Visitar Parque Natural Vale do Tua | Trás-os-Montes: roteiro com o que ver e fazer

Visitar Parque Natural Vale do Tua Roteiro

O Parque Natural Vale do Tua é uma das maiores pérolas do Norte de Portugal. É certo que não granjeia da fama do vizinho Parque Natural do Douro Internacional, mas no que a beleza diz respeito não lhe fica nada atrás. Atrevemo-nos mesmo a dizer que é um dos segredos mais bem guardados de Trás-os-Montes e acreditamos vivamente que quando terminar de ler este nosso roteiro para visitar o Vale do Tua vai concordar connosco.

Visitar Parque Natural Vale do Tua RoteiroDurante muitos anos o grande highlight da região foi a Linha do Tua, a histórica ligação ferroviária que ligava Foz Tua a Bragança, acompanhando o sinuoso vale do rio Tua desde a sua foz até Mirandela.

Era uma das ligações ferroviárias mais cénicas de Portugal, que só encontrava rival na vizinha Linha do Douro, à qual inclusivamente se juntava em Foz Tua.

Visitar Parque Natural Vale do Tua RoteiroLamentavelmente, a construção da controversa Barragem do Tua levou à submersão de vários quilómetros da linha, o que obrigou ao seu encerramento. Hoje já não é possível percorrer a Linha do Tua, nem de comboio nem a pé (sim, chegou a ser um dos percursos pedestres mais brutais de Portugal).

Mas a região soube reinventar-se e aproveitar da melhor maneira as enormes alterações paisagísticas criadas pela albufeira da Barragem do Tua.

Visitar Parque Natural Vale do Tua RoteiroForam criadas várias mãos cheias de soberbos miradouros dos quais se pode usufruir, em segurança, das esmagadoras paisagens sobre o Vale do Tua. Adicionalmente, foram marcados vários trilhos pedestres para se desfrutar, de perto, das (muitas) maravilhas da natureza da região.

Posto isto, ousamos mudar o icónico slogan “A Linha do Tua também é Tua”, utilizado na campanha contra a construção da Barragem do Tua, para “A Paisagem do Tua também é Tua”.

Visitar Parque Natural Vale do Tua RoteiroMas o Vale do Tua está longe de ser só paisagens. Há também um riquíssimo património histórico para explorar, que vai desde centenárias aldeias muralhadas a castros milenares, seculares tradições que as suas gentes heroicamente mantêm vivas a uma gastronomia ímpar em Portugal e vinhos capazes de deleitar o mais exigente dos enólogos.

Visitar Parque Natural Vale do Tua RoteiroPara lhe dar uma ajuda na descoberta dos muitos encantos do Vale do Tua, desenhamos um roteiro de 2 e 3 dias para visitar o Vale do Tua, com todos os locais que não pode perder na sua primeira visita e muitas dicas práticas para que desfrute ao máximo de um dos destinos de natureza mais apaixonantes de Portugal.

Clique para ler o nosso Roteiro do Douro Vinhateiro

Onde ficar no Vale do Tua? Sugestões de alojamento

A primeira grande decisão a tomar quando se começa a planear uma viagem ao Parque Natural Vale do Tua é escolher os locais onde ficar alojado.

Se for com pouco tempo, e tendo em conta que a área do Parque Natural Vale do Tua ainda é considerável, recomendamos que opte por dividir as noites de hospedagem por várias localidades ao invés de ficar sempre alojado no mesmo local.

As localidades que sugerimos para passar a noite no nosso roteiro para visitar o Vale do Tua são Mirandela, Carrazeda de Ansiães, Foz Tua/São Mamede de Ribatua e Murça. Obviamente que pode fazer pequenas alterações ao roteiro e optar por ficar noutras localidades vizinhas. Para além das localidade atrás referidas, as melhores apostas para passar a noite são Alijó e Vila Flor.

Para ter uma ideia, na última viagem que fizemos ao Parque Natural Vale do Tua dormimos três noites na região. O plano inicial era dormir quatro noites, mas não conseguimos arranjar alojamento em Murça para as nossas datas e optamos por ir pernoitar na aldeia de Provesende, já na região do Douro Vinhateiro. Dividimos a nossa estadia da seguinte forma:

A primeira noite, ficamos alojados no Grande Hotel Dom Dinis em Mirandela que, mesmo não apresentando uma estupenda relação qualidade-preço, é, ainda assim, uma das melhores opções de alojamento em Mirandela.

As duas noites seguintes foram passadas no Hotel Casa do Tua em Foz Tua, um hotel sem grandes luxos, mas com uma localização estupenda – mesmo ao lado do rio Douro – e uma piscina deliciosa. Recomendamos sem pestanejar!

Como já referimos, na última noite da viagem optamos por ir dormir a Provesende e ficamos alojados na Quinta Manhãs Douro um dos nossos alojamentos favoritos na região do Douro Vinhateiro.

Por último, queremos chamar a atenção para o facto da região do Vale do Tua ainda não contar com a vasta oferta de alojamento que encontra, por exemplo, no vizinho Douro Vinhateiro. Logo, recomendamos vivamente a que reserve a sua estadia com o máximo de antecedência possível de forma a garantir estadia nos melhores alojamentos (e aos melhores preços).

Clique nos links abaixo para procurar alojamento nas respetivas localidades da região do Vale do Tua e opte sempre por reservar unidades hoteleiras que permitam o cancelamento, não vá ter algum imprevisto.

Clique para ver mais opções de alojamento no Vale do Tua

O Melhor do Parque Natural Vale do Tua num roteiro de 3 dias – o que ver e fazer?

Visitar Parque Natural Vale do Tua RoteiroO nosso roteiro para visitar o Vale do Tua tem início em Mirandela e termina em Murça. Mas pode fazer o mesmo na ordem inversa sem qualquer problema, ou até mesmo começar em qualquer um dos pontos de interesse sugeridos e a partir daí desenhar o seu próprio roteiro.

Visitar Parque Natural Vale do Tua RoteiroÉ importante referir que o número de dias que sugerimos para este roteiro para visitar o Parque Natural Vale do Tua pressupõe que a viagem seja feita com viatura própria e não inclui os dias de viagem do local de origem para a região do Vale do Tua.

Na verdade, visitar os locais de interesse referidos neste artigo sem carro ou sem recorrer a um tour é uma tarefa (praticamente) impossível de realizar. Se estiver sem viatura própria, o melhor mesmo é alugar um carro.

Visitar Parque Natural Vale do Tua RoteiroSe é nosso leitor assíduo, já sabe que nos nossos roteiros o número de dias é meramente indicativo. Se abdicar de fazer algumas das atividades que sugerimos ou cortar alguns pontos de interesse, pode fazer este roteiro em menos dias. Já a pensar nesse cenário partilhamos também no final do artigo um roteiro para 2 dias de visita ao Vale do Tua.

Visitar Parque Natural Vale do Tua RoteiroNo sentido inverso, caso queira fazer mais alguns percursos pedestres ou simplesmente relaxar numa das muitas aldeias do vale do Tua, acrescente mais uns dias à sua viagem e transforme este roteiro numa semana de férias. Ao longo do roteiro de 3 dias para visitar o Vale do Tua vamos dar várias sugestões nesse sentido.

Roteiro visitar Vale do Tua: 1º Dia

Mirandela – Vilarinho das Azenhas – Vila Flor – Forca de Freixiel – Castelo de Ansiães – Carrazeda de Ansiães

O nosso roteiro para visitar o Vale do Tua tem início na histórica Mirandela, uma das cidades mais emblemáticas das Terras Quentes transmontanas.

Visitar Parque Natural Vale do Tua RoteiroSugerimos que comece a sua visita a Mirandela atravessando a icónica ponte pedonal sobre o rio Tua, conhecida pelo nome de Ponte Velha enquanto observa o geiser artificial no meio do rio, que faz lembrar o famoso Jet d’Eau de Genebra.

Continue o seu passeio percorrendo as margens do Tua até ao bem cuidado Parque do Império. Se quiser prolongar o seu passeio pelas margens do rio (e o mais certo é querer), vá até ao Parque da Ribeira de Carvalhais e ao Parque Dr. José Gama onde vai encontrar a prazenteira Praia Fluvial de Mirandela. Se for no verão, até pode aproveitar para dar um refrescante mergulho.

Antes de se embrenhar no centro histórico de Mirandela não deixe de visitar o Santuário de Nossa Senhora do Amparo e a histórica Estação Ferroviária de Mirandela da Linha do Tua.
No centro histórico de Mirandela os locais que consideramos de visita obrigatória são o Paço dos Távoras (que presentemente alberga a Câmara Municipal), a Igreja de Nossa Senhora da Encarnação, a Igreja da Misericórdia, o Solar dos Condes de Vinhais, o Museu Armindo Teixeira Lopes e a Porta de Santo António (o único resquício da muralha do Castelo de Mirandela).

Visitar Parque Natural Vale do Tua Roteiro

Dica VagaMundos: escusado será dizer que não pode de todo sair de Mirandela sem degustar a famosa Alheira de Mirandela. Estamos longe de as termos provado todas mas, até ver, as nossas favoritas são as do restaurante A Adega e do restaurante O Grês.

Continue o seu roteiro pelo Vale do Tua rumando até à genuína aldeia de Vilarinho das Azenhas para percorrer o fantástico percurso pedestre de Vilarinho das Azenhas, um dos ex-libris do Parque Natural Vale do Tua.

O percurso tem uma extensão a rondar os 4 km (8 km ida e volta) e liga a aldeia de Vilarinho das Azenhas à aldeia de Ribeirinha. O percurso é praticamente plano sendo perfeito para fazer com crianças. Ao longo do trajeto, que acompanha o rio Tua e a antiga Linha do Tua, será brindado com belas paisagens ribeirinhas e terá a oportunidade de conhecer o histórico Apeadeiro de Ribeirinha.

Dica VagaMundos: se quiser disfrutar de uma das melhores paisagens da região suba até ao Santuário da Nossa Senhora dos Remédios, que fica a cerca de 2 km do centro da aldeia de Vilarinho das Azenhas. Vale bem a pena o desvio!

De Vilarinho das Azenhas prossiga viagem até à altaneira vila medieval de Vila Flor. Terá à sua espera uma mão cheia de locais de interesse para visitar. Os mais emblemáticos são a Igreja Matriz de Vilarinho das Azenhas, a Igreja da Misericórdia, o edifício da Câmara Municipal, o Solar dos Aguilares (antiga Câmara Municipal de Vila Flor), a Fonte Romana, o Pelourinho e o Arco de D. Dinis, a única das cinco portas das muralhas da vila que sobreviveu ao teste do tempo.

Fora do centro da vila visite ainda o Santuário da Nossa Senhora da Lapa. Do seu miradouro obterá soberbas vistas sobre Vila Flor e arredores. Um segredo muito bem guardado é a insólita Forca de Freixiel, situada no topo de uma colina nos arredores da aldeia de Freixiel. Satisfaça a sua curiosidade e descubra-a.

A próxima paragem do roteiro do Vale do Tua será no milenar Castelo de Ansiães. Um dos locais mais mágicos de toda a região do Vale do Tua, cuja ocupação continuada remonta ao longínquo terceiro milénio a.C. e conheceu o seu término em 1734. Nesse ano, o Castelo de Ansiães foi abandonado, tendo a sede de concelho sido transferido para Carrazeda de Ansiães, a pouco mais de cinco quilómetros de distância.

Hoje, da vila medieval fortificada restam impressionantes ruínas compostas por duas linhas de muralhas, torreões, cinco portas de acesso, um sem número de habitações e até mesmo duas igrejas. No interior das muralhas fica a maravilhosa igreja românica de São Salvador de Ansiães e no exterior a Igreja de São João Baptista.

Visitar o Castelo de Ansiães é uma verdadeira viagem no tempo e é fácil perder a noção do mesmo face à imensidão do espaço e à beleza do meio envolvente. Costumamos dizer, na brincadeira, que o Castelo de Ansiães é o Machu Picchu português e a analogia é capaz de não estar muito errada.

Visitar Parque Natural Vale do Tua RoteiroO primeiro dia do roteiro do Vale do Tua termina em Carrazeda de Ansiães cujos principais pontos de interesse são o seu Pelourinho e o seu altaneiro Moinho de Vento.

 

Dica VagaMundos: Ainda tem tempo disponível? Então, se gosta de monumentos megalíticos, visite também a Anta de Zedes e a Anta de Vilarinho, ambas situadas no concelho de Carrazeda de Ansiães.

Mapa do 1º dia do Roteiro pelo Vale do Tua


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa do 1º dia do Roteiro para visitar Parque Natural do Vale do Tua.

Roteiro visitar Vale do Tua: 2º Dia

Trilho e Miradouro de São Lourenço – Miradouro Olhos do Tua – Foz Tua – São Mamede de Ribatua – Miradouro do Ujo

A parte da manhã do segundo dia do roteiro do Vale do Tua é completamente dedicado às caminhadas. Por isso, calce as suas botas favoritas e rume até à aldeia de Pombal, ponto de partida do Trilho de São Lourenço, o nosso percurso pedestre favorito do Parque Natural Vale do Tua.

Visitar Parque Natural Vale do Tua RoteiroO trilho tem sensivelmente 12 km e tem como pontos altos os fantásticos miradouros da Calçada de São Lourenço e de Barrabáz, dos quais se tem fantásticas vistas sobre o rio Tua. Pelo caminho irá percorrer uma calçada romana e ter a oportunidade de visitar as Termas de São Lourenço e ainda as antigas estações da Linha do Tua de São Lourenço e Santa Luzia.

Informação prática do Trilho de São Lourenço

  • Distância: 12 km
  • Circular: Sim
  • Dificuldade Técnica: Moderada
  • Local de Partida/Chegada: Aldeia de Pombal (junto à igreja)

Depois da caminhada, pegue no carro e vá até ao Miradouro S. Lourenço para desfrutar de uma magnífica vista sobre o Vale do Tua, emoldurada pela silhueta de São Lourenço talhada pela mão do escultor Paulo Moura.

Como já deve ter percebido, o segundo dia do roteiro do Vale do Tua é muito rico em miradouros. Outro de visita incontornável é o Miradouro Olhos do Tua que fica junto à pequena localidade de Castanheiro do Norte.

Aqui poderá ver o rio Tua a serpentear por entre os montes, formando uma imensa curva que faz lembrar uma ferradura, um pouco à semelhança do que acontece com o rio Colorado no Horseshoe Bend (Estados Unidos), ou com o Lago Skadar no Pavlova Strana (Montenegro). Simplesmente maravilhoso!

Continue a sua viagem pelo Vale do Tua rumando até à localidade de Foz Tua que, como o próprio nome indica, fica situado no local em que o rio Tua se encontra com o rio Douro e onde se encontra a histórica estação do Tua, onde a Linha do Tua se unia à Linha do Douro.

Para além de apreciar a paisagem, não deixe de visitar o Centro Interpretativo do Vale do Tua, um excelente espaço museológico onde poderá adquirir imensa informação sobre o Vale do Tua, a Linha do Tua e a Barragem do Tua. Falando de barragem, poderá observá-la de perto a caminho de São Mamede de Ribatua, o próximo ponto de paragem do nosso roteiro pelo Vale do Tua.

São Mamede de Ribatua é uma das aldeias mais castiças do Vale do Tua e dá imenso gosto deambular pelas suas estreitas ruelas enquanto se admira a arquitetura típica da região.

Os principais locais de interesse da aldeia são a bonita Igreja Matriz de São Mamede, o Pelourinho, a Ponte Romana sobre a ribeira de S. Mamede, o Jardim das Laranjeiras e a Banda Filarmónica de São Mamede de Ribatua, a mais antiga de Portugal (fundada em 1799).

Feche o segundo dia do seu roteiro pelo Vale do Tua no vizinho Miradouro do Ujo, onde pode desfrutar de mais uma esmagadora paisagem sobre a albufeira do rio Tua. De cortar a respiração!

Mapa do 2º dia do roteiro pelo Vale do Tua


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa do 2º dia do roteiro para visitar o Parque Natural do Vale do Tua.

Roteiro visitar Vale do Tua: 3º Dia

Trilho das Fragas Más – Alijó – Favaios – Santuário do Senhor da Perafita – Castro de Palheiros – Murça

Comece o último dia do roteiro pelo Vale do Tua com mais uma caminhada. Desta vez sugerimos que vá percorrer o Trilho das Fragas Más, que tem o seu início e fim na aldeia de São Mamede de Ribatua.

O trilho tem sensivelmente 10 km e vai conduzi-lo à vizinha aldeia de Safres e ao miradouro das Fragas Más, outro local com paisagens de cortar a respiração sobre o Vale do Tua. Pelo caminho vai atravessar a Ponte Romana de São Mamede de Ribatua, percorrer vários troços da milenar calçada romana e ter a oportunidade de admirar as plantações das famosas laranjeiras de São Mamede de Ribatua.

Informação prática do Trilho das Fragas Más

  • Distância: 10 km
  • Circular: Sim
  • Dificuldade Técnica: Moderada
  • Local de Partida/Chegada: Jardim das Laranjeiras em São Mamede de Ribatua

De São Mamede de Ribatua continue o seu roteiro pelo Vale do Tua rumando até à sede de concelho, Alijó. Os principais pontos de interesse da vila são o histórico edifício dos Paços do Concelho, a Igreja Matriz, o Pelourinho e o seu centenário plátano, que até foi classificado como Árvore de Interesse Público.

Logo ao lado vai encontrar Favaios, localidade incontornável para os amantes de enoturismo. Favaios é sinónimo de Moscatel. Logo, é obrigatória uma visita à Adega Cooperativa de Favaios e ao Museu do Pão e do Vinho para provar e saber mais sobre o delicioso néctar. Lembre-se também de visitar a Igreja Matriz de São Domingos, as ruínas das Muralhas do Castelo e a altaneira Capela de Santa Bárbara.

Dica VagaMundos: caso pretenda acrescentar mais um dia ou dois à sua viagem, aproveite para ir conhecer alguns dos locais mais emblemáticos do vizinho Vale do Douro, como sejam o fantástico miradouro de Casal de Loivos, Pinhão e Provesende. Junte a esta nossa sugestão uma prova de vinhos numa das quintas do Douro e um prazenteiro cruzeiro pelo rio Douro. Para inspiração, leia o nosso roteiro do Douro Vinhateiro com muitas dicas e informações.
Miradouro de Casal de Loivos

De Favaios continue viagem até ao Santuário do Senhor de Perafita, um dos locais de culto mais emblemáticos do Vale do Tua. O Santuário é formado por um conjunto de edifícios, ligados uns aos outros por caminho calcetado, que incluem uma bela Igreja octogonal de estilo rococó, a Casa dos Milagres, a capela do Senhor dos Milagres, a fonte e o calvário constituído por cinco bonitos cruzeiros.

Santuário visitado siga em direção à aldeia de Palheiros para ir conhecer o impressionante Castro de Palheiros situado no topo de um enorme morro. De acordo com os estudos os primeiros vestígios de ocupação deste promontório datam dos finais do III milénio a.C., sendo que a partir da Idade do Ferro foi continuamente habitada.

A somar ao enorme interesse arqueológico do Castro de Palheiros está ainda o facto de ser um extraordinário miradouro natural, simplesmente perfeito para a contemplação da natureza envolvente. As vistas sobre o Vale do Tua e as serras da Garraia e de Passos são mesmo cinco estrelas. Os nossos antepassados não eram nada parvos!

Termine o seu roteiro pelo Vale do Tua na vila de Murça, sobejamente conhecida pelas suas excelentes curvas para corridas de automobilismo, azeite, vinho e a sua Porca, cuja estátua se encontra na praça central da vila.

Para além da incontornável estátua da Porca de Murça (Largo 31 de Janeiro), os nossos destaques da vila vão para o belo Edifício dos Paços do Concelho que ocupa um antigo solar, para a Igreja Matriz, para a Capela da Misericórdia, para o Pelourinho e para as Caves de Murça, o melhor local para descobrir os notáveis vinhos de Murça.

Nos arredores da vila não deixe também de visitar a Via Romana e a Ponte sobre o rio Tinhela, partes integrantes da antiga estrada romana que ligava Braga a Astorga. Se ainda tiver tempo coloque um ponto final no seu roteiro pelo Vale do Tua com um passeio de carro pelas sinuosas Curvas de Murça. Assim fica com um cheirinho da adrenalina de uma das rampas mais emblemáticas do Campeonato de Portugal de Montanha. Mas sem quebrar os limites de velocidade, claro está!

Mapa do 3º dia do roteiro pelo Vale do Tua


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa do 3º dia do roteiro para visitar Parque Natural do Vale do Tua.

Trilhos e Percursos Pedestres no Parque Natural do Vale do Tua

Trilhos e Percursos Pedestres Parque Natural do Vale do Tua

Se gosta de um bom trilho, rodeado de natureza, temos excelentes notícias para si. No Parque Natural do Vale do Tua existem mais de uma dezena de percursos pedestres devidamente marcados e com vários níveis de dificuldade.

Incluímos alguns dos nossos trilhos favoritos no roteiro de 3 dias para visitar o Vale do Tua, mas se tiver uns dias extra para alocar à sua viagem sugerimos vivamente que faça mais um par de caminhadas. Os nossos destaques vão para o Trilho de São Lourenço (Carrazeda de Ansiães), o Trilho das Fragas Más (Alijó), o Trilho do Senhor da Boa Morte (Carrazeda de Ansiães) e o Percurso pedonal Vilarinho das Azenhas – Ribeirinha (Vila Flor).

  • PR1 ALJ Trilho das Fragas Más | 10km
  • PR2 ALJ Trilho da Senhora da Cunha | 14km
  • PR4 ALJ Trilho de Santa Eugénia – Carlão | 13,5km
  • PR1 CRZ Trilho de São Lourenço | 12km
  • PR2 CRZ Trilho do Senhor da Boa Morte | 10km
  • PR1 MUR Trilho da Sobreira | 15km
  • PR2 MUR Trilho do Tinhela | 9km
  • PR4 MDL Trilho do Vale do Tua | 11,5km
  • PR5 MDL Trilho de Santa Catarina | 7,5km
  • PR6 MDL Trilho da Serra do Cubo | 11km
  • PR1 VFL Trilho do Tua-Vieiro-Freixiel | 22km
  • Percurso pedonal Vilarinho das Azenhas – Ribeirinha (Vila Flor) | 8km

Clique para ler o nosso artigo com os Melhores Trilhos de Portugal 

Roteiro para visitar o Vale do Tua em 2 dias

Se só tem 2 dias para visitar o Vale do Tua, vai ter naturalmente de abdicar de visitar alguns dos pontos de interesse que descrevemos atrás, ou de cortar do seu roteiro algumas das caminhadas que sugerimos. De forma a maximizar o tempo disponível para as visitas, recomendamos vivamente que opte por dormir em localidades diferentes.

Claro que pode sempre optar por condensar o roteiro de 3 dias em 2 dias, mas vai passar demasiado tempo na estrada e pouco tempo nos locais de interesse.

Abaixo encontra a nossa sugestão de roteiro para os dois dias, podendo ler a respetiva descrição dos locais de interesse no roteiro de 3 dias pelo Vale do Tua.

Dia 1


Mirandela – Vila Flor – Forca de Freixiel – Castelo de Ansiães – Carrazeda de Ansiães – Miradouro de São Lourenço – Miradouro Olhos do Tua – Foz Tua

Clique para ver as melhores opções de alojamento em Foz Tua


Dia 2


Foz Tua – São Mamede de Ribatua – Miradouro do Ujo – Favaios – Castro de Palheiros -Murça

Clique para ver as melhores opções de alojamento perto de Murça


Mapa do Roteiro para visitar o Vale do Tua em 2 dias


Clique no canto superior direito para aumentar o mapa do roteiro para visitar o Vale do Tua em 2 dias.

Outros roteiros de carro por Portugal

Prepare a sua próxima Viagem

Reserve o seu alojamento através do Booking.com. É onde encontramos sempre as melhores promoções e permite cancelar a reserva sem custos.

No GetYourGuide e na Civitatis encontra sempre os melhores tours locais e pode ainda reservar o seu transfer do aeroporto e saltar as filas comprando antecipadamente as entradas para os principais monumentos.

Jogue pelo seguro e faça um seguro de viagem na World Nomads ou na IATI Seguros. São ambas agências 100% especializadas em viagens e apresentam sempre os melhores rácios custo-benefício do mercado. Se optar pela IATI use o nosso link e terá um desconto de 5% por ser nosso leitor.

Anda à procura de voos baratos? Então utilize o Skyscanner para encontrar as melhores tarifas aéreas do mercado

Se precisa de alugar um carro para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o Rentalcars. Permite comparar os preços de dezenas de empresas de rent-a-car e é possível cancelar o aluguer sem custos até 48h antes da partida.

Esta página contem links afiliados. Só recomendamos marcas que utilizamos e confiamos a 100%. Se efectuar as suas reservas através desses links recebemos uma pequena comissão. Dessa forma está a ajudar o blog “VagaMundos” a manter-se vivo. E o melhor de tudo é que você não paga mais por isso. Muito Obrigado!

2 COMENTÁRIOS

  1. Patricia Camara

    Fantástico! Há sempre coisas novas para descobrir em Portugal. Tantas vezes por essa região e aqui descubro tantos locais que ainda não conhecemos. Obrigado uma vez mais pela qualidade das vossas publicações. Boas curvas 😉

    • Obrigado! Também gostamos de acompanhar as vossas descobertas.
      Portugal tem imensos locais fantásticos e surpreendentes. Eram preciso várias vidas para conhecer os cantinhos todos 🙂

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.