Trancoso: o que visitar, ver e fazer | Aldeia Histórica

Trancoso: o que visitar, ver e fazer | Aldeia Histórica

Se visitar Trancoso está nos seus planos de escapadinhas de fim de semana em Portugal, boa decisão! Se ainda não sabe o que ver e fazer na esbelta cidade da Beira Alta, relaxe! Pensamos nisso por si. Comece já a planear o seu roteiro à antiquíssima “vila” muralhada medieval sabendo o que visitar em Trancoso, cidade e arredores, com a ajuda das nossas dicas sobre o que ver e fazer, quando visitar, onde dormir, onde comer e mapa interativo, para não perder pitada do muito que a única Aldeia Histórica de Portugal elevada a cidade tem para lhe oferecer.

Trancoso: o que visitar, ver e fazer | Aldeia Histórica
Igreja de São Pedro e Pelourinho de Trancoso
Na preparação da sua viagem para visitar Trancoso sugerimos que leia também os seguintes artigos:

Onde fica Trancoso?

Trancoso: o que visitar, ver e fazer | Aldeia Histórica
Castelo de Trancoso

Trancoso é uma cidade portuguesa pertencente ao distrito da Guarda, situada a 885 metros de altitude num planalto da Região das Beiras (sub-região da Beira Interior Norte) no Centro de Portugal. É uma das nove Aldeias Históricas de Portugal que fica dentro dos limites da Serra da Estrela.

O município de Trancoso delimita com os concelhos vizinhos de Penedono, Mêda, Pinhel, Celorico da Beira, Fornos de Algodres, Aguiar da Beira e Sernancelhe.

Quando visitar Trancoso?

Trancoso: o que visitar, ver e fazer | Aldeia Histórica
Câmara Municipal de Trancoso

Trancoso é um destino completo que sempre nos encanta e surpreende em qualquer altura do ano. Portanto, para decidir quando visitar Trancoso, talvez seja melhor orientar-se por aquilo que quer ver e fazer em Trancoso. Tratando-se duma Aldeia Histórica de Portugal às portas da Serra da Estrela, com todo os serviços turísticos a funcionar o ano inteiro, não vemos impeditivos para visitar Trancoso na primavera, verão, outono e inverno.

Trancoso: o que visitar, ver e fazer | Aldeia Histórica
Judiaria de Trancoso

Ainda assim, temos que admitir: a melhor época do ano para visitar Trancoso é nos meses mais quentes (maio a setembro). Dias longos, temperaturas amenas e tempo seco. Os invernos são por norma bastante frios e chuvosos por causa da orografia: os planaltos tendem a estar mais expostos a condições climatéricas extremas e, adivinhe só, Trancoso está num planalto.

Trancoso: o que visitar, ver e fazer | Aldeia Histórica
Vista da Torre de Menagem

No inverno, inclusivamente, há anos em que ocorre o sincelo de Trancoso, um fenómeno meteorológico único de deposição de gelo, quase escultural, que só acontece quando se reúnem três condições atmosféricas: nevoeiro denso, temperatura abaixo de 0ºC e vento. É um espetáculo de se ver após acontecer. Mas acredite que não o quer sentir na pele.

A temporada das castanhas é uma das melhores alturas para visitar Trancoso

Mas existem eventos, feiras e festividades ao longo do ano que @ vão convencer a visitar Trancoso independentemente da temperatura. Coloque estes eventos no seu calendário para saber quando visitar Trancoso de futuro.

  • Feira do Fumeiro dos Sabores e Artesanato do Nordeste da Beira: usualmente decorre em dois fins de semanas seguidos nos meses de fevereiro e/ou março.
  • Recriação da Batalha de Trancoso: 29 de maio, feriado municipal
  • Festival Música no Castelo: em julho
  • Festa em Honra de Nossa Senhora da Fresta: nos dias a rondar 14 e 15 de agosto
  • Feira de São Bartolomeu: em agosto, são quase duas semanas recheadas de coisas boas. Desde que, em 1273, Trancoso recebeu a Carta de Feira de D. Afonso III não mais deixou morrer o espírito mercantil duma das feiras francas mais antigas de Portugal.
  • Feira da Castanha e Paladares de Outono: primeiro fim de semana de novembro

Onde ficar a dormir em Trancoso? Sugestões de alojamento

Solar Sampaio e Melo, um dos melhores alojamentos onde ficar em Trancoso

Complemente a sua escapadinha a Trancoso com o genuíno acolhimento beirão dormindo (pelo menos) uma noite num dos admiráveis alojamentos da região. Há uma boa dezena de alojamentos de qualidade, destacando-se algumas casas de férias e turismos rurais que levam a arte de bem receber muito a sério. Convém é ser previdente e reservar alojamento em Trancoso com antecedência, especialmente na época alta do verão e nas datas festivas.

Abaixo encontra os nossos alojamentos favoritos onde ficar numa escapadinha a Trancoso – testados e aprovados por nós – que apresentam a melhor relação qualidade-preço da região.

Solar Sampaio e Melo

A atmosfera de elegância e conforto do Solar Sampaio e Melo, uma casa brasonada do século XVII bem no centro histórico de Trancoso, é admirável. Cada quarto e suite possui um toque único de elegância e modernidade, num equilíbrio perfeito entre o estilo clássico e o conforto moderno. O pequeno almoço é soberbo, a piscina exterior convida a banhos refrescantes, e os espaços interiores, a pausas repousantes.

Hotel Turismo de Trancoso

O Hotel Turismo de Trancoso é um hotel 4 estrelas moderno, de linhas contemporâneas, com excelentes condições e um leque de serviços de qualidade que convence só de nomear: piscina interior aquecida, banho turco, ginásio, centro de bem estar, bar e restaurante. Os quartos e suites com casa de banho privada emanam conforto, são amplos, luminosos e aclimatizados. O pequeno almoço buffet é variado e delicioso. Disponibiliza acesso Wi-Fi e estacionamento gratuitos.

Quinta de Trancoso

A Quinta de Trancoso é um alojamento de turismo rural na aldeia de Carniçães, a meros 9 km de Trancoso. Aprazível para descansar e relaxar num ambiente descontraído e familiar, com decoração rústico-sofisticado e comodidades modernas. Cada um dos 15 quartos, munidos de casa de banho privada, é habitado pelo conforto minimalista invocando descanso. Há uma pequena piscina exterior, um jardim, um salão e muita quinta para demorados passeios em contacto com a natureza. E um pequeno almoço buffet que não pode dispensar.

Clique para ver mais opções de alojamento em Trancoso

O que ver e fazer em Trancoso? Locais a visitar e experiências a não perder na Aldeia Histórica de Portugal

Trancoso: o que visitar, ver e fazer | Aldeia Histórica
Rua da Corredoura – Visitar Trancoso

Quando um destino reúne história e lendas enigmáticas em igual medida, no mínimo suscita curiosidade. Se incluir majestosas paisagens naturais, um cenário medieval que nos transporta no tempo, uma gastronomia de babar e gentes hospitaleiras, então, há definitivamente que visitar. Trancoso é um destes destinos!

Capela de São Marcos – Visitar Trancoso

Trancoso é detentora duma história tão longa quanto fascinante. Devido a sua localização privilegiada, entre os rios Douro, Côa e Mondego, foi palco de disputas desde tempos imemoriais. Era considerada fulcral para os romanos, foi bastião na Reconquista Cristã e palco da famosa Batalha de Trancoso em 1385 (a simbólica Capela de São Marcos assinala o lugar), em que as forças Portuguesas impuseram pesada derrota às forças Castelhanas, que serviu de prelúdio à Batalha de Aljubarrota.

Trancoso: o que visitar, ver e fazer | Aldeia Histórica
Castelo de Trancoso

Em redor dum milenar e bem preservado castelo, Trancoso exibe um dos centros históricos mais belos e significativos de Portugal. Com o seu castelo altaneiro e cintura de muralhas praticamente intactas, Trancoso impõe-se na paisagem raiana. Aqui, capítulos inteiros da fundação e defesa da História de Portugal foram escritos pela valentia e patriotismo das suas gentes. A par das trovas messiânicas do sapateiro-profeta Bandarra e de lendas de fazer corar beatas da igreja – exceto, talvez, aquelas que foram progenitoras dos 299 filhos atribuídos ao Padre Costa.

Estátua do sapateiro-profeta Bandarra frente à Camara Municipal

A cintura muralhada que acolhe a histórica vila medieval guarda numerosos monumentos de arquitetura civil, religiosa e militar. Sobeja o que ver e fazer em Trancoso, cidade e arredores, para lhe dedicar um dia inteiro de visita, sendo dois dias o ideal para uma escapadinha de fim de semana perfeita.

Seguem-se as nossas sugestões dos lugares a visitar e as experiências imperdíveis a incluir no seu roteiro para visitar Trancoso.

Porta d´El Rei – Roteiro para visitar Trancoso

Comece o seu roteiro para visitar Trancoso atravessando a admirável Porta d´El Rei, o maravilhoso cartão de visita da cidade. Este é o ponto de partida perfeito para explorar o muralhado centro histórico, que no longínquo ano de 1282 testemunhou as bodas de D. Dinis com Isabel de Aragão. Tal acontecimento real tem até monumento comemorativo às portas de Trancoso, a Capela de S. Bartolomeu do séc. XVIII. E rezam as crónicas que na vila «se fizeram grandes e custuozas cazas» e que a «fremusura» dessa flor aragonesa teria deixado o seu perfume nas roseiras de Trancoso.

Entrando nas muralhas de Trancoso não custa nada imaginar o bulício do burgo medieval beirão que foi dos mais importantes centros mercantis da região. Deixe-se invadir pela ambiência medieval de Trancoso até ao coração do centro histórico, a Praça Dom Dinis.

Trancoso: o que visitar, ver e fazer | Aldeia Histórica
Pelourinho e Igreja de São Pedro

Deambule pela airosa praça ajardinada, absolutamente imperdível no seu roteiro para visitar Trancoso. Lance-se à descoberta do Pelourinho quinhentista, o mais belo pelourinho manuelino das Beiras, das Antigas Casas da Câmara, da Igreja de São Pedro, guardiã do mausoléu seiscentista do famoso sapateiro-poeta-profeta Gonçalo Annes Bandarra aqui sepultado em 1545, a vizinha Igreja da Misericórdia, a Igreja de Santa Maria de Guimarães, de fachada barroca mas originalmente uma das mais antigas de Trancoso comprovado por um friso pré-românico, da secular Tília de Trancoso defronte, e do imponente Palácio Ducal, na realidade residência de Viscondes.

Obviamente que o milenar Castelo de Trancoso é o mote principal de qualquer roteiro para visitar Trancoso. Anterior à nacionalidade, fundado nos séculos VIII-IX, de cuja Torre de Menagem tem vistas sobre o núcleo muralhado e o planalto, a par duma panorâmica a perder de vista do horizonte que se estende da Serra da Estrela ao Vale do Douro.

Trancoso: o que visitar, ver e fazer | Aldeia Histórica
Rua dos Cavaleiros

Explorar as ruas comerciais largas, como a da Corredoura, as ruas das casas brasonadas, como a Casa das Oliveiras e o Solar dos Sousa na Rua dos Cavaleiros, ou as vielas dos portões biselados com mísulas de janela da antiga judiaria, é das coisas mais aprazíveis que pode fazer num roteiro para visitar Trancoso.

Casa dos Arcos na Rua da Corredoura

Há inúmeros solares e casas senhoriais em Trancoso que prendem a atenção com detalhes preciosos, dando a conhecer a história, as estórias e as memórias inscritas em cada pedra. As de maior relevo são: a Casa do Gato Preto, conhecida pelo seu Leão de Judá de pedra na fachada, a Casa Quartel-General Beresford, e as casas de alpendre usadas para mercado desde o século XVI, impondo-se a Casa dos Arcos.

Descubra a Judiaria de Trancoso, percorrendo a Rua do Poço do Mestre, onde se localiza o Centro de Interpretação da Cultura Judaica Isaac Cardoso, dedicado à presença dos judeus sefarditas na cidade, o Poço do Mestre e a Casa do Bandarra, onde poderá saber mais sobre o enigmático sapateiro-profeta cujas trovas correram o país e o mundo.

Trancoso: o que visitar, ver e fazer | Aldeia HistóricaO lendário sapateiro e profeta Gonçalo Annes, o Bandarra, nasceu em Trancoso em 1500. As suas trovas messiânicas, continuamente censuradas, viriam a influenciar o sebastianismo e pensadores como o Padre António Vieira e até Fernando Pessoa. O povo trancosense homenageia-o numa estátua frente à Camara Municipal.

Trancoso: o que visitar, ver e fazer | Aldeia Histórica
Portas do Prado

Despeça-se do recinto muralhado via uma das cinco portas que rasgam a muralha. Ladeadas por duas torres robustas, a Porta d’el Rei e as Portas do Prado são as mais imponentes. A Porta do Carvalho é encimada por uma placa esculpida em baixo relevo representando, muitos creem, o Cavaleiro João Tição, mais uma lenda curiosa de Trancoso.

Trancoso: o que visitar, ver e fazer | Aldeia Histórica
Porta da Traição

A Porta da Traição e as Portas do Sol, também chamada Olhinho do Sol, são as duas entradas mais próximas da cerca do castelo. E a mais intrigante de todas as entradas, onde pode testar a sua elegância: o Postigo do Boeirinho. A estreita entrada, onde só passa um, era a última porta a ser cerrada em caso de invasão, permitindo a proteção dos aldeãos mais “atrasados”.

Trancoso: o que visitar, ver e fazer | Aldeia Histórica
Postigo do Boeirinho

Fora das muralhas, ainda surgem mais algumas pérolas do património histórico-cultural de Trancoso a descobrir. Fechamos as nossas sugestões deste roteiro para visitar Trancoso destacando as Necrópole de Sepulturas Antropomórficas do período visigótico, a Capela de Santa Luzia, a Igreja de Nossa Senhora da Fresta, a Capela do Senhor da Calçada, a Fonte da Vide, a Fonte Nova, o Cruzeiro do Senhor da Boa Morte e o Convento dos Frades, recuperado e transformado em teatro municipal.

O que visitar perto de Trancoso

Castelo de Celorico da Beira

Aproveite o seu roteiro para visitar Trancoso para uma escapadinha de fim de semana completa combinando uma visita a um dos destinos que sugerimos abaixo. Ou junte tudo e transforme o seu plano de visitar Trancoso numa memorável roadtrip pela Beira Interior.

Passadiços do Távora

Uma das melhores atividades ao ar livre que pode combinar com o seu roteiro para visitar Trancoso é percorrer os extraordinários Passadiços do Távora, em Sernancelhe. Os passadiços estendem-se ao longo das margens da Albufeira da Barragem do Vilar, um maravilhoso espelho de água que trouxe nova vida a este cantinho do Norte de Portugal. São apenas 3 km, ida e volta, de passadiços desde a Praia Fluvial de Vila de Ponte (não esqueça de trazer o fato de banho no verão), à cénica ponte pedonal sobre a Ribeira de Ferreirim, um dos afluentes do rio Távora. Plano, fácil e divertido. Se somar outras surpresas por ali escondidas, é perfeito para fazer em família. Clique para ler o nosso guia completo sobre os Passadiços do Távora.

Sernancelhe

Depois da sua caminhada pelos Passadiços do Távora, sugerimos que vá visitar a vila de Sernancelhe, Terra da Castanha, que tem como principais pontos de interesse a Igreja Matriz românica dedicada a São João Baptista, o Pelourinho e a Porta do Sol, um dos últimos traços existentes do Castelo de Sernancelhe, e o Mosteiro de Nossa Senhora da Assunção em Tabosa. Depois suba até à Serra da Lapa e vá conhecer o icónico Santuário da Senhora da Lapa. Se conseguir passar pela fenda entre os penedos de granito, é porque nunca cometeu um pecado grave. Se não conseguir, é uma questão de repetir a caminhada pelos Passadiços do Távora, para “expiar os pecados”.

Penedono

O maior cartão-de-visita de Penedono é o seu altaneiro castelo do século X, ímpar em Portugal pela sua forma triangular e onde, segundo reza a lenda, nasceu Álvaro Gonçalves Coutinho, um dos Doze da Inglaterra, imortalizado nos “Lusíadas” pela pena de Luís de Camões. Se não sofrer de vertigens, suba até às ameias e desfrute de uma vista soberba sobre a vila medieval. Para além do castelo, visite também o Solar dos Coutinhos (que hoje alberga a Câmara Municipal), a Igreja de São Pedro, a Torre do Relógio e o elegante Pelourinho.

Mêda e Aldeia Histórica de Marialva

Se as Aldeias Históricas de Portugal são o foco do seu roteiro para visitar Trancoso, temos mais uma sugestão: rumar a Marialva no concelho de Mêda. Ao castelo altaneiro chega-se percorrendo calçadas medievais da cidadela, ladeadas por casario com portas góticas. No pequeno largo central um elegante pelourinho do século XV, a antiga cadeia e tribunal e a quinhentista Igreja de Santiago, matriz de Marialva com portal manuelino. Marialva está intimamente ligada a uma das páginas mais sangrentas da história de Portugal, o Processo dos Távoras. Em Mêda, não perca a Torre de Vigia, convertida em torre do relógio, a igreja matriz e o Pelourinho.

Celorico e Aldeia Histórica de Linhares da Beira

Celorico da Beira é um concelho marcado de história, determinante na defesa nacional, como testemunhado pelos seus dois castelos: o de Celorico e o de Linhares da Beira, uma das magníficas Aldeias Históricas de Portugal. Cruzado pelo Mondego e nos contrafortes da Serra da Estrela, foi igualmente beneficiado com um riquíssimo património natural. Celorico é uma vila conhecida como a Capital do Queijo Serra da Estrela. A aldeia de Linhares, como Capital do Parapente.

Para mais dicas, não deixe de ler o nosso roteiro para visitar Celorico e Linhares da Beira.

Pinhel

Quando incluímos Pinhel numa escapadinha à região, nunca resistimos a uma visita demorada, com a certeza de (re)vivermos dias ímpares e memórias de longa data, num ambiente de puro bucolismo, guarnecidos pelas maravilhas naturais beirãs. Pinhel, a Cidade Falcão, é conhecida por ser a cidade com mais solares por metro quadrado de Portugal. A par desse património civil seiscentista e setecentista notável, há um castelo medieval com duas torres intactas, uma das muralhas fortificadas mais bem preservadas do país, templos religiosos admiráveis e paisagens deslumbrantes do rio Coa. Clique aqui para saber mais sobre o que visitar em Pinhel.

Guarda

E que tal incluir no seu roteiro para visitar Trancoso a respetiva sede distrital, a Guarda? A Cidade dos 5 F’s, a mais alta de Portugal, tem um dos centros históricos mais bem preservados da nação. Sólidas muralhas de granito cingem um burgo medieval notável, célebre pela monumental Sé da Guarda, coroado pela Torre de Menagem do Castelo da Guarda, dono dalguns dos monumentos mais antigos de Portugal e duma das judiarias de maior relevo em território nacional. Se gosta de destinos de montanha que aliam turismo histórico-cultural, de natureza e rural, a Guarda é certa para si.

Quer mais dicas sobre a Guarda? Então, não deixe de ler o nosso roteiro com o que ver e fazer na Guarda.

Passadiços do Mondego

Os Passadiços do Mondego são a desculpa perfeita para visitar Trancoso numa escapadinha de fim de semana. Recentemente inaugurados, os Passadiços do Mondego prometem tornar-se numa das mais cintilantes estrelas entre os Passadiços de Portugal. De Videmonte ao espelho de água da Albufeira da Barragem do Caldeirão, são 12 km de passadiços e trilhos de terra batida na companhia dum Mondego que corre selvagem por entre abruptos penhascos. Além das vistas de tirar o fôlego, há bosques de fantasia, cascatas, lagoas e poços, três pontes suspensas e uma medieval, ruínas de antigos moinhos e fábricas de lanifícios… Só uma amostra para @ pôr a sonhar!

Clique para ler o nosso guia completo dos Passadiços do Mondego com toda a informação e dicas que precisa para percorrer o percurso pedestre.

Onde comer quando visitar Trancoso? Melhores Restaurantes

Sardinhas Doces, uma iguaria a não perder quando visitar Trancoso

Livre-se de sair de Trancoso sem saborear uma (ou duas) Sardinhas Doces, ex-libris da doçaria conventual trancosense cuja receita original foi criada pelas freiras do desaparecido Convento de Santa Clara. Outras maneiras de adoçar o dente é provando a castanha, rainha em Trancoso, usada também em pudins ou bolos, as bolas (de chocolate, de folha ou de ovos) e o requeijão com doce de abóbora. Delicie-se com pratos típicos como bacalhau à São Marcos, cabrito assado (no forno, no espeto ou em caldeirada), ensopado de míscaros, enguias à São Bartolomeu, ou arroz de feijão com miúdos.

O Marquês
Avenida Doutor Francisco Sá Carneiro 8, Trancoso

O Museu
Largo Santa Maria de Guimarães, Trancoso

Cantinho dos Arcos
Largo do Pelourinho 2A, Trancoso

O Retiro do Castiço
Rua de São João 24, Trancoso

Mapa dos principais pontos de interesse a visitar em Trancoso


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa com a localização dos principais pontos de interesse a visitar em Trancoso.

Outros Artigos do Centro de Portugal

Abrantes | Águeda | AlcobaçaAveiro | Aldeias Históricas de Portugal | ArganilBatalha | Belmonte | Beira BaixaCascata da Cabreia | Castelo de BodeCastelo Branco | Castelo Rodrigo | Castro Daire | Celorico e Linhares da BeiraCoimbra | Covilhã | DornesEstações Náuticas Centro de PortugalFigueira da FozFoz do CobrãoFragas de São Simão | Garganta do Ocreza | Góis | GouveiaGuarda | Leiria | Loriga | Manteigas | Mata do Bussaco | Médio Tejo | Monsanto | Montemor-o-Velho | NazaréÓbidos | Ourém | Região do Oeste | Passadiços do Mondego | Passadiços do Orvalho | Penacova | Penamacor | Penedo Furado | PenichePiódão | Poço Negro | Praias Fluviais Centro de PortugalSanta Comba Dão | SantarémSeiaSerra do Açor | Serras de Aire e Candeeiros | Serra da Estrela | Serra da Lousã | Sortelha | Tomar | Vila de Rei | Viseu

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide e na Civitatis encontra sempre as melhores atividades e tours locais e pode ainda reservar o seu transfer do aeroporto e saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem na IATI Seguros. É uma agência 100% especializada em viagens e apresenta o melhor rácio custo-benefício do mercado, sendo que todos os seus seguros contam com excelentes coberturas COVID-19. Se utilizar o nosso link terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize a AutoEurope. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o VagaMundos a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.