolaci

Módica

Noto visitada, continue o seu roteiro para visitar a Sicília rumando até Módica, a cidade das 100 igrejas, que tem a particularidade de se dividir em duas: a cidade baixa, situada num profundo vale, e a cidade alta, que se encontra literalmente cravada e empoleirada na empinada colina sobranceira ao vale.

Catedral de São Pedro

Ambas encontram-se conectadas por labirínticas escadarias e ruelas que exigem uma dose extra de energia para serem calcorreadas. O que vale é que Módica é também a capital do chocolate siciliano e não faltam chocolatarias onde retemperar forças.

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Catedral de San Giorgio

Os locais que consideramos de visita obrigatória e as experiências a não perder em Módica são as seguintes (ordenados pela ordem de visita menos cansativa):

  • Percorrer o Corso Umberto I, a principal rua da cidade baixa de Módica, ao longo da qual irá encontrar uma miríade de monumentais edifícios barrocos, pastelarias e restaurantes.
  • Provar o delicioso chocolate de Módica numa das chocolatarias da Módica Baixa. O da Antica Dolceria Bonajuto, que fica localizada numa viela perpendicular ao Corso Umberto I, foi o que mais nos encheu as medidas.
  • Visitar a Catedral de São Pedro, o principal templo da Módica Baixa, e a Igreja Rupestre de San Nicolo.
  • Subir até ao Castello dei Conti, um dos locais mais icónicos da Módica Alta, e onde poderá desfrutar de vistas esmagadoras sobre a cidade.
  • Visitar a Catedral de San Giorgio, a catedral da Módica Alta, à frente da qual irá encontrar uma fotogénica (e empinada) escadaria que @ irá levar de volta ao Corso Umberto I.

Ragusa

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 diasO quinto dia do nosso roteiro para visitar a Sicília termina em Ragusa, outra encantadora cidade barroca encavalitada no topo de dois montes que, à imagem de Módica, também se divide em duas: a Ragusa Nuova e Ragusa Ibla.

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Circolo di Conversazione com a Catedral de Ragusa como pano de fundo

Como é na Ragusa Ibla (Ragusa Velha) que se encontra a maior parte do monumental património barroco, é nela que recomendamos que foque a sua visita. Até porque por esta altura do campeonato as pernas já devem estar a dar alguns sinais de cansaço e, como já deve desconfiar, visitar Ragusa implica, uma vez mais, subir e descer empinadas ruas e escadarias. Se depois de visitar Ragusa Ibla ainda lhe sobejar energia, dê então um saltinho à Ragusa Nuova para visitar a majestosa Catedral de San Giovanni Battista.

Ragusa Ibla vista da Igreja de Santa Maria delle Scale

Posto isto, os locais que consideramos imperdíveis numa visita a Ragusa Ibla são os seguintes:

  • Piazza del Duomo, onde se encontra a Catedral de San Giorgio, o ex-libris de Ragusa
  • Percorrer o Circolo di Conversazione, a principal rua pedonal da Ragusa Ibla
  • Igreja de San Giuseppe
  • Igreja de San Giacomo
  • Igreja do Purgatório
  • Palazzo Cosentini e o Palazzo Della Cancelleria
  • Igreja de Santa Maria dell’Itria (fundada pelos Cavaleiros de Malta)
  • Palazzo Arezzo Di Trifiletti
  • Igreja de Santa Maria delle Scale (situada entre a Ragusa Ibla e a Ragusa Nuova)

Onde ficar a dormir no 5º dia

Itria Palace

Com uma localização premium em Ragusa Ibla, a estadia no Itria Palace é irrepetível. Cada acomodação é singular. Dos funcionais quartos individuais aos elegantes quartos familiares, passando pelos distintos quartos superiores. O que têm em comum: um toque (ou muitos) de refinamento, conforto absoluto, comodidades modernas e limpeza irrepreensível. E num hotel soberbo, nada menos que um fabuloso pequeno almoço. A relação qualidade-preço é ótima.

San Giorgio Palace Hotel

O San Giorgio Palace é um boutique hotel situado em Ragusa Ibla, ao lado da Catedral de San Giorgio. Todos os quartos, em estilo contemporâneo mas mantendo detalhes do palazzo original, incluem mobiliário de design moderno, minibar, ar condicionado e Tv ecrã plano. Alguns quartos gozam de vista para o Vale Santa Domenica. Todos os dias é servido um fabuloso pequeno-almoço buffet, variado e delicioso.

Clique para ver mais opções de alojamento em Ragusa

Roteiro para visitar a Sicília: Dia 6

Ragusa – Vale dos Templos – Agrigento – Scala dei Turchi

Vale dos Templos (Zona Arqueológica de Agrigento)

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 diasO sexto dia do nosso roteiro para visitar a Sicília arranca no Vale dos Templos de Agrigento, o sítio arqueológico mais impressionante da Sicília, listado como Património Mundial da UNESCO desde 1997.

Templo de Juno

Agrigento (Acragas) foi fundada pelos gregos no século VI aC e tornou-se uma das principais cidades helénicas do Mediterrâneo, hegemonia essa que tem reflexo na grandiosidade das ruínas dos templos dóricos da antiga cidade, considerados uma das representações mais extraordinárias da arquitetura grega em tudo mundo.

Templo da Concórdia

Existem duas entradas que dão acesso ao Vale dos Templos nomeadamente, a Porta V (localizada na parte mais baixa do vale) e a Porta do Templo de Juno (localizada na parte alta do vale, aos pés da cidade “nova” de Agrigento). Esta última foi a nossa opção até porque é a mais conveniente vindo de Ragusa.

Templo de Hércules

Independentemente do local que escolha para aceder ao sítio arqueológico, terá sempre de regressar ao ponto de partida, por isso vá a contar com uma caminhada de aproximadamente 5 km. Caso não queira ser vencid@ pelo cansaço, pode sempre apanhar um comboio elétrico no regresso (pago à parte).

Templo dos Dióscuros

No planeamento da sua visita convém também ter em conta que sombra é coisa escassa no Vale dos Templos. Logo, se estiver a visitar a Sicília no verão, convém mesmo fazer a visita da parte da manhã (ou ao final da tarde) de forma a fintar as horas de maior calor.

Por último listamos abaixo os locais mais emblemáticos do Vale dos Templos:

  • Templo da Concórdia, o templo mais bem preservado do sítio arqueológico. Em frente ao templo irá encontrar uma estátua de Ícaro, o anjo caído.
  • Templo de Juno, dedicado à deusa da fertilidade.
  • Templo de Hércules, o mais antigo do vale, do qual apenas 8 colunas permanecem.
  • Templo de Zeus Olímpico
  • Templo dos Dióscuros (Castor e Pólux)
  • Tumba de Theron
  • Jardins de Kolymbethra (entrada paga à parte)
Dica VagaMundos: para melhor apreciar a riqueza e conhecer a história deste sítio arqueológico, aconselhamos visitar o Vale dos Templos com visita guiada (nós reservamos este tour por já incluir a entrada sem fila, um guia especializado e estar muito bem cotado no GetYourGuide e adoramos a experiência).

Agrigento

Catedral de San Gerlando

Vale dos Templos visitado, continue o seu roteiro para visitar a Sicília rumando até à atual cidade de Agrigento. Apesar de não ter a graciosidade das cidades barrocas que visitou no dia anterior, vale bem a pena fazer um pequeno passeio pelo seu centro histórico.

Mosteiro Cisterciense do Espírito Santo

Os nossos destaques em Agrigento vão para os seguintes pontos de interesse:

  • Porta Di Ponte, a icónica porta de entrada na Via Atenea, a principal rua do centro histórico.
  • Mosteiro Cisterciense do Espírito Santo
  • Igreja de San Lorenzo
  • Igreja de Santa Maria dos Gregos
  • Catedral de San Gerlando

Scala dei Turchi (Escada dos Turcos)

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 diasSugerimos que feche o sexto dia do seu roteiro a visitar a Sicília na praia da Scala dei Turchi, um colossal penhasco de calcário que os elementos caprichosamente esculpiram em forma de escada, e que os turcos utilizaram para invadir a Sicília. O contraste do alvo calcário com o azul turquesa das águas do Mediterrâneo é simplesmente divinal. É o local perfeito para dar uns refrescantes mergulhos enquanto aguarda por um dos pores do sol mais mágicos da Sicília.

Onde ficar a dormir no 6º dia

Villa La Lumia B&B Suites & Apartments

Relaxar é a palavra de ordem. Um recanto de paz e de beleza, a histórica Villa La Lumia está imersa no coração do parque do Vale dos Templos, num luxuriante pomar de citrinos, carvalhos e oliveiras centenárias. A singularidade desde bed&breakfast com estacionamento privado gratuito e vista dos Templos, que pode ser admirada tanto dos quartos e apartamentos como de vários pontos do jardim, são os excecionais anfitriões. E o pequeno almoço? Simplesmente soberbo!

Villa Athena Resort

A apenas a 200 metros do Templo da Concórdia, com jardins e serviços de exceção, o Villa Athena Resort é para o hóspede exigente que não dispensa o casamento perfeito entre luxo e história, numa villa do século XVIII. Os interiores ao estilo clássico moderno revelam ótimo bom gosto e atenção ao detalhe. O requinte habita quartos e suites privados com vistas para o Vale dos Templos imbatíveis. Dispõe de comodidades como restaurantes, bar, Spa e centro de bem estar, piscina exterior e estacionamento privado gratuito.

Clique para ver mais opções de alojamento em Agrigento

Roteiro para visitar a Sicília: Dia 7

Agrigento – Marsala – Salinas de Marsala – Trapani

Marsala

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Porta Garibaldi e Santuário dell’Addolorata

O sétimo dia do nosso roteiro para visitar a Sicília vai levá-lo até à costa oeste da ilha. A primeira paragem será em Marsala, uma cidade que floresceu durante o domínio árabe da Sicília e que se tornou célebre pelo néctar dos deuses que batizou: o Vinho de Marsala, um vinho licoroso similar ao Vinho do Porto e ao Vinho da Madeira.

Para além da incontornável degustação do Vinho de Marsala, as experiências e locais que consideramos imperdíveis numa visita a Marsala são os seguintes:

  • Atravessar a Porta Garibaldi, um magistral portão de entrada no centro histórico da cidade, e admirar a arquitetura do contíguo Santuário dell’Addolorata.
  • Piazza della Repubblica, na qual irá encontrar a Igreja Madre dedicada St. Thomas de Canterbury e o Palazzo VII Aprile, que presentemente alberga a Câmara Municipal.
  • Percorrer as animadas Via Garibaldi e Via XI Maggio, as principais vias pedonais do centro histórico, pejadas de ilustres solares e palacetes e alguns dos melhores cafés e restaurantes da cidade (aproveite para beber um vinho de Marsala e provar um couscous Siciliano). No final da Via XI Maggio irá encontrar a Porta Nuova, outra das icónicas entradas na cidade antiga.
  • Deambular pelo animado mercado do peixe do centro histórico que, quando cai a noite, se torna no epicentro da vida noturna de Marsala.
  • Visitar o Mosteiro de São Pedro e a Igreja do Purgatório.
  • Santuário Maria della Cava, onde se encontra a imagem da padroeira de Marsala.
  • Fazer um passeio pelo Lungomare, a marginal de Marsala, até ao Capo Boeo, o extremo oeste da ilha da Sicília.
  • Visitar o Museu Arqueológico Baglio Anselmi, que tem como ex-libris os destroços de um navio de guerra cartaginês.
Igreja Madre
Dica VagaMundos: se quiser acrescentar mais um dia ao seu roteiro para visitar a Sicília recomendamos que, entre Agrigento e Marsala, vá conhecer a bela Praia Eraclea Minoa, visitar a cidade piscatória de Sciacca e o Parque Arqueológico de Selinunte, o maior sítio arqueológico da Sicília com uma localização idílica a dois passos do mar. Se seguir a nossa sugestão pode optar por ficar a dormir em Marinella di Selinunte (junto ao parque arqueológico) ou em Marsala. Em ambas encontra boas opções de alojamento e serviços de restauração.

Salinas de Marsala e Trapani

Salina Genna

Marsala visitada, volte a pegar no carro e siga pela Via del Sale (estrada SP21) até Trapani. Pelo caminho irá poder visitar as milenares Salinas de Marsala e Trapani que se encontram inseridas na Reserva Natural de Stagnone, do qual fazem parte a lagoa homónima e os ilhéus de Isola Lunga, La Scuola, Santa Maria e San Pantaleo.

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Salina dello Stagnone

Ver os enormes montes de sal e os ancestrais moinhos de vento, que eram utilizados para o moer, refletidos num enorme espelho de água que se perde no horizonte será certamente um dos momentos mais marcantes do seu roteiro a visitar a Sicília.

Museu do Sal

Para desfrutar em pleno desde arrebatador quadro paisagístico, e aprender mais sobre o milenar ofício da extração do sal siciliano, recomendamos que visite pelo menos uma das seguintes salinas:

  • Salina Genna, a mais antiga de todas as salinas e onde o sal ainda é extraído sem recurso a meios mecânicos. Da salina partem passeios de barco até aos ilhéus da Lagoa Stagnone.
  • Salina dello Stagnone, fica mesmo ao lado da Salina Genna e consegue ser ainda mais fotogénica que a sua vizinha.
  • Salina Culcasi di Nubia, onde se encontra o Museu do Sal. Exige um desvio significativo da SP21, mas, tendo tempo, mais do que o justifica.
  • Saline de Trapani e Paceco, que fica localizada mesmo às portas de Trapani.

Trapani

Palazzo Senatorio

O sétimo dia do nosso roteiro para visitar a Sicília termina em Trapani, a maior cidade da costa oeste e principal porta de entrada no Arquipélago de Égadas, três encantadoras ilhas ao largo da Sicília.

Apesar de ser uma cidade grande, o centro histórico de Trapani é relativamente compacto, sendo por isso perfeito para se visitar a pé. Percorrendo as ruas Corso Vittorio Emanuele, a Via Garibaldi e Via Torrearsa (e ruelas adjacentes) irá encontrar a grande maioria dos pontos de interesse do centro histórico de Trapani.

Torre Ligny

Durante o seu passeio preste especial atenção aos seguintes monumentos e edifícios religiosos:

  • Catedral de San Lorenzo
  • Palazzo Senatorio e Torre dell’Orologio
  • Fonte de Saturno
  • Igreja de Sant’Agostino
  • Piazza Mercato del Pesce
  • Igreja do Collegio dei Gesuiti
  • Igreja do Purgatório
  • Muralhas de Tramontana
  • Torre Ligny (já fica afastada do coração do centro histórico)
Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Praia de San Giuliano

Ao final da tarde, se ainda tiver tempo, pegue no carro e vá até à Praia de San Giuliano, uma extensa praia de areia a somente 3 km do centro de Trapani. É o local perfeito para fechar o sétimo dia do seu roteiro a visitar a Sicília com um mergulho e/ou para assistir ao pôr-do-sol “patrocinado por uma bebida qualquer”. Caso já não tenha tempo, guarde a sugestão para o final de tarde do dia seguinte.

Onde ficar a dormir no 7º e 8º dia

Central Gallery Rooms

O Central Gallery Rooms ocupa o neoclássico Palazzo D’Alì Staiti do século XIX, situado a 5 minutos a pé do Porto de Trapani. Do palazzo original restam detalhes perfeitamente integrados nas comodidades modernas: imagine-se a dormir sob um teto pintado a frescos primorosamente restaurado ou a acordar com vista para o mar. Disponibiliza quartos e suites espaçosos (alguns com kitchenette equipada), modernos, com paletas de cores vivas e incluem uma casa de banho privada, ar condicionado e TV ecrã plano.

Room Of Andrea Hotel

Com piscina exterior, restaurante, bar e terraço, o Room Of Andrea Hotel é uma ótima opção para quem busca as comodidades e serviços dum hotel 4 estrelas soberbo. Pensado para vários orçamentos, os quartos standard, superior e deluxe partilham o máximo conforto e comodidades modernas. São diferentes no espaço, decoração e mobiliário. A suite é digna de reis. Servem um pequeno almoço que não vai querer perder.

Clique para ver mais opções de alojamento em Trapani

Roteiro para visitar a Sicília: Dia 8

Ilhas Égadi

Ilhas Égadi

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Cala Rossa

Para o oitavo dia do seu roteiro a visitar a Sicília sugerimos que parta à descoberta das Ilhas Égadi, onde irá encontrar o maior número de calas e praias paradisíacas por quilómetro quadrado de toda a Sicília. As três principais ilhas do arquipélago são Favignana, Levanzo e Marettimo e os barcos para todas elas partem do porto de Trapani.

Cala Azurra

Favignana, a ilha em forma de borboleta é a maior e mais visitada de todas, pois é a que tem melhores ligações de barco e é nela que se encontram as calas mais famosas das Ilhas Égadi, como seja a Cala Azurra, a Cala Rotonda, a Cala Bue Marino e a magnifica Cala Rossa, considerada uma das praias mais bonitas da Itália.

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Cala Bue Marino

Mas no que respeita a praias divinais, a vizinha Levanzo não lhe fica nada atrás. Apesar de ser a menor de todas as ilhas Égadi tem calas que são um verdadeiro pedacinho do céu, entre elas a Cala Minnola (pela qual caímos de amores) e a Cala Fredda.

Cala Minnola

Marettimo, a ilha mais montanhosa do arquipélago, dizem ser um autêntico paraíso para os amantes de caminhadas. Para muita pena nossa, não a conseguimos encaixar na nossa viagem à Sicília, até porque é que fica mais distante de Trapani.

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Passeio de barco pelas Ilhas Égadi

Se, como nós, só tiver um dia disponível para visitar as Ilhas Égadi, a melhor opção é mesmo fazer um tour de barco a partir de Trapani. Dessa forma conseguirá conhecer os locais mais emblemáticos de Favignana e Levanzo, as duas ilhas mais próximas de Trapani, sem ter que lidar com questões logísticas.

Nós reservámos este passeio de barco, com almoço incluído e tempo para nadar nas melhores praias de Favignana e Levanzo, através do GetYourGuide (clique para ver) e recomendamos sem hesitar. Excelente relação qualidade-preço e cancelamento gratuito até 24 horas de antecedência, o que nos permitiu garantir lugar para o dia que queríamos, sem arriscar pagar mais por isso. O único defeito que teve foi que soube a pouco!

Dica VagaMundos: se puder acrescentar mais 2 ou 3 dias ao seu roteiro para visitar a Sicília, nem pestaneje na hora de os alocar às Ilhas Égadi. Nós já prometemos a nós mesmos regressar à Sicília para as poder explorar a fundo. Se for o caso, sugerimos que monte base em Favignana, pois é onde irá encontrar as melhores opções de alojamento e serviços turísticos, assim como ligações para as restantes ilhas.

Roteiro para visitar a Sicília: Dia 9

Trapani – Érice – Praia Macari e Cala Calazza – Reserva Natural do Zíngaro – Palermo

Érice

Comece o nono dia do seu roteiro para visitar a Sicília com uma visita a Érice, uma vila medieval empoleirada num colossal monte situado a 750 metros de altitude. Percorrer as suas ruas e ruelas empedradas vai fazê-l@ viajar no tempo e as vistas sobre Trapani, as Ilhas Égadi e San Vito Lo Capo vão cortar-lhe a respiração.

Via Vittorio Emanuele

Comece o seu passeio em Érice pela Porta Trapani e percorra a Via Vittorio Emanuele até à Piazza della Loggia, o coração da vila medieval. Pelo caminho vá fazendo pequenos desvios pelas vielas circundantes para conhecer os maiores tesouros patrimoniais de Érice.

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Igreja Matriz de Santa Maria Assunta

Os nossos destaques vão para a Igreja Matriz de Santa Maria Assunta e respetiva torre de relógio quadrangular (um miradouro para desfrutar das melhores vistas sobre Érice), a Igreja de Sant’Albertino degli Abbati (o templo mais antigo da vila) e a Igreja Normanda de San Martino.

Termine a sua visita a Érice subindo ao altaneiro Castelo di Venere, o ex-libris de Érice, construído pelos normandos sobre as ruínas de um templo dedicado à deusa Vénus. Para além de poder apreciar a imponência da fortaleza e respetivas torres será brindado com vistas alucinantes sobre a costa oeste da Sicília.

Praia Macari e Cala Calazza

Praia Macari

Érice visitada, continue o seu roteiro a visitar a Sícilia rumando até à Baía de Santa Margherita, mais concretamente até à Praia Macari, uma maravilhosa praia selvagem de areia com águas cristalinas azul turquesa simplesmente irresistíveis. Não tem é qualquer tipo de sombras, nem serviços de apoio à praia permanentes. Contudo, durante a época balnear há quase sempre carrinhas de street food/bares itinerantes estacionados nas imediações da praia. Como alternativa, pode dar um saltinho à vizinha aldeia de Macari ou à cidade de Castelluzzo, sendo que nesta última encontra todo o tipo de serviços.

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Cala Calazza

Nos arredores da Praia Macari irá encontrar também uma miríade de calas completamente selvagens perfeitas, autênticas piscinas naturais perfeitas para dar um mergulho longe das multidões. A Cala Calazza foi a que mais nos encheu as medidas!

San Vito Lo Capo
Dica VagaMundos: se quiser acrescentar um dia ao seu roteiro para visitar a Sicília, para desfrutar de um relaxante dia entre banhos de sol e mar, vá até San Vito Lo Capo onde irá encontrar uma divinal praia de areia fina com todo o tipo de serviços de apoio de que precisa e inúmeras opções de alojamento. Pelo caminho pode aproveitar para dar um mergulho na linda Caletta del Bue Marino. Ao final do dia não deixe de dar um pulinho ao Farol do Capo San Vito para assistir ao pôr-do-sol. Dizer que é maravilhoso parece-nos redutor!

Reserva Natural do Zíngaro

A próxima paragem do nosso roteiro para visitar a Sicília será na Reserva Natural do Zíngaro, um pedacinho mágico da costa noroeste da Sicília, onde se encontra o nosso trilho favorito da Sicília. Vai ter de caminhar um bocadinho, mas vai ser recompensad@ com arrebatadoras vistas costeiras e encontrar as calas mais bonitas da ilha.

A Reserva Natural do Zíngaro tem duas entradas: a entrada sul, que fica situada perto de Scopello, e a entrada norte, situada perto de San Vito Lo Capo. Como o nono dia do nosso roteiro para visitar a Sicília termina em Palermo deve aceder à reserva pela entrada sul, visto que é a que fica mais próxima da capital da Sicília. Em ambas entradas irá encontrar um amplo estacionamento junto às bilheteiras (sim, o acesso à reserva é pago).

O trilho da Reserva Natural do Zíngaro liga a entrada sul à entrada norte e tem aproximadamente 7 km de extensão (14 km ida e volta). O percurso segue sempre junto à costa permitindo assim conhecer todas as calas da reserva. Contudo, como o tempo numa road trip é sempre limitado, a nossa recomendação é que vá apenas até à Cala Capreria, a mais famosa de todas. Nesse caso ir e vir são somente 2 km que não apresentam qualquer tipo de dificuldade técnica, mas que exigem calçado adequado a caminhadas (ir de chinelos de praia não é de todo uma boa ideia).

Cala Capreria

Caso queira percorrer o trilho da Reserva Natural do Zíngaro na totalidade e ter tempo para desfrutar das calas sugerimos que acrescente mais um dia ao seu roteiro para visitar a Sicília. Foi o que fizemos!

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Cala dell’Uzzo

Feche o nono dia do seu roteiro a visitar a Sicília rumando até Palermo, que terá a oportunidade de conhecer no dia seguinte. Se optou por alugar carro no aeroporto de Palermo sugerimos que o entregue antes de ir para o centro da cidade. Dessa forma, não só poupa um dia de aluguer, como se livra do caótico trânsito e das dores de cabeça do estacionamento em Palermo.

Dica VagaMundos: a forma mais prática e económica de ir do aeroporto para o centro de Palermo é recorrendo a um transfer de autocarro (ônibus). Para garantir o seu lugar à hora desejada recomendamos que reserve o seu transfer através do GetYourGuide.

Onde ficar a dormir no 9º e 10º dia

Hotel Politeama

Localização, conforto e limpeza são exemplares no elegante Hotel Politeama. No centro de Palermo e perto de tudo, este elegante hotel de 4 estrelas apresenta uma estrutura totalmente renovada – e serve um soberbo pequeno almoço. Quartos e suites exalam modernidade cosmopolita. As linhas sóbrias e elegantes do mobiliário e a subtil harmonia das cores conferem-lhes um ambiente acolhedor e requintado. Tem estacionamento privado pago e o shuttle bus do aeroporto tem paragem praticamente à porta.

Casa Nostra Boutique Hotel & Spa

O Casa Nostra Boutique Hotel & Spa está localizado no coração de Palermo, no interior do Palazzo Bulè renovado em 2019. A seis minutos da Catedral de Palermo e perto dos principais locais turísticos, a atmosfera intemporal e o encantador jardim juntam-se ao charme dum palazzo com mobiliário requintado, onde o relaxamento e a privacidade definem uma estadia exclusiva de luxo.

Family Affair Palermo

Dispondo de quartos elegantes e ambiente cuidado ao detalhe no centro de Palermo, o bed&breakfast Family Affair Palermo bate a escala em conforto, comodidade e limpeza. Por um lado, sentimo-nos transportados para um passado remoto, por outro, imersos numa capital que abraça o carácter cosmopolita. O pequeno almoço tem o sabor do verdadeiro acolhimento caloroso siciliano como não podia deixar de ser num alojamento excecional.

Clique para ver mais opções de alojamento em Palermo

Roteiro para visitar a Sicília: Dia 10

Palermo

Palermo

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Piazza Pretoria

O último dia do nosso roteiro para visitar a Sicília será passado a visitar a sua capital Palermo, a quinta maior cidade da Itália. Com mais de 2700 anos de história, Palermo foi a casa de uma miríade de civilizações antes de ter sido anexada ao Reino da Itália, das quais destacamos os Fenícios (os seus fundadores), os Cartagineses, os Gregos, os Romanos, os Árabes, os Bizantinos, os Normandos e os Espanhóis.

Igreja de Santa Maria dell’Ammiraglio e Igreja de San Cataldo

Essa mescla de civilizações dotou Palermo de um riquíssimo património arquitetónico e identidade cultural ímpar na Itália, que nem os anos negros do crime organizado da Mafia Siciliana conseguiram apagar.

Catedral de Palermo

Como já deve ter desconfiado, há mesmo muito que ver e fazer em Palermo e num só dia é virtualmente impossível conhecer tudo. Posto isto, recomendamos que foque a sua visita nos seguintes pontos de interesse de Palermo:

  • Palácio dos Normandos, o esplendido Palácio Real de Palermo, em cujo interior se encontra a grandiosa Capela Palatina, uma obra-prima de estilo árabe-normando-bizantino que representa na perfeição a mescla cultural e arquitetónica de Palermo. Imperdível!
  • Porta Nuova, o monumental portão de entrada no centro histórico de Palermo.
  • Catedral de Palermo, outro excelente exemplo do mix cultural de Palermo. Não deixe de subir aos telhados da catedral para desfrutar das melhores vistas panorâmicas sobre o centro histórico da capital da Sicília.
  • Quattro Canti, uma praça barroca com quatro fachadas magistralmente simétricas situadas no cruzamento da Via Vittorio Emanuele e a Via Maqueda, as principais ruas do centro histórico de Palermo. Na base de cada um dos cantos irá ver uma fonte (que representa as estações do ano), as estátuas dos Reis de Espanha ao centro (foi construída durante a governação espanhola da Sicília) e no topo as santas padroeiras de Palermo.
  • Piazza Pretoria, onde se encontra a Igreja Santa Caterina d’Alessandria e a monumental Fontana Pretoria, uma das fontes mais esplendorosas da Itália, também conhecida pelo nome de Fonte da Vergonha. A razão do cognome é fácil de entender: a fonte foi construída para embelezar um palácio de Florença, mas como não foi paga acabou por ser adquirida pelo município de Palermo para embelezar a praça homónima.
  • Piazza Bellini, onde se encontram a Igreja de Santa Maria dell’Ammiraglio e a Igreja de San Cataldo, ambas listadas como Património Mundial da UNESCO.
  • Passear pelos coloridos e animados Mercado de Ballaro e Mercado del Capo, os locais por excelência para provar a famosa street food de Palermo. Se os achar muito caóticos, opte por ir ao igualmente histórico Mercado de Vucciria, que é consideravelmente mais calminho.
  • Teatro Massimo Vittorio Emanuele, um dos maiores teatros da Itália.
  • Villa Bonanno, o jardim mais elegante do centro histórico de Palermo.
  • Igreja de San Giovanni degli Eremiti.
Capela Palatina
Dica VagaMundos: caso tenha a possibilidade de adicionar (ainda) mais um dia ao seu roteiro para visitar a Sicília, não hesite em alocá-lo a Palermo. Dessa forma terá tempo para deambular pelo bairro Vucciria (um dos mais antigos e autênticos de Palermo), visitar o interior de alguns palácios (como seja o Palazzo Abatellis e o Palazzo Chiaramonte Steri), visitar a esplendorosa Catedral de Monreale (listada como Património Mundial da UNESCO), passear pela animada Marina de Palermo e conhecer as surreais Catacumbas dos Capuchinhos. Clique para ler o nosso guia e roteiro completo para visitar Palermo, no qual irá uma sugestão de itinerário para o seu segundo dia a visitar a capital da Sicília e dicas das melhores praias perto da cidade.

Mapa do roteiro para visitar a Sicília em 10 dias


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa do roteiro para visitar a Sicília em 10 dias.

Roteiro para visitar a Sicília em 7 dias (1 semana)

Scala dei Turchi – Roteiro para visitar a Sicília

Só tem 7 dias para visitar a Sicília? Naturalmente que vai ter de abdicar de alguns dos pontos de interesse da Sicília que referimos no nosso roteiro de 10 dias para visitar a Sicília, sendo que os maiores cortes serão a visita à costa oeste e noroeste da ilha e ao Arquipélago das Ilhas Égadi, que sugerimos deixar para uma futura viagem à Sicília.

Ainda assim, o itinerário que desenhamos, vai permitir-lhe ver os maiores cartões-postal da Sicília e ter tempo para uns deliciosos mergulhos nas quentinhas águas do Mediterrâneo. Claro que pode sempre optar por condensar o roteiro de 10 dias em 7 dias, mas vai passar demasiado tempo a correr de um lado para o outro e pouco tempo nos locais de interesse. Até porque dar a volta à ilha em 7 dias irá tornar a viagem demasiado cansativa.

Abaixo encontra a nossa sugestão de roteiro para 7 dias, podendo ler a respetiva descrição dos locais de interesse no roteiro de 10 dias para visitar a Sicília.

Dia 1

Cefalù – Taormina

Clique para ver as melhores opções de alojamento em Taormina

Dia 2

Taormina – Monte Etna – Acireale – Aci Trezza e Aci Castello – Catânia

Clique para ver as melhores opções de alojamento em Catânia

Dia 3

Catânia

Dia 4

Catânia – Siracusa

Clique para ver as melhores opções de alojamento em Siracusa

Dia 5

Siracusa – Noto – Módica – Ragusa – Agrigento

Clique para ver as melhores opções de alojamento em Agrigento

Dia 6

Agrigento – Vale dos Templos – Scala dei Turchi – Palermo

Clique para ver as melhores opções de alojamento em Palermo

Dia 7

Palermo

Mapa do roteiro para visitar a Sicília em 7 dias


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa do roteiro para visitar a Sicília em 7 dias.

Roteiro para visitar a Sicília em 5 dias

Roteiro Sicília: o que visitar em 5, 7 e 10 dias
Reserva Natural do Zíngaro – Roteiro para visitar a Sicília

Se só tem 5 dias disponíveis para visitar a Sicília, temos duas propostas de roteiro para si. Uma focada na região oeste da Sicília e a outra focada na região leste da Sicília, para escolher de acordo com os seus interesses. Assim já fica com itinerários para duas viagens completamente distintas à Sicília.

Abaixo encontra as nossas duas sugestões de roteiros para visitar a Sicília em 5 dias, podendo ler a respetiva descrição dos locais de interesse no roteiro de 10 dias para visitar a Sicília:

Roteiro para visitar o Leste da Sicília

Siracusa – Roteiro para visitar o Leste da Sicília
  • Dia 1: Catânia
  • Dia 2: Catânia – Aci Trezza e Aci Castello – Acireale – Taormina
  • Dia 3: Taormina – Monte Etna – Siracusa
  • Dia 4: Siracusa
  • Dia 5: Siracusa – Noto – Módica – Ragusa – Catânia

(Clique nos nomes das localidades finais de etapa para ver as melhores opções de alojamento)

Mapa do roteiro para visitar o Leste da Sicília


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa do roteiro para visitar o Leste da Sicília em 5 dias.

 Roteiro para visitar o Oeste da Sicília

Ilhas Égadi – Roteiro para visitar o Oeste da Sicília
  • Dia 1: Palermo
  • Dia 2: Palermo – Reserva Natural do Zíngaro – Érice – Trapani
  • Dia 3: Trapani – Ilhas Égadi – Trapani
  • Dia 4: Trapani – Salinas de Marsala – Marsala – Sciacca
  • Dia 5: Sciacca – Scala dei Turchi – Vale dos Templos – Palermo

(Clique nos nomes das localidades finais de etapa para ver as melhores opções de alojamento)

Mapa do roteiro para visitar o Oeste da Sicília


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa do roteiro para visitar o Oeste da Sicília em 5 dias.

Outros artigos da Itália

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide e na Civitatis encontra sempre as melhores atividades e tours locais e pode ainda reservar o seu transfer do aeroporto e saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem na IATI Seguros. É uma agência 100% especializada em viagens e apresenta o melhor rácio custo-benefício do mercado, sendo que todos os seus seguros contam com excelentes coberturas COVID-19. Se utilizar o nosso link terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize a AutoEurope. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o VagaMundos a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

4 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns pelo seu roteiro. Estamos planejando ir para Sicília no meio de setembro e ficarmos 15 dias
    Vamos usar muito suas dicas
    Só uma pergunta. Vcs acham q nessa época o mar já ė muito frio? Adoro tomar banho de mar , meu namorado já não gosta do mar tão frio. Eu não ligo. Na Croácia era gelado e eu adorava

    Obrigada
    Silvia

    • Olá Silvia,
      Por norma no meio de setembro a água do mar na Sicília ainda tem uma boa temperatura para nadar (algo a rondar os 23-25 graus).
      Boa viagem

  2. Fabulosas dicas!!! Obrigada! Estou a planear uma ida co. A minha filha (10 anos) por 7 dias finais de junho… mas gostava muito de combinar mar e vale dos templos com etna pelo meio…. as vossas sugestões são uma grande ajuda!!

    • Olá Manuela,
      Muito obrigado pelo feedback.
      Boa viagem!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.